15 de junho de 2014

Silas Malafaia desaprova xingamentos a Dilma durante abertura da Copa


Silas Malafaia desaprova xingamentos a Dilma durante abertura da Copa

Para ele não é possível aceitar ofensas de tão baixo nível para a pessoa que ocupa o maior cargo do país

Leiliane Roberta Lopes
Comentário de Julio Severo: O xingamento recente a Dilma Rousseff não foi pelo seu passado no terrorismo comunista, mas porque a situação econômica está ruim e o povo está descontente. Se o povo se acostumar nesse comportamento incivilizado, toda situação econômica ruim será pretexto para xingamentos contra qualquer um. Além disso, se Dilma está no poder, foi porque os xingadores a colocaram ali. Se eles não gostam do pão e circo do PT, poderão optar pelo pão e circo do PSDB, e xingar se a situação não melhorar. Mas, conforme as palavras de Jesus, o xingamento não mostra a natureza de quem está recebendo, mas de quem está fazendo os xingamentos. Jesus disse: “Uma pessoa boa produz do bom tesouro do seu coração o bem, assim como a pessoa má, produz toda a sorte de coisas ruins a partir do mal que está em seu íntimo, pois a boca fala do que está repleto o coração.” (Lucas 6:45 KJA)
A boca é apenas um reflexo do que enche o coração. Mais do que pães e circo do PT ou PSDB, o povo precisa de Jesus, pois sem Jesus, esses corações cheios de lixo e despejando sujeira pela boca serão, como simples eleitores ou grandes políticos, sujadores.
Ao cristão cabe usar a boca para orar e louvar a Deus.
Não era a vontade de Deus que uma terrorista fosse presidente. Mas o povo escolheu, como sempre apenas atrás de favores. O povo precisa ser conscientizado de que deve votar não com base nas esmolas que um político promete. Do contrário, toda vez que o pão e circo não chegar, vão xingar, vão mostrar o que enche seus corações e colher suas más escolhas.
Vote em Jesus em primeiro lugar e cuidado com os pães e circo do PT e PSDB, sem mencionar, é claro, outros partidos. Encha seu coração de louvor a Deus e sua vida transbordará de alegria, seja qual for a situação econômica do país. Eis os artigo do GospelPrime:
Durante a abertura da Copa do Mundo, na última quinta-feira (12) a presidente Dilma Rousseff foi xingada pelos torcedores que gritaram, em coro, alguns palavrões.
A notícia foi comentada por diversas autoridades políticas, tanto pelos candidatos à presidência do Brasil, como por jornalistas e colunistas da imprensa brasileira. O pastor Silas Malafaia também comentou o caso e, apesar de ser um crítico ao governo de Dilma Rousseff, desaprovou a atitude da torcida que estava na Arena Corinthians, zona leste da capital paulista.
Malafaia tentou ensinar que tudo tem um limite e que ofender a presidente é diferente de protestar nas ruas contra a corrupção do governo e sobre os valores gastos com a Copa.
“Não é simplesmente xingar uma pessoa, e sim menosprezar o mais alto cargo que nos representa”, afirmou ele em seu site, o Verdade Gospel.
“Fazer manifestações contra os gastos bilionários da copa do mundo, realizar manifestações contra a corrupção do governo, são questões de direitos de cidadania, mas como disse ainda pouco, tudo tem um limite”, completou.
O pastor presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo entende que assim como o quebra-quebra nas ruas, os xingamentos à presidente passam do limite aceitável.
“Como não podemos aceitar quebra-quebra, também não podemos aceitar que a figura da presidente da república seja ofendida no nível que foi no jogo de abertura da copa do mundo. Mil vezes não! Isto não é coisa de gente que quer ter direitos e participar de um estado democrático pleno.”
Fonte: GospelPrime
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:

22 comentários :

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Talvez este comentário que eu vou postar aqui (embora seja repetido) explique melhor por que o povo sempre coloca esquerdistas no poder em toda eleição (me corrijam se eu estiver errado):

Diz um ditado popular que "o povo tem o governo que merece". Nunca, aqui no Brasil, isso ficou tão evidente, ou melhor, nunca esse mesmo ditado se confirmou de maneira tão clara como nestes últimos anos.

