26 de agosto de 2014

Marina Silva: a “nova direitista” que a esquerda escolheu para os conservadores do Brasil


Marina Silva: a “nova direitista” que a esquerda escolheu para os conservadores do Brasil

Julio Severo
Se depender de Emir Sader, a direita, ou os conservadores, já têm seu candidato: Marina Silva. Ele defendeu essa ideia no site esquerdista Carta Capital. Ora, para que ele tivesse um pingo de razão, ele teria de provar que:
1. Marina não militou durante mais de duas décadas no Partido dos Trabalhadores (PT).
2. Marina nunca foi uma ambientalista radical nem foi ministra do Meio-Ambiente no governo Lula.
3. Marina nunca ocupou papel de liderança na infame Central dos Trabalhadores (CUT).
4. Marina nunca teve papel de liderança na Rede Sustentabilidade, cujos fundadores são a favor do aborto, “casamento” gay e maconha e, além disso, opostos às campanhas evangélicas em defesa da família.
5. Marina nunca foi assessorada pelo maior católico progressista — Leonardo Boff — nem pelo maior protestante progressista — Caio Fábio.
Marina Silva e Leonardo Boff, da Teologia da Libertação
Se Emir Sader conseguir provar que Marina não tem esses envolvimentos, então ele pode começar a argumentar sobre uma possibilidade de Marina ser conservadora.
Contudo, esse não é o caso. Marina nunca foi conservadora. Pelo contrário, ela se queixou da “onda de conservadorismo” que quase derrotou Dilma Rousseff na eleição presidencial de 2010. A onda conservadora foi a expressão de fortes sentimentos cristãos contra o aborto e o homossexualismo. Em vez de se colocar frontalmente contra o histórico e posições patentemente abortistas e homossexualistas de Dilma e do PT, Marina, em sua “Carta Aberta aos Candidatos à Presidência da República Dilma e Serra”, criticou abertamente o que ela enxergou como “esse conservadorismo renitente que coloniza a política e sacrifica qualquer utopia em nome do pragmatismo sem limites.” (Fonte: http://bit.ly/11zFSqq)
O que Sader está fazendo — escolhendo uma esquerdista para os conservadores — não é novidade. Na última eleição presidencial americana, os eleitores americanos tinham uma candidata excelente: Michele Bachmann, que é contra o aborto, o “casamento” gay, a favor da educação escolar em casa, da liberdade dos pais vacinarem ou não os filhos, etc.
No entanto, a esquerda americana insistia em peso que o candidato ideal para a direita americana era o mórmon liberal Mitt Romney, que como governador do estado de Massachusetts legalizou o “casamento” gay. Massachusetts, sob Romney, foi o primeiro estado americano a legalizar essa abominação.
Romney era o candidato predileto da esquerda americana para a direita americana! Estamos num tempo tão difícil que agora, desde os EUA até o Brasil, quem escolhe candidatos para os conservadores são os próprios esquerdistas.
Pobre de nós, conservadores! Estamos tão incapacitados de fazer escolhas que os esquerdistas “bondosamente” indicam seus próprios aliados para nos representar. É a velha, desgastada e inútil estratégia de “votar no menos pior ajuda” — sim, sempre acaba ajudando a garantir a perpetuidade da esquerda no poder.
Michele Bachmann não é nada parecida com Romney, assim como Marina não é nada parecida com uma cristã conservadora. Michele é uma política cheia do Espírito Santo, não cheia de Teologia da Libertação. Veja as referências de Michele aqui:
Michele nunca se envergonhou nem atacou ondas conservadoras. Pelo contrário, ela apoiou todas, inclusive o Tea Party, que foi a maior onda conservadora nos EUA.
Agora compare a Michele cheia do Espírito Santo com a Marina cheia da Teologia da Libertação:
Essa é a Marina que Emir Sader e outros da esquerda brasileira escolheram para representar os conservadores do Brasil. Sader tem a coerência de mostrar que no passado a escolha para os conservadores foi o socialista Fernando Henrique Cardoso. Assim, ao mesmo tempo em que escolhem um Lula ou uma Dilma para si, a esquerda escolhe como “alternativa” para os conservadores um clone camuflado dessas criaturas socialistas.
E se Marina também sofrer um acidente de avião? Não tem problema: Sader & Cia não vão hesitar de nomear Aécio Neves pró-“casamento” gay como o legítimo representante dos conservadores.
Como cristão conservador, só tenho uma resposta: Vade retro, Satana!
A esquerda nos EUA e no Brasil está com tudo para escolher candidatos para si e para os conservadores.
Pena que não tenhamos nenhum candidato cheio do Espírito Santo, contra o aborto, o “casamento” gay, a favor da educação escolar em casa, da liberdade dos pais vacinarem ou não os filhos, etc.
Pena que não tenhamos nenhum candidato para condenar de forma clara e sem ambiguidade — parafraseando Marina — “a Teologia da Libertação renitente que coloniza a política e sacrifica a família e a vida em nome de uma igualdade marxista utópica e destrutiva.”
Leitura recomendada:

35 comentários :

Thiago disse...

A Esquerda é diabólica, e suas intenções e artimanhas, pura astúcia e malícia maligna. Até quando os conservadores comerão na mão da esquerda?

Tenho ânsia de vômito só em ficar sabendo dos caminhos tortuosos da estratégia esquerdista. POVO IMUNDO!

Julio Severo, continue denunciando o mal e a obra das trevas, expondo-as à resplandecente luz do dia.

