26 de maio de 2015

Destino Manifesto na Bíblia? Os EUA São a Babilônia Moderna, Disse David Wilkerson


Destino Manifesto na Bíblia? Os EUA São a Babilônia Moderna, Disse David Wilkerson

Julio Severo comenta sobre as revelações proféticas de David Wilkerson sobre o “destino” dos EUA em seu livro “Set the Trumpet to Thy Mouth.”

Julio Severo
Uma maioria sólida dos americanos se sentiria agora bem com um presidente que é gay ou lésbico, de acordo com uma nova pesquisa de opinião pública do Wall Street Journal/NBC News.
Sessenta e um por cento dos entrevistados relataram se sentir “entusiasmados” ou “bem” com um presidente gay ou lésbico. Enquanto isso, os americanos se sentindo bem ou entusiasmados com um presidente evangélico receberam uma aprovação com menos entusiasmo: 52 por cento.
Esse estudo segue de perto uma pesquisa de março nos EUA, também conduzida pelo Wall Street Journal/NBC News, em que um número recorde de 59 por cento dos entrevistados americanos disse que estavam a favor do “casamento” de mesmo sexo.
O que está acontecendo com os EUA, a maior nação protestante do mundo, que estão prontos para dar calorosas boas-vindas a um presidente homossexual, mas não a um presidente evangélico? Os EUA estão correndo para seu castigo e juízo?
Trinta anos atrás, o Desafio Mundial, um ministério do Pr. David Wilkerson, me enviou o livro dele “Set the Trumpet to Thy Mouth” (Coloque a Trombeta na Sua Boca). A introdução foi escrita por Leonard Ravenhill. É uma mensagem ardente, com uma visão, sobre a destruição dos EUA. Quando o li pela primeira vez, fiquei chocado, principalmente porque a década de 1980 eram os anos de Ronald Reagan. Como Wilkerson conseguiu ter tal visão quando um Reagan conservador e pró-família estava enfrentando o Império do Mal? A profecia dele deveria ter sido dirigida à União Soviética, não aos EUA! Essa revelação foi de fato chocante. Entretanto, mais chocante é o que os EUA estão fazendo nas últimas décadas. Vim a compreender que até o conservadorismo americano está agora se tornando uma babilônia.
A União Soviética não existe mais. O que existe agora é um governo dos EUA obcecado com o “casamento” que tem como base a sodomia e se conduzindo imperialisticamente para impor o pecado homossexual no mundo inteiro. A profecia de Wilkerson foi, afinal, correta?
Algum tempo depois de Wilkerson, John Mulinde, um pregador de Uganda, recebeu uma revelação acerca do juízo de Deus sobre os EUA. Sua mensagem é um cumprimento da profecia de Wilkerson, que disse que Deus enviaria aos EUA profetas do terceiro mundo para avisar sobre o juízo que está para vir.
O nome de David Wilkerson ficou famoso com o livro e filme “A Cruz e o Punhal,” que mostram a vida e o ministério dele ajudando jovens drogados nos EUA, focando especialmente com experiências libertadoras com o Espírito Santo.
Uma das características da Babilônia em Apocalipse 18 é sua natureza intensamente comercial. Por sua sedução e poder comercial, Babilônia é invejada pelo mundo inteiro. É profundamente capitalista — mas sem Deus. No comunismo, vemos controle econômico intenso e destrutivo sem Deus. Na Babilônia, vemos o oposto: liberdade econômica intensa e destrutiva sem Deus.
Os melhores produtos e serviços (entretenimento, religioso, militar, médico, etc.) do mundo estão disponíveis na Babilônia.
No comunismo, há extrema limitação ou falta de produtos e serviços. Aliás, o comunismo oferece os piores produtos e serviços. Em contraste, na Babilônia, há a maior abundância dos melhores produtos e serviços que o mundo já viu. Então é evidente que a Babilônia não é marxista, comunista ou socialista. É um paraíso comercial na Terra. É a “Nova Jerusalém” dos sonhos carnais e ganância do coração humano. Não é de admirar que quando Babilônia for destruída, o mundo inteiro chorará.
Por suas ambições comerciais, produtos e serviços, Babilônia é descrita na Bíblia como tendo se prostituído com todas as nações da terra. E Deus disse sobre a Babilônia: “Seus mercadores eram os grandes do mundo. Todas as nações foram seduzidas por suas feitiçarias.” (Apocalipse 18:23-24) Se os EUA não se encaixam nesse perfil, quem se encaixa? Os poderosos empresários, comércio e moeda dos EUA não estão governando o mundo?
Além disso, há uma caraterística fatal nos EUA que Wilkerson viu como “Babilônia.”