Basta fazermos uma análise dos governos de Lula (anterior) e de Dilma (atual). Mudam somente os "atores" (no caso, os presidentes), mas o "script" (isto é, o programa de governo) é rigorosamente o mesmo. Para que não haja mais nenhuma dúvida quanto a isso (principalmente para aqueles que não acreditam que isso seja verdade), vejamos alguns dos pontos que ambos os governos têm em comum:

– Promoção de políticas de apoio aos "direitos humanos" (leia-se privilégio para os homossexuais e para os menores criminosos, e a perseguição aos cristãos);

– Discriminalização do aborto, já que o aborto é somente um "caso de saúde pública" (ou seja, o aborto, para o governo, não é um crime contra uma vida inocente e indefesa);

– Censura à liberdade de expressão (e ainda dizem, com a maior cara–de–pau, que vivemos num país democrático!);

– Tolerância às religiões afro–descendentes, sob o argumento de que elas fazem parte da nossa cultura, e, como tal, não podem ser discriminadas (como o diabo dessas mesmas religiões se disfarça em anjo de luz, só falta dizer que todas elas são de Deus);

– Distribuição de "kits educativos" nas escolas, com a alegação de combater a homofobia (uma forma disfarçada de fazer com que as nossas crianças sejam sutilmente induzidas ao homossexualismo, promovido pelo ex–ministro Fernando Haddad e por toda a corja do governo e dos homossexuais);

– Homenagem às "vítimas" do regime militar (ninguém jamais procurou saber o verdadeiro passado de Dilma, Lula, e de outros esquerdistas).

Enfim, estas são apenas algumas das muitas semelhanças entre os governos de Lula e o de Dilma (na verdade, o governo de Dilma nada mais é do que a continuação do governo de Lula).

E por que o povo, mesmo sabendo disso tudo, ainda assim vota neles? Por uma razão muito simples: recebendo a "ajuda" (Bolsa–Família) do governo, quem é que não quer ser sempre beneficiado pelo mesmo governo de alguma forma? Tem até gente que ainda tem a ousadia de dizer: "Se o governo é bom (já que ajuda o povo com o Bolsa–Família e outros benefícios), por que votar contra o mesmo governo?" Isso lembra aquela máxima do antigo Império Romano: "Dai pão e circo ao povo, que o Império sobrevive".

Não tenho nenhum medo de dizer: a nossa política está tão podre e tão corrompida, que nem mesmo alguns dos políticos da bancada evangélica não são dignos da nossa confiança (e, muito menos, merecedores do nosso voto). Em suma: não dá pra confiar em nenhum político (seja de que partido for).

Se o povo tivesse vergonha na cara (e, principalmente, se este mesmo povo fosse politicamente conscientizado), não colocaria corruptos no poder em troca do Bolsa–Família (ou em troca de qualquer outro tipo de ajuda ou assistencialismo). Só que o povo, durante as eleições, vota mais com a emoção do que com a razão (ou melhor, mais com a barriga do que com a cabeça). E isso, infelizmente, já criou um ciclo vicioso muito difícil de ser quebrado.

Portanto, diante de tudo que foi dito aqui, só dá pra chegar a uma única conclusão: enquanto prevalecer este quadro, ou melhor, enquanto o povo, em toda eleição, ainda continuar adotando esta mentalidade clientelista (isto é, de só votar em troca de algum tipo de ajuda ou assistencialismo), o nosso país vai estar sempre sendo governado por corruptos.

Que estas palavras sirvam de alerta para que todos, a partir de agora, sejam mais cuidadosos na hora de votar (e não se deixem enganar pelas promessas mentirosas dos muitos lobos em pele de cordeiro que sempre aparecem em todas as eleições)!

Anônimo disse...

Nunca se pode discordar do que estah na Biblia. Nessa questao de se xingar a pessoa, cumpre-se o que diz a Palavra de que, os homens, no tempo do fim, nao teriam respeito pela autoridade.
Por outro lado, estah na Palavra, colhe-se o que se semeia. No artigo Espíritos da Escuridao ( http://www.midiasemmascara.org/artigos/governo-do-pt/15262-2014-06-14-20-26-07.html ), o autor disseca, magistralmemte, num diagnostico irrefutavel, os irresponsaveis pelo momento. Durante decadas, os sacerdotes da religao do kapeta - eskerdista/progressista/sucialista/komunista - desedukaram, ou pior, de akordo com o sistema de pavlov, criaram no gado o reflexo kondicionado de fazer sempre o pior. Final, real, do fim dos tempos. Oremos.

Antonio.

