6 de novembro de 2014

USAID Financiando Ativistas Políticos Pró-Prostituição e LGBT


USAID Financiando Ativistas Políticos Pró-Prostituição e LGBT

Dr. Stefano Gennarini
NOVA IORQUE, EUA (C-Fam) O presidente Obama é muitas vezes repreendido por bagunçar a política externa. Fora dos EUA, sua atitude de priorizar direitos lésbicos, gays, bissexuais e transexuais (LGBT) piorou relações já azedas — uma tendência que aumentará a medida em que os EUA financiarem organizações ligadas à prostituição, estudos suspeitos sobre transgêneros e intolerância antirreligiosa.
A nota diplomática presidencial de Obama em 2011 elevando direitos especiais para indivíduos que se identificam como LGBT no exterior criou um novo rio de financiamento para organizações que promovem direitos LGBT. Algumas tratam frontalmente de assuntos polêmicos.
Seria de “benefício enorme” para indivíduos que levam estilos de vida LGBT se a prostituição fosse legalizada, de acordo com uma declaração no site da Fundação Lésbica Astraea para Justiça — uma das parceiras da USAID na nova Parceria de Desenvolvimento Global LGBT. Astraea diz que a prostituição deveria ser chamada de “trabalho sexual” e legalizada.
De acordo com registros públicos, a Astraea recebeu mais de 1 milhão de dólares da USAID em 2013, e poderia receber outros 3 milhões de dólares em 2016. A Astrea critica os tão chamados projetos de “saída apenas” porque “forçam as mulheres a sair do comércio sexual” e deixam de fora as “vozes mais importantes — as das meninas/mulheres envolvidas no trabalho sexual ou que estão sendo traficadas.”
Organizações financiadas pela USAID não são limitadas a atividades em países em desenvolvimento.
A USAID tem um contrato com o Instituto Victory, uma organização apartidária sem fins lucrativos que ensina os políticos a concorrer para cargo sobre questões LGBT. O instituto oferece programas de treinamento e desenvolvimento profissional para políticos, advogados e empresários. Annise Parker, a prefeita de Houston que está no momento envolvida num escândalo porque ela colocou sob intimação as pregações e materiais de mensagens de cinco pastores que se opõem às suas recentes leis de direitos LGBT, é uma das beneficiadas da orientação estratégica do Instituto Victory.
Uma grande instituição da UCLA que treina juízes em questões LGBT é também parceira da USAID. Um estudo que essa instituição comissionou concluiu que o desenvolvimento das crianças em lares com “pais” transgêneros é a mesma coisa que qualquer família.
Olivia, uma agência de turismo e viagens para lésbicas, é outra organização eclética escolhida pela USAID. Essa agência se descreve como “A empresa de viagens para lésbicas!” (ênfase no original) e se gaba de ter levado 200.000 mulheres num feriado de Olivia “cercado de mulheres de todas as idades e etnias do mundo inteiro.”
Esses são alguns dos “campeões e aliados” da USAID, de acordo com a nova “Visão de Ação da USAID” que mostra o progresso da USAID na implementação da ordem de Obama. A ordem delineia financiamento para questões LGBT e atenção especial para indivíduos LGBT em todos os programas internacionais do governo federal. Por exemplo, desde 2012 os fornecedores da USAID têm de desenvolver novas cláusulas antidiscriminação a fim de serem parceiros da USAID.
Outros países veem isso como ameaça às crianças e desafio às suas leis, culturas e tradições.
Na semana passada, países africanos repreenderam a burocracia de direitos humanos da ONU e países que fazem doações por promoverem direitos especiais para indivíduos que se identificam como LGBT. O Egito avisou ao novo Alto Comissário de Direitos Humanos que “não podemos impor agendas.” O Malauí, que estava representando 57 países africanos, pediu “contenção” e disse que as campanhas para impor novas normas “minam” o sistema de direitos humanos.
O secretário de Estado John Kerry admitiu, enquanto estava falando na ONU no mês passado, que as questões LGBT se tornaram mais controversas, e leis opostas pelos ativistas LGBT “estão se espalhando como câncer.”
Tradução: Julio Severo
Fonte: Friday Fax
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:
EUA querem combater movimento anti-homossexualismo no mundo inteiro

8 comentários :

Nil disse...