Nestes últimos dias, os EUA adotaram um papel apaixonado de liderança na promoção da agenda gay — sem mencionar o aborto — no mundo inteiro, levando Billy Graham a dizer: “Os EUA são tão maus quanto Sodoma e Gomorra.” E muitas vezes ele menciona: “Se Deus não castigar os Estados Unidos, Ele terá de pedir perdão para Sodoma e Gomorra.” Isso é um destino manifesto?
Esse tipo de destino tem um fim horrível. O que aconteceu com Sodoma e Gomorra, que estavam envolvidas em homossexualidade desenfreada, é o que acontecerá com as cidades e nações envolvidas nos mesmos pecados:
O que aconteceu com Sodoma e Gomorra e as cidades vizinhas é, para nós, um exemplo do castigo do fogo eterno. O povo daquelas cidades sofreu o mesmo destino que o povo de Deus e os anjos sofreram, pois cometeram pecados sexuais e se engajaram em atividades homossexuais.(Judas 7 GWV)
Como tal castigo alcançaria a nação mais poderosa do mundo que, ainda que inundada com o Evangelho, está obcecada com a ideia de estender o pecado de Sodoma e Gomorra ao mundo inteiro? Se Deus não poupou Sodoma e Gomorra e seus pecados homossexuais, como ele poupará a maior nação protestante do mundo que quer o mundo inteiro envolvido nos mesmos pecados?
De acordo com Scott Lively, autor do livro “The Pink Swastika” (A Suástica Rosa): “A antiga tradição rabínica sustenta que a homossexualidade, mais especificamente o casamento homossexual, foi o ‘insulto final’ a Deus que fez com que Ele trouxesse aquele Grande Dilúvio.”
O papel dos EUA no pecado homossexual tem sido muito mais do que simplesmente adotá-lo. Os EUA têm sido seu principal propagandista. Até mesmo em sua condição protestante, os EUA têm sido o principal propagandista da teologia gay, e seus frutos podres são evidentes no Brasil, onde o teólogo protestante gay mais proeminente foi inspirado pela teologia gay dos EUA.
Os EUA têm espalhado a ideologia homossexual por todos os meios (religiosos, legais, culturais, comerciais, etc.) e têm usado sua força imperial para promovê-la e impô-la e seu “casamento” fajuto no mundo inteiro com imoralidade bestial. Será que existe um destino manifesto na sodomia para os EUA?
Alguns cristãos argumentam que pelo fato de que os EUA, depois de Israel, têm a maior população judaica do mundo, isso é sinal claro de que os EUA têm a aprovação e proteção de Deus contra destruição. No entanto, quando a primeira Babilônia, que estava localizada no Iraque moderno, foi destruída, sua população judaica era a maior do mundo depois de Israel. Aliás, um dos líderes políticos da Babilônia era o judeu Daniel, historicamente proeminente por seu livro profético “Daniel” no Antigo Testamento. Uma grande população de judeus e um profeta judeu no governo babilônico não salvaram Babilônia da destruição.
Ainda que duvidemos que os EUA serão destruídos por serem Babilônia, o papel dos EUA hoje como o principal propagandista, promotor e fiscal da sodomia parece garantia suficiente de que os EUA estão buscando o mesmo castigo e destruição de Sodoma e Gomorra.
A militância mundial da sodomia pareceria uma razão suficiente para castigo e destruição. Por muito menos, Sodoma foi destruída. Se os EUA não forem destruídos por serem Babilônia, serão destruídos por serem, como disse Billy Graham, “tão maus quanto Sodoma e Gomorra.”
Contudo, se David Wilkerson está correto em sua visão, os EUA serão julgados e destruídos como Babilônia. Wilkerson disse em seu livro “Set the Trumpet to Thy Mouth”:
Creio que a Babilônia moderna é os Estados Unidos de hoje, inclusive sua sociedade corrupta e seu sistema eclesiástico prostituto. Nenhuma outra nação na terra se encaixa na descrição de Apocalipse 18, exceto os EUA, o maior fornicador do mundo que se prostituiu com os mercadores de todas as nações.
Os EUA serão destruídos por fogo! Destruição súbita está vindo e poucos escaparão. Inesperadamente, e numa hora, um holocausto de hidrogênio engolirá os Estados Unidos — e essa nação não mais existirá. É porque os EUA têm cometido pecados contra a maior luz. Outras nações foram tão pecadoras quanto os EUA, mas nenhum país foi tão inundado pelo Evangelho como os EUA foram. Deus vai julgar os EUA por sua violência, seus crimes, suas apostasias, sua matança de milhões de bebês, sua ostentação da homossexualidade e sadomasoquismo, sua corrupção, suas bebedeiras e abuso de drogas, sua aparência de Cristianismo correto sem poder, sua indiferença para com Cristo, seus índices de divórcio e adultério desenfreados, sua pornografia imoral, seus estupros de crianças, suas traições, seus roubos, seus filmes sujos e suas práticas ocultistas. Em apenas uma hora, tudo estará acabado.
