19 de junho de 2014

Pat Robertson culpa a Guerra do Iraque de Bush pela violência recente


Pat Robertson culpa a Guerra do Iraque de Bush pela violência recente

Gina Meeks
O televangelista Pat Robertson recentemente falou de forma pública contra a guerra no Iraque do presidente George W. Bush e disse que essa guerra é culpada pela explosão de violência no Iraque.
Pat Robertson manifesta-se contra guerra no Iraque iniciada por George Bush
O Iraque está no meio de grave violência enquanto a organização terrorista radical, Estado Islâmico no Iraque e Levante, ou EIIL, está tomando o território e esmagando unidades militares nacionais.
O fundador da Rede de Televisão Cristã foi indagado num programa Clube 700 sobre a atual situação no Iraque.
“George Bush invadiu o Iraque com a aprovação do Congresso, mas com a desaprovação da maioria dos outros países. Os EUA fizeram uma grande destruição, e agora têm a responsabilidade de consertar o que fizeram. Há esperança? Como é que essa situação se encaixa nos planos do Deus Todo-poderoso?” o telespectador perguntou durante o segmento “Bring It on” do programa.
Robertson, que no passado apoiava Bush, respondeu classificando de “grande erro” fazer guerra contra o Iraque, apontando que o “criador de bombas” de Saddam Hussein havia dito que o então ditador “não sabe como fazer uma bomba atômica.”
“E assim para convencer o povo americano sobre armas de destruição em massa, dizia-se que ele tinha essas armas e estava obtendo urânio concentrado da África e tudo isso. Mas isso era absurdo,” comentou Robertson. “O povo americano foi enganado. Os EUA nunca deveriam ter invadido o Iraque!”
Ele acrescentou: “Por pior que Saddam Hussein fosse, ele mantinha as