Adriana disse...

Nao sejamos hipócritas, não há como agradar a César e a Deus nesse momento, é preciso uma escolha clara e não morna, o momento é de grande perigo para o Brasil e eles são muito astuciosos! "Raça de víboras, hipócritas e sepulcros caiados, lobos em pele de cordeiro" não são elogios e Jesus usou todas essas palavras quando foi preciso expor a mentira e usar a poderosa arma da verdade! O xingamento eqüivaleu a uma simples palmada em uma ditadora que não está acostumada a ser contrariada!

Julio Severo disse...

Dizer hipócrita ou raça de víbora é uma coisa. É definir quem leva essas características em comportamentos e atitudes.. Não é xingamento. Ana, a Bíblia ensina contra palavrões. Pelo visto, você não conhece absolutamente nada da Bíblia, e ainda a usa, de forma hipócrita, para justificar boca suja.

Julio Severo disse...

“Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem”. (Efésios 4:29 ACF)

“Mas eu lhes digo que, no dia do juízo, os homens haverão de dar conta de toda palavra inútil que tiverem falado”. (Mateus 12:36 NVI)

“Não haja obscenidades, nem conversas tolas, nem gracejos imorais, que são inconvenientes, mas, ao invés disso, portai-vos com ações de graça”. (Efésios 5:4 KJA)

“Mas agora, livrai-vos de tudo isto: raiva, ódio, maldade, difamação, palavras indecentes do falar”. (Colossenses 3:8 KJA)

Julio Severo disse...

Se você está pronto para votar no Aécio, por que não na Dilma? Qual é a diferença? Quem vota num, acaba, cedo ou tarde, votando no outro. A questão é só de nuanças. Os dois são pró-aborto e pró-homossexualismo. Só vota num dos dois quem é esquerdista de coração

Maressa disse...

Qual o melhor candidato ?

Anônimo disse...

POR QUE ESTÃO XINGANDO A DILMA:

O governo petista habituou a população a desrespeitar tudo -- a ordem, a família, a moral, as Forças Armadas, a polícia, as leis, o próprio Deus. Se esperava sair ileso e ser aceito como a única coisa respeitável no meio do esculacho universal, então é até mais louco do que parece.
Via. Olavo de Carvalho

Julio Severo disse...

Anônimo, se o que você disse estivesse de fato correto, me explique uma coisa apenas. Quando Bush estava saindo da Casa Branca e Obama estava entrando, em 2009, a multidão enorme de americanos estava xingando Bush praticamente com os mesmos palavrões que usaram contra Dilma. Pelo seu raciocínio, então Bush habitou os americanos ao desrespeito e no fim mereceu os xingamentos? Nada disso! Bush não era perfeito, mas era contra o aborto e a agenda gay. Está vendo como sua linha de raciocínio não funciona? Se você aprovar os xingamentos agora, haverá base para xingamentos iguais contra conservadores como Bush no Brasil. Não abra a porteira de porcos. Depois de aberta, vai sobrar para todo mundo. Palavrão como hábito é indesculpável. É coisa de gente com sujeira no coração, conforme disse Jesus. Defender isso é defender a própria sujeira.

Julio Severo disse...

Alguém poderia então perguntar: “Julio, como você explica sua diferença de relação com o Genizah, que se diz evangélico e fala palavrões, e com o filósofo Olavo de Carvalho, que não é evangélico e fala palavrões?” Eu não explico nada. Quem explica é a Palavra de Deus, que diz:

“Já vos adverti por carta que não vos associásseis a nada que fosse imoral. Dizendo isso, não me refiro às pessoas imorais deste mundo, nem aos avarentos, ou aos ladrões, ou ainda, aos idólatras. Se assim fosse, seria necessário que saísseis do mundo. Entretanto, agora vos escrevo para que não vos associeis com qualquer pessoa que, afirmando-se irmão, for imoral ou ganancioso, idólatra ou caluniador, embriagado ou estelionatário. Com pessoas assim não deveis sequer sentar-se para uma refeição.” (1 Coríntios 5:9-11 KJA)

É por esse e outros motivos que Olavo merece muito mais meu respeito e consideração do que um grupo de “crentes” que cospe no Evangelho.

