20 de outubro de 2014

Uma escolha entre Satã e Belzebu na eleição presidencial do Brasil


Uma escolha entre Satã e Belzebu na eleição presidencial do Brasil

Refutando a ideia de “enfrentar o mal com o mal” apoiando Aécio

Julio Severo
Alguns andam dizendo: “Preferia votar no próprio demônio do que em Dilma Rousseff.” As pessoas dizem isso para deixar claro o quanto abominam Dilma e tudo o que ela já fez. Mas infelizmente, para eles e para o Brasil, esse ódio veemente por Dilma na verdade os coloca exatamente onde o demônio os quer. Como disse Alan Keyes, colunista do WND: “O Pai da Mentira ri de satisfação. Ele exulta triunfante vendo que o ódio deles a uma das suas manifestações os manipulou para apoiar o seu sucesso em outra forma.”
Lamento profundamente ver que milhões de brasileiros estão se deixando levar por essa armadilha diabólica. Keyes também disse: “O menor de dois males ainda é mal. Não importa o resultado das eleições, as pessoas que se contentam em escolher entre Satã e Belzebu deixaram claro sua intenção de deixar tudo ir para o inferno. Além do mais, a natureza dessa escolha é tão clara para eles que eles praticamente se vangloriam do ódio ardente que os leva a fazê-la. Com essa arrogância prática, eles se tornam cúmplices soberbos e voluntários do próprio mal que dizem odiar.”
Outro comentário importante de Keyes: “Estou moralmente certo de que esse foi o motivo pelo qual Cristo alertou seus discípulos para que fizessem da busca pela perfeição de Deus o padrão de todas as suas ações, em vez do ódio e do mal. Ele julgou que seria melhor fracassar na busca de alcançar esse padrão do que ser bem sucedido em abandonar a própria vida à mercê do demônio. Ele pensou que seria melhor fracassar aos olhos do mundo, mas entregar seu espírito nas mãos de Deus (como ele próprio o fez na cruz) do que tirar a sorte com Seu inimigo.”
Tudo isso me veio à mente quando vi hoje o programa de governo do candidato Aécio Neves, nomeado por muitos ditos conservadores como a melhor opção contra Dilma e suas políticas homossexualistas e abortistas. Reinaldo Azevedo, que louvou recentemente posturas mais liberais e esquerdistas no Vaticano sobre questões homossexuais, é provavelmente o mais destacado defensor do PSDB.

