15 de abril de 2015

Bolsonaro é condenado a pagar R$ 150 mil por “homofobia”


Bolsonaro é condenado a pagar R$ 150 mil por “homofobia”

Julio Severo
A Justiça do Rio condenou o deputado federal Jair Bolsonaro a indenizar, por danos morais, em R$150 mil o Fundo de Defesa dos Direitos Difusos (FDDD), do Ministério da Justiça. A ação contra o deputado foi motivada por declarações homofóbicas” e “racistas” feitas por ele no programa “CQC, da TV Bandeirantes, em março de 2011.
Jair Bolsonaro
Na ocasião, questionado sobre o que faria se tivesse um filho gay, Bolsonaro afirmou que isso não aconteceria com ele porque seus filhos “tiveram boa educação” e porque “ele era um pai presente.”
Ele também declarou que não participaria de parada gay para não promover maus costumes e por acreditar em Deus e na família.
A acusação de “racismo” ocorreu quando Bolsonaro foi perguntado pela cantora Preta Gil sobre como reagiria se um de seus filhos se apaixonasse por uma mulher negra. No calor da discussão, ele interpretou que a mulher em questão seria alguém envolvido em depravação, como a interlocutora. Ele respondeu: “Eu não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Eu não corro esse risco. Meus filhos foram muito bem educados e não viveram em um ambiente como, lamentavelmente, é o seu.”
A ação foi movida pelo Grupo Diversidade Niterói, Grupo Cabo Free de Conscientização Homossexual e Combate à Homofobia e Grupo Arco-íris de Conscientização.
Na sentença, a juíza responsável pelo caso, Luciana Santos Teixeira, destacou que “não se pode deliberadamente agredir e humilhar, ignorando-se os princípios da igualdade e isonomia, com base na invocação à liberdade de expressão”.
Como Bolsonaro, a maioria do povo brasileiro é católica.
Mesmo desconsiderando a religião dele, a opinião dele é diferente do que pensa a vasta maioria do povo brasileiro? Não. De acordo com pesquisa realizada por um instituto ligado ao PT, 99% do povo brasileiro é “homofóbico,” isto é, tem opiniões contrárias ao comportamento homossexual.
Já que Bolsonaro não agrediu nem humilhou ninguém, a conclusão mais provável é que a juíza foi movida por ativismo judicial e oportunismo ideológico. Com tal visão deturpada, ela poderia igualmente dizer que 99% do povo brasileiro “agridem” e “humilham” quem desavergonhadamente expõe suas depravações homossexuais e exige crianças para suas doutrinações.
Hoje, Bolsonaro é multado em R$ 150 mil de reais por expressar uma opinião contra a óbvia depravação homossexual. Amanhã, pastores e padres e seus membros poderão ser os próximos.
Jair Bolsonaro foi deputado mais votado no Rio nas últimas eleições.
Com informações do jornal O Globo.
Leitura recomendada:

18 comentários :

Osvaldo Aires Bade disse...

A intenção é tirar Bolsonaro de concorrer para Presidencia

Anônimo disse...

Em 2011 houve uma parada gay, onde debocharam a valer da igreja católica. Não sei se todos os evangélicos, mas uma boa parte ficou revoltada com aquilo. Não por concordarmos com santos, imagens e etc., mas por ver até que nível o desrespeito desse pessoal pode chegar. Neste clima de revolta, o Silas Malafaia, como muitos de nós, achou que a igreja católica não reagiu como deveria. No seu programa vitória em Cristo o Silas resolveu falar sobre este assunto. Começou lembrando daquele pastor da universal que “chutou a santa”, de como foi execrado pela imprensa que detonou com ele por mais de 15 dias (são palavras dele). Agora, a parada gay ridicularizou símbolos católicos e a imprensa não diz nada, não baixa o porrete (palavras do Silas). Aqui fica claro o que o Silas quer dizer com baixar o porrete, termo que ele usa em seguida “é pra Igreja Católica ‘entrar de pau’ em cima desses caras”, baixar o porrete. Este pronunciamento pode ser encontrado no link abaixo, mais ou menos a partir de 5:50 minutos.

https://www.youtube.com/watch?v=FhtaTB5P6Os

Pois bem, fizeram uma montagem grosseira pegando estas palavras do Silas e colocando em um vídeo onde um jovens gays foram atacados por uns criminosos que utilizam uma lâmpada florescente para bater neles (link abaixo). Não consegui achar este vídeo da montagem mas ele existia no youtube (se não me engano). Esta montagem foi enviado pelo pessoal do LGBT ao ministério público. O ministério público parece que nem se deu ao trabalho de averiguar e abriu um inquérito.

https://www.youtube.com/watch?v=ptvUfGbpHxU

Agora vem esta juíza e faz um negócio destes. Que isto nos sirva de alerta e estejamos mostrando, para quem ainda não percebeu, o poder que este grupo LGBT exerce sobre vários órgãos.

Sebastião

Flavio Jm disse...