Olavo não é evangélico. Ele era comunista. Mas abandonou a ilusão socialista. Há esperança de que ele também venha a abandonar os palavrões? Claro que sim. Seja como for, com sua experiência comunista passada, ele tem muita coisa para transmitir e, mesmo com discordâncias sobre a Inquisição ou outras questões, temos de obedecer ao que a Bíblia ordena: “Examinem tudo, fiquem com o que é bom” (1 Tessalonicenses 5:21 BLH)

Quanto ao Genizah e seu dono, que se dizem evangélicos, mas adoram socialismo e palavrões, que esperança há?

Anônimo disse...

Julio, VC está correto quanto a não se usar palavras de baixão calão em resposta a qualquer pessoa que seja. Mas o q quero demostrar com a citação de OLAVO DE CARVALHO,é que o PT está provando daquilo que ensinou e habituou o povo a fazer (desrespeito). É apenas uma explicação do ocorrido, uma análise de causa e efeito, e não um concordância ou aprovação do ocorrido.

Samuel Ranner disse...

Efésios 4.29 diz: Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem.
Palavras torpes ou pervertidas, não fazem parte da linguagem cristã. O Senhor nos deu o privilégio de sermos conhecidos como povo de lingua pura,segundo Sofonias 3.9.
Sim, Jesus usou palavras fortes contra os fariseus mas jamais recorreu a xingamentos e palavras de baixo calão. Ao contrário,Ele, assim como Apóstolo Paulo deixaram esse sábio conselho: A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder a cada um.COLOSSENSES 4.6.

Anônimo disse...

Júlio, os esquerdistas não ligam para valores, os que xingaram o Bush, possivelmente são esquerdistas. Me lembro na minha infância (tenho 56 anos), que havia sim, respeito às autoridades na cultura brasileira. Durante a minha juventude tentei me engajar na luta contra a ditadura militar, não a luta armada, mas participava de manifestações e etc.. Percebi, no entanto, que muitos que participavam desta luta não primavam pelos valores da família e nem respeitavam autoridades, falavam palavrões na frente de senhoras casadas e de donzelas (na ocasião era um absurdo), faziam gestos obscenos, ou seja, não respeitavam mesmo. Portanto, a minha única discordância é que não foi apenas o governo petista habituou a população a desrespeitar tudo, mas sim os esquerdistas. É claro que não são todos os esquerdistas que têm este comportamento de desrespeito, o problema é que nunca vi estes combaterem falta de respeito quando é dirigida a adversários.

Téo disse...

Eu concordo plenamente com o que o Júlio disse ao se referir ao Olavo de Carvalho. Eu diria que ele merece muito mais respeito do que muitos que se dizem "crentes" (mas que agem pior até do que os piores ímpios).

Como ex–comunista, Olavo de Carvalho tem toda autoridade pra desmascarar as mentiras do comunismo, do socialismo, e de todo o programa político não só do PT como também dos demais partidos de esquerda. Pra falar com conhecimento de causa de uma determinada situação, só mesmo quem já vivenciou essa mesma situação.

Tá certo que o Olavo de Carvalho não é nenhum santo (eu mesmo, às vezes, não gosto dos palavrões que ele diz em alguns de seus vídeos). Mas há um motivo: o Olavo não é cristão. No dia em que ele se converter, com certeza ele não vai mais falar palavrões (é o que eu creio).

A mesma coisa é o Jair Bolsonaro. Ele talvez nem seja cristão, mas ele tem sido uma voz ativa em defesa dos bons princípios, tem tido uma postura firme contra o homossexualismo, enfim, ele está fazendo muito mais pela família do que alguns dos políticos da bancada evangélica. No dia em que ele for um cristão, com certeza vai ser um grande profeta a serviço do Reino de Deus.

Por que muitos dos políticos da bancada evangélica não tomam essa experiência do Olavo de Carvalho e a postura firme do Jair Bolsonaro como exemplos para que eles possam atuar ainda melhor na defesa da família, dos bons princípios, e do Reino de Deus? O apóstolo Paulo disse:

"Examinai tudo. Retende o bem" (1 Tessalonicenses 5:21)

O que os políticos da bancada evangélica estão esperando para agirem assim?

Antonio Filho disse...

