16 de junho de 2015

O que o ator de Jurassic World acabou de dizer acerca do Cristianismo provavelmente arruinará sua carreira


O que o ator de Jurassic World acabou de dizer acerca do Cristianismo provavelmente arruinará sua carreira

Michele Hickford
Ainda mais raro em Hollywood do que um Indominus rex inteligente é um conservador — que admite isso publicamente.
Chris Pratt
E por boa razão. Hollywood é notoriamente esquerdista, e a maioria dos conservadores tem praticamente de se reunir em segredo com os Amigos de Abe, um grupo de apoio e interligação para membros politicamente conservadores da elite de Hollywood.
Entretanto, Chris Pratt, herói de ação e atual astro do filme de sucesso “Jurassic World,” parece ser tão corajoso fora das telas quanto ele é nas telas.
O jornal Conservative Tribune informa que ele recentemente falou sobre um susto que ele e sua esposa, a atriz Anna Faris, tiveram quando seu filho recém-nascido nasceu prematuro com nove semanas e passou o primeiro mês de sua vida numa unidade de tratamento intensivo — descrevendo como eles apoiaram sua fé no Senhor para ajudá-los a atravessar um período muito escuro.
“Ficamos assustados por um longo tempo. Orávamos muito,” Pratt explicou. “Isso restaurou minha fé em Deus, não que eu precisasse que fosse restaurada, mas realmente a redefiniu. O bebê era tão belo para nós, e olho para as fotos dele daquele período e deve ter sido chocante para outras pessoas vir e vê-lo, mas para nós foi muito belo e perfeito.”
Embora alguns dos melhores médicos dos EUA dissessem que seu filho sofreria uma vida inteira de deficiências, Deus curou seu filho enquanto Pratt e sua esposa oravam por seu bebê em seu lado por semanas direto.
Pratt muitas vezes posta versículos da Bíblia em sua página de Facebook, algo que você raramente verá de outra pessoa mesmo remotamente conectada à Hollywood esquerdista.
Pratt parece ter seus pés em base firme, seu espírito no alto e seu coração definitivamente no lugar certo.
“Tenho meus olhos no prêmio. O grande quadro é minha esposa e meu filho e eu vivendo em outro lugar que não seja Los Angeles, apenas podendo ser um líder de escoteiros, beber uma cerveja no sábado, ir à igreja no domingo, me divertir. Eu poderia treiná-lo no futebol. Essa é a meta, e preciso fazer tantos grandes filmes quantos eu puder enquanto houver tempo. Pois nunca se sabe o que ocorrerá em seguida,” ele disse.
Sabe de uma coisa? Não importa o que as críticas digam, penso que vou comprar um ingresso para assistir ao Jurassic World. Porque certamente precisamos de mais Chris Pratts e muito menos Sean Penns.
Leitura recomendada:

54 comentários :

Marcelo Delfino disse...

Chris Pratt também é o ator principal do filme Guardiões da Galáxia, da Marvel Studios. Seu papel é o de Peter Quill, conhecido como Star Lord, o líder dos Guardiões da Galáxia, que já tiveram o filme Guardiões da Galáxia 2 confirmado e poderão aparecer nos filmes Vingadores: Guerra Infinita Parte 1 e Parte 2.

Chris Pratt também já esteve cotado para assumir o papel de Indiana Jones, em futuros filmes da franquia da Lucasfilm.

Politica sem Medo disse...

Linda postagaem Julio Severo. Adorei demais. Esse ator ganhou minha solidariedade e admiracao e irei assistir os seus filmes, coisa que nao faco ha anos.

Julio Severo disse...

Gente, só entendam que o filme é produzido por Spielberg, um notório esquerdista e um grande fã de Fidel Castro. O ator é conservador, mas o produtor não.

Lucas disse...

Boa tarde.

Julio, Cristão conservador que bebe bebida alcoólica?
Julio Severo

12:47 PM (36 minutes ago)

Julio Severo disse...

Lucas: Ele está começando, como cristão. Leia que ele disse que quer viver num lugar onde possa frequentar uma igreja. Ele nem igreja está frequentando. Mas o começo dele está bom. Com o tempo, Deus vai tratando outras questões.

Marcelo disse...

Cada qual tem seu preço, meu velho. Judas nao vendeu o Mestre por 30 moedas de prata?

Vao acostumando...ainda bem que temos site como este que nos ajudam a discernir quem è quem.

Quem tem ouvidos que ouça e quem tem olhos que veja (as mascaras caindo dos rostos dos "irmaos").

Deus nos ilumine!!!

Torreal disse...

Nada de cristão conservador.
Pratt é no máximo um cristão moderado.

Benedito Almeida disse...