A maioria católico de IBGE, só a cada 10 anos depois do batismo, no censo. A própria Igreja admite que apenas um quarto do Brasil é católico praticante, isto é, assiste a cultos e dizimista.
A maioria nesse Brasil é secular. E analfabeta funcional. Isso explica a situação moral do país, que já foi conservador.

Bolsonaro neles!

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

De acordo com o pensamento politicamente correto do governo (e dos homossexuais), ser homofóbico é:

– obedecer somente à Palavra de Deus (e dizer que o homossexualismo é pecado);

– não aceitar a doutrinação gay para as nossas crianças (e nem o kit gay nas escolas);

– ser contra o casamento gay (e ser contra as paradas gays);

– ser contra a pedofilia (e ser contra a adoção de crianças por duplas de gays);

– ser contra o homossexualismo (e ser contra toda e qualquer lei a favor dos homossexuais).

Se ser homofóbico significa ser tudo isto, então eu posso dizer com todas as letras (e com muito orgulho): eu sou homofóbico (com "H" maiúsculo).

Podem fazer qualquer lei ímpia que obrigue a todos (até mesmo com ameaças de prisão ou morte) a aceitarem o homossexualismo, mas, ainda assim, eu JAMAIS IREI ME CURVAR AOS DESEJOS DO DIABO E DOS HOMOSSEXUAIS. Eu, como cristão, sempre prego (e sempre continuarei a pregar) contra o pecado. Nunca vou deixar de dizer que o homossexualismo é pecado (não estou nem aí para o que os homossexuais vão pensar de mim). Faço como disse o apóstolo Pedro:

"Importa antes obedecer a Deus do que aos homens" (Atos 5:29)

A LEI DE DEUS É SOBERANA, ETERNA, E IMUTÁVEL (NUNCA PODERÁ SER MUDADA POR NADA, E NEM POR NINGUÉM)! PARA DEUS, PECADO (SEJA QUAL FOR, INCLUSIVE O HOMOSSEXUALISMO) É PECADO SEMPRE (E PONTO FINAL)! DEUS NUNCA MUDARÁ SEUS PRINCÍPIOS PARA AGRADAR A NINGUÉM (SEJA QUEM FOR)!

A LEI DE DEUS NÃO FOI FEITA PARA AGRADAR AOS HOMENS (E NUNCA IRÁ SE SUJEITAR A HOMEM NENHUM). A RESPEITO DA LEI DE DEUS, JESUS FOI TAXATIVO (FAÇO QUESTÃO DE DESTACAR EM CAIXA ALTA AS PALAVRAS DE JESUS, PARA CHAMAR A ATENÇÃO DE TODOS):

"NÃO PENSEIS QUE VIM REVOGAR A LEI OU OS PROFETAS; NÃO VIM PARA REVOGAR, MAS PARA CUMPRIR. POIS EM VERDADE EU VOS DIGO QUE, ATÉ QUE PASSEM OS CÉUS E A TERRA, NENHUM I OU TIL JAMAIS PASSARÁ DA LEI, SEM QUE TUDO SE CUMPRA" (MATEUS 5:17–18)

De uma coisa eu tenho plena e absoluta certeza: Jesus voltará um dia para julgar a tudo e a todos (inclusive os homossexuais e seus cúmplices). O próprio Jesus garantiu isso na Sua Palavra:

"Não seles as palavras da profecia deste livro, pois o tempo está próximo. Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, que se suje ainda mais; e quem for justo, procure se manter justo; e quem é santo, continue a se santificar. Eis que Eu venho sem demora, e tenho Comigo o Meu galardão, para dar a cada um segundo a sua obra. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim, o Primeiro e o Derradeiro. Bem–aventurados aqueles que lavam as suas vestes no sangue do Cordeiro, para que possam ter direito à árvore da vida e para que entrem na cidade pelas portas. Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os idólatras, os homicidas, os que se prostituem, e todo aquele que ama e pratica a mentira. Eu, Jesus, enviei o Meu anjo para vos testificar estas coisas nas igrejas; Eu sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã" (Apocalipse 22:10–16)

Já preguei o evangelho para muitos homossexuais. Mas, como quase sempre acontece na maioria das vezes, eles não me deram ouvidos. Muitos me xingaram de fundamentalista, homofóbico, preconceituoso (e de outros nomes feios que eu nem vou publicar aqui, por uma questão de educação), enfim, me insultaram de tudo quanto é jeito.

Só sei de uma coisa: eu já fiz a minha parte (que é pregar contra o pecado). Estou com a minha consciência tranqüila (até porque eu já cumpri o meu dever de cristão). Se, mesmo assim, esses homossexuais não quiserem se converter, é problema única e exclusivamente deles. No dia do juízo final, será cada um por si diante de Deus na hora de prestar contas. É como alertou o apóstolo Paulo:

"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)

Se os homossexuais e seus cúmplices quiserem ver para crer, depois não vai ter desculpa de falta de aviso!

Plínio disse...

