25 de abril de 2015

Este texto bíblico não é socialista


Este texto bíblico não é socialista

Eguinaldo Hélio Souza
De uma vez por todas – a Bíblia não apóia o socialismo.
Eu era adolescente no hoje chamado ensino médio quando ouvi pela primeira vez meu professor comunista citando a Bíblia para nos doutrinar. Era o famoso texto de Atos 2.44, 45:
Todos os que criam estavam juntos e tinham tudo em comum. Vendiam suas propriedades e fazendas e repartiam com todos, segundo cada um tinha necessidade.
Este texto nos lábios de um comunista vale tanto quanto as palavras do Salmo 91 na boca de Satanás durante a tentação de Cristo. Não passa de um texto fora de seu contexto para defender um pretexto. A cosmovisão marxista não é apenas diferente daquela que encontramos nas Escrituras, é inimiga declarada. Apontar este texto para dizer que a Bíblia defende o socialismo não passa de mera ingenuidade por parte de alguns e astúcia pura por parte de outros.
Por que este texto não é socialista?
1.       Esta ação foi feita por pessoas que temiam a Deus, o que não é o caso do socialismo, com suas bases ateístas e materialistas
2.       Eles fizeram voluntariamente, não à força das armas do Estado como defendeu Marx em seu Manifesto Comunista.
3.       governo romano nada teve haver com esta ação. Os cristãos não consideravam o Estado “redentor”. Eles sabiam que amor ao próximo, solidariedade e comunhão são valores individuais. Não produtos da coerção estatal.
Dizer, por causa deste texto, que a Bíblia defende o comunismo é o mesmo que dizer que ela justifica os homens-bomba porque afirma que há um só Deus. Os marxistas que ousam usar este texto sabem que a totalidade de sua ideologia se opõe completamente aos ensinos do cristianismo e da Bíblia. Seu propósito é enganar, não esclarecer.      
Chega de mentira, chega de enganação. Esse texto de modo algum justifica o socialismo. E nenhum outro texto das Escrituras o defende.
Que os esquerdistas parem de querer associar um texto sacro com uma ideologia ateísta, materialista e assassina que se opôs fortemente ao cristianismo. Isso é enganação e mentira. O socialismo nada tem haver com amor ao próximo. Tem haver com centralização de poder e isto sua teoria e sua história atestam muito bem.
Conta-se que em certa ocasião Marx entrou com um amigo, Le Moussu, em um empreendimento capitalista. Brigaram. E para tentar evitar um conflito judicial procuraram a ajuda do advogado Frederic Harisson. Sobre esse episódio Harisson narrou a atitude patética de ambos:
“Antes de eles apresentarem provas eu exigi nos termos da lei que eles jurassem sobre a Bíblia, como a lei exigia para testemunho legal. Isto horrorizou os dois. Karl Marx protestou que Le nunca se degradaria tanto. Le Moussu disse que jamais  algum homem o acusaria de tal ato de vileza. Durante meia hora eles argumentaram e protestaram, cada um se recusando a jurar por primeiro na presença do outro. Finalmente consegui um compromisso de que o testemunho seria “tocar o livro” sem pronunciar nenhuma palavra. Ambos me pareceram fugir da contaminação do toque no sagrado volume, mais do que Mefistófeles [o diabo] na Ópera foge da cruz”[1] (grifo e colchetes meus)
Se você deseja acreditar nas ilusões de Marx, nossa sociedade “burguesa” garante a você esse direito. No entanto, seja coerente nesse ponto como fez Karl Marx. Não toque na Bíblia. Ela não aprova de modo algum sua escolha. Ela não quer ser tocada ou manuseada por pessoas que são inimigas de sua verdadeira mensagem. Marxismo e cristianismo são mutuamente excludentes. Quem conhece realmente a ambos sabe muito bom disso.
Outros artigos Pr. Eguinaldo Hélio Souza:


[1] MCLELLAN, David. Karl Marx, vida e obra. Petrópolis: Vozes, 1990, p. 439

15 comentários :

Anônimo disse...

A Bíblia não apoio o Socialismo. Nem muito menos o Capitalismo. Principalmente o americano. É ele o responsável pela morte de milhares de cristãos no Oriente Médio.

Thiago disse...

Todo Esquerdismo é uma religião cujo Estado é deus, e o paraíso/céu é a quimérica "justiça social". Qualquer atrocidade se justifica, pois são "cruzados" de São Marx.

Sua estratégia é subverter TODAS as instituições da sociedade.