OBS: Dona Marina, se arrependa!

Sugestão de Louvor
Yolanda Adams - My Everything
https://www.youtube.com/watch?v=AnxKVmDXqmo

Henoc disse...

Marina Silva é uma "direitista" gerada em laboratório!
Ela foi produzida nos caldos azedos de uma mistura da agua benta da CNBB + o tempero extra dos esquerdistas evangélicos + o DNA do PT, v sabe, logicamente que essas poções mágicas podem resultar como produto final.
Além disso, deu o produto disso uma Marina intrincada, uma incógnita e prá lá de complicada, mais se parece uma reedição de Dilma piorada.
Porém, muita coisa dela desde agora até às eleições será conhecida, inclusive contra seu Marido, no coturnonoturno.
REDE, o partido que a cria de laboratório sob forma de melancia melancia tentou fundar, é um nome que poderia conter mensagens subliminares de ser uma cilada para prender os opositores e os outros, notando-se que nenhum cristão pode votar em nenhuma das duas, questão de apoiar declaradas comunistas!
Um segundo turno entre as duas, melhor seria se abster, não votar em branco ou anular para não ir para o PT, pois cristãos votarem em comunistas e eleger o Diabo ou Satã é apenas uma mera questão de opção!

Everaldo disse...

Volto a repetir, mais uma vez, o que eu já disse em um artigo anterior semelhante a este: Marina Silva é assumidamente esquerdista (dentro dela tem o "DNA vermelho" dos tempos de PT e PV).

E digo mais: de cristã, Marina Silva não tem rigorosamente nada! Para quem foi "educada" por "professores" como Leonardo Boff, Frei Betto, e Caio Fábio (e outros esquerdistas), não é de se espantar que Marina Silva pense e aja da mesma forma que eles. Ou seja, ela é uma discípula fiel do deus Marx!

Eu perguntaria à Marina Silva: será que ela já viu, em alguma página da Bíblia, Jesus e Satanás sendo amigos (ou Jesus fazendo acordo com Satanás)?

Talvez ela esteja esquecida de qual deve ser a postura de um verdadeiro cristão:

"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou amará a um e odiará o outro, ou há de se dedicar a um e desprezar o outro" (Mateus 6:24)

"Não podeis beber do cálice do Senhor e do cálice dos demônios; não podeis participar da mesa do Senhor e da mesa dos demônios" (1 Coríntios 10:21)

"Não vos coloqueis num jugo desigual com os incrédulos. Pois, que sociedade a justiça tem com a injustiça? E que união pode haver da luz com as trevas? E que aliança há entre Cristo e o maligno? E que parte tem o fiel com o infiel? E que concordância existe do templo de Deus com os ídolos? Pois vós sois o templo do Deus vivente; como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e Eu serei o seu Deus, e eles serão o Meu povo. Pelo que saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; E não toqueis em nada imundo, e Eu vos receberei; E Eu serei para vós Pai, e vós sereis para Mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo–Poderoso" (2 Coríntios 6:14–18)

Será que Marina Silva ainda está lembrada disso?

Duílio disse...

Marina Silva direitista? Faz-me rir! Ou, como se diz no popular, "me engana que eu gosto".

Ora, uma mulher que já foi do PT e do PV (ambos partidos esquerdistas), e que já fez parte do governo Lula, ainda tem a cara–de–pau de se apresentar como direitista para o público? Só mesmo quem for cego para acreditar nisso!

Dizer que Marina Silva é direitista é o mesmo que dizer que o diabo se converteu a Jesus!

Precisa dizer mais alguma coisa?

Anônimo disse...

DILMA FAZ E MARINA APOIA!
O Decreto 8243 está em plena vigência! Vejam os grupos oficialmente incluídos no SOVIET pela Portaria 22, de 20 de agosto de 2014, do Ministro de Estado Chefe da Secretária Geral da Presidência da República (nesse governo dos petralhas, todo mundo é Ministro. Até agora são 39!):
- LEVANTE POPULAR DA JUVENTUDE
- UNE
- COLETIVO O ESTOPIM
- NAÇÃO HIP HOP
- LGTB - ASS. BRASILEIRA DE LÉSBICAS, GAYS, BISSEXUAIS, TRAVESTIS E TRANSSEXUAIS
- UNIÃO DA JUVENTUDE SOCIALISTA
- COLETIVO BRASIL DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
- GRUPO CONEXÃO G
- GRUPO ARCO IRIS DE CONSCIENTIZAÇÃO HOMOSSEXUAL
- ARTICULAÇÃO BRASILEIRA DE JOVENS GAYS
- ARTICULAÇÃO BRASILEIRA DE LÉSBICAS, etc.
Algumas pérolas da Marina de outrora, além de ser ex PT, ex PV do dep. Gabeira, o da maconha.
Para que ninguém daqui não tenha mais nenhuma dúvida sobre o esquerdismo (ou o "interior vermelho") de Marina Silva, vejam o que ela própria disse textualmente sobre certos temas em algumas entrevistas:
– "Sou contra o casamento homossexual, mas não me oponho à união civil entre pessoas do mesmo sexo"
– "Não tenho opinião formada sobre isso (adoção de crianças por casais gays)"
– "Sempre que me perguntam sobre o que penso a respeito do movimento LGBTs (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis e transgêneros), seus direitos e sua luta por leis que os protejam de discriminação, digo que reconheço a legitimidade do movimento e de suas reivindicações...
Precisa de mais?
Cá prá nós, não revolta viver no meio da maior parte ser composta de um bando de Pilatos, Anás, Caifás e Judas Iscariotes versão séc XXI?

