22 de abril de 2015

Vaticano se alinha com a ONU para a formação do governo mundial


Vaticano se alinha com a ONU para a formação do governo mundial

Jerome R. Corsi
Organização das Nações Unidas — A participação do secretário-geral da ONU num evento nos próximos dias no Vaticano que promove um movimento mundial para combater a mudança climática e um documento pontifício que pede o estabelecimento de uma autoridade política, econômica e financeira mundial cultivada pela ONU apanhou a atenção de um escritor que acredita que esses acontecimentos apoiam predições de seu livro de 2012.
Papa Francisco e Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU
A conferência “Proteja a Terra, Dignifique a Humanidade” do Vaticano, em 28 de abril, terá como destaque Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU. O objetivo da conferência é “elevar o debate sobre as dimensões morais de proteger o meio-ambiente” e construir “um movimento mundial que abranja todas as religiões para promover desenvolvimento sustentável e mudança climática.”
Thomas Horn, co-autor com Cris Putnam do livro “Petrus Romanus: The Final Pope is Here” (Pedro Romano: O Último Papa Está Aqui), comenta que a conferência do Vaticano antecipa a encíclica sobre aquecimento global e meio-ambiente do Papa Francisco, atualmente marcada para publicação em junho ou julho.
Horn vê a tentativa do Vaticano de juntar forças com a ONU nas questões de aquecimento global e mudança climática como evidência adicional de que o Vaticano está seguindo um plano “para reestruturar as autoridades políticas e econômicas mundiais transformando-as num governo mundial centralizado.”
Ele aponta para o fato de que o cardeal Peter Turkson, presidente do Pontifício Conselho de Justiça e Paz, ajudou a escrever a primeira versão preliminar da encíclica do papa e também escreveu um documento em 2011 em favor do Vaticano pedindo o estabelecimento de uma autoridade mundial para eliminar as desigualdades econômicas e fazer redistribuição de riquezas.
Uma das presenças esperadas na conferência do Vaticano é a do economista americano Jeffrey Sachs, diretor do Instituto Terra na Universidade de Columbia e assessor especial do chefe da ONU sobre as Metas de Desenvolvimento do Milênio. Sachs também trabalha como diretor da Rede de Soluções de Desenvolvimento Sustentável da ONU.
Horn disse ao WND que as pessoas “deveriam se sentar e prestar atenção” no evento da ONU por causa do documento do Vaticano de 24 de outubro de 2011, de autoria de Turkson e intitulado “Toward Reforming the International Financial and Monetary Systems in the Context of a Global Public Authority” (Reformando os Sistemas Financeiros e Monetários Internacionais no Contexto de uma Autoridade Pública Global).
Horn disse que o documento “equivale ao Vaticano pedindo que, sob a ONU, seja estabelecida uma autoridade política, ambiental e financeira mundial.”
No documento, Turkson reconheceu “que ainda precisamos andar muito antes de chegar à criação de uma autoridade pública com jurisdição universal.”
“Pareceria lógico que o processo de reforma procedesse com a ONU como sua referência,” continuou Turkson, “por causa da dimensão das responsabilidades da ONU, sua capacidade de unir as nações do mundo e a diversidade de suas tarefas e as de suas agências especializadas.”
Turkson descreveu como se pareceria a visão do Vaticano sobre desenvolvimento mundial eticamente aceitável.
“O fruto de tais reformas deve ser uma capacidade maior de adotar políticas e escolhas que são obrigatórias porque têm como alvo alcançar o bem comum nos níveis locais, regionais e mundiais,” escreveu ele.
“Entre as políticas, as medidas com relação à justiça social mundial parecem as mais urgentes: políticas financeiras e monetárias que não prejudicarão os países mais fracos; e políticas com o objetivo de alcançar mercados livre e estáveis e uma justa distribuição das riquezas mundiais, a qual pode proceder de formas sem precedentes de solidariedade fiscal mundial, que será tratada mais tarde.”