Respondendo ao Osvaldo Aires Bade, ao Sebastião, ao Flávio Jm, e ao presbítero Valdomiro,

Não é de agora que o nosso amado irmão Júlio Severo vem, através deste abençoado blog, alertando a todos sobre os perigos e as ameaças do movimento homossexual. Só que, infelizmente, parece que a ficha ainda não caiu para muitos cristãos, ou melhor, parece que muitos ainda não se conscientizaram da real gravidade da situação. O problema é que muitos, infelizmente, sofrem da "síndrome de Tomé": precisam ver para crer. Enquanto não acontecer nada, nunca vão tomar nenhuma atitude. Aliás, não é sem razão que dizem que o brasileiro só fecha a porta da casa depois que o ladrão já entrou e roubou tudo...

O livro "O movimento homossexual" é um bom exemplo de um sério alerta neste sentido. Neste mesmo livro, o Júlio não cansava de mostrar os perigos do avanço do ativismo gay no Brasil e no mundo. Só que muitos zombaram dele naquela época: tinha gente que dizia que eram exageradas as previsões que o Júlio fazia no seu livro (uma dessas mesmas previsões era a de que os homossexuais iriam se tornar uma séria ameaça). Ou seja, o Júlio já vinha sendo uma voz a clamar no deserto desde a época do lançamento este livro (se eu não estiver enganado, há mais de 15 anos). Em outras palavras: muitos não deram crédito ao que o Júlio dizia.

Hoje, esses mesmos que duvidaram das previsões do Júlio estão, como se diz no popular, "mordendo a boca" (ou seja, estão agora sentindo na própria pele as conseqüências de não terem se importado com os muitos alertas que foram dados). Agora que a situação se tornou crítica (e que o movimento homossexual vem ganhando mais força a cada dia) é que muitos estão chorando de arrependimento. Uma certeza eu tenho: falta de aviso não foi! Não acreditaram porque não quiseram! Agora vão ter que agüentar a situação atual até o fim!

Assim também foi na época de Noé. Quando ele alertava a todos que Deus iria mandar o dilúvio, muitos diziam que Noé era louco, gagá, lunático, enfim, debocharam de Noé de todas as formas (principalmente quando Noé estava construindo a arca). Só foram se dar conta de que Noé tinha falado a verdade quando veio o dilúvio! Mas aí já foi tarde demais! E muitos dos que zombaram de Noé morreram (e irão enfrentar o julgamento de Deus no dia do juízo final)!

A mesma coisa acontece hoje: por mais que sejam dados inúmeros e incansáveis alertas sobre o perigo de se colocar a esquerda no poder, muitos (inclusive alguns dos políticos da bancada evangélica), infelizmente, ainda estão se deixando levar pelo canto da sereia do PT (e de outros partidos esquerdistas). Parece que muitos querem pagar pra ver, ou melhor, só vão crer quando sofrerem alguma retaliação por parte dos mesmos elementos que ajudaram a eleger!

Sinceramente, diante dessa "síndrome de Tomé" do povo, tem horas que dá vontade de agir igual a Pilatos: lavar as mãos, e deixar todos se ferrarem por causa da sua própria teimosia!

Erisvaldo disse...

Eu não gosto de repetir sempre o mesmo comentário (até porque eu sei que é chato e inconveniente ficar sempre batendo na mesma tecla toda vez). Mas se isso não for feito de forma incisiva até que fique gravado no subconsciente do povo, o povo não desperta do seu comodismo. Em outras palavras: se o povo não aprender pelo amor, vai ser obrigado a aprender pela dor (e parece que muitos, pelo jeito, só conseguem aprender assim)!

Vou repetir, mais uma vez, o que eu sempre tenho dito insistentemente aqui: diz um ditado popular que o brasileiro só fecha a porta da casa depois que o ladrão já entrou e roubou tudo!

Eu diria isso de uma forma bem mais direta: MUITOS QUE SE DIZEM CRISTÃOS ESTÃO INERTES OU INDIFERENTES, APENAS ESPERANDO A APROVAÇÃO DO PLC 122 (OU DE QUALQUER OUTRA LEI A FAVOR DOS HOMOSSEXUAIS) PARA FINALMENTE RESOLVEREM AGIR!

O que eu tenho a dizer a todos daqui (num tom de desabafo e revolta) é precisamente o seguinte (gostaria que todos prestassem bastante atenção às minhas palavras e gravassem de uma vez por todas o que eu vou dizer, para que todos percebam a gravidade do momento e decidam tomar uma atitude):

– ENQUANTO FICARMOS DE BRAÇOS CRUZADOS, OS HOMOSSEXUAIS (E SEUS COMPARSAS) CONTINUARÃO A NOS BOMBARDEAR (E A NOS ATACAR DIARIAMENTE) SEM A MÍNIMA PIEDADE OU COMPAIXÃO!

– ENQUANTO MUITOS QUE SE DIZEM CRISTÃOS CONTINUAREM SENDO OMISSOS E COVARDES EM RELAÇÃO À SUJEIRA DESTE GOVERNO PRÓ–ABORTO, PRÓ–HOMOSSEXUALISMO, ANTI–FAMÍLIA, E ANTI–CRISTÃO, OS HOMOSSEXUAIS E SEUS COMPARSAS NÃO VÃO DESCANSAR ATÉ QUE O OBJETIVO DELES SEJA ATINGIDO (A APROVAÇÃO DO PLC 122 OU DE QUALQUER OUTRA LEI A FAVOR DELES)!