Murilo disse...

O Senhor Jesus, na Sua Palavra, disse a todos:

"Pelos seus frutos os conhecereis" (Mateus 7:20)

Uma possível "tradução" deste versículo seria a seguinte: pelas atitudes e pelas idéias que uma pessoa crê e defende, você saberá se esta mesma pessoa é cristã ou não.

Da mesma forma que o anônimo acima disse, eu torno a colocar aqui as declarações de Marina Silva para fazermos uma análise mais aprofundada (e vermos se ela pode ser considerada uma pessoa cristã):

– "Sou contra o casamento homossexual, mas não me oponho à união civil entre pessoas do mesmo sexo"

Vejam que contradição: ela se diz contra o casamento homossexual, mas não se opõe à união civil entre pessoas do mesmo sexo. Essa mesma união é o primeiro passo para legalizar o casamento homossexual. Dá para entender essa incoerência?

– "Não tenho opinião formada sobre isso (adoção de crianças por casais gays)"

Marina Silva passou muitos anos na igreja, mas, pelo jeito, parece que não aprendeu nada (ou talvez ela tenha esquecido de que um casal é formado somente pela união de um homem com uma mulher). Será que ela aceitaria que algum(a) filho(a) dela fosse adotado(a) por um casal homossexual?

– "Sempre que me perguntam sobre o que penso a respeito do movimento LGBTs (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis e transgêneros), seus direitos e sua luta por leis que os protejam de discriminação, digo que reconheço a legitimidade do movimento e de suas reivindicações"

Desde quando o homossexualismo é algo legítimo? Os homossexuais querem que sejam criadas leis (como o PLC 122) para não criticarmos a prática homossexual. E como pode alguém que se diz cristão dar apoio aos homossexuais e seus cúmplices?

Ela, certa vez, ainda teve a maior cara–de–pau de dizer que apoiou Fernando Gabeira (que é a favor da liberação da maconha e da legalização do aborto) e Marta Suplicy (a fiel escudeira dos homossexuais). Tendo "frutos" como esses, precisa dizer mais alguma coisa?

Faço das palavras do Everaldo as minhas: de cristã, Marina Silva não tem rigorosamente nada!

Infelizmente, a verdade nua e crua é que muitos que se dizem evangélicos (como Marina Silva), que deveriam dar o bom exemplo, estão apenas defendendo seus interesses particulares (e não os interesses do Reino de Deus e de Sua Palavra). Desculpem se eu usar um tom carregado, mas eu diria o seguinte: do jeito que a nossa política está tão suja e tão corrompida, não seria nenhum exagero se alguém dissesse que o Congresso Nacional é um verdadeiro balcão de negócios, um covil de oportunistas (e por que não dizer de demônios?), um "prostíbulo político" onde só se vota em troca de dinheiro, favores (tipo "toma lá, dá cá"), privilégios. Perto de toda essa podridão da nossa política, Judas seria santo…

Tendo candidatos "evangélicos" como Marina Silva (e outros que pensam e agem igual a ela), qual futuro podemos esperar para o nosso país?

Jarbas disse...

"... Tendo candidatos 'evangélicos' como Marina Silva (e outros que pensam e agem igual a ela), qual futuro podemos esperar para o nosso país?"

Foi muito interessante essa pergunta do Murilo. Com "cristãos" assim na nossa política, quem precisa se preocupar com os ataques do diabo? Em outras palavras: com amigos desse tipo, quem precisa de inimigos?

Seria bom se alguns desses mesmos políticos "cristãos" aparecessem aqui e dissessem alguma alguma (se é que algum deles vai aparecer)!

Anônimo disse...

O grande Pasteur disse uma verdade bioquímica: O MICROBIO NÃO É NADA MAS O TERRENO É TUDO .
Vejamos bem: se hoje temos uma maldição de comunistas no poder - não subiram via golpe, mais outros disputando o poder, como Marina - quem os elegeu são tão ou mais frouxos que ele, cristãos de araque, tanto pastores evangélicos quanto padres vermelhos e muito influenciaram os seus respectivos rebanhos na direção de Sodoma e Gomorra, idem os católicos, também os acendedores de 2 velas, uma para Deus e outra para o diabo, mas valeu mesmo foi para último, correndo ainda o risco, tomara que não, de dar um Dilma x Marina para opróbrio de ambos os cristãos.
Quanto aos católicos, esses na maioria alienados; religião deles é só de tradição familiar, nada mais e muitos milhões deles ajudaram os comunas, inclusive altos hierárquicos, como D Hummes amigo pessoal de Lula, aos abraços com ele por aí; pode uma maldição dessa, amigo de um inimigo declarado de Cristo?
Acho que essa "amizade" desse não passa da mesma com Belzebu; concordam?

Torreal disse...

e o tal Pastor Everaldo?
o que dizer sobre tal figura?

Claudio Vaz disse...

Fico sempre surpreso, chocado com a "credulidade" da mídia e, por consequência, das pessoas comuns.

Comparando os candidatos com cavalos de corrida, qual deles seria o cavalo preferido dos megabilionários internacionais?

Reconheço que não é o assunto principal do blog, mas alguém pode dimensionar o valor, as riquezas da Amazônia? Ainda mais com o aquífero descoberto em seu subsolo? Já falta água até no Brasil.

Muito bem, qual cavalo favorece a entrega da Amazônia para "preservá-la"?

