13 de novembro de 2014

Washington, D.C.: A capital do governo mundial imoral


Washington, D.C.: A capital do governo mundial imoral

Julio Severo
Enquanto estou escrevendo sobre o governo dos EUA como a capital do governo mundial imoral, o Departamento de Estado dos EUA e a USAID estão realizando a terceira Conferência para Avançar os Direitos Humanos LGBT e Promover Desenvolvimento Inclusivo para Indivíduos Lésbicos, Gays, Bissexuais e Transgêneros (LGBT) em 12-14 de novembro em Washington, D.C., EUA.
Importantes autoridades do governo dos EUA estão palestrando no evento.
A conferência está reunindo autoridades governamentais, financiadores particulares, líderes empresariais, especialistas acadêmicos e ativistas homossexuais de mais de 30 países para aumentar a coordenação, cooperação e recursos dedicados para promover a agenda homossexual no mundo inteiro, e para garantir a plena inclusão de ativistas homossexuais em estruturas de poder político.
A conferência está focando em estratégias de assistência diplomática e externa para lidar com questões homossexuais no mundo todo. Está discutindo também as melhores formas de envolver as comunidades religiosas para apoiar a agenda homossexual e integrá-la em programas de desenvolvimento.
Se Sodoma deu ao mundo uma militância homossexual sem treinamento e sofisticação, os Estados Unidos podem se orgulhar de terem sobrepujado Sodoma, dando ao mundo uma militância homossexual agressiva, treinada e sofisticada.
Os esforços do governo americano para integrar a agenda gay em programas de desenvolvimento e estruturas de poder político terão sucesso? Temo que sim. Quarenta anos atrás, o NSSM 200, um documento ultrassecreto do governo dos EUA, deixava claro que que a ONU, o Banco Mundial e muitas outras grandes organizações internacionais deveriam ser usados para integrar o controle populacional em programas de desenvolvimento e assistência médica. O controle populacional era apresentado como “planejamento familiar,” mas seu objetivo nunca foi o bem-estar da família. Era redução populacional para atender às ambições dos EUA de se apoderar ou guardar recursos naturais de outras nações para uso americano atual e futuro. Por causa dos esforços dos EUA quarenta anos atrás, hoje o “planejamento familiar” é tão natural quanto o próprio casamento.
Evidentemente, agora a estratégia é tornar a agenda gay e seu casamento fajuto tão naturais quanto o “planejamento familiar.”
Deus transformou Sodoma em cinzas. Os EUA estão se distinguindo tornando Sodoma global e refinada. Os EUA estão espalhando as cinzas de Sodoma no mundo inteiro para semear uma Sodoma nova, maior e global.
Dias atrás, Billy Graham disse: “Os EUA são tão maus quanto Sodoma e Gomorra.” E muitas vezes ele menciona: “Se Deus não castigar os Estados Unidos, Ele terá de pedir perdão para Sodoma e Gomorra”.
Para avançar a agenda gay, os EUA querem tornar o mundo tão mau quanto Sodoma e Gomorra eram.
Os conservadores brasileiros muitas vezes falam de uma decadência moral dos Estados Unidos como uma consequência direta da influência e ações da União Soviética, que nasceu em 1917. Eles tratam os EUA como se fossem, antes da União Soviética, uma donzela pura.
Eu também tinha tal ideia, principalmente como um evangélico que era influenciado por missionários americanos. O fato é que achávamos que os EUA, principalmente no começo do século XX, eram extremamente protestantes. Uma nação ainda mais protestante, ainda mais moral, ainda mais pura.
Temos o registro histórico para apoiar isso. Ao assinar a Declaração de Independência dos Estados Unidos, Samuel Adams afirmou: “Tenho a confiança de que neste dia o reinado do protestantismo político se iniciará”. Os 56 signatários eram na grande maioria protestantes.
De acordo com Patricia Bonomi, professora emérita da Universidade de Nova Iorque: “Os colonos americanos eram 98 por cento protestantes”.
Em menos de um século, o reinado do protestantismo político em Washington, D.C. era exatamente o contrário do que era pregado por igrejas e pastores protestantes.
De acordo com uma reportagem do DailyMail, Washington D.C. na década de 1890 tinha um reinado de prostituição. Essa era a capital da nação mais protestante do mundo, quando o protestantismo era muito mais elevado do que hoje na nação americana. E lembre-se: não havia União Soviética.