– ENQUANTO O POVO EM GERAL (E TAMBÉM OS EVANGÉLICOS) CONTINUAREM VOTANDO EM POLÍTICOS DE PARTIDOS ESQUERDISTAS, COMUNISTAS, MARXISTAS, E SOCIALISTAS (OU ENQUANTO O POVO AINDA CONTINUAR VENDENDO O SEU VOTO EM TROCA DO BOLSA–FAMÍLIA OU EM TROCA DE QUALQUER TIPO DE ASSISTENCIALISMO ELEITOREIRO BARATO), NUNCA ACABAREMOS COM A CORRUPÇÃO DA NOSSA POLÍTICA!

– ENQUANTO OS SERVOS DE DEUS NÃO SAÍREM DA SUA INÉRCIA E NÃO PROTESTAREM (E NEM TOMAREM UMA ATITUDE FIRME E FORTE CONTRA O PECADO), OS HOMOSSEXUAIS VÃO CONTINUAR NA SUA BANDALHEIRA ATÉ O DIA EM QUE NÃO PODERÃO MAIS SER CENSURADOS POR NINGUÉM!

– ENQUANTO JESUS NÃO VOLTAR, A LUTA ENTRE O BEM E O MAL NUNCA VAI TER FIM!

DIZ UM DITADO POPULAR: "QUEM CALA, CONSENTE". EU NÃO QUERO SER VISTO COMO MAIS UM CÚMPLICE DESTE GOVERNO PODRE, CORRUPTO, SATÂNICO, E IMORAL!

SE FOR PRECISO, EU MESMO IREI INVADIR SOZINHO O CONGRESSO NACIONAL PARA IMPEDIR A APROVAÇÃO DE QUALQUER LEI QUE SEJA A FAVOR DOS HOMOSSEXUAIS (NEM QUE EU SEJA PRESO OU MORTO)!

SE EU TIVER QUE SER PRESO POR AMOR À VERDADE DA PALAVRA DE DEUS, EU VOU PARA A CADEIA SEM NENHUM MEDO (PORQUE EU CONFIO NO DEUS EM QUEM EU CREIO)!

SE EU TIVER QUE MORRER POR LUTAR CONTRA O PECADO, EU MORRO COM A CERTEZA DO DEVER CUMPRIDO (E SEI PARA ONDE EU IREI APÓS A MORTE)!

A MELHOR DEFESA É O ATAQUE! TEMOS QUE DAR UM BASTA NESSA IMORALIDADE E EM OUTRAS QUE QUEREM NOS IMPOR!

CRISTÃOS DE TODO O BRASIL E DE TODAS AS DENOMINAÇÕES (E POVO DE TODO O BRASIL), JÁ ESTÁ MAIS DO QUE NA HORA DE SERMOS UNIDOS PARA ORARMOS E AGIRMOS CONTRA TODA E QUALQUER LEI QUE SEJA A FAVOR DOS HOMOSSEXUAIS! NÃO PODEMOS MAIS FICAR APÁTICOS E INDIFERENTES AO AVANÇO DO MAL!

A HORA DE AGIR É AGORA! OU ADOTAMOS UMA POSTURA SÉRIA, FIRME, E FORTE NA DEFESA DA FAMÍLIA, DA MORAL, DOS BONS PRINCÍPIOS, E DA OBEDIÊNCIA À PALAVRA DE DEUS, OU MAIS TARDE PAGAREMOS MUITO CARO PELA NOSSA PRÓPRIA OMISSÃO! DEPOIS, NINGUÉM VAI PODER DIZER QUE HOUVE FALTA DE AVISO!

QUE ESTAS PALAVRAS SIRVAM DE ALERTA PARA MUITOS QUE SE DIZEM CRISTÃOS (E QUE AINDA CONTINUAM ACOMODADOS NA LUTA CONTRA O PECADO)!

"PARA QUE O MAL VENÇA, BASTA QUE OS HOMENS DE BEM NÃO FAÇAM NADA"

Anônimo disse...

Na ideologia POLITICAMENTE CORRETA, como do PT, ser opositor a qualquer coisa que propõem é discriminador, homofóbico e tudo mais de pejorativo que exista.
Compreendo, no entanto: um sujeito que passou por lavagem cerebral, puseram dentro de sua mente esterco da doutrina marxista e acionaram o starter do novo fantoche é evidente que como um autômato, não mais raciocina por si, é teleguiado, irá mesmo é defender a doutrina marxista, ser comunista, ingressar no PT, PSOL, etc., pois ele não mais ele mesmo e sairá defendendo o cangaceiro Lula, Dilma e corja...
Que tal agora chama-lo drone humano?
Henoc

Thiago disse...

Essa Juíza tá de Kaô

Ativismo Judicial cara-de-pau.