Caro Téo,de onde vc tirou essa ideia de que o Professor Olavo de Carvalho não é Cristão? Pra seu governo a cristandade é formada por Protestantes, Católicos e Ortodoxos. Enquanto o Professor Olavo chama palavrão, a maioria dos puritanos evangélicos, que não chamam palavrão, vivem puxando o saco de Dilma ou se omitem quanto a desolação que o PT está causando nesse país. O professor Olavo é uma homem bondoso, piedoso e cheio de fé cristã. O Júlio Severo é prova viva desse testemunho que estou dando: quando ele estava sendo perseguido no Brasil, o Professor Olavo o ajudou.
Ninguém é obrigado a concordar com todas as ideia do Professor Olavo, mas tratá-lo com um pagão ''amigo'' do cristianismo é um acinte. Procure conhecer a vida e obras desse Senhor antes de julgá-lo.

"Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai. Mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar". (Romanos 14:4)

Att

Antonio Francisco.

Ed Soares disse...

LAMENTÁVEL A APRTICIPAÇÃO DE ALGUNS "RELIGIOSOS", DE MANEIRA DISCRIMINATÓRIA.

Recentemente, vi os comentários de todos os matizes, em se falando dos palavrões proferidos contra a atual presidenta da republica, Dilma.

A posição do pastor (que eu considero homofóbico) Silas Malafaia, não era de se esperar, já que o mesmo tem intenções de como sempre fazer voltar a atenção dos que estão à espera de sua palavra, levar o povo à agir segundo o que ELE PENSA, usando Jesus como suposto modelo.

Li, desgostosamente, a ideia em comentários desta postagem, em que alguns se intitulam CRISTÃOS, e colocam-se prazerosamente, contra, e à favor dos palavreados.

E ainda, na suposta ideia de serem santos, ou os "escolhidos", ainda vi comentários do tipo: Olavo de Carvalho não é cristão.

Fulano de tal não é isso, não é aquilo.

Gente, quanta baboseira, da pior especie!

Para alguns, pelo que se vê aqui, ser CRISTÃO além de ser quase SANTOS, é ser excepcional. Mas fazendo as mesmas MERDAS que outros fazem ou talvez até pior?

Será que Deus, ou Jesus, está se importando com certos senhores, doutores da lei humana (que dizem ser de Deus), que superlotam os templos atuais, seja protestantes, católicos, etc???

Já encontrei homens, que por não seguirem religião alguma, são mais humanos e mais senhores de sí, do que certos religiosos.

Conheço particularmente um ATEU que é mais humano do que muitos ditos CRISTÃOS.

Quando ao caso da Dilma, quero convidar os amigos, leitores deste blog para uma observação feita por mim, em minha página pessoal, sobre o evento DILMA X XINGAMENTOS.

A PRESIDENTA DILMA MOSTROU EQUILÍBRIO E LIDERANÇA AO RESPONDER XINGAMENTOS

Leia por compleoto acessando o link

http://www.blogdoed.com/2014/06/a-presidenta-dilma-mostrou-equilibrio-e.html

Um forte abraço e muita paz, sempre!

Carla disse...

O Ed é um espírita pró-Dilma... Baixou um espírito nele e ele veio aqui nos dar sua sublime mensagem.

Aprendiz disse...

Julio, creio que você está errado. Não nas suas assertivas, mas no seu foco.

1. Estádios não costumam ser, desde muito tempo, lugar de linguagem educada. Toda semana, em todo lugar do mundo (ou, vá lá, quase todo) milhares de pessoas fazem afirmativas provavelmente injustas sobre as genitoras de técnicos e juízes, e lhes sugerem atividades sexuais não recomendáveis. Ora, sabemos que a maior parte da população, pelo menos durante grande parte de sua vida, tem pouco apreço pelo ensino do Senhor (digo a maior parte da vida, porque muitos em algum momento encontram a verdade e são mudados por ela). Não fomos chamados para reformar o ímpio. Enquanto ele permanece ímpio, é perfeitamente natural que pratique impiedades. Já é grande manifestação da graça comum quando o ímpio está "apenas" xingando, e não matando, roubando, defraudando, enganando, espancando, difamando. Oro a Deus para que a maioria dos ímpios algum dia encontre Jesus, e certamente, a partir deste dia aprenderam a justiça, inclusive uma linguagem santa. Mas durante tantas décadas de existência de estádios, nunca vi nenhum esquerdista preocupado com o fato das pessoas estarem usando linguajar baixo.
2. Se o fato da população, nos estádios, estar usando linguagem baixa não é notícia, certamente o fato de mostrarem tanto desagrado em relação à Dilma é notícia, e uma boa notícia. Se fossem todos cristãos verdadeiros lá, e estivessem gritando "assassina", "aborteira", "terrorista", "vendilhã da nação", "filhota de stalin", estariam sendo justos e corretos. Mas a esquerda estaria muito mais zangada...
3. Sendo a população em geral não cristã, é de se esperar que expresse sua insatisfação de outras formas. Mas o fato de estar tremendamente insatisfeita é uma coisa boa. Pelo menos grande parte do povo percebe que há algo muito errado no partido das trevas.
4. Aécio é melhor que o pt, com certeza. Não porque seu programa é o meu, mas porque no programa do PSDB não constam todos os crimes que constam no programa do pt. o PT propõe, por exemplo, destruir a democracia representativa, implantar uma ditadura, como em Cuba. Propõem perseguir os crentes, e matar os adversários. O PSDB não propõem isso. Ora, isto não é irrelevante. O horizonte utópico do pt é cuba, o horizonte utópico do psdb é a Alemanha. Por pior que seja o governo alemão, toda a população de cuba preferiria viver na Alemanha a viver em Cuba.
5. Agora, se alguém quiser um candidato que represente melhor o nosso pensamento do que deve ser um governo, parece que o único candidato é o pastor Everardo. O que acha dele, Júlio?

