30 de janeiro de 2015

A pedido de Jean Wyllys, MP interrompe curso para pastores sobre temática gay


A pedido de Jean Wyllys, MP interrompe curso para pastores sobre temática gay

O caso seria investigado pelo MP-DF, que decidiu pelo seu arquivamento.

Thiago Cortês
Por solicitação do deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), um curso de orientação sobre homossexualismo ministrado pelo ex-homossexual Claudemiro Ferreira – e voltado para pastores – foi interrompido pelo Ministério Público do Distrito Federal (MP-DF).
Apesar de voltado para lideranças evangélicas, o evento que aconteceria entre os dias 19 e 23 do presente mês foi interrompido por um oficial de Justiça. A programação foi denunciada porque supostamente tratou da homossexualidade “como doença”. O caso seria investigado pelo MP-DF, que decidiu pelo seu arquivamento (veja abaixo).
Mas o foco do evento traz uma perspectiva bastante distante de qualquer vestígio de homofobia. O cartaz do evento dizia somente: “Homossexualismo: ajudando, biblicamente, a prevenir e tratar aqueles que desejam voltar ao padrão de Deus para sua sexualidade”.
Mesmo assim, com base na denúncia de Jean Wyllys, o Ministério Público do Distrito Federal intimou os palestrantes Airton Williams e Claudemiro Soares durante evento em Brasília. Contra eles, foi feita por Wyllys uma acusação sobre “charlatanismo”.
Com a divulgação do caso, lideranças evangélicas passaram a questionar se agora é crime no Brasil ensinar que o homossexualismo é pecado. Outras questionam se Jean Wyllys acionaria o MP se o curso fosse ministrado por um clérigo muçulmano em uma mesquita.
“Qualquer um pode defender o aborto e o uso de drogas, que são crimes, abertamente. O Ministério Público não diz nada. Mas falar em lugar privado sobre terapia para gay é proibido e o lugar invadido pelo MP-DF. É revoltante”, afirmou o pastor Silas Malafaia.
Por sua vez, o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) questionou o “oportunismo” de Jean Wyllys, lembrando a origem do deputado do PSOL, que se deu em um reality-show.
“Não me assusta que o pacóvio deputado ex-BBB ter assumido a autoria da denúncia visando a prisão dos palestrantes. É um cristofóbico assumido. Se os cristãos ficarem calados, amedrontados, preparem-se para verem pastores e padres serem presos, retaliações piores que está virão”, declarou Feliciano.
A advogada e pastora Damares Alves destacou a força do lobby LGBT. “Pasmem, senhores, o Ministério Público foi no local e interrompeu o curso. Olhem o tamanho do poder do deputado Jean Wyllys. Conseguiu interromper um curso fechado para líderes evangélicos. Isso é só o começo. Temos que dar uma resposta à altura a esse episódio”, ressaltou.

MP-DF recua após repercussão

“Tanta coisa para um parlamentar fazer no Brasil e ele preocupado com um curso que tinha apenas 25 pastores presentes querendo tão somente aprender sobre como acolher e lidar com os milhares de homossexuais que tristes e deprimidos procuram nossas igrejas”, sentenciou Damares.
Depois da forte repercussão negativa sobre a interrupção do curso voltado para pastores, o Ministério Público do Distrito Federal decidiu arquivar o caso por não haver indício de discriminação por orientação.
Oficialmente, o MP-DF decidiu pelo arquivamento após o depoimento de um dos palestrantes, Airton Williams. O depoimento do palestrante levou o promotor a conclusão óbvia: o curso é voltado para lideranças evangélicas interessadas em acolher homossexuais.
“Ele explicou que o curso é sobre como acolher homossexuais e como fazer trabalho de orientação eclesiástica para, nas palavras dele, homossexuais que gostariam de deixar de ser”, afirmou o promotor Thiago Pierobom de Ávila.
O promotor disse que o papel do Ministério Público é vedar qualquer ato de discriminação, o que, para ele, até o momento, “não ficou caracterizado”.
Fonte: GospelPrime
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:

4 comentários :

Leandro disse...

Essa é grande derrota para o nanico Wyllis.

Desde que começou seu mandato, ele tem pautado pelo ódio religioso sistemático.

Com. Batista Betel de Francisco Beltr disse...

Em tempo: postei um comentário acerca da medida do Ministério Público Federal que promoveu a suspensão do curso de preparação a pastores que pretendam auxiliar homossexuais que busquem auxílio religioso, no qual me apresento como Promotor de Justiça aposentado, mas esqueci de me identificar:
Sou Horacio Silveira, residente e domiciliado em Francisco Beltrão, Pr.

ELISEU disse...

O que esses homossexuais estão pensando? Pensam que conseguirão calar a voz dos servos de Deus? Pensam que vamos nos curvar diante das exigências deles? NUNCA!

NÓS (EU, O IRMÃO JÚLIO SEVERO, E OS DEMAIS CRISTÃOS) NUNCA NOS RENDEREMOS AOS ATAQUES DOS HOMOSSEXUAIS! SEMPRE CONTINUAREMOS A DENUNCIAR E COMBATER O PECADO DO HOMOSSEXUALISMO (OS HOMOSSEXUAIS GOSTANDO OU NÃO)! NOSSO COMPROMISSO É COM A OBEDIÊNCIA À PALAVRA DE DEUS (E NÃO COM HOMENS)! ESTÁ ESCRITO:

"IMPORTA ANTES OBEDECER A DEUS DO QUE AOS HOMENS" (ATOS 5:29)