Lucas, se você for nas igrejas do Sul, vai descobrir que é vinho de verdade que servem nas Santas Ceias. Se checar o primeiro milagre de Cristo, verá que ele transformou água em vinho, e o melhor vinho. Esse mandamento de homens é útil para ex-alcoólatras, motoristas e seguidores de homens. Para nós, cristãos libertos, onde o Espírito produz como fruto o domínio próprio, beber um pouco e jamais se embebedar, procurar a alegria do Senhor e não aquela que vem das bebidas é aceitável por uma boa consciência.

Julio Severo disse...

“Não se embriaguem, pois a bebida levará vocês à desgraça; mas encham-se do Espírito de Deus.” Efésios 5:18 NTLH

FIT disse...

Acredito haver grande diferença entre "embriagar-se" e "beber", bebida alcoólica, apesar da embriagues advir de beber pode-se muito bem beber sem se permitir embriagar. Examine-se a si mesmo.

Anônimo disse...

Que Deus proteja Chris Pratt ! Porque Hollywood não é controlada por cristãos, pelo contrário; é dominada por gente que têm uma atávica aversão Ao Senhor Jesus Cristo e aos cristãos.
Que O Senhor conceda meios para que cristãos verdadeiros assumam o controle de Hollywood o quanto antes...

Anônimo disse...

O que é mais saudável, um copo de vinho ou um copo de coca cola? Em termos de de benefícios ao organismo creio quer até um copo de cerveja é bem mais saudável que um copo de coca cola. Ocorre que cada ser humano reage diferente aos efeitos do alcool. Eu, por exemplo, tive um período na minha juventude em que bebia para poder me manter enturmado. Cada vez que me reunia para beber, antes de começar eu até desejava a bebida, só que depois do primeiro copo eu começava a rejeitar a bebida e à medida que continuava, a rejeição era maior. Nunca me acostumei com bebida alcoólica (que bênção!). No entanto existem pessoas que têm tanta propensão ao alcolismo, que iniciam na bebida e em pouco tempo se tornam alcoólatras. Existem também aquelas pessoas que mesmo não se tornando alcoólatras têm dificuldades de viver sem beber. Quando percebi que o alcool tem efeitos diferenciados em cada pessoa, resolvi tomar particularmente a decisão de evitar bebida alcoólica. Faço isto por receio de induzir à bebida alguém que, sem saber, tenha propensão ao acolismo (conheço alguma histórias tristes). Normalmente quando um neófito pergunta se é errado ingerir bebida alcoólica, algumas lideranças respondem com a seguinte frase: “desde que seja de forma moderada pode”. Repito, para pessoas que têm propensão ao alcolismo (e ninguém sabe se tem sem começar a beber), esta resposta pode trazer grandes prejuízos. Houve uma época em que morei fora de Manaus e de vez em quando alguns irmãos resolviam tomar vinho ou cerveja e me ofereciam. Eu respondia que não bebia e isto gerava uma situação constrangedora. Constrangedora porque os irmãos normalmente se sentiam ofendidos e percebia certa irritação neles. Também me sentia em situação difícil quando surgia a questão sobre ser certo ou errado crente ingerir bebida alcoólica (isto na escola dominical). Quando dizia que não bebia ouvia coisas do tipo “quer ser mais crente do que Jesus?”.Desconheço os motivos destas irritações.

Sebastião

Aprendiz disse...

Não consegui entender a crítica de um comentarista pelo fato dele tomar uma cerveja no sábado.

Desde o início da Igreja, a bebedice é severamente condenada como um pecado. Mas beber de forma bastante moderada foi aceito pela maior parte da Igreja, durante a maior parte do tempo. Só recentemente (em termos históricos) é que muitos tem pregado que só a abstenção total é aceitável ao cristão. É claro que alguns se lembrarão de dizer que, em tempos antigos, os vinhos continham de 1/3 a 1/4 do teor alcoólico dos vinhos atuais. Mas isso não deveria ser um argumento para os defensores da obrigatoriedade da abstenção absoluta. Para alguém que defende esse conceito, mesmo tomar o vinho mais fraco que possa existir é pecado.

Um último lembrete: Toda vez que alguém come, o aparelho digestivo produz uma certa quantidade de álcool, e esse álcool é absorvido pelas paredes intestinais e vai para o sangue. Portanto, o organismo humano foi projetado para suportar sem danos, álcool em pequena quantidade. E essa é uma das razões pelas quais sentimos uma certa moleza depois de uma bela refeição.

Leony disse...

Uma pergunta resolve essa questão da bebida: "Como eu posso glorificar à Deus bebendo álcool?"

A questão não é só a bebida em si, mas deve ser levado em conta tanto o potencial maligno que ela tem como o contexto em que vivemos, onde o ato de ingerir bebida alcoólica tem uma ligação estreita com promiscuidade, contendas e mortes. Ou seja: onde tem álcool tem mundanismo no meio, e nós, como cristãos tementes à Deus devemos nos abster "...de toda a aparência do mal." (I Ts 5:22). João diz em I Jo 2:15 "Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele."

Se vcs fizerem uma pesquisa, na maioria das passagens que a Bíblia fala do vinho que causa embriagues sempre mostra situações ou algo negativo relacionado ao "ingerir bebida alcoólica".