Plataforma de governo de Aécio promove a agenda homossexual

Reinaldo Azevedo nada vê de mal na adoção de crianças por duplas gays. Daí, ele nada verá de mal na plataforma de governo do candidato Aécio, que oficialmente diz:
Garantia da igualdade de atenção aos processos de adoção para casais heterossexuais e homossexuais.” (Página 28)
Apoio ao Programa de Adoção de Crianças e Adolescentes, garantindo o direito de adoção por casais homossexuais.” (Página 33)
Estímulo aos movimentos de defesa dos direitos LGBT.” (Página 27)
Ampliação da participação da Comunidade LGBT nos debates do Programa Brasil sem Homofobia, e articulação deste programa com as iniciativas estaduais e municipais.” (Página 28)
Criar Fórum Nacional de Diálogos para que a escuta das reivindicações dos movimentos sociais que lutam pela garantia de direitos LGBT sejam efetivados e garantidos.” (Página 29)
O programa de governo de Aécio usa também o jargão da ONU e grupos esquerdistas mundiais para se referir sorrateiramente à homossexualidade. Suas palavras mágicas secretas são “gênero” e “orientação sexual,” amplamente utilizadas por todas as esquerdas do Brasil. Confira:
Apoio a iniciativas que busquem assegurar a identidade de gênero.” (Página 28)
A educação deve ser efetivamente utilizada na formação de uma cultura de respeito à diversidade social, racial e orientação sexual.” (Página 42)
As políticas públicas para as mulheres devem ser transversais, inserindo a perspectiva de gênero, de forma permanente e sistemática, em todas as áreas e programas do governo.” (Página 41)
Organizar a capacitação de educadores nas questões de gênero, visando desconstruir preconceitos e estereótipos.” (Página 43)
Incentivar a incorporação de mulheres às Forças Armadas, como forma de superação das barreiras de gênero.” (Página 239)
Apoio a linhas de pesquisa universitárias relativas à questão de orientação sexual.” (Página 27)
Organização de protocolos de prevenção à discriminação por orientação sexual, com participação das políticas de Justiça, Direitos Humanos, Assistência Social, Educação, Trabalho, Saúde e Igualdade Racial, em ampla parceria com a sociedade civil.” (Página 28)
Mais parece programa de governo do PT. Mas é do PSDB, que descaradamente se compromete a dar continuidade a todo o socialismo anti-família do PT.
Votar em Aécio para derrotar as políticas anti-família de Dilma ajudará a família brasileira?
Décadas atrás, se dissessem aos nossos avós que determinado político quer que crianças sejam entregues a homossexuais, a reação deles não se limitaria apenas a dizer: “Não vou votar nele!” Muito mais que isso, aquela geração pegaria em paus e pedras para linchar o pervertido disfarçado de político que quer tamanha maldade contra as crianças.
Eles sem dúvida alguma linchariam Aécio e Dilma.
O que aconteceu com a geração atual?
Crianças não foram criadas para estar nas mãos de homossexuais e outros pervertidos. Essa verdade é evidente desde o começo da humanidade.

Os perigos do PT

Quanto mais aprendi sobre o PT, Lula e Dilma, mais claro ficou para mim que eles demonstraram por meio de gestos e ações a sua rejeição a essa verdade. Em razão disso, sou um opositor inflexível de Dilma.
Não é de hoje que alerto sobre os perigos do PT. Na eleição presidencial de 2002, enquanto importantes pastores me asseguravam que Lula havia feito um compromisso com eles de que não deixaria seu futuro governo promover agenda abortista e homossesxualista, eu os avisava que o PT era um partido de mentiras e enganações. Tudo o que eles disseram de bom sobre Lula não se confirmou. Mas, infelizmente, tudo o que eu já previa (pelo bom senso, não por profecias), aconteceu. Com o PT no poder, o Brasil se tornou o primeiro país do mundo a apresentar na ONU uma resolução classificando o homossexualismo como direito humano inalienável. Fui o primeiro brasileiro a denunciar internacionalmente essa ameaça, ajudando líderes pró-vida internacionais a barrar a medida do governo brasileiro na ONU.
Minhas denúncias contra as ambições homossexualistas de Lula são antigas e alcançam a mídia internacional há anos. Confira, por exemplo, meus artigos:
Não posso ignorar que o fato de Dilma hoje seguir a linha de Lula é apenas um exemplo da apostasia que agora existe nos elementos elitistas que controlam ambos os chamados partidos majoritários do Brasil, PT e PSDB, assim como as instituições de vários setores da vida brasileira.
Essa apostasia ocorre especialmente no que se refere às metas socialistas de promover agendas contra a família brasileira.
Considerando que as elites dominantes abandonaram o respeito à vida e a família, tão essencial para a sobrevivência nacional do Brasil, para apoiar a agenda homossexualista e abortista, reconhecer as ações intencionalmente destrutivas de Dilma é admitir apenas metade (e talvez a metade mais fatal) da ameaça que enfrentamos. Em todos os assuntos de fundamental importância para o futuro das famílias do Brasil, o PSDB, em seu governo no Estado de São Paulo, fez coisas que Dilma na esfera nacional ainda está tentando fazer sob crescente oposição.
Recordemos também que Luiz Mott, o pai do ativismo homossexual do Brasil, ocupava proeminente cargo no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, de quem recebeu importante condecoração.

