27 de abril de 2015

Justin Peters no Brasil: Deus não fala com você hoje por meio de profecia e revelação


Justin Peters no Brasil: Deus não fala com você hoje por meio de profecia e revelação

Julio Severo
Houve muita confusão entre alguns especialistas de apologética cristã no Brasil no começo deste ano acerca de se Justin Peters pregou ou não cessacionismo quando, como palestrante convidado da VINACC, ele ensinou contra os pregadores da teologia da prosperidade chamando-os de “heréticos.”
Justin Peters
O fato é que ele queria também chamar os que acreditam em dons carismáticos sobrenaturais de “heréticos,” mas foi impedido de fazer isso em suas reuniões públicas da VINACC.
Ele não teve permissão de ensinar seu evangelho cessacionista na VINACC.
Como Peters se tornou um cessacionista intransigente?
Ao que tudo indica, depois de ir a várias reuniões de defensores da teologia da prosperidade e não receber nenhum milagre, Peters, que é deficiente físico, permitiu que sua experiência ruim criasse uma teologia ruim: Se ele não recebeu nenhum milagre nessas reuniões é porque Deus não dá nenhum dom sobrenatural em nossa época.
Hoje, ele é um inflamado cessacionista — um jargão teológico para designar os adeptos da teoria que diz que os dons sobrenaturais do Espírito Santo cessaram 2000 anos atrás e que eles não mais estão disponíveis hoje. Aliás, as experiências de não-cura dele têm sido usadas pelo teólogo calvinista John MacArthur para endossar suas conferências anti-pentecostais “Fogo Estranho,” onde Peters é um dos palestrantes.
Em Campina Grande, onde a reunião da VINACC foi realizada, Peters foi gravado dizendo:
“Toda vez que alguém disser que Deus falou comigo e me deu uma palavra, me deu uma nova revelação, me deu uma profecia, você automaticamente rejeita essa pessoa como falso mestre e falso profeta. E poderíamos falar por uma hora pelo menos sobre como Deus fala e não fala com as pessoas. Hebreus 1:1,2 é muito claro: Deus há muito tempo falou por meio dos pais nos profetas em muitas partes de muitos modos diferentes, mas nestes últimos dias tem falado conosco em Seu Filho Jesus que é a fala final de Deus. Temos o registro inerrante, infalível e suficiente disso. Por isso, Deus não está dando para certos indivíduos revelações especiais e discernimento especial nos planos futuros dEle. Ele não está mais fazendo isso. Tudo o que precisamos está bem aqui na Palavra de Deus. Somos a habitação do Espírito que ilumina o sentido dessa Palavra em nossos corações e mentes. Isso é tudo o que precisamos. A segunda coisa: rejeite imediatamente qualquer pessoa que afirme ser apóstolo ou profeta.”
Depois de ler as palavras de Peters, o Dr. Michael Brown, autor de “Authentic Fire” (Fogo Autêntico, um livro que desmascara as falácias de “Fogo Estranho,” um livro escrito por MacArthur), me disse:
“Que declaração bizarra dizendo que Deus não fala hoje. A Palavra diz claramente que Jesus, pelo Espírito, continua a falar. Se eu acredito na Palavra, então tenho de crer que o Espírito ainda está falando hoje. É preocupante ver como o sr. Peters, de forma horrível, faz uso impróprio da Bíblia para justificar suas afirmações e em vez de lidar com a evidência bíblica detalhada que eu forneci em meu livro ‘Authentic Fire,’ ele repudia tudo porque aceitei um convite do Benny Hinn para aparecer em seu programa de TV e pregar o evangelho para milhões de telespectadores.”
Com suas palavras, Peters mostrou que ele não tem um problema apenas com os pregadores da teologia da prosperidade. O problema dele é com todas as pessoas que professam o pentecostalismo ou experiências carismáticas. Aliás, o principal alicerce dele para atacar os líderes pentecostais parece ser sua oposição feroz aos dons sobrenaturais do Espírito Santo hoje.
A propósito, o Brasil foi um desafio imenso para ele, pois a maioria dos evangélicos brasileiros é pentecostal. O evangelicalismo brasileiro é basicamente pentecostal e neo-pentecostal.
Peters teria uma boa audiência entre os seguidores do Bispo Edir Macedo, o fundador da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD). Macedo também acredita que Deus não dá profecias e revelações hoje. Ele disse: “Antigamente, Deus falava por meio de sonhos, visões ou profecias, porque não havia a Palavra dEle escrita. Hoje, Ele fala por meio da Sua Palavra, orientada pelo Espírito Santo.”