Vai cair no Supremo, a não ser que caia no colo de um Tofoli da vida.

Não sei como a excelentíssima senhora Juíza consegue se encarar no espelho a cada manhã. A senhora ganha disparado da censura dos tempos dos milicos. Uma Vergonha! Ridícula!

Pastor Lucas disse...

O que esses homossexuais estão pensando? Pensam que conseguirão calar a voz dos servos de Deus? Pensam que vamos nos curvar diante das exigências deles? NUNCA!

Se eu tiver que ser preso ou morrer pela verdade da Palavra de Deus, eu aceito com muito prazer a prisão ou a morte (até porque eu confio no Deus em quem eu creio). Adoto comigo o mesmo lema dos antigos mártires da fé cristã: "Antes morrer do que pecar". Não tenho nenhum medo de ser preso ou de morrer, porque o Senhor Jesus, na Sua Palavra, garantiu aos Seus servos:

"Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida" (Apocalipse 2:10)

NÓS (EU, O IRMÃO JÚLIO SEVERO, E OS DEMAIS CRISTÃOS) NUNCA NOS RENDEREMOS AOS ATAQUES DOS HOMOSSEXUAIS! SEMPRE CONTINUAREMOS A DENUNCIAR E COMBATER O PECADO DO HOMOSSEXUALISMO (OS HOMOSSEXUAIS GOSTANDO OU NÃO)! NOSSO COMPROMISSO É COM A OBEDIÊNCIA À PALAVRA DE DEUS (E NÃO COM HOMENS)! ESTÁ ESCRITO:

"IMPORTA ANTES OBEDECER A DEUS DO QUE AOS HOMENS" (ATOS 5:29)

O mundo pode se auto–denominar "moderno", "antenado", "liberal", "mente aberta", enfim, as leis, os costumes, e a moral do mundo podem mudar a todo instante. MAS A LEI DE DEUS É SOBERANA, ETERNA, E IMUTÁVEL (NUNCA PODERÁ SER MUDADA POR NADA, E NEM POR NINGUÉM)! PARA DEUS, PECADO (SEJA QUAL FOR, INCLUSIVE O HOMOSSEXUALISMO) É PECADO SEMPRE (E PONTO FINAL)! DEUS NUNCA MUDARÁ A SUA LEI PARA AGRADAR A NINGUÉM (SEJA QUEM FOR)!

Faço das palavras do presbítero Valdomiro as minhas: a lei de Deus não foi feita para agradar aos homens (e nunca irá se sujeitar a homem nenhum). A respeito da lei de Deus, Jesus disse com todas as letras (eu também coloco em caixa alta as palavras de Jesus):

"NÃO PENSEIS QUE VIM REVOGAR A LEI OU OS PROFETAS; NÃO VIM PARA REVOGAR, MAS PARA CUMPRIR. POIS EM VERDADE EU VOS DIGO QUE, ATÉ QUE PASSEM OS CÉUS E A TERRA, NENHUM I OU TIL JAMAIS PASSARÁ DA LEI, SEM QUE TUDO SE CUMPRA" (MATEUS 5:17–18)

SE DEUS, NA SUA LEI, DISSE QUE HOMOSSEXUALISMO É PECADO, É PECADO (E PONTO FINAL)! SE DEUS FALOU, ESTÁ FALADO! O QUE DEUS DETERMINA NA SUA LEI NINGUÉM JAMAIS PODERÁ CONTESTAR! QUEM É ESSE (OU ESSA) QUE PENSA QUE PODE QUESTIONAR A LEI DE DEUS?

Com Deus, não tem meio–termo nem coluna do meio: ou é sim, ou é não, ou você é a favor Dele, ou você está contra Ele. A respeito disso, o apóstolo Tiago escreveu:

"Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, todo aquele que se faz amigo do mundo se torna inimigo de Deus" (Tiago 4:4)

O apóstolo Paulo também disse algo apropriado neste sentido:

"Não podeis beber do cálice do Senhor e do cálice dos demônios; não podeis participar da mesa do Senhor e da mesa dos demônios" (1 Coríntios 10:21)

"Não vos coloqueis num jugo desigual com os incrédulos. Pois, que sociedade a justiça tem com a injustiça? E que união pode haver da luz com as trevas? E que aliança há entre Cristo e o maligno? E que parte tem o fiel com o infiel? E que concordância existe do templo de Deus com os ídolos?" (2 Coríntios 6:14–16)

A mesma coisa é dita por Jesus:

"Seja, porém, a vossa palavra: Sim, sim; Não, não; porque o que passar disto é de procedência maligna" (Mateus 5:37)

"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou amará a um e odiará o outro, ou há de se dedicar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom" (Mateus 6:24)

"Quem não é por Mim, é contra Mim; e quem Comigo não ajunta, espalha" (Mateus 12:30)

Em outras palavras: quem decide desobedecer deliberadamente a Deus está escolhendo ser escravo do diabo!

Precisa dizer mais alguma coisa?

Thiago disse...