PT e PSDB levam, por caminhos diferentes, ao inferno socialista

Logicamente, os únicos indivíduos que deveriam apoiar o candidato do PSDB, Aécio Neves, são os que adotaram as metas anti-família de Dilma, mas se ressentem de seu fracasso em cumpri-las. Eles querem substituir sua incompetência desajeitada e mais diretamente socialista pelo método mais atraente e dissimulado de Aécio para alcançar o mesmo fim. Além do mais, eles sabem por experiência própria que podem contar com o seu rótulo de indivíduo pró-PSDB para obrigar os conservadores a empregar todos os seus esforços para defender e desculpar a luta de Aécio para seguir a agenda da elite socialista pró-agenda gay. Sua eleição, portanto, irá ajudar a frustrar e neutralizar a forte oposição conservadora que, se não fosse pelo apoio a Aécio, iria continuar a crescer.
Conheço muitas pessoas que se opõem fortemente a Dilma porque ela está nos levando em direção a uma “ilha da fantasia” elitista e totalitária localizada nas profundezas do inferno socialista. No entanto, parafraseando Alan Keyes, “essas mesmas pessoas estão dispostas retirá-la do leme apenas para colocar no lugar alguém cuja única proeza é o histórico de um partido que promete uma viagem mais estável, por águas mais calmas, para o mesmo destino. Em que mundo torto de desespero existencial isso faz sentido?”
Sabiamente, Keyes diz: “Pessoas que colocam sua confiança em Deus não precisam aceitar a escolha do demônio, de enfrentar o mal com o mal. Se o Reino de Deus está com eles, sempre há uma escolha melhor à disposição. Muitos brasileiros oram e declaram acreditar que o Reino de Deus está próximo. Mas no seu dever soberano como cidadãos, eles se propõem a abandonar a própria fé. A fé foi o que lhes possibilitou a autonomia. Ela pode fazer por eles a mesma coisa novamente, até mesmo neste tempo, mas somente se eles se lembrarem disso a tempo.”
Parafraseando Keyes, finalizo: Quanto à escolha entre Dilma e Aécio, qualquer uma delas é a escolha do demônio. O mal será o único resultado dessa escolha.
Adaptado do artigo de Alan Keyes: Uma escolha entre Satã e Belzebu
Leitura recomendada:

37 comentários :

Jonatan Souza disse...

Uma declara apoio ao estado islamico na onu o outro quer entregar todo nosso pais de bandeija para os neocons em washignton que tambem apoiaram e financiaram o estado islamico http://jornalggn.com.br/noticia/o-pre-sal-na-mira-dos-apoiadores-de-aecio

PBR disse...

Segundo estatísticas do IPEA (órgão a favor da própria agenda petista), em 92,55% dos casos de agressão sexual à crianças o culpado é do sexo masculino.

Se você coloca uma criança sob a guarda de 2 homens em vez de um homem e uma mulher, é óbvio que estará aumentando as chances dela ser molestada.


http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/nota_tecnica/140327_notatecnicadiest11.pdf

Anônimo disse...

Tinha costume de votar nulo, mas nessa última eleição não procedi assim. Para senador, votei em José Serra (talvez eu não devesse ter feito isso), mesmo sabendo das posturas dele em relação a kit gay do PSDB. Fiz isso porque pareceu-me que nenhum de todos os candidatos ao senado era conservador, e porque queria tirar Eduardo Suplicy, o qual se mostrou irado com a derrubada do PL122, além de outras posturas ruins dele. Suplicy foi eleito até demais.
Vejo que o Aécio é ruim, mas comparando com a Dilma, percebo também, que não é igual a ela. Além disso, mulher na liderança é errado, ainda mais sendo uma mulher como a Dilma.
Para presidente, no primeiro turno votei no Fidelix, porque tinha escolha. Mas agora, é de certa forma como se eu não tivesse mais. Já que é assim, tenho pensado em votar no Aécio para retirar essa mulher anticristã que está cubanizando o Brasil.
Mas confesso que vou orar mais e pedir discernimento, até porque tudo o que você escreveu faz sentido.