O que se deve fazer com pessoas hoje que dizem que tiveram uma profecia ou revelação? Macedo responde: “Se alguém souber que há um ‘profeta ou profetisa’ na Universal, por favor, denuncie imediatamente ao pastor e também ao líder regional, para que providências imediatas sejam tomadas.”
Isso parece perfeito para Peters, não? Afinal, essa é a teologia dele!
Macedo é implacável em sua postura anti-profecia. O que é incrível é que ele é um líder neo-pentecostal que prega a teologia da prosperidade. No entanto, quer ou não você traga para Macedo uma revelação profética ou a Palavra de Deus sobre o valor da vida, ele permanece feroz e igualmente implacável em sua defesa do aborto e controle da natalidade.
Se os ataques de Peters fossem dirigidos a esse real fogo estranho (aborto, controle da natalidade, cessacionismo parcial e Evangelho juntos), seria justo. Mas seus ataques são dirigidos a outras questões e contra todos os pentecostais. Para Peters, todos os dons de profecia e revelações hoje são “fogo estranho,” são demoníacos. É claro que Macedo diria: “Amém!”
Há evangelhos falsos e milagres falsos, mas jamais deveríamos usar os evangelhos falsos e os milagres falsos para desqualificar o Evangelho verdadeiro e os milagres verdadeiros.
Pelo fato de que sou um cristão com dons espirituais, eu deveria aceitar todas as manifestações de dons sobrenaturais vinda de cristãos? Não. Alguns anos atrás, um pregador americano disse que recebeu uma profecia sobre o Brasil ganhando a Copa do Mundo de 2014 e também sobre uma mulher evangélica sendo eleita como presidente do Brasil em 2014. Sua profecia foi interpretada como Deus apoiando Marina Silva, uma militante socialista que começou na Igreja Católica e hoje é membro da Assembleia de Deus.
O Brasil sofreu sua pior derrota na Copa do Mundo de 2014. Eu sabia que a profecia dele não estava correta, especialmente por sua interpretação favorecendo Marina, que tem sólidas posturas socialistas. Embora muitos líderes evangélicos estivessem apoiando-a por causa da profecia, eu estava, antes da eleição, desmascarando Marina e seu ávido socialismo. Ela acabou perdendo.
O Apóstolo Paulo, que tinha muitos dons carismáticos, nunca ensinou que temos de rejeitar profecias, mas que temos de ser livres para profetizar e livres para avaliar o que cada pessoa diz em profecia: “Tratando-se de profetas, falem dois ou três, e os outros julguem com zelo tudo o que foi dito.” (1 Coríntios 14:29 KJA)
Rejeitar todas as profecias não é o jeito da Bíblia. Aceitar todas as profecias não é o jeito da Bíblia. O jeito da Bíblia é liberdade para profetizar e liberdade para avaliar.
Em Campina Grande, Justin Peters criticou fortemente os pregadores da teologia da prosperidade. Ele também criticou fortemente os organizadores da VINACC porque ele queria ensinar o cessacionismo (a doutrina estranha que diz que Deus não mais concede dons sobrenaturais hoje), porém eles não lhe permitiram. Ainda que vários palestrantes da VINACC sejam calvinistas cessacionistas, seu público é em grande parte pentecostal. O cessacionismo de Peters teria sido extremamente ofensivo para esse público.
As declarações de Peters contra profecia e revelação foram gravadas numa entrevista com ele em Campina Grande e mostram como ele estava ansioso para ensinar o público da VINACC a rejeitar “heresias,” interpretadas erroneamente por ele como uma aceitação de profecia e revelação hoje.
Em suas declarações gravadas, Peters também atacou o Dr. Michael Brown, um líder pentecostal judeu que tem sido proeminente por sua defesa do Evangelho e de Israel. Ele disse:
“Muitos pastores convidarão pessoas questionáveis para vir a suas igrejas para pregar. Eles irão programas de televisão questionáveis (talvez eu devesse dizer questionáveis porque podem parecer loucos) associados com falsos profetas. Um bom exemplo é o Dr. Michael Brown, que é considerado um dos líderes intelectuais do movimento pentecostal. Ele detonou a Conferência Fogo Estranho que foi realizada na igreja de John MacArthur, porque ele afirmou que a Conferência Fogo Estranho nivelou todos os pentecostais e foi realmente como se a Conferência Fogo Estranho tivesse de falar sobre os extremistas de fogo estranho entre os pentecostais. Ele disse que os pentecostais não são o que essa conferência disse. Por isso, ele detonou a conferência e então três meses mais tarde ele vai ao programa de televisão do Benny Hinn e grava cinco programas com Benny Hinn que é um dos, ou até mesmo a mais infame má influência do mundo, isto é, uma má influência nos crentes. Se não dá para você dizer que Benny Hinn é um falso mestre, então algo está realmente errado. E assim associações falam volumes sobre quem somos e no que cremos.”
Em resposta, o Dr. Michael Brown esclareceu que, pelo fato de que Peters tentou apresentá-lo de forma enganosa no Brasil, ele está aberto a um debate público sobre essas questões. O debate poderia ocorrer no Brasil. Brown disse:
“1) Convidei o Pastor MacArthur para uma discussão privada ou debate público em numerosas ocasiões, mas ele recusou o debate privado ou público; 2) Eu debateria com Justin Peters num instante quanto ao que a Bíblia diz sobre cura divina; 3) Eu expus falsas acusações que Justin Peters fez contra Benny Hinn; 4) O fato de que participei do programa de TV do Benny Hinn não é um endosso à sua teologia, do mesmo modo que minha participação no programa secular do Piers Morgan não seria endosso. Em vez disso, pude alcançar a audiência dele com a mensagem de Jesus o Messias. Isso é errado? 5) Tenho exposto erros nas igrejas pentecostais há décadas, e continuo a fazer isso até hoje, mas sou pentecostal por causa do ensino claro e frequente da Bíblia. Com prazer eu debateria o que a Bíblia diz com qualquer líder qualificado que não é pentecostal.”
O Dr. Brown está disposto a debater com John MacArthur e Justin Peters, no Brasil ou nos EUA, acerca da postura deles contra profecia, revelação e outros dons sobrenaturais para hoje. Ele disse:
“Convido o sr. Peters a ter um debate formal e moderado comigo sobre o que a Bíblia diz — não o que as pessoas dizem — acerca dos dons do Espírito, inclusive cura e profecia, sendo prometidos por Deus em Sua Palavra para hoje. Não vamos nos engajar em retórica. Vamos ver o que está escrito na Palavra.”
Não sei se os pentecostais brasileiros estão preparados para tal debate.
A CPAD, a maior editora pentecostal do Brasil, publica vários livros do calvinista anti-pentecostal John MacArthur, mas não publicou “Fogo Autêntico,” do Dr. Brown. Em contraste, as editoras calvinistas cessacionista do Brasil nunca publicarão nenhum livro do Dr. Brown ou de qualquer outro pentecostal, ainda que não haja no Brasil nenhuma versão pentecostal anti-calvinista do John MacArthur.
A CPAD pertence à Assembleia de Deus, que tem mais de 12 milhões de membros no Brasil. A Igreja Presbiteriana do Brasil, a primeira denominação calvinista no Brasil, tem 1 milhão de membros, mas nem todos eles são cessacionistas.
O “Fogo Estranho” de MacArthur foi publicado no Brasil pela editora Thomas Nelson. Tanto a Thomas Nelson quanto a Zondervan, as duas maiores editoras protestantes do mundo, pertencem à editora americana HarperCollins, que publica a Bíblia Satânica, escrita pelo satanista Anton LaVey.
Então o dono de quem publica e promove “Fogo Estranho” no Brasil é HarperCollins, que publica e promove livros satânicos. Isso é fogo satânico!
Entretanto, quem publica e promove outros livros de MacArthur no Brasil é a gigante pentecostal CPAD. Isso faz sentido?
Um contraste esquizofrênico. Pentecostais do Brasil promovem MacArthur. MacArthur não promove pentecostais brasileiros. MacArthur usa e abusa do Evangelho para atacar os pentecostais. Os pentecostais brasileiros não usam e abusam do Evangelho para atacar MacArthur. Será que os pentecostais brasileiros são masoquistas espirituais que adoram ser rotulados de “heréticos” por crerem em dons sobrenaturais para hoje?
Há um real fogo estranho quando “Fogo Estranho” e a Bíblia Satânica são publicados e promovidos pela mesma fonte.
Há um fogo mais estranho quando livros de um escritor calvinista anti-pentecostal são publicados e promovidos pela maior editora pentecostal do Brasil.
Leitura recomendada:
Artigos escritos por Michael Brown:

11 comentários :

Thiago disse...

Justin Peters

Se sou um pseudo-cristão, ele é. ..

Um grande fariseu babaca.

A contribuição de cessacionalistas pra fé nos últimos 150 anos é -10 graus abaixo de zero. Os criadores do liberalismo teológico, do cessacionalismo, e do esquerdismo protestante agora estão com o dedinho em riste para acusar os que estão frutificando. VAI ... NO MATO, MEU FIO!

BANANA PROCÊ !
AQUI FARROUPILHA!

Thiago disse...

Mesmo que eu não receba milagre algum de Deus; eu sempre me humilharei diante da soberania do Rei... e ponto final... isso que diz esse "cabra", é coisa de murmurador, a graça d'Ele não te basta meu fio? Será a tua provação maior que a minha? Quantos irmãozinhos encontram na fé o combustível para prosseguir na luta diante de situações fé assoladoras (na fé que um dia a cura vai chegar, um dia a miséria vai acabar)? A Fé é importantíssima, e realmente acontecem milagres... mas por qual motivo não é a toda hora, a todo momento e com todo mundo?... "sei lá omi!", mas, apesar disso, me limito a insignificância de criatura e me curvo diante da vontade soberana do Criador. Deu pra entender? Agora, o que não dá, colega, é a gente perder a fé e ainda por cima jogar um balde de água fria na fé dos outros.

Eu costumo dizer que mesmo se Deus não existisse; a ideia religiosa é fundamental para a organização da sociedade e para a psicologia do ser humano. Traduzindo, sem uma ordem superior de coisas, "descambamos" em barbárie e depressão (perda de sentido individual e coletivo).

Ale disse...

Sou prova viva de que Deus fala nos dias de hoje. Já vi fogo cair do céu em meio ao monte cheio de folhas secas, nesta época tinha apenas 12 anos. Deus falou pra mim onde eu iria trabalhar, com quem iria casar, e hoje sou mãe de 2 filhos lindos, e já me usou, em um culto profético. Agora, é certo saber, que Deus não faz todas as nossas vontades, somente aquilo que está no seu projeto de salvação. Se fosse assim, não haveria, mortes, doentes, alejados...Deus não cura a todos. Cabe ao servo, servir com alegria na dor e nas alegrias.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Respondendo ao Thiago e à Ale,

Infelizmente, a teoria do cessacionismo contaminou muitas pessoas e igrejas. Algumas delas não crêem mais nas manifestações vindas do Espírito Santo (ou nos dons espirituais).