A queda do avião ainda está mal contada e agora Marina aparece com dez pontos à frente de Aécio e continua vencendo no segundo turno.

Não tenho mais idade para acreditar em coincidências, não dessa magnitude. Podem me chamar de teórico da conspiração.

Augusto Paiva disse...

Não voto em Marina Silva, diz Silas Malafaia: http://www.youtube.com/watch?v=gCo_0vsVC8E.

WESLEI ROCHA disse...

A verdade é uma só. Quem vota com coerência, vota nulo, assim como Júlio Severo.
Agora, só lamento pelos comentaristas, hipócritas, que votam no Aécio e votariam em qualquer outro candidato do PSDB e ficam aqui pousando de conservadoristas.

Saga disse...

Julio Severo, acompanhaste o debate dos presidenciáveis na BAND? Tá rolando agora. Se não tiveres vendo suponho que depois assista, que deve ser postado online. Os temas ABORTO, KIT GAY, CRIACIONISMO, LEGALIZAÇÃO DAS DROGAS, MAIORIDADE PENAL e PORTE DE ARMAS entraram em pauta.

Claudio Vaz disse...

Concordo, o coerente é votar nulo.

Mas não li aqui comentário algum pró-Aécio.

Marcelo disse...

Sugiro que leiam a matéria do site alerta total, com o título:
Exército denunciou para Dilma esquema de venda de votos, com título de eleitor duplicado, no RJ

ÉLQUISSON disse...

Respondendo ao Cláudio Vaz,

Não sei se você vai concordar comigo, mas eu vejo assim: nós (eu, vocês, e os demais eleitores conscientes) sabemos que a suposta "oposição" do PSDB contra o PT não passa de puro teatro para enganar os trouxas. Como se trata de 2 partidos esquerdistas, mudam somente as "embalagens" (as siglas partidárias), mas o "conteúdo" (o programa de governo) é rigorosamente o mesmo. Só não entende, não aceita, e não enxerga isso quem não quer!

É claro que iremos votar em qualquer candidato que não seja nem do PT e nem do PSDB. Ainda que os nossos candidatos não ganhem, pelo menos não iremos contribuir (com o nosso voto) para que outros corruptos esquerdistas sejam eleitos.

Quanto ao Aécio Neves, eu digo o seguinte: eu só voto no Aécio Neves se (e somente se) houver um eventual segundo turno entre ele e Dilma. Só neste caso (e só se realmente não houver mais nenhuma outra alternativa) é que eu voto no PSDB (é "menos ruim" do que o PT). E, mesmo assim, seria a contragosto, porque eu tenho nojo de candidato (e partido) esquerdista.

Há quem diga que Marina está sendo a surpresa nas últimas pesquisas, e pode até ir para um provável segundo turno contra Dilma. Embora esta hipótese, num primeiro momento, não esteja totalmente descartada, eu, particularmente, acho um otimismo meio exagerado crer que Marina Silva vai conseguir uma proeza desse tipo.

Agora, se o segundo turno for mesmo entre PT e PSDB (respectivamente, Dilma contra Aécio Neves), aí ficamos novamente entre a cruz e a espada, ou seja, somos novamente obrigados a escolher entre um "mal maior" (PT) e um "mal menor" (PSDB). Em último caso (e só se realmente não houver mais nenhum jeito a dar), a única opção que resta é escolher o "mal menor" (PSDB), que, teoricamente, é mais "fácil" de ser combatido.

Flávio disse...

Malafaia acaba de dizer no facebook pra não usarmos o video dele de 2010 que fala contra a Marina, ele disse que o momento hoje é outro, e quem no segundo turno vota nela!

Thiago disse...

Apesar de não defender princípios cristãos, e ser um partido socialista fabiano, o PSDB é um milhão de vezes melhor que o PT. Ele não segue a linha autoritária (cubano-venezuelana) dos Ptralhas; também segue uma linha liberalizante na economia. Dentro do quadro atual, gostaria de ver uma aliança Marina + PSDB. Essa aliança poderia salvar a o Estado de Democrático de Direito no Brasil.

Tenho meus pés no chão, idealmente prefiro o Pastor Everaldo. Mas as coisas não funcionam no campo dos ideais e dos sonhos, há virtudes no pragmatismo, quando não se tem um cenário favorável ao mundo perfeito dos ideais.

(No primeiro turno, fechei com o Pastor Everaldo e com representantes do legislativo do PSC no primeiro turno. Que Deus abençoe Magno Malta, Marco Feliciano, Rodrigo Moraes, Missionário José Olímpio, e muitos outros da bancada evangélica).

Que Marina suavize seu esquerdismo e se alie ao PSDB de FHC. Que ela não saia da realidade e não insista em governar o Brasil sozinha. Tenha responsabilidade dona Marina. Não se concilia água e óleo... nem pense em juntar PT e PSDB. A senhora de terá de escolher um dos dois. Terá de escolher o PSDB, pois até a apuração do segundo turno, a Máquina Federal estará toda contra a senhora, não espere ajuda de Petralha. O quadro técnico do PSDB é espetacular, digno de uma nação de primeiro mundo. A senhora vai desperdiçar isso tudo em nome de uma infantilidade teimosa?

(No segundo turno, votarei em Marina, já que Aécio está fora do páreo).

O Brasil é grande demais, muito complexo. Nosso sistema Republicano e Federativo exige uma base legislativa razoável. A senhora vai querer ser um novo Collor?

