24 de novembro de 2014

Ateísta Ed Brayton: Julio Severo é um ‘doido’ brasileiro


Ateísta Ed Brayton: Julio Severo é um ‘doido’ brasileiro

Julio Severo
A homossexualidade e o controle populacional têm algo em comum? Se você crê que sim, então você é um ‘doido’ — rótulo que o ateísta Ed Brayton usou contra mim, Julio Severo, porque sou um desses crentes.
Ed Brayton
No entanto, não sou a única vítima dos ataques dele. Ele também atacou o WorldNetDaily, e num programa de TV da C-SPAN, ele rotulou Chuck Norris de ‘retardado’ porque Norris disse que se Obama fosse eleito em 2012, o socialismo dele levaria os EUA a mil anos de escuridão.
Concordo com Norris: os EUA podem se preparar para mil anos de escuridão socialista por causa de Obama e seu partido.
O gordo Brayton tem um blog que tem o título de “Dispatches from the Culture Wars” (Despachos das Guerras Culturais). Ele é também um defensor do evolucionismo.
De acordo com a Conservapedia, Chuck Norris acha que a maioria do problema de obesidade nos EUA é consequência do hedonismo e que os cristãos têm boas razões para acreditar que um estilo de vida hedonista é um dos fatores que causam o ateísmo. Esse é outro motivo por que o gordo Ed Brayton odeia Norris.
Brayton tem aparecido no programa de TV Rachel Maddow Show. Rachel foi a primeira âncora abertamente lésbica a apresentar um grande programa noticioso de TV em horário nobre nos EUA. Ele tem também sido convidado em outros programas esquerdistas.  
Por falta de argumentos e racionalidade, a única opção que resta a indivíduos esquerdistas é recorrer a insultos: ‘doido,’ ‘retardado,’ etc. Além disso, palavrões são a linguagem natural deles. Como é que sei disso? A Esquerda secular e cristã brasileira tem usado essa linguagem ao falar de mim e minhas opiniões conservadoras.
Acerca da Esquerda americana, parece que seus adeptos não estão gostando da coluna que Matt Barber me deu em seu portal conservador BarbWire.
Em seu blog, Brayton se descreve: “Depois de gastar vários anos fazendo turnê pelos EUA como comediante solitário, Ed Brayton se cansou de explicar suas piadas… e voltou-se para escrever… para as vozes de sua cabeça.”
Sempre suspeitei que os socialistas têm vozes estranhas na cabeça — nos tempos da Bíblia, as pessoas chamavam esse problema de ‘possessão demoníaca.’
Desta vez as vozes disseram a esse comediante pesado e desajeitado que a homossexualidade não reduz as taxas de natalidade e que, sim, ele é um cara inteligente!
As vozes dele também lhe disseram que na guerra cultural para espalhar mentiras socialistas e homossexualistas no mundo inteiro, Julio Severo é outro inimigo que merece os ataques dele.
Tendo ou não nojo, pelo menos ele está lendo minha coluna no BarbWire!