Oi Julio, oi irmãos.


Obs: há anos acompanho o site Libertar... mas de uns tempos pra cá o Marcos Goes botou na cabeça que todo o mundo evangélico não presta. Infelizmente, vou deixar de acessar o site dele. Ele é um querido, mas não dá mais... a fé tem prioridade.

Anônimo disse...

Concordo com o primeiro comentário.

É certo dizer que a Bíblia não apoia o comunismo, mais também é muito errado ao dizer que a bíblia apoia o capitalismo.

Thiago disse...

Anônimo, o capitalismo é o "menos pior" , você não acha?

Quero dizer: capitalismo + democracia + Estado republicano.

Não me refiro ao:
Capitalismo (de Estado?) + totalitarismo:
Itália de Mussolini;
China Comuno-Fascista do século XXI.

Henrique disse...

Não sei se a minha opinião vai ser muito apropriada (ou muito pertinente) para o assunto deste artigo, mas eu vou dizer exatamente o que eu penso (me corrijam se eu estiver errado):

Caridade é algo que deve ser feito por livre e espontânea vontade. Como cristão, eu devo ajudar o meu próximo, e, claro, através de minha própria iniciativa. Em outras palavas: esta caridade deve partir de mim mesmo, ao invés de ser uma coisa obrigada (como o governo quer). É como disse o apóstolo Paulo:

"Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria" (2 Coríntios 9:7)

Só que tem um detalhe importantíssimo que muitos parecem não estar observando: eu devo fazer caridade, sim. Porém, EU NÃO TENHO NENHUMA OBRIGAÇÃO DE SUSTENTAR QUEM DEPENDE DE CARIDADE! O GOVERNO QUER QUE SUSTENTEMOS PESSOAS QUE, ÀS VEZES, NEM PRECISAM DE CARIDADE!

Aí muitos poderiam dizer: "Você está sendo egoísta!" Não é que eu esteja sendo egoísta. Existem pessoas que se passam por necessitadas para viverem somente de caridade (e querem ficar ociosas o tempo todo)! Nem todos os pobres são sinceros quando pedem ajuda! Como se diz por aí, "há pessoas e pessoas".

Eu devo ajudar quem é necessitado? Sim. Só que eu devo ajudar até um certo ponto. Desse mesmo ponto em diante, é a própria pessoa que tem que cuidar de si. Confúcio (filósofo chinês) disse uma grande verdade: "Se queres saciar a fome de um homem, dê a ele um peixe; mas se queres que este mesmo homem sobreviva, ensine-o a pescar"

O apóstolo Paulo também ensina algo muito apropriado neste sentido:

"Aquele que furtava, não furte mais; antes, porém, trabalhe arduamente, fazendo com as suas mãos o que é bom, a fim de ter algo para poder repartir com quem tiver necessidade" (Efésios 4:28)

Será que eu estou certo? Se alguém daqui quiser se manifestar, esteja à vontade.

Wilton disse...

Infelizmente, algumas pessoas ainda confundem caridade com assistencialismo. Existem algumas diferenças gritantes entre ambas as coisas:

– Caridade é uma coisa voluntária, pois é feita por livre e espontânea vontade; assistencialismo é uma caridade forçada, pois o governo nos obriga a fazer isso através de pesados impostos;

– Caridade é algo individual, já que a iniciativa de ajudar a quem realmente precisa parte de cada um; já o assistencialismo é uma imposição coletiva, pois somos obrigados a trabalhar para dar o que ganhamos a quem não produz rigorosamente nada;

Obrigar todos a fazer caridade, é, na verdade, um roubo legalizado. Esta é a marca registrada do PT e dos demais partidos de esquerda: fazer caridade somente com o dinheiro alheio (nunca com o próprio dinheiro).

Precisa dizer mais alguma coisa?

Apóstolo Ezequiel disse...

Respondendo a todos que colocaram seus comentários aqui,

Volto a repetir, mais uma vez, o que eu já comentei em um artigo anterior quase semelhante a este: o principal argumento da esquerda e de seus simpatizantes (inclusive os marxistas) é realizar uma suposta "justiça social", e (teoricamente) tornar a sociedade igualitária (como eles mesmos fazem questão de dizer com todas as letras, "sem oprimidos nem opressores"). Só que a esquerda, para agir efetivamente nesse sentido, precisa do poder absoluto nas mãos.

