16 de outubro de 2014

Onde estava o debatedor? Caio Fábio e seu papo (ou cilada) com Danilo Gentili e Olavo de Carvalho


Onde estava o debatedor? Caio Fábio e seu papo (ou cilada) com Danilo Gentili e Olavo de Carvalho

Julio Severo
Poucos dias atrás, houve um programa de hangout entre Caio Fábio, Danilo Gentili e Olavo de Carvalho. Anunciado como debate sobre as eleições, o show acabou virando mera campanha auto-promocional de Caio.
Diferente de outros eventos de Caio que ganham grande repercussão na mídia evangélica, o hangout não atraiu o interesse dos grandes portais evangélicos, a não ser do GospelPrime, que destacou, somente vários dias depois do hangout, que Caio se envolveu no escândalo do malogrado “Dossiê Cayman,” que visava promover uma vitória de Lula na eleição presidencial de 1998.
A única grande audiência de Caio sempre foi evangélica. Mas o desinteresse desse público pelo hangout, tão intensamente divulgado pelos vários canais pessoais de Caio, é um péssimo sinal para a popularidade dele.
O Genizah, que não perde uma oportunidade de fazer propaganda de Caio, se absteve de postar uma manchete do grande aliado. Afinal, a especialidade dos colunistas desse tabloide é fazer má publicidade de Olavo, a quem tacham maldosamente de “astrólogo dos crentes.” De forma semelhante, o Genizah não perde uma oportunidade de xingá-lo, no que já foi devidamente refutado por mim.
O tabloide só não xingou o Olavo no episódio do hangout para não levar um belo puxão de orelha do “mestre” Caio.
Danilo Fernandes, dono do Genizah e principal aliado de Caio Fábio
Caio é famoso por ter passado a lábia na maioria dos líderes evangélicos com relação a Lula e ao PT no passado. Se a maioria deles via o PT como partido das trevas, dos lábios de Caio veio a mensagem de um PT diferente, que não ameaçava. Seu programa de TV “Pare & Pense,” num importante episódio em 1994, realizou um “debate” com os candidatos presidenciais Lula e Leonel Brizola. A presença de Brizola foi apenas cortina de fumaça. Caio confessou anos depois que a intenção era apenas dar visibilidade a Lula entre os evangélicos. Excepcionalmente, Caio havia convidado como co-apresentadora Valnice Milhomens, que mesmo com seus dons proféticos foi incapaz de enxergar que o “debate” era na verdade uma armadilha, para ela e para todo o povo evangélico.
Depois da campanha caiofabiana da semeadura petista da década de 1990, houve a colheita, em 2002, com todos os maiores líderes evangélicos do Brasil apoiando Lula.
No caso do programa de hangout atual, nem Danilo Gentili nem Olavo de Carvalho são conhecidos por terem dons proféticos que pudessem ajudá-los a escapar de uma cilada ou de virarem peça de uma máquina promocional caiofabiana.
Se até a visionária evangélica Valnice caiu, como é que os outros, sem tais visões, não cairiam?
Caio capitalizou no programa, louvando Marina Silva, que é socialista e tem também apoio da velha aliada de Caio para assuntos políticos: Valnice Milhomens, que não poupou nem profecias nem reuniões com líderes evangélicos para alavancar a desejada vitória de uma presidente Marina.
O apoio de Caio a Marina é compreensível: faz parte de sua trajetória de apoios socialistas. Em vídeo do ano passado em que ele conta vantagem de Augustus Nicodemus, Caio mostra carinho especial por Leonardo Boff.
Um leitor evangélico, que assistiu ao hangout, me escreveu dizendo:
“Não foi um debate. Foi uma troca de gentilezas, um bate papo longe de debate. Infelizmente. Lembro bem quando o Caiu Fabio disse mentiras sobre você há uns anos atrás e o Olavo deu um prazo de 3 semanas para o Caiu se retratar se não iria criticá-lo publicamente(ou fazer outra coisa que não lembro). E hoje tá ficando amiguinho… Seria tudo para ajudar a derrotar o PT?”