A reportagem do DailyMail disse: “Os vizinhos da Casa Branca na década de 1890 incluíam 108 bordeis e 50 bares de bebida alcoólica.” A prostituição era desenfreada ao redor da Casa Branca mais de um século atrás.
Um autor daquele tempo, mencionado pelo DailyMail, fez um mapa com uma explicação de como 108 casas de prostituição tiveram liberdade de prosperar tão perto da Casa Branca.
Ele disse acerca de Grover Cleveland (1837-1908), que foi o 22º e 24º presidente dos Estados Unidos (1885-89, 1893-1897): “Grover Cleveland pode se sentar em frente da janela de seu quarto de dormir na Casa Branca e obter uma visão completa do território. Ao total alcance dos olhos dele estão cada um dos 108 prostíbulos que desafiam a lei que ele tem a obrigação de cumprir por meio de seus comissários.”
Se a Casa Branca estivesse cercada de 108 prostitutas, já seria suficientemente repugnante. Mas 108 bordeis? Isso era muita prostituição. Washington, D.C. não tinha nenhuma outra atividade mais importante em que se envolver?
Por que a prostituição, considerada a profissão mais antiga do mundo, estava tão desenfreada e perto da Casa Branca? Talvez a resposta esteja no que Ronald Reagan disse: “Diz-se que a política é a segunda profissão mais antiga. Aprendi que tem uma semelhança impressionante com a primeira.”
O DailyMail disse que décadas mais tarde essa mesma área em torno da Casa Branca mantinha sua notoriedade de prostituição.
Eu não minimizo a influência soviética décadas depois de 1890. Mas havia uma grave decadência moral em torno da Casa Branca antes de qualquer influência soviética. Havia a influência do pecado.
Não dá, pois, para se atribuir a predominante perversão moral na atual sociedade americana, especialmente na política, exclusivamente à União Soviética.
A Bíblia diz: “Ninguém desonre a sua filha tornando-a uma prostituta, se não a terra se entregará à prostituição e se encherá de perversidade.” (Levítico 19:29 NVI)
Na década de 1890 a capital dos EUA se entregou à prostituição e, consequentemente, “se encheu de perversidade.”
A propósito, a capital americana mantém o velho perfil de lugar cheio de indivíduos pervertidos. Uma reportagem do WND disse que apesar de seus casos sexuais na Casa Branca, Bill Clinton foi classificado como o presidente americano mais admirado dos últimos 25 anos.
No assunto de casos sexuais na Casa Branca, John Kennedy superou todos os outros presidentes adúlteros dos EUA. A depravação dele na Casa Branca foi consequência da União Soviética, ou da mesma influência de pecado na vizinhança da Casa Branca na década de 1890? Creio que a compreensão cristã correta é o antigo contexto de bordeis.
Espero que meu artigo ajude os cristãos conservadores no Brasil e nos EUA a verem que se querem influenciar de modo positivo o poder mundial que Washington D.C. tem no mundo todo, eles deveriam primeiro compreender que os problemas morais no governo americano começaram muito antes da União Soviética. Sem tal compreensão, eles não terão êxito em orar e impedir um governo americano que tem feito da perversão sexual (a sodomia) uma prioridade máxima de sua política externa.
Os EUA estão homossexualizando o mundo ao financiarem, treinarem e sofisticarem a militância homossexual internacional.
Os EUA prostituíram suas filhas muitas décadas atrás, sua terra caiu em prostituição e agora sua terra se encheu de perversidade. Seu governo se tornou cheio de perversidade, inclusive de sodomia.
A conferência que está se realizando neste exato momento em Washington, D.C., pelo Departamento de Estado dos EUA e a USAID quer engajar as comunidades religiosas para apoiar a agenda homossexual.
Talvez a Catedral Nacional de Washington seja o melhor exemplo dessas ambições. A catedral de 106 anos tem servido como centro espiritual para os presidentes dos EUA, realizando os funerais dos presidentes Ronald Reagan e Gerald Ford.
Em 2013, o Rev. Gary Hall, deão da Catedral Nacional de Washington, disse que os cristãos deveriam adotar o “casamento” homossexual nas igrejas.
De acordo com Scott Lively, a tradição judaica diz que o “casamento” gay foi o último pecado antes do Grande Dilúvio.
Depois de seu apoio ao “casamento” homossexual, a Catedral Nacional de Washington estará realizando um culto com reza islâmica pela primeira vez em 14 de novembro.
Washington, D.C. e seu Departamento de Estado, a USAID e sua melhor catedral protestante estão cheios de perversidade e sodomia.
Leitura recomendada:

15 comentários :

Anônimo disse...

ESSE OBA OBA GAYZISTA LOGO ACABARÁ COM A EMINENTE ISLAMIZAÇÃO DOS EUA

Anônimo disse...

EUA E BRASIL = PAÍSES PÓS CRISTÃOS

Jonatan Souza disse...

Russia perto de banir o aborto em todo o seu territorio http://russia-insider.com/en/business_opinion_culture_society/2014/11/09/05-48-31pm/russian_civic_chamber_proposes_ban_state

renato santos disse...

vamos votar sim povo de Deus!!!
http://www2.camara.leg.br/agencia-app/votarEnquete/enquete/101CE64E-8EC3-436C-BB4A-457EBC94DF4E

ÉLQUISSON disse...

Não sei se a opinião que eu vou dar aqui vai ser 100% satisfatória em relação ao assunto deste artigo, mas eu vou dizer exatamente o que eu penso (me corrijam se eu estiver errado).

Se os Estados Unidos, até hoje, mantivesse a obediência à Palavra de Deus (como desde a sua fundação), certamente não estaria nesta decadência moral e espiritual nos dias atuais. Ainda segundo algumas pessoas antigas contam, a nação americana nasceu e cresceu sob o temor e a obediência à Palavra de Deus. Enquanto se manteve assim, prosperou em todos os sentidos. Todo e qualquer autêntico cristão sabe muito bem que a obediência à Palavra de Deus é a verdadeira e única segurança espiritual de que dispomos para estarmos protegidos contra o mal neste mundo corrompido pelo pecado.

Só que, com o passar do tempo, o desenvolvimento material, científico, e financeiro fez com que os Estados Unidos começasse, aos poucos, a negligenciar a obediência à Palavra de Deus. Sem contar que a influência da Maçonaria (e de outras filosofias diabólicas) também contribuiu muito para aumentar essa mesma negligência. E também houve um outro fator que agravou ainda mais esse processo: a retirada do ensino religioso das escolas americanas a partir dos anos 60 (coincidência ou não, foi na mesma década que teve o início do movimento feminista). Em suma: os Estados Unidos passou a não dar mais prioridade à obediência à Palavra de Deus!

E quando isso acontece, qual o resultado? Muito simples: a partir do momento em que uma nação despreza a obediência à Palavra de Deus e passa a confiar somente em sua própria sabedoria, ela fica espiritualmente desprotegida e se torna uma presa fácil para os ataques do diabo e dos demônios (e também de todo tipo de pecado e vício). É como bem disse o profeta Jeremias:

"Maldito o homem que confia no homem, que faz da carne o seu braço, e que aparta o seu coração do Senhor" (Jeremias 17:5)

O que está acontecendo hoje nos Estados Unidos nada mais é do que a conseqüência do abandono total da verdadeira fé cristã. Em outras palavras: a nação americana agora está colhendo os frutos de pouco mais de 50 anos do seu desprezo à obediência à Palavra de Deus!

