26 de junho de 2014

Por que nunca mais serei presbiteriano


Por que nunca mais serei presbiteriano

Joseph Farah
Comentário de Julio Severo: Joseph Farah, autor deste artigo, é dono do WND, um dos maiores portais conservadores dos EUA, e denuncia o avanço da maior denominação presbiteriana dos EUA em atitudes a favor do “casamento” gay e contra Israel. Tudo isso é fruto do liberalismo teológico. É um triste exemplo, pois no Brasil o mesmo liberalismo, de orientação esquerdista, também está avançando, e haverá frutos. No final deste artigo, há vários links com mais alertas sobre questões de “casamento” gay, Israel e presbiterianos nos EUA e no Brasil, para ajudar você a entender o que o liberalismo teológico fez com os presbiterianos dos EUA e o que está fazendo com os presbiterianos do Brasil.
Detesto confessor isso.
Mas já fui membro da Igreja Presbiteriana dos EUA (conhecida pela sigla PCUSA).
Foi muito tempo atrás, mas posso lhe garantir que não voltarei. Faz muito tempo que deixei, de forma definitiva. Nunca pensei em voltar.
Para mim, essa denominação está morta.
Joseph Farah
Não fique ofendido se você ainda é membro. Só dê uma olhada no que está acontecendo em sua igreja — da qual você é parte, onde seus dízimos e ofertas estão sustentando. É uma agenda maligna. Está completamente errada aos olhos de Deus.
Na semana passada, houve duas afrontas da Assembleia Geral, a direção dessa denominação apóstata do inferno.
Primeiro, ela votou por 429 votos contra 175 votos para aprovar o “casamento” homossexual — mudando a linguagem que definia o casamento como uma união entre um homem e uma mulher para “duas pessoas.” Os 172 presbitérios dessa denominação votarão sobre essa mudança no próximo ano, mas com uma votação pervertida dessas, não tenho muita esperança de uma rebelião a nível dos membros. Num assunto relacionado, a assembleia votou por 328 votos contra 238 para permitir que os pastores da denominação presidam sobre “casamentos” homossexuais em jurisdições em que tais uniões são legais.
O Comitê Laico Presbiteriano chamou essa atitude de “uma abominação.” Tenho novidades para essa gente: Quando sua “igreja” começar a aprovar abominações, é hora de procurar outra igreja. Para mim é um mistério: não sei por que essa gente está demorando tanto para sair. Em 2011, a Assembleia votou para ordenar pastores que têm parceiros homossexuais.
É claro que encontrar outra igreja que não zombe do Deus que afirma adorar não vai ser fácil. A Igreja Episcopal começou a permitir a bênção de “casamentos” homossexuais no ano passado. A Igreja Unida de Cristo permite esses casamentos desde 2005. A Igreja Evangélica Luterana nos EUA permite que pastores de igrejas individuais decidam.
O “casamento” homossexual não é apenas uma abominação. É contraditório.
O Deus da Bíblia literalmente definiu o casamento no Jardim do Éden. Essa definição foi confirmada por Seu Filho Jesus durante Seu ministério terreno — mais prova de que Deus não muda de ideia. Ele é o mesmo ontem, hoje e amanhã. Ele não comete erros. Ele faz tudo certo desde a primeira vez. Aliás, Ele define o que é certo — e errado. E Ele é aquele que chamou o próprio ato dos homens deitando com homens e mulheres deitando com mulheres de “abominação.”
Uma coisa é um ateu apoiar essa ideia passageira.
Uma coisa é um humanista secular agnóstico apoiá-la.
Uma coisa é um não-cristão ou não-judeu apoiá-la.
Mas é outra coisa inteiramente diferente alguém que afirma crer que a Bíblia é a Palavra de Deus ou se chama cristão fazer isso — sem mencionar uma denominação inteira.
É simplesmente herético, sem mencionar irracional.
Poucas coisas poderiam ser mais claras na Bíblia do que a postura de Deus sobre o fato de que o casamento é uma instituição criada exclusivamente para homens e mulheres.
A primeira menção de casamento na Bíblia vem no começo — em Gênesis 2:24 — onde está escrito, depois da criação de Eva: “Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne.” (ACF)
É interessante que a maioria dos usos da palavra “apegar-se” na Bíblia envolve mandamentos dados por Deus para “se apegar” a Ele. E a Bíblia é cheia de paralelos entre o casamento de homens e mulheres e o relacionamento entre o povo e Deus.
Evidentemente, há muitos tão chamados “cristãos” que não levam a sério o Antigo Testamento. Não faz muito sentido, pois é o Antigo Testamento que profetiza o futuro Messias e as credenciais daquele ao qual todos os verdadeiros cristãos adoram como o Filho de Deus e seu redentor — Jesus.
Mas vamos colocar de lado por enquanto essa contradição. Qualquer um que se classifica de cristão, um seguidor de Jesus, não tem desculpa nenhuma sobre a definição do casamento, pois o próprio Jesus o definiu — não num, mas em dois registros do Evangelho.
Em Mateus 19:4-5, Ele disse: “Não tendes lido que aquele que os fez no princípio macho e fêmea os fez, E disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher, e serão dois numa só carne?” (ACF)
De modo semelhante em Marcos 10: 6-9, Ele disse: “Porém, desde o princípio da criação, Deus os fez macho e fêmea. Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher, E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem.” (ACF)
Nessa última frase, “não o separe o homem,” Jesus estava falando sobre o rompimento de um único casamento. Foi um alerta contra a pilhagem do divórcio. Contudo, tem aplicações mais irrefutáveis para os que buscam separar a instituição inteira do casamento redefinindo-a conforme a mais recente moda popular.
Os Estados Unidos estão numa crise moral e espiritual neste momento. Os sinais estão em toda arte. O pecado está desenfreado. Todo homem faz o que é certo aos seus próprios olhos. Deus deu uma prescrição para tempos como estes em 2 Crônicas 7:14: “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.” (ACF)
Eu ainda sustento a esperança de que Seu povo, que é chamado por Seu nome, se humilhará e orará e buscará Sua face e se arrependerá de seus caminhos maus. Eu gostaria que Deus ouvisse isso. Eu gostaria que Ele perdoasse nosso pecado. Eu gostaria que Ele curasse nossa terra. Mas essa decisão da PCUSA não é um bom sinal — bom de jeito nenhum. Isso é apostasia descarada e deliberada. Incentiva o pior tipo de juízo.
Mas isso não é tudo! A corrupta e não arrependida Igreja Presbiteriana dos EUA não cometeu apenas um ato chocante.
Um dia depois dessa votação, a mesma direção votou por 310 votos contra 303 para apoiar campanhas para que todos os membros da denominação parem de investir em empresas que fazem negócio com Israel.
Por que?
Por que a ênfase na PCUSA está no PC — para politicamente correto. Israel é o presente de Deus para as nações do mundo. Isso não significa que o Estado de Israel seja perfeito. É governado por seres humanos. Mas é a menina dos olhos de Deus, conforme ficamos sabendo em Zacarias 2:8. Quem deve disciplinar Israel é Deus. É Ele que tem uma aliança eterna com Seu povo.
Não só isso, mas é nessa promessa a Israel mediante a qual os que não são judeus são “enxertados.”
“Estabelecerei minha Aliança entre mim e ti, e teus futuros descendentes, de geração em geração, uma Aliança perpétua, para ser o teu Deus e o Deus te tua raça, depois de ti. A ti, e à tua descendência depois de ti, darei a terra que hoje habitas como estrangeiro, toda a terra de Canaã, em possessão eterna, e Eu serei o vosso Deus!” (Gênesis 17:7-8 KJA)
Israel representa a maior prova de que Deus é real. É um exemplo vivo da profecia bíblica cumprida.
“Então as nações saberão que Eu Sou Yahweh, o Eterno e Soberano, quando Eu for santificado diante delas, assevera o SENHOR Deus. Porquanto vos tirarei dentre as nações e vos reunirei de todas as terras e os conduzirei de volta para a vossa própria terra.” (Ezequiel 36:23-24 KJA)
 “‘Contudo, estão chegando os dias’, afirma o SENHOR, ‘quando já não mais se dirá: “Juro pelo Nome de Yahweh, que libertou os israelitas do Egito.”’ Antes dirão: ‘Juro pelo Nome de Yahweh, que trouxe os israelitas do Norte e de todos os países para onde ele os havia expulsado’. Eu os conduzirei de volta para a sua terra, terra que dei aos seus antepassados.” (Jeremias 16:14-15 KJA)
É isso o que o moderno Estado de Israel representa.
Mas é claro que os líderes da PCUSA não sabem ou não se importam com a Bíblia. É claro que eles não conhecem a mente do Deus que afirmam adorar. Mas até mesmo uma pessoa espiritualmente cega e racional deveria estar em condições de ver a razão por que esse movimento que boicota investimentos em Israel é tão errado. Será que Israel é uma das piores nações da terra? Claro que não. É uma das melhores. Será que Israel é uma das maiores nações da terra? Não, é uma das menores. Israel oprime seu povo? Não, Israel oferece mais liberdade do que a maioria das nações da terra. Israel oprime seus vizinhos? Não, Israel está cercado de nações que buscam destruí-lo, mas mostra contenção extraordinária ao lidar com eles — constantemente se inclinando para trás para fazer paz quando parece impossível.
Fico pensando: quais são os outros países que estão sendo alvos da campanha de boicote da PCUSA? Será que a PCUSA está boicotando países que perseguem os crentes em Jesus? Será que está boicotando os países que massacram seu próprio povo? Será que está boicotando os países que patrocinam o terrorismo? Será que está boicotando os países que matam de fome seu próprio povo? Será que está boicotando os países que ainda permitem a escravidão? Será que está boicotando os países que oprimem as mulheres? Será que está boicotando os países que fazem limpeza étnica em sua população?
Não, está boicotando a terra de Deus. Está boicotando o único país verdadeiramente livre no Oriente Médio. Está boicotando uma nação pequenininha que está sofrendo agressões de todos os cantos do mundo. Está boicotando o único refúgio para as pessoas mais perseguidas do mundo. Está boicotando o povo escolhido de Deus.
É por isso que é tempo de desinvestir seu tempo, dinheiro e energia se você ainda é membro da Igreja Presbiteriana dos EUA.
Traduzido por Julio Severo do artigo do WND: Why I will never be a Presbyterian, again
Leitura recomendada:
Sobre Igreja Presbiteriana:
Sobre Israel:
Sobre “casamento” gay:
Liberalismo na Igreja Presbiteriana do Brasil:

35 comentários :

Anônimo disse...

Lastimavel e lamentavel o que tambem esta acontecendo com a Igreja Presbiteriana do Brasil, quando , por exemplo, o reverendo Amaral, do Rio de Janeiro, faz aliancas a pactos com feiticeiros e bruxos, amplamente divulgados e documentados por esse site, quando ha varios presbiteros e reverendos enchendo as lojas maconicas no Brasil e na america latina, quando negam de forma categorica o mover do Espirito Santo nas curas e suas manifestacoes. Impressionante a cegueira espiritual desses lideres prebiterianos que lideram conselhos locais, concilos e ate mesmo o supremo concilio da Igreja Presbiteriana do Brasil, isso sem falar da sua universidade em Sao Paulo, que abre suas portas para ser alimentada em palestra por deputado federal gay.

Oremos para que os Presbiterianos se arrependem de seus pecados e iniquidades e voltem ao simples e puro evangelho do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Pastor Caleb.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Usando um tom carregado para me expressar, eu diria o seguinte: do jeito que o pecado já contaminou o mundo inteiro, muitas pessoas procuram uma igreja ou religião que satisfaça somente as suas próprias conveniências pessoais (ou que não diga nem faça nada contra o pecado). Em outras palavras: muitas pessoas só querem acreditar no que elas desejam (e não no que elas realmente precisam). Não é de se espantar que o que vivemos hoje é uma total inversão de valores: o errado é certo, o certo é errado, o mal virou bem, o bem virou mal, enfim, os preceitos morais da nossa sociedade estão completamente ao contrário. É como bem disse o profeta Isaías:

"Ai daqueles que chamam o mal de bem, e o bem de mal; que fazem da luz as trevas, e das trevas a luz; que fazem do amargo o doce, e do doce o amargo" (Isaías 5:20)

Não será surpresa se, qualquer hora dessas, criarem uma lei nos obrigando a adorar ao diabo (e nos proibindo de crer em Deus). Aliás, do jeito que existe tanta podridão e tanta imoralidade reinando tanto aqui no Brasil como também em todo o mundo, eu nem me espantaria se uma lei dessas fosse aprovada. Em virtude isso, não é sem razão que a Bíblia diz que "o mundo jaz no maligno" (1 João 5:19)

Eu diria mais: está sendo muito difícil, ultimamente, achar cristãos autênticos (que tenham compromisso somente com a obediência à Palavra de Deus). Quem quiser ser um verdadeiro cristão tem que ter uma postura firme e forte para combater o pecado (e, ao mesmo tempo, estar pronto para ser odiado pelos homens). Mas quantos, hoje, teriam essa mesma disposição?

Jesus, na Sua primeira vinda à Terra, não veio para agradar aos homens. E por agir assim, Ele foi odiado por muitos (principalmente pelos poderosos da época). Por que Jesus foi odiado? Porque Ele sempre falava a verdade. Ele desmascarava os hipócritas (e Ele também revelava os pecados ocultos de muitos). Quem fala a verdade sempre é odiado. Se com Jesus foi assim, quanto mais com os Seus servos!

O nosso amado irmão Júlio Severo é um bom exemplo isso. Por ter falado a verdade sobre o movimento homossexual, ele passou a ser odiado (e também perseguido) pelos homossexuais e pelo governo (já quiseram até saber o endereço dele, se é que já não o ameaçaram de morte). Por causa disso, ele teve que ir, com a família, para um exílio forçado no exterior.

Este é o doloroso preço que o verdadeiro cristão tem que pagar pela sua fidelidade a Jesus (e pela sua luta contra o pecado). Quantos, hoje, fariam como os fiéis da igreja de Esmirna (que, por amor a Jesus e à verdade da Sua Palavra, aceitaram a morte sem nenhum medo)? Quem, nos dias de hoje, teria a mesma postura firme de um Elias, um Jeremias, ou um João Batista para combater o pecado (e também para falar certas verdades que muitos estão precisando ouvir)?

Os mártires da fé cristã não hesitaram quando foram obrigados a escolher entre o pecado e a morte. O lema deles era: "Antes morrer do que pecar". Eles permaneceram firmes nas suas convicções, e acreditavam que esta corajosa decisão que tomavam agora certamente será lembrada no tribunal divino.

Se estivermos realmente decididos a ser verdadeiros cristãos (ainda que tenhamos que ser odiados pelo mundo), temos que obedecer ao que Jesus diz em Sua Palavra:

"Se alguém quiser vir após Mim, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz, e Me siga. Pois quem desejar salvar sua vida vai perdê-la, mas aquele que perder a sua vida por amor a Mim vai achá-la. Porque de que adiantará ao homem conquistar o mundo inteiro e perder a sua alma? Que dará o homem em troca de sua alma?" (Mateus 16:24–26).

"Entrai pela porta estreita; porque grande é a entrada e largo e espaçoso é o atalho que leva à perdição, e muitos são os que vão por ele; ao passo que estreita é a porta e apertado é o caminho que conduz à vida, e poucos são os que encontram" (Mateus 7:13–14)

Eu pergunto: quem teria coragem para agir assim nos dias de hoje?

Se alguém puder responder a esta pergunta, ficarei agradecido.

Tel disse...

Sem dúvida, o espírito por trás desse movimento é diabólico, é o espírito do anticristo.

Julio, por favor, você poderia me informar como posso assistir a TV WND?
Já li alguns comentários seus sobre a TV e busquei no site deles, mas não encontrei link de transmissão.
Desde já, agradeço.

Eliel disse...

Respondendo ao pastor Caleb,

Amado pastor Caleb,

O seu comentário em relação à postura de algumas igrejas (inclusive aquelas que se dizem cristãs) nos obriga a fazer uma reflexão muito séria: como a nossa congregação tem se comportado diante da corrupção do mundo? Será que temos procurado reconhecer nossas falhas, e pedir perdão a Deus todos os dias? Será que temos obedecido somente à Palavra de Deus, ou temos sido coniventes com o pecado? Enfim, como está a nossa vida (e a vida da igreja) diante de Deus?