Anônimo disse...

Ah, esqueci de dizer o motivo maior de eu não ter anulado meu voto dessa vez.
Antes eu achava que se houvesse uma determinada quantidade de votos nulos, a eleição seria anulado. Mas depois, através de vídeo explicativo, fiquei sabendo que não é assim que funciona. Segundo a explicação, o voto nulo até facilita para que o candidato mais votado seja eleito.
Então, voto nulo seria uma questão de consciência mesmo, e de princípios.

Cicero disse...

Até é bom que isso esteja acontecendo! A Escritura está se cumprindo fielmente.
O mundo está podre e fétido como exatamente diz o texto:

"Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, suje-se ainda mais;..." Ap 22;11.

Claudio Vaz disse...

Avisem aos "conservadores" do PSC para lerem o artigo.

WESLEI ROCHA disse...

Fica uma pergunta: Se alguns horrendos "boatos" a respeito do candidato Aécio (que para muitas pessoas de Minas são fatos, observados muito antes desta campanha eleitoral)forem verdadeiros,como ficam os milhares de evangélicos, incluindo muitos pastores assembleianos,que estão arduamente em campanha pró-Aécio?
O que me incomoda, como evangélico, não são as inúmeras críticas de pastores ao governo do PT, até porque a maioria têm fundamento. O que me deixa indignado é que,durante as campanhas de FHC(com suas ideologias de esquerda, declaradamente ateu, defensor da legalização da maconha, etc)não me lembro de ouvir nenhum tipo de manifestação, por parte de pastores, condenando a eleição do ex presidente mencionado. Agora a cena se repete; o caráter duvidoso e anti-cristão de Aécio é totalmente esquecido, nas rodas de conversas evangélicas.
Texto muito coerente. Parabéns Júlio Severo.
Agora, o anônimo, eleitor do Aécio, deve não ter lido o texto antes de comentar. Só pode.

fococristao disse...

PRB, esses 92,55% de casos de agressão sexual é apenas de denúncias.
Não necessariamente significa que os homens abusam nessa proporção.
A realidade é que há muitos abusos cometidos por mulheres, porém tais abusos costumam ser menosprezados e raramente são denunciados.
Mulheres abusam meninos, como aconteceu com o Caio Fábio, corrompendo-os sexualmente, mulheres abusam de meninas, levando-as ao lesbianismo, além da corrupção sexual.

Anônimo disse...

Começando pelo Reinaldo Azevedo. Este senhor, de fato, presta bons serviços a favor de causas conservadoras. No entanto, ele praticamente neutraliza todos estes bons serviços, por estas posições mencionadas pelo Júlio. Pela influência que tem sobre seus leitores, é bem provável que, com o tempo, acabe levando um grande número de pessoas a pensar como ele (aí o saldo fica negativo). Se ele se intitula conservador ainda não entendeu o que isto significa. Quanto ao programa do PSDB, o Júlio fez muito bem em mostrar. Independente de quem ganhe, esta agenda gay tenderá a avançar. Resta aos deputados e senadores conservadores se posicionarem contra este avanço. Estes precisam ser constantemente cobrados e lembrados de que foram eleitos para defender a vida e a família tradicional.

Sebastião

yuna007 disse...

brasileiro não é cristão é antipetista...

yuna007 disse...

julio vejo q pra vc os valores morais estão acima da economia e do antipetismo..pra maioria dos brasileiros a economia e antipetismo estão bem acima dos valores morais...valores não são mais prioridade pra mais ninguém..

yuna007 disse...