Doido: A Questão Homossexual é Toda sobre Controle Populacional

Julio Severo é um doido brasileiro que está agora escrevendo para o BarbWire, onde ele faz a afirmação incrivelmente absurda de que a luta pela igualdade LGBT é realmente toda sobre reduzir a população. Burro, pelo fato de que conexões causais são para pessoas inteligentes, nenhuma das quais dá para achar aqui. Fazendo referência a uma conferência da USAID sobre direitos gays no mundo todo na semana passada, ele escreve:
A conferência está reunindo autoridades governamentais, financiadores particulares, líderes empresariais, especialistas acadêmicos e ativistas homossexuais de mais de 30 países para aumentar a coordenação, cooperação e recursos dedicados para promover a agenda homossexual no mundo inteiro, e para garantir a plena inclusão de ativistas homossexuais em estruturas de poder político.
A conferência está focando em estratégias de assistência diplomática e externa para lidar com questões homossexuais no mundo todo. Está discutindo também as melhores formas de envolver as comunidades religiosas para apoiar a agenda homossexual e integrá-la em programas de desenvolvimento.
Se Sodoma deu ao mundo uma militância homossexual sem treinamento e sofisticação, os Estados Unidos podem se orgulhar de terem sobrepujado Sodoma, dando ao mundo uma militância homossexual agressiva, treinada e sofisticada.
Os esforços do governo americano para integrar a agenda gay em programas de desenvolvimento e estruturas de poder político terão sucesso? Temo que sim. Quarenta anos atrás, o NSSM 200, um documento ultrassecreto do governo dos EUA, deixava claro que que a ONU, o Banco Mundial e muitas outras grandes organizações internacionais deveriam ser usados para integrar o controle populacional em programas de desenvolvimento e assistência médica. O controle populacional era apresentado como “planejamento familiar,” mas seu objetivo nunca foi o bem-estar da família. Era redução populacional para atender às ambições dos EUA de se apoderar ou guardar recursos naturais de outras nações para uso americano atual e futuro. Por causa dos esforços dos EUA quarenta anos atrás, hoje o “planejamento familiar” é tão natural quanto o próprio casamento.
Evidentemente, agora a estratégia é tornar a agenda gay e seu casamento fajuto tão naturais quanto o “planejamento familiar.”
Deus transformou Sodoma em cinzas. Os EUA estão se distinguindo tornando Sodoma global e refinada. Os EUA estão espalhando as cinzas de Sodoma no mundo inteiro para semear uma Sodoma nova, maior e global.
Sim, pois obviamente se começarmos a tratar homossexuais como seres humanos com direitos iguais, todos vão imediatamente se tornar gays, parar de ter filhos e destruir a espécie. Pois o homossexual, de acordo com a direita cristã, é a coisa mais sedutora da história. É tão opressivamente tentadora que temos de tornar a vida dos homossexuais miserável a fim de impedir as pessoas que estão se tornando gays. É nisso que esses fanáticos realmente acreditam.
Leitura recomendada:

18 comentários :

Thiago disse...

Este mundo não tem mais jeito. Eles chafurdam na lama da degradação moral, e ai de quem o critique. A imoralidade dos EUA e da Europa não serão eternas.

Será que o castigo estará dentro das Ogivas de Putin?

Os cristãos não seriam odiados por todos? Então Júlio, você faz sua parte, e sua recompensa não será nesta terra.

Os filhos do inferno comemoram a cada escavação mais profunda no fundo de poço moral em que se enfiam. Um filho de Satanás comemora quando o pecado é exaltado como a mais excelsa das virtudes.

A IRA DE DEUS VIRÁ, não tenha dúvida. Qual será seu instrumento? Não sei. Mas suspeito que a Rússia poderá pisar a cabeça da COBRA GLOBALISTA americana/europeia.

marcelo disse...

Julio, veja só onde o Brasil chegou.

http://ahduvido.com.br/livro-infantil-com-poemas-e-oracoes-a-satanas-e-distribuido-nas-escolas

Marcelo

Noel Gomes disse...

Gostei desse ateu .....

Daniela disse...

Júlio: os americanos de esquerda ou de direita não dão um centavo de consideração pelo nosso país. Eles têm tanto interesse no Brasil quanto nós temos na Etiópia. Parabéns por nos representar tão bem no mundo internacional.

Anônimo disse...

Thiago

Julio,

Desde quando você trabalha pra projetar a imagem do Brasil perante a canalha da esquerdista internacional?

Me responda: você se dedica para agradar a Deus ou aos homens?

A esquerda podrona evangélica paga tuas contas?

Um ateu esquerdista tem muito mais dignidade do que um "cristão esquerdista". Ele não conhece nada da bíblia, na sua mente não há o conceito de bem ou de mal, nem conceito de pecado, tudo é relativo/relativizado. E na cabeça do cristão? Deveria haver né!?



Anônimo disse...

se cada ato dessas pessoas sao de degradaçao,o que sai de suas bocas nao seria diferente,força pra vc,aquele que seguimos e acreditamos e muito maior ,ele nao te abandonara nunca......Silvia

Anônimo disse...

Thiago


O pessoal quer ser cristão.

Mas será que querem pagar o preço?

Será que estão dispostos a carregar a sua cruz?

A abandonar a vida de pecado, mesmo que isso doa tanto quanto um corte sangrento na própria carne?

Há alguma contradição em se amar o pecador e odiar o pecado?

Há pecado em dizer que um pecado é um pecado?