Pastor Lucas,

Me solidarizo com o senhor Pastor Lucas. Sei o quanto está difícil para vocês, pois sei que vocês levam a Luz Santa da Palavra de Deus. Sou evangélico e sei do dia-a-dia nada fácil que é pastorear. Sei das humilhações. Mas Deus se alegra com homens como vocês, que são instrumentos para salvação de muitos.

Em nome de todas as ovelhas, agradeço a você e a todos os Pastores do Brasil pelo esforço e por tão grande dificuldade que enfrentam com garra, coragem e fé, parabéns.

Anônimo disse...

Plínio, quanto ao que você falou naquele parágrafo “Hoje, esses mesmos que duvidaram das previsões do Júlio estão.............”, eu posso lhe dizer que você está sendo otimista, pois deixa transparecer que um bom número de pessoas se deram conta desta realidade. A minha percepção é que esta consciência a respeito do poder desses ativistas LGBT, praticamente se resume a este blog e mais alguns poucos (gostaria de estar errado). Acho que a esmagadora maioria dos evangélicos ainda não tem esta noção. Portanto devemos trabalhar duramente e com paciência para esclarecer nossos irmãos do perigo que isto representa. Digo duramente por experiência própria, porque é desanimador ver o pouco interesse demonstrado pelos irmãos quando tento introduzir este assunto, falando das pessoas que estão sendo perseguidas por estes ativistas LGBT, pelas consequências que nós evangélicos teríamos se o que eles desejam fosse colocado em prática. A princípio, eu tinha a ilusão de que se falasse o que estes ativistas estão fazendo contra a família, contra a liberdade religiosa e etc., iria despertar o interesse dos irmãos. Nada disso, quando acabo de falar os irmãos mudam de assunto e chega a ser frustrante. Não sei se a experiência dos leitores deste blog tem sido a mesma ou se o problema é o meu fraco poder de convencimento. Mesmo assim, pretendo continuar tentando, se o Senhor assim o permitir.

Quanto ao que o Tiago disse sobre cair no supremo, eu não tenho muita segurança de que este supremo vá coibir este absurdo da juíza. Depois do que eles fizeram quando deram o status de família a união entre pessoas do mesmo sexo, fico sempre achando que podem querer pender para o “politicamente correto”.

Sebastião

Thiago disse...

Irmão Sebastião,

Olha só, as pessoas estão como avestruz, torcendo para que não seja realidade, estão em fuga, têm medo, se sentem humilhadas por crer em algo que é tão desprezado, como os princípios bíblicos.

Este judiciário está de brincadeira! Tá virando palhaçada! O que estão fazendo com nossos direitos e garantias fundamentais? Daqui à pouco, qualquer dor de cotovelo vai gerar uma revisão dos livros de história, dos jornais, do "diabo a 4". Qualquer juizinho poderá decidir por conta própria, com base em não sei quantas minhocas que tira da cabeça e pronto. Eles vão criar CENTENAS de situações onde não será permitido a livre expressão. 1984 total. BigBrother dos infernos, O Grande Irmão Estado Patrulhador do Pensamento. Estado Imbecil, Estado Cego, Estado Parcial, Estado tomado Por Raposas Imundas Corruptas, Estado que está se candidatando ao "cargo" de "deus".

BANANA PRO ESTADO!
AQUI FARROUPILHA!

Duílio disse...

Respondendo ao Thiago e ao Sebastião,

Não sei se vocês (e muitos daqui) vão concordar comigo (e nem sei se a minha opinião vai ser apropriada para o presente momento), mas, no caso dessa propagação (e aceitação) do homossexualismo em muitas instituições (e também dentro de algumas igrejas), eu creio que um possível diagnóstico seria este:

– Algumas igrejas cristãs foram negligentes, pois passaram a tolerar a permissividade e a sujeira do mundo (ao invés de terem uma atitude decisiva contra o pecado);

– Faltou um combate mais efetivo (e mais enérgico) contra o ativismo gay, faltou um melhor empenho da parte dos cristãos, faltou uma postura firme e forte das igrejas em defesa das verdades eternas da Palavra de Deus;

– Relaxamos no combate ao pecado, aceitamos o relativismo moral, passamos a nos conformar com os valores corrompidos de um mundo contaminado pelo pecado, deixamos de preservar a pureza e a santidade da vida cristã.

Não seria devido a estes motivos que o homossexualismo está dominando o mundo inteiro (inclusive o Brasil)? E não seria devido a isso que o ativismo gay tem conquistado mais espaço (e mais força) a cada dia?

Gostaria de saber as opiniões de todos a respeito disso.

Marcelo disse...

Que mundo gozado, se o Sr. Bolsonaro estivesse na Russia, seria aplaudido, mas, se estivesse nos EUA, talvez fosse gentilmente convidado a passar ferias prolongadas em Guantánamo.

Se estivesse na Itália, provavelmente seria excomungado; já, se estivesse no Irã, possivelmente seria condecorado em um harém.

Na Alemanha, quem sabe surgisse algum iluminado (dos tempos modernos) que metesse ele em um moderno e luxuoso campo de concentração.

