25 de julho de 2014

Dilma cria “comitê evangélico” para campanha presidencial


Dilma cria “comitê evangélico” para campanha presidencial

Mesmo quebrando promessas de 2010, PT repete estratégia

Jarbas Aragão
Comentário de Julio Severo: Preciso, por justiça, fazer uma pequena correção no texto do jornalista do GospelPrime. Na eleição de 2010, a CNBB não teve papel contrário à plataforma pró-aborto do PT. Poucos foram os líderes católicos que denunciaram o PT. Entre eles, os mais destacados são o falecido Dom Luiz Gonzaga Bergonzini, da diocese de Guarulhos, e o Pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz. Por sua coragem, Dom Bergonzini foi muito criticado por outros bispos da CNBB, e a carta dele que incentivava as pessoas a votar contra o PT foi removida do site da CNBB durante a campanha eleitoral. Dom Bergonzini, que era uma “ovelha negra” na CNBB, foi um exemplo de luta pró-vida e quem não conhece a história pode confundir seus atos de bravura como se fossem atos da própria CNBB, que é considerada a fundadora do PT. Mas não há o que confundir: Dom Bergonzini estava numa direção e a CNBB estava e continua em outra.
Em 2010 muitos analistas políticos indicaram que a polarização do debate de questões como aborto e casamento gay é que levaram a disputa para o segundo turno. Um dos maiores motivos para isso foi a manifestação pública da CNBB contra as propostas do PT e um grupo de evangélicos, com destaque para Silas Malafaia, que acusava a candidata Dilma de ser favorável a essas questões.
Quatro anos atrás, o comitê de Dilma costurou alianças com vários partidos cuja liderança tinham representatividade junto aos evangélicos. Tempos depois, muitos romperiam com o PT, alegando terem sido traídos. Em especial, o Partido Social Cristão (PSC), por conta da perseguição política contra o deputado pastor Marco Feliciano.
Com os números das pesquisas mostrando um possível segundo turno, a campanha de Dilma procurou criar um “comitê evangélico”, de representatividade questionável. Segundo o jornal O Globo, os nove partidos que lutam pela reeleição da presidente escolheram para fazer parte dos interlocutores com as igrejas evangélicas Marcos Pereira, presidente do PRB, Gilberto Kassab, do PSD, e Eurípedes Júnior do PROS.
Além destes, estavam presentes Aloísio Mercadante, Rui Falcão e Berzoini (PT), Michel Temer (PMDB), Carlos Lupi (PDT), Ciro Nogueira (PP), Luciano Castro (PR) e Renato Rabelo (PCdoB).
O processo teve início quando Pereira, do PRB, partido ligado à IURD, reclamou com Dilma que existe grande resistência dos fiéis à reeleição de Dilma justamente por que o governo petista quebrou sua promessa e de forma extra-oficial tornou legal tanto a união civil de homossexuais quanto o aborto.  A presidente vem se justificando que não mudou nenhuma lei com relação aos temas. Agora, além da criação do comitê ela quer se reunir com pastores para esclarecer o caso.
Quando surgiu o Partido da República e Ordem Social (PROS), seus líderes s anunciaram que não fariam parte da bancada evangélica. Contudo, se posicionaria favorável aos “temas evangélicos”, incluindo aborto, eutanásia e a homofobia.
Mas até agora a sigla não mostrou ter influência sobre os evangélicos de modo geral. Já o PRB, cujo principal expoente é Marcelo Crivella, tem apelo apenas junto aos fieis da Igreja Universal. Cerca de um ano atrás, Crivella intermediou um encontro de Dilma com cantoras evangélicas.  A decisão foi classificada como “engodo” pelo deputado Marco Feliciano, que acusou Dilma de não ter recebido pastores porque sabia que haveria uma conversa séria, com reivindicações.
O jornalista Julio Severo, colunista do portal Gospel Prime, denunciou recentemente que Gilberto de Carvalho, Secretário-Geral da Presidência, segundo homem mais forte do PT é responsável por “um projeto perigoso que visa transformar o Brasil numa Venezuela ou União Soviética”. Pois ele tem atraído para a defesa de seu partido teólogos como Ariovaldo Ramos e Alexandre Brasil, que inclusive recebe salário de R$ 15 mil do governo petista.
Em 2012 Carvalho anunciou em um encontro do partido que era preciso combater as igrejas evangélicas.  Na época, o Senador Magno Malta (PR), da Frente Parlamentar evangélica, chamou Carvalho de “safado” e “mentiroso”.  Embora o líder do partido de Malta estivesse nesse encontro com Dilma que busca aproximação com evangélicos, ele já anunciou que não apoiará a reeleição, fazendo campanha para o pastor Everaldo, do PSC.
Por ser pastor, Everaldo é considerado por muitos o único que representa o interesse dos evangélicos e tem conquistado o apoio de vários líderes com representatividade entre os evangélicos, como Silas Malafaia.
Fonte: GospelPrime
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:
Senador Magno Malta critica pastores que assinaram manifesto apoiando decreto ditatorial de Dilma Rousseff

11 comentários :

Everaldo disse...