O maior erro dos Estados Unidos foi exatamente este: trocar Jesus por Satanás! E o que é pior: foi um erro deliberado (ou seja, foi feito de forma consciente)! No dia do juízo final, este mesmo erro vai ser seriamente cobrado! É como Jesus diz na Sua Palavra:

"Por que vós Me chamais de Senhor, e não fazeis o que Eu digo?" (Lucas 6:46)

"E aquele a quem muito foi dado, muito mais lhe será exigido" (Lucas 12:48)

Muito foi dado aos Estados Unidos (no caso, o conhecimento da Palavra de Deus). Só que agora muito mais vai ser exigido (a obediência à mesma Palavra). Logo, os responsáveis pelo destino moral e espiritual dos Estados Unidos fatalmente irão prestar contas da sua negligência na obediência à Palavra de Deus! O livro de Hebreus adverte sobre isso de forma muito séria:

"Pois se pecarmos voluntariamente, depois de já termos recebido o conhecimento da verdade, já não haverá mais sacrifício pelos pecados, Mas uma terrível expectativa de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários. Quebrantando alguém a lei de Moisés, morre sem misericórdia, só pela palavra de duas ou três testemunhas. De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça? Porque bem conhecemos Aquele que disse: Minha é a vingança, Eu darei a recompensa, diz o Senhor. E outra vez: O Senhor julgará o Seu povo. Coisa horrível é cair nas mãos do Deus vivo" (Hebreus 10:26–31)

Tomara que os Estados Unidos "desperte" o mais rápido possível dessa sua indiferença moral e espiritual antes que seja eternamente tarde demais!

P.S: Se alguém daqui quiser dizer alguma coisa (ou puder responder a este meu comentário), ficarei agradecido.

Jorge Bay disse...

Os EUA estão encabeçando a implementação da Nova Ordem Mundial, trabalhando com afinco para perverter a sociedade em escala mundial, preparando-a para receber o anticristo e Obama e sua turma provavelmente são satanistas.

Anônimo disse...

ENGRAÇADO Q A MAIORIA DOS CONSERVADORES VOTAM NO PSDB..E SE FOSSEM AMERICANOS VOTARIAM NO OBAMA..KKKK
SÃO CONSERVADORES QANDO O PT ESTA POR TRÁS DE GAYS, DROGAS, ABORTO...EU PESSOALMENTE NUNCA VI "CONSERVADORES" CRITICAR OBAMA POR SER O MAIOR GAYZISTA DE TODOS OS TEMPOS...

Anônimo disse...

CONSERVADORES BRASILEIROS

Paulo disse...

Apocalipse
Capítulo 17:17
Porque Deus tem posto em seus corações, que cumpram o seu intento, e tenham uma mesma idéia, e que dêem à besta o seu reino, até que se cumpram as palavras de Deus.

Anônimo disse...

O próprio protestantismo é uma prostituição, então por que diabos deveríamos esperar algo diferente de países evangélicos/protestantes? Praticamente toda a esquerda nasceu de países protestantes: EUA, Suécia, Alemanha, Inglaterra, Holanda. Enquanto isso, conservadorismo hoje só é visto em países católicos - que devagar, porém, vêm se sujando com as porcarias esquerdizantes. Podemos agradecer por isso àqueles que relativizaram a palavra de Deus, enfraquecendo-a e a tornando passível de infinitas interpretações.

Anônimo disse...

não é de se estranhar que em Washington, D.C OBAMA venceu em 2012 com mais de 90% dos votos..

Dom Rafael disse...