Exatamente no contexto da campanha presidencial de 2010, Caio mergulhou de cabeça no apoio a Marina Silva, lançando vários vídeos contra mim, Julio Severo, inventando cenários de prostituição homossexual e um seminário teológico de farras gays. Percebi então, por experiência, que a principal arma dele contra aqueles que ele odeia é a mentira. Meu vídeo de resposta está aqui: http://youtu.be/rNcnorKrzi0
Mas eu não sou o alvo principal de Caio.
O momento mais vergonhoso do hangout foi quando Caio atacou Silas Malafaia sem que os outros debatedores, Danilo e Olavo, conseguissem rebater.
A presença de Malafaia teria tornado o que deveria ter sido um debate num debate de fato. E satisfaria melhor aos anseios do apresentador, que costumeiramente ataca Malafaia — sempre de muito longe, tal qual um homem que atira de longe pedras para dentro da jaula de um tigre. Um confronto frente a frente seria diferente e mostraria se diante do tigre Caio é tão corajoso quanto alega ser.
Nos debates de Caio, falta o tigre
Além disso, era necessário outro debatedor que desmontasse o socialismo de Marina, que Caio vê como perfeito para o Brasil.
Concordando plenamente com Danilo e Olavo, Caio acha agora o PT a pior coisa para o Brasil. Mas não era o que ele pensava quando estava passando sua lábia pró-Lula nos evangélicos no passado.
Ontem, Caio estava elogiando Lula e seu socialismo. Hoje, ele repudia Lula e elogia Marina e seu socialismo. E amanhã, o que será? Quem pode garantir que no futuro Caio não estará repudiando Marina e elogiando outro socialista?
E as mudanças dele podem nem ser sinceras. Ele já foi chamado de “falsário” por Olavo, exatamente por saber usar a falsidade e a mentira para suas ambições pessoais. Confira o vídeo: http://youtu.be/JaCO5f126oE
O vídeo do hangout, que está sendo divulgado de forma ampla e alegre por Caio, faz muito mais do que criticar o socialismo: promove a imagem dele, que teve no passado papel fundamental na promoção do socialismo de Lula entre evangélicos e hoje na promoção do socialismo de Marina Silva.
É lamentável o fato de que quando Caio elogiou Marina, do jeito que ele elogiava Lula no passado, os outros debatedores não quiseram ou não conseguiram refutá-lo, transformando o que deveria ser um debate num mero café com amigos.
O vídeo, que deveria cumprir o papel de atacar Dilma e todos os socialistas, acabou servindo de palanque para Caio.
Considerando que todos os grandes portais evangélicos — com a exceção do GospelPrime — ignoraram o hangout, ficamos pensando: Qual foi a utilidade desse programa, além de promover o ego do dono e apresentador?
Outros poderiam indagar: E se pelo menos a participação de Danilo e Olavo tivesse a intenção apenas de converter os seguidores de Caio em direitistas?
Os resultados não seriam nada agradáveis.
O que os seguidores do Caio mais precisam é de conversão espiritual. Uma mudança filosófica com certeza não vai fazer isso. Eles são raivosos, irados, briguentos e esquerdistas. Se mudarem de filosofia, serão direitistas, mas continuarão raivosos, irados, briguentos — não diferentes dos camisas pardas nazistas que quebravam o pau por sua ideologia. Um cristão não pode ser assim.
Os homens — como Caio e Olavo — cuidam de filosofia, má ou boa. O único que pode cuidar de conversão é Jesus por meio do Espírito Santo.
Se Caio de fato quiser um debate sério, deveria chamar o tigre em vez de ficar atirando pedras para dentro da jaula dele.
Leitura recomendada:

22 comentários :

Orivaldo Aires disse...