Estamos vendo, mais uma vez, a repetição daquele mesmo velho filme da campanha de 2010: Dilma se comprometeu em não legalizar o aborto. Será que ela cumpriu o que prometeu? Não! E alguém acha que ela vai mudar de posição? É óbvio que não!

Só quero ver se a bancada evangélica vai novamente cair no mesmo canto da sereia do PT e dos demais partidos de esquerda. Se Dilma for reeleita, o nosso país estará (literalmente) entregue a Satanás e aos demônios! E essa bancada evangélica será cúmplice deste crime moral contra o Brasil!

Será que eu estou certo?

ÉLQUISSON disse...

Volto a repetir, mais uma vez, o que eu já disse em um artigo anterior semelhante a este: infelizmente, ainda tem muita gente que acha que ainda se deve esperar um mínimo de sinceridade da parte do PT (e de outros partidos esquerdistas) quando seus líderes dialogam com cristãos. Em outras palavras: tem muita gente ingênua que ainda acredita piamente que o diabo um dia vai aparecer em público e dizer: "Eu sou o diabo, e esta é a minha verdadeira face!" Isso vale principalmente para quem acredita nas promessas do PT e de outros partidos esquerdistas.

O pior disso tudo é que muitos não querem ouvir a verdade (por mais que sejam dados inúmeros alertas)! Parece que muitos, pelo jeito, só vão descobrir que foram enganados pelo diabo no dia do juízo final! Mas aí, infelizmente, já será tarde demais!

Muitos, pelo jeito, estão esquecidos do que a Palavra de Deus diz:

"Maldito o homem que confia no homem, que faz da carne o seu braço, e que aparta o seu coração do Senhor" (Jeremias 17:5)

"Seja Deus verdadeiro e todo homem mentiroso" (Romanos 3:4)

Em virtude disso, não foi sem razão que Jesus afirmou com autoridade:

"Vós tendes por vosso pai o diabo, e quereis satisfazer os seus desejos. Ele foi um homicida desde o princípio e não permaneceu na verdade, porque nele não existe verdade. Quando ele mente, fala só do que lhe é próprio; pois é um mentiroso e o pai da mentira" (João 8:44)

Como tem gente ingênua neste mundo!

Duílio disse...

O comentário do Élquisson foi mais do que oportuno. Não só eu concordo com tudo que ele disse, como eu ainda acrescentaria o seguite: é muita ingenuidade alguém acreditar que o PT vai mudar a sua agenda política algum dia. Quem acredita nisso também acredita que o diabo, um dia, vai se converter a Jesus!

Se o PT, algum dia, falou o contrário, foi por puro oportunismo eleitoral (já que é exatamente assim que o PT e os demais partidos esquerdistas agem).

Um bom exemplo disso (desse mesmo oportunismo) foi a própria eleição de Dilma. Durante a campanha presidencial, ela corria forte risco de não ganhar por ter se declarado favorável ao aborto. Sabendo que a população brasileira e o segmento evangélico são radicalmente contra o aborto, ela se comprometeu (inclusive assinando um documento em público) em não legalizar o aborto. Todos acreditaram piamente nessa promessa mentirosa dela.

E o que aconteceu depois? Quando ela foi eleita, o aborto anencefálico foi legalizado (contando também com uma "mãozinha" do STF para isso)! Não é esta uma prova mais do que evidente de que Dilma mentiu somente com a intenção de ser eleita? Não só ela, mas também todo e qualquer político esquerdista faria a mesmíssima coisa nas campanhas eleitorais (disso eu tenho plena e absoluta certeza)!

Alguém ainda acredita que os políticos do PT (e dos demais partidos esquerdistas) vão falar a verdade algum dia? Só mesmo quem for muito burro!

Claudio Vaz disse...


O bispo abortista continuará utilizando suas empresas – IURD, PRB e RECORD – para dar mais quatro anos ao governo anão.

Feliciano, Pastor Everaldo e todo o PSC, vejam vocês, descobriram que o PT é abortista. Agora vai. Alguns pentecostais discernem espíritos e profetizam, mas possuem uma estranha dificuldade de enxergar o que nos salta aos olhos. Pessoas espirituais devem ter dificuldades com assuntos carnais não é mesmo?

Aécio concordou com a nota do Itamaraty contra Israel e pró-terror. Além da agenda gay e do aborto essa é mais uma similaridade com o governo do PT. São apenas coincidências próprias, razoáveis e aceitáveis entre “oposição” e “governo”.

Existem opções para evangélicos progressistas e conservadores.

Quem era pior, os nazistas ou os colaboracionistas de Vichy?

