16 de janeiro de 2015

Com quem os calvinistas brigam?


Com quem os calvinistas brigam?

Julio Severo
A resposta à pergunta “Com quem os calvinistas brigam?” é muito fácil de dar no Brasil: com os neopentecostais.
Mais fácil ainda é encontrar teólogos calvinistas, da linha “apologética,” detectando e atacando mil e uma “heresias” dos neopentecostais.
Os neopentecostais não são perfeitos. Eles têm muitos defeitos. Mas os constantes e insistentes ataques mostram muito mais do que uma preocupação “apologética” dos calvinistas, que declararam guerra ao neopentecostalismo.
Conversei ontem com um membro da Assembleia de Deus, formado em teologia. O homem se tornou fã do calvinismo, expressando os mesmos sentimentos antineopentecostais dos calvinistas. Quando verifiquei seu Facebook, lá estava ele, conscientemente ou não, divulgando um grande “apóstolo” da Teologia da Missão Integral (TMI).
Por que depois de absorver o calvinismo um pentecostal se torna antineopentecostal e amável com a TMI?
Ontem também tive contato com um evangélico de São Paulo, cuja igreja foi fundada por um pastor que saiu de uma grande igreja neopentecostal. Agora, o pastor está fazendo teologia na Universidade Mackenzie, que ao mesmo tempo em que ensina teologia calvinista e antineopentecostalismo, não perde a oportunidade de promover a mentalidade da TMI entre seus alunos de teologia.
Num culto recente, o pastor ex-neopentecostal colocou uma música popular brasileira no lugar do louvor e a pregação focou na “opressão dos ricos contra os pobres,” à la Ariovaldo Ramos, que, por coincidência, também prega nessa igreja (e já deu aulas no Mackenzie durante a chancelaria de Augustus Nicodemus) e é um dos maiores “apóstolos” da TMI no Brasil.
O Mackenzie, que espelha a elite calvinista do Brasil, não está na linha de frente contra a TMI. Pelo contrário, essa teologia marxista maligna é promovida ali sem nenhum entrave. Mas dons sobrenaturais do Espírito Santo como profecia são integralmente repudiados por essa instituição presbiteriana.
O pastor ex-neopentecostal é agora também antineopentecostal.
Em ambos os casos, o assembleiano e o pastor absorveram as brigas dos calvinistas e, por tabela, também a TMI, que é um mal avassalador no calvinismo brasileiro. Aliás, já foi denunciado, no artigo “A maior ameaça à Igreja Evangélica do Brasil,” que os calvinistas “apologéticos” que estão na linha de frente contra o neopentecostalismo também estão, direta ou indiretamente, na linha de frente da promoção da TMI. A briga calvinista antineopentecostal pode então ser mera camuflagem para a expansão da TMI.
A briga dos calvinistas é só com os neopentecostais? Pelo quadro brasileiro atual, aparentemente sim. Mas o quadro calvinista não começou no Brasil. O calvinismo tem quase 500 anos e, de acordo com Dave Hunt, que era especialista em apologética, tem um histórico de briga com tudo e com todos.
Hunt, que era um protestante tradicional, denunciou, em dois vídeos, que calvinistas radicais sequestraram o termo “reformado” para praticamente significar “calvinista,” o que não corresponde à verdade. Daí, por esse “sequestramento,” vê-se como os calvinistas empurraram os luteranos (que são os primeiros e legítimos reformados e evangélicos) para escanteio. Os calvinistas se acham os verdadeiros donos da Reforma, do Evangelho e da Bíblia.
Se os luteranos fossem briguentos, lutariam contra esse “sequestramento.” Mas eles não gostam de brigar.
E se houvesse apenas calvinistas no Brasil e nenhum pentecostal e neopentecostal, tudo seria paz, harmonia e tranquilidade entre os evangélicos? Não. Ainda assim haveria muitas brigas.
Nos dois vídeos importantes, Dave Hunt aponta que a história do calvinismo, dentro do protestantismo, é a mais briguenta: calvinista brigando com católico, calvinista brigando com luterano, calvinista brigando batista e, para variar, calvinista brigando com calvinista!
Para complementar a análise de Hunt, no Brasil “calvinista brigando com neopentecostal.”
Os dois vídeos de Hunt estão aqui:


Para quem acha que Hunt radicalizou, é só conferir as palavras de Joseph Farah, dono do WorldNetDaily, um dos maiores portais conservadores do mundo, que anunciou publicamente que deixou a Igreja Presbiteriana. O artigo dele é “Por que nunca mais serei presbiteriano.”
Desculpem-me os calvinistas de bom coração, mas a descrição de Hunt é que se os calvinistas brigam, isso faz parte de sua natureza e história. Não importa se o vizinho é luterano, batista, católico ou mesmo calvinista, os calvinistas sempre conseguem um jeito de brigar.
Daí, importa muito menos se o vizinho é neopentecostal. Eles sempre brigarão com tudo e com todos.
Não sei quando os calvinistas vão lidar com sua natureza, mas um dia esse espírito de briga irracional precisa terminar.
Leitura recomendada:

48 comentários :

Helena disse...

Com quem os calvinistas não brigam?

Luana M. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Luana, a sua presbiteriana pode até "implorar pelo batismo com espírito santo", seja lá o que isso significa, já a do Presbiteriana do Brasil jamais, nela é pregado que o Espírito é dado a todos mediante conversão em Cristo, como nos ensina Paulo.
Nós não brigamos com ninguém, apenas não suportamos heresias travestidas de evangelho. E nisto os lideres neopentecostais são verdadeiros mestres, vide meia ungida, toalha suada do profeta, gruda dos milagres, fogueira santa, sessão do descarrego e outras loucuras neopentecostais.

Leony disse...

Sinceramente, teologia ultimamente tem sido sinônimo de frieza espiritual.

Conselheiro Cristao disse...

Ao invés deles brigarem, devem se ocupar em pregar o evangelho de Cristo Jesus! Parabéns pelo artigo!

Jessica disse...

Os calvinistas são o Ismael do mundo evangélico: brigam contra todos os irmãos.

Jemina disse...

A anonima aí de cima que parece ser presbiteriana e está brigando com a pacífica Luana é prova da natureza briguenta dos calvinistas. Brigam mesmo entre si. Não conseguem ver alguém pacífico. Vivem de briga.

Anônimo disse...

Thiago



Calvinistas são campeões em:

Frieza Espiritual.

Liberalismo Teológico (o Jesus Histórico, aquele sábio do passado... uma "muleta" para dar sentido para a vida das massas...)

Cessacionalismo (boa parte não crê que Deus faz os milagres de antes... termo chic para Incredulidade).

Marxismo Politico (Caio F apoiou o PT por décadas, agora se faz de Madalena arrependida) e Cultural (TMI e Teologia da libertação).

Gayzismo e Abortiamo (Nos Eua , é o ramo do cristianismo que mais apóia o casamento Gay e o Aborto. Travam verdadeiras cruzadas por defender estas causas).

Cismáticos. ( é quebra- pau com católicos, batistas, luteranos, pentecostais... e claro, neopentecostais são mais odiados do que Satanás e o Inferno inteiro).

Maçonaria. (praticamente fundaram-na - Muitos deles são admiradores do "portador da luz"... Eita igreja pra ter Maçom!).

Ateísmo (é impressionante como há pessoas apostatando da fé, oriundas deste ramo, principalmente nos EUA).

Ecumenismo. (E é o maior promotor no mundo, por mais incrível que pareça, senhores do tal Ecumenismo - principalmente se for com religiões orientais e a feitiçaria). Prestam serviço para o Conselho Mundial das Igrejas da ONU. É N.O.M. na cabeça.

Proselitismo. (Uma boa explanação teológica é o santo graal dessa gente... não importa se as ovelhas estão sofrendo... se tem gente desempregada, doente, fraca... O foco deles está no brilhantismo no púlpito ou na academia... o amor ao próximo e a misericórdia é relegada ao ultimo plano... ).

