5 de outubro de 2014

Salmo de Davi, implorando para que Deus faça justiça pelo seu povo


Salmo de Davi, implorando para que Deus faça justiça pelo seu povo

Ó Eterno, SENHOR da vindicação, Deus vingador, manifesta-te! Levanta-te, Juiz da terra, paga aos soberbos o que merecem! Até quando, Ó Eterno? Até quando os ímpios triunfarão? Proferem palavras de afronta, todos esses malfeitores cheios de arrogância e empáfia esmagam teu povo, SENHOR, e oprimem tua herança; matam a viúva e o migrante, e trucidam os órfãos. E comentam: “Deus nada vê, não se atém aos detalhes da terra, o Deus de Jacó”. Atendei vós, os mais néscios do povo! Insensatos, quando compreendereis? É possível que quem criou o ouvido não possa ouvir? Será que quem formou os olhos nada veja? Aquele que disciplina as nações os deixará sem a devida retribuição punitiva? Não tem conhecimento Aquele que concede ao ser humano o saber? O SENHOR conhece muito bem todos os pensamentos humanos, e sabe o quanto são fúteis! Bem-aventurada a pessoa a quem disciplinas, ó Eterno, aquele a quem ensinas a tua Lei; calmamente atravessará os dias maus, enquanto que, para os ímpios, uma fossa se abrirá! O SENHOR jamais desamparará seu povo; nunca abandonará sua herança. Voltará a haver justiça nos veredictos, e todos os retos de coração a seguirão. Quem se levantará a meu favor contra os ímpios? Quem permanecerá ao meu lado combatendo os malfeitores? Não fosse o socorro do SENHOR, eu já estaria habitando na região do silêncio. Quando declarei: “Os meus pés vacilaram”, teu amor leal, SENHOR, me amparou! Quando a angústia já controlava todo o meu ser, teu consolo trouxe tranquilidade à minha alma. Será, um governo corrupto, capaz de fazer aliança contigo? Um trono que pratica injustiças em nome da lei? Eles, contudo, tramam contra a vida do justo e condenam os inocentes à morte! Entretanto, o SENHOR é meu baluarte e meu Deus, a torre inexpugnável em que me refugio. O Eterno fará recair sobre os ímpios a própria iniquidade deles e serão consumidos por seus pecados; o Senhor, o nosso Deus, os destruirá! (Salmo 94:1-23 KJA)
Divulgação: www.juliosevero.com

4 comentários :

Anônimo disse...

Amém.

Jabesmar A. Guimarães disse...

Tenha misericórdia da nossa nação e do seu povo que aqui habita ó Eterno. Não permita que os mau continuem a roubar, matar e destruir o Brasil.
Em nome do Senhor Jesus, AMÉM!!

Anônimo disse...

Esse Salmo caiu como uma luva pro atual momento crítico da política brasileira

yuna007 disse...

sobrou drogado e dilma ferrou!
como esperava fidelix teve votação pífia!