Anônimo disse...

Devemos redobrar o cuidado porque a Jezabel nas eleições fica boazinha e esconde seus reais objetivos contra a família cristã. Muitos se contaminaram e estão comendo na mesa da Jezabel ou comprados por ela, mas se você é temente a Deus, cuidado com quem você vai votar. Não vote em quem apoia projetos contra a família ou contra os valores cristãos. Adalberto Pimentel

Anônimo disse...

Julio,o que você acha do pastor Everaldo para presidente? Ele tem alguma macula em seu passado político?
Seria ótimo um post seu sobre o assunto...

Ass: Vânia Luz

Anônimo disse...

Atencao, se souber que a gang estah cooptando o pastor da igreja em que frequenta, faca como o Apostolo Paulo: "E, chegando Pedro à Antioquia, lhe resisti na cara, porque era repreensível." - Gálatas 2:11.
Chega de deixar o diabo usar a igreja, como tem feito, principalmente, desde 2002.

Antonio.

Anônimo disse...

Aqui os comunistas bajulam evangélicos na c h i n a estão demolindo igrejas.

Eliel disse...

O Adalberto Pimentel disse textualmente isto:

"Devemos redobrar o cuidado porque a Jezabel nas eleições fica boazinha e esconde seus reais objetivos contra a família cristã. Muitos se contaminaram e estão comendo na mesa da Jezabel ou comprados por ela, mas se você é temente a Deus, cuidado com quem você vai votar. Não vote em quem apoia projetos contra a família ou contra os valores cristãos."

Amigo Adalberto, o que Dilma e Jezabel têm em comum? A blasfêmia contra a Palavra de Deus.

E de que forma esta mesma blasfêmia ocorre? Através da aprovação de políticas pró–aborto, pró–homossexualismo, anti–família, e anti–cristãs. Em outras palavras: o governo do PT trocou Jesus por Satanás (ou melhor, o Céu pelo inferno)!

Assim como Jezabel perseguia os profetas de Deus (e até os matava se pudesse), Dilma (a versão brasileira de Jezabel) persegue os cristãos que defendem a obediência à Palavra de Deus e combatem as políticas demoníacas do PT.

Veja o caso do nosso amado irmão Júlio Severo (o nosso profeta Elias dos tempos modernos). Ele está exilado no Monte Horebe (algum país do exterior) para fugir da nossa Jezabel. Se ele ainda estivesse aqui, com certeza estaria sendo ameaçado de morte (se já não estivesse morto)!

Infelizmente, é uma pena que poucos cristãos são iguais ao irmão Júlio Severo para combatermos a Jezabel moderna e o seu governo diabólico!

Alguém concorda comigo?

Tobias disse...

O comentário do Eliel foi mais do que oportuno. Não só eu concordo plenamente com ele, como eu ainda transcrevo aqui a carta que Jesus manda o apóstolo João escrever para muitas igrejas que dão ouvidos às doutrinas de Jezabel. Leiamos:

– Carta para a igreja de Tiatira:

"E ao anjo da igreja que está em Tiatira, escreve: Isto diz o Filho de Deus, Aquele quem tem os olhos como chama de fogo e os pés semelhantes ao latão reluzente: Eu conheço as tuas obras, o teu amor, o teu serviço, a tua fé, a tua paciência, e que as tuas últimas obras são melhores do que as primeiras. Mas tenho contra ti que toleras que Jezabel, mulher que se diz profetisa, ensine e engane os Meus servos para que se prostituam e comam dos sacrifícios da idolatria. E Eu dei bastante tempo a ela para que se arrependesse da sua prostituição; ela, porém, não quis se arrepender. Eis que Eu a porei numa cama, e sobre os que adulteram com ela virá uma grande tribulação, caso não se arrependam das suas obras. E matarei os seus filhos, e todas as igrejas saberão que Eu sou Aquele que sonda as mentes e os corações. E darei a cada um segundo as vossas obras. Mas Eu digo a vós, e aos restantes que estão em Tiatira, e a todos que não têm esta doutrina, e não conheceram, como dizem, as profundezas de Satanás, que outra carga não vos porei. Mas o que tens, guarde-o até que Eu venha. Ao vencedor, e que tiver guardado as Minhas obras até o fim, Eu lhe darei autoridade sobre as nações, E com cetro de ferro as regerá; e serão quebradas como vasos de oleiro; como recebi de Meu Pai, Eu também lhe darei a estrela da manhã. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas" (Apocalipse 2:18–29)

Não é exatamente isto o que está acontecendo com muitas igrejas que se dizem cristãs (e também com alguns dos líderes dessas mesmas igrejas que aceitam as propostas da Jezabel do PT)?

Anônimo disse...

Eu digo sem medo: os "evangélicos" desse mesmo comitê criado por Dilma não me representam (e nem tampouco os verdadeiros cristãos).