Eu sou falho, pecador e tenho o dever de amar os demais pecadores. Mas isso não me dá o direito de viver em pecado e nem de afirmar que o pecado passou a ser bom porque estamos na pós-modernidade.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Thiago,

Sei que este comentário que eu vou colocar aqui é repetido. Mas considerando as suas opiniões (e também o teor deste artigo), me vejo obrigado a bater novamente na mesma tecla.

Do jeito que o pecado já contaminou o mundo inteiro, muitas pessoas procuram uma igreja ou religião que satisfaça somente as suas próprias conveniências pessoais (ou que não diga nem faça nada contra o pecado). Em outras palavras: muitas pessoas só querem ouvir o que lhes agrada, ou melhor, só querem acreditar no que elas desejam (e não no que elas realmente precisam). Não é de se espantar que vivemos hoje numa total inversão de valores: o errado é certo, o certo é errado, o mal virou bem, o bem virou mal, enfim, os preceitos morais da nossa sociedade estão completamente ao contrário. É como bem disse o profeta Isaías:

"Ai daqueles que chamam o mal de bem, e o bem de mal; que fazem das trevas a luz, e da luz as trevas; e fazem do amargo o doce, e do doce o amargo! Ai daqueles que são sábios aos seus próprios olhos, e prudentes diante de si mesmos!" (Isaías 5:20–21)

Não será surpresa se, qualquer hora dessas, criarem uma lei nos obrigando a adorar ao diabo (e nos proibindo de crer em Deus). Aliás, do jeito que existe tanta podridão e tanta imoralidade reinando tanto aqui no Brasil como também em todo o mundo, eu nem me espantaria se uma lei dessas fosse aprovada. Em virtude isso, não é sem razão que a Bíblia diz que "o mundo jaz no maligno" (1 João 5:19)

Eu diria mais: quem quiser ser um verdadeiro cristão tem que ter uma postura firme e forte para combater o pecado (e, ao mesmo tempo, estar pronto para ser odiado pelos homens). Mas quantos, hoje, teriam esta disposição?

Jesus, na Sua primeira vinda à Terra, não veio para agradar aos homens. E por agir assim, Ele foi odiado por muitos (principalmente pelos poderosos da época). Por que Jesus foi odiado? Porque Ele sempre falava a verdade. Ele desmascarava os hipócritas (e Ele também revelava os pecados ocultos de muitos). Quem fala a verdade sempre é odiado. Se com Jesus foi assim, quanto mais com os Seus servos!

O nosso amado irmão Júlio Severo é um bom exemplo isso. Por ter falado a verdade sobre o ativismo homossexual, ele passou a ser odiado (e também perseguido) pelos homossexuais e pelo governo (já quiseram até saber o endereço dele, se é que já não o ameaçaram de morte). Por causa disso, ele teve que ir, com a família, para um exílio forçado no exterior.

Este é o doloroso preço que o verdadeiro cristão tem que pagar pela sua fidelidade a Jesus (e pela sua luta contra o pecado). Quantos, hoje, fariam como os fiéis da igreja de Esmirna (que, por amor a Jesus e à verdade da Sua Palavra, aceitaram a morte sem nenhum medo)? Quem, nos dias de hoje, teria a mesma postura firme de um Elias, um Jeremias, ou um João Batista para denunciar e combater o pecado (e também para falar certas verdades que muitos estão precisando ouvir)?

Os mártires da fé cristã não hesitaram quando foram obrigados a escolher entre o pecado e a morte. O lema deles era: "Antes morrer do que pecar". Eles permaneceram firmes nas suas convicções até o fim, e acreditavam que esta corajosa decisão que tomavam agora certamente será lembrada no tribunal divino.

Se estivermos realmente decididos a ser verdadeiros cristãos (ainda que tenhamos que ser odiados pelo mundo), temos que obedecer ao que Jesus diz em Sua Palavra:

"Se alguém quiser vir após Mim, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz, e Me siga. Pois quem desejar salvar sua vida vai perdê-la, mas aquele que perder a sua vida por amor a Mim vai achá-la. Porque de que adiantará ao homem conquistar o mundo inteiro e perder a sua alma? Que dará o homem em troca de sua alma?" (Mateus 16:24–26).