Uma certeza nós (cristãos) temos: quando Jesus voltar, a Sua igreja terá que se apresentar a Ele com as vestes limpas (isto é, sem a mancha do pecado). É como disse o apóstolo Paulo:

"Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela Palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível" (Efésios 5:26–27)

O que nós, cristãos, temos realmente feito para preservar a pureza do verdadeiro evangelho, ou melhor, de que forma temos agido contra as heresias, as falsas teologias, os falsos evangelhos, e os falsos profetas (e outros mundanismos que têm contaminado a igreja do Senhor)?

Não foi sem razão que o apóstolo Paulo alertou a todos sobre alguns dos perigos que a igreja de Jesus iria enfrentar nestes últimos tempos:

"Pois eu bem sei que, após a minha partida, surgirão no meio de vós lobos vorazes, os quais não pouparão ao rebanho; E que entre vós mesmos aparecerão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si" (Atos 20:29–30)

"Mas tenho receio de que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de algum modo corrompidos os vossos costumes, e se apartem da simplicidade que há em Cristo" (2 Coríntios 11:3)

"Cuidado para que ninguém vos faça presa sua, através de filosofias e vãs sutilezas de acordo com a tradição dos homens e conforme os preceitos do mundo, e não segundo Cristo" (Colossenses 2:8)

"Mas o Espírito expressamente adverte que em tempos posteriores muitos apostatarão da fé, e darão ouvidos aos espíritos enganadores e às doutrinas de demônios" (1 Timóteo 4:1)

Não é exatamente isto o que está acontecendo com muitas igrejas aqui no Brasil (e também em todo o mundo)?

ÉLQUISSON disse...

Respondendo ao pastor Caleb, ao presbítero Valdomiro, e ao Eliel,

Amados irmãos,

Não sei se vocês vão concordar comigo, mas eu penso o seguinte: considerando o teor deste artigo e os comentários que vocês colocaram aqui (e também as atitudes de muitos dirigentes de igrejas, bem como de muitos que se dizem cristãos), está sendo muito difícil encontrar uma igreja 100% santa nos dias de hoje (eu diria que isso é uma verdadeira "Missão Impossível").

Ao lermos o livro de Apocalipse, vemos que Jesus, nos capítulos 2 e 3, manda o apóstolo João escrever 7 cartas para 7 igrejas diferentes (Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia, e Laodicéia). Ao serem avaliadas por Jesus, elas podem ser classificadas da seguinte forma:

– 1 igreja quase perfeita (muitos elogios e somente 1 única crítica): Éfeso;

– 2 igrejas 100% perfeitas (somente elogios e nenhuma crítica): Esmirna e Filadélfia;

– 3 igrejas imperfeitas (50% de elogios e 50% de críticas): Pérgamo, Tiatira, e Sardes;

– 1 igreja totalmente imperfeita (somente críticas e nenhum elogio): Laodicéia.

Considerando que quase todas as igrejas hoje estão mais cheias de erros do que de virtudes, vejamos o que Jesus mostra de errado em 5 das 7 igrejas de Apocalipse (e como estes mesmos erros estão em evidência nas igrejas de hoje):

– Éfeso: "Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor" (Apocalipse 2:4)

– Pérgamo: "Tenho algumas coisas contra ti: tens aí os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, para que comessem dos sacrifícios da idolatria e se prostituíssem. Assim, tens também aqueles que seguem a doutrina dos nicolaítas, o que Eu odeio" (Apocalipse 2:14–15)

– Tiatira: "Tenho contra ti que toleras que Jezabel, mulher que se diz profetisa, ensine e engane os Meus servos, para que se prostituam e comam dos sacrifícios da idolatria. E Eu dei bastante tempo a ela para que se arrependesse da sua prostituição; ela, porém, não quis se arrepender" (Apocalipse 2:20–21)

– Sardes: "Tens nome de que vives e estás morto... não tenho achado as tuas obras perfeitas diante de Deus" (Apocalipse 3:1;2)

– Laodicéia: "Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, estou para te vomitar da Minha boca. Porque dizes: Sou rico e não tenho falta de nada; mas não sabes que és um desgraçado, miserável, pobre, cego, e nu" (Apocalipse 3:16–17)

Agora, façamos a comparação entre estas igrejas de Apocalipse e as igrejas de hoje:

– Éfeso (e hoje): Quantas igrejas hoje já não têm mais o primeiro amor (como nos tempos de novo convertido)?

– Pérgamo (e hoje): Quantas igrejas hoje estão permitindo a infiltração de heresias e ideologias diabólicas (e deturpando a Palavra de Deus)?

– Tiatira (e hoje): Quantas igrejas hoje dão ouvidos aos falsos profetas, às doutrinas de demônios, e toleram os "modernismos mundanos" no seu interior?

– Sardes (e hoje): Quantas igrejas novas surgem a cada dia em cada esquina, sem a unção do Espírito Santo (e com pastores sem uma vida consagrada no altar)?

– Laodicéia (e hoje): Quantas igrejas pregam as bênçãos material e financeira (e esquecem de anunciar que o Reino de Deus deve ser a prioridade das nossas vidas)?

A resposta comum para todas estas perguntas acima é uma só: quase todas as igrejas (inclusive muitas que se dizem cristãs)

Será que esta minha análise comparativa das igrejas está certa?

Anônimo disse...

Aos irmaos Eliel e Elquisson.

De fato e de verdade estamos atravessando dias dificeis, tenebrosos e complexos, pois a cada dia que passa, e menos um dia para a volta do Senhor Jesus Cristo ( arrebatamento da igreja ) e a destruicao definitiva das trevas sobre a face da terra. Satanas e o inferno sabem disso, e por isso, lutam de todas as formas e maneiras de levar o maior numero possivel de almas ao inferno, e essas formas sao bem conhecidas por nos, pois estamos vivenciando a apostasia nao somente na Presbiteriana, mas de um modo geral , em varias igrejas tradicionais e pentecostais, tempos dificeis mesmo. Mas aquele que tem, possue e vive debaixo da sabedoria e discernimento do Espirito Santo NUNCA sera enganado, pois a Luz prevalece sobre as trevas, e como afirma em Joao, capitulo 01, somos em Cristo filhos da de Deus e da Luz divina. Irmaos , nao se espante, a coisa ira piorar e muito, so a uma Unica saida e uma unica forma de escape, JESUS CRISTO, o filho do Deus vivo, que habitando em nos e por nos nos levara a eternidade de vida e gloria. Ler e viver a Biblia nunca foi tao importante, senao o mais importante para a nossa salvacao em Cristo, pois ela e mais que essencial nesses dias tenebrosos, de fato e de verdade, e a nossa tabua de salvacao.

Pastor Caleb.

Pr. Janilson Ramos disse...

Se for verdade, é o fim... Lamentável!

Strider disse...

Essa decisão não me surpreende, já que o núcleo de autoridade da maioria das denominções está infestado de maçons. Acrescentemos isto ao ensino permissivo da teologia liberal e chegamos ao cenário eclesial do século 20 e 21.

Na presbiteriana ainda há um fator agravante: A cultura permissiva da membresia. Essa cultura do "deixa disso" é algo generalizado nessa denominação.

Querem tirar a prova disso? Vá alguém falar para um presbiteriano assim: "Se a sua igreja está tão errada assim, por que você não muda de denominação?"

Digam isso e vejam qual será a resposta...

Everaldo disse...

Respondendo ao pastor Caleb,

Amado irmão, isso que está acontecendo com a Igreja Presbiteriana (e também com outras que negligenciam a obediência à Palavra de Deus) nada mais é do que a confirmação das palavras do apóstolo Paulo:

"Ninguém, de forma nenhuma, vos engane; pois não será assim sem antes vir a apostasia, e sem que se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, o qual se opõe e se levanta contra tudo que se chama Deus, ou se adora; de modo que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus" (2 Tessalonicenses 2:3–4)

É muito fácil o diagnóstico: quando uma igreja deixa de obedecer à Palavra de Deus, esta mesma igreja apostatou da fé (e deu lugar ao diabo)! Foi exatamente isto o que aconteceu com a Igreja Presbiteriana! Não é preciso ser formado em faculdade (ou em teologia) para entender (ou enxergar) algo tão simples assim!