Torço para que este ator de fato esteja passando por um "processo", pois caso não será mais um mal testemunho dado.

Thiago disse...

Não beba

Não fume

Não se prostitua

SANTIDADE AO SENHOR.

Denise disse...

Ei, Aprendiz, tu gosta mesmo de beber. Até o maior beberrão dirá que bebe com moderação. Esta é a desculpa de todos. Aposto que tu é de uma igreja tradicional. Conheci numa Igreja Presbiteriana MUITOS beberrões, fumantes e frequentadores de casas noturnas. Todos tinha sua desculpa perfeita de "liberdade cristã". Lindo, né?

Torreal disse...

Cristo levou o vinho pra festa e cristão discute se beber é certo ou errado?
Que bobagem...

Karoline disse...

Oi meu nome eh Karol, gostei muito das informaçoes (meu teclado ta com problema, algumas palavras estao sem assento) . EH bom saber que o pessoal de Hollywood (alguns) falam sobre sua fe, pena que algumas pessoas perderam o foco, da mensagem que o Julio quis transmitir , e focaram na bebida, sendo que tem muito crente por ai que esconde , coisas mais serias do que uma latinha de cerveja na geladeira.Que Deus faça desse ator um instrumento para alcançar a vida dos outros !

FIT disse...

Pois bem, Karoline, você está certa mas certos assuntos surgem dentro de outros assuntos e não podemos ignorar, simplesmente. Se permitirmos considerações sem ponderações estaremos:
- Condenando donos de restaurantes a danação eterna pois restaurantes vendem bebidas alcoólicas;
- Condenaremos profissionais "somelier" a nunca poder aceitar a vida com Jesus pois sua profissão é a avaliação do vinho, que é uma bebida alcoólica;
- Mestres cervejeiros alemães, na Alemanha praticamente "todos" bebem cervejas, jamais terão intimidade com Jesus, a vista de muitos "homens";

extendendo mais um pouco a visão do homem...

- Os policiais cristãos são todos "enganadores", de si e dos demais, pois utilizam armas e armas podem matar mas tá escrito: "Não matarás" ( ou seria "não assassinarás"!?) e como eles podem matar vão para o inferno;
- Militares estão condenados ao fogo do inferno por que também matam;

Vamos continuar julgando e apontando os irmãos que bebem sua cerveja no sábado...

Enquanto isso o ISIS está matando cristãos "à rodo" e os cristão que se defendem armados e combatem os terroristas, enquanto estamos no conforto de nossos lares julgando a, b ou c, irão todos para o inferno....

Acho melhor mandarmos todos ao inferno e deixar a vida eterna na Glória para os puros, críticos.

Julio Severo disse...

Como defensor da defesa pessoal armada, posso lhe garantir que bebida e armas é uma combinação desastrosa. Se beber, não dirija, diz o alerta. Se beber, não use arma, nem para se defender, pois a chance de confusão e fatalização de vítimas inocentes é grande.

Mas vamos mudar de assunto. Para mim bebida alcóolica não é a coisa mais importante do universo. Não posso ficar sem água nem alimento. Mas posso, sem prejuízo para meus sentidos, ficar a vida inteira sem álcool.

Aos que não conseguem ficar sem álcool, por favor, não ousem defender defesa pessoal armada.

FIT disse...

Bem meu prezado Julio, essa salada de uso de armas em conjunto com o consumo de álcool é por sua conta .... rsssss

Um forte abraço e que Deus continue abençoando a você e sua família, rica e abundantemente.

Anônimo disse...

Creio que não se deve perder tempo tentando desmontar raciocínios falazes. Você desmonta um destes raciocínios utilizando fundamentos bíblicos e o sujeito coloca mais dez. E a discussão nunca tem fim. No meu comentário anterior citei um destes raciocínios quando me manifestei contra bebida em uma reunião de escola dominical. O irmão que defendia a bebida disse que bebia porque não queria ser mais crente que Jesus. Como na igreja, a maioria das pessoas não está muito consolidada nos conhecimentos bíblicos, este tipo de raciocínio soa como uma manifestação de sabedoria.

Sebastião

Thiago disse...

O Leony esta certo!

Não Convém!

Bebida alcoólica é a pior praga. Mata mais que todas as disciplinas drogas ilícitas junto. MORTE NO TRANSITO, VIOLENCIA DOMESTICA, VIOLENCIA SEXUAL, CIRROSE... Onde há um bar, há matança. Vai pro nordeste e vê como mata-se por nada, a todo momento, e sempre com vinculo com bares, alcoolismo...

Vinho na Bíblia é "quase" que sinônimo de suco de uva. Porcentagem alcoólica baixíssima. Era a ÚNICA forma de se preservar o suco por muito tempo. ERA O REFRIGERANTE DAQUELES TEMPOS.

Não me venham com churumelas, ora pois.