O verdadeiro cristão jamais rejeitaria a atuação do Espírito Santo. Este mesmo espírito tem todo poder para atuar como quiser na vida do cristão, desde que o cristão dê espaço. O apóstolo Paulo explica isso de forma mais detalhada:

"Porém, nós não recebemos o espírito do mundo, mas sim o Espírito que vem de Deus, para que pudéssemos conhecer aquilo que nos é dado gratuitamente por Deus; as quais também falamos, não com palavras da sabedoria humana, mas com as que são ensinadas pelo Espírito Santo, comparando as coisas espirituais com as espirituais" (1 Coríntios 2:12–13)

"Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo. E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. E há diversidade de operações, mas o Deus que opera em tudo e em todos é o mesmo. Porém, a manifestação do Espírito é concedida a cada um para aquilo que for útil. Pois a um é dada, pelo Espírito, a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência; e a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; a outro, pelo mesmo Espírito, o dom da cura; e a outro, a operação de maravilhas; e a outro, a profecia; e a outro, o dom de distinguir os espíritos; e a outro, a diversidade de línguas; e a outro, a interpretação de línguas. Porém o mesmo e único Espírito faz todas estas coisas, dividindo particularmente a cada um como quer" (1 Coríntios 12:4–11)

Quem tem comunhão com o Espírito Santo crê em todas as visões, dons, e revelações dadas por Deus. Infelizmente, é esta mesma comunhão que está em falta em muitas igrejas atuais! Em virtude disso, muitas pessoas se deixam enganar por falsas revelações (e falsos profetas).

Foi justamente para alertar contra esses e outros enganos que o apóstolo João advertiu:

"Amados, não acrediteis em todo espírito; mas antes provai se tais espíritos são de Deus, porque muitos falsos profetas têm surgido em todo o mundo" (1 João 4:1)

Eu pergunto: não é exatamente isto o que está acontecendo com muitas pessoas e igrejas ditas cristãs nos dias de hoje?

Deixo esta pergunta no ar para alguém daqui responder na primeira oportunidade

Eliel disse...

Pegando carona no que o presbítero Valdomiro disse sobre os dons espirituais (e para derrubar os argumentos dos cessacionistas), eu acrescentaria o seguinte: o próprio Jesus, antes de voltar para o Pai, prometeu mandar o Espírito Santo aos Seus discípulos. Ele mesmo garantiu:

"E Eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre: o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não O vê e nem O conhece; mas vós O conheceis, porque Ele habita convosco e estará em vós" (João 14:16–17)

"Mas o Consolador, o Espírito Santo, que é Aquele a quem o Pai enviará em Meu nome, Ele vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que Eu vos tenho dito" (João 14:26).

Com estas palavras, Jesus disse que o Pai enviaria o Espírito Santo para ensinar e orientar todos os homens. E isso seria válido não só para aquela época (e para os Seus apóstolos), mas também se aplicaria a todos os cristãos dos dias de hoje.

Mais adiante, Jesus explica melhor o papel do Espírito Santo:

"Todavia, Eu vos digo a verdade: convém que Eu vá, porque, se Eu não for, o Consolador (o Espírito Santo) não virá a vós; mas Eu, quando for, Eu O enviarei. E Ele, quando vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça, e do juízo: do pecado, porque não crêem em Mim; da justiça, porque volto para Meu Pai e não Me vereis mais; e do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado. Muito ainda terei para vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora. Quando, porém, Ele, o Espírito da verdade, vier, Ele vos guiará em toda a verdade; pois não falará por Si próprio, mas vos dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas que hão de vir" (João 16:7–13, o parêntese é meu)

No livro de Atos dos Apóstolos, o apóstolo Pedro confirma que o Espírito Santo se manifestaria a todos os cristãos de todas as épocas (inclusive hoje). Ele mesmo deixa isso bem claro ao dizer:

"E acontecerá, diz o Senhor, que nos últimos dias derramarei do Meu Espírito sobre toda carne; vossos filhos e filhas profetizarão, vossos jovens terão visões, e vossos velhos terão sonhos; e também derramarei do Meu Espírito sobre Meus servos e Minhas servas, naqueles dias, e profetizarão" (Atos 2:17–18)

