22 de setembro de 2015

“Reforma” islâmica invasora na Alemanha de Lutero


“Reforma” islâmica invasora na Alemanha de Lutero

Julio Severo
Relatos de vários canais noticiosos europeus estão confirmando episódios da imigração em massa provocados por hordas de islâmicos que a mídia ocidental insiste em retratar como “refugiados.” Um dos relatos diz:
Meia hora atrás na fronteira entre a Itália e a Áustria vi uma multidão imensa de imigrantes. Com toda solidariedade para com as pessoas em circunstâncias difíceis, tenho de dizer que o que vi causa horror. Essa enorme massa de gente era — desculpe-me — selvageria pura… Vulgares, jogando garrafas, gritando “Queremos a Alemanha.” Então a Alemanha agora é um paraíso?
Vi uma idosa italiana num carro que foi cercado pelos imigrantes. Eles a arrancaram pelos cabelos do carro e queriam usá-lo para ir para a Alemanha. Eles tentaram tombar o ônibus em que eu estava. Eles jogaram fezes em nós, dando pancadas na porta para o motorista abrir, cuspiam no vidro. Minha pergunta é: qual o propósito disso? Como é que eles querem assimilar na Alemanha? Por um momento, me senti numa zona de guerra.
Entre eles quase não havia nenhuma mulher e criança. A vasta maioria eram rapazes agressivos.
Muitos milhares de “refugiados” muçulmanos estão invadindo a Europa para alcançar a Alemanha, às vezes mais de 10 mil por dia.
A Arábia Saudita, que se gaba de Meca e sua centralidade para o islamismo mundial, ofereceu “ajudar” a Alemanha. Sua oferta é construir 200 mesquitas na Alemanha para a assistência espiritual dos “refugiados.” Essa é toda a ajuda que os sauditas estão dispostos a oferecer aos seus irmãos espirituais.
A Alemanha poderia reagir à oferta saudita oferecendo-se para construir 200 igrejas evangélicas luteranas na Arábia Saudita. Afinal, se a Arábia Saudita se gaba de ser o centro da religião islâmica, a Alemanha se gaba de ser o berço do luteranismo, um movimento protestante criado para exaltar Cristo e Sua Palavra. Aliás, a Alemanha é o berço do Protestantismo mundial.
No entanto, a Arábia Saudita proíbe Bíblias e se gaba de que não existe uma única igreja cristã em seu território.
A Arábia Saudita, com a Turquia e os EUA, têm sido expostos pelo site noticioso conservador WorldNetDaily por seu envolvimento suspeito na guerra civil da Síria, principalmente por seu apoio indireto e até direto ao ISIS e à al-Qaeda, que vêm estuprando, torturando e massacrando cristãos sírios.
Essa é a principal fonte da crise de refugiados muçulmanos na Alemanha.
Se os refugiados islâmicos suspeitos podem fugir para a Alemanha, por que os refugiados cristãos não podem fugir para a Arábia Saudita? Porque essa nação islâmica radical, um forte aliado dos EUA, mata cristãos. O Cristianismo é punível com a morte no paraíso islâmico saudita.
Será que pelo menos a Arábia Saudita não pode receber refugiados islâmicos, que são seus irmãos de religião? Uma pergunta muito boa! Seria justo que uma nação islâmica radical recebesse refugiados islâmicos radicais. Mas a Arábia Saudita não tem enfrentado nem acolhido nenhuma onda de imigração islâmica em massa.
Talvez essa crise, em que potências islâmicas como a Arábia Saudita não querem ajudar seus irmãos religiosos, seja um castigo sobre a Alemanha.
Em 2011, a Alemanha prometeu dar 100 milhões de euros para apoiar a Primavera Árabe, um movimento induzido e usado pelos EUA que acabou trazendo caos e morte, especialmente para minorias cristãs, na Líbia e Síria. Como consequência direta da Primavera Árabe, o ISIS e a al-Qaeda controlam boa parte da Líbia e Síria hoje, e os cristãos são suas vítimas principais. Mas as portas da Europa, especialmente da Alemanha, não têm estado escancaradas para as multidões de cristãos sofredores que foram vítimas da Primavera Árabe. Têm estado escancaradas para seus opressores.
Há relatos de cristãos assassinados por muçulmanos quando eles tentam fugir para a Europa. Enquanto isso, refugiados muçulmanos suspeitos exigem um suposto direito de entrar e viver na Alemanha. Eles acham que a Alemanha tem a obrigação de acolhê-los e qualquer hesitação se depara com acusações de “racismo.” Até mesmo as ondas de estupros islâmicos na Europa não podem ser denunciadas por temores de acusações de “racismo.” O multiculturalismo tem sido um forte aliado e protetor da invasão islâmica, inclusive suas notórias e infames ondas de estupros.