Tudo me é lícito, mas nem tudo me convém.

Não estamos condenando ao inferno ninguém, só estamos afirmando que NÃO CONVÉM.

Nós vivemos no país mais violento do mundo, onde a maior parte dos eventos estão ligados ao consumo de bebidas alcoólicas. Como um cristão consegue defender um troço desses e dormir com a consciência tranquila?

Quantos aqui perderam ou estão perdendo entes queridos por causa desta maldita praga? Eu perdi e estou e pessoas amadas minhas também estão perdendo a guerra contra este lixo.

BEBIDA DESGRAÇADA MALDITA.

Que o Senhor Jesus nos livre a nós e aos nossos desta PRAGA.

Saga disse...

Como já foi dito, essa proibição ascética de todo o álcool, de qualquer tipo em qualquer dosagem é uma invenção moderna, do povo de Deus desde seus primórdios demorou muito ter essa noção popular dos crentes não beberem, a Igreja não fez tal proibição na época apostólica e daí por diante passando pelos apologistas, primeiros pais e chegando na Igreja Católica atual que ainda não proíbe absolutamente o uso de álcool, mencionando outras instituições eclesiásticas o sangue de Cristo era e ainda é até hoje o vinho tinto, ou seja, tem igrejas que usam na ceia apenas suco de uva e tem outras, como sempre teve, que usam vinho, eu nem precisar uma %, mas é fato que esse legalismo quanto ao Álcool é algo restrito, nem sei se é majoritário dentro da Cristandade se incluirmos todas as igrejas do mundo.

No AT bebidas eram proibidas absolutamente apenas aos nazireus ou aos sacerdotes em horário de serviço de suas funções sacerdotais no altar, isso dentro de um povo com milhões de habitantes. No NT o vinho foi proibido apenas a João Batista (que ele próprio se mostrava um profeta nazireu).

Thiago disse...

CORREÇÃO...


O Leony esta certo!

Não Convém!

Bebida alcoólica é a pior praga. Mata mais que todas as drogas ilícitas juntas. E MORTE NO TRANSITO, VIOLENCIA DOMESTICA, VIOLENCIA SEXUAL, CIRROSE... Onde há um bar, há matança. Vai pro nordeste e vê como mata-se por nada, a todo momento, e sempre com vinculo com bares, alcoolismo...

Vinho na Bíblia é "quase" que sinônimo de suco de uva. Porcentagem alcoólica baixíssima. Era a ÚNICA forma de se preservar o suco por muito tempo. ERA O REFRIGERANTE DAQUELES TEMPOS.

Não me venham com churumelas, ora pois.

Tudo me é lícito, mas nem tudo me convém.

Não estamos condenando ao inferno ninguém, só estamos afirmando que NÃO CONVÉM.

Nós vivemos no país mais violento do mundo, onde a maior parte das ocorrências de violência (transito, sexual, domestica, brigas) estão ligadas ao consumo de bebidas alcoólicas. Como um cristão consegue defender um troço desses e dormir com a consciência tranquila? Dá pra botar a cabeça no travesseiro e dormir como uma pedra?

Quantos aqui perderam ou estão perdendo entes queridos por causa desta maldita praga? Eu perdi e estou perdendo pessoas amadas minhas. Elas também estão perdendo a guerra contra esse lixo.

BEBIDA DESGRAÇADA MALDITA.

Caminho de perdição para muita gente.

Que o Senhor Jesus nos livre a nós e aos nossos entes queridos desta PRAGA.

Marcelo disse...

Cada qual darà conta de si proprio naquele grande dia...o grande problema das drogas licitas e ilicitas é que as consequencias do consumo (uso) se estendem aos demais, ou seja, nao se restringem à pessoa do consumidor (usuàrio).

Sao substancias que trazem, em si, o potencial para gerar dependencia, e, de uma forma geral, nao estamos preparados para enfrentar uma situaçao como essa. Ou seja, a sociedade nos incita a consumirmos (usarmos) e, no entanto, talvez numa intensidade muito maior, està pronta para condenar os dependentes e lança-los na masmorra e no inferno (sem do, nem piedade).

Nosso papel, como cristaos, amantes da verdade, é abrir os olhos dos nossos filhos para essa triste realidade, e para os potenciais danos que o uso por causar, lembrando que o exemplo é a melhor forma de educar.

Hà aqueles que olham pelo lado da economia, justificando, assim, a produçao e o consumo, mas isso é normal, pois o homem passou a ser uma arvore da ciencia do bem e do mal, capaz de encontrar, atè mesmo nas Escrituras Sagradas, uma justificativa para seus erros e fraquezas.

Eu, particularmente, entendo que Jesus Cristo bebeu vinho e transformou àgua em vinho como uma forma didatica de ensinar os cristaos a nao se comportarem, por exemplo, como Noè, que, sendo homem de Deus, excedeu-se e trouxe consequencias tragicas para seus descendentes, as quais, talvez, perduram atè os dias de hoje.