Autoridade pública mundial

Em seu livro “Petrus Romanus,” Horn e Putnam disseram que a ordem oficial do Vaticano tenta criar um mandato “moral” para estabelecer “uma autoridade pública mundial” e “um banco central mundial.”
Horn também chamou a atenção para “Caritas in Veritate,” ou “Caridade em Verdade,” a terceira e última encíclica publicada pelo Papa Bento 16 antes que ele abdicasse do papado, a qual defende uma “Autoridade Política Mundial.”
Um dos objetivos da autoridade mundial, Bento disse, deve ser “administrar a economia mundial; reviver economias atingidas pela crise; evitar qualquer deterioração da crise presente e desequilíbrios maiores que ocorreriam como resultado; promover desarmamento integral e oportuno, segurança alimentícia e paz; garantir a proteção do meio-ambiente e regulamentar a migração.”
Bento disse que em “face do crescimento implacável da interdependência mundial, sente-se uma necessidade forte, até mesmo no meio de uma recessão mundial, de uma reforma da Organização das Nações Unidas, e semelhantemente de instituições econômicas e das finanças internacionais, de modo que o conceito da família das nações adquira força real.”
“O líder da Igreja Católica mundial, considerado pelos católicos como o representante pessoal de Jesus Cristo, se tornou defensor de uma das organizações mais corruptas da face da terra — a ONU,” Horn disse. “O que está acontecendo tem implicações proféticas para os cristãos que temem que uma ditadura mundial tomará o poder na terra nos ‘últimas dias.’”
Traduzido e editado por Julio Severo do artigo do WorldNetDaily: Author: Vatican aligns with U.N. on ‘world governance’
Leitura recomendada:
Outros artigos de Thomas Horn:

45 comentários :

Anônimo disse...

Às vezes eu fico a pensar como é que esse Governo único, mundial, vai dar certo.

São muitas as barreiras:
1. Religiosa: principalmente com os muçulmanos e demais grupos cristãos fundamentalistas;

2. Econômica: a unificação de moedas com países com economias bastantes distintas tem trazido uma série de problemas e muitos desses países tem abandonado a unificação das moedas.

A única agenda que parece estar mais ou menos é a política, onde a Esquerda tem colocado seus tentáculos.

Thel.

André Reis disse...

Julio, verifica essa materia, muito assustador -

http://danizudo.blogspot.com.br/2015/04/criancas-descrevem-abuso-sexual-e.html

Leony disse...

Anônimo,

Sobre o item1:
Não é difícil de isso acontecer, pois pode ser usado o pretexto de que há algo em comum nas religiões. Exemplo: Um salvador. Podem dizer que o salvador na bíblia é o mahdi do islã; ou que Jesus é o maitreya do budismo, etc. Ecumenismo já faz anos que vem sendo feito um esforço para que ele ocorra, inclusive vindo de Roma.

Sobre o item2:
Não é difícil por um chip em todas as pessoas, onde todas as transações econômicas sejam feitas por intermédio dele. (claro que não estou afirmando que o chip é de fato a marca da besta, mas há grandes indícios)

Ótimo artigo. O papado nunca me enganou. Por isso digo aos católicos: saiam o quanto antes de lá. Se houver uma perseguição e se você, católico, for realmente uma pessoa que quer algo sincero com Jesus, também será alvo dela.

Mais abominações virão de Roma.

Elizeu Jr disse...

Segundo alguns teólogos após a derrocada das atuais potências mundiais(EUA) e Rússia (em ascensão)o mundo ficaria com um vácuo de poder que seria preenchido pelo surgimento um líder político global que teria o papel de reordenação política e econômica em nível mundial. A queda dos EUA já está evidente, já a Rússia, segundo as profecias de Ezequiel Cap 38 e 39 sofreria queda após uma tentativa de invasão a Israel juntamente com os seus aliados.

Anônimo disse...

Leony,

Sobre não ser difícil de se misturar muçulmano com cristão: Eu te digo que é impossível, principalmente porque o próprio islamismo é uma religião extremista/fundamentalista e não aceita de maneira nenhuma vários dogmas cristãos, entre eles a Trindade, que é a doutrina da maioria esmagadora dos cristãos. Além do fato de que Jesus e Maomé são distintos. Os muçulmanos podem até falar bem de Jesus em algum trecho do seu livro, mas de maneira nenhuma Jesus tomaria o lugar de Maomé na visão deles, assim também os cristão, que nem sequer aceitam Maomé como profeta.

O chip até que é possível numa questão de uma economia local, mas numa economia globalizada (que é onde entra o Anticristo) é preciso unificar também as economias do mundo, e isso está sendo um fracasso. Vários países tem procurado sair dos grandes blocos de economia conjunta e voltado para sua economia interna e local.