O Espírito Santo está presente no nosso meio, e continua ativo ainda hoje (em que pese toda a teoria contrária dos cessacionistas). O que todo verdadeiro cristão precisa fazer é ter comunhão com Ele, e buscar os dons espirituais. Em relação a isso, o apóstolo Paulo afirmou com autoridade:

"Segui o amor, e procurai com zelo os dons espirituais, mas principalmente o de profetizar" (1 Coríntios 14:1)

Quandos muitos defendem o cessacionismo, dá a entender que Jesus não faz mais milagres (ou que o Espírito Santo não está mais presente no nosso meio).

Muitos cessacionistas (ou aqueles que os defendem) parecem estar esquecidos do que disse o apóstolo Paulo:

"Não extingais o Espírito" (1 Tessalonicenses 5:19)

Sinceramente, não sei qual é a Bíblia que os cessacionistas (e seus simpatizantes) andam lendo. Folheando toda a Bíblia (de Gênesis a Apocalipse), nunca encontrei uma única referência dizendo que os dons espirituais cessaram. Pelo contrário, a Bíblia afirma com autoridade:

"Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje, e eternamente" (Hebreus 13:8)

O próprio Jesus confirmou isto ao dizer:

"Todo poder é dado a Mim nos Céus e na Terra. Portanto, ide e fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que Eu vos tenho mandado; e eis que Eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém" (Mateus 28:18–20)

Eu perguntaria aos cessacionistas (e aos seus adeptos): já que eles acreditam piamente que não existem mais os dons e nem as manifestações espirituais da parte de Deus, será que eles também acreditam que o diabo deixou de fazer suas maldades em todo o mundo?

Duílio disse...

Respondendo ao Thiago, à Ale, ao presbítero Valdomiro, e ao Eliel,

Devido ao fato de muitas das atuais igrejas estarem infestadas de falsos cristãos e falsos profetas, temos que ter o discernimento espiritual. Em outras palavras: o que é preciso saber é se muitos que se dizem cristãos são cristãos autênticos, ou se são falsos cristãos.

Foi justamente para alertar contra os falsos cristãos (e os falsos profetas) que o apóstolo Paulo advertiu:

"E não vos admireis disto, já que o próprio Satanás insiste em se transformar em anjo de luz. Não é muito, portanto, que os seus ministros (como os cessacionistas) apareçam como ministros da justiça; e o fim deles será segundo as suas obras" (2 Coríntios 11:14–15, o parêntese é meu)

E o apóstolo Paulo ainda alerta sobre os falsos cristãos que estão se infiltrando dentro de muitas igrejas:

"Já vos adverti por carta para que não vos associeis com aqueles que se prostituem; isso não dizer absolutamente com os devassos, nem com os avarentos, os roubadores, ou os idólatras; pois assim seria necessário para vós sair do mundo. Mas agora eu vos escrevo para que não vos associeis com aquele que, se dizendo irmão, for devasso, avarento, idólatra, maldizente, beberrão, ou roubador; com o tal, nem ainda comais. Pois, que tenho eu em julgar aqueles que estão de fora? Não julgais vós quem é de dentro? Mas Deus julga os de fora. Tirai, portanto, do meio de vós esse iníquo" (1 Coríntios 5:9–13)

Outra advertência séria neste sentido é a do apóstolo João:

"Todo aquele que prevarica e não persevera na doutrina de Cristo não tem a Deus; quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto o Pai quanto o Filho. Se alguém vem ter convosco e não traz esta doutrina, não o recebais em casa e nem tampouco o saudeis. Porque aquele que o saúda tem parte nas suas obras más" (2 João 1:9–11)

Creio que estas recomendações são mais do que úteis para mantermos a igreja pura (sem a contaminação por parte dos falsos cristãos e falsos profetas). É como disse o apóstolo Paulo:

"Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela Palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível" (Efésios 5:26–27)

Será que eu estou certo? Se alguém daqui quiser se manifestar, esteja à vontade.