O mundo pode mudar a todo instante, se denominar "moderno", "liberal", "atualizado", "mente aberta", enfim, a lei, a moral, e os costumes do mundo podem mudar a todo momento. MAS A LEI DE DEUS É SOBERANA, ETERNA, E IMUTÁVEL (NUNCA PODERÁ SER MUDADA POR NADA, E NEM POR NINGUÉM)! DEUS NUNCA MUDARÁ A SUA LEI PARA AGRADAR A NINGUÉM (SEJA QUEM FOR)! A RESPEITO DA LEI DE DEUS, JESUS FOI TAXATIVO (FAÇO QUESTÃO DE TRANSCREVER EM CAIXA ALTA AS PALAVRAS DE JESUS PARA CHAMAR A ATENÇÃO DE TODOS):

"NÃO PENSEIS QUE VIM REVOGAR A LEI OU OS PROFETAS; NÃO VIM PARA REVOGAR, MAS PARA CUMPRIR. POIS EM VERDADE EU VOS DIGO QUE, ATÉ QUE PASSEM OS CÉUS E A TERRA, NENHUM I OU TIL JAMAIS PASSARÁ DA LEI, SEM QUE TUDO SE CUMPRA" (MATEUS 5:17–18)

SE DEUS, NA SUA LEI, DISSE QUE HOMOSSEXUALISMO É PECADO, É PECADO (E PONTO FINAL)! SE DEUS FALOU, ESTÁ FALADO! O QUE DEUS DETERMINA NA SUA LEI NINGUÉM JAMAIS PODERÁ CONTESTAR! QUEM É ESSE (OU ESSA) QUE PENSA QUE PODE QUESTIONAR A LEI DE DEUS?

Com Deus, não tem meio–termo nem coluna do meio: ou é sim, ou é não, ou você é a favor Dele, ou você está contra Ele. A respeito disso, o apóstolo Tiago escreveu:

"Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, todo aquele que se faz amigo do mundo se torna inimigo de Deus" (Tiago 4:4)

O apóstolo Paulo também disse algo apropriado neste sentido:

"Não podeis beber do cálice do Senhor e do cálice dos demônios; não podeis participar da mesa do Senhor e da mesa dos demônios" (1 Coríntios 10:21)

"Não vos coloqueis num jugo desigual com os incrédulos. Pois, que sociedade a justiça tem com a injustiça? E que união pode haver da luz com as trevas? E que aliança há entre Cristo e o maligno? E que parte tem o fiel com o infiel? E que concordância existe do templo de Deus com os ídolos? Pois vós sois o templo do Deus vivente; como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e Eu serei o seu Deus, e eles serão o Meu povo. Pelo que saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; E não toqueis em nada imundo, e Eu vos receberei; E Eu serei para vós Pai, e vós sereis para Mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo–Poderoso" (2 Coríntios 6:14–18)

A mesma coisa é dita por Jesus:

"Seja, porém, a vossa palavra: Sim, sim; Não, não; porque o que passar disto é de procedência maligna" (Mateus 5:37)

"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou amará a um e odiará o outro, ou há de se dedicar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom" (Mateus 6:24)

"Quem não é por Mim, é contra Mim; e quem Comigo não ajunta, espalha" (Mateus 12:30)

Em outras palavras: quem decide desobedecer deliberadamente a Deus está escolhendo ser escravo do diabo!

Precisa dizer mais alguma coisa?

Nilson disse...

Ao deputado Jean Wyllys,

Fique você sabendo, Sr. Jean Wyllys, que não é você quem vai dizer a todos o que é certo e o que é errado. O homossexualismo foi, é, e sempre será pecado diante de Deus! Você pode espernear, protestar, xingar, denunciar os servos de Deus, mandar prender os cristãos, enfim, pode fazer o que quiser. Mas saiba de uma coisa: DEUS NUNCA VAI ACEITAR O HOMOSSEXUALISMO COMO ALGO NORMAL! SE VOCÊ NÃO CONCORDA COM ISSO, RECLAME DIRETAMENTE COM DEUS!

Você, com certeza, deseja ter liberdade total para fazer (juntamente com os homossexuais) o que quiser contra os cristãos. Você certamente deseja mandar prender pais inocentes para a cadeia, por não concordarem com esta anormalidade sexual. Enfim, você quer viver totalmente à vontade (como em Sodoma e Gomorra).

Mas agora eu vou te dizer o que vai acontecer com você (num futuro não muito distante), caso você continue nesse seu estilo de vida (e não se arrependa enquanto ainda há tempo):

Um dia, você estará diante do Senhor Jesus para ser julgado! E não pense que nada do que você está dizendo ou fazendo ficará esquecido! Não haverá nenhum pecado impune diante de Deus! Muito pelo contrário: tudo vai ser mostrado! A Bíblia diz claramente:

"Mas Eu vos digo que de toda palavra inútil que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo" (Mateus 12:36)

"Porque não há nada encoberto, que não venha a ser descoberto; como também não há nada oculto, que não venha a ser revelado" (Lucas 12:2)

Quando for mostrado tudo o que você disse e fez de errado, você ouvirá o Senhor Jesus pronunciar a sentença de sua condenação eterna! E os cristãos de quem você zombou e chamou de homofóbicos, fundamentalistas, e preconceituosos (como o irmão Júlio Severo e outros que são contra o homossexualismo) estarão na glória eterna do Céu com o Senhor Jesus, enquanto você passará toda a eternidade se lamentando e suplicando por misericórdia! Mas aí já será tarde demais, porque você perdeu todas as oportunidades que teve para se arrepender! E aí, você quer ver pra crer se a justiça de Deus funciona ou não?

Finalizo minha mensagem com este alerta do apóstolo Paulo:

"Não erreis: Deus não Se deixa escarnecer; porque tudo que o homem semear, isso ele também ceifará" (Gálatas 6:7)