Um outro texto do apóstolo Paulo que explica melhor o caso da Igreja Presbiteriana é precisamente este aqui:

"Pois o ministério da injustiça já opera; há somente um que ainda resiste, até que do meio seja tirado; E então será revelado o iníquo, o qual o Senhor desfará com o assopro de Sua boca, e aniquilará pelo resplendor de Sua vinda; A esse cuja vinda é conforme a eficácia de Satanás, com todo poder, e sinais e prodígios de mentira; E com todo engano da injustiça para aqueles que perecem, pois não receberam o amor da verdade para que se salvassem. E é por isso que Deus lhes mandará a operação do erro, para que acreditem na mentira; Para que sejam julgados todos aqueles que não creram na verdade, antes sentiram prazer na iniqüidade" (2 Tessalonicenses 2:7–12)

O mal já domina 99,9% do mundo, até porque, como a própria Bíblia diz, "o mundo jaz no maligno" (1 João 5:19). O poder restringente de Jesus (que é exatamente esse "um que ainda resiste") é o que está, por enquanto, impedindo que a humanidade inteira passe a estar sob o controle total de Satanás. Isso devido ao clamor de alguns poucos cristão autênticos que têm suplicado para que o Senhor adie o Seu juízo sobre as nações.

Só que inevitavelmente vai chegar um tempo em que será necessário que o Senhor venha para julgar a humanidade. E quando o Senhor remover suas últimas restrições contra o mal, aí o mundo inteiro estará totalmente entregue nas mãos de Satanás!

E então veremos quem é o verdadeiro cristão: se é aquele que diz que é cristão só de boca, ou se é aquele que é fiel ao Senhor em toda e qualquer circunstância (principalmente nas piores adversidades e provações). É como bem disse o profeta Malaquias:

"E vereis a diferença entre o justo e o ímpio, entre aquele que serve a Deus e aquele que não O serve" (Malaquias 3:18)

Será que eu estou certo? Se você quiser se manifestar, esteja à vontade.

ELISEU disse...

Respondendo ao pastor Caleb,

Amado pastor Caleb,

Considerando o teor deste artigo (que nos obriga a fazer uma séria reflexão diante da postura errada de muitas igrejas ditas cristãs), sou obrigado a fazer novamente 2 perguntas que eu já fiz em um comentário anterior. São apenas 2 perguntas muito simples (mas também muito diretas). Pode ser que muitos não gostem do que eu vou dizer aqui, mas eu não posso fugir ao que a minha consciência me manda dizer.

As perguntas são as seguintes:

1 – De que adianta termos a pretensão de combater o homossexualismo, as filosofias e ideologias esquerdistas, comunistas, marxistas, e socialistas, bem como todo e qualquer pecado, se o nosso governo e boa parte da nossa bancada evangélica é formada por parlamentares envolvidos em diversos escândalos (roubo, corrupção, prostituição, adultério, favorecimento ao aborto, e outras coisas contra a Palavra de Deus)? Isso sem contar que boa parte desta mesma bancada ajudou a eleger este governo corrupto de Dilma e do PT (e de outros partidos com a mesma agenda política), bem como alguns líderes evangélicos (como Silas Malafaia) que dão apoio aos políticos do PT e aos de outros partidos esquerdistas (além do povo que vota nesses mesmos políticos);

2 – Que moral as igrejas terão para pregar contra o aborto, o homossexualismo, a pedofilia, o casamento gay e outras aberrações (e todo tipo de pecado), se muitos líderes (que deveriam servir de referência) são os primeiros a dar mau exemplo, e também estão mergulhados em vários pecados e vícios (como os mesmos pecados e vícios do governo e de alguns dos políticos da bancada evangélica)?

Usando um tom carregado, eu diria o seguinte: enquanto muitos que se dizem cristãos não se arrependerem de todas as coisas erradas que fazem às escondidas (inclusive sendo omissos no combate ao pecado, e dando apoio a políticos corruptos), nunca terão nenhuma moral para pregar contra o pecado. Serão chamados, com muita razão, de hipócritas. E isso, fatalmente, sempre será um trunfo nas mãos do diabo e de seus escravos para ameaçar a igreja de Jesus (e também os cristãos).

Todas as ideologias satânicas (comunismo, marxismo, esquerdismo, socialismo, e suas variações), bem como todo e qualquer pecado e toda e qualquer imoralidade (o ativismo homossexual, o feminismo, a legalização do aborto, da eutanásia, a aprovação da pedofilia, a liberação das drogas, e outras coisas erradas), e os seus patrocinadores (homossexuais, políticos e pastores esquerdistas, socialistas, progressistas, marxistas, e comunistas) serão julgados por Deus? Sim, tudo isso vai ser julgado (bem como todos os que estão envolvidos direta ou indiretamente em tais coisas). Em outras palavras: tudo e todos que estão sendo citados aqui serão julgados no seu tempo oportuno. Isso, porém, não acontecerá sem que antes as igrejas sejam devidamente julgadas (juntamente com os seus líderes). É como alertou o apóstolo Pedro:

"Pois já é tempo de se começar o julgamento pela casa de Deus; e se começa primeiro por nós, qual será o fim daqueles que desobedecem ao evangelho de Deus? E se somente o justo se salva, onde aparecerá o ímpio e o pecador?" (1 Pedro 4:17–18)

Portanto, está mais do que na hora de chorarmos e orarmos pelos nossos governantes, pelas igrejas, pelos seus líderes, e por muitos que se dizem cristãos (e que têm sido omissos no combate ao pecado). É hora de, humildemente, nos humilharmos diante de Deus e, com autêntico arrependimento, pedir perdão e suplicar para que Ele possa transformar muitas pessoas que se dizem cristãs, bem como muitos políticos, muitos governantes, muitas igrejas e seus líderes (antes que seja tarde demais).

P.S: Se você (ou alguém daqui) quiser se manifestar (ou puder responder a este meu comentário), ficarei agradecido.

Mateus disse...

A verdadeira igreja cristã do Brasil (que é aquela que obedece somente à Palavra de Deus, e não tolera outras doutrinas) precisa urgentemente despertar e agir diante de tudo o que está acontecendo. Enquanto estamos sendo negligentes no combate ao mal, o diabo e os demônios (bem como os seus escravos) têm nos atacado todos os dias! Não podemos (e nem devemos ficar) indiferentes!

Até que isso (esse despertamento) aconteça, nossa principal arma (que é a oração) está sendo deixada de lado, o que, evidentemente, é muito prejudicial para o nosso país. As bênçãos de uma nação só podem ser obtidas através de 2 coisas: oração e verdade proclamada. Ambas não podem (e nem devem) ficar separadas (até porque uma não surte efeito se não tiver a outra).

As trevas têm avançado impiedosamente em várias frentes (e têm destruído tudo pela frente como um furacão)! O que temos feito de concreto contra elas?

Thiago disse...

Irmão Júlio e demais...

Não misturem pecados pessoais (que as pessoas devem dar conta diante de Deus) e o pecado da APOSTASIA DAS ESCRITURAS (Cristo é o VERBO) que o "Corpo Social e Espiritual" chamado Igreja. Não se esqueçam que homens de Deus erram e Deus derrama sua indignação sobre eles (não se sembram de David?). Muitas coisas que as pessoas dizem que é apostasia no nosso evangelho pentecostal brasileiro não é!