A única coisa que pode dar certo no âmbito mundial é se eles exterminarem os muçulmanos e os cristãos da face da Terra, porque esses dois grupos tem sido uma pedra no sapato para o Ecumenismo.

Thel.

Leony disse...

Thel,

Eu não falei de fusão literal de religiões. O Islã e o Cristianismo são doutrinariamente incompatíveis. Falei de uma possível união entre as pessoas, só que baseada em uma mentira (um salvador comum), ou ainda baseada num pressuposto de "bem comum".

Há mais indícios de um ecumenismo do que não (O papa João Paulo II fez muito isso).

E a questão do chip é o de controlar e limitar as transações financeiras (nem comprar e nem vender se não tiver), não se restringe a apenas economias locais, até pq há tecnologia suficiente para isso.

Uma quebra econômica global justificaria uma medida econômica global que facilmente incluiria o chip como um meio de transação economica.

Satanás distorce a palavra de Deus. Se Deus diz que todas as almas são d'Ele (Ez 18:4), Satanás através do chip, tentaria ter este poder que somente Deus tem.

Thiago disse...

Oi Thel, Leony e Eliseu.

Especialmente ao Leony... tô lendo o livro que você me recomendou, "Jesus and Maomé". Valeu irmão! Tem me ajudado no entendimento sobre a questão Islâmica.

A Paz do Senhor a todos ( sobre o tema do artigo, por muitas vezes já expus meu entendimento, vocês já estão "carecas"de saber ).

ADO A-A-DO; CADA UM NO SEU QUADRADO... Cada cabeça, uma sentença.

Thiago disse...

Me esqueci de cumprimentar meu professor.
Boa Noite Julio Severo.

A Paz.
Deus é contigo!

Marcelo disse...

Se o mundo ira dizer "Hà paz e segurança!", é claro que haverà uma unificação de pensamentos e crenças, caso contrario, isso é impossível de acontecer e a Bíblia não é verdadeira.
Lembremo-nos de que as 10 nações (blocos) mais poderosas irão dar todo o poder para a Besta...se isso não for uma unificação, então o que é?
Isso ocorrerà, segundo as Escrituras, em virtude dos sinais que serà permitido que o falso Cristo faça diante do mundo todo.
Alias, não precisa muita coisa para iludir o homem natural...isso è fichinha pro diabo, pois ele derrubou Adão com toda a gloria que esse possuía (quanto mais os pobres mortais que não discernem nem mesmo a direita da esquerda?). Perdoem-me pelo trocadilho!!!
Escolham em quem querem acreditar, na Bíblia ou nos homens e suas teorias...

Anônimo disse...

Leony,

"Eu não falei de fusão literal de religiões".

Mas aí é que está o problema: No ecumenismo do Anticristo, TODAS AS RELIGIÕES se fundirão numa só para adorar a besta, não é só a questão de aceitação das pessoas.
Por isso que eu acredito que os cristãos verdadeiros vão ser arrebatados antes, e os muçulmanos deverão ser exterminados porque também não vão aceitar isso.

Thel.

Thel.

Flavio Jm disse...

Hum, "petrus romanus".....profecias "protestantes" escritas sobre as profecias de São Malaquias....
T. Horn? Fonte séria? Como bons protestantes, protestam. Se concordassem, seriam concordantes, não protestantes. Por isso tanta especulação e tanto uso de falácias e sofismas. Quem usa de falácias e engodos para propor qualquer tipo de debate é inspirado pelo Espírito? A resposta é sim, o do demônio. Este tenta destruir a Igreja de Petrus. Porque divisão é protestante, não Concordante.

Jr Melo disse...

O "papa" é sim o lider que abrira caminho para um governo mundial?QUala cidade que esta assentada em 7 montes senao Roma?Qual o lider de setia senao o "papa ' dos catolicos que vive a pregar a doutrina inimigo de Jesus chamada Ecumenismo???Logico que o "papai ' dos fieis de Roma.O catolico pode espernear mais ninguem na face da terra se apresenta como o subistituo do Espirito de Deus, mas o "papa" de Roma, que se diz Vigario de Cristo.Vigario significa substituto.PEdro jamais queria ser "papa coisa alguma.Era casadao e nem ao longe chegou na santidade e ousadia do apostolo Paulo, autor de quase metade do novo testamento e que segundo a Biblia, nao era inferior aos demais apostolos, derrubando a tese do primado de Pedro."Protestante ' ficou na idade media, criatura.Acorda.Somos lavados e remidos por Jesus e vivemos na Graça.AMEM

Julio Severo disse...