Noticia bomba!!!!!

Ratinho é condenado a pagar R$ 150 mil por conta de piadas feitas com igreja exclusiva para gays

http://noticias.gospelmais.com.br/ratinho-condenado-pagar-150-mil-igreja-gays-72420.html

Eu enviei ao Gospelmais o seguinte comentário : "Este site não deveria usar a palavra IGREJA para se referir a este pessoal. Como disse certa vez O Pastor Malafaia,disse: ” A Igreja é composta por pessoas salvas,em processo de santificação, que tem fé e aguardam a volta de Jesus”. Esse pessoal pode ser chamado de grupo,comunidade,ajuntamento,etc,etc,menos de Igreja.
Sobre a multa que Ratinho levou. Vergonhoso mesmo é ver a Justiça praticando a injustiça.
Queriam o que ? Que Ratinho elogiasse,aplaudisse,glorifica-se, honra-se este pessoal.
Tem pessoas ou certos grupos que merece mesmo é a zombaria,escarnio,criticas,condenação. Mesmo. Justiça é dar a cada um o que merece. Chegará o dia que vão processar você se falar mal do ESTADO ISLÂMICO ! Olha ! A CENSURA GAY GENTE !

ÉLQUISSON disse...

Respondendo ao Nil,

Nil,

Do jeito que a imoralidade e o pecado já contaminaram o mundo inteiro (e do jeito que o homossexualismo e outras depravações estão sendo escancaradamente divulgadas e incentivadas), eu diria que estamos caminhando a passos largos para o mesmo destino final de Sodoma e Gomorra.

De acordo com as profecias da Palavra de Deus, o cálice da iniqüidade humana está ficando mais cheio a cada dia que passa. E vai chegar um momento em que esse mesmo cálice fatalmente vai transbordar. E quando isso acontecer, aí não vai ter mais jeito: a paciência de Deus vai chegar ao fim e Ele, inevitavelmente, vai entrar em ação para dar um basta na maldade de todo o mundo!

Neste mesmo dia, Jesus voltará. E desta vez será diferente: ao invés de ser o frágil Cordeiro a ser oferecido em sacrifício pelos nossos pecados, Ele agora virá como o Soberano Juiz para julgar a tudo e a todos!

E uma coisa é certa: os homossexuais (e também os seus cúmplices) que não se arrependerem agora de suas nojeiras vão conhecer (e também sentir) todo o rigor da lei de Deus contra o pecado quando estiverem diante Dele para serem julgados!

Será que esses homossexuais (e seus comparsas) querem ver para crer? Ou eles estão duvidando da justiça de Deus?

Se, mesmo depois deste aviso, eles não quiserem se arrepender, então que eles mesmos encham o cálice da sua própria iniqüidade! Que bebam da ira do Senhor (e estejam prontos para sofrerem as conseqüências)!

"Não erreis: Deus não Se deixa escarnecer; porque tudo que o homem semear, isso ele também ceifará" (Gálatas 6:7)

P.S: Se você quiser dizer alguma coisa, esteja à vontade

Duílio disse...

O QUE ESSES HOMOSSEXUAIS ESTÃO PENSANDO? PENSAM QUE CONSEGUIRÃO CALAR A VOZ DOS SERVOS DE DEUS? PENSAM QUE VAMOS NOS CURVAR DIANTE DAS EXIGÊNCIAS DELES? NUNCA!

NÓS (EU, O IRMÃO JÚLIO SEVERO, E OS DEMAIS CRISTÃOS) NUNCA NOS RENDEREMOS AOS ATAQUES DOS HOMOSSEXUAIS! SEMPRE CONTINUAREMOS A DENUNCIAR E COMBATER O PECADO DO HOMOSSEXUALISMO (OS HOMOSSEXUAIS GOSTANDO OU NÃO)! NOSSO COMPROMISSO É COM A OBEDIÊNCIA À PALAVRA DE DEUS (E NÃO COM HOMENS)! ESTÁ ESCRITO:

"IMPORTA ANTES OBEDECER A DEUS DO QUE AOS HOMENS" (ATOS 5:29)

O mundo pode mudar a todo instante, se denominar "moderno", "liberal", "atualizado", enfim, a lei, a moral e os costumes do mundo podem mudar a todo momento. MAS A LEI DE DEUS É SOBERANA, ETERNA, E IMUTÁVEL (NUNCA PODERÁ SER MUDADA POR NADA, E NEM POR NINGUÉM)! DEUS NUNCA MUDARÁ A SUA LEI PARA AGRADAR A NINGUÉM (SEJA QUEM FOR)!