Resumindo o que eu percebi no "debate". Percebi que o Caio usou o momento pra tentar se limpar, como um dos principais responsáveis pela aproximação dos evangélicos com o PT em especial o Lula, dando uma de ingênuo, que foi enganado, e que agora quer tentar se limpar. Mas pra mim não colou. De bobo ele não tem nada, mesmo ele se dizendo agora contrário ao PT. Porém a mim não engana.

Marcos Dutra disse...

O que esperar de um debate com um humorista boca-suja, um católico promotor do ocultismo e um herege picareta?
Porque um cristão deve perder seu tempo com isso?
Qual a qualificação que esse Caio tem para falar de política, sendo ele um total ignorante sem qualificações?
Por que Olavo o convida, a não ser para aparecer e ridicularizar como sempre os evangélicos, escolhendo o pior especimen entre todos?
Os dois estavam lá com suas agendas mesquinhas e o povo de Deus dando audiência para esse circo.

Luiz Oliveira disse...

Júlio, tenho que chamar a sua atenção para o fato de que você comete um equívoco ao considerar os nazistas como sendo direitistas em seu artigo. Os nazistas nunca foram de direita. De direita foram Konrad Adenauer, Eisenhower, Charles de Gaulle, Winston Churchil, Ronald Reagan, Margaret Tatcher.
Hitler jamais foi de direita. Tanto é que o partido nazista se chamava Partido Nacional SOCIALISTA alemão. Hitler lia e admirava Karl Marx. O sistema de planejamento econômico da Alemanha nazista era similar ao da União Soviética, onde o Estado controlava e estabelecia preços, salários, lucros, a quantidade da produção, quem poderia vender e a quem. Os esquerdistas soviéticos conseguiram impor a pecha de direitistas aos nazistas porque estes foram derrotados por aqueles. A diferença é que os socialistas soviéticos eram internacionalistas, queriam a revolução socialista em todo o mundo. Já os nazistas eram socialistas nacionalistas.

Anônimo disse...

Ainda bem que não assisti.

Julio Severo disse...

Você está certo só em parte, Luiz. A informação de que o nazismo é socialista está amplamente divulgada em meu blog. Mas no período anterior à subida ao poder do Partido Nazista, a Alemanha sofreu uma grande inundação de partidos e políticos socialistas. A única opção contra os comunistas era o Partido Nazista, que aglutinou muitos direitas que queriam combater o comunismo. O partido Nazista não era direitista, mas os direitistas o apoiaram. É uma situação muito semelhante à do Brasil, em que o desespero por causa do PT faz com que os chamados direitistas optem pelo PSDB como forma de combater o PT. Quem conhece a realidade brasileira sabe o que os direitistas alemães passaram, e como foram enganados.

Osvaldo Aires Bade disse...

Qual o problema em ter colocado o link do debate?

Dionei disse...

Caio é astuto e egocêntrico, além disso ele ecoa uma doutrina perigosa, suas pequenas mentiras e sofismas em meio a algumas verdades transformam seu discurso em um potencial veneno para desapercebidos, dependendo da dose pode ser fatal espiritualmente.

Julio Severo disse...

O link do debate está na notícia do GospelPrime mostrada no próprio corpo deste texto. Leia com a atenção e não será difícil.

Zezene Pereira disse...

Friends with Alessandro Vieira
Esse Caio já caiu há muito tempo! Na verdade, ele é um fracassado, invejoso e adora se aparecer. Nem perco o meu tempo em assistir esse famigerado pregador de meias verdades. Vai prestar contas à Deus pelas suas heresias.

Carlos Alberto disse...

Caio é um caído que não quer se arrepender de seus pecados.Ele não tem nenhuma moral para debater com Silas Malafaia, que aliás já deixou bem claro que não da "ibope" ao caído e fracassado espiritual, Caio Fábio.

"Ao homem herege, depois de uma e outra admoestação, evita-o,
Sabendo que esse tal está pervertido, e peca, estando já em si mesmo condenado."

Jobson Bronson disse...