Como diria a Bispa Sônia:
PENSE NISSO!... Pensamento do Dia pra minha irmã em Cristo Marina Silva.

A Política é a arte do possível!

...CONTINUA...

Thiago disse...

...CONTINUAÇÃO...

OBSERVAÇÃO1:
Irmão Élquisson, fugir da raia em matéria de política é a pior atitude que alguém pode tomar. Temos que escolher o projeto que não afete princípios constitucionais republicanos, e nossas instituições Brasileiras.

Futuramente, os cristãos deverão se conscientizar e se organizar em um direita conservadora cristã, se não quiserem ser estrangulados por esquedopatas do tipo PSOL.

Votar em branco ou anular é a mesma coisa que deixar um desconhecido tomar conta dos seus filhos, é abrir mão de sua responsabilidade e enfiar a cabeça dentro do buraco, como uma avestruz. Eu acredito que você está certíssimo em votar no PSDB, em um cenário onde não exista alternativa melhor, só não sei se haverá PSDB no segundo turno.

OBSERVAÇÃO2:
Acredito no agir de Deus. Acredito que Deus tem um plano em tudo isso, em toda essa tragédia do Campos. O livramento da Marina não foi algo aleatório, não acredito em coincidência. Acredito que a Marina pode vir a ser um livramento divino envido para o Brasil. Acredito que Deus pode mudar os corações que se humilham na sua presença. Acredito que Deus tem poder sim de mudar as posições de Marina Silva. O homem faz planos, mas quem os confirma é Deus. Não estou afirmando nada... não temho bola de cristal... mas eu não posso me negar... não tenho uma mente 100% racional, 100% cética... SOU UM CRENTE FERVOROSO... e como diz o velho ditado:

“Deus escreve certos por linhas tortas”.

Como já disse, não sou o dono da verdade... mas sei que existe um Deus que tem tudo sob controle. Se quisermos o agir do Senhor nessa causa, nos coloquemos em consagração... como no jejum sugestionado pela Patrícia... o Senhor é fiel e há de nos livrar do mal... essa é minha fé... eu não ando por vista, como muitos dos intelectuais da direita, mas ando por FÉ.

OBSERVAÇÃO3: dona Marina, sei que a senhora prioriza a área social... que partido fez mais por essa área, PSDB ou PT? Você e eu sabemos que foi o PSDB, apesar da insistência petista em negar a realidade.

Não jogue o País em um inferno institucional, se alie ao PSDB... não seja inconseqüente. Não queira inventar a roda, ou a bola quadrada. Esqueça esse negócio de nova política... busque ser ética e se alie a uma política moralizante, isso já basta... alianças fortes são necessárias, o Congresso Nacional é necessário, FUNDAMENTAL!

Quanto maior o Estado for, maior será a corrupção... o ser humano é um ser caído... é "conditio sine qua non"... busque diminuir o tamanho do Estado e fortalecer a independência e o equilíbrio entre as instituições que fundamentam nossa República.

Sugestão de Louvor
The Clark Sisters - You Brought The Sunshine
https://www.youtube.com/watch?v=kNC1qP4D8JA

Thiago disse...

...CONTINUAÇÃO...

OBSERVAÇÃO1:
Irmão Élquisson, fugir da raia em matéria de política é a pior atitude que alguém pode tomar. Temos que escolher o projeto que não afete princípios constitucionais republicanos, e nossas instituições Brasileiras.

Futuramente, os cristãos deverão se conscientizar e se organizar em uma direita conservadora cristã, se não quiserem ser estrangulados por esquedopatas do tipo PSOLista.

Votar em branco ou anular é a mesma coisa que deixar um desconhecido tomar conta dos seus filhos, é abrir mão de sua responsabilidade e enfiar a cabeça dentro de um buraco, como uma avestruz. Eu acredito que você está certíssimo em votar no PSDB, em um cenário onde não exista alternativa melhor, porém não sei se haverá PSDB no segundo turno.

OBSERVAÇÃO2:
Acredito no agir de Deus. Acredito que Deus tem um plano em tudo isso, em toda essa tragédia do Campos. O livramento da Marina não foi algo aleatório, não acredito em coincidência. Acredito que a Marina pode vir a ser um livramento divino para o Brasil. Acredito que Deus pode mudar os corações que se humilham na sua Presença. Acredito que Deus tem poder sim de mudar as posições de Marina Silva. O homem faz planos, mas quem os confirma é o Senhor. Não estou afirmando nada... não tenho bola de cristal... mas eu não posso me negar... não tenho uma mente 100% racional, 100% cética... SOU UM CRENTE FERVOROSO... e como diz o velho ditado:

“Deus escreve certo por linhas tortas”.

Como já disse, não sou o dono da verdade... mas sei que existe um Deus que tem tudo sob controle. Se desejamos a providência divina nessa causa, nos coloquemos em consagração... como no jejum sugestionado pela Patrícia... o Senhor é fiel e há de nos livrar do mal... essa é minha fé... eu não ando por vista, como muitos dos intelectuais da direita, mas ando por FÉ.

OBSERVAÇÃO3: dona Marina, sei que a senhora prioriza a área social... qual foi o partido que mais fez por essa área, PSDB ou PT? Você e eu sabemos que foi o PSDB, apesar da insistência petista em negar a realidade.

Não jogue o País em instabilidade institucional, se alie ao PSDB... não seja inconseqüente. Não queira inventar a roda, ou a “bola quadrada”. Esqueça esse negócio de nova política... busque ser ética e se alie a uma política moralizante, isso já basta... alianças fortes são necessárias, o Congresso Nacional é necessário, FUNDAMENTAL!