A LEI DE DEUS NUNCA IRÁ SE SUJEITAR (OU "SE ADAPTAR") AOS TEMPOS MODERNOS OU AO "POLITICAMENTE CORRETO" DO GOVERNO, DOS HOMOSSEXUAIS, DOS ABORTISTAS, DOS FALSOS PROFETAS, DOS FALSOS PASTORES, E DOS FALSOS EVANGELHOS. A LEI DE DEUS NÃO FOI FEITA PARA AGRADAR AOS HOMENS (E NUNCA IRÁ SE SUJEITAR A HOMEM NENHUM)! A RESPEITO DA LEI DE DEUS, JESUS FOI TAXATIVO (FAÇO QUESTÃO DE TRANSCREVER EM CAIXA ALTA AS PALAVRAS DE JESUS, PARA CHAMAR A ATENÇÃO DE TODOS):

"NÃO PENSEIS QUE VIM REVOGAR A LEI OU OS PROFETAS; NÃO VIM PARA REVOGAR, MAS PARA CUMPRIR. POIS EM VERDADE EU VOS DIGO QUE, ATÉ QUE PASSEM OS CÉUS E A TERRA, NENHUM I OU TIL JAMAIS PASSARÁ DA LEI, SEM QUE TUDO SE CUMPRA" (MATEUS 5:17–18)

SE DEUS, NA SUA LEI, DISSE QUE O HOMOSSEXUALISMO É PECADO, É PECADO E FIM DE PAPO (NÃO TEM CONVERSA)! Os homossexuais podem espernear, xingar, protestar, e reclamar à vontade, mas uma verdade dolorosa tem que ser dita com todas as letras (eles aceitando ou não): O HOMOSSEXUALISMO É UMA ABOMINAÇÃO DIANTE DE DEUS! SE OS HOMOSSEXUAIS NÃO QUISEREM ACEITAR O QUE DEUS DIZ EM SUA LEI, ENTÃO QUE ELES RECLAMEM DIRETAMENTE COM DEUS! QUEM É ESSE OU ESSA QUE PENSA QUE PODE ESCARNECER DE DEUS E FICAR IMPUNE? ESTÁ ESCRITO:

"NÃO ERREIS: DEUS NÃO SE DEIXA ESCARNECER; PORQUE TUDO QUE O HOMEM SEMEAR, ISSO ELE TAMBÉM CEIFARÁ" (GÁLATAS 6:7)

SE OS HOMOSSEXUAIS PAGAR PRA VER SE A JUSTIÇA DE DEUS É VERDADEIRA OU NÃO, DEPOIS ELES NÃO VÃO PODER DIZER QUE NÃO FORAM AVISADOS!

Nil disse...

ELQUISSON ! Só tenho a dizer que você esta super correto na sua avaliação. Parabéns. Que Deus o abençoe muito.

Gilson disse...

Eis aqui algumas sugestões (10 ao todo) para um cristão enfrentar com firmeza o movimento homossexual:

1. Seja obediente a Deus — Afinal, com quem você é comprometido: com a obediência a Deus (e à Sua Palavra), ou com o mundo (e sua sujeira)?

"Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, todo aquele que se faz amigo do mundo se torna inimigo de Deus" (Tiago 4:4)

2. Não confie e nem creia em ninguém (nem mesmo naqueles que se dizem cristãos) — Não deposite sua fé (ou sua confiança) em nenhum homem daqui da Terra. Somente em Jesus nós podemos confiar (somente Ele é verdadeiro).

"Maldito o homem que confia no homem, que faz da carne o seu braço, e que aparta o seu coração do Senhor" (Jeremias 17:5)

"Seja Deus verdadeiro e todo homem mentiroso" (Romanos 3:4)

3. Não renuncie aos seus princípios — Não se curve diante de nenhuma intimidação e nem de nenhuma ameaça (seja de quem for). Lembre-se do que disseram os mártires da fé cristã: "Antes morrer do que pecar". Mantenha suas convicções firmes até o fim, ainda que isto lhe custe a prisão (ou a morte).