O hangout mais fuleiro de que já ouvi falar. Caio Fábio é o **, do ** do meio evangélico. Quem será o próximo fuleragem que O. de C. vai fazer jabá? Leonardo Bofe? É o que tenho dito. Era muito mais produtivo quando o O. de C. fazia os True Outspeak dele...

Eliana disse...

Caio Fábio é um notório mentiroso. Tudo o que ele disse ao professor Olavo pode ou NÃO pode ser verdade. E se fosse verdade Caio tem a liberdade de mudar suas opiniões de novo, como habitualmente faz.....

juliano disse...

Julio, qual sua opinião a respeito desse Danilo Gentili, vale uma postagem sua?

Apologista disse...

Júlio, vc precisa ser mais claro com seus artigos vc demoniza o PT como se o PSDB não pertencesse a mesma Esquerda. Vc critica a teologia da libertação que é correto, mas não mostra que ela vem do marxismo da Europa e EUA, fala como se Marx tivesse nascido dentro do PT. A filosofia de Olavo de Carvalho não cristã, ele age da su mesma forma, que vem manipulando muitos cristão leigos a terem ele como u guru. Agindo como se Karl Marx tivesse originado no Pt e não no EUA e Europa de onde vem toda depravação moral e ética contra os valores cristãos. Fale que o mal anti Deus tem origem no EUA e Europa. A teologia da libertação é o evangelho social marxista vinda da Europa e do EUA. E o PSDB além de ser esquerda, usa o modelo economico do capitalismo selvagem neoliberal. Neoliberal náo é liberdade de opinião. é modelo economico de massacre ao pobre.

Anônimo disse...

Penso que qualquer questão de melhorar os cristãos e os demais brasileiros não parte desses caminhos,mas percebo que querem se promoverem, como um grande leilão, para quem puder dar maior lança, e no final,quando as coisas não saiem de agrado para ambos o leilão começa novamenta.

Leandro disse...

Mas, convenhamos, você acha que Caio Fabio iria a algum debate com Malafaia, onde seria certamente arrasado?
Então, é natural que queira atirar pedras de dentro de um território ameno.

2. Luiz, é uma controvérsia insolucionável definir se o nazismo é esquerda ou direita (embora, que fique bem claro, o Julio não qualificou o nazismo como direita).
É evidente que o nazismo não se enquadra com os princípios liberal-capitalistas que orientam tanto a direita que ele combatia nos anos 20, quanto a direita atual. Porém, de outro lado, o nazismo também não se enquadra no campo da esquerda.

O fato é que o fascismo tem sido enquadrado como um terceiro campo (erroneamente, "extrema-direita", já que está igualmente distante da esquerda e da direita), e isso só pode ser compreendido se observamos as mudanças no tempo, e não um quadro estático: era a primeira vez na história que se formavam novas agremiações políticas não vinculadas à alinça aristocracia-grande empresariado, e dessa forma o fascismo se colocava junto com essas novas formações, opondo-se frontalmente à política anterior e arregimentando quadros da classe média rural e urbana e até do operariado.
É nesse sentido que o nazismo se intitulava 'socialista', como oposição ao sistema que mantinha o capitalismo liberal e suas instituições. Porém, 'nacional', por se opor ao socialismo marxista (internacionalista e, por consequência, 'judaico').

É importante observar que na América Latina muitos quadros que simpatizaram com o fascismo (no caso do Brasil, nomes como Dom Hélder Câmara e Santiago Dantas) passaram facilmente para o esquerdismo, e isso não era de forma alguma uma exceção.