WESLEI ROCHA TODO MINEIRO SABE Q O AECIO É DROGADO, BEBUM E ESPANCADOR DE MULHER(UMA VIDA PORTANTO NADA EDIFICANTE...CONTINUAM VOTANDO PQ NÃO RELEVAM MESMO....

yuna007 disse...

A REALIDADE É Q 99,99% DOS BRASILEIROS ESTA CAGANDO SE O CANDIDATO DEFENDE VALORES CRISTÃOS OU NÃO...
SOMENTE UMA ÍNFIMA MINORIA(00,01%)AINDA DÁ RELEVÂNCIA AO CRISTIANISMO DO POLITICO A QUAL IRÁ VOTAR...

Anônimo disse...

A Agenda anti família do PT, é a mesma do PSDB, e a mesma de todos os partidos ainda que alguns digam o contrário. As idéias e projetos que ferem valores cristãos, é mundial e quem por mais contra que for ou mais honesto que for ou mais bíblico que for, talvez até amenize isto por um pouco de tempo, mas este é o sistema da nova ordem mundial e quem for contra será cassado ou não conseguirá governar. E você concorda ou discorda? Adalberto Pimentel

Anônimo disse...

JULIO! DILMA NOS ODEIA!
MANTEREMOS NOSSA INIMIGA MAIOR NO PODER QUE APOIA OS CORTA-CABEÇAS NO O. MEDIO?
Prefiro dizer que entre Aécio, comunista mitigado - e Dilma, comunista stalinista, chega derrubando tudo, prefiro o primeiro pois HÁ URGENTE NECESSIDADE de alternar o poder e sempre assim para os donos do poder se sentirem ameaçados e não nos quererem como faz o PT de que: "galinha do terreiro não foge da panela".
Julio: o PT tem o aborto como programa oficial de governo.
O PSDB, a critério de cada candidato e Aécio não o é.
Entre 2 males, escolha o que nos pode fazer menos mal!
Dar a corda a ela para nos enforcar, de graça?
Henoc

Anderson Monteiro disse...

Eu vejo dessa forma: Deus permitiu que ambos os candidatos fossem ao segundo turno. Por experiencia, sabemos que o PT não sabe governar esse país. Estou cansado de ver tanto roubo, tanta mentira e tanta irresponsabilidade com o dinheiro público.Talvez o Aécio não seja a melhor opção. Mas se o Senhor me deu a possibilidade de escolher entre ele e a outra candidata vou votar nele. Porque já vi que o PT esta levando o Brasil a um buraco sem volta. Com um governante novo, ainda podemos respirar um pouco e ter a chance de mudarmos um pouco esse país, uma coisa que com o atual governo é impossível.

Anônimo disse...

foco cristão eu acho que você está enganado as pesquisas científicas mais recentes mostraram que 99% dos pedófilos são homossexuais e apenas 1% são de mulheres lésbicas que tem relações sexuais com meninas,logo, portanto não existe estupro e pedofilia praticada por homens heterossexuais,os casos divulgados na mídia comprovam que estupro e pedofilia são praticados por homens possuídos e influenciados pelos demônios e os demônios só influenciam e possuem os homossexuais,por que o homossexualismo é do diabo,já os heterossexuais são de DEUS, conforme está na bíblia portanto não existe nenhum caso comprovado
até hoje de homem heterossexual que tenha cometido estupro ou pedofilia até por que seria impossível,todos os casos envolvendo estupro e pedofilia são praticados por homossexuais,portanto.

Anônimo disse...

Concordo plenamente com o Aderson Monteiro e o Henoc.

Reginaldo

Anônimo disse...

Sr. Julio, sempre estou lendo os seus textos e os que você traduz, são ótimos. Porém, nesta altura do campeonato você soltar uma bomba destas, penso não ser o melhor para a democracia. Concordo que os sociais liberais é de longo o ideal para uma nação cristã, mas dar mais uma chance ou munição para comunistas é ir pacificamente para o muro de fuzilamento, e isso eu não concordo e nem aceito. Portanto, Áecio será cobrado por Marina, que também pisou na bola. Então nos resta lutar contra o inimigo declarado por mais quatro anos, tenho certeza que combater o PSDB é melhor combate que ao PT. Portanto, voto em Áecio e vou tentar acabar com a predominância de Dilma, Lula, Chaiu e Rosário.

