15 de fevereiro de 2015

Artistas ingleses boicotam Israel enquanto 1 milhão de meninas inglesas são estupradas por gangues muçulmanas


Artistas ingleses boicotam Israel enquanto 1 milhão de meninas inglesas são estupradas por gangues muçulmanas

Julio Severo
Numa iniciativa chamada “Artistas em Defesa da Palestina,” uns 700 artistas ingleses, inclusive Roger Waters, Brian Eno, Mike Leigh, Ken Loach e Richard Ashcroft, fizeram um compromisso, em 14 de fevereiro, de boicotar Israel em reação ao que classificaram de “catástrofe palestina,” de acordo com o jornal Jerusalem Post.
Catástrofe? É o que está acontecendo ao redor de Israel. A Síria, o Iraque e outras nações islâmicas ao redor de Israel estão sofrendo: muçulmanos estão matando cristãos. Em todas as nações muçulmanas do Oriente Médio, o mesmo padrão se repete em grau maior ou menor: muçulmanos matando cristãos.
Por que no mar de violência do Oriente Médio os muçulmanos são os agressores e levam vantagem contra os cristãos, mas não contra Israel?
Porque Israel é a única nação não-muçulmana do Oriente Médio que tem condições de se defender.
Por que os artistas ingleses estão incomodados com a defesa israelense, mas não estão preocupados nem angustiados com o fato de que cristãos estão sendo estuprados, torturados e massacrados em nações muçulmanas ao redor de Israel? A Inglaterra não é uma nação com raízes cristãs? A Inglaterra é incapaz de sentir compaixão de cristãos oprimidos por muçulmanos?
Por que os artistas ingleses estão incomodados com Israel? Será que os judeus estão estuprando meninas inglesas? Aliás, se o povo inglês fosse informado na 2ª Guerra Mundial que soldados nazistas tinham a intenção de invadir a Inglaterra para estuprar meninas inglesas, a população britânica reagiria e lutaria furiosamente por suas meninas.
Se dissessem ao povo inglês hoje que os judeus têm a intenção de invadir a Inglaterra para estuprar meninas inglesas, o povo inglês reagiria e lutaria furiosamente por suas meninas.
Contudo, é exatamente isso que está acontecendo. A Inglaterra está sendo invadida, mas não por nazistas ou judeus. De acordo com uma reportagem reveladora, chocante e dolorosa da revista americana FrontPage, gangues muçulmanas estão infligindo exploração sexual em meninas inglesas, e as autoridades inglesas acreditam que até 1 milhão de meninas podem ter sido vítimas, descrevendo a situação como um “desastre nacional” que exige alguma resposta para lidar com o “horror.”
Então, quando é que os artistas ingleses vão pressionar o governo britânico a fazer um compromisso de boicotar toda imigração de estupradores islâmicos?
Quando é que eles vão lançar uma iniciativa “Artistas em Defesa das Meninas Inglesas”?
Quando é que eles vão reagir furiosamente ao desastre e horror nacional da exploração sexual islâmica de meninas inglesas?
Ou proteger as meninas inglesas é menos importante do que ser rotulado de fanático, racista ou islamófobo pela mídia esquerdista?
Toda vez que Israel se defende contra muçulmanos palestinos, os mesmos rótulos são usados contra os judeus.
O apático governo e povo inglês, que não estão protegendo suas filhas dos muçulmanos, não têm direito algum de condenar Israel por proteger seu povo e suas filhas.
Se queremos ganhar a guerra contra o terrorismo islâmico, proteger as meninas inglesas e proteger os cristãos e Israel de inimigos islâmicos, temos de estar prontos para a guerra de rótulos travada pelos esquerdistas.
Leitura recomendada:

2 comentários :

Osvaldo Aires Bade disse...

Eu não quero viver em outro país. Eu quero viver em outro Brasil! Um Brasil próspero e democrático. Um Brasil livre! O sensacional discurso de posse de Marcel Van Hattem na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul
http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com.br/2015/02/eu-nao-quero-viver-em-outro-pais-eu.html

khispano atlántico disse...

a MORAL de isa gente, anti-moral, no les permite ver si no los topicos de progres occidentales. Son merdosos levados por demonios do fin civilizatio, na Inglaterra sodomizada por sua casta masona.

Brazil dificilmente pode para la ola laicista mundano marxista. Paco1 JESUITAS HA DADO TUDAS AS BULAS LETRINOAMERICANAS do fin.