12 de outubro de 2015

Israel vai ajudar a Rússia na guerra contra o ISIS na Síria


Israel vai ajudar a Rússia na guerra contra o ISIS na Síria

Theodore Shoebat
Então, onde está agora a compatibilidade da ideia de que a Rússia é “Magogue” e vai invadir Israel (segundo alguns interpretam Ezequiel 38) quando a realidade é que Israel vai dar apoio e ajuda para a Rússia esmagar o ISIS na Síria?
As notícias que estão vindo de Israel estão desmentindo as hordas que acham que a Rússia está usando a Síria como pretexto para acabar invadindo Israel. De acordo com os próprios meios de comunicação de Israel:
Israel fornecerá para a Rússia informações sobre locais da oposição síria para facilitar as operações militares de Moscou, noticiou o Canal 2TV. Essa rede de televisão israelense disse que uma delegação de autoridades militares russas de elevada patente chegará a Israel na terça-feira para coordenar a cooperação militar entre os dois países.
A delegação será liderada pelo primeiro vice-presidente do Chefe do Estado Maior General Nikolai Bogdanovsky, que se encontrará com um militar israelense de patente semelhante, o general de divisão Yair Golan assim como autoridades de alta patente dos serviços de inteligência militar, a força aérea e o Mossad de Israel. O Canal 2 comentou que a visita está acontecendo depois do encontro entre o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu e o presidente russo Vladimir Putin em Moscou três semanas atrás.
De acordo com reportagens dos meios de comunicação, Israel apresentará mais pedidos aos russos em troca de ofertas “atraentes” para facilitar as operações militares do exército russo na Síria. Essas reportagens também revelaram que Netanyahu e Putin concordaram com várias questões em princípio, inclusive um compromisso russo de parar o fluxo de armas da Síria para o Hezbollah, assim como permitir que a Força Aérea de Israel execute operações livremente na Síria, mesmo em áreas em que o exército russo está estacionado na costa síria.
Autoridades elevadas das Forças Aéreas da Rússia e Israel discutirão os mecanismos para coordenar sobrevoos israelenses no espaço aéreo sírio para evitar conflitos com aviões russos em operações contra grupos oposicionistas. Provavelmente, Israel pedirá que a Rússia coordene seus movimentos no Mediterrâneo de um modo que não afete as missões dos submarinos israelenses que coletam dados de inteligência sobre o Líbano e a Síria.
Outra reportagem da Rádio Israel no domingo afirmou que o governo israelense fornecerá dados vitais de Inteligência aos russos com o objetivo de reduzir a influência iraniana na Síria.
É essa a Rússia que chamam de Gogue?
Tradução de declaração de Putin postada na foto do site Shoebat:
Nós na Rússia conhecemos muito bem a tragédia do Holocausto. Seis milhões de judeus foram mortos na União Soviética e Europa. Ao mesmo tempo, sabemos muito bem que os representantes do povo judeu que lutaram no Exército Vermelho contra o nazismo eram trabalhadores políticos. Eram apenas soldados comuns, em geral médicos, e fizeram uma contribuição digna na luta contra o nazismo.
Mas a tragédia que o povo judeu sofreu tem, evidentemente, um lugar especial nos muitos crimes cometidos pelos nazistas durante a 2ª Guerra Mundial. Repito: nós na Rússia sabemos o que é isso e sentimos o sofrimento como ninguém mais, porque mais de 20 milhões de soviéticos, a vasta maioria deles russos, foram mortos durante a luta contra o nazismo.
Quero lhes assegurar que faremos todo o possível para impedir que tais tragédias ocorram novamente no futuro.
Consideramos Israel nesse aspecto um aliado dos mais íntimos, e peço-lhes também nos considerar como tal.
Traduzido por Julio Severo do artigo original do Shoebat: Israel Is Going To Be Assisting And Helping Russia In Its War Against ISIS In Syria
Leitura recomendada:

11 comentários :

Saga Oliveira disse...

Acontece que o grupo de perseguidos por Gog e Magog, o povo de Deus, se refere a pessoas crentes em Cristo Jesus, e não a meros judeus étnicos, muitos destes nem tem fé em Deus. O povo do Senhor é pacífico, desarmado, aparentemente indefeso, enquanto o Israel secular é uma grande potência militar.