É simplesmente a pessoa andando por fé, ou vocês não vão me dizer que andar por fé não é uma verdadeira "LOUCURA", imagina Naamã se perguntando: Pq no Jordão e pq sete vezes? ou alguns israelitas se perguntando, pq tantas voltas entorno de Jericó? Fé é um uma coisa de outro mundo!kkkkk Eu vejo mais fé nos católicos romanos ou até mesmo nos pagãos do que em muito crente engomadinho!kkkkk Não se lembram do Centurião? kkkkk

Vamos deixar de criticar o evangelho pentecostal no Brasil, pois, no momento, o NOSSO PAÍS ESTÁ VIVENDO O ÚLTIMO AVIVAMENTO! FORA DAQUI A COISA VAI MUITO PIOR, É SÓ VOCÊS PESQUISAREM O EVANGELHO NOS EUA E NA EUROPA! O único lugar que também está vivendo um AVIVAMENTO DA FÉ é na África, onde os Pentecostais estão avançando sobre os Muçulmanos! E está acontecendo algo extraordinário, os últimos países que não conheciam a Cristo começaram a ouvir sobre Ele, como é o caso da explosão cristã na China Comunista. No nosso momento atual, a Igreja Evangélica Brasileira é a mais forte e mais séria no mundo, no que diz respeito a fé e a obediência às Escrituras.

Sugestão de Louvor
Lauriete - CD O Segredo É Louvar
http://www.youtube.com/watch?v=f3sLCIsTQlA

Thiago disse...

Irmão Júlio,

Gostaria de corrigir a primeira frase do meu último comentário:

"Não misturem pecados pessoais (que as pessoas devem dar conta diante de Deus) e o pecado da APOSTASIA DAS ESCRITURAS (Cristo é o VERBO) que o "Corpo Social e Espiritual" chamado Igreja pode vir a cometer, ao não aceitar mais a bíblia como única base da sua fé."

Obrigado Amigo!

Anônimo disse...

Primeiramente, gostaria de parabenizar o Thiago pelo comentário.
Agora, o problema da Igreja Presbiteriana se chama Política!!! E os líderes cristãos brasileiros que se preocupam com política invariavelmente estão atolados na maçonaria. É de conhecimento público que os maçons pregam a liberdade, fraternidade e igualdade... e nesse contexto se encaixa a defesa dos chamados direitos homossexuais: direito ao casamento, direito de adoção etc. Segundo os maçons, todos esses direitos permitidos aos cristãos devem ser estendidos aos homossexuais. Dessa forma, o líder cristão adepto da maçonaria se vê forçado a defender esse tipo de apostasia. A Palavra de Deus fica em segundo plano. O importante é não perder a comunhão com os irmãos maçons. Pergunta: somente a Presbiteriana resolveu agradar aos homens??? Infelizmente, não!!! As denúncias de que líderes batistas, luteranos, assembleianos e muitos outros estão na maçonaria negando a Cristo estão na Internet para todos refletirem a avaliarem.

Pastor Lucas disse...

O anônimo disse textualmente isto:

"Agora, o problema da Igreja Presbiteriana se chama política!!! E os líderes cristãos brasileiros que se preocupam com política invariavelmente estão atolados na maçonaria. É de conhecimento público que os maçons pregam a liberdade, fraternidade e igualdade... e nesse contexto se encaixa a defesa dos chamados direitos homossexuais: direito ao casamento, direito de adoção etc. Segundo os maçons, todos esses direitos permitidos aos cristãos devem ser estendidos aos homossexuais. Dessa forma, o líder cristão adepto da maçonaria se vê forçado a defender esse tipo de apostasia. A Palavra de Deus fica em segundo plano. O importante é não perder a comunhão com os irmãos maçons. Pergunta: somente a Presbiteriana resolveu agradar aos homens??? Infelizmente, não!!! As denúncias de que líderes batistas, luteranos, assembleianos e muitos outros estão na maçonaria negando a Cristo estão na Internet para todos refletirem a avaliarem"

Amigo anônimo, eu assino embaixo de tudo que você disse no seu comentário. Não só eu concordo, como eu ainda acrescentaria o seguinte: muitas igrejas deveriam ser mais criteriosas em termos de liderança.

Criteriosas em que sentido? Fazendo uma comparação para explicar, seria assim: se a lei da ficha limpa fosse realmente cumprida à risca, não teríamos nenhum político corrupto no Congresso Nacional. Toda a vida pregressa dos candidatos seria rigorosamente investigada do início até o presente momento, para saber se algum deles teria condições (inclusive morais) de ser eleito para o exercício de algum cargo político. O mínimo deslize detectado já seria o suficiente para impugnar uma candidatura.

O mesmo critério (ficha limpa) também deveria ser utilizado para se eleger os líderes de determinadas igrejas: só seriam admitidos os verdadeiros cristãos (os que obedecem somente à Palavra de Deus), os que nunca tiveram nenhum tipo de contato, amizade ou aproximação com o PT ou outro partido esquerdista (e nem com nenhum político esquerdista), e nem com quem tolera, aceita, ou propaga qualquer filosofia marxista–leninista–comunista–socialista–esquerdista. Creio que só assim a igreja estará irrepreensível aos olhos do público (e livre das más influências de doutrinas anti–cristãs).

Uma igreja verdadeiramente cristã tem o dever moral de manter pura e imaculada diante da sujeira do mundo. É como disse o apóstolo Paulo:

"Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela Palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível" (Efésios 5:26–27)

Que tal as igrejas serem mais rigorosas na escolha dos seus líderes (para que o evangelho não seja motivo de escândalo)?

Fica aqui a minha sugestão para a análise de todos.

Noel Gomes disse...

Mais um texto sem qualquer respeito pelos fatos. A igreja Presbiteriana do Brasil hoje em nada tem haver com a igreja Presbiteriana dos EUA, exceto pelo nome Presbiteriana.
Nós não apoiamos de forma alguma esse teologia liberal pregada por eles, e a maioria dos Presbiterianos dos EUA também não, visto que mais de 80% dos membros Presbiterianos debandaram para outras igrejas tradicionais nos últimos anos devido essas ideias diabólicas.
A igreja Presbiteriana do Brasil é uma igreja séria e fundamentada nas escrituras, e quanto a vocês parem de falar besteiras e visitem uma para confirmar.

Élder disse...

Respondendo ao Noel Gomes,

Noel,

Você entraria em qualquer igreja que se denomina cristã? Qualquer igreja pode dizer que é cristã. Mas será que esta mesma igreja obedece somente à Palavra de Deus?

Só porque uma determinada igreja se diz cristã, nem sempre significa que ela obedece 100% à Palavra de Deus. Como diz o ditado popular, "nem tudo que reluz é ouro".

Já imaginou você entrar numa igreja que diz cristã, e o pastor dela se declarar a favor do aborto? Aborto, pelo que eu sei, é um crime contra a lei de Deus. O próprio Deus disse:

"Não matarás" (Êxodo 20:13)

E aí, você agora vai dizer que uma igreja que prega a favor do aborto pode ser considerada uma verdadeira igreja cristã?

Você acha que não deve haver ninguém alertando sobre os erros da igreja?

O que o irmão Júlio Severo faz é algo que muitos que se dizem cristãos (e que se deixam enganar facilmente pelas aparências) precisam perceber dentro das igrejas. Será que você sabe se o pastor da igreja onde você congrega está pregando às ovelhas o verdadeiro evangelho? É como disse o apóstolo Paulo:

"Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulentamente" (Efésios 4:14)

O apóstolo Paulo disse que o diabo insiste em se transformar em anjo de luz (2 Coríntios 11:14). Você acredita piamente que uma igreja estará imune aos ataques do diabo se for comandada por pastores de conduta duvidosa (ou que ensinam qualquer coisa além da Palavra de Deus)?

Quando uma igreja começa a misturar o evangelho com ideologias mundanas (e outros ensinamentos fora da Palavra de Deus), esta igreja está se afastando do verdadeiro caminho cristão. Ou você está esquecido de que, como disse o apóstolo Tiago, "não pode vir, de uma mesma fonte, água doce e salgada" (Tiago 3:11)?

Eu ainda perguntaria: será que você já viu, em alguma página da Bíblia, Jesus e Satanás sendo amigos (ou Jesus fazendo acordo com Satanás)?