Contradição. Predestinação ou Universalismo?
(Uma nos diz que você já esta salvo à priori, a outra nos diz que todos serão salvos. DUAS ABERRAÇÕES que tornam a pregação e o viver cristão algo inútil - com uma teologia dessa, pretesto para pecar e/ou se deaviar não faltam).

Falta de Discernimento Espiritual. ( topeiras... pensam que Deus só fala através da apologética... os frutos para eles não são nada... a fé genuína também não... a misericórdia para com as limitações dis pequeninos também não... são tão superiores e elevados que muitos pensadores e pregadores proeminentes deles acabam os seus dias no ateísmo). Se Pedro estivesse aqui levaria cuspe na cara de calvinista apologeta, claro, pois não toleram a fé dos simples e a vontade de servir a Deus dos humildes).

Mesmo com um histórico desses, "se acham" no direito de destruir a fé de qualquer ramo do cristianismo que não bater continência, em obediência aos seu cânones.

Julio Severo disse...

Seu comentário foi simplesmente magistral, irmão Thiago. Merece ser transformado em artigo. Lapide-o e me mande por email, ok?

Anônimo disse...

Thiago


Eu sou apenas um leitor teu , não tenho tanta capacidade... se você quiser usá-lo, seguindo a mesma linha de raciocínio e estrutura, por mim tudo bem.

Só escrevi isto, pois, depois de passar anos no ateísmo ter a minha fé ressuscitada numa igreja neopentecostal, me deparei com uma guerra monumental contra ela, a tsunami de criticas ácidas e destrutivas dos calvinistas.

E para mantê-la., fui obrigado a me aprofundar nos que havia de errado com esses acusadores. E muito me espantou as contradições de quem acusava. Tanto que hoje até decorei as tais contradições... De tanto ler sobre o assunto.

Há ramos diferenciados no Presbiterianismo brasileiro, os tais "pentecostais" renovados? Há. Nos EUA existe os que optaram pelo puritanismo tradicionalista conservador (acusados pela PCUSA de serem fundamentalistas ignorantes)? Há. São aqueles que não se curvaram ao Baal do Humanismo, permanecendo fieis a fé cristã. Mas são tão pequenos que não respondem pela maioria.

Julio Severo disse...

Vc devia montar seu blog. Vc tem jeito e talento para isso. Fica a minha dica. Monte um blog e escreve ali suas ideias. Claro, os calvinistas vão atacar vc. Mas no que precisar, é só me avisar.

Anônimo disse...

Thiago


Estou aqui não só para aprender, mas para refletir sobre a fé, e sobre os ataques que ela sofre. Se, através dos meus comentários puder ajudar aos cristãos enfraquecidos através de uma reflexão ou um alerta, estou aqui.

Seria muita pretensão minha montar um blog... Eu não tenjo capacidade para isso... como tantos outros que há por aí, que só reblogam o que há de pior em acusações e levantes. Eu acho que o meio conservador está ultra mega super fragmentado e ingênuo sobre o que circula ns rede.

Mas estarei aqui. Quem sabe não encontro um meio de cooperar com teu trabalho!? Vou pensar num jeito de ser útil.

Anônimo disse...

Não coloque as Presbiterianas no mesmo saco, nós não temos mais nada a ver com a Presbiteriana dos Eua e suas idéias.
A presbiteriana do Brasil, segue fiel as escrituras, somos contrários ao homossexualismo, contrários ao liberalismo teológico, contrários a ordenação feminina, não apoiamos a tmi.
Se você tivesse o mínimo de honestidade em seu comentário Thiago, diria que não acreditamos em pessoas com poder de fazer milagres.
Pessoas como seu auto proclamado apostolo, que vende toalhas fedidas e suadas as pessoas dizendo serem as mesmas milagrosas.
Se você conhece um Presbiteriano maçom tenha o prazer de me dizer quem é, pois dizer que muitos são, é no mínimo vago.
A igreja presbiteriana do Brasil nunca acreditou em universalismo, acreditamos em predestinação como nos ensina a sagrada escritura.
Isso foi Jesus que nos ensinou quando disse:
Ninguém vai ao Pai a não ser por mim, e ninguém vem a mim se o Pai não o enviar.
Eu não conheço nenhum ex-presbiteriano ateu, se você conhece queira postar o nome aqui, pois dizer que muitos são é no mínimo vago, para não dizer leviano.