“Subirei contra a terra campestre. Chegarei aos que têm sossego, morando em segurança, todos eles habitando sem muralha, e eles não têm nem mesmo tranca e portas. ”

Ao se interpretar escatologicamente as palavras dos profetas pré-cristãos, não devemos esquecer de nos apoiar nos instrumentos da Nova Aliança em Cristo Jesus. Tentar fazer uma leitura omitindo tal fator era possível antes dos eventos envolvendo a destruição de Jerusalém e o final do cativeiro babilônico e a consequente reforma do templo, mas dentro do intervalo até a segunda vinda de Cristo, a metodologia interpretativa é diferente.

Andre Lyra Lyra disse...

Não confio nos russos e a aliança militar não quer dizer muita coisa, pois a Alemanha Nazista e Stálin também se aliançaram e depois se guerrearam. Os que estão no poder na Rússia são ex-agente da KGB, e digo, pode vir alguma coisa boa dessa gente?Creio que não.

Julio Severo disse...

André, estou publicando seu comentário contestador porque você apresentou uma identidade verificável.

Você está certo sobre alianças. E aproveito para lhe dar um conselho nesse sentido: Cuidado com suas alianças. Vi que você divulga, no seu perfil, a Rádio Vox que, além de ser totalmente contra a Rússia (não confunda, por favor, ódio anti-russo com postura anti-marxismo), quando pode também exalta o catolicismo em detrimento dos evangélicos. Confira este artigo:

Portal Conservador ou Católico? EUA são mais católicos ou evangélicos?

Vi que você, no seu perfil, também divulga o Olavo de Carvalho. Olavo faz parte de um clubinho que sempre, intencionalmente ou não, confunde ódio anti-russo com postura anti-marxismo. Ao mesmo tempo, Olavo defende a Inquisição católica, que torturou e matou milhares de judeus e evangélicos. Olavo também muito recomenda o satanista René Guénon. Confira este artigo:

A premonição “magistral” de René Guénon?

Sobre o governo da Rússia ser composto supostamente por agentes da KGB, como é que fica se a cúpula do movimento do qual você faz parte defende a Inquisição? Como é que fica agora, André?

Nunca vi o Putin defendendo a KGB, mas já vi católicos defendendo a Inquisição. Já vi católicos negando o Holocausto. Putin mandou construir o Museu do Holocausto em Moscou e no ano passado aprovou lei que criminaliza a negação do Holocausto nazista contra os judeus. Se vc negar o Holocausto na Rússia, vc vai para a cadeia.

Se Putin defendesse a KGB, ele seria exatamente igual a todos os católicos que defendem a Inquisição. Ele seria exatamente igual ao Olavo de Carvalho, que defende a Inquisição.

Deveriam criar uma lei no Brasil para punir com cadeia quem nega o Holocausto e quem nega que a Inquisição católica torturou e matou milhares de judeus e evangélicos.

Rodrigo Cerqueira disse...

Creio sim, que para o cumprimento das Escrituras, é necessário que a Israel desta atualidade esteja em descrença, afinal, são os ossos secos que tornarão carne viva. Porquanto é necessário que para isto ocorra, a Israel em Ezequiel esteja vivente. E, de fato é o que há hoje. Contudo, lá diz claramente que este fato unirá ou reunirá o povo de Deus num só exercito. Penso, pois, que os povos que apoiam Israel etinca-religiosamente, ou seja, penso que os judeus espalhados, irão para a Terra Santa. De fato, esta "parceria" russo-israelense por dignificar mais um passo rumo ao cumprimento das Escrituras, que não falham. Afinal, como já dito em outros comentários, a Russia bem como nenhum dos 10 chifres da Europa são confiáveis.

Apostle of Christ disse...