Eis o que a Bíblia ensina sobre a postura de um verdadeiro cristão (e sobre a atitude de uma verdadeira igreja cristã):

"Bem–aventurado é o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, e não se assenta na roda dos escarnecedores. Antes o seu prazer está na lei do Senhor; e nela medita dia e noite" (Salmo 1:1–2)

"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou amará a um e odiará o outro, ou há de se dedicar a um e desprezar o outro" (Mateus 6:24)

"Não podeis beber do cálice do Senhor e do cálice dos demônios; não podeis participar da mesa do Senhor e da mesa dos demônios" (1 Coríntios 10:21)

"Não vos coloqueis num jugo desigual com os incrédulos. Pois, que sociedade a justiça tem com a injustiça? E que união pode haver da luz com as trevas? E que aliança há entre Cristo e o maligno? E que parte tem o fiel com o infiel? E que concordância existe do templo de Deus com os ídolos? Pois vós sois o templo do Deus vivente; como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e Eu serei o seu Deus, e eles serão o Meu povo. Pelo que saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; E não toqueis em nada imundo, e Eu vos receberei; E Eu serei para vós Pai, e vós sereis para Mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo–Poderoso" (2 Coríntios 6:14–18)

"Mas ainda que nós mesmos ou até um anjo do Céu vos apresente um outro evangelho diferente daquele que eu vos tenho pregado, seja anátema. Assim como já vos disse antes, agora novamente vos digo: se alguém vos anunciar um outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema. Porque, procuro eu o favor dos homens ou o favor de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo" (Gálatas 1:8–10)

Diante do que a Palavra de Deus ensina, não há o que discutir: ou você está a favor Dele, ou você é contra Ele! Em outras palavras: ou você serve a Deus, ou você serve ao diabo (não existe meio–termo)!

Precisa dizer mais alguma coisa?

Plínio disse...

A partir do momento em que uma igreja ou nação deixa obedecer à Palavra de Deus, essa mesma igreja ou nação fica espiritualmente desprotegida. E aí ela se torna uma presa fácil para os ataques do diabo e dos demônios (e também de toda sorte de pecado e vício, e também de heresias e falsos profetas).

Eu diria que o que está acontecendo no mundo em geral é um abandono total da verdadeira fé cristã. Estamos vivendo uma época de crise moral generalizada. A respeito disso, Jesus dá o diagnóstico preciso do momento atual:

"Este povo vem a Mim com a sua boca e Me honra com os lábios, mas o seu coração está distante de Mim; e em vão Me adoram, porque ensinam doutrinas que são preceitos de homens" (Mateus 15:8–9).

Estamos vivendo sob a influência negativa de um falso moralismo. Em outras palavras: à medida que o tempo passa, os valores bíblicos são cada vez mais relativizados. O pior disso tudo é que muitas igrejas (inclusive as que se dizem cristãs) estão passando a aceitar os valores impostos por uma sociedade totalmente corrompida. Os padrões morais se tornaram meras convenções humanas variáveis no tempo e no espaço (ao invés de serem a expressão de uma ordem moral eterna e imutável).

Estamos deixando de cumprir o nosso dever como verdadeiros filhos de Deus. Estamos deixando de obedecer ao que disse o apóstolo Paulo:

"Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas; Para que sejais sinceros e irrepreensíveis, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo" (Filipenses 2:14–15)

Como podemos ser luz num mundo de trevas se a nossa própria consciência nos condena? Como poderemos brilhar se estamos conformados com o mundo e praticamos os mesmos pecados, perversões e temos os mesmos vícios? Somos hoje uma igreja apenas nominal, gostamos de estar nos templos, "louvar a Deus" com os lábios, mas a verdade é que nosso coração está completamente longe da obediência a Deus (e à Sua Palavra).

Talvez o crescimento de toda essa maldade seja algo que Deus tem permitido para despertar uma igreja hipócrita que acha estar vivendo uma época de avivamento. Nunca fomos tantos e nunca fizemos tão pouco pelo Reino de Deus.

O que está realmente faltando para muitas pessoas e igrejas que se dizem cristãs é um compromisso sério e irrestrito com a obediência à Palavra de Deus. Falando num tom bem direto: o verdadeiro cristão tem que fazer a diferença onde estiver. Novamente o apóstolo Paulo se manifesta:

"E não vos conformeis com este mundo; mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, perfeita e agradável vontade de Deus" (Romanos 12:2)

Para finalizar minha mensagem, cito as palavras que o apóstolo Paulo recomenda aos cristãos para terem segurança somente na Palavra de Deus:

"Revesti-vos da armadura de Deus, para vos manterdes firmes contra as astutas ciladas do diabo; porque temos uma luta que não é contra a carne e o sangue, mas contra os principados, as potestades, os príncipes das trevas deste século, e as hostes espirituais da maldade nos lugares celestiais" (Efésios 6:11–12)

Tobias disse...

Respondendo ao Pr. Janilson Ramos, ao Strider, e ao Thiago,

O apóstolo Pedro disse com todas as letras:

"Importa antes obedecer a Deus do que aos homens" (Atos 5:29)

O mundo e algumas igrejas ditas cristãs podem mudar a todo instante, se auto–denominarem "modernas", "liberais", "atualizadas", "mente aberta", enfim, a lei, os princípios, e os costumes do mundo podem mudar a todo momento. MAS A LEI DE DEUS É SOBERANA, ETERNA, E IMUTÁVEL (NUNCA PODERÁ SER MUDADA POR NADA, E NEM POR NINGUÉM)! DEUS NUNCA MUDARÁ A SUA LEI PARA AGRADAR A NINGUÉM (SEJA QUEM FOR)! A RESPEITO DA LEI DE DEUS, JESUS FOI TAXATIVO (FAÇO QUESTÃO DE TRANSCREVER EM CAIXA ALTA AS PALAVRAS DE JESUS):

"NÃO PENSEIS QUE VIM REVOGAR A LEI OU OS PROFETAS; NÃO VIM PARA REVOGAR, MAS PARA CUMPRIR. POIS EM VERDADE EU VOS DIGO QUE, ATÉ QUE PASSEM OS CÉUS E A TERRA, NENHUM I OU TIL JAMAIS PASSARÁ DA LEI, SEM QUE TUDO SE CUMPRA" (MATEUS 5:17–18)

SE DEUS, NA SUA LEI, DISSE QUE HOMOSSEXUALISMO É PECADO, É PECADO (E PONTO FINAL)! SE DEUS FALOU, ESTÁ FALADO (E ACABOU-SE)! O QUE DEUS DETERMINA NA SUA LEI NINGUÉM JAMAIS PODERÁ CONTESTAR! OS PRINCÍPIOS MORAIS QUE DEUS ESTABELECEU SÃO INEGOCIÁVEIS E IMUTÁVEIS! A LEI DE DEUS CONTINUA EM PLENA VIGÊNCIA (AINDA QUE O MUNDO INSISTA EM DIZER QUE NÃO)!

Quem decide contestar o que Deus diz em Sua lei está se fazendo amigo do mundo (e ficando contra Deus). A respeito disso, o apóstolo Tiago escreveu:

"Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, todo aquele que se faz amigo do mundo se constitui inimigo de Deus" (Tiago 4:4)

Eu pergunto: que autoridade moral um pecador tem para questionar a lei de um Deus Santo?

Thiago disse...

Irmão Tobias,

É isso aí irmão, concordo com seu comentário. O pessoal liberal detona os pentecostais e os chamam de HIPÓCRITAS E FALSOS CRISTÃOS. Mas quem é que está aprovando casamento gay e aborto? Quem é que enche as lojas maçônicas de todo mundo? Já viu algum liberal criticando a maçonaria? Os só os fundamentalistas pentecostais é q denunciam?

tô sem louvores kkkkk

Roberval disse...

"... A LEI DE DEUS É SOBERANA, ETERNA, E IMUTÁVEL (NUNCA PODERÁ SER MUDADA POR NADA, E NEM POR NINGUÉM)! DEUS NUNCA MUDARÁ A SUA LEI PARA AGRADAR A NINGUÉM (SEJA QUEM FOR)!..."

Dou meus parabéns por esta opinião sensata que o Tobias colocou aqui. É isso mesmo: o que Deus estabelece em Sua lei ninguém jamais poderá questionar. Se Deus disse, está dito (e não tem conversa)! Tanto que o apóstolo Paulo afirmou com autoridade:

"Seja Deus verdadeiro e todo homem mentiroso" (Romanos 3:4)

Quem decide desobedecer à lei de Deus está escolhendo ser escravo do diabo!

Pastor Raimundo (Igreja do Evangelho Quadrangular) disse...