"Sê fiel até à morte e dar-te-ei a coroa da vida" (Apocalipse 2:10)

4. Tenha firmeza em dizer que o homossexualismo é pecado — Não caia no canto da sereia dos homossexuais e nem da mídia corrupta (que insistem em dizer que ser contra o homossexualismo é incitar o ódio contra os homossexuais).

"Não deis lugar ao diabo" (Efésios 4:27)

5. Não aceite nenhum argumento dos homossexuais a favor desse estilo de vida pecaminoso — Seja firme o suficiente para dizer que Deus não tolera o pecado (e que os homossexuais irão para o inferno após a morte se não se arrependerem dessa conduta).

"Não erreis: Deus não Se deixa escarnecer; porque tudo que o homem semear, isso ele também ceifará" (Gálatas 6:7)

6. Diga aos homossexuais que todo pecado tem suas conseqüências — Fale a eles sobre os inúmeros casos de AIDS (e de morte) entre os homossexuais.

"Há um caminho que parece ser direito ao homem, mas o fim dele são os caminhos da morte" (Provérbios 14:12)

7. Não faça nenhum acordo no sentido de relativizar o pecado — Nunca aceite nenhuma proposta (por mais "inocente" ou "inofensiva" que aparente ser) de conciliação (ou tolerância) com os homossexuais (ou com o homossexualismo).

"Não podeis beber do cálice do Senhor e do cálice dos demônios; não podeis participar da mesa do Senhor e da mesa dos demônios" (1 Coríntios 10:21)

8. Fale do amor de Deus pelos homossexuais — Diga a eles que Deus ama o pecador, mas que Deus condena o pecado. Não hesite em dizer que amor não é a mesma coisa que permissividade, tolerância, ou relativismo moral.

"Melhor é a repreensão franca do que o amor encoberto" (Provérbios 27:5)

"Eu repreendo e castigo a todos quanto Eu amo. Sê, portanto, zeloso, e arrepende-te" (Apocalipse 3:19)

9. Diga aos homossexuais que Deus nunca mudará os Seus princípios — Seja corajoso o suficiente para dizer que o homossexualismo sempre foi, sempre é, e sempre será pecado perante a lei de Deus. Afinal, a lei de Deus não é para ser questionada: é para ser obedecida.

"Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas; não vim para revogar, mas para cumprir. Pois em verdade Eu vos digo: até que passem os Céus e a Terra, nenhum i ou til jamais passará da lei, sem que tudo se cumpra" (Mateus 5:17–18)

10. Procure conscientizar a todas as pessoas sobre o perigo do movimento homossexual — Nunca deixe de dizer que o ativismo gay é uma séria ameaça à estabilidade da família (e também um perigo para toda a humanidade). Não seja omisso no seu papel de cristão.

"Não havendo profecia, o povo se corrompe" (Provérbios 29:18)

"Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado" (Tiago 4:17)

Que estas sugestões sejam acatadas pelos cristãos corajosos o suficiente para enfrentarem os ativistas homossexuais!

Jose Guilherme Schossland disse...

Adendos, em: https://www.youtube.com/watch?v=tDcmetRhkow
http://www.espada.eti.br/n1343.asp

predicadores itinerantes disse...

eu estava observando alguns comentários contra a pessoa de Julio Severo, pelo fato de ser ferrenho contra o homossexualismo, inclusive ate de fomentar o ódio contra essa gente,inclusive eu as pessoas rindo, ou seja alegando que a mensagem de Jesus era falar só do amor, e não ódio, ai eu pergunto a alguém que tem o mesmo sangue que corria nas veias dos profetas do passado,que foram perseguidos, como João batista em denunciar o adultério,será que João batista estava com ódio, e claro que não mais uma coisa em tenho certeza ele estava indignado com o pecado, pois e esse sentimento que tem um verdadeiro Cristão que não se conforma com este mundo, ao contrario de alguém que se conforma com este mundo de pecado. e pode ter certeza que assim como Jesus foi perseguido e crucificado assim acontece com quem combate o pecado.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Respondendo ao predicadores itinerantes,