Anônimo disse...

Thiago


Q tal nós suportarmos e respeitarmos uns aos outros nas nossas discordâncias e falhas?

Imagina centenas de sites discordando da tua fé, não da maneira educada de discordar, mas xingando, humilhando e te jogando no lixo? Imaginou?

Se te incodou esta critica, se ponha no meu ligar senhor valentão.

Flavio da Vitoria disse...

Se a predestinação fatalista fosse real, muitos calvinistas seriam predestinados ao inferno

Anônimo disse...

Você sabe o que é predestinação bíblica ?
Se não existe predestinação bíblica, explique essas passagens:

Romanos 8 29-30 e Efésios 1 5 e 11.

Essas são só algumas, se você conseguir explica-las de modo satisfatório eu coloco outras.

Flavio da vitoria disse...

Eu sei que existe predestinacao, mas nao na forma q calvinistas dizem

Marcelo disse...

Por calvinistas, especialmente no Brasil, diga-se presbiterianos. É isso, né?

Anônimo disse...

E qual seria essa forma calvinista, pois vejo muitos arminianos criticando nossa cosmovisão teológica sem saber nem a metade do que pensamos.
Antes de vomitar coisas tipo, se Deus me predestinou vou viver no pecado que tanto faz, se Deus predestinou para que evangelizar, Deus escolheu pessoas para ir para o inferno e etc ...
Leia João Calvino, e aprenda sobre predestinação.

Antonio disse...

Arminianos são analfabetos por natureza. São incapazes de raciocinar teologicamente como uma criança de 08 anos.

Thiago disse...

Se "arminianos são analfabetos"...

Calvinistas são FARISEUS, pois por onde passam o secularismo só faz aumentar, haja vista o cristianismo na Suíça, Holanda e EUA. Vocês queres separar a IPB do resto do calvinismo na Europa e nos EUA? Boa parte dos seus autores são liberais!
Falam da IPB como se o cristianismo no brasil fosse somente ela. Vocês só sabem odiar o católicos e pentecostais!

Vocês não sabem conviver pacificamente e nem respeitar ninguém.

Se sou burro, você é um babaca!

ROBERTO disse...

Já viu um crente com QI de menos de 50? Quadro deprimente: Neo-penteca, ARMINIANO.... Pois é, pois é, pois é.... Ô dó! Eles não tem culpa. Foram predestinados para serem desprovidos de inteligência e raciocínio.... Talvez alguns deles se salvem. Afinal, grande é a misericórdia divina... !

Anônimo disse...

E no Brasil com grande maioria pentecostal, o secularismo tem diminuído ???
Faça me rir, o secularismo tem aumentado devido ao final dos tempos.
Se você reservasse um pouco do seu tempo para estudar sobre a ipb, saberia que somos totalmente independentes de qualquer outra presbiteriana.
Ah, cite algum de nossos autores liberais, e o motivo por que os mesmos são liberais.
Pois dizer apenas que são liberais é um pouco vago, para não dizer leviano.
Quanto ao ódio, não odiamos pessoas, odiamos teológicas heréticas, como dispenssasionalismo, Graça Resistível, salvação por obras, falar glossárias, revelações fora da sã doutrina e muitas outras invenções arminianas.

Julio Severo disse...

Anônimo presbiteriano, eu vou dar um exemplo. O Mackenzie é liberal e esquerdista. Eu posso provar isso. Agora, você não pode provar nem sua identidade!!

Luana M. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Thiago


E você foi não foi "predestinado" a ser um incrédulo... Se assim procede é por falta de vergonha na cara mesmo.

O conservadorismo da cúpula de vocês não disfarça o "arioves" liberal mocidade daí. Sugiro um nome para um festival de música calvinista tupiniquim: "desigrejados no vale", ou " abortistas no vale", ou "casamento gay reformado no vale", ou "liberou geral no vale".

A Holanda é o futuro do calvimismo no Brasil: campeã em marxismo " educacional" ou cultural. Até os países de tradição católica dão de 10 a zero nos reformados.