De uma coisa eu tenho plena e absoluta certeza: Jesus voltará um dia para julgar a tudo e a todos (inclusive os homossexuais e seus cúmplices). O próprio Jesus garantiu isso na Sua Palavra:

"Não seles as palavras da profecia deste livro, pois o tempo está próximo. Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, que se suje ainda mais; e quem for justo, procure se manter justo; e quem é santo, continue a se santificar. Eis que Eu venho sem demora, e tenho Comigo o Meu galardão, para dar a cada um segundo a sua obra. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim, o Primeiro e o Derradeiro. Bem–aventurados aqueles que lavam as suas vestes no sangue do Cordeiro, para que possam ter direito à árvore da vida e para que entrem na cidade pelas portas. Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os idólatras, os homicidas, os que se prostituem, e todo aquele que ama e pratica a mentira. Eu, Jesus, enviei o Meu anjo para vos testificar estas coisas nas igrejas; Eu sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã" (Apocalipse 22:10–16)

Já preguei o evangelho para muitos homossexuais. Mas, como quase sempre acontece na maioria das vezes, eles não me deram ouvidos. Muitos me xingaram de fundamentalista, homofóbico, preconceituoso (e de outros nomes feios que eu nem vou publicar aqui, por uma questão de educação), enfim, me insultaram de tudo quanto é jeito.

Só sei de uma coisa: eu já fiz a minha parte (que é pregar contra o pecado). Estou com a minha consciência tranqüila (até porque eu já cumpri o meu dever de cristão). Se, mesmo assim, esses homossexuais não quiserem se converter, é problema única e exclusivamente deles. No dia do juízo final, será cada um por si diante de Deus na hora de prestar contas. É como alertou o apóstolo Paulo:

"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)

Se os homossexuais e seus cúmplices quiserem ver para crer, depois não vai ter desculpa de falta de aviso!

Levita Ivanildo disse...

Entre congregar numa igreja que se diz cristã (mas que tolera tudo que é sujeira e pecado do mundo) e ficar sem congregar, prefiro ficar sem congregar. Como disse muito bem o Élquisson no comentário dele, achar uma igreja 100% santa nos dias de hoje é uma verdadeira "Missão Impossível".

A verdade nua e crua é que o mundo atual, por já estar totalmente contaminado pelo pecado, nunca vai querer viver de acordo com os ensinamentos da Palavra de Deus. Por isso é que os cristãos têm a obrigação de ser luz onde há trevas. Em outras palavras: os cristãos têm que fazer a diferença onde estiverem. É como disse o apóstolo Paulo:

"E não vos conformeis com este mundo; mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, perfeita, e agradável vontade de Deus" (Romanos 12:2)

"Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas; Para que sejais sinceros e irrepreensíveis, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo" (Filipenses 2:14–15)

Se muitos que se dizem cristãos já não são mais luz, é pura e simplesmente porque já deixaram a dominação do mundo entrar em suas vidas. O verdadeiro cristão tem que ser separado da sujeira do mundo. É como disse o apóstolo Tiago:

"Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, todo aquele que se faz amigo do mundo se constitui inimigo de Deus" (Tiago 4:4)

A mesma coisa é dita pelo apóstolo João:

"Não ameis o mundo, e nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne e dos olhos, e a soberba da vida não são do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, assim também como o seu desejo; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre" (1 João 2:15–17)

Quantos, hoje, estão cientes disso?

Reverendo Miguel (Assembléia de Deus) disse...

Eis aqui um texto que serve para a reflexão de muitos (principalmente os esquerdistas, homossexuais, e incrédulos):

A vinda do Senhor (2 Pedro 3:1–18)

1 Amados, esta é a segunda epístola que vos escrevo; em ambas procuro despertar com exortação o vosso sincero ânimo;
2 Para que vos recordeis das palavras que foram ditas inicialmente pelos santos profetas, e do mandamento do Senhor e Salvador, por meio dos vossos apóstolos.
3 Sabendo primeiramente isto: que, nos últimos dias, virão escarnecedores, que andam segundo as suas próprias concupiscências,
4 E dirão: Onde está a promessa de Sua vinda? Pois desde que os nossos pais dormiram, todas as coisas permanecem exatamente iguais como desde o início da criação.
5 Eles deliberadamente ignoram isto: que pela Palavra de Deus já existiam, desde a antigüidade, os Céus e a Terra, a qual foi tirada da água e no meio da água subsiste.
6 Por quais coisas pereceu o mundo de então, coberto com as águas do dilúvio.
7 Mas os Céus e a Terra que agora existem, pela mesma Palavra, se reservam para o fogo até o dia do juízo e da perdição dos homens ímpios.
8 Mas, amados, não podeis esquecer de uma coisa: um dia, para o Senhor, é igual a mil anos; e mil anos, para Ele, é igual a um dia.
9 O Senhor não retarda a Sua promessa, ainda que muitos a julguem demorada; mas Ele é paciente e longânimo convosco, não querendo que nenhum de vós se perca, senão que todos venham a se arrepender.
10 O dia do Senhor, porém, virá como o ladrão da noite, no qual passarão os Céus com enorme estrondo, e os elementos, ardendo, se fundirão; e a Terra e as obras que nela há, se queimarão.
11 Havendo, portanto, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato e piedade,
12 Aguardando e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os Céus em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão?
13 Mas nós, segundo a Sua promessa, esperamos um novo Céu e uma nova Terra, onde habita a justiça.
14 Pelo que, amados, aguardando a vinda de tais coisas, procurai que Dele sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz.
15 E tende por salvação a longanimidade do nosso Senhor; como também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, conforme a sabedoria que lhe foi dada;
16 Falando disso, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, e igualmente outras Escrituras, para sua própria perdição.
17 Portanto, amados, vós, sabendo disto de antemão, guardai-vos de que, pelo engano de homens abomináveis, sejais juntamente arrebatados e descaiais da vossa firmeza;
18 Antes crescei na graça e no conhecimento do nosso Senhor e Salvador Jesus Criso. A Ele seja dada toda glória, tanto agora como no dia da eternidade. Amém.

Ulisses disse...

O comentário do levita Ivanildo foi mais do que oportuno. Muita gente está querendo mesmo é um cristianismo light. Muitos querem aceitar Jesus apenas da boca pra fora, mas, por dentro, querem continuar fazendo as mesmas coisas do mundo. Não querem realmente transformação, só querem (exteriormente) ter o status (ou o título) de cristão sem ter uma vida verdadeiramente cristã.

Alguém dizer que é cristão da boca pra fora é muito fácil (qualquer um pode dizer isso, independente de estar obedecendo ou não à Palavra de Deus). Dizer que crê em Deus qualquer um diz (até mesmo o diabo). É como disse o apóstolo Tiago:

"Tu crês que só existe um Único Deus? Fazes bem; porque até os demônios também crêem e tremem" (Tiago 2:19)

Adianta alguém dizer que crê em Deus, mas não obedece à Sua Palavra? Adianta alguém se dizer cristão, mas não ter uma vida santificada? Obediência à Palavra de Deus também significa ter uma postura firme contra o pecado: tem que denunciar o que estiver errado, não tolerar nada fora da Palavra de Deus, não ser condescendente com o erro (seja de quem for), resistir às tentações, enfim, é servir integralmente a Deus (mesmo com todas as adversidades). Novamente o apóstolo Tiago se manifesta:

"E sede cumpridores da Palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos" (Tiago 1:22)

A mesma coisa é dita pelo profeta Malaquias:

"Então voltareis e vereis a diferença entre o justo e o ímpio; entre aquele que serve a Deus, e aquele que não O serve" (Malaquias 3:18)

O que está realmente faltando para muitas pessoas que se dizem cristãs é um compromisso sério e irrestrito com a obediência total à Palavra de Deus. Falando num tom bem direto: o verdadeiro cristão tem que fazer a diferença onde estiver (tem que ser luz onde há trevas). É como disse o apóstolo Paulo:

"E não vos conformeis com este mundo; mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, perfeita, e agradável vontade de Deus" (Romanos 12:2)

"Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas; Para que sejais sinceros e irrepreensíveis, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo" (Filipenses 2:14–15)

E para muitos que se dizem cristãos (mas que ainda estão fazendo as mesmas coisas erradas do mundo), Jesus dá uma advertência muito séria. Gostaria que todos prestassem bastante atenção a estas palavras de Jesus (as quais eu faço questão de transcrever em caixa alta, para chamar a atenção de todos):

"NEM TODO AQUELE QUE DIZ: SENHOR! SENHOR! ENTRARÁ NO REINO DOS CÉUS, MAS SOMENTE AQUELE QUE FAZ A VONTADE DO MEU PAI QUE ESTÁ NOS CÉUS. MUITOS, NAQUELE DIA, HÃO DE ME DIZER: SENHOR, NÃO PROFETIZAMOS EM TEU NOME? E NÃO EXPULSAMOS DEMÔNIOS EM TEU NOME? E NÃO FIZEMOS OBRAS GRANDIOSAS EM TEU NOME? PORÉM, EU LHES CONFESSAREI: NUNCA VOS CONHECI. APARTAI-VOS DE MIM, VÓS QUE PRATICAIS A INIQÜIDADE" (MATEUS 7:21–23)

Finalizo minha mensagem com este alerta do apóstolo Paulo:

"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)

Anônimo disse...

