2 de dezembro de 2014

Maomé se torna o nome mais popular para bebês na Inglaterra


Maomé se torna o nome mais popular para bebês na Inglaterra

Do berço muçulmano ao túmulo britânico

Julio Severo
Está havendo um aumento forte de nomes islâmicos na Inglaterra em 2014, de acordo com o jornal britânico Daily Mail.
Mesquita na Inglaterra
O campeão é Maomé, que é agora o nome mais popular escolhido para os bebês do sexo masculino na Inglaterra.
Previsivelmente, os muçulmanos ultrapassarão o número de britânicos étnicos em poucas décadas, e a Inglaterra será oficialmente islâmica.
Hoje, muitos muçulmanos “ingleses,” que não são britânicos étnicos, estão se juntando a grupos terroristas islâmicos no Oriente Médio. Geralmente, eles nasceram de pais imigrantes.
No passado, a Inglaterra enviava missionários cristãos aos países muçulmanos. Agora, a Inglaterra envia muçulmanos para matar cristãos na Síria e Iraque. Essa é uma amostra antecipada do que os britânicos étnicos experimentarão de seus ‘compatriotas’ fajutos nos próximos anos.
De estufa cristã a Inglaterra está se tornando uma estufa islâmica.
Por que está acontecendo isso? Os britânicos não gostam de bebês e famílias grandes. Quando a Inglaterra era cristã, sabia que Deus gosta de bebês e famílias grandes e que a lei natural os fomenta.
Agora a Inglaterra ama a cultura contraceptiva, com seu bônus de cultura da morte. Mas a lei natural não tem nenhum respeito por ambas culturas destrutivas.
A Inglaterra não tem nenhum respeito por sua herança cristã ou a lei natural.
Qualquer cultura que mantiver o casamento, a família e os bebês sobreviverá. Qualquer cultura que desprezá-los se extinguirá. Então é perfeitamente natural que a cultura britânica esteja dando espaço para a cultura islâmica.
Um berço muçulmano cada vez maior é prenúncio de um túmulo britânico cada vez maior.
A Inglaterra está perdendo no berço, e logo os muçulmanos lhes darão um túmulo cultural, religioso e étnico.
Leitura recomendada:

10 comentários :

Anônimo disse...

o mundo é de quem se reproduz...

Anônimo disse...

A minha impressão é que devido á apostasia ao cristianismo, Deus estaria usando os muçulmanos para castigar o Ocidente por apostasiar-se a Ele e preferir o paganismo e os muçulmanos seriam o chicote - Gog e/ou Magog? - que invadiriam esses países apóstatas.
O crescimentos de países comunistas é um indicio claro disso: são aliados e ambos odeiam o cristianismo.
De onde o Senhor Deus é expulso, o diabo toma conta, mais que certo, com as bênçãos daqueles que deveriam ensinar, quer evangélicos, mesmo a hierarquia católica; ambos, salvas as exceções, parecem ter se rendido, como exemplos de ambos, Edir Macedo, a TL e a CNBB apoiando comunistas!
Jonas

R. Vilhena disse...

Trata-se de uma limpeza étnica. Brancos foram convencidos de que genocídio era algo ruim, que ninguém nunca deveria fazer a ninguém. Mas hoje fica claro que genocídio só é realmente errado quando feito contra não brancos.

Viver é matar e sobreviver é exterminar.

"A guerra é o pai de todas as coisas e o rei do mundo." Heráclito.

Anônimo disse...

Com certeza amigo! De Deus não se zomba, ora se Deus castigou os Israelitas em razão de sua apostasia, será que não castigaria os gentios que desprezam a sua identidade cristã e lança-se aos braços do paganismo de forma desavergonhada, é claro que sim. Contudo àqueles que perseverarem até o fim serão salvos!

Jamerson

Anônimo disse...

Onde está a mente dos que aceitam Islamismo? Tomemos como exemplo inicial o Alcorão, escrito pelo guerreiro pagão Maomé no estilo do AT hebraico: o livro apresenta um "Deus" da guerra, vingativo, proferindo muitas maldições a quem não vive de acordo com sua doutrina - os infiéis - é pró lei de talião, incentiva a violência contra mulheres, permite a escravidão e contém ameaças constantes ao fogo eterno do inferno aos desobedientes.
Pior: não pode questionar o Alcorão: recomenda-se a agressão e a guerra contra quem se insurgir contra ele, considera blasfêmia não reconhecer o livro como sagrado e prescreve sérios castigos para quem criticar o "profeta" Maomé.
Os infieis, os descrentes nele são considerados ameaças e colocados na condição de “piores criaturas”.
Aliás, ameaças ao inferno estão presentes em quase todos os 114 capítulos - suratas - do livro. Interpelações à doutrina e a seus "sacerdotes" - mullahs e imãs - são terminantemente proibidas como pecados graves e passíveis da ira de "Deus".
O Alcorão é não apenas um manual de regulação da conduta, mas também da vida social e política e se expandiu pela violência da espada tão somente, e aos poucos contamina o mundo com dinheiro de investimento de petrodólares noutros países.

Anônimo disse...

Por um lado entendemos a população comum, o cristianismo é achincalhado todo dia 24horas sem trégua na teve na mídia, nas ruas... O clero fazendo casamento gay. Juízes prostituídos condenando os cristãos a fazer coisas obrigadas a gays etc... a programação de tv e musica é prostituição e drogas e oferendas rituais a moloch e demonios [n é força de expressão é só se deixar ouvir certas musicas. é literal...
Os Mustafas perceberam [evidentemente] isso e oferecem segurança [sim os bairros sob lei mustafa é seguro até de noite], sem alcooo e prostuição [visivel... claro] e 'vendem-se' fácil... Onde um inglês comum encontrara um lugar saudável para se ter família? [família é coisa de coxinha, "eles são cachorros tem filhos", etc... e isso a gente escuta isso no brasil, imagine numa sociedade engolfada e esfolada pelo politicamente correto]

Ai é fácil entender...
Quando o Islã mostrar a face, os Ingleses se verão na extinção e nada poderão fazer...
Ai deles que deixaram os demônios dançarem a luz do luar , já diria o coringa....

Anônimo disse...

"família é coisa de coxinha" ERRADO
FAMÍLIA NO BRASIL É COISA DE CLASSE MÉDIA BAIXA/BAIXA..
SE NO BRASIL SÓ VIVESSE A CLASSE ALTA JÁ ESTARÍAMOS EM SITUAÇÃO IGUAL OU PIOR QUE A EUROPA(VISTO A MINUSCULA TAXA DE NATALIDADE AI)E MUITO PROVAVELMENTE A ONU JÁ ESTARIA PRESSIONANDO PARA LIBERAR EUTANÁSIA

Anônimo disse...

se a pauta ao invés da PLN36 fosse "liberalização do aborto" os nobres deputados e senadores oporiam com tanto afinco ??

Félix Maier disse...

A Eurábia está se concretizando. E não é só a Europa que se tornará islâmica. O Corão é claro quando diz que o terceiro milênio será dos muçulmanos.
Sobre "Árabes e judeus", leia em http://www.recantodasletras.com.br/cartas/1674974

Anônimo disse...

tambem concordo que ja que nos os cristaos [evangelicos ou catolicos ] estamos sucumbindo aos pecados,e muitos se veem desesperados vao para aqueles que entre aspas lhes oferece a ideologia``Pura´´.ex:fui a dois casamentos em 15 dias um catolico outro evangelico os vestidos eram tao curtos ,tao decotados, na minha epoca vc ia a casa de Deus com o maximo do respeito ,hoje isso acabou....Silvia