Flávio, vc disse “tanta especulação e tanto uso de falácias e sofismas.” A união do Vaticano com a ONU sobre aquecimento global não é sofisma nem falácia. O aquecimento global é um importantíssimo componente do governo mundial. Mas do jeito que você fala, um protestante critica católico, mas não critica protestante. Quando critico a pentecostal Marina Silva por questões como ambientalismo e esquerdismo, não é porque sou católico. Quando critico o papa e o Vaticano pelos mesmos problemas, não é porque sou protestante. O problema eterno dos católicos, que lhes causa perdas constantes, é a idolatria. Idolatram a Igreja Católica, que não é santa nem imaculada, mas uma mera instituição humana cheia de podridão humana. Idolatram imagens, que não falam nem ouvem. Hoje, a Igreja Católica na Europa está um caco, e a população católica está cada vez mais minguando. Mas note que as riquezas do Vaticano continuam intactas. É a instituição cristã mais cheia de tesouros do planeta terra, quando Jesus disse para não acumularmos tesouros na terra. A Igreja Católica foi a primeira instituição cristã a desobedecer Jesus nisso e em outros mandamentos, se desviando completamente do bom exemplo dos apóstolos.

Thiago disse...

Oi Marcelo, Flavio e Melo.

Eu não coloco todos os católicos num "balaio de gatos", assim como há divisões no protestantismo, também há dentro do catolicismo... e nesses últimos tempos, os tradicionalistas têm demonstrado com bravura que não aceitam o esquerdismo desse Papa, nem o liberalismo (modernismo), nem o marxismo teológico (TL) . Ou seja, Roma esta em rota de colisão com os verdadeiros católicos, prefere agradar o Mundo (ONU) e despreza seus verdadeiros fieis praticantes de sua doutrina e crentes de seus dogmas.

Contraditório, né?
Deu pra entender?

Não quero ofender ninguém, pois tenho irmãos queridos católicos, como o Flávio... um abraço Flávio.

Thiago disse...

Gente, procurem não se ofender, você Julio e o Flávio são dois queridos, duas pessoas do bem, dois cristãos preciosos para Deus. Vamos aprender a discordar sem nos ofender. Temos entendimentos distintos mas somos irmãos, estimamos uns aos outros. Eu não quero destruir a fé de nenhum dos dois, pois os dois têm uma história, um entendimento. Vamos somar.

Gostaria que os dois refletissem sobre isso.

Um abraco para os dois.

Fiquem na Paz do Senhor Jesus.

Marcela disse...

Não vi o Júlio ofendendo ninguém. Vi o Flávio atirando ofensas. Mas quem conseguiria refutar o que o Júlio disse? Acaso é mentira?

Leony disse...

Ao Thel, Thiago, Flávio, Júlio

#Thel,

O Islã não é feito só de terroristas. A maioria não é (vale ressaltar isso). Quem não crê na verdade, seja quem for, aceita qualquer tipo de engano, pois já está dentro de um. Um engano diferente do outro continua sendo um engano.

Não sei se necessariamente o governo do anticristo se dará exatamente debaixo de uma religião mundial; pode ser que ele apenas use a si mesmo como sendo a salvação comum e que independe de religião. Mas há indícios que indiquem: um só credo, uma só moeda.

Não creio numa união de doutrinas, mas creio que seria possível sim uma fusão de objetivos (bem comum) caso fosse usada uma mentira (todos os salvadores das religiões são um só - conceito de unidade de NOVA ERA) ou debaixo de um objetivo em comum: a paz mundial, onde as pessoas abdicariam dos seus direitos em prol de um "mundo melhor" (esta abdicação de direitos já ocorreu na história, quer de forma imposta - como em ditaduras comunistas, quer de forma opcional - apesar de achar que, de fato, só houve as impostas...)

#Thiago,
Que bom!!! O livro é uma benção mesmo. Se der, compra este aqui: "O ISLÃ E OS JUDEUS" neste site ( http://erdos.com.br/produto/0/8340/o-isla-e-os-judeus ), tá com 35% de desconto, é do mesmo autor, vale a pena também...é bem eslcarecedor.