Mas uma correção precisa ser feita: o nazismo não tinha nem de longe um sistema de planjeamento econômico similar ao da URSS. Nem se compara. O máximo que aconteceu foi, em sua fase de guerra, que o estado nazista exigiu para si os cargos de direção nas grandes corporações, mas sem estatização e nem controle de lucros.
Também é necessário observar que o nazismo, na sua primeira fase (1933 a 1939), não assumiu a direção da economia. Todo o esforço de recuperação do emprego foi formulado por uma equipe liderada por Hjalmar Schacht (que não era nazista, e depois de demitido até se juntou em uma conspiração para matar Hitler), por exigência da Federação da Indústria, já que todos os governos anteriores (social-democratas e pró-estatização parcial) tinham fracassado tanto no combate à hiperinflação quanto ao desemprego.
Hitler fez bem em aceitar a indicação do empresariado, mas de forma alguma a recuperação da economia se deve ao programa nazista. Schacht desenvolveu uma política econômica bastante liberal, até o momento em que a indústria se recuperou (já superior a dos EUA) e então ele foi demitido.
- como comparação, Schacht foi para Hitler o mesmo que Henrique Meirelles foi para Lula...

3. 'apologista', PT e PSDB possuem uma matriz de esquerda muito próxima, mas de forma alguma são "a mesma esquerda". O PSDB é esquerdista na sua cúpula e as políticas nacionais, como já vimos na prática, são bem semelhantes às do PT.
Contudo, as bases do PSDB não são esquerdistas. Isso torna esse partido uma opção moderada, embora seja inequivocamente um partido anti-família.

Porém, quanto à economia, a história demonstra que os economistas de esquerda simplesmente se tornaram inúteis nas últimas décadas. O plano Real (1993), por exemplo, foi obra Gustavo Franco e alguns juristas, enquanto a defesa da moeda diante do mercado (1999) foi feito por Armínio Fraga, ambos de tendência conservadora. O próprio Pedro Malan é alguém que saiu do esquerdismo para uma política mais centrada em resultados objetivos.

Tanto PSDB quanto PT foram muito demorados em assumir a economia, e quanto tentaram fazer (o primeiro, com Luiz Carlos Mendonça de Barros, e o segundo, com Guido Mantega), foram sucessivos fracassos.

Anônimo disse...

leandro,você está enganado ,o partido nazista alemão foi criado nos bares de berlim por um obscuro viciado em cocaína,ap´s o fim da primeira guerra ,hitler foi para lá como informante do exercito alemão ,e logo com seus discursos conseguiu conquistar a direção do partido o termo nazi(nacional socialistas)foi usado por que naquela época o termos socialistas era populares entre os trabalhadores alemães ,foi uma jogada de markenting para conquistar apoio,hitler sempre foi de direita ,por que odiava judeus ,e karl marx era judeu ,ele na verdade foi influenciado pelo anti semistismo,por isso perseguiu os judeus .os nazistas não inventaram o antisemitismo ele existia há pelo menos 1700 anos influenciado pelo pensamento religioso da é poca que acusava os judeus ,basta ver os escrito anti-semitas de lutero você pode ver que os nazistas usaram até os protocolos dos sábios de sião um documento inventado pela policia política do ksar da rússia para justificar a perseguição ao povo judeu ,e que eram o governo do ksar? de direita senão os comunistas não teriam derrubado em 1917,inclusive a democracia liberal parecia fraca para conter a ameaça comunista ,então hitler se reuniu com os maiores empresários e banqueiros e pediu todo apoio deles ,parecido com a itália fascista,após a segunda guerra os eua eram contra a criação de israel por ter medo de desagradar os países arabés produtores de petróleo,depois acabou aceitando para conquistar o apoio de israel na luta contra o os comunistas,só que os comunistas no início apoiaram a criação do estado judeu ,por que comunistas e nazistas se enfrentaram nos campos de concentração,só que pelo fato dos eua terem dado apoio a golpes militares na america latina e perseguirem comunistas ,eles passaram a odiar os americanos e consequentemente israel pelo fato de israel ser aliado dos americanos na região, só que eles são tolos e deveriam apoiar hoje israel por que israel é a unica democracia do oriente médio,e os eua,europa e israel são o único lugar em que eles são protegidos justamente por que o estado é laico,em países islãmicos os esquerdistas são é assassinados por que os mulçulmanos odeiam ateus ,comunistas ,estado laico,feministas ,gays são até mortos,quando os islãmicos tomarem o poder a esquerda vai ser massacrada ,com já que está acontecendo na síria,o partido baat quer dizer socialista em arábe é o unicos socialista que protegem os cristãos dos jihadistas ,justamente por que defendem os estado laico,permitem os cristão livres,são os unicos socialistas bons que eu conheço que defendem os cristão.