Por que é necessário ter este mesmo poder? Porque para poder tirar de quem tem mais para dar a quem tem menos, é necessário contar com um sistema de governo que dê sustentação a esta ideologia. Do contrário, o objetivo proposto (a tão propagada "justiça social") se torna algo impossível de ser realizado apenas por mera teoria. Logo, o único regime mais adequado para tais pretensões é o totalitarismo.

No totalitarismo, os interesses do Estado se sobrepõem aos dos cidadãos. É como dizia uma filosofia dos tempos de Hitler e Mussolini: "Nada acima do Estado, nada fora do Estado, e nada contra o Estado!" Por isso é que a esquerda defende o poder total (totalitarismo) nas mãos dos representantes do Estado.

O verdadeiro objetivo da esquerda é somente a tomada do poder. Após isso, vem a escravidão e o empobrecimento da sociedade. Isso tudo é feito sob o comando de um governo ditatorial (e contando com um aparato policial a serviço deste mesmo governo). Pra que melhor exemplo disso do que os atuais governos de Cuba e da Venezuela?

O humanismo (filosofia que inspirou o marxismo e as demais correntes ideológicas esquerdistas) apregoa que "o ser humano é bom, mas o meio social é quem o corrompe". Em contrapartida, a Palavra de Deus diz que "não há um justo, nem um sequer" (Romanos 3:10). O ser humano já nasce com a natureza pecaminosa (e esta mesma natureza, por si só, é má em sua essência). Em virtude disso, muitos ainda são ingênuos a ponto de acreditar que as boas intenções são válidas em todo o mundo.

Em outras palavras: muitos ainda acreditam que podemos confiar em determinadas pessoas (principalmente os representantes do Estado) que afirmam estar se preocupando com o bem de todos (ainda que as atitudes dessas mesmas pessoas provem ou mostrem exatamente o contrário). A simples demonstração (ou propagação) de boas intenções não garante que elas serão necessariamente postas em prática. São apenas uma forma de dissimular (ou disfarçar) o mal. Ou será que muitos estão esquecidos de que "o diabo insiste em se transformar em anjo de luz" (2 Coríntios 11:14)?

A verdade nua e crua é que o mal nunca teve, não tem, e nunca terá nenhum compromisso com o bem. O mal só tem compromisso única e exclusivamente com si mesmo. Assim como a Palavra de Deus diz que "não pode vir nenhuma mentira da verdade" (1 João 2:21), a recíproca também é verdadeira (ou seja, nenhuma verdade jamais poderá surgir da mentira). Afinal, o diabo é o pai da mentira (João 8:44). Por que os seguidores do diabo (no caso, os esquerdistas) agiriam diferente?

Gostaria que os simpatizantes da esquerda respondessem a esta pergunta!

Anselmo disse...

Um outro texto preferido dos socialistas é este aqui:

"E não havia, entre eles, nenhum indigente ou necessitado; pois os que tinham casas ou propriedades vendiam-nas, traziam os valores, e colocavam aos pés dos apóstolos. E se repartia a cada um, conforme a sua necessidade" (Atos 4:34–35)

É como se, lendo esse texto, concluíssemos que a Bíblia aprova o socialismo. Em outras palavras: é como se alguém dissesse que o socialismo começou na Bíblia.

Só que a verdadeira interpretação desse mesmo texto do livro de Atos é a seguinte:

– As pessoas citadas no texto eram pessoas tementes e obedientes a Deus;

– Essas mesmas pessoas agiam por livre e espontânea vontade (ou seja, não eram obrigadas por ninguém a ajudar outras pessoas);

– Tinham consigo determinados princípios morais que não eram resultantes da ideologia governamental (ou do "politicamente correto" esquerdista).

Como já disseram por aí, "texto fora de contexto é pretexto para heresia". É por isso que a leitura e a interpretação da Bíblia devem ser feitas sempre (e somente) com a ajuda do Espírito Santo, pois Ele é o Único que nos ensina a conhecer (e também a entender) a verdade da Palavra de Deus. Tanto que Jesus disse:

"Quando, porém, Ele, o Espírito (Santo) da verdade, vier, Ele vos guiará em toda a verdade (da Palavra de Deus); pois não falará por Si próprio, mas vos dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas que hão de vir" (João 16:13, os parênteses são meus)

A mesma coisa é dita pelo apóstolo Paulo:

"Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade" (2 Coríntios 13:8)

Esquerdismo, socialismo, marxismo, e comunismo (e outros "ismos") são totalmente contrários aos ensinamentos cristãos. Somente a Palavra de Deus tem todo poder (e toda autoridade) para desmascarar todas as mentiras inventadas pelo diabo e pelos seus escravos (como Marx). Novamente o apóstolo Paulo se manifesta:

"Seja Deus verdadeiro e todo homem mentiroso" (Romanos 3:4)

Alguém concorda comigo?