Sob a loucura multiculturalista, a Alemanha não pode defender suas raízes cristãs contra as agressões islâmicas, mas tem a obrigação de defender o islamismo e seus adeptos.
De modo oposto, a Arábia Saudita pode livremente defender suas tradições islâmicas, matar cristãos, financiar o terrorismo islâmico mundial e rejeitar a imigração islâmica para si, mas encorajá-la para a Alemanha.
Quando a Alemanha não tinha líderes tolos, o óbvio era óbvio.
Para os ditadores sauditas, as nações muçulmanas são para os muçulmanos. Essa é a razão por que na Arábia Saudita igrejas cristãs são proibidas. Tudo bem. Vamos aplicar esse princípio de forma recíproca:
Os cristãos deveriam viver em nações cristãs. Os refugiados cristãos deveriam ser acolhidos em nações cristãs, inclusive a Alemanha.
Os muçulmanos deveriam viver em nações muçulmanas. Os refugiados muçulmanos deveriam ser acolhidos em nações muçulmanas, inclusive na Arábia Saudita.
De modo especial, a Alemanha deveria se lembrar de Martinho Lutero, que foi salvo por causa de uma ameaça islâmica à Europa. O que Lutero queria era o que a Igreja Católica de sua época não queria: cristãos livres para ler a Bíblia e adorar a Deus.
Tal liberdade era punida com a morte naquela época, e muitos foram punidos desse jeito, inclusive João Hus e William Tyndale. Apenas recorde a Inquisição. Ainda que Lutero tivesse praticamente sido sentenciado à morte pela Igreja Católica e governos católicos, a iminente ameaça de invasão islâmica na Europa manteve os assassinos tão ocupados que era muito difícil focar em Lutero.
Os muçulmanos foram como “salvadores” filisteus para Lutero. A Bíblia diz que quando o furioso e ciumento rei Saul estava perseguindo Davi e bem perto de apanhá-lo, os filisteus começaram a invadir Israel e Saul foi forçado a deixar sua perseguição de Davi para focar nos filisteus.
Davi clamou a Deus, e Ele o salvou usando os filisteus. Evidentemente mais tarde Davi lutou ferozmente contra os filisteus e os derrotou e conquistou.
Lutero clamou a Deus, e Ele o salvou usando os muçulmanos.
Mas agora que a Alemanha está sendo invadida, onde se acharão cristãos de verdade para clamar? Quem conquistará os novos filisteus? Onde estão os novos Davis?
A Alemanha precisa de um novo Lutero e uma nova Reforma contra a ameaça islâmica.
Há relatos de que os refugiados muçulmanos que estão indo em direção à Europa estão clamando: “Mamãe Merkel, nos ajude!” Mas eles não dirigem seus clamores para os ditadores islâmicos sauditas, chamando-os de “Papais.”
A tolamente “compassiva” Angela Merkel está ajudando a construir uma Alemanha sob a ideologia “compassiva” de Maomé, uma ideologia que traz “paz” somente depois que destrói seus inimigos e rivais, inclusive os cristãos. Em seu devido tempo, o Alá “compassivo” da ideologia islâmica retribuirá aos alemães tolamente compassivos.
Se Merkel continuar recebendo “refugiados” muçulmanos, a velha Alemanha de Lutero será substituída pela nova e abominável Alemanha de Maomé.
Onde os muçulmanos invadem, eles controlam e dominam. Muitas das igrejas do Novo Testamento estavam em regiões hoje controladas pela ideologia islâmica, que conquistou essas regiões que no passado eram em grande parte cristãs. A moderna Turquia islâmica, que cometeu um notório genocídio contra os cristãos armênios, era uma “Alemanha” cristã no passado.
Ditaduras, até mesmo tiranias marxistas, retrocedem. Mas uma tirania islâmica nunca retrocede.
A Alemanha está semeando uma ditadura islâmica irreversível, onde Lutero será apagado de sua história. Nessa altura, a Arábia Saudita terá a liberdade de construir quantas mesquitas quiser na Alemanha, em honra da infame “Reforma” islâmica que ela está encorajando no berço da Reforma protestante.
Versão em inglês deste artigo: Invading Islamic Reformation in Luther’s Germany
Leitura recomendada:

11 comentários :

marcelo victor disse...

Duas observaçoes:
1 - O Senhor criou a mulher como ajudadora do homem e nao para governa-lo, de forma que o contrario disso, na visao divina, nao è agradavel (nem recomendavel), em particular para o Seu povo.
O livro de Isaias fala disso: "Os opressores do meu povo são crianças, e mulheres estão à testa do seu governo" (is 3:12).
Por mais capacidade que uma mulher tenha, nao è bom, aos olhos de Deus, que as mulheres governem sobre os homens, pois nao foram criadas pra isso (seus instintos e vocaòao sao outros).
Como ajudadora, possivelmente as mulheres poderiam contribuir em muito, mas, no caso da Alemanha, por exemplo, provavelmente a primeira ministra irà conduzir seus irmaos ao CAOS e à destruiçao.

2 - Essa imigraçao em massa representa, de fato, uma grave ameaça para os europeus, em particular para os cristaos. Nao sei como (e nem por que) as naçoes nao estao empregando suas Forças Armadas contra esses invasores crueis (e mal intensionados).
Como, em sa consciencia, um governo pode permtir que os cidadaos, que trabalharam a vida toda para edificar a patria que hoje vivem, tenham suas vidas e suas familias expostas ao perigo por individuos crueis e de mà indole (comprovada pelas suas açoes)?
Isso assemelha-se ao que està acontecendo no Brasil, onde a vida dos ladroes, traficantes e estupradores parece ter mais valor do que a vida do cidadao de bem, que trabalha e paga seus impostos para sustentar um bando de vagabundos.
As açoes dos muçulmanos, na Europa, sao assustadoras 8nao para os brasileiros, pois jà estamos começando a ficar acostumados com esse tipo de situaçao):https://www.youtube.com/watch?v=FGw6EVUQysk

marcelo victor disse...

A sujeira e devassidao humanas estao chegando nas narinas de Deus...os que deveriam lutar contra as atrocidades, principalmente as praticadas contra crianças inocentes, estao sendo impedidos pelo diabo.

Esta noticia è chocante e mostra o alto grau de degradaçao dos governos e as terriveis barbaridades que a religiao da paz (segundo Obama) ensina aos seus discipulos:
http://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/the-new-york-times/2015/09/22/soldados-americanos-sao-instruidos-a-ignorar-abusos-a-meninos-por-aliados-afegaos.htm



Thiago disse...

Europa rejeitou o Evangelho.

Hoje eles se orgulham disso, e a auto denominam "pós-cristã".

Rejeitou a Cristo.

Deus também a tem rejeitado.

A chibata muçulmana há de trazer a paga. É juízo do Altíssimo.

Sonharam com um mundo libertário/libertino. Mas a realidade será uma só: o pesadelo islâmico.

marcelo victor disse...

Nao é sò là na Europa nao, pois os ateu-comunistas brasileiros estao querendo trazer essa desgraça pra cà, pra favorecer a luta de classes e acabar com a "maldita" classe media (como os comunistas entendem): http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2015/09/1678709-brasil-esta-de-bracos-abertos-para-receber-refugiados-afirma-dilma.shtml

Mas, para quem quer continuar tendo liberdade religiosa e outros tipos de liberdade, garantidas pela democracia norte-americana (nao pela democracia cubana, como chamam os ateu-comunsitas), o pior parece que ainda està por vir. Vejam o que a fragil politica externa norte-americana, do muçulmano gayzista Obama, està produzindo na AL: http://portalmetropole.com/2015/03/russia-e-china-anunciam-apoio-militar.html

Certamente, essa foi a grande conquista que o maçon Michel Temer foi garantir na Russia (por baixo dos panos), com o silencio criminoso dos generais brasileiros. Provavelmente foi por isso que assistimos, nos ultimos dias, alguns politicos ateu-comunistas cantarem de galo, dizendo que muito sangue vermelho iria correr, se o povo derrubasse o partido do diabo: http://lucianoayan.com/2015/09/18/deputado-petista-diz-que-vai-ter-sangue-em-caso-de-impeachment/

Montando esse quebra-cabeça, podemos entender as açoes da ex-guerrilheira contra o governo de Israel, a unica democracia do oriente Medio.

marcelo victor disse...

Eu creio que dois grandes sonhos do Papa Francisco sejam os seguintes:
1 - Destruir a obra de Lutero e Calvino; e
2 - Reinar em Jerusalem.

Para tanto, o "sacerdote do povo" parece estar caminhando firme, cumprindo sua agenda, de forma a conquistar a simpatia de todo o mundo, mesmo que isso signifique, por exemplo, ceiar com genocidas:
https://www.facebook.com/yusnaby/photos/a.528445340563910.1073741832.472157436192701/896592053749235/?type=1

marcelo victor disse...

Ouçam as palavras do unico candidato conservador para Presidente da Republica, sobre o aporte da "escoria" da humanidade (em solo brasileiro), irresponsavelmente convidada pela senhora Carabina (de forma autoritaria e sem o apoio popular): https://www.facebook.com/BolsonarooSoberano/videos/1137768372904450/

Julgo ser importante lembrar que tal escoria, certamente, nao serà obrigada a adaptar-se à cultura brasileira (preponderantemente crista); ao contrario, ela terà total liberdade pra fazer o que bem entender, nao sò em termos de religiao, mas tambem em toda a maneira de viver.