"Entrai pela porta estreita; porque grande é a entrada e largo e espaçoso é o atalho que leva à perdição, e muitos são os que vão por ele; ao passo que estreita é a porta e apertado é o caminho que conduz à vida, e poucos são os que encontram" (Mateus 7:13–14)

Eu pergunto: quem teria coragem para agir assim nos dias de hoje?

Anônimo disse...

Presbitero Valdomiro o sr. expressou claramente o pensamento de varios cristaos nao so evangelicos mas tambem catolicos ,temos nos juntado e falado exatamente isso,obrigado ...Silvia

Thiago disse...

disse tudo Presbítero.

Uma pequena parcela em nossas igrejas estão preparadas. Tem muita gente com medo desse "Mundo Novo". Temos que alertar aos cristãos sobre a perseguição pesada que está por vir.

Thiago disse...

Júlio, de repente me deparei com uma informação nova e diferente:

http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:r3Mqxtv-8cQJ:https://www.facebook.com/carvalho.olavo/posts/337653783053369+&cd=2&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br

http://maconariaestudoscriticos.blogspot.com.br/2014/02/eis-o-segredo.html

http://liceu-aristotelico.blogspot.com.br/2011/06/portugal-razao-e-misterio-v.html

https://www.youtube.com/watch?v=fFgvNZl_m9k

5º Império Português?

Brasilia, JK e Akhenaton?

Oscar Niemayer, Brasília e o Prédio da ONU... há algo mais?

Templo de Salomão em São Paulo?

Nunca havia me deparado com essa ideia: o Brasil poderia ser a sede da Nova Ordem Mundial?

Você já leu algo a respeito?

Estranhíssimo, sem pé nem cabeça...

a família Real Portuguesa veio para a Colônia para fugir de Napoleão e permaneceu reinando com Dom Pedro I e Dom Pedro II. A maçonaria acredita nisso? Quem foi esse tal de Cagliostro? Portugal é aqui?

Eu não interpreto dessa forma, sigo mais a linha de interpretação do Protestantismo Americano referente ao Apocalipse e ao Livro de Daniel

se puder me responder... valeu irmão!

Eliel disse...

Respondendo ao Thiago

Thiago,

Você disse textualmente isto:

"O pessoal quer ser cristão. Mas será que querem pagar o preço? Será que estão dispostos a carregar a sua cruz?..."

Thiago, certa vez eu vi um cartaz que traduz exatamente isso que você colocou. No mesmo cartaz, estava escrito precisamente assim (em letras garrafais):

"MUITOS querem ir para o Céu, porém... POUCOS querem pagar o preço!"

Quer ver como isso é muito simples (ou melhor, como isso é muito fácil de constatar)? Basta você perguntar a qualquer pessoa na rua: "Para onde você quer ir após a morte?" A resposta é automática e imediata: "Céu!". E nem poderia ser diferente: nenhuma pessoa, em sã consciência, JAMAIS desejaria ir para o inferno! Como diria Sherlock Holmes, "elementar, meu caro Watson!"

Agora pergunte para a mesma pessoa: "Você está disposto(a) a pagar o preço?" Aí, como se diz no popular, a pessoa "trava" (isto é, fica sem resposta)! É verdade ou não é?

Não seria nenhum exagero se alguém dissesse que são raríssimos os cristãos autênticos nos dias de hoje. Aliás, alguém conseguir manter a própria santidade (e se manter puro de corpo e alma) num mundo corrompido pelo pecado é uma verdadeira "Missão Impossível". Não tem um ditado popular que diz que "em terra de cego, quem tem olho é rei?" Eu diria melhor: "Num mundo de pecado, ser santo é ser um verdadeiro herói".

Sabe qual é a verdade? Muitos que se dizem cristãos estão querendo mesmo é um cristianismo "light": querem aceitar Jesus apenas da boca pra fora, mas, por dentro, querem continuar fazendo as mesmas coisas da época de mundo. Não querem realmente transformação, só querem ter o status de cristão sem ter uma verdadeira vida cristã. Muitos querem as bênçãos de Deus, mas não querem obedecer ao Deus das mesmas bênçãos.

Quer ver uma coisa? Se você disser ao povo de uma determinada cidade que vai haver um Carnaval em algum lugar, a cidade inteira vai em peso para essa festa! Agora, chame esse mesmo povo para assistir a um culto numa igreja. Se forem 1 ou, no máximo, 2 pessoas, é muito! Ou eu estou mentindo?