Amado irmão, do jeito que o pecado já contaminou o mundo inteiro, muitas pessoas procuram uma igreja ou religião que satisfaça somente as suas próprias conveniências pessoais (ou que não diga nem faça nada contra o pecado). Em outras palavras: muitas pessoas só querem ouvir o que lhes agrada, ou melhor, só querem acreditar no que elas desejam (e não no que elas realmente precisam). Não é de se espantar que vivemos hoje numa total inversão de valores: o errado é certo, o certo é errado, o mal virou bem, o bem virou mal, enfim, os preceitos morais da nossa sociedade estão completamente ao contrário. É como bem disse o profeta Isaías:

"Ai daqueles que chamam o mal de bem, e o bem de mal; que fazem das trevas a luz, e da luz as trevas; e fazem do amargo o doce, e do doce o amargo! Ai daqueles que são sábios aos seus próprios olhos, e prudentes diante de si mesmos!" (Isaías 5:20–21)

Não será surpresa se, qualquer hora dessas, criarem uma lei nos obrigando a adorar ao diabo (e nos proibindo de crer em Deus). Aliás, do jeito que existe tanta podridão e tanta imoralidade reinando tanto aqui no Brasil como também em todo o mundo, eu nem me espantaria se uma lei dessas fosse aprovada. Em virtude isso, não é sem razão que a Bíblia diz que "o mundo jaz no maligno" (1 João 5:19)

Eu diria mais: quem quiser ser um verdadeiro cristão tem que ter uma postura firme e forte para combater o pecado (e, ao mesmo tempo, estar pronto para ser odiado pelos homens). Mas quantos, hoje, teriam esta disposição?

Jesus, na Sua primeira vinda à Terra, não veio para agradar aos homens. E por agir assim, Ele foi odiado por muitos (principalmente pelos poderosos da época). Por que Jesus foi odiado? Porque Ele sempre falava a verdade. Ele desmascarava os hipócritas (e Ele também revelava os pecados ocultos de muitos). Quem fala a verdade sempre é odiado. Se com Jesus foi assim, que dirá com os Seus servos!

O nosso amado irmão Júlio Severo é um bom exemplo isso. Por ter falado a verdade sobre o ativismo homossexual, ele passou a ser odiado (e também perseguido) pelos homossexuais e pelo governo (já quiseram até saber o endereço dele, se é que já não o ameaçaram de morte). Por causa disso, ele teve que ir, com a família, para um exílio forçado no exterior.

Este é o doloroso preço que o verdadeiro cristão tem que pagar pela sua fidelidade a Jesus (e pela sua luta contra o pecado). Quantos, hoje, fariam como os fiéis da igreja de Esmirna (que, por amor a Jesus e à verdade da Sua Palavra, aceitaram a morte sem nenhum medo)? Quem, nos dias de hoje, teria a mesma postura firme de um Elias, um Jeremias, ou um João Batista para denunciar e combater o pecado (e também para falar certas verdades que muitos estão precisando ouvir)?

Os mártires da fé cristã não hesitaram quando foram obrigados a escolher entre o pecado e a morte. O lema deles era: "Antes morrer do que pecar". Eles permaneceram firmes nas suas convicções até o fim, e acreditavam que esta corajosa decisão que tomavam agora certamente será lembrada no tribunal divino.

Se estivermos realmente decididos a ser verdadeiros cristãos (ainda que tenhamos que ser odiados pelo mundo), temos que obedecer ao que Jesus diz em Sua Palavra:

"Se alguém quiser vir após Mim, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz, e Me siga. Pois quem desejar salvar sua vida vai perdê-la, mas aquele que perder a sua vida por amor a Mim vai achá-la. Porque de que adiantará ao homem conquistar o mundo inteiro e perder a sua alma? Que dará o homem em troca de sua alma?" (Mateus 16:24–26).

"Entrai pela porta estreita; porque grande é a entrada e largo e espaçoso é o atalho que leva à perdição, e muitos são os que vão por ele; ao passo que estreita é a porta e apertado é o caminho que conduz à vida, e poucos são os que encontram" (Mateus 7:13–14)

Eu pergunto: quem teria coragem para agir assim nos dias de hoje?

Deixo esta pergunta no ar para você (ou alguém daqui) responder na primeira oportunidade.