Oremos a Deus para que Ele nos guarde, a nòs e aos nossos filhos, da dependencia e de sermos vitimas dos alccolatras (e drogados) que andam por ai, atropelando e matando pessoas inocentes. Meu pai era alcoolatra e sei muito bem o que isso significa para uma casa, pois carrego, em meu intimo, marcas terriveis desse periodo até os dias de hoje.

tito disse...

Sou livre no Senhor,que me libertou de tais pragas.Mas bebo um até duas latas de cerveja e chega e não tenho do que me envergonhar, não sou viciado,se as fábricas de cervejas sumirem do mapa ,não vai fazer nenhuma diferença para mim,se a fábrica de cigarros pegar fogo e não fabricar mais cigarros, pra mim não faz diferença.Não servo e nem escrevo de cerveja e nem de cigarro,mas sou livre e não me escandalizo com quem bebe e vive bêbado.Tem coisas mais importantes na vida do que ficar de olho no cara que ainda toma um gole e se diz cristão,e logo aparece um santarrão para melar tudo com o seu conservadorismo.A salvação é um processo em todo o nosso caminhar,copiaram? abraço do tito from brasília.

Thiago disse...

Quem bebe e fuma não pode falar nada sobre casamento gay , liberação das drogas, aborto...

Crente batendo no peito: "eu fumo e bebo sim". É o fim do mundo mesmo.

TÁ FALTANDO VERGONHA NA CARA.


Emanoel disse...

O verdadeiro porteiro do céu ...
Segundo sua concepção, Sprungeon(chamado por muitos de príncipe dos pregadores) não foi salvo tendo vista que o mesmo bebia e fumava.
Jesus era um hipócrita, pois transformou água em vinho, e Paulo idem pois aconselhou Timóteo a beber vinho.
Na Europa quase ninguém será salvo, pois a maioria dos irmãos fazem uso de bebidas alcoólicas, na Alemanha então, não passa um.
Deveria ser proibido o consumo de carne vermelha, sal e açúcar, pois esses três matam muito mais que bebida alcoólica e tabaco.
Que diremos então dos veículos automotivos emitindo milhões de toneladas de poluentes, esses sim são verdadeiras obras de satã.
Beber nunca foi e nunca será pecado, pecado sempre foi deixar-se dominar pela bebida( embriagar-se), tal como pela comida(glutonaria), sexo( libertinagem) e etc ...
No mas, deixe de ser porteiro do Céu, quem decide quem será salvo ou não é Cristo, através da graça imerecida de Deus.

Clarisse disse...

Ah, finalmente entendo por que calvinistas adoram Spurgeon! Não é a pregação. São os cigarros e as bebidas! Reconheço: pelo menos nisto os calvinistas são imitadores fiéis.

Thiago disse...

Qual aparte do NÃO CONVÉM você não entendeu?

Tá ganhando cache pra promover a indústria tabagista e cervejeira?

É... na sua cabecinha de vento calvinista, Jesus morreu para que nós continuassemos em pecado, né não oh Principe Topeira?

Thiago disse...

Crente Manguaça:

https://m.youtube.com/watch?v=mu4NMlvHqcQ

Crente Manguaça em: "robaru minha bicicreta":

https://m.youtube.com/watch?v=0Gw_TtI3Kr8

"Eu bebo sim":

https://m.youtube.com/watch?v=hXL7IEEKav8

https://m.youtube.com/watch?v=DU6TwSbxFp4

Leony disse...

O contexto e os motivos pelos quais Spurgeon fumava eram outros. A medicina na época dizia que era saudável o fumo e devido a um problema de saúde ele fez uso DURANTE UM TEMPO (e não como um alvo, um ESTILO DE VIDA, conduta e prática). Também creio que o cigarro da época era bem diferente do que é hoje, com relação a substâncias e toxinas.

Porém repito: O que ACRESCENTARÁ ao Reino de Deus o fato de um cristão beber ou fumar? Vou contar dois "mini-testemunhos" a vcs de duas situações que aconteceram comigo:

1) Uma senhora aqui no condomínio onde moro certa vez me pediu pra eu ir comprar umas latinhas de cerveja pra ela. Mas eu disse a ela que não iria, porque "...não pegaria bem" se alguém me visse indo comprar latinhas (na hora pensei também se "esse alguém" fosse um irmão na fé). Numa fração de segundos pensei que poderia levar um irmão a pecar, mesmo que seja no pensamento, por ter me julgado de forma errada, pois a real finalidade da atitude de comprar as latinhas seria a de "prestar um favor" a uma pessoa. O irmão teria um motivo aparente para tecer um pensamento que o inclinasse a achar que seria pra mim as latinhas...por isso optei por não ir. Ou seja, uma "porta de possibilidades de julgamentos errados" nem chegou a ser aberta.