Anônimo disse...

Querido Julio.
É a primeira vez que comento.
Te admiro muito por sua coragem em denunciar os absurdos que acontecem e a grande midia não mostra.
VEJA ISSO:
http://www.psdb.org.br/tucanafro/aecio-neves-e-pimenta-da-veiga-assumem-compromisso-pela-igualdade-racial/

http://www.psdb.org.br/tucanafro/aecio-quer-menos-tolerancia-ao-racismo-no-brasil/

Leandro disse...

Bom... a questão a meu ver é um pouco mais profunda, e também antiga.

O Brasil é a alma da ONU.
Eu não vejo como se isso viesse de fora. Desde o seu surgimento o Brasil tem animado aquele punhado de técnicos e ideólogos que estão alocados nos organismos paralelos à ONU (OMS, Unesco, Painel climático, etc), mesmo quando estavam em choque com suas próprias delegações diplomáticas.

Isso fez com que a ONU se tornasse uma espécie de poder supranacional capaz de definir e impor uma agenda a todos os seus países-membros, sem nenhuma contestação séria e independente da orientação de seus próprios governos. Duvido muito que seria diferente se aqui (e não é esse o caso) fosse eleito um governo contrário a essa agenda.
Sem o Brasil, acaba a ONU.

Chega a ser uma incoerência suprema o Brasil não ser membro permanente do Conselho de Segurança, já que parte do Brasil a maioria das iniciativas mais incisivas dessa agenda globalista.

Anônimo disse...

Caro Julio,

A grande verdade é que os conservadores e anti-esquerdistas brasileiros não dispõem de grandes escolhas neste momento.

Precisamos, de fato, nos posicionar. E não será anulando ou tornando branco nosso voto pois um dos dois será, inevitavelmente, escolhido nosso novo representante.

Eu já vi o governo de Lula duas vezes, vi o governo da Dilma Roussef e vi o quanto esse partido está alinhadíssimo com os ideais socialistas de Venezuela, Cuba e Coreia do Norte.

Por mais que o PSDB de Aécio também seja adepto dessas agendas globalistas, o partido dele ainda nutre um pouco mais de respeito pelo ser humano do que o PT.

Nós sabemos que o PT mente e faz qualquer negócio por dinheiro. Lembremos também que a senhora Dilma Roussef disse que 'faria o diabo' pra ganhar essas eleições. Bem, eu prefiro invocar a Deus e dar a Ele o verdadeiro poder de decisão neste caso. É ele quem vai levantar homens e mulheres para decidirem o rumo desta nação.

Não aguentamos mais esse partido roubando nosso dinheiro, nossa dignidade, nossa esperança... Não aguentamos mais as mentiras, as ladroíces e todas as patifarias do PT.

A Bíblia nos ordena orar pelas potestades que nos governam pra que possamos viver na Terra com paz e tranquilidade, e definitivamente não é o que muitos têm obtido.

Assim como Ciro foi levantado no passado para libertar Israel do cativeiro da Babilônia, assim eu espero que Aécio também seja levantado por Deus pra que o Brasil seja resgatado das mãos dos ímpios comunistas e socialistas, e possamos ter mais alguns anos de paz e tranquilidade até a vinda do Senhor Jesus.

Sei que isso pode ser loucura, mas não temos opção melhor. O menos pior é Aécio, sem dúvida alguma.

Daniel disse...