#Flávio,
O Júlio Severo disse tudo. Não se trata de protestantes ou de católicos. JESUS DISSE: "Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam;" (João 5:39)

Jesus SEMPRE fala a respeito da importancia das Escrituras, de forma explicita (como nesta passagem) ou de forma implícita, como nesta (em Lucas 4:16-21):

"E, chegando a Nazaré, onde fora criado, entrou num dia de sábado, segundo o seu costume, na sinagoga, e levantou-se para ler.
E foi-lhe dado o livro do profeta Isaías; e, quando abriu o livro, achou o lugar em que estava escrito:
O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados de coração,
A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do Senhor.
E, cerrando o livro, e tornando-o a dar ao ministro, assentou-se; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos nele.
Então começou a dizer-lhes: Hoje se cumpriu esta Escritura em vossos ouvidos."

Jesus sempre vem dizendo: "A palavra, a palavra...". Mas muitos preferem aceitar que uma tradição cheia de erros e contradições tem o mesmo peso do que as palavras do Salvador. Já está na hora de mudar isso, amado, reflita...

#Júlio
Tem horas que penso que, no fundo você tem uma simpatia pelo catolicismo. Mas pelo que você escreveu, creio que não. Ainda bem.

Thiago disse...

Eu não sei quanto você Marcela, mas não gosto de ver cristãos em desentendimento. É muito difícil apresentar seu ponto de vista sem ofender alguém, e acho que podemos ponderar nossas palavras, eu tento e me esforço, mas nem sempre consigo pois sei que é dificílimo. Quando eu digo que a fé de alguém é preciosa, é porque ela é preciosa. Só quem já foi ateu e sofreu como um diabo é que sabe o quanto ela é um tesouro. Quanto é um milagre ver dois homens cultos como eles, crentes e fieis a Cristo . Não estou defendendo nenhum dos dois. Quero mais é que os dois se dêem bem, se saibam ser amigos mesmo discordando aqui ou ali.

Leony disse...

Primeiro Deus, depois os homens. Primeiro a Palavra, depois o que o homem diz. Primeiro a Bíblia, depois a tradição.

"E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.

Este é o primeiro e grande mandamento.

E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas."

Mateus 22:37-40

Thiago disse...

Oi Leony,

"O Islã e os Judeus", né? Po deixar maninho.
Valeu... participe mais, a gente sente sua falta.

Julio Severo disse...

Thiago, um tal de Flávio, feito criancinha ultra-mimada, foi lá agora mesmo no Logos Apologética se queixar, dizendo: “Não leio mais nada que o Julio Severo escreve, o cara é um mau caráter nojento, ele que vá aprender a respeitar as pessoas primeiro, ele só é cristão da boca pra fora, por dentro está corroído pelo ódio até contra aqueles que lhe ajudam e o defendem. Não é uma questão religiosa, é questão de comportamento, não respeito nenhuma pessoa que usa do ódio como combustível para as suas crenças.” Eles são amistosos SOMENTE enquanto você concorda com eles. Quando discorda, a história é outra.

Anônimo disse...

Parece que a máscara de Flávio caiu. Gosta de criticar. Não gosta de ser criticado.

Thaís

Agenor disse...

Atacar pelas costas é muito feio, senhor Flávio!

Thiago disse...

Que pena Julio! Se ele soubesse o quanto apanhamos de nossos irmãos... Talvez ele não é maduro o suficiente para conviver com críticas. Eu sei que o Julio é um homem de Deus e ainda acredito na boa vontade do Flávio. Quem nunca se estourou, se sentiu ofendido por alguém que criticou sua convicção religiosa? Torço para que ele repense sua posição e se reconcilie com Severo. Quero que saibam que isso me deixa muito triste.

Flavio Jm disse...

Outra falácia, típico de protestantes (estou sendo irônico), não de concordantes.
Não é meu tal comentário, não é do meu feitio esse tipo de palavreado.
E quanto a capacidade de escutar o contraditório, olha, se fosse uma verdadeira acusação, eu não acompanharia o seu blog há uns 3 anos. E olha que a minha lista é seleta, são apenas 4 blogs (e nenhum é do Olavo de Carvalho, que aliás eu só soube da existência por sua causa....rsss)
Também não tenho esse tempo todo, afinal trabalho o dia todo, estudo nos sábados e tenho três filhos e esposa que dependem de mim.
Gosto do seu entendimento sobre o futuro da cristandade, mesmo não concordando com tudo, e também da sua defesa pró vida.
Mas, para evitar celeumas, não posto mais comentários nesse espaço. Mas obrigado por SEMPRE publicar meus comentários. E que O Santo Rei te abençoe e ilumine, buscando SEMPRE a verdade.

