15 de janeiro de 2015

Comparação ridícula de Ben Carson: patriotas cristãos americanos são semelhantes aos terroristas islâmicos


Comparação ridícula de Ben Carson: patriotas cristãos americanos são semelhantes aos terroristas islâmicos

Julio Severo
De acordo com a Associated Press, Ben Carson, que tem sido louvado como a esperança conservadora para a próxima eleição presidencial americana, comparou o Estado Islâmico com os patriotas americanos que estavam dispostos a morrer pela liberdade.
Ben Carson
A comparação de Carson foi feita em seu discurso na reunião do Comitê Nacional Republicano da semana passada.
Carson disse que o Estado Islâmico tem “a filosofia errada, mas estão dispostos a morrer pelo que acreditam.”
Comumente conhecido como ISIS, o Estado Islâmico não tem simplesmente mostrado disposição de morrer por uma ideologia. Seus integrantes, que são radicais islâmicos, estão dispostos a degolar homens cristãos e estuprar meninas e mulheres cristãs. E estão fazendo isso aos montes, com centenas de milhares de pessoas.
Carson deveria ter comparado os terroristas do Estado Islâmico aos nazistas.
Ele poderia ter comparado os patriotas americanos, que eram homens que lutavam por sua fé cristã, a Davi em sua luta contra o Golias. Isso seria muito mais apropriado. Mas comparar com cristãos americanos com terroristas islâmicos? O que está acontecendo com os conservadores dos EUA?
Com informações da Associated Press.
Leitura recomendada:

11 comentários :

Elender Góis Gallas disse...

cadê o link pra fonte original? tá parecendo fake isso aí, ou então vai ser igual aquelas citações do papa Francisco que são distorcidas na mídia.

Gugu disse...

Inacreditável que ele tenha dito isso, é um homem muito sensato.

Elender Góis Gallas disse...

sabia que aí tinha pelo em ovo...o que ele disse é que devemos aprender com os conservadores do passado (ou com o ISIS, dá na mesma) e estarmos dispostos a morrer pelo que acreditamos (nossa fé). ele disse que o ISIS está ganhando as batalhas exatamente por causa disso.

ele disse também "eles estão dispostos a morrer por sua ideologia emquanto estamos ocupados abandonando cada crença e nossos valores por causa do politicamente correto sake of political correctness. Temos que mudar isso." onde está o erro.
no mais, me admira que até um portal imparcial como o jJulio Severo tenha distorcido as palavras dele...

Julio Severo disse...

Elender, não trabalho com notícias fake. Para dizer que algo que publico é fake, você tem de provar. Além disso, não sou obrigado a fornecer link de absolutamente nada. Mesmo assim, por caridade, dou o link aqui: http://m.apnews.com/ap/db_268812/contentdetail.htm?contentguid=XK8twZgL

MARIA disse...

Estou surpresa. Talvez tenha sido um lapso, uma frase infeliz mal formulada ou mal pensada. Não é típico! Que coisa! Se não realmente a coisa tá feia!

MARIA disse...

Júlio, ainda bem que você deu o link. Acho que não foi isso que ele quis dizer. Acho também que a noticia foi mal colocada.

MARIA disse...

Acho que você devia mudar a chamada desse post, Júlio. Não esta sendo justa com o Dr. Carlson. Não foi isso que ele quis dizer.

Carlos Carvalho disse...

Eu entendi perfeitamente o que o Júlio Severo quis passar com este artigo.Ele apenas, e com muito bom senso, disse que os exemplos são antagonicos. Apesar da determinação citada nos dois casos, os meios usados pelos terroristas dos ISIS para alcançar os seus objetivos são inaceitáveis em um mundo civilizado. ELe ainda termina o artigo dando o bom exemplo da luta entre Davi e Golias.Não vi distorção nas palavras do Júlio Severo. Ben Carson e que deveria tomar mais cuidado ao citar exemplos.

Carlos Carvalho disse...

Só para completar o comentário anterior, não devemos dar cartaz para esses terroristas. Quando o ISIS é citado como exemplo, e neste caso referenciado de forma positiva pela sua determinação, da-se a impressão de que não estão ocorrendo crimes horrivéis cometidos por essa organização.

Saga disse...

Ben Carson é adventista?

J_OR disse...

Ben Carson... o Estado Islâmico tem “a filosofia errada, mas estão dispostos a morrer pelo que acreditam.”

Fake ou não .... tem algo que não encontramos contrariedades no depoimento de Carlson.....

Vivos ou mortos os que se dispõem a cometer morticínios mundo afora, sob filosofia errada ou não pagam com DESPREZOS à própria vida.... Como nas guerras de americanos... Patriotas.... Desertores... Em guerras, seja religiosa, territorial, por riquezas, eugênicas... Sao todas de caráter estúpido.... Desprezam a vida.... Patriotismos.... Profissão de fé... Idealismo... Autodefesa... Apenas um detalhe passível de comparação.....