Anônimo disse...

Engraçado irmão ontem estava assistindo essa entrevista da internet comandada pelo Danilo Gentili eu pensei poxa Severo podia fazer um artigo desse evento rs.
Convidou o Olavo de carvalho e Caio Fabio para um debate visivelmente desconfortável o ex pastor Caio diante do filósofo e escritor Olavo o nível de inteligência e conhecimento de política principalmente do PT e das artimanhas desses esquerdistas aff.

Deixou o Caio Fábio envergonhado só restando a lamentar que foi enganado por Lula e pelos "pestinhas" e blá, blá, blá.

Aquela história o poder, fama a política seduz muitos ele caiu por causa de sua ganância de ficar mais em evidência até porque naquela época ele era o nome no mundo evangélico.

A gente tem que ser justo Olavo mostrando profundidade e Caio Fábio uma superficialidade.

Ester

Anônimo disse...

Júlio, parece que a estupidez de certos ditos “cristãos” não tem limite. O quadro está cada vez mais caótico. Veja este artigo, escrito por uma articulista evangélica que é uma declarada simpatizante de causas esquerdistas, citando com certa simpatia alguns, como caio fábio e Leonardo Boff na ridícula tentativa de justificar notórios corruptos: http://colunas.gospelmais.com.br/nas-redes-sociais-caio-fabio-defende-genoino_7011.html

Michele disse...

Esperávamos do Olavo de Carvalho um comportamento condizente com a ameaça esquerdista, digna de ser combatida venha de onde vier, do PT ou de outros vermelhos. O que o tal "debate" mostrou escancaradamente foi um anti-petismo, não anti-esquerdismo. Caio não é um anti-esquerdista; é um anti-petista atualmente. Olavo o que é? No passado, eu o achava anti-esquerdista. Com esse programa, não sei.

Fabio carvalho de sa disse...

:)

Julio Severo disse...

Olavo de Carvalho chama evangélicos de “evanjegues,” debochando deles como jegues (que também significa burros, asnos, jumentos, etc.). Ele disse:

“A credulidade com que tantos evanjegues ouvem pastores semi-analfabetos, drogados, ladrões e putanheiros é a oitava maravilha do mundo.”

Ele com certeza deve estar se referindo ao Pr. Marco Feliciano, a quem dias atrás ele insinuou que levou uma mocinha a um motel. Confira a insinuação neste link: http://bit.ly/2bfEZjO

E os alunos evangélicos dele são também evanjegues por pagarem uma taxa mensal no COF (Curso Online de Filosofia)?

Para deixar de ser “evanjegues” o evangélico tem de se matricular no COF, deixar a Bíblia de lado e tratar as palavras (inclusive palavrões) do Olavo acima da Palavra de Deus?

Mais da metade dos membros do instituto do Olavo nos EUA são evangélicos. Eles também são evanjegues? Eles já sabem que o Olavo trata os evangélicos brasileiros como evanjegues? Ou a barreira da língua os impede de ler as asneiras que o Olavo escreve em português?

Nesse ponto, fazendo um trocadilho com as palavras do próprio Olavo, digo:

“A credulidade com que tantos evanjegues se abaixam para ser pisoteados, xingados e humilhados por um filósofo esotérico é a oitava maravilha do mundo.”

Um desses “evanjegues,” o próprio Feliciano, chamou Olavo de “verdadeiro profeta” no Congresso Nacional. Mais evanjegues que isso, impossível. Confira neste link: http://bit.ly/1XHSaHr

Como diz a Bíblia, dizendo-se “sábios,” tornaram-se loucos.

Fonte: Facebook Blog Julio Severo