Uma preocupaçao bastante plausivel, a meu ver, é o fato de que fazemos parte de um pais cujas leis favorecem sobremaneira a bandidagem (isso é indiscutivel). Por isso, somos impelidos a acreditar que o aporte da escoria representaria um choque de culturas, com ampla vantagem para os muçulmanos, pois, apesar do mundo todo assistir as diversas barbaridades que esses demonios praticam contra inocentes (principalmente cristaos), muitos governantes decidiram ignorar completamente tais fatos reais (contra fatos nao hà argumento) e usar isso para fazer campanha politica (com o dinheiro e vidas alheias).

Claudio Vaz disse...


Bolsonaro, sendo favorável ao aborto, pode ser considerado um candidato conservador?

marcelo victor disse...

Os seguintes videos apresentam as posições do Deputado Jair Bolsonaro sobre varios assuntos polêmicos, como o "aborto":
https://www.youtube.com/watch?v=kEA-w8E9zf4
e
https://www.youtube.com/watch?v=FyN9Rcb-Y58
Minha opinião sobre o Deputado Jair Bolsonaro é simples e objetiva: em termos de moral e bons costumes, para alguém que não é evangelico, ou seja, que ainda não fez um concerto com o Senhor Jesus nas águas do santo batismo, eu diria que o deputado Jair Bolsonaro tem deixado para tras certos bispos, pastores, etc...

Continuo votando nele e desafio alguém a encontrar uma pessoa mais realista e corajosa, que esteja disposta a enfrentar essa corja de ateu-comunistas (que dominou o cenário politico nacional).

Anônimo disse...

Interessante observar que a maioria dos ditos refugiados são homens sozinhos, isto é sem mulher; alguns aparecem com filhos, mas sem mulher. E por que isso? Porque um dos objetivos dos jihadistas muçulmanos é conquistar a Europa através da geração de filhos com as européias. Um vídeo na internet mostra claramente essa velha tática islámica. Se eu achar esse vídeo, eu o partilho aqui.

Anônimo disse...

Sobre a procriação como tática de dominação não militar usada pelos muçulmanos para dominar a Europa, ver o artigo: Migrantes: "Procriem com os europeus para conquistarmos a Europa" em http://www.noticiasaominuto.com/mundo/453626/migrantes-procriem-com-os-europeus-para-conquistarmos-a-europa
Esse é um dos motivos pelos quais a maioria dos imigrantes muçulmanos são homens e homens sozinhos, sem mulher.

Vlademir Henri disse...

Os 20 Mandamentos mortais do "diabólico" ("satânico") Maomé, o fundador do Islão

Tu deves estuprar, casar e divorciar meninas na pré-puberdade. Alcorão 65:4, 4:3
Tu deves ter relações sexuais com escravas sexuais e trabalhadoras escravas. Alcorão 4: 3, 4:24, 5:89, 33:50, 58: 3, 70:30
Tu deves bater nas escravas sexuais, nos trabalhadores escravos, e nas esposas. Alcorão 04:34
Tu deves ter quatro testemunhas masculinas muçulmanas para comprovar um estupro. Alcorão 24:13
Tu deves matar aqueles que insultam o Islão ou Maomé. Alcorão 33:57
Tu deves crucificar e amputar os não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 47: 4
Tu deves matar os não-muçulmanos para garantir receber as 72 virgens no céu. Alcorão 9: 111
Tu deves matar quem deixar o Islão. Alcorão 2: 217, 4:89
Tu deves decapitar não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 47: 4
Tu deves matar e morrer por Alá. Alcorão 9: 5
Tu deves aterrorizar os não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 8:60
Tu deves roubar e furtar os não-muçulmanos. Alcorão Capítulo 8 (Saque / Espólios de Guerra)
Tu deves mentir para fortalecer o Islã. Alcorão 3:28, 16: 106
Tu deves lutar contra os não-muçulmanos, mesmo que não queiras. Alcorão 2: 216
Tu NÃO deves tomar os não-muçulmanos como amigos. Alcorão 05:51
Tu deves chamar os não-muçulmanos de porcos e macacos. Alcorão 5:60, 7: 166, 16: 106
Tu deves tratar os não-muçulmanos como as criaturas mais vis, que não merecem misericórdia. Alcorão 98: 6
Tu deves tratar os não-muçulmanos como inimigos jurados. Alcorão 4: 101
Tu deves matar os não-muçulmanos por não se converterem ao Islão. Alcorão 09:29
Tu deves extorquir não-muçulmanos para manter o Islão forte. Alcorão 09:29.