Quanto maior o tamanho do Estado, maior será a corrupção... o ser humano é um ser caído... é "conditio sine qua non"... lute pela diminuição do tamanho do Estado, e fortaleça a independência e o equilíbrio entre as instituições que fundamentam nossa República.

Sugestão de Louvor
The Clark Sisters - You Brought The Sunshine
https://www.youtube.com/watch?v=kNC1qP4D8JA

Thiago disse...

Júlio, tem uns erros feios no texto e gostaria que você publicasse esse com algumas correções... valeu mano!



Apesar de não defender princípios cristãos, e ser um partido socialista fabiano, o PSDB é um milhão de vezes melhor que o PT. Ele não segue a linha autoritária (cubano-venezuelana) dos Ptralhas; e, diferentemente do PT, segue a linha liberalizante na economia. Dentro do quadro atual, gostaria de ver uma aliança Marina + PSDB. Essa aliança poderia salvar o Estado Democrático de Direito no Brasil.

Tenho meus pés no chão, idealmente prefiro o Pastor Everaldo. Mas as coisas não funcionam no campo dos ideais e dos sonhos, há virtudes no pragmatismo, quando não se tem um cenário favorável ao mundo perfeito dos ideais.

(No primeiro turno, fechei com o Pastor Everaldo e com representantes do legislativo do PSC. Que Deus abençoe Magno Malta, Marco Feliciano, Rodrigo Moraes, Missionário José Olímpio, e muitos outros da bancada evangélica).

Que Marina suavize seu esquerdismo e se alie ao PSDB de FHC. Que ela não saia da realidade e não insista em governar o Brasil sozinha. Tenha responsabilidade dona Marina. Não se concilia água e óleo... nem pense em juntar PT e PSDB. A senhora terá de escolher um dos dois. Terá de escolher o PSDB, pois até a apuração do segundo turno, a Máquina Federal TODA estará contra a senhora, não espere ajuda de Petralha. O quadro técnico do PSDB é espetacular, digno de uma nação de primeiro mundo. A senhora vai desperdiçar isso tudo em nome de uma infantilidade teimosa?

(No segundo turno, votarei em Marina, já que Aécio está fora do páreo).

O Brasil é grande demais, muito complexo. Nosso sistema Republicano e Federativo exige uma base legislativa razoável. A senhora vai querer ser um novo Collor?

Como diria a Bispa Sônia:
PENSE NISSO!... Pensamento do Dia pra minha irmã em Cristo Marina Silva.

A Política é a arte do possível!

Anônimo disse...

Resposta ao Torreal, sobre o lobo everaldo:

http://www.libertar.in/2014/08/nao-importa-quem-sera-eleito-eles.html
("Não importa quem será eleito; eles seguem a mesma ideia")

Antonio

Claudio Vaz disse...

Não voto no PSDB em hipótese alguma.

Existe diferença entre o que DESEJAMOS ENXERGAR e aquilo que EXISTE DE FATO.

Pesquise aqui mesmo no blog sobre apoio dos tucanos ao gayzismo. Fato.

Marina já era vereadora do PT quando Chico Mendes foi assassinado. Fato.

Pastor Everaldo (e todo PSC) desde 2010 apoiou Dilma e os abortistas pró terrorismo. Fato.

A verdade é dura mas ainda sim continua sendo verdade.

Abraço.

Thiago disse...

Amigo Cristão Vaz,

temos dois projetos de poder:

PT: bolivarianismo, fim do estado democrático de direito.

PSDB: social democracia, manutenção das instituições democráticas.

Uma eleição não se resume a um tema, uma questão apenas.

A Marina continua uma incógnita...

Quer continuar lutando pelos valores cristãos? Faça uma escolha pela manutenção do sistema democrático.

Na Venezuela não se pode mais discordar do governo. Se tudo continuar como está, chegaremos nessa mesma situação.

Com o PT perpetuado no poder, nunca mais poderemos questionar suas políticas anti-cristãs, com o PSDB sempre haverá a via legislativa ou judicial.

Que a Marina se alie ao PSDB.

Um abraço irmão... valeu por sempre participar...

Claudio Vaz disse...

Marina é uma incógnita para quem ESCOLHE não conhecê-lá.

Vou fazer como você e deixar uma dica mas não é de louvor.

Acesse o blog de Felipe Moura Brasil no site de Veja.

Thiago disse...

Amigo Claudio Vaz,

Que o PSDB faça de tudo pra puxar a Marina pra sua esfera ideológica.

A Marina caiu de paraquedas nessa eleição... ela é historicamente de esquerda, eu sei... MAS, ela vai ter de montar um novo governo (tenho certeza que ela será eleita), inevitavelmente será alidada do PSDB no segundo turno. E aí ela terá de fazer concessões... terá de ceder... e a minha esperança, e a esperança da democracia é que ela ceda ao PSDB e não ao PT (no ano que vem) ou alguém pior.

E vê se não fica bravo comigo não... poxa, eu não tô aqui pra detonar ninguém amigo. Eu quero construir algo... algum entendimento, uma luz no fim do túnel... sei lá... e em relação aos louvores... pra minha pessoa, a vida espiritual é infinitamente mais importante do que a política ou qualquer outra coisa... eu participo somente desse site pq o Júlio é um crente fervoroso, e consegue entender meus pontos de vista e eu os dele, assim como de muitos outros evangélicos que comentam aqui.

entrei no Blog do Felipe Moura Brasil, como você me pediu. Ele critica a Marina... mas no meu entendimento, ela está estruturando sua candidatura, ela foi pega de surpresa. Tomara que repense tudo, suas bandeiras históricas e posicionamentos, e se alie ao PSDB, somente ao PSDB.