Pense na “senhora da enseada” de Nova Iorque — a Estátua da Liberdade [símbolo nacional maior dos EUA]. Isaías avisou acerca da destruição súbita sobre uma senhora orgulhosa. “Certamente dizias: ‘Eis que por todo o sempre hei de continuar a ser a grande senhora!’ Todavia, não ponderaste tais palavras no teu coração, não refletiste sobre as consequências futuras desta tua atitude. Portanto, ouvi isto, agora, ó criatura provocadora e libidinosa! Tu que te sentas despreocupada e preguiçosa e cogitas em tua sensação de segurança: ‘Ah! Eu sou a maior das rainhas e além de mim não há mais ninguém! Jamais me verei viúva, nem sofrerei com a morte dos meus filhos!’ Pois bem, justamente sofrerás estas duas perdas em um só momento, durante um único dia: a perda dos filhos e a viuvez se abaterão sobre ti com todo o seu peso de dor, a despeito de tuas muitas feitiçarias e todos os teus poderosos prognósticos, sortilégios e encantamentos. Depositaste a tua confiança na tua malignidade e afirmaste: ‘Não há quem descubra o que faço às escondidas!’ O teu próprio saber e a tua ciência te seduziram e enganaram, e assim imaginaste no teu coração: ‘Eu sou a maior. Não há ninguém além de mim!’ A desgraça, pois, te buscará e te alcançará, e não saberás como esconjurá-la. Eis que cairá sobre ti um mal do qual não poderás livrar-se mediante qualquer pagamento de resgate; uma catástrofe que não te será possível antever desabará sobre a tua cabeça.” (Isaías 47:7-11 KJA)
O aviso é que Deus inutilizará suas armas de guerra, que seus armamentos não conseguirão salvá-los da ira de Deus (Jeremias 21:4). Deus lhes disse: “Eu, pessoalmente, pelejarei contra vós.” (Jeremias 21:5 KJA)
Esse é um aviso categórico para os EUA. Os enormes estoques de armas dos EUA são meros paus e pedras — inúteis contra o que Deus planejou contra os EUA. O que Deus disse da antiga Babilônia ele também dirá da Babilônia moderna: “Os valentes da Babilônia cessaram de pelejar, permaneceram nas fortalezas, desfaleceu-lhes os ânimos e as forças; tornaram-se semelhantes a mulheres; estão em chamas as suas moradas, todas as trancas de seus portões foram arrombadas!” (Jeremias 51:30) É por isso que não haverá ataques de retaliação dos EUA ou seus aliados; pelo fato de que tudo será feito de forma definitiva e súbita, os EUA “cessarão de lutar,” e os mísseis americanos permanecerão em suas fortalezas. Os ânimos dos EUA se desfalecerão na hora de sofrer o juízo. Os aliados dos EUA “se tornarão semelhantes a mulheres” e se renderão imediatamente.
O que os EUA não conseguiram fazer com todos os seus milhões, todos os seus dispositivos eletrônicos, todos os seus métodos midiáticos caros, o Espírito Santo realizará num curto tempo com um exército de Gideão de evangelistas pobres e simples de países do terceiro mundo; e o resto do mundo ouvirá o Evangelho. Um remanescente de vencedores será levantado em justiça. Apesar da plena luz do Evangelho brilhando, a maioria se voltará para Satanás e será entregue à lascívia. A Bíblia não diz que os EUA sofrerão juízo só depois que o mundo inteiro for evangelizado.
Deus não precisa dos EUA para evangelizar o mundo. Os EUA falharam nessa missão. Os EUA ainda gastam mais dinheiro anualmente em ração de cachorro do que em missões. Haverá uma grande colheita final, e já está acontecendo agora. O Evangelho será divulgado no mundo inteiro por um grande exército de testemunhas nacionais em todas as nações da terra. É a última colheita do Senhor. Agora mesmo, o Espírito de Deus está levantando testemunhas florescentes na China. A América do Sul e a África serão cobertas de testemunhas poderosas de suas próprias terras. O México e a América do Sul estão abertos ao Evangelho e jovens evangelistas estão sendo levantados. Eles não precisarão de juntas missionárias, ordenações, grandes quantias de dinheiro e equipamentos sofisticados. Eles sobreviverão com muito pouco dinheiro, exatamente como sobreviveram os primeiros discípulos; e num curto tempo eles cobrirão a terra inteira com o Evangelho. E eles apontarão para o juízo ardente que Deus vai mandar sobre a moderna Babilônia rica e despreocupada como sinal de que o fim está perto.
Com informação de Charisma News.
Leitura recomendada:

29 comentários :

Abimael disse...

Tenho esse livro (já bem antigo, pois pertencia a meu avô) do rev. David Wilkerson. Não tenho dúvidas de que esse pastor foi um grande homem de Deus. Algumas de suas pregações impactaram de uma maneira muito grande a minha vida.

Apesar disso, sempre achei que sua profecia sobre a destruição dos EUA fosse um erro escatológico, uma vez que ninguém é perfeito e na época em que viveu, durante a Guerra Fria, ele e muitos pastores (inclusive meu avô) achavam que a vinda de Cristo estava já muito próxima e faziam várias suposições de como as profecias bíblicas se cumpririam em sua época.

Mas à medida que vejo o que está acontecendo nos Estados Unidos, como esse país está afundando em apostasia e contaminando muitas outras nações, inclusive o Brasil, começo a acreditar que ele estava certo.

Lendo seu blog, confesso que minha reação a essas coisas são só lamentar pela direção que a humanidade está tomando, principalmente os países ocidentais, que começaram cristãos, porém a cada dia estão mais distantes de Deus. Que o Senhor tenha misericórdia de nós.

paulo disse...

Senhor Severo, só posso vê-lo como agente católico infiltrado entre nós protestantes. Se você fosse de fato protestante, saberia que Lutero e outros reformadores já expunham publicamente que o papado é a Babilônia. Por que negar a verdade? Por que acusar o maior país protestante do mundo, agraciado com as maiores bênçãos celestiais, de ser aquilo que é o papado? Traidor!

carloshenrique disse...

Bom, deixo tocar nesse assunto da Grande Babilônia.
A Grande Babilônia biblicamente falando, está assentada sobre sete montes, pois está escrito: “As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada.” Apocalipse 17 verso 9. E, também está escrito: “E são também sete reis: cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo; e, quando vier, convém que dure um pouco de tempo. E a besta, que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição. E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão o poder como reis por uma hora, juntamente com a besta. Estes têm um mesmo intento e entregarão o seu poder e autoridade à besta.” Apocalipse 17 versos 10 ao 14.
Portanto, para ser a Grande Babilônia, têm que estar assentado sobre os sete montes. E, pelo que se sabe os EUA, por maiores pecados que se tenha, não está a assentar sobre sete montes, e têm que ter tido sete reis - não Presidentes - sendo que cinco já caíram, e um já existir, e outro estar por vir, e o oitavo, que é a besta, ser um dos sete reis.
E, além disso têm que haver dez reis que entregarão a besta por um tempo toda a autoridade a besta.
Bom, e qual é o único País no mundo que está assentado literalmente sobre sete montes e que têm reis?
E, para completar, a Grande Babilônia não deve ser destruída agora, mas no final do período da Grande Tribulação. É importante que a Grande Babilônia exista até o período final da Grande Tribulação.
Portanto, se fosse para os EUA ser a Grande Babilônia, teria que cumprir esses requisitos necessários, os quais nem de longe cumpre, visto que lá não há sete montes, e nunca por lá houve algum rei.
Não nego que os EUA estejam pecando, e que Deus os possa julgar pelo pecado. Mas, nego completamente, por não haver nenhuma base bíblica para tal afirmação, visto que não se enquadra no que a Bíblia diz sobre a Grande Babilônia, que os EUA seja a Grande Babilônia.
Agora, se for para se levar o exemplo da Babilônia do Antigo Testamento e querer aplicar em algum País hoje em dia, lembremos da questão da Estátua de Nabucodonosor, em que o rei Nabucodonosor ordenou a todos que adorassem a sua estátua. E, então, pergunto: qual é o País nesse Planeta Terra em que a letra do Próprio Hino Nacional declara abertamente e sem a menor sombra de dúvidas: “Terra adorada”, “pátria amada, idolatrada”, e “nem teme quem te adora”, e que ainda afirma: “Gigante pela própria natureza”? Bom, qual o País que declara em seu Hino Nacional tais coisas, que se acha o grande, o fortao, o impávido coloso, e cuja sociedade vive a declarar que ninguém segura a sua própria juventude?
Agora, se alguém quer colocar a Grande Babilônia no continente americano, será que essa Grande Babilônia não seria o tal País do tal Hino Nacional e de cujo povo vive a declarar tal coisa?
Agora, se quiserem me jogarem no Oceano Atlântico, não posso me retratar um só centímetro do que acabo de dizer.
Atenciosamente, Carlos Henrique Xavier.

Anônimo disse...

Já faz algum tempo que esta nação vem se afastando dos princípios cristãos, não podemos generalizar, mas até a literatura cristã advinda desta nação esta corrompida, é triste ver que no Brasil em pouco tempo estaremos do mesmo jeito, pois tenho observado que somos reflexo deles com anseios para assemelhar-nos mais e mais aquela cultura.