Flavio Jm disse...

Respondi ao nobre blogueiro, espero que ele publique-a.
Ah, e o texto não me ofendeu, apenas é falacioso. Nem meu comentário critica o autor, você consegue entender?
Ah, não sigo ídolos, seja algum blogueiro ou uma imagem como foi dito.

Flavio Jm disse...

Ahahha, respondi ao dono do blog, espero que ele publique. E onde ataquei? Leia melhor e reflita, ok?

Flavio Jm disse...

Já o respondi, abaixo do seu ultimo comentário, espero que ele publique.

Thiago disse...

Se perdoem, não nos abandone Flávio. Por favor irmão. Vai passar, quem nunca se desentendeu na vida? O Tempo é o melhor remédio... mas tudo vai passar. Eu não disse! A coisa mais difícil que encontrei na vida foi a convivência harmoniosa entre cristãos de diferentes denominações. O Julio já apanhou tanto coitado, não e fácil ser criticado por todos os lados. Gente, a vida já é tão difícil... relevem.

Julio Severo disse...

Oi, Flávio! Postei o comentário do outro Flávio (um outro Flávio) apenas porque pareceu coincidência vir justo no momento dessa questão. Fico feliz que você não seja o outro Flávio, que também é católico. O espaço está livre para debate com respeito. Não acho que os evangélicos estão totalmente certos e os católicos estão totamente errados. O que acho que é que tudo o que está fora da Palavra de Deus está errado.

Gui disse...

Júlio, você teria o link da página do Logos Apologética na qual foi dito isso?

Julio Severo disse...

Gui, aqui está o link: https://www.facebook.com/LogosApologetica/posts/772203562849309

Flavio Jm disse...

Júlio, seu blog e você são conhecidos pelas posições cristã PRÓ VIDA e PRÓ LIBERDADE, que difere em substancia e finalidade das fantasiosas premissas pró vida e liberdade secular.
Não conhecia o gnóstico Olavo de Carvalho antes de seguir seu blog, e olha que sou muito bem informado, mas já conhecia seu esforço pró vida há uma década , através do Padre Marx, me tornando leitor do blog há três anos pelo menos. Não só eu, como muitos verdadeiros católicos, conservadores, lêem você, aliás antes, há uns anos, percebia que grande parte de quem comentava era desta fé, mas se afastaram por alguns comentários tolos de alguns leitores que em vez de discernirem o que você colocava no devido contexto, apenas entendiam e repetiam o que já cansamos de ouvir.
Nós lutamos contra os marxistas, contra o sincretismo espírita, contra o academicismo anti católico e contra a fumaça de Satanás que desde a Revolução Francesa vem sufocando a Igreja, entrando nela definitivamente no dúbio Concilio Vaticano II.
Acho na minha humilde opinião, que você não deveria entrar na seara doutrinária, pois disso o mercado blogueiro já está cheio, é muito "protestante" e pouco "concordante". Coloco em aspas para mostrar que é uma ironia.
Espíritos fracos tropeçam e se afastam quando há disputa doutrinária. E é momento, nesses últimos dias antes da Grande Tribulação, de edificarmos, prepararmos e ajuntarmos aqueles que não querem apostatar e cair na religião babilônica da Fera, onde tudo pode, tudo vale.
A hora é de lançar boas sementes, pois o tempo é curto.
E como sempre obrigado por publicar o que escrevo no SEU blog. Mas para não causar suspeição ou celeumas, acho que não postarei mais comentário não, embora continuarei lendo seu blog todo dia e o divulgando. Mas obrigado pela sua cordialidade e paciência até aqui.

Julio Severo disse...

Flávio, preciso, quando necessário, entrar em questões que você chama de doutrinárias, mas eu chamo de bíblicas. Um exemplo é o caso da Inquisição. Pelo fato de que eu e outros evangélicos ficávamos sempre calados, alguns católicos, especialmente do Mídia Sem Máscara, começaram a defender de boca cheia a Inquisição, inclusive chamando os evangélicos de cátaros modernos. E você sabe que os cátaros foram dizimados pela Inquisição. O uso do nome cátaro claramente mostra que somos dignos da Inquisição. Eu achava que o Olavo era contra esse absurdo, pois até o Papa João Paulo II já havia pedido perdão pela Inquisição. Mas infelizmente o Olavo saiu defendendo a Inquisição, me xingando (com isso dando farta munição para a esquerda evangélica que me ataca, que usou cada palavra e letra dele contra mim. Veja: http://bit.ly/1cEjvmM). Então, se ficamos calados para não causar divisão no movimento pró-vida, o outro lado abre a boca e abusa sem dó nem piedade. Meu artigo sobre a Inquisição está aqui: http://bit.ly/16yS6SN