Mas, como está no Brasil, tem que dar uma ajudazinha pra cobrir os rombos do dinheiro publico e patrocinar o projeto futurista (megalomaníaco, falido e criminoso) do Partidão.

Vai entender?! Por isso que está dito que o mundo jaz no maligno...é um abismo atrás de outro!

Thiago disse...

Irmão Duílio,
Eu estudei sociologia irmão, e você já viu aquelas imagens de um coqueiro numa mega tempestade? Tipo Furacão Katrina? Nós individualmente, somos este coqueiro. O Vento e a Chuva à 200 km por hora é a sociedade de massa anti-cristã. A igreja, uma plantação de coqueiros... a igreja está sofrendo muitíssimo o ataque das trevas através da cultura de massa, entendeu? Nós não somos seres isolados, somos seres sociais, vivemos em grupo, compartilhamos princípios, valores, sofremos coerção social se não nos adaptamos. Por isso eu bato na tecla que uma das última sdefesas nossas é a representação política e o televengelismo. Somos seres de massa, temos identidade de massa. Sem a pregação, e um presença na sociedade, na cultua e na política, sofreremos um holocausto cristão, assim como aconteceu com os judeus durante a Segunda Guerra.

Meu querido irmão Duílio, a força de um imperativo categórico coletivo é monstruosa. Veja como é fácil para a indústria da música emplacar novos costumes, novos valores, novos parâmetros. Troca-se de moral como se troca de roupa. Veja como é fácil se descristianizar uma nação através da rede públia de ensino, a Europa Moderna (União Européia) é um exemplo disso. Há várias metodologias de manipulação pscológica de marketing para a cultura, e de pedagogia para o Estado, para nos moldar a seu bel prazer.

Digamos que exita sob as nossas cabeças um edifício invisível, construído por paredes transparentes, mas que todos nós vivemos e circulamos dentro dele. O nome deste é MORAL e VALORES. Este edifício é formado sobre o que podemos ou não fazer, sobre o que podemos ou não falar, ou pensar... Quais as atitudes devemos tomar... tudo aquilo que a sociedade nos ensina como parâmetro do real, do certo, do correto, dos nossos sonhos, dos nossos planos e desejos. Todos esse edifício era, antes do século XX, formado pela Religião, pela Cultura e Parâmetros Organizacionais da Sociedade (Direito) de gerações que se sedimentaram por séculos, do mundo Greco-Romano (Filosofia e Direito), passando pelo Judaico-Cristão (Religião)... As alterações (reformas) neste edifício sempre preservaram sua estrutura, sempre foram parciais e moderadas... até para que tudo não venha à baixo. Ao longo de séculos, não existiu mudanças bruscas entre os valores compartilhados por uma população, no nosso caso, somos parte da Sociedade Ocidental. Estes valores, mudando de povo pra povo, de época pra época, de língua para língua formavam as identidades nacionais, diferenciando-se sutilmente.

CONTINUA

Thiago disse...

CONTINUAÇÃO



Com o advento da sociedade de massa, do cinema, do rádio, da tv, do ensino público em massa, da pedagogia da massa, tudo isso passou pra mão de uma elite cultural dentro do Estado e dos Meios de Comunicação. Resumindo, o Estado e os Meios de Comunicação possuem poder de demolir este edifício e reconstruí-lo quantas vezes quiser através de doutrinação, e por "lavagem cerebral" (Ler "A Violação das Massas" e "Maquiavel Pedagogo"). E o que isto significa? Resposta: Que nossos valores, nossa visão de mundo, está sobre constante ataque, 24 horas por dia, há mais de um século. E com a globalização, isso tudo só veio a se agravar.

Sabe aquela dificuldade que um menino que é excluído dos coleguinhas de classe por algum motivo, como ser um perna-de-pau? Aquela pessoa que, nos tempos bíblicos era vista como leprosa? Então, é mais ou menos isso. A Engenharia Social está criando um ambiente, uma sociedade onde não haverá espaço mais para um cristão sincero, praticante, fiel às Escrituras. Só que, em meio a tudo isso, muitos se adaptarão, cederão à pressão, farão concessões. Muitos aceitarão as condições novas (na verdade, já aceitam e se chama liberalismo teológico e marxismo teológico).

O que eu acho que devemos fazer é ficarmos firmes até o fim, assim como na época que os cristãos eram atirados aos Leões nos anfiteatros romanos. Eu não negarei a minha fé. Prefiro um zilhão de vezes a morte. Vou crer em Jesus Cristo até o fim, vou crer na Bíblia até o fim e imagino que você também vai.

Um abraço irmão. Vamos permanecer! Há uma coroa de glória nos esperando.
A Paz do Senhor Jesus.

Anônimo disse...