Thiago disse...

Sei que pra alguns eu sou um falso cristão nojento.

Eu estou .... e andando pra você (s).

Não sou santinho do pau oco, sou um pecador e me exalto quando vejo coisas das quais discordo profundamente. Não estou certo, mas também não vou botar banca de santarrão.

Pra quem me respondeu com sinceridade d'alma, um muito obrigado; quem não... só peço que ignore a minha existência.


Thiago disse...

Somos protestantes e não católicos, ok? Então nunca entraremos em um consenso. Assim como o Flávio lembrou um dia desses: que somos "discordantes/protestantes" e não "concordantes".

Peço perdão se ofendi a alguém, e se há quem não me considera cristão, então que siga sua consciência e não me cumprimente. Sou à favor de "cada um na sua", cada um sustentando sua opinião através de suas convicções pessoais. Discordo profundamente de alguns mas não quero impor a minha visão. É difícil, mas temos que nos respeitar.

Há virtude no Calvinismo?
Claro que há. A ortodoxia protestante é, em grande parte baseada em pensadores e teólogos calvinistas. Eu leio livros calvinistas e sei que há pontos de erro no pentecoatalismo (foco exagerado em profecias e onde o Evangelho é colocado em segundo plano), assim como há no neopentecostalismo (simonia, foco exagerado na questões materiais, onde o Evangelho é colocado novamente em segundo plano). Porém, muitos já se dedicam a exortar que esses erros. Já o pessoal cessacionalista acha que está tudo bem em prosseguir com seu esquerdismo, com seu liberalismo teológico e ninguém ousa lhes advertir sobre o erro, a não ser o Julio. Por isso eu os critico neste espaço.

Sou de carne e osso e as vezes, num dia amargo, acabo por me exaltar. Não está certo isso, mais vou tentar agir de uma forma melhor na próxima oportunidade.

Thiago disse...

Julio, posso te fazer uma pergunta?

Tava dando uma olhada nos comentários do site gospel prime e vi muitos palavrões e acusações serissimas de católicos contra protestantes e de históricos contra neopentecostais.

Por qual motivo, Julio, o pessoal do portal não bloqueia aquilo?

Euclydes disse...

Muito interessante essa doutrina cessacionista: Jesus avisa que o Espírito Santo nos guia e nos ensina, e que Ele mesmo está conosco todos os dias até a consumação do século, e a coisa toda dura apenas uns 65 anos, até o livro de Hebreus ser escrito, depois acaba. Alguém está mentindo nessa estória toda e só posso pensar que não é o Senhor, pois ele é a verdade.

Essa turminha está é com medo, mesmo. Não entende nada e quer que todos não entendam também. Como eu poderia negar o que o Senhor já fez em minha vida? E o que já fez na vida de outros irmãos que conheço e sei que são idôneos, como você mesmo, Julio? Só se eu fosse um tremendo vigarista esfregando as mãos ansiosamente para ser queimado no caldeirão do capeta pela negação dos dons e chamados.

Dá pra entender que o amor esfriará de quase todos, sem dúvida. Tempos de trevas se avizinham, meu Deus!

Hélio Bandeira disse...

JULIO A CPAD É HÍBRIDA. NOS LIVRETOS DAS ESCOLAS DOMINICAIS, A MAIORIA ESMAGADORA DOS COMENTÁRIOS DOS TEMAS DA CAPA SÃO DE TEÓLOGOS CESSACIONISTAS. EU NÃO SOU CONTRA... MAS ELES NÃO USAM COMENTÁRIOS DE PENTECOSTAIS EM SEUS LIVROS. E EM 2009 A CPAD PUBLICOU A BÍBLIA DE DEKE, CONSIDERADA HERÉTICA. ALEGANDO PROBLEMAS FINANCEIROS. MUITOS PENTECOSTAIS SÃO PROBLEMÁTICOS. INFELIZMENTE É VERDADE. UM ABRAÇO!