Alex Mendes de Sousa

Jonatan Souza disse...

Talvez os sete montes seja reverência ao G7 grupo das sete maiores economias do mundo.

Cristina disse...

Isto é algo para se pensar seriamente. Realmente os E.U.A. têm hoje um poder sobre a economia mundial que nenhuma nação teve. Suficiente dizer que o dólar é a moeda da economia mundial. Se a Bíblia está certa em afirmar que a Babilônia é um sistema altamente comercial, os EUA são donos então deste sistema.

Anônimo disse...

NA MINHA OPINIÃO, A BABILÔNIA É O BRASIL E NÃO OS EUA,PORQUE DE ACORDO COM O LIVRO DE APOCALIPSE HÁ 7 REIS, 5 JÁ CAIRAM, O 6 JÁ DOMINA ,DOM PEDRO I, O 7 REI VIRÁ EM SEGUIDA(DOM PEDRO II) E O 8 REI QUANDO VIER VIRÁ POR POUCO TEMPO, ORA OS EUA NUNCA TIVERAM REIS(SÓ PRESIDENTES),E O BRASIL FOI O ÚNICO PAÍS DAS AMÉRICAS A TER REIS(APÓS A INDEPENDÊNCIA),LOGO O 8 REI,SERÁ A VOLTA DA MONARQUIA AO BRASIL,UM DESCENDENTE DE DOM PEDRO II,SENÃO VEJAMOS.

O BRASIL ENFRENTA UMA SÉRIE DE PROTESTOS CONTRA A PRESIDENTE, O DESCRÉDITO DA POPULAÇÃO NOS POLÍTICOS É GERAL,O PAÍS CORRE O SÉRIO RISCO DE ENTRAR EM GUERRA CIVIL ,NOVAMENTE PARA SALVAR A PÁTRIA UMA MULTIDÃO PEDE A VOLTA DA MONARQUIA,COM CERTEZA OS MILITARES E OS POLÍTICOS VÃO DAR UM GOLPE DE ESTADO,SÓ QUE DESTA VEZ PARA RESTAURAR A MONARQUIA.

UM DESCENDENTE DE DOM PEDRO II ASSUMIRÁ O TRONO(8 REI),DESTA VEZ POR POUCO TEMPO,APENAS 7 ANOS,SERÁ A GRANDE TRIBULAÇÃO, OS EUA(E A OTAN) INVADEM O BRASIL,FIM DA BABILÔNIA.


SAMANTA

Eva disse...

Nem em sonho, Samanta, o Brasil tem o poder econômico global da Babilônia. Ninguém chora pelo Brasil. Mas o mundo inteiro chorará por Babilônia.

Anônimo disse...

Big One (grande terremoto) na Costa Oeste, supervulcão em Yellostone, sede mundial do satanismo e do movimento gayzista em San Francisco, Moeda Mundial do FMI, ONU luciferiana em Nova York, genocídio de bebês por causa da liberação do aborto, enfim, o melhor conselho que se pode dar aos americanos de bem é: sai dela povo meu!

Anônimo disse...

EVA, O NOVO REI 8 REI(REINO BRASILEIRO) PROVAVELMENTE SERÁ CATÓLICO, E TRADIÇÃO DE TODOS OS MEMBROS DA FAMÍLIA IMPERIAL BRASILEIRA-PORTUGUESA SEREM TODOS CATÓLICOS,E O BRASIL JÁ TEM 51% DE POPULAÇÃO EVANGÉLICA(PROTESTANTE)OU NÃO CATÓLICO,OU SEJA O NOVO REI(8 REI)BRASILEIRO QUE SERÁ CATÓLICO IRÁ ASSINAR UM DECRETO PROIBINDO A PRÁTICA DE RELIGIÃO(NÃO-CATÓLICA).

RESULTADO ,QUEM NÃO FOR CATÓLICA,APOIAR A MARCA DA BESTA(ADORAÇÃO AO REI OU ADORAÇÃO AO PAPA) IRÁ PARA A FOGUEIRA DA SANTA INQUISIÇÃO OU IRÁ ENFRENTAR A PENA DE MORTE, OU IRÁ PARA A CADEIA,A MAIORIA DA POPULAÇÃO NÃO SERÁ MAIS CATÓLICA, QUANDO O NOVO REI ASSUMIR,O BRASIL ENTRARÁ EM GUERRA CIVIL(CATÓLICOS X PROTESTANTES).

CATÓLICOS APOIANDO O REI,PROTESTANTES CONTRA, O BRASIL(BABILÔNIA) É ATACADO PELOS EUA(OTAN)POR O REI SER INIMIGO DOS EUA(PROTESTANTE).