A liderança do movimento homossexualista (LGBTQP) em peso está apoiando Aécio Neves. Podem procurar nos jornais da semana passada e encontrarão tais notícias.
O próprio Luis Mott já tinha declarado voto em Mrina Silva no primeiro turno e, provavelmente, deve declarar voto em Aécio agora, seguindo as orientações da maioria do movimento gayzista.
Se a maioria desse grupo de militância gayzista está apoiando Aécio, coisa boa ele não é, concordam?
Aécio se liga ao movimento gayzista mais internacional, do tipo do Obama e ligado aos neocons (que de conservadores não têm nada).
A agenda gayzista não é brasileira, ela é internacional, com seus ditames decididos desde altos postos na ONU, em Washington e nas capitais européias - tudo isso vindo diretamente das potestades espirituais do Mal.
O diabo não quer saber do humilde, do fraco.
O diabo usa o mais arrogante, o mais poderoso para avançar seus planos, por isso é que o diabo está usando os EUA (a nação mais poderosa militar e economicamente) para avançar seus planos.
Aécio parece ser mais afinado com a visão do socialismo fabiano de Obama, por isso muitos do movimento esquerdista mundial se ligam mais a ele do que a Dilma.
O movimento gayzista brasileiro apoiava muito mais o PT até alguns anos devido a ser um movimento, até então, sem muitas conexões, provinciano.
Mas, após terem acesso irrestrito ao movimento gayzista internacional na ONU, o movimento gayzista brasileiro começou a se reorientar para a matriz do "progressismo" do Partido Democrata dos EUA. Daí é que se torna natural esse realinhamento para o PSDB, que é a versão cabocla do Partido Democrata dos EUA.
Como o Júlio bem apontou, brasileiro fica tão obcecado pelo PT (ou pelo antipetismo) que pensa que basta não ser petista para um político já ser bom e merecer seu voto.
Quanto ilusão.

WESLEI ROCHA disse...

Alguns comentários mostram claramente a hipocrisia reinando em alguns cristãos ditos conservadores.
Votar no "menos pior", "menos mal", "menos prejudicial" etc. Eis os Pilatos modernos. Por que escolher entre "satã" e "belzebu" se têm a opção de votar nulo?

Luiz Oliveira disse...

Júlio, quanto aos itens mais aberrantes citados
“Garantia da igualdade de atenção aos processos de adoção para casais heterossexuais e homossexuais.” (Página 28)
“Apoio ao Programa de Adoção de Crianças e Adolescentes, garantindo o direito de adoção por casais homossexuais.” (Página 33)

Não os encontrei no programa de governo do PSDB. Creio que devem ter sido retirados. Eles simplesmente não estão lá. Não sei se você está citando um programa anterior que foi modificado.


Outro item mencionado como
“Estímulo aos movimentos de defesa dos direitos LGBT.” (Página 27)

Está escrito da seguinte forma

20. Estímulo aos movimentos afrodescendentes, LGBT, indígena e cigano para promoção de eventos contra o racismo e a homofobia.(página 17).

Outro item citado

“Ampliação da participação da Comunidade LGBT nos debates do Programa Brasil sem Homofobia, e articulação deste programa com as iniciativas estaduais e municipais.” (Página 28)

Está escrito no programa oficial como

25. Ampliação da participação da Comunidade LGBT nos debates do
Programa Brasil sem Homofobia, e articulação deste programa com as
iniciativas estaduais e municipais (pág 17)

De modo que, embora discorde totalmente da defesa desses itens, ou eles não estão no programa oficial do PSDB como você citou, ou estão citados de modo distinto no programa oficial do PSDB e com número de página diferente.

Não sei o que você tem a dizer sobre isso.

WESLEI ROCHA disse...

"Assim como Ciro foi levantado no passado para libertar Israel do cativeiro da Babilônia, assim eu espero que Aécio também seja levantado por Deus pra que o Brasil seja resgatado das mãos dos ímpios comunistas e socialistas, e possamos ter mais alguns anos de paz e tranquilidade até a vinda do Senhor Jesus".
Eta!!! Têm que rir pra não chorar. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.