Desde a década de 80 tem-se especulado sobre quem seriam Gogue e Magogue. Rússia, China, Índia, etc. O fato é que independente a quem realmente as Escrituras estejam se referindo, uma coisa é bastante clara: Israel não é a Igreja e a Igreja não é Israel. Essa interpretação vêm de grupos adeptos da Teologia da Substituição, uma doutrina que advoga que a Igreja agora é o Israel "espiritual" de Deus. Essa doutrina não tem base bíblica e é, na verdade, demoníaca. O povo judeu É o povo escolhido. Sempre foi, sempre será. E embora eles tenham sido trazidos de volta à SUA terra, vale ressaltar, em INCREDULIDADE, os planos de Deus para eles e as promessas feitas serão TODAS cumpridas. Portanto quando a Bíblia cita Jerusalém, terra de Israel, povo escolhido, não está de modo algum usando metáforas. E essa interpretação é a base do antissemitismo que está tomando conta do mundo. Am Yisrael Chai!

marcelo victor disse...

Olhem sò que loucura esta noticia que diz que os EUA estao fornecendo muniçao para grupos rebeldes:
http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2015/10/12/eua-entregam-50-toneladas-de-municao-a-rebeldes-sirios-diz-cnn.htm

A impressao que eu tenho é que isso tudo nao passa de mais um capitulo da guerra fria e de jogada politica. Nao sei até que ponto se pode confiar nos comunistas (ateus por excelencia).

Julio Severo disse...

Marcelo, os EUA não foram corretos em mandar de avião essas 50 toneladas de armas para os rebeldes islâmicos, que torturam, estupram e matam cristãos sírios. De fato, foram muito pérfidos. Por que os EUA nunca mandaram essa grande quantidade de armas para os cristãos perseguidos pelo ISIS? Esses aviões irresponsáveis deveriam ter sido abatidos. Pena que os russos não tiveram hombridade para fazer isso.

Saga Oliveira disse...

"Portanto quando a Bíblia cita Jerusalém..."

Certo.

Galátas 4:25-31
25 Ora, esta Agar significa Sinai, um monte na Arábia, e ela corresponde à Jerusalém atual, pois está em escravidão com os seus filhos. 26 Mas a Jerusalém de cima é livre, e ela é a nossa mãe. 27 Porque está escrito: “Regozija-te, ó mulher estéril, que não dás à luz; irrompe e grita alto, ó mulher que não tens dores de parto; pois os filhos da desolada são mais numerosos do que os daquela que tem marido. ” [Is 54:1] 28 Ora, nós, irmãos, somos filhos pertencentes à promessa, assim como Isaque foi. 29 Mas, assim como então aquele nascido na maneira da carne começou a perseguir o nascido na maneira do espírito, assim também é agora. 30 Não obstante, o que diz a Escritura? “Expulsa a serva e o filho dela, pois de modo algum será o filho da serva herdeiro junto com o filho da livre. ” 31 Por conseguinte, irmãos, somos filhos, não duma serva, mas da livre.

Hebreus 12:22 - Mas chegastes ao monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, e aos muitos milhares de anjos

Apocalipse 21:2 - Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus, enfeitada como uma noiva preparada para seu noivo.

Então, o que significa "Jerusalém"?
O que significa "monte Sião"?

Apocalipse 14:1 - E eu vi, e eis o Cordeiro em pé no monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil

O que é Israel?

Rm 9:6 - No entanto, não é como se a palavra de Deus tivesse falhado. Porque nem todos os que procedem de Israel são realmente “Israel”.

Apocalipse 2:9 - Os que se dizem judeus, e não o são

Rm 2:28,29 -Porque não é judeu aquele que o é por fora, nem é circuncisão aquela que a é por fora, na carne. Mas judeu é aquele que o é no íntimo

Gál 6:15,16 -Porque em Cristo Jesus nem a circuncisão, nem a incircuncisão tem virtude alguma, mas sim o ser uma nova criatura. E a todos quantos andarem conforme esta regra, paz e misericórdia sobre eles e sobre o Israel de Deus.

Apocalipse 7:4 - E ouvi o número dos assinalados, e eram cento e quarenta e quatro mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel.

Quem é o povo de Deus? Quem é escolhido?

1 Pedro 2:9,10 - Mas vós sois “raça escolhida, sacerdócio real, nação santa, povo para propriedade especial, para que divulgueis as excelências” daquele que vos chamou da escuridão para a sua maravilhosa luz. Porque vós, outrora, não éreis povo, mas agora sois povo de Deus.

Qual o templo de Deus, onde fica? Em que país?