Duílio, de fato temos deixado de ser luz, e a tendência é cada vez mais aceitarmos, sem muita resistência, os costumes deste século. Portanto questões como esta do ativismo gay, já não nos incomodam muito. Mas este não é o único problema pois, mesmo aqueles irmãos piedosos que não toleram estas coisas ainda estão inertes. Parece que nestes, existe um entendimento de que discutir sobre leis, ou discutir sobre em quem se deve ou não votar é trazer política para dentro da igreja (não deixa de ser). Sendo assim há um receio que a discussão sobre política venha desfocar a igreja de seus objetivos (este risco, de fato, existe). O problema é convencer estes irmãos de que não se trata de uma simples discussão sobre política, mas sim que a política está sendo usada para detonar com os nossos valores morais e, se certas leis forem aprovadas, haverá perseguição contra os cristãos fiéis. Eu também acho que não se deva usar o espaço da escola dominical e muito menos do culto para discutir estes temas. Só que o nosso convívio não se reduz apenas a estes horários.
Por outro lado, não devemos ignorar que há um risco. Vamos supor que de repente ocorresse aquilo que todos os que comentam aqui neste blog desejam, ou seja, que os cristãos, pelo menos os evangélicos, se unissem para votar em massa em candidatos que defendem nossos valores. É claro que muitos católicos zelosos por estes valores também acompanhariam. Iríamos nos sentir com poder político, os candidatos fariam de tudo para nos agradar, bajulação é o que não iria faltar (aliás, este tipo de coisa até já existe). A pergunta é: será que temos maturidade para convivermos com todo este poder político e continuar confiando em Deus?
Na minha opinião, caso nossos valores deixem de ser ameaçados (se é que isto um dia vai acontecer), devemos nos recolher e voltarmos a nos focar apenas naquilo que é o propósito da igreja. Não estou falando em alienação, só que nossa cidadania voltará a ser exercida da forma que era quando a política não se intrometia com assuntos da igreja.

Sebastião

ÉLQUISSON disse...

Respondendo ao Sebastião, ao Henoc, ao Thiago, ao Marcelo, e ao Duílio,

Infelizmente, a verdade nua e crua é que muitas pessoas se negam a aceitar a existência do mal (principalmente quando este mesmo mal se apresenta grande demais). Muitos, ingenuamente, acham que devemos esperar sempre o melhor do nosso inimigo (já que pensar no pior é assustador). É como supor que um leão adormecido nunca será capaz de, de repente, despertar e atacar de surpresa quem cruzar o seu caminho...

Eu diria mais: pior do que ser enganado por outras pessoas é ser enganado por si mesmo. Quase sempre fazemos aproximação, aliança, ou amizade com o nosso inimigo, na provável (ou ingênua) esperança de que não sejamos suas próximas vítimas. Só que isso nunca deu certo (e jamais dará). Seria como imaginar que o diabo nunca nos fizesse (ou nunca venha a fazer) nenhum mal, ainda que ele esteja cometendo as piores perversidades diante dos nossos próprios olhos...

Como o Plínio colocou muito bem no comentário dele (e eu assino embaixo), por mais que tenham sido dados inúmeros e incansáveis alertas sobre o perigo do ativismo homossexual, muitos não acreditavam (e ainda não acreditam) nessa possibilidade. Estes mesmos alertas eram tidos como exagero, teoria da conspiração, fanatismo, ou seja, vinham sendo deliberadamente ignorados.

Só que o tempo provou (e está provando) que os alertas dados não foram sem razão. O que antes era visto como exagero agora se tornou um risco iminente (como diz o título de um filme, passou a ser um "Perigo real e imediato"). Os que antes duvidavam do poder do mal agora estão vendo que o mesmo mal (que antes ignoravam) está mostrando a sua verdadeira face!

O irmão Júlio Severo foi o primeiro a ser odiado pelos homossexuais (justamente por ter alertado sobre o avanço do ativismo gay). Se ele ainda estivesse aqui no Brasil, com certeza absoluta seria processado, condenado, e preso. E não duvido nada de que ele poderia ser morto! Afinal, por que os ativistas gays estavam querendo, a qualquer custo, localizar o endereço dele? Com certeza não seria para fazer uma visita amigável pedindo oração!

Recentemente, o Levy Fidelix foi processado pelos homossexuais (e condenado a pagar 1 milhão de reais por uma suposta "homofobia"). Agora, a vítima mais recente é o deputado Jair Bolsonaro. Será que, depois desses episódios, alguém ainda tem mais alguma dúvida do perigo que é o ativismo gay? Não duvido nada de que padres, pastores, cristãos, e demais pessoas que são contra o homossexualismo também sofrerão o mesmo destino caso continuem a ignorar o que está acontecendo!

Muitas pessoas costumam reagir ao mal somente quando são vítimas dele. Aí sim, é que elas finalmente passam a acreditar nos "exageros" dos alertas. Só que a reação contra o mesmo mal num caso desses pode já ser muito tarde, ou melhor, só vai ocorrer somente quando já não houver mais nenhuma possibilidade de reverter (ou combater) o mesmo mal.

Decididamente, não podemos (e nem devemos) mais ser vítimas do nosso próprio auto–engano diante da manifestação sutil e silenciosa do mal!

P.S: Se alguém daqui quiser se manifestar, esteja à vontade.