Se bem que, irmão Júlio, Washington D.C. já nasceu corrompida, pois os Estados Unidos foi criado, mesmo com a sua população de maioria cristã, pelos illuminati/ satanistas. Veja só o obelisco, o pentagrama e outras coisas só na capital!
Paz.

jacqline marques disse...

Nossa anônimo...dizer que o protestantismo surgiu da prostituição é no mínimo desconhecer a história, pq qual é a igreja conhecida desde os idos da idade média que se corrompeu, unindo sua fé com reis e impérios no continente europeu, acho que foi a católica apostólica romana.

Servo de Jesus disse...

Amiga Jacqueline Marques,

Não sei se você vai concordar comigo, mas eu creio que a razão para muitas das atuais igrejas que se dizem cristãs estarem tolerando o pecado (e também falsas doutrinas, falsos profetas, e também ideologias demoníacas) pode ser melhor retratada em 2 cartas do livro de Apocalipse: as cartas para as igrejas de Pérgamo, e de Tiatira. Vejamos o teor integral de ambas as cartas:

– Carta para a igreja de Pérgamo:

"E ao anjo da igreja de Pérgamo, escreve: Isto diz Aquele que tem a espada aguda de dois fios: Eu conheço as tuas obras e o lugar onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; e reténs o Meu nome, e não negaste a Minha fé, ainda nos dias de Antipas, Minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita. Mas algumas coisas tenho contra ti: tens aí os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel para que comessem dos sacrifícios da idolatria e se prostituíssem; Assim, tens também aqueles que seguem a doutrina dos nicolaítas, o que Eu odeio. Portanto, arrepende-te; quando não, brevemente virei a ti e contra eles batalharei com a espada da Minha boca. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao vencedor Eu darei de comer do maná escondido; e também lhe darei uma pedra branca com um novo nome escrito que ninguém conhece, mas somente aquele que o recebe" (Apocalipse 2:12–17)

– Carta para a igreja de Tiatira:

"E ao anjo da igreja que está em Tiatira, escreve: Isto diz o Filho de Deus, Aquele quem tem os olhos como chama de fogo e os pés semelhantes ao latão reluzente: Eu conheço as tuas obras, o teu amor, o teu serviço, a tua fé, a tua paciência, e que as tuas últimas obras são melhores do que as primeiras. Mas tenho contra ti que toleras que Jezabel, mulher que se diz profetisa, ensine e engane os Meus servos para que se prostituam e comam dos sacrifícios da idolatria. E Eu dei bastante tempo a ela para que se arrependesse da sua prostituição; ela, porém, não quis se arrepender. Eis que Eu a porei numa cama, e sobre os que adulteram com ela virá uma grande tribulação, caso não se arrependam das suas obras. E matarei os seus filhos, e todas as igrejas saberão que Eu sou Aquele que sonda as mentes e os corações. E darei a cada um segundo as vossas obras. Mas Eu digo a vós, e aos restantes que estão em Tiatira, e a todos que não têm esta doutrina, e não conheceram, como dizem, as profundezas de Satanás, que outra carga não vos porei. Mas o que tens, guarde-o até que Eu venha. Ao vencedor, e que tiver guardado as Minhas obras até o fim, Eu lhe darei autoridade sobre as nações, E com cetro de ferro as regerá; e serão quebradas como vasos de oleiro; como recebi de Meu Pai, Eu também lhe darei a estrela da manhã. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas" (Apocalipse 2:18–29)

Não foi exatamente isto o que aconteceu para que muitas das igrejas ditas cristãs tenham se tornado o que são hoje (cúmplices do pecado)?

Se você quiser dizer alguma coisa, esteja à vontade.

Carlo Germani disse...

Por que nada é dito de forma direta que a Maçonaria determinou e determina toda a agenda política,
econômica,financeira,monetária,morale espiritual em conjunto com a insana e satânica Nova (Des)Ordem Mundial?