Téo disse...

Respondendo ao Antônio Francisco,

Antônio,

Pelo meu pouco conhecimento, um verdadeiro cristão não fala palavrões. A Palavra de Deus diz qual deve ser um dos requisitos de um verdadeiro cristão:

"Linguagem sã e irrepreensível, para que o adversário se envergonhe e não tenha nenhum mal que dizer de nós" (Tito 2:8)

Não estou aqui julgando o Olavo de Carvalho, mas eu diria que ele ainda não pode ser considerado um verdadeiro cristão (devido aos palavrões que ele fala).

Ele pode ser até um defensor da família e dos princípios, enfim, ele até pode ser uma voz ativa a favor do povo cristão, mas ele ainda precisa melhorar em alguns aspectos para ser considerado um verdadeiro cristão. Ou você acha que o cristão deve agir como se ainda fosse mundano (inclusive falando palavrões)?

Medite neste texto do apóstolo Paulo:

"E não vos conformeis com este mundo; mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, perfeita, e agradável vontade de Deus" (Romanos 12:2)

Anônimo disse...

O Aprendiz fez um comentário bastante esclarecedor, e concordo com ele. A questão não é concordar ou não com a pronúncia de palavrões, mas sim o direito da população de expressar o seu desagrado com o governo. Ora, o PT demonstrou que ficou irritado com os xingamentos contra a presidente, e por causa disso o partido tenta se defender atacando aqueles que a xingaram usando o recurso de chantagem emocional (inclusive apelando à moral e aos bons costumes, coisas que eles não conhecem).

Antonio Francisco disse...


Resposta ao irmão Téo.

Irmão Téo, pelo seu conceito de cristão,nenhum dos nosso heróis da fé merecem essa honraria. Explico:

Abraão, nosso pai na fé, foi mentiroso e covarde: No país estranho, Abraão mentiu, ao afirmar a Faraó que Sara, sua mulher, era sua irmã. (Gn 12.10-20)

Abraão foi uma pai omisso: pois mandou seu filho mais velho, Ismael, embora. (Gênesis 21:14-21)

Davi, homem segundo o coração de Deus, foi assassino e adúltero: adulterou com Bate-Seba e mandou matar Urias.

Sansão, o grande nazireu de Deus, tinha uma atração irresistível por prostitutas filisteias.

O apóstolo Pedro, além de negar Cristo, foi hipócrita.

Os pastores Wellington e Silas Malafaia apoiaram Lula e Dilma, e, de certa forma, são responsáveis pela decadência moral de nosso país.

Esses são apenas alguns exemplos de santos homens de Deus, que caíram em pecado. Téo, o cristianismo não anula nossa condição humana, todos os dias pecamos e só a graça de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo, é capaz de nos redimir.

Desculpe-me a redundância; mas, insisto: o Professor Olavo é cristão, e um bom cristão. Quem me dera se todos os erros desse mundo fossem os palavrões.

Saudações em Cristo.

Guto disse...

Engraçado: o PT reclama da falta de educação do povo quando xinga Dilma. E o que o PT propaga quando os black blocs e outros arruaceiros fazem suas badernas em público? Seriam atos de civilidade?

Eu digo sem medo: o PT é um partido de hipócritas!