Valeu Carlos Vaz...

Claudio Vaz disse...

Você ESCOLHEU acreditar no discurso tatibitati de Marina e torce para que se realize um sonho que só existe na sua cabeça. Simples assim.

Thiago disse...

Claudio

Eu já havia mencionado num comentário acima que eu ando pela FÉ. Concordo contigo, eu não sou 100% razão ou 100% ceticismo. Sou 100% FÉ, a razão pra mim é só um apenso, um instrumento. Eu não nasci com o órgão da fé, mas de tanto pedir e me humilhar diante de Cristo, ele, por sua maravilhosa graça me concedeu.

Pelos olhos da razão, te dou toda razão...kkk...

Fica na Paz amigo... um abraço sincero... você é um cara mais pé no chão, mais centrado, não há nada de errado nisso, somente temos pensamentos diferentes... só isso.

Já falei e vou repetir: não fica bravo comigo não... releve as besteiras que eu falo... às vezes insisto em pensar algo que pros outros é bobagem... mas eu sou assim.

Fica na Paz Irmão.



Claudio Vaz disse...

Fé APENAS e SOMENTE em Jesus Cristo.

Mas o assunto não é esse, ou pelo menos não era.

Você afirmou que Marina "caiu de paraquedas". Nenhum candidato a VICE PRESIDÊNCIA cai de paraquedas numa eleição. Ela foi chamada pelo SOCIALISTA Campos para alavancar sua campanha. Ela não apenas não caiu de paraquedas como também não caiu do Cessna.

O cristão não deve temer o fim do "estado democrático e de direito". Por que não precisamos dele para exercer a nossa fé. Nós precisamos de Cristo.

A Igreja não precisa dos políticos mas os políticos precisam da Igreja.

Marina SEMPRE foi petista. Quais os únicos palanques estaduais que ela se recusa a subir? Justamente dos seus queridinhos tucanos (SP e PR). As demais alianças que o SOCIALISTA Campos fez com o PT ela continuará apoiando.




Thiago disse...

Claudio,

Eu já entendi seu ponto de vista. Mas você se recusa a entender o meu. Tudo bem, é seu direito. Fique cada um com o seu entendimento.

Só discordo de uma coisa que o senhor falou nesse último comentário:

"O cristão não deve temer o fim do 'estado democrático e de direito'. Por que não precisamos dele para exercer a nossa fé. Nós precisamos de Cristo."

Tenho certeza que os cristãos barbarizados pelo ISIS no Iraque sonham com o "Estado Democrático de Direito" noite e dia. Sonham em poder exercer sua fé sem imposições de governos ou grupos extremistas. Sonham em ter a lei do lado deles, do lado da livre consciência religiosa. Os cristãos no Irã, China e na Coréia do Norte também sonham com isso noite e dia. No meu ponto de vista, limitado, esse é o nome e sobrenome de uma instituição muito cara ao mundo Ocidental, chamada liberdade de pensamento. Sem ela não há liberdade de culto, muito pelo contrário, sem ela só há perseguição e derramamento de sangue.

Essa nossa conversa já rendeu um bom caldo... Por mim já se completou. Liberdade de Pensamento é isso, é poder discordar sem sofrer punição de governo ou de religião.

Quer discordar de mim? Fica à vontade... No Brasil, ainda temos o Estado Democrático de Direito. AINDA!!!... Como diz o ditado: "A Esperança é a Última que Morre"... eu me agarro na minha até o fim.

ELISEU disse...

Eu observei alguns comentários que foram postos aqui, e aproveito para dar minha opinião. Primeiramente, eu analiso o que o Cláudio Vaz disse textualmente:

"... Existe diferença entre o que DESEJAMOS ENXERGAR e aquilo que EXISTE DE FATO..."

Cláudio, realmente é isso mesmo. Nem sempre o que se apresenta diante dos nossos olhos é, necessariamente, o que realmente ocorre (nem todas as pessoas vêem isso). Nisso você está certíssimo.

Marina Silva era do PT nessa época (da morte de Chico Mendes). Logo, ela sabe de cor e salteado como o PT realmente age. Só isso já é mais do que suficiente para que todos saibam de onde ela veio (e como ela formou seu modo de pensar). Ainda que ela, eventualmente, queira negar suas origens, ela é esquerdista por natureza.

Quanto ao fato do PSC ter apoiado Dilma na eleição de 2010, isso se deu porque o PT estava correndo sério risco de não ganhar (e o PT precisava de apoio). Quando o PSC ofereceu esse mesmo apoio, foi com a condição de receber algum cargo do governo. Como o PT não cumpriu esse acordo, o PSC se sentiu "traído" e resolveu lançar uma candidatura própria (ou seja, o PSC se "desfiliou" do PT). Antes de Dilma, o PSC estava dando apoio a José Serra (PSDB). Só "mudou de lado" devido ao risco que Dilma corria de não ser eleita (e também devido à promessa de possíveis cargos). Em outras palavras: o PSC só dá apoio onde lhe é conveniente. Dá pra confiar?