Ah se não fossem os arminianos brasileiros! Ah se não fosse o conservadorismo pentecostal e católico no Brasil! Isso aqui já estaria uma completa zona!

Se meu QI é 50, o teu é de na maximo 25.

Luana M. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Thiago




Para "Anonimo" e Roberto,

Os ânimos se esquentaram. Desde já peço perdão se os ofendi de alguma forma. Nossas divergências teológicas, e talvez políticas, são irreconciliáveis, mas não será por esta razão que nos engalfinharemos até a morte. Da minha parte não abordarei mais este assunto, pelo menos por um bom tempo. Peço que procedam da mesma forma para que consigamos conviver com um mínimo de respeito e urbanidade.

Crer em Cristo está difícil nos dias atuais( devido a oposição secular atéia e a proliferação do pecado), manter esta fé e continuar em comunhão com os irmãos está mais difícil ainda. Vencer os desafios cotidianos beira o insuportável. Soma-se a isto a guerra anárquica de todos contra todos, e ainda por cima, dentro do cristianismo. É algo que poderá nos levar à exaustão emocional e até espiritual.

Reitero meu pedido de desculpas a vocês dois, e principalmente a presbiterianos conservadores e "independentes e pentecostais", que não tem nada à var com a discussão.

Nossa visão irreconciliável não deve se colocar no caminho do valor que devemos dar uns aos outros, pois cremos em Cristo, temos esta obrigação.

Obs: Julio, eu não monto um blog pois já sou por natureza hiper estressado. Não tenho capacidade emocional para tanto.

Marcos disse...

Luana: A IPB, que representa o genuíno presbiterianismo e calvinismo no Brasil, não tem compactação com heresias neo-pentecas. Como presbiteriano, digo que sua experiência de igreja não representa presbiterianismo. Ademais, ajudar uma igreja penteca vai contra as normas. Dê-me o nome de sua igreja e cidade para que providências cabíveis sejam tomadas diante do Supremo Concílio da IPB.

Enviado do meu iPhone

Anônimo disse...

Pode ter certeza que minha Igreja Presbiteriana não é doente como a sua, Luana!!

Jairo

Julio Severo disse...

Parabéns pela sua igreja, irmã Luana! Isso sim é que é igreja. Mas temo que em outros sínodos presbiterianos tanto você quanto seu pastor poderiam sofrer perseguição. Os presbiterianos cessacionistas e maçons não morreram.

Aldo disse...

Nunca havia lido este Blog, apesar de já haver lido algumas coisas que Júlio Severo escreveu e me foram repassadas por amigos.
Acho lamentável e insensato a forma como autor do texto ataca o que ele denomina de Calvinismo.
Em seu arrazoado, não se vê clareza acerca do que sejam as verdadeiras propostas do Calvinismo, a fim de contrapo-las ao seu pensamento.
Segundo, diz inverdades acerca da Igreja Presbiteriana do Brasil e seus institutos educacionais. Basta uma breve busca na internet para se encontrar vídeos e textos de professores do Andrew Jumper se posicionando contra o denominado TDI.
Assim, sugiro a todos os eminentes críticos que enviaram seus comentários (alguns até chegam a demonstrar que seus autores são pessoas praticantes de um cristianismo que não conheço) que vão se informar melhor e, ao invés de ficar repetindo como papagaios essa ladainha non sense que o autor postou, orem mais pelo crescimento do evangelho do Nosso Senhor Jesus Cristo no Brasil, sempre se pautando por doutrinas fiéis às Escrituras, e não a sentimentalismo ou sensações pessoais.

Luana M. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Julio Severo disse...

A irmã Luana acabou de se comunicar comigo, mostrando muita preocupação com a hostilidade de correligionários presbiterianos que estão se mostrando contrários a uma visão de vida pacífica entre presbiterianos e neopentecostais. Para evitar ameaças, infelizmente ela teve de apagar todos os comentários dela aqui. A irmã Luana é prova de que nem todos os calvinistas são briguentos e encrenqueiros. De modo oposto, nem todo neopentecostal é bonzinho. Parabéns à irmã Luana e que Deus a livre da vigilância dos lobos.