Na geometria, a linha reta é o caminho mais curto entre 2 pontos. Na vida cristã, o caminho para o Céu nem sempre é o mais curto. Muito pelo contrário: é sempre o mais longo, o mais penoso, cheio de obstáculos, espinhoso, com muitas dificuldades a serem superadas, repleto de adversidades a serem encaradas, e de perigos a serem enfrentados. Mas é o único que leva para a vida eterna. Quem, hoje, estaria disposto a seguir este mesmo caminho?

Não foi sem razão que Jesus disse:

"Entrai pela porta estreita; porque grande é a entrada e largo e espaçoso é o atalho que leva à perdição, e muitos são os que vão por ele; ao passo que estreita é a porta e apertado é o caminho que conduz à vida, e poucos são os que encontram" (Mateus 7:13–14)

Quem, hoje, teria coragem de entrar pela porta estreita (para chegar ao Céu)?

Anônimo disse...

Para Daniela: seu comentário feito acima foi o melhor de todos, concordo plenamente.

Thiago disse...

AMIGO ELIEL


OBRIGADO POR ME RESPONDER!

QUE BAITA TEXTO!

Irmão, quanto mais eu me apego a essa ideia de ser fiel até a morte, mais eu levo pancada do povo do mundo.

Mas o preço pago na Cruz foi grande demais... eu me recuso a levar minha vida com Deus relaxadamente. Só quem realmente nasceu de novo é que sabe que é a PAZ E ALEGRIA que é estar na Presença de Deus, cheios do Espírito Santo. Como é bom se consagrar ao Senhor, não há prazer maior. Eu luto para não entristecer a Deus.

Um abraço!

Sugestão de Louvor
Eyshila - Deus no Controle
https://www.youtube.com/watch?v=2DIWG_-JRpI

Pastor Lucas disse...

Thiago,

Isso que você falou (de que quanto mais você se apega à idéia de ser fiel até à morte, mais você leva pancada do povo do mundo) só confirma o que o presbítero Valdomiro e o Eliel disseram: que quem quiser ser um verdadeiro cristão tem que entrar pela porta estreita.

E como o presbítero Valdomiro colocou muito bem no comentário dele, se Jesus foi odiado por falar a verdade, por que isso seria diferente com os Seus servos?

O verdadeiro cristão tem que fazer a diferença onde estiver (ou melhor, tem que ser luz onde há trevas). É como disse o apóstolo Paulo:

"E não vos conformeis com este mundo; mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, perfeita, e agradável vontade de Deus" (Romanos 12:2)

"Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas; para que sejais sinceros e irrepreensíveis, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo" (Filipenses 2:14–15)

É fácil ser cristão enquanto tudo está relativamente tranqüilo. O difícil mesmo é ser cristão na hora de uma provação. Em outras palavras: na hora da provação é que se vê quem é cristão de verdade. É como disse o profeta Malaquias:

“E vereis a diferença entre o justo e o ímpio, entre aquele que serve a Deus e aquele que não O serve” (Malaquias 3:18)

O verdadeiro cristão não tem medo de enfrentar nenhuma adversidade, porque confia no Deus em quem crê. O próprio Deus ordena aos Seus servos:

"Não te mandei Eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, e nem te espantes; porque o Senhor, teu Deus, é contigo, por onde quer que andes" (Josué 1:9)

Quem confia em Deus nunca vai ficar desamparado nos momentos mais difíceis!

Anônimo disse...

Certamente a palavra da cruz é loucura para os que se perdem, mas para nós, que somos salvos, poder de Deus.
Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las porque se discernem espiritualmente.

(1Co 1:18 - 2:14)

Thiago disse...

Obrigado por responder Pastor Lucas.

um abraço!


MENDES JR disse...

Estou impressionado positivamente com os artigos deste blog e com os comentários.Irmãos não apenas cultos, mas também espirituais, que é o essencial! Sugiro a pregação Evangelho Light ou exigente, da apóstola Valnice Milhomens! Que Deus continue abençoando com sabedoria e unção a vida de Julio Severo e de todos os que, com seus comentários, trabalham para o crescimento do Reino de Deus!