Com isso vi que os católicos acham que defender suas doutrinas é muito mais importante do que defender a causa pró-vida. Por que nós evangélicos deveríamos deixar o Evangelho em segundo plano, se nem os católicos deixam sua igreja em segundo plano?

Thiago disse...

Cara, tá vendo... me desculpe por ser tão ansioso... mas há hoje em dia há mais semelhanças entre católicos conservadores e evangélicos conservadores do que entre católicos conservadores e católicos progressistas, assim como ha mais afinidade entre evangélicos progressistas e católicos progressistas. É como se o apego às Sagradas Escrituras aproximasse aqueles que há muito não se relacionavam. Seu comentário foi magnífico! Eu juro que fiquei muito chateado com a briga dos dois, pois os dois são super inteligentes e cultos, e podem ajudar a Igreja neste tempo de extrema dificuldade, neste mundo que virou de pernas para o ar. Não desgrudei do celular. Que bom que que vocês estão se entendendo. Vou descansar em paz. Nunca mais deixem a discórdia acenar no horizonte. Uffa!

Minhas Saudações aos dois,

A Paz do Senhor Jesus!

Que Deus nos abençoe, nos fortaleça, nos dê entendimento e um espirito de mansidão.

Flavio Jm disse...

Oh amado irmão Thiago, minha mãe e meus irmãos são de outra fé, meu pai é totalmente gnóstico e pró PT! Mas sempre nos amamos e nos respeitamos. Como já te disse, eu sou um cristão por convicção e chamado pela graça de Deus, minha conversão foi tardia, muito parecida com a de Santo Agostinho...rsss Então não procede a incapacidade de conviver com o diferente ou com críticas, até porque a Minha fé é ridicularizada pela TV e por Holywood, perseguida pelos islâmicos, deturpada pelos marxistas infiltrados, pelos intelectuais seculares que dominam o mundo e por lideres protestantes, e objeto de ódio dos maçons. Mas convivo, trabalho e tenho laços de fraternidade ou proximidade respeitosa com quem odeia, não gosta ou não crê na minha fé. Prefiro seguir ao meu Jesus, mesmo que fique sozinho no mundo, porque sinto Ele ao meu lado, e logo mais poderei o ver pessoalmente. Se Ele, que é o Rei, não condenou nenhum dos fiéis das diversas facções judaicas, por sua fé, mesmo sendo amplamente diferentes em doutrina, mas apenas a hipocrisia religiosa e falta de piedade de seus líderes, quem sou eu para julgar ou mesmo ridicularizar a fé de alguém. Falo de minha fé para quem quer ouvir, para quem não quer saber, guardo para mim.
Continuo, desde sempre, com meu voto de afeto e estima pelo irmão, abraço.

Liliane disse...

Eu acompanhei o episódio da Inquisição há dos anos atrás. Foi repugnante. Vi vários católicos atacando o Júlio Severo. O professor Olavo de Carvalho se juntou a estes. E o que ocorreu? Muitos dos que atacaram o Severo hoje já não mais estão com o professor. O atacam de forma pessoal e covarde. Diferente do Severo, que destacou diferenças óbvias sem tocar no lado pessoal, os católicos rancorosos que deixaram o professor dedicam-se, em blogs e sites, a explorar cada poeira da intimidade dele. É só pegar os nomes da maioria dos católicos de fama facebookiana que atacaram o Severo dois anos atrás e constatar a quem estão atacando hoje.

Thiago disse...

Você e o Julio já fazem parte da minha vida. Nossa amizade já se estabeleceu. Me desculpe se algum dia te ofendi de alguma maneira.

Já a estão debaixo de sete chaves.

Do lado esquerdo do peito.

Flavio Jm disse...

