6 de fevereiro de 2015

Predição de Ronald Reagan se cumprindo


Predição de Ronald Reagan se cumprindo

Bill Federer
Ronald Reagan nasceu em 6 de fevereiro de 1911.
Formado na Faculdade Eureka, em Illinois, 1932, ele trabalhou como salva-vidas e então fez anúncios para estações de rádio em Iowa.
Ele se tornou locutor esportivo para os jogos de beisebol do time Chicago Cubs e viajou com esse time. Enquanto estava no Chicago Cubs na Califórnia, Ronald Reagan fez um teste na empresa cinematográfica Warner Brothers, pegando um contrato de filmes de segunda categoria.
Ele foi capitão da aeronáutica do Exército dos EUA durante da 2ª Guerra Mundial.
Durante sua carreira como ator, ele apareceu em mais de 50 filmes.
Ele casou com Jane Wyman e seus filhos foram Maureen, Christine (morreu com um dia) e Michael (adotado).
Ronald Reagan foi eleito presidente do Screen Actors Guild (Sindicato de Atores Cinematográficos), saiu do Partido Democrático e foi para o Partido Republicano e acabou se tornando governador da Califórnia.
Seu segundo casamento, com Nancy Davis, 1952, lhes deu Patti e Ron como filhos.
Aos 69 anos de idade, ele era a pessoa mais velha eleita presidente dos EUA, e 69 dias depois de sua posse, ele sobreviveu a uma tentativa de assassinato.
Ronald Reagan declarou na Universidade St. John’s em Nova Iorque, 28 de março de 1985: “O governo que é grande o suficiente para dar para você tudo o que você quer provavelmente tirará tudo o que você conseguiu.”
Ronald Reagan comentou para o Conselho de Herança, em Warren, Michigan, 10 de outubro de 1984: “Henry David Thoreau estava certo: ‘Que o melhor governo é o governo mínimo.’”
Em seu discurso de 1964, “Um Tempo para Escolher,” Ronald Reagan declarou: “Proponho que não existe nenhuma esquerda ou direita, só subida ou descida. Subida para o máximo de liberdade individual em conformidade com a lei e a ordem, ou descida para o velho entulho do totalitarismo; e independente de seu propósito humanitário, os que querem sacrificar a liberdade pela segurança escolheram, quer saibam ou não, esse caminho de descida.”
Ronald Reagan declarou em Beijing, China, 27 de abril de 1984: “Vi a ascensão do fascismo e comunismo. Ambas filosofias glorificam o poder arbitrário do Estado… Mas ambas teorias fracassam. Ambas negam as liberdades que Deus deu, as quais são o direito inalienável de cada pessoa neste planeta. Aliás, elas negam a existência de Deus.”
Em 20 de março de 1981, no almoço da Conferência de Ação Política Conservadora, no Hotel Mayflower, em Washington, D.C., Ronald Reagan declarou: “O mal é impotente se os bons não têm medo. É por isso que a visão marxista acerca do homem sem Deus acaba inevitavelmente sendo vista como uma fé vazia e falsa — a segunda mais antiga do mundo — proclamada pela primeira vez no Jardim do Éden com as palavras sussurradas ‘Sereis como deuses.’ A crise do mundo ocidental… existe na medida em que o mundo ocidental é indiferente para Deus.”
Em 17 de maio de 1982, num projeto de lei de emenda constitucional sobre oração nas escolas, o presidente Ronald Reagan declarou: “A fonte e dependência de nossa liberdade está numa fé permanente em Deus.”
Ronald Reagan proclamou: “Agora, pois, eu, Ronald Reagan, presidente dos Estados Unidos da América, em reconhecimento das contribuições e influência da Bíblia em nossa República e nosso povo, proclamo 1983 o ‘Ano da Bíblia’ nos Estados Unidos. Encorajo todos os cidadãos, cada um de seu próprio jeito, a reexaminar e redescobrir sua mensagem inestimável e eterna.”
Ronald Reagan escreveu em seu artigo “Aborto e a Consciência da Nação,” The Human Life Review, 1983: “Lincoln reconheceu que não poderíamos sobreviver como uma terra livre quando alguns homens podiam decidir que outros não eram dignos de ser livres e deviam ser escravos… Da mesma forma, não podemos sobreviver como uma nação livre quando alguns homens decidem que outros não são dignos de viver e devem ser abandonados ao aborto.”
Na Série de Palestras Alfred M. Landon, 1982, Ronald Reagan declarou: “Não dá para termos duas coisas ao mesmo tempo. Não dá para esperarmos que Deus nos proteja numa crise e ao mesmo tempo deixá-Lo lá na prateleira de nossa vida do dia-a-dia. Fico pensando se Ele às vezes não está esperando que despertemos. Talvez Ele esteja com Sua paciência se esgotando.”
No Estádio Reunion em Dallas, 1984, Ronald Reagan declarou: “Sem Deus não existe virtude porque não há nenhum despertamento da consciência… Sem Deus as pessoas da sociedade ficam grosseiras; sem Deus a democracia não durará e não condições de durar… Os EUA precisam de Deus mais do que Deus precisa dos EUA. Se um dia nos esquecermos de que somos Uma Nação Sob Deus, então sucumbiremos como nação.”
Em 1961, Ronald Reagan declarou: “Um dos métodos tradicionais de impor o estatismo ou o socialismo num povo é por meio da medicina. É muito fácil disfarçar um sistema médico como projeto humanitário… James Madison em 1788… disse… ‘Há mais exemplos da redução da liberdade das pessoas por meio da intromissão gradual e silenciosa feita pelos que estão no poder do que por usurpações violentas e súbitas.’ … O que podemos fazer sobre isso? … Podemos escrever aos nossos deputados e nossos senadores… dizendo-lhes que não queremos mais nenhuma intromissão nessas liberdades individuais… Não queremos um sistema médico público… Se você não se opor, esse tipo de sistema médico vai ser aprovado… e por trás dele virão outros sistemas do governo que invadirão todas as áreas de liberdade conforme conhecemos… até que um dia… despertaremos para ver que estamos no socialismo. E… você e eu vamos passar nossos últimos anos na terra contando para nossos filhos e netos como era ter liberdade nos velhos tempos nos EUA.”
Traduzido por Julio Severo do artigo do WorldNetDaily: Ronald Reagan prediction coming true
Leitura recomendada:

6 comentários :

Nilson Frederico disse...

Obrigado pela contribuição.
http://frasescelebressobrecomunismo.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

Julião, isso aí tá fedendo a PatrioticMoviment: mentalidade apocalíptica + pavor da ameaça comunista e o blá blá blá de sempre. Qual a sugestão do autor, e quiçá a sua? Armazenar comida, construir um arsenal, impedir filhos de vacinarem e de frequenrarem a escola? A julgar pelo tom de seus textos e o tipo de sandice apocalíptica, fica fácil entender pq seu seu blog já foi investigado.

Augusto Paiva disse...

Reagan Warned Us About Obama: https://www.youtube.com/watch?v=P3hY1eagq88

Nilson Frederico disse...

Nada mais covarde do que postar comentários como anônimo.

Anônimo disse...

Nilson, tem que ser anônimo. Já pensou se algum amigo descobre que eu perco meu tempo buzinando fundamentalistas que exaltam excrescências conservadoras e anacrônicas? Já imaginou se desdobrem que perco meu tempo rindo de quem acha que é possível retornar a uma falaciosa época dourada de bons valores e costumes? Já imaginou descobrem que eu perco meu tempo com quem acha que há uma ameaça comunista iminente? Ora, como eu disse, o Julião vende o mesmo delírio que o Patriotic Movement dos EUA vendiam(ainda vendem, diga-se).Queridão, vocês são a graça do momento e o Julião é o rei do delírio apocalíptico!

Apostle of Christ disse...

Caro Júlio,

Antes de comentar sobre o post, quero lhe informar que não está sendo possível compartilhar seus posts no Facebook. Usualmente eu copio o link da barra de endereços e colo no campo status. O que normalmente acontece é que o link é transformado em um post com imagem, que eu seleciono a partir das imagens do próprio post. Fiz um teste usando o link de outro Blog (Defesa Hétero) e funcionou como sempre. Mas os seus links ficam apenas em modo texto. Muito estranho mesmo.

Quanto ao post, não poderia ser mais pefeito. Sou admirador incondicional de Reagan. Assim como de John Adams e Lincoln. Homens tementes a Deus que entendiam que nenhuma nação pode subsistir se excluir Deus e os valores e princípios explícitos em sua Palavra, a Bíblia. Infelizmente, os eventos que hora se desdobram e que convergem para o surgimento da Nova Ordem Mundial, não podem ser impedidos pois foram preditos no livro da Revelação (Apocalipse). No entanto, isto não significa que iremos nos acomodar e nos deixarmos ser destruídos passivamente. De modo algum! Nas palavras de Winston Churchill - "Iremos até ao fim. Lutaremos nas praias, lutaremos nos terrenos de desembarque, lutaremos nos campos e nas ruas, lutaremos nas colinas; nunca nos renderemos..."