1 Corintios 3:16,17 - Não sabeis que vós sois templo de Deus e que o espírito de Deus mora em vós? 17 Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; pois o templo de Deus é santo, templo esse que sois vós.

2 Cor 6:16 - E que consenso tem o templo de Deus com ídolos? Pois nós somos templo do Deus vivo, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. [Lv 26:12; Ez 37:27]

Efésios 2:20-22 - E fostes edificados sobre o alicerce dos apóstolos e profetas, ao passo que o próprio Cristo Jesus é a pedra angular de alicerce. Em união com ele, o edifício inteiro, sendo harmoniosamente conjuntado, desenvolve-se num templo santo para o Senhor. Em união com ele também vós estais sendo edificados juntamente como lugar para Deus habitar por espírito.

Portanto, tenho minhas dúvidas se o que o "Apostle of Christ" asseverou sobre a metodologia de aplicação da Bíblia é verdadeiro, tomando as proféticas referências étnicas e geográficas SEMPRE como literais, Jerusalém sempre como uma cidade no oriente médio e assim por diante.

marcelo victor disse...

Independentemente de qualquer coisa, Deus ama Israel, pois, se o apostolo Paulo, sendo homem, poderia até desejar ser anatema para salvaçao do seu povo de origem (Rm 9:3), muito mais Aquele que, POR AMOR, criou toda a raça humana e morreu pela humanidade (fazendo-se anatema, na cruz, como prova do Seu amor por todos os homens).

O fato das Escrituras Sagradas mencionarem, do principio ao fim, especificamente, a naçao de Israel, se deve à fé e fidelidade de um homem, chamado Abraão ("o pai de todos que tem fé" - Rm 4:11). Todavia, desde o principio, o objetivo divino era atingir toda a humanidade, pois é dito a Abraão que, atraves dele, seriam abeçoadas todas as familias da terra (Gn 12:3).

Nao podemos nos esquecer, ainda, de que Deus possui, tambem, o atributo da perfeita justiça, e que, por isso, nao pode, em momento algum ser parcial ou fazer ascepçao de pessoas, contrariando, assim, Sua essencia e Sua fiel Palavra.

Por que entao parace haver uma suposta diferença de tratamento de Deus para com os judeus? Isso ocorre, porque, segundo Sua reta justiça, Deus cobra mais de quem recebeu mais e cobra menos de quem recebeu menos.

Quanto à bençao e à maldiçao, que se cumprem sobre os povos na face da terra, nao podemos nos esquecer, ainda, de que a Biblia tambem afirma que Deus abençoa mil geraçoes daqueles que lhe obedecem e visita a maldade dos pais nos filhos até a quarta geraçao. Por isso, salvo erro, possivelmente, seja essa a razão de haver, até os dias de hoje, uma bençao sobre os israelitas (ou seja, por causa da fé e obediencia dos pais).

Seguem os textos:
1 - “Saberás, pois, que o SENHOR, teu Deus, é Deus, o Deus fiel, que guarda a aliança e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e cumprem os seus mandamentos...” (Deuteronômio 7:9).

2 - “Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem e faço misericórdia até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos” (Êxodo 20:5-6).

Outrossim, de acordo com o "modus operandi" divino, me parece que, nos eventos do tempo do fim, Deus tratarà com Israel de forma peculiar, dando-lhe certo destaque, nao por considerar tal naçao superior às demais, mas para alcançar o arrependimento e a conversao de muitos, por verificarem que a Palavra de Deus é verdadeira.

marcelo victor disse...

O que dizer da situaçao economica da Russia, cuja perspectiva parece ser sobria, exatamente com a brasileira, segundo a seguinte materia:
http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,perspectivas-para-brasil-tem-se-deteriorado-significativamente--diz-secretario-geral-da-ocde,1777963

Serà que a Russia terà "café no bule" pra bancar uma campanha militar no Oriente Medio? Nao seria uma missao suicida, ou serà que os interesses que estao por tràs dessa campanha faz com que ela valha a pena?

A questao religiosa, a meu ver, parece ser apenas um detalhe...

Saga Oliveira disse...

Eu creio que a Rússia dará seu jeito de lucrar com a guerra, eles tem muito armamento, tropas e aparato militar para ficar simplesmente parado, eu creio que eles estão afim de mostrar suas garras na práticas.