Mas poderia ter pensado como muitos "...a, mas, não tem nada haver, ninguém tem nada haver com a minha vida, Deus sabe do meu coração". De fato, sabe, mas em nós além de ter uma consciência limpa diante de Deus também devemos pensar no outro e, principalmente no outro MEMBRO DO CORPO DE CRISTO. Não simplesmente preocupados no que as pessoas vão pensar de nós, mas se as nossas atitudes não irão conduzi-las, de alguma forma, a algum tipo de erro diante de Deus e que possa relativizar a fé que elas tem ou o evangelho que elas não tem (porque muitos irmãos, por causa destas e outras coisas tem a sua fé relativizada e muitos ímpios escarnecem e zombam do evangelho).

2) Uma outra situação foi quando um dos porteiros aqui do condomínio onde moro pediu pra que eu fosse comprar uns cigarros pra ele. Disse "...poxa fulano, não me leve a mal não, mas pega mal se alguém me ver indo comprar estes cigarros...". Também pensei na possibilidade de um irmão na fé me ver e ter um pensamento ruim a meu respeito que o fizesse pecar diante de Deus.

A questão não é a nossa reputação, mas sim nós temos que ter maturidade para entender que as nossas atitudes tem uma consequência eterna e que, no fundo, as nossas atitudes (como salvos) se resumem a uma coisa: glorificar à Deus, porque "...somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas." (Efésios 2:10)

Thiago disse...

Crente "Leonardo da Vinte":

http://m.youtube.com/watch?v=ImYKhcY_k8o

Liberalismo Teológico mUdernU: "isso é uma igreja ou é uma zona?"

Thiago disse...

Indo pra igreja...

http://m.youtube.com/watch?v=U8EYHGAXwkU

Teologia da Manguaça... beber, cair, levantar... levanta sacode a poeira, dá volta por... baixo.

Anônimo disse...

como tem crente fariseu. Criam leis de santidade e impõe isso com condição de salvação. Leis que Deus NÃOP criou, mas tem gente que sabe mais que Deus. Voces são iguais ao bispo macedo, querem eliminar e ''corrigir'' o primeiro milagre de Jesus, com argumentos santarrões, impondo sobre o cristianismo sua própria fraqueza de fé. Quem disse que a Bíblia só fala mal do vinho e bebida fermentada é porque NUNCA leu de verdade. A regra é moderação, abstenção só voluntária, e nunca como condição de salvação.
PELAGIANOS
.

Telma disse...

Duas coisas, anônimo burro. Ninguém aqui falou de uma proibição à bebida como condição essencial para a salvação. Outra coisa: O bispo Macedo BEBE de tudo: cerveja, vinho, etc. Vá se juntar a ele, cachaceiro.

Thiago disse...

Nossa!

O evangelho que eu conheci era outro. As pessoas eram honestas, de um cônjuge só, separavam-se do mundamismo a todo custo, púdicas no modo de se vestir, no trabalhar, no conviver...

Os protestantes estão piores que o povo do mundo.
Quantas pessoas não religiosas que deixaram o vício por entenderem que fazia mal a saúde, ou perceber que aquilo só trazia contenda para o núcleo familiar... Tantas... Espíritas, umbandistas, ateus, budistas, gnósticos...

Ai vem um pastorinho todo indignado... Bebendo, fumando, "com muito orgulho, com muito amor"... Aí de quem criticar o ato " no geral"... O cara toma como ofensa pessoal...

Que atitude Feia...

Oh só o escândalo.

Realmente têm de haver uma ruptura urgentemente. Evangélico é uma coisa, protestante é outra. O liberalismo teológico descaracterizou completamente o antigo protestantismo histórico puritano, aquele que nos enchia de orgulho. Hoje usa-se o púlpito em defeda do mundanismo no seio da igreja.

Se, querer viver em consagração me faz um fariseu... Prazer então, meu nome é fariseu, mas FARISEU com letra maiúscula. Não faço parte da igreja liberal e nunca o farei.

Quando eu abandonei o ateísmo continuei fumando, mas nunca com tamanha soberba como a de alguns: "eu fumo sim e daí?"... Pelo contrário. Mas com um esforço sobrehumano para abandonar o vício e agradar ao Deus Vivo. E depois de um tempo Deus realmente me libertou. Eu dizia: " ore por mim, preciso de libertação do vicio do tabagismo".

Não estou reconhecendo o evangelho de outrora neste "moderno" "mundogelho".

Tudo me é lícito, mas nem tudo me convém.

Não afirmei que esta era uma questão de salvação. Só afirmei que NÃO CONVÉM. QUE É CAMINHO DE PERDIÇÃO PRA MUITA GENTE. QUE É UMA BRECHA, pois a maioria de nós é canal e propensa ao vício. E o Diabo sabendo disso, já destruiu muitas vidas através dessas " fraquezas ".

Obs:

Não gosto das posturas do Bispo Macedo em relação a bebidas, aborto, e ao foco exagerado com relação a teologia da prosperidade (o foco sai do servir/adorar, para o ego das pessoas, ou seja, se ultrapassar certos limites, deixa de ser uma pregação Cristocêntrica e passa a ser uma pegação ególatra).