O REI SERÁ CATÓLICO,SERÁ COMUNISTA,APOIARÁ O TERRORISMO(ESTADO ISLÂMICO)

FIM DO BRASIL(BABILÔNIA) CHORARÃO OS CATÓLICOS DO MUNDO INTEIRO(VATICANO), CHORAM COMUNISTAS(FORO DE SÃO PAULO) A 2 BESTA,O FALSO PROFETA MAOMÉ(OS ISLÂMICOS CHORARÃO PELO FIM DA AJUDA BABILÔNICA) BRASILEIRA.

O NOVO REI IRÁ APOIAR TODOS OS INIMIGOS DOS EUA(ISLÂMICOS,CATÓLICOS,COMUNISTAS, TERRORISTAS,FORO DE SÃO PAULO),DECLARARA GUERRA AOS EUA E SERÁ DESTRUÍDO O BRASIL(BABILÔNIA)PELAS MÃOS DOS EUA(OTAN)IRÁ APOIAR OS PROTESTANTES É O FIM DA BABILÔNIA(BRASIL).

2 VOLTA DE CRISTO E O FIM DO MUNDO.

SAMANTA

Eva disse...

Nada ver. Como muito bem mostrou o texto, Babilônia é extremamente capitalista e o Brasil está anos luz de ser algo desta natureza.

Nonato Ramos disse...

Ótima visão. Tem tudo a ver se contextualizarmos a realidade na qual vivemos. Exatamente como Júlio abordou: A Babilônia, também é um sistemas tri-dimenmencional: ECONÔMICO-RELIGIOSO/POLÍTICO GLOBALIZADO que corre às pressas na sociedade sem Deus, permitido por Deus, mas conduzido por lucifer. Na ferida. Sem comentários. Ótimo, JÚLIO. DIEU VOUS BENISSEZ!

Cordialment, Pasteur Nonato

Anônimo disse...

Carlos Henrique Xavier e SAMANTA, a imaginação de vocês é bastante fértil!

Thiago disse...

aliança atlântica

a maçonaria, acima dela, o poder financeiro internacional "iluminatti" comandam duas bestas, a Europa e Eua.

Estes dois impérios, o segundo subordinado culturalmente e hierarquicamente ao primeiro através das sociedades secretas.

a aliança dos dois forma o globalismo, a nova ordem mundial.

querem entender o que significa esta nova ordem?

assistam tres vezes este filme:

https://www.youtube.com/watch?v=c4wuwEIQafg&index=79&list=PL9NRZXlXP3dgTHNW6WoPotozMFvIRPFyf


eu estudo este tema a 7 anos.


as profecias se cumprem ao longo dos seculos. e Babilônia é uma mulher, ou seja, não é um estado, mas uma religião rebelde.

Marcelo disse...

Caros,
Apocalipse é um livro simbolico e nao deve ser lido literalmente, pois nuitos, que assim fizeram, se comprometeram terrivelmente e depois tiveram que se desculpar, envergonhados (principalmente quando mexeram com numeros).

"Comprar" e "vender", em Apocalipse 13:17, podem nao ser termos literais, mas espirituais. Ou seja, aqueles que nao se enquadrarem no sistema bestial, nao poderao mais "pregar" e/ou "ouvir a pregaçao da verdade", tendo suas igrejas fechadas ou nao podendo mais subirem aos pulpitos para pregar a VERDADE.

Veja, por exemplo, o que dizem as Escrituras em Isaias 55:1-2:
"Ó VÓS, todos os que tendes sede, vinde às águas, e os que não tendes dinheiro, vinde, comprai, e comei; sim, vinde, comprai, sem dinheiro e sem preço, vinho e leite. Por que gastais o dinheiro naquilo que não é pão? E o produto do vosso trabalho naquilo que não pode satisfazer? Ouvi-me atentamente, e comei o que é bom, e a vossa alma se deleite com a gordura".

Todo cuidado é pouco nesse campo escorregadio. Todos nòs temos que aprender a controlar o desejo, que existe em cada coraçao, de ser igual aos grandes profetas biblicos, como, por exemplo, Samuel, de quem està dito que "nenhuma das palavras que saiu da sua boca caiu por terra".

Anônimo disse...

Sabe de quem é a culpa: https://goo.gl/Dxa5mg Chama-se 'Marcha para Sião', ou, a Nova Ordem Mundial. O que você acha Julio?

Isabele

Anônimo disse...

Julião, não dará em nada. Impérios vêm e vão e se o americano cair, o que pode acontecer em nossa geração, é na política e não na fé que encontraremos uma explicação plausível. Para mim, Impérios, sejam eles quais forem, são expressões de domínio e poder político e cultural. Impérios nunca são bons!!! Aliás, foi esse princípio imperialista que fez o cristianismo ser algo maior do que uma simples seita judaica. Mas enfim, você vai babar sua vida inteira e nada do segundo advento. Sobre os homossexuais, a América do Norte e a Europa Ocidental estão muito tranquilos, felizmente. Afinal, cada um cuida de seu corpo!