Quanto ao que o Thiago disse em relação ao PT e ao PSDB, eu acrescentaria o seguinte: o PT é a chamada "esquerda radical", que deseja impor à força uma verdadeira ditadura no nosso país (para comandar tudo e todos a todo e qualquer custo). Na verdade, o PT deseja ter o poder total e absoluto nas mãos. Isso lembra muito o que o rei francês Luis XIV disse: "L’État c’est moi" ("O Estado sou eu"). Em outras palavras: o PT vai fazer de tudo para permanecer eternamente no poder (não importa se de maneira certa ou errada). Como alguns de seus militantes fazem questão de dizer, "os fins justificam os meios".

Já o PSDB é uma "esquerda moderada" (ou, como dizem alguns, é mais "light"), é mais aberta ao diálogo, e, teoricamente, é mais "fácil" de ser "domada" em relação ao PT. Pelo menos o PSDB tem uma virtude: o respeito às instituições democráticas (coisa que o PT deseja abolir).

Vejam bem: não quero dizer, com isso, que o PSDB é melhor do que o PT. Sabemos que o PSDB age tal e qual o PT. Mas se eu (ou alguém aqui) tiver que escolher entre o PT e o PSDB como opção de voto, o "menos ruim" é o PSDB. E aí vamos novamente estar naquela mesma situação que o Élquisson mencionou no comentário dele: entre um "mal maior" (PT) e um "mal menor" (PSDB), a opção "menos ruim" (não a melhor, é só no caso de não haver mais nenhuma outra alternativa) é escolher o "mal menor" (PSDB).

P.S: Se alguém daqui quiser se manifestar, esteja à vontade.

Claudio Vaz disse...

Enquanto aqueles que se afirmam como cristãos e como cristãos conservadores continuarem votando em esquerdistas continuaremos ter políticos cristãos em partidos esquerdistas.

George disse...

Respondendo ao Thiago,

Thiago,

Você disse textualmente isto:

"... Temos que escolher o projeto que não afete princípios constitucionais republicanos, e nossas instituições brasileiras..."

Thiago, seria bom se existisse um político (ou um partido) com um projeto verdadeiramente comprometido não só com a obediência à Palavra de Deus (para tentar livrar o nosso país das trevas que nos cercam), como também com o respeito aos princípios constitucionais e às nossas instituições.

Mas a questão crucial é a seguinte: quem vamos escolher, ou melhor, em quem votar? Quem seria o político (ou o partido) capaz de livrar (ou salvar) o Brasil do caminho do inferno que o PT colocou (juntamente com outros partidos esquerdistas)? O que você disse é de suma importância (e merece a reflexão de todos). Só que, infelizmente, não dá para achar, por enquanto, uma resposta 100% satisfatória.

Não quero ser pessimista, mas, sinceramente, eu não vejo nenhuma opção válida, ou melhor, não vejo ninguém com coragem o suficiente para derrubar essa ditadura socialista (ou terrorista?) que está sendo silenciosa e sorrateiramente imposta a tudo e a todos. Me corrija se eu estiver errado, mas, do jeito que as coisas vão, eu só espero o pior daqui pra frente.

Olhando para o nosso Congresso Nacional, o que temos? Sujeira, corrupção, roubalheira, escândalos dos mais diversos tipos, enfim, uma podridão total. Para mim, não há nenhum político desse meio que seja digno da nossa confiança (e, muito menos, merecedor do nosso voto).

O mais vergonhoso disso tudo é que até os integrantes da bancada evangélica, que deveriam dar o bom exemplo (e que deveriam ser a luz no meio das trevas dessa nossa política), têm agido da mesma forma, ou seja, têm se envolvido na mesma sujeira (e também têm sido omissos no combate ao pecado). Eu pergunto: como confiar em pessoas que agem assim?

E mais: para quem vamos apelar quando formos prejudicados de alguma forma? Não há, atualmente, nenhuma instituição considerada imparcial, idônea, ou confiável para defender nossos direitos. A maior vergonha que tivemos foi ver o STF aprovar o casamento homossexual, uma atitude de total desrespeito à nossa Constituição (e que merece todo o nosso total repúdio). Mas o que poderíamos esperar de diferente do STF, se os seus ministros foram indicados por Lula e Dilma? E não só ele, como também o Ministério Público Federal, Polícia Federal, e outras instituições. Em todas elas, prevalece o corporativismo (defesa dos interesses de quem os empregou). É óbvio: por que os dirigentes dessas mesmas instituições votariam contra os seus "chefes" (Lula e Dilma)?

Honestamente falando, o futuro do nosso país é sombrio. Eu já me preocupo com o que poderá acontecer com os meus filhos (e também com as gerações posteriores). Diante disso, eu pergunto:

– Que exemplo o nosso país será daqui pra frente?

– Que esperança esta geração e também as próximas terão se tal estado de coisas continuar como está (e se não houver nenhuma mudança para melhor)?

Deixo estas perguntas no ar para alguém responder na primeira oportunidade!

P.S: Se você (ou alguém daqui) quiser se manifestar (ou puder responder a este meu comentário), ficarei agradecido.

Anônimo disse...

PT = Partido Terrorista

Thiago disse...

Irmãos em Cristo, George e Eliseu,

eu li o comentário de vocês...

eu penso que devemos fazer do limão uma limonada... nos foquemos no que temos, na bancada evangélica...

a Marina é esquerdista... torço pra que ela modere o esquerdismo e se alie ao PSDB... Não é uma constatação... é a minha esperança...

Quando falo de fé... é que Deus pode mudar qualquer situação...

falou, até mais...