Entendo, mas quando falo de doutrina falo de uso de ícones, papel de Maria na cristologia, papel da graça, pentecostes moderno, arminianismo, cessacionalismo. Não falo de história, erros, opções equivocadas, falta de fé, etc. Por exemplo, admiro a luta pelo fim do apartheid americano por Martim Luther King, embora sua conduta sexual fosse pecaminosa. Mas esta não tira os méritos daquela. Nem aquela justifica esta. Me mostra no fundo, a ter humildade, pois todos pecamos muito, por ações ou mesmo omissões, e que Santo só Deus.
A Inquisição não tem nada de doutrinário, claro que quando tratada com paixões ou anacronismos suscita divergências. Não compactuo com a visão evangélica moderna, mas também não defendo inquisição. Mas isso não é motivo de disputa para o atual movimento pró vida, que como cristão, tem que ter em mente a Palavra do Senhor que levanta o tema: de que adianta o homem ganhar o mundo e perder sua alma?
É ele, e só Ele, que dará vida em abundância. Mas eu ficarei omisso ao ver uma cultura de morte como nos tempos de Noé? Não, mas jamais fiarei minha esperança em homens, lideres religiosos falhos, mesmo bem intencionados. Que levemos a esperança e o amor de Cristo a todos os quatro cantos da Terra, para que se apresse a vinda Dele.
No mais, abraço e acho que já chamei muito a atenção, rssss.

Thiago disse...

Saiba Julio, que uma árvore se conhece pelos frutos. Quando comecei a ler teu blog, 2010, vi a quantidade de calúnias que os sites "gossip" fizeram contra você. Depois foi a vez do episódio da Inquisição. Hoje vejo teus frutos. Os que tanto te caluniaram, onde estão hoje? Estão frutificando nos frutos do Espirito? Ou estão frutificando na carne, no esquerdismo, e na maledicência?

Quem é espiritual discerne as coisas espirituais e sabe reconhecer os frutos do Espírito.

Infelizmente muitos cristãos não vigiam e dão lugar a espíritos malignos. É... precisamos nos consagrar e jejuar mais, pois o inimigo não está de brincadeira.

Thiago disse...

Não vá embora, não abandone um amigo, um irmão de fé.

Augusto Paiva disse...

Ao amigo Flavio, e todos aqueles que são injuriados:

“Fez-se ouvir alhures um cochicho leve,
Dito, manso e breve, a um ouvido alheio…
Mas dessas palavras já não se escreve
A tortura infinda que feriu em cheio
A alma fatigada de um cristão fiel,
Pondo-lhe na vida espinho, dor e fel.
.
Ah!, irmão, não digas nunca essa palavra
Que, macia embora, tem maldade rude!
Vai de ouvido a ouvido e como fogo lavra,
Não se apaga enquanto não fere a virtude
E põe em farrapos a reputação,
- E eis, partido, jaz um nobre coração!” – C. Morgan

Augusto Paiva disse...

Nas redes sociais é impossível ficar indiferente às discussões, tamanha a compenetração, mesmo que se esteja alheio às personagens do debate. É uma chamariz e tanto e sempre tem um dando os seus 50 centavos, como se fosse pessoal - gente que nunca esteve frente a frente, mas que, se correspondendo, se envolvem e adquirem estimado apreço.

A plataforma é muito louca, mas é real. Há muita picuinha, às vezes, por nada; e muitas agressões por pouco. É difícil não se envolver. E pelo envolvimento, parece pessoal. Mas enfim. Sem ofensas e sermões. Se não fosse por um estimado apreço, não haveria envolvimento em conversas alheias. Nunca tive inclinação para troll ou incendiário. Nem me escondo em pseudônimos. Quero ser um instrumento para o bem, e não para destruir a reputação dos outros. Mas enfim...

A palavra é como flecha lançada, e um cochicho leve (uma acusação precipitada e sem provas) é como fagulha que consome bosques inteiros, como dizem as Sagradas Escrituras. Se não fosse por esse estimado apreço que eu criei, eu não me intrometeria em assuntos aqui em que não fui chamado. Sou cheio de pecados, porém convém lembrar das mazelas da língua e como proceder, como tão bem nos ensina a Sã Doutrina. Não fosse esses estimado apreço, que é real e sincero, eu não me intrometeria, enfim.

Até mais ver. E a paz do Nosso Senhor Jesus Cristo.

Renata de Deus Alves disse...

Jesus está voltando quem crê nas profecias que já estão se cumprindo, está ligado.

Unknown disse...

Positivo, Renata toda Palavra vai se cumprir só temos que está alerta sobre isso JESUS o Único meio de chegar a Deus João 3:16