Anônimo disse...

vocês estão todos errados,a babilônia não é os eua, é só seguir a bíblia,quem era babilônia antigamente,era onde hoje é o iraque,veja que a bíblia diz que a mulher babilônia tem o sangue dos santos(cristãos)derramados,ora só pode ser o isís(estado islâmico) a babilônia moderna,pois quem mais faz questão de cortar os pescoços das pessoas e filmar tudo e por na internet pro mundo inteiro ver.

os eua não pode ser babilõnia ,pois ele está bombardeando o isís(estado islâmico)babilônia.

imagine o que aconteceria se os cristãos do brasil ou eua,cortassem o pescoço dos muçulmanos, e filmassem pra todo mundo ver, eles iam querer matar todo mundo com homens bombas.

Julio Severo disse...

A Turquia, um grande aliado dos EUA na região, apoia o ISIS: http://juliosevero.blogspot.com/2014/09/turquia-apoia-isis-para-eliminar-assad.html

Muitos dos terroristas do ISIS foram treinados pelos EUA: http://juliosevero.blogspot.com/2014/08/o-tiro-saiu-pela-culatra-islamitas.html

Marcelo disse...

Pois è, eu me esqueci de dizer, em meu comentario, que, embora o Livro de Apocalipse seja um terreno escorregadio, eu fico imaginando que BICHO (ruim) daria da uniao entre os EUA e a Idolatria Romana?
O primeiro sempre buscou o poder total a qualquer preço, fazendo e acontecendo para subtrair as riquezas de todas as naçoes do planeta, nao dando o minimo para as milhoes de vidas que sao ceifadas a cada investida demoniaca das suas tropas do mal.
O segundo, ao longo dos seculos, demosntrou quem era e a quem servia de fato, aprovando, por exemplo, o trafico de escravos da Africa (para as colonias da America), e promovendo uma limpeza etnica chamada de SANTA: a Inquisiçao.
Ambos possuem riquezas inigualaveis e fazem questao de ostentar isso, julgando-se abençoados por Deus.
Que BICO ruim daria dessa uniao diabolica? Alguem arriscaria um chute?

Thiago disse...

Marcelo,
Isso que você está dizendo já acontece a quase um século através de um troço chamado Conselho Mundial das Igrejas, que pertence a ONU. Este órgão sempre enfiou o Modernismo Liberal e o Esquerdismo goela à baixo dos grandes ministérios históricos. É pressão de todo lado amigo, do anticristo chamado ONU. E pelo que tenho estudado, tem sido imposto às altas hierarquias da Igreja Católica pré-conciliar e contra muitas hierarquias protestantes, destituídas pela maçonaria desde o seculo XIX ate os dias de hoje num processo de infiltração sórdido, satânico.A porta sempre e' a universidade; e os caminhos a partir dela são dois= ou partidos comunistas ou sociedades secretas.


Este é só religioso, ha ainda os aspectos políticos e econômicos (integração em blocos e o reino das super mega multinacionais).

Marcelo disse...

Caro Thiago,
Parece-me que essa aproximaçao nunca foi tao clara como nos dias que vivemos, de tal sorte que os lideres dos EUA e da Idolatrai Romana, a cada dia, parecem falar quase que a mesma lingua (uma das ultimas do Papa foi a tal "autoridade politica mundial", como se estivesse preparando o terreno...).
Alias, parece-me que nao hà outra saida, a nao ser a unificaçao das forças, para que esses ladroes de alma possam promover o que chamam de paz.

Yoshimoto 87 disse...

Ah eu não estou nem ai HA!HA!HA!

Leony disse...

Segue o link do livro para download:

#Em português
http://atos242.com.br/wp-content/uploads/2014/06/Toca-a-Trombeta-Em-Siao-David-Wilkerson.pdf

#Em Inglês:
http://www.4shared.com/office/sG3RLgkvba/David_Wilkerson_-_Set_the_Trum.html

Téo disse...