João Calvino deve estar se revirando no túmulo!

...popularmente. falando

PASSADA disse...

IRMÃO SEVERO GOSTARIA DE PERGUNTAR SE A MAIORIA DOS CRISTÃOS VERDADEIROS NOS EUA CONTINUAM APOIANDO ISRAEL E O QUE PODEMOS FAZER COMO CRISTÃOS BRASILEIROS POIS EU SOU DA BRASIL PARA CRISTO PARA DEFENDER ISRAEL.

Unknown disse...

Elizeu. Diácono Batista disse: Meus queridos irmãos de todas as denominações. Se observar-mos a Palavra de Deus como ela é, não devemos nos assustar com todos esses acontecimentos dentro das igrejas, sejam de quais denominações forem. Jesus nos disse que essas coisas aconteceriam no final dos tempos. Na verdade, o que temos é que agradecer a Deus pelo cumprimento da Sua palavra.infelizmente a Igreja vai ser atacada de todos os jeitos. O diabo sabe que está chegando a hora dele ser laçado no inferno, e não vai descansar enquanto não derrubar muitos crentes fracos e mal alicerçados na palavra de Deus. O que devemos é orar pelas igrejas para que pelo menos os crentes fiéis sejam colunas da verdade em qualquer situação. Estamos vivendo os tempos dificeis que o Apóstolo disse a Timóteo. E podem ter certeza que dias mais dificeis ainda virão. Abraços.

Bryan Temple disse...

Liberalismo teológico, ordenação feminina, casamento gay... como disse Joseph Farah: "Para mim, essa denominação está morta". Ressalto que não há mínima relação entre PCUSA e IPB, graças a Deus!

Wilian Nonato da Silva Júnior disse...

Gostaria de acerca de todos os comentários feitos acima dizer o seguinte:
- Acho que cada um deve respeitar a Igreja da qual Deus o iluminou para seguir.
Sou presbiteriano há um bom tempo, nasci num lar dividido pela religião: minha mãe vinha de origem da Assembleia de Deus no entanto não seguia e meu pai era católico.
Meu pai sofreu AVC há mais de 20 anos e desde o início, quando ele ficou sem poder andar e fazer as coisas normais que ele fazia a Igreja Presbiteriana nos visitou. A partir de então tivemos toda instrução religiosa para até mesmo poder enfrentar os desafios da vida e debater conflitos religiosos que podem existir no nosso dia a dia.
Diante deste histórico, acho que todos que comentaram este infeliz tópico registrado por este AUTOR do texto original desta discussão deveriam fazer uma melhor reflexão do que é existe de CERTO e ERRADO em ser presbiteriano.
Sou presbiteriano e segundo às nossas convicções atuais de Credo não há nada de liberalismo instituído no seio da nossa Igreja, principalmente no que diz respeito a casamento de pessoas do mesmo sexo uma vez que é uma abominação diante de Deus conforme exposição nos textos de Levítico.
Acho que estes comentaristas deveriam repensar bem está infeliz ideia de denegrir a imagem da Instituição Religiosa Presbiteriana que faz um bonito trabalho pelo mundo inteiro levando a Palavra de Deus àqueles que não têm acesso e ao invés de usar isso como artifício de promover o nome de suas denominações religiosas.
Pelo que eu conheço da Igreja Presbiteriana e vivo, nós nunca deixamos de pregar e viver dentro da Palavra de Deus. Jamais nos promovemos a instigar recém convertidos ou irmãos que ainda não têm o sério compromisso com a Igreja de Deus em seguir rigorosamente a Igreja Presbiteriana.
Nossa função é abrir os olhos de toda a humanidade para as coisas erradas que acontecem todos os dias no mundo, para que cada um não caia nestas coisas e possam servir a Jesus Cristo Nosso Único Salvador com o coração, mente e alma limpo para a Glória de Deus Pai.
Que o Espírito Santo de Deus possa está iluminando a cada um e que as Palavras que Jesus Cristo proferiu sobre o Evangelho possam prevalecer sobre qualquer tipo de ato que o homem possa tentar instituir.
Que Deus abençoe a todos nós.
Presbítero Wilian Nonato. Igreja Presbiteriana de Tarumirim.

Instrutor Marcelo Politano disse...

Fui presbiteriano durante 16 anos. Eu e toda minha família. E INFELIZMENTE, tudo que foi descrito é uma TRISTE verdade!
Há 4 anos, sai da IPB, pois percebi que nunca tinha vivido vida de Reino. Uma igreja realmente morta! Hoje vejo quanto tempo perdido. A maioria dos membros têm até vergonha de evangelizar, ou de dizer que são evangélicos, pois não conseguem dar bons testemunhos. Convivi muitos anos no meio deles. Eu era um deles! E posso afirmar, muitos são beberrões, palavrentos, pornográficos, adúlteros, impulsivos, brigões, etc... e não têm nem a menor vergonha de estarem frequentando os cultos. Lembro-me com se fosse hoje! Hoje, depois de 16 anos, tenho aprendido o verdadeiro Evangelho do Reino, busco a cada dia vida de Cruz, abrindo mão das minhas vontades até direitos. Jesus tenha misericórdia dessa igreja que tanto amei um dia!

Priscila disse...

Não estou aqui para pregar placa de igreja, pois no final dos tempos as igrejas serão fechadas e nos reuniremos em pequenos grupos.
Quem é o verdadeiro povo de Deus??
Apocalipse 12:17.

Everton Piovesan disse...

Os fatos são preocupantes e a preocupação é nobre. Apesar disso, a nota inicial do artigo quer estabelecer uma relação entre a PCUSA e a IPB que fere a reputação desta última. Algumas graves acusações são lançadas contra uma comunidade cristã séria. Seria bom ater-se aos fatos do artigo relacionados à denominação americana, distinguindo-a adequadamente da denominação brasileira. A falta de cuidado nesse sentido denuncia a intenção da postagem do artigo e de alguns comentários constantes na discussão. (Sou cristão reformado, membro da IPB).

Instrutor Marcelo Politano disse...

Irmão Everton Piovesan, como disse no meu comentário, minha conversão foi na IPB, Graças a Deus e convivi lá por cerca de 16 anos. Durante esse tempo, tive a oportunidade de conhecer várias igreja IPB pelo Brasil. Morei em São Paulo, agora Rio de Janeiro, tenho familiares presbiterianos em outros estados. Então, falo por conhecimento de causa. Participei desse meio e vi. A carta à igreja de Laodicéia define muito bem a IPB no momento: "Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca. -
Apocalipse 3:15,16".
Mas espero em Deus que haja um despertamento ali, pois sei que existem cristãos sinceros ali e que estão indignados com a atual situação da igreja. Como eles mesmos me dizem.

PEDRO SÉRGIO disse...

É necessário que o joio e o trigo cresçam juntos até àquele dia quando serão em fim separados.
Não podemos confundir "denominação" com a igreja de Jesus. São coisas diferentes
Apocalipse: 22. 11. Quem é injusto, faça injustiça ainda: e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é santo, santifique-se ainda.
Não fará justiça o rei de toda a terra?
Amem!