Anônimo disse...

Thiago, acredito que você me entendeu.

A bíblia não é um livro de ideologias politicas ou de tratado de economia.

Thiago disse...

Ancelmo: concordo contigo. Teu comentário é um artigo. Parabéns!

Anônimo: há mais de meio século o pessoal da teologia da libertação e da missão integral transformam igrejas em base de partidos comunistas... nos calaremos diante desta mentira de Satanás ?

Plinio Abreu disse...

POR QUAL RAZÃO OU IDEOLOGIA OS CRISTÃOS REPARTIAM ENTRE SI SUAS PROPRIEDADE?

EXISTIU ALGUMA INSTRUÇÃO POLITICA OU IDEOLOGIA RELIGIOSA POR TRAZ DISSO?

LEMBRO A VOCÊS QUE ISRAEL BÍBLICO ERA UM TEOCRACIA DONDE GOVERNO E RELIGIÃO SÃO SIAMESES...

COMO CRISTO ERA E E DO MESMO "PARTIDO TEOCRÁTICO" QUE PERTENCIA O TAL REI DE JUSTIÇA SOCIAL AO CUJO ABRÃO TRIBUTOU O IMPOSTO DAS RIQUEZAS ADQUIRIDAS NUMA BATALHA..

CONVIDO AOS PARTICIPANTES A SE EMPENHAREM NAS DISCUSSÕES SOBRE POLITICA SOCIAL NO NOVO E VELHO TESTAMENTO!

O REI A QUEM ABRÃO TRIBUTOU FICOU CONHECIDO NO MEIO JUDAICO QUANTO A FAMA DE ADMINISTRAÇÃO PUBLICA ,POIS A PALAVRA HEBRAICA QUE DA O TITULO AO NOME DESSE REI Eh "TZEDAKAH" E ESTA LIGADA A DISTRIBUIÇÃO CORRETA DE FUNDOS,DAI O MOTIVO DA CIDADE DESSE REI SER CHAMADA DE SALEM QUE SIGNIFICA PAZ,POIS ONDE SE PRATICA A "TZEDAKAH"(USADA POR CRISTO EM MATEUS 5:20) EVITAMOS MUITOS MALES CAUSADO PELO CAPITALISMO SELVAGEM PROTESTANTE,CATOLICO,HINDUISTA E OUTROS.

ESSA PALAVRA CHAVE(TZEDAKAH)E DE SUMA IMPORTANCIA PARA COMECARMOS A ENTENDER O PORQUE OS CRISTAOS A MANDO DO REIDISTRIBUINDO AS RIQUEZAS.....

Plinio Abreu disse...

TODOS CRISTAOS SABEM E AFIRMAM QUE JESUS FOI SACERDOTE SEGUNDO A ORDEM DO TAL "REI DE "JUSTICA" CUJO ABRAO PAGOU O DIZIMO.

ORA,SE JESUS EH SACERDOTE DO MESMO MODO QUE O PERSONAGEM DE GENESIS 14,ENTAO JESUS TAMBEM Eh UM "REI
DE IGUAL MODO FOI O DITO CUJO.

NOS APRESENTARAM O SACERDOTE JESUS,MAS NAO NOS FALARAM DAS NORMAS DO REINADO DO MESMO.

EVIDENTE QUE O VTe o NT TRAZEM OS VESTIGIOS DE UM REINO,POREM NOS SÓ OLHAMOS O LADO RELIGIOSO DA TEOCRACIA VEOTESTAMENTARIO.

Anônimo disse...

"há mais de meio século o pessoal da teologia da libertação e da missão integral transformam igrejas em base de partidos comunistas... nos calaremos diante desta mentira de Satanás ?"

Thiago, é claro que não devemos ficar calados. Mas você já reparou que a batalha parece ter se resumido a ideologias e a sistemas economicos?

Anônimo disse...

Ariovaldo Ramos é um desses vigaristas que usa esse texto para validar a sua ideologia marxista.

Thiago disse...

Irmãozinho anônimo,

eu ajudo no que posso... na minha área de estudo.

Não sou pastor ou teólogo, mas sou uma pessoa resgatada por Deus e procuro ajudar no que posso.