Anônimo disse...

Thelma
quanto ódio no coração

Anonimo, estamos em boa companhia, Jesus também foi chamado de cachaceiro pelos fariseus.

Existem quatro posicionamentos possíveis: 1)proibicionistas 2)abstemios 3)moderados e 4)libertinos
Dessas quatro posições, só duas são realmente bilicas e cristãs: abstemios VOLUNTÁRIOS e Moderados.
Proibicionistas, (não importa qual argumento santarrão que usem para proibir outros de beberem e julgando os que bebem) são legalistas e fariseus, proibindo o que Deus não proibiu, portanto anti-biblicos. Libertinos não consideram as advertencias bíblicas e portanto também anti-bilbicos.
Claudemir Veloso
claudemavelos@gmail.com

Thiago disse...

Me fala onde fica tua igreja para que eu tome uma distância bem segura dela senhor Claudemir.

A AMBEV está contratando promotor comercial. Quem sabe né...

ah... eu me esqueci, sou anti-bíblico né... Não devo ser cristão, né...

tô ******* pra tua opinião.

Thiago disse...

NÃO CONVÉM!

Não sugira algo que não falei.

Não deturpe minhas palavras.

Não proibi nadica de nada.

Só disse o quê afirmo novamente...

NÃO CONVÉM!




Thiago disse...

Vocês liberalismo é como câncer para a Igreja.

Esse tipo de pensamento têm se ser expulso a pontapé.




Thiago disse...

O Evangelho da Apostasia é assim:

Ir pro putero?
Pode!

Encher a cara?
Pode!

Fumar até ficar roco?
Pode!

Casar e descasar como quem troca de cueca?
Pode!

Ser maçon?
Pode!

Ser ultra marxista apoiador de regimes genocidas?
Pode!



E o quê não pode????????


Não pode é...


Bater palmas no culto...

Falar em línguas estranhas...

Acreditar que Jesus cura...

Acreditar que Jesus prospera...

Louvar com banda encima do altar...

Ser de direita conservador...

Viver em consagração... aí não pode mesmo!... satarronice, a pior de todas as abominações...

Anônimo disse...

thiago

tem idéia de quantos mandamentos BÍBLICOS voce quebrou pra impor um mandamento não bíblico?
o seu ''não convem'' dito aqui soa como "NÃO PERMITO"

coloquei quatro posições possíveis e mostrei que dessas apenas abstemios voluntários (que não impõe nem julgam) e moderados (que não impõe nem julgam) são realmente bíblicas. Proibicionistas e libertinos são claramente anti bíblicos.

tenho medo de gente que quer impor ''verdades'' á força. stalin e mao mataram milhoes de ''pecadores'' pra tentar impor um mundo ''melhor''. Tem muito crente por aí que não hesitaria de fazer o mesmo.

''Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como:
Não toques, não proves, não manuseies?
As quais coisas todas perecem pelo uso, segundo os preceitos e doutrinas dos homens;
As quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria, em devoção voluntária, humildade, e em disciplina do corpo, mas não são de valor algum senão para a satisfação da carne.''
Colossenses 2:20-23

porque o reino de Deus não consiste no comer e no beber, mas na justiça, na paz, e na alegria no Espírito Santo. Rm 14:17


Anônimo disse...

Julio, por favor, se possível acrescente meu nome ao último comentário que enviei, esqueci de coloca-lo antes de enviar.
Claudemir Veloso
claudemavelos@gmail.com

Thiago disse...

Não sou da sua laia.

Se faz de desentendido.

Provocadorzinho de araque.

Anônimo disse...

thiago

quanto ódio
Se diz ''conservador'' mas nem sabe o que é isso. Defina aí o que é um ''conservador''

ler a bíblia e entender o que ela fala, nada...?

quem é que falou alguma coisa de maçom, puteiro, palmas, linguas etc?
o assunto é bebida e o que a Bíblia realmente diz sobre ela.
Achismos e ataques pessoais são ferramenta do diabo. Cite a Palavra. Sobre imoralidade e associação com idolatria a Palavra é bem clara e proibe. Mas não invente o que Deus não disse.

só uma consideraçãozinha: "a banda tocar sobre o altar"... que "altar"? como cristãos, não temos mais sacrifícios de animais a oferecer, não temos altar. isso é idolatria ou voltar ao velho testamento, sem Jesus. Católicos tem altar porque acreditam que a missa é um sacrifício, onde Cristo é cada vez novamente "oferecido" pelo sacerdote. Voce cre nisso? cristãos verdadeiros não tem altares, objetos sagrados ou idolos. Tem Jesus, oferecido de uma vez por todas, pelos que creem, por fé. Melhor ler o livro de Hebreus, na sua Bíblia.