Já que estamos falando de Babilônia, eis o que o livro de Apocalipse diz textualmente sobre ela:

Apocalipse 17:1–18

1 E um dos sete anjos, que tinha as sete taças, veio a mim, e me disse: Vem, e eu te mostrarei a condenação da grande prostituta que está assentada sobre muitas águas;
2 Com a qual se prostituíram os reis da Terra; e aqueles que habitam na Terra se embriagaram com o vinho da sua prostituição.
3 E me levou em espírito a um deserto; e vi uma mulher assentada sobre uma besta de cor escarlate, que estava cheia de nomes de blasfêmia, e tinha sete cabeças e dez chifres.
4 E a mulher estava vestida de púrpura e de escarlate, e adornada com ouro, pedras preciosas, e pérolas; e tinha na sua mão um cálice de ouro cheio das abominações e da imundícia da sua prostituição;
5 E na sua testa estava escrito um nome misterioso: BABILÔNIA, A GRANDE, A MÃE DE TODAS AS PROSTITUIÇÕES E ABOMINAÇÕES DA TERRA.
6 E vi que esta mesma mulher estava embriagada com o sangue dos santos e das testemunhas de Jesus. E eu, quando a vi, fiquei admirado com enorme espanto.
7 O anjo, porém, me disse: Por que te espantas? Eu te direi o mistério da mulher, e da besta que a traz, a qual tem sete cabeças e dez chifres.
8 A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição; e aqueles que habitam na Terra (cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão, vendo a besta que era e já não é, ainda que é.
9 Aqui está o sentido, que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada.
10 E são também sete reis: cinco já caíram, um ainda existe, e o outro ainda não veio; e quando vier, durará por pouco tempo.
11 E a besta que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição.
12 E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a besta.
13 Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta.
14 Estes combaterão contra o Cordeiro; mas o Cordeiro os vencerá, porque é o Rei dos reis e o Senhor dos senhores; vencerão os que estão com Ele, os chamados, os eleitos, e os fiéis.
15 E disse-me: As águas que viste, onde se assenta a prostituta, são povos, e multidões, e nações, e línguas.
16 E os dez chifres que viste na besta são os que odiarão a prostituta, e a colocarão desolada e nua, e comerão a sua carne, e a queimarão no fogo.
17 Porque Deus tem posto em seus corações, que cumpram o seu intento, e tenham uma mesma idéia, e que dêem à besta o seu reino, até que se cumpram as palavras de Deus.
18 E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da Terra.

Será que esta descrição de Babilônia não é uma referência literal aos Estados Unidos?

Se alguém daqui quiser se manifestar, esteja à vontade.

Anônimo disse...

A Grande Prostituta com certeza absoluta é a Igreja Católica,o Vaticano que é o que sobrou do Império Romano(Roma), que está em uma cidade(Roma) que se assenta sobre sete colinas e dominava sobre os reis da Terra na época que João escreveu o Apocalipse. A Igreja católica é idólatra,feiticeira( vide pendurar imagem de santo de ponta cabeça, quebrar ovo no asfalto pra santa Clara entre outras práticas feiticeiras da IGREJA CATÓLICA). Não podemos esquecer também de que Igreja Católica que misturou o cristianismo com religiões politeístas como a greco-romana, PROSTITUINDO ASSIM O CRISTIANISMO. Além disto não podemos esquecer que o Vaticano promoveu as grandes navegações e que comercializou indulgências e até hoje é o maior proprietário de terras do mundo. Outra coisa a grande prostituta bebe numa taça de ouro o sangue dos mártires, o Império Romano na época do cristianismo primitivo e a Igreja Católica através da Inquisição mataram toneladas de cristãos, durante centenas de anos. Além disto a pedofilia praticada amplamente pela Igreja Católica amplia monumentalmente o número de gays no mundo, uma vez que 40% dos gays, segundo uma pesquisa americana, foram molestados na infância. Além disto, todo mundo sabe que no confessionário, os padre fazem perguntas maliciosas para as crianças a fim de corrompê-las( prática relatada como experiência própria, inclusive pelo grande defensor da fé católica, Olavo de Carvalho, em seu livro " O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota", onde ele conta que o padre lhe perguntou se ele "fez porcaria"e se a porcaria foi com menino ou menina). Depois de tudo isso, achar que os Estados Unidos é a grande prostituta é forçar demais a barra para tentar defender O VATICANO.

Anônimo disse...

OUTRA COISA, NUNCA SE ESQUEÇAM QUE O VATICANO É UM ESTADO INDEPENDENTE.

Elisangela disse...


Concordo com o último comentário. Júlio Severo fabricou esta droga de texto exclusivamente para proteger o Vaticano, a única e verdadeira Babilônia. Mais cedo, mais tarde, todos verão que ele é apenas um católico enrustido trabalhando para os seus senhores do Vaticano. Aguardem para ver.....

Anônimo disse...

Eu errei quando disse que a grande prostituta bebe o sangue dos mártires numa taça de ouro. A Bíblia diz Ap 17.4 " tinha na sua mão um cálice de ouro cheio das abominações e da imundícia da sua prostituição;" e ela está embriagada do sangue dos santos Ap 17.6"E vi que esta mesma mulher estava embriagada com o sangue dos santos e das testemunhas de Jesus".