Anônimo disse...

Pentecostais, neopentecostais, arminianos em geral... Não se calem diante do genocídio moral promovido por "inteligentinhos" de plantão. Estudem sobre "Espiral do Silêncio" e vejam como uma campanha difamatória corroeu a imagem de católicos e judeus. Cuidado, está em construção a hegemonia cultural liberal-esquerdista no meio protestante do Brasil. Eu conheço muito bem os frutos de algumas instituições e certas correntes teológicas para não me aventurar na produção acadêmica do Brasil. Meu foco está muito mais na ciência politica, sociologia e história. Em relação ao cristianismo, confio muito mais numa fé absoluta fundamentalista do que em milhares de doutores da lei relativistas e céticos.

O que mantém o cristianismo de pé é a fé e simplicidade de nossos irmãos. Sem fé a maioria se desviará, e somente sobrará um monte de "apologetas" falando pra parede, assim como acontece nos países que citei.

Vigiai!

Flavio disse...

Os calvinistas não negam seu apóstolo J. CALVINO na forma de defender seu ponto de vista. A papagaiada que fizeram contra o catolicismo agora fazem contra o pentecostalismo. No final das contas, me parece que em vez de contribuir com a divulgação das boas novas de Cristo, são meros promotores da nova religião mundial, o secularismo. Aliás, o secularismo ocupa quase todo o espaço na TV aberta sem gastar nada, diferente das seitas pentecostais, e os calvinos não criticam dizendo aos seculares que o Estado é laico, pq no final das contas o secularismo é a religião única que está sendo implantada a ritmo galopante. E já destruiu o protestantismo europeu, feriu de morte o catolicismo, e já absorveu o evangelismo dos EUA. E pior que vejo tontos que se dizem vigilantes sobre o anticristo

Anônimo disse...

Flavio, sempre seus comentários sempre ajudando a nós conservadores. Sempre leio e quase sempre me impressiono. Parabéns.

Fica triste não Luana, Deus está contigo.

E a todos que se sentiram ofendidos por mim, peço desculpas novamente.

Anônimo disse...

Thiago

Sempre, sempre, sempre (hahaha).

Senhor Flávio, precisamos das tuas reflexões, assim como a de outros conservadores cristãos.

O calor e a falta d'água cozinharam o cérebro do paulista aqui.

Espero que o Presbítero Valdomiro, antigo comentarista do Julio não fique chateado comigo.



Anônimo disse...

Thiago


Calvinistas têm falhas.

Neopentecostais têm mutas falhas.

Mas temos que nos suportar.

Anônimo disse...

Thiago



"8 Mas todas estas coisas são o princípio de dores.
9 Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.
10 Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão."

Mateus 24:8-9.

Esse é o nosso tempo. Antes de qualquer coisa, somos cristãos.

"4 E, se pecar contra ti sete vezes no dia, e sete vezes no dia vier ter contigo, dizendo: Arrependo-me; perdoa-lhe."

Lucas 17:4



Plinio disse...

Prezado Julio,
Vendo os comentários fiquei muito triste acerca dos resultados do artigo.
Penso que nessa, realmente, houve falha de visão.
Deus não foi glorificado.
Lembro das cartas aos Corintios, e Paulo se empenhando para congregar a Igreja de Cristo, o oposto do que ocorre aqui, especialmente pela qualidade dos comentários como expressão do reforço de antagonismos diabólicos.
Que o Senhor Jesus tenha misericórdia de todos nós, que somos facciosos por natureza e acusadores mútuos.
Como dito em outra oportunidade, sigamos!

Anônimo disse...

É verdade, Plinio. Apenas quis mostrar como as Presbiterianas do Paraná convivem pacificamente com as neopentecostais, compartilhando os púlpitos, inclusive. O centro de tudo é Jesus, sempre!

Uma verdade maravilhosa que muitos não querem aceitar.

Leandro disse...

Acho que não devemos nos fixar em aspectos tão superficiais.