O culto sendo segundo padrões bíblicos, em ordem e discernimento, pode perfeitamente comportar palmas, línguas (com interpretação), e etc...

Claudemir Veloso
claudemavelos@gmail.com

Thiago disse...

Cínico.

Dissimulado.

Fala com a minha mão <←<←<←

Thiago disse...

<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←<←

https://m.youtube.com/watch?v=Zg7lY96H1Rc

Anônimo disse...

thiago
obviamente voce não tem argumento nenhum, está apenas querendo ofender.
que tal começar a ler sua Bíblia? Vai descobrir algumas coisas bem interessantes.

Claudemir Veloso
claudemavelos@gmail.com

Thiago disse...

Senhor Claudemir,

Eu fiz um julgamento moral, descrevi as mais variadas formas de degradação vinculadas vício (alcoolismo). Não citei a Bíblia pois não fiz um julgamento com base legalista.

Ora, me é licito, mas não me convém.

Nem tudo que me é licito, convém.

Mau testemunho. Mau exemplo.

Deixei claro e o senhor recusou-se a entender. A provocação ficou evidente.

Me perdoe pelas ofensas, mas entenda que algo licito pode ser moralmente reprovado (grau/circunstância) e algo ilícito pode ser "mundanamente" aceitável (inaceitável/ilícito para cristãos).






Anônimo disse...

Thiago
usar a bíblia de forma correta não é ser legalista. É o contrário. Quando se coloca opiniões, tradições ou experiencias pessoais como regra geral, ignorando, acrescentando ou até contradizendo a Biblia. é que se torna legalista. É o que diz Paulo em Gálatas e Colossenses.

''Não convém'' é uma frase muito elástica, que pode ser aplicada a qualquer coisa que meus princípios queiram, segundo meus preconceitos e tradições. E geralmente, o ''não convém'' é usado como eufemismo para ''eu proibo e não aceito quem faça diferente''.
A melhor posição BÍBLICA, a meu ver, é a abstenção VOLUNTARIA, pessoal e sem julgar culturas e circunstancias que eu não compartilho. A Bíblia NÃo proibe. Recomenda moderação e cautela.
Aliás, essa visão proibicionista tem uma origem no puritanismo, e aqui, devido à maioria dos missionários serem de origem puritana (essa corrente foi mais forte entre os americanos e ingleses), então trouxeram junto sua particular cultura cristã e suas reservas. (aliás, fugindo do assunto, paletó e gravata são roupas de frio, na origem, e não faz nenhum sentido prático ou saudável usá-los num calor úmido de 40 graus)
A BÍBLIA NOS BASTA NO QUE IMPORTA, mas não faz mal conhecer história e culturas.


Claudemir Veloso
claudemavelos@gmail.com

Thiago disse...

Quantas vidas já se perderam por causa desse maldito vício?

Quanta dor e sofrimento?

Quantas lágrimas de sangue derramadas?

Será que, através da pura e simples observação não se pode conhecer os frutos?

Será que um relatismo moral multicultural, que nos censura de forma prepotente e petulante, não está gerando abuso por calar a nós cristãos diante de uma obviedade gritante?

Alcoolismo é condenável sim, e por diversos pontos de vista.

É óbvio que tenta censurar, mas não pode e não vai.

Não convém, não é bom, é caminho de perdição sim.

Quando disse "legalista" quis dizer que não era uma pregação bíblica contra a bebida, apesar de vários alertas biblicos que resolvi não citar. Mas sim uma condenação moral. Pra você dizer que algo é positivo ou negativo, não é necessário uma aprovação ou proibição de outrem, a priori. Esta decisão fica a cargo do ouvinte e da sua consciência.

O que é grave é a tentativa de censura para algo que já é condenável há séculos. A bebida está ligada a carnalidade, rebelião, desregramento, sensualidade, irresponsabilidade, etc, etc... Essa é minha interpretação, que é uma condenação moral.

É um desrespeito para com tantos que estão amarrados ao vício, presos por legiões demoníacas ao alcoolismo. Não poder levantar a nossa voz em "respeito" a um relativismo que não passa de um descaminho satânico, desconversa e desculpa para afagar o erro, o que não convém, o que não produz bons frutos.

Cada um decida por si, porém não podemos nos calar de forma alguma.

Quem não for carnal, quem não é propenso ao vício, que analise e pense "com seus botões". É exemplo? É testemunho? Vai produzir bons frutos ou me levará a outros desregeramentos, até que chegue a um novo desvio ou pecado? Decida.

Espero que o senhor veja de outra forma esta questão.

Já chega de falatório. Essa é a minha posição, lamento por não poder te agradar.

Obs:
O Puritanismo é um tesouro que não pode ser desprezado jámé zezé.

Thiago disse...

Um conselho senhor Claudemir,

Não sendo o senhor um infiltrado de esquerda, perseguidor do Julio, entao... acho que não é boa a divulgação de dados pessoais, pois estamos estamos contra a maré, se é que você me entende...