Eliel disse...

Não sei se muitos daqui irão concordar comigo, mas eu vejo esta questão da escolha da seguinte forma: o ideal seria que o povo, antes de votar, orasse a Deus e pedisse discernimento na hora de escolher algum candidato (para não se decepcionar depois). Só que nem sempre o povo age assim. E aí ficamos novamente entre a cruz e a espada, ou seja, ficamos sempre obrigados a escolher entre um mal maior e um mal menor.

Combater o mal maior com um mal menor (ou "menos pior") é o mesmo que querer corrigir um erro com outro erro. No caso, o PSDB é o "mal menor" diante do PT (que é o "mal maior").

Só que tem um detalhe crucial que muitos parecem não ver: o mal, independente de ser maior ou menor (ou de qualquer outra designação que inventem), é mal sempre (e precisa ser firmemente combatido). Quem tolera o mal tem parte com o diabo. E digo mais: um verdadeiro cristão JAMAIS vai apoiar qualquer tipo de mal (seja maior ou menor). O compromisso do cristão é única e exclusivamente com a obediência à Palavra de Deus, que combate o mal de todas as formas. Ainda que um mal menor se apresente de forma aparentemente inocente ou "inofensiva", não poderá jamais ser tolerado com a desculpa de se evitar um mal maior. Em outras palavras: mesmo que um mal menor seja, momentaneamente, a única opção válida (ou disponível) para se evitar um mal maior, ainda assim é um mal. Como se diz no popular, é como "trocar seis por meia dúzia" (não vai fazer nenhuma diferença ao final).

P.S.: Se alguém daqui quiser se manifestar, esteja à vontade

Hélio P Gouvea disse...

Povo de Deus. Estamos entre a cruz e o punhal. Mas, existe esperança para àqueles que confiam no Senhor. Manassés foi um dos reis de Israel mais ímpios da história do povo judeu, mas, no tempo de Deus, se humilhou e Deus o restaurou. Nabucodonor, Rei de Babilônia, desafiou a soberania do Senhor e também foi humilhado e reconheceu que os céus reinam. Deus pode mudar a nossa história pelo nosso arrependimento e pelo clamor da Igreja. É hora de nos unirmos em oração em todos os cantos e lugares e clamarmos pela justiça de Deus, pois o Senhor ouve o clamor do seu povo. Creio na transformação do Brasil pelo poder da oração! Precismos, também, agir, mas com sabedoria do alto.

Anônimo disse...

Puxa, depois deste texto perdi a vontade de votar =/

Real voz do litoral disse...

Criei uma imagem que ilustra bem isso:
https://www.facebook.com/345571062275885/photos/a.379598562206468.1073741829.345571062275885/380157205483937/?type=1

Anônimo disse...

Por isso quero Bolsonaro em 2018. Defendo a família e punindo os marginais.

Geraldo disse...

Se o Bolsonaro tivesse se candidatado à presidência, será que ele teria alguma chance de ganhar?

jesusalegriadoshomens disse...

Julio, a igreja está encurralada entre o mar vermelho e o exército de Faraó, mas a incredulidade no poder de Deus e somente nEle, faz a igreja olhar pra Aécio como nosso "salvador" do PT. Nossa oração tem que ser: abre o Mar Vermelho e intervém com teu poder e com misericórdia.

Ivana Freitas disse...

Entre uma q já entregou o país aos terroristas e outro que ainda vai entregar. Escolho o segundo. Tenho tempo de gritar e pedir socorro

Leandro disse...

Não se enganem com Bolsonaro.
Ele é no fundo um esquerdista.

Anônimo disse...

bolsonaro é o brasileiro mediano : conservador nos costumes e na economia "esquerdista"

Anônimo disse...

Geraldo
Se jesus se candidatasse iria ser mais um nanico..
Ninguém relava mais valores cristãos nas eleições no brasil..