“Calvinistas” é apenas um nome, que um grupo de supercríticos resolveu dar a si mesmos como contraponto ao que não gostam no segmento evangélico. Eles querem uma parte da vida cristã; o restante para eles é fútil, funesto ou perda de tempo.
Na realidade, são crentes de classe média, cuja ideia de ‘neopentecostalismo’ é apenas o que assistem na TV, e para os quais pregar a prosperidade em Deus é tão escandaloso quanto soltar um peido dentro da igreja.

Aliás, para eles, prosperidade é a materialização do mal (até porque eles já são prósperos).
Quando falo em classe média não é a classe média do Lula. São pessoas com formação acadêmica, filhos na escola particular, plano de saúde, assinatura de jornal ou revista, e eventualmente até empregada doméstica.
Isso exige uma renda de no mínimo 8 mil reais mensais.

Eles não são muitos, mas fazem muito barulho.

Anônimo disse...

Incoerente chamar meu cão de bravo se eu bato nele! Você briga com calvinistas e fala mal que eles são brigoes HIPÓCRITA!
Que tal lembrarmos que apartir dos calvinistas hugenotes franceses mortos pelos católicos que começou a se implantar o cristianismo protestante no Brasil.
Bom lembrar que não os brigões calvinistas mas sim os católicos que exterminaram os protestantes no Brasil. Na colônia holandesa em Pernambuco os calvinistas deram aos ex escravos de Portugal direitos como cidadãos. Os calvinistas norte americanos trouxeram e conseguiram fundar a primeira igreja protestante do Brasil e fazer com que o Rei aceitasse o protestantismo no Brasil. Na Holanda a primeira universidade gratuita do mundo foi fundada por calvinistas. Outro Importante detalhe O DIABO É O PAI DA MENTIRA então antes de mentir sobre presbiterianos e demais Calvinistas do mundo leia conheça e entenda. Nós calvinistas somos contra tudo o que não condiz com a Bíblia! Me diz Cristo é genio da lâmpada assim que abrir a bíblia ele me concede DESEJOS carro, casa, dinheiro,etc. Isso é correto? Cobrar trizimo? Dançar no templo feito macumbeiro? a bíblia não pede que façamos tudo com ordem e decência? EXIGIR cura e outras coisas de Deus? E a vontade de Deus? Conheço e sou amigo de muitos católicos praticantes, judeus, batista, anglicano, pentecostal, assembleianos clássicos (grande parte da minha família paterna) e assembleianos de igrejas mais neopentecostais e sei que quando são de fato cristãos não preocupam em jugar mas em ter alegria sabe e não aceita o que está errado! E não fazem o que você faz pois antes ama o irmão!

Leandro disse...

É muito estranho alguém postar como Anônimo e chamar outro de hipócrita.

Falta bom senso.

Isso é típico dessa ala que adora fingir cristianismo.

Hélio Bandeira disse...

Júlio,foi muito boa mesmo as colocações do Thiago. E para provar pro anonimo que os presbiterianos são liberais e no minimo simpatizantes do LGBT, como você sabe, no dia 28 de fevereiro de 2013, o gayzista Jean Wyllys teve o dia mais glorioso da sua vida dentro das dependências da "gloriosa" universidade mackenzie. Onde ele foi aplaudido de pé,amado,bajulado,elogiado e endeusado. Contra fatos não há argumentos caro anonimo.

Julio Severo disse...

Está na natureza dos calvinistas brigar pelo evangelho (deles) e contra o evangelho (dos outros).

José Rubens Medeiros disse...

A meu ver, calvinianismo é um mix de ateísmo, panteísmo e maçonismo.
Sobre o jeito "briguento" do calvinianista (prefiro este vocábulo), basta lembrar as adjetivações utilizadas por esse escritor francês no teoria conhecida como "Institutas". Além de se referir maçonicamente a Deus como "A.D.U." e "S.A.D.U.", João Calvino lançava praguejamentos contra qualquer pessoa que "ousasse" manifestar opinião diferente do pensamento dele, assim: BILTRE, CÃO IMUNDO, MONSTRO, PORCO, SUÍNO. Essas expressões e outras podem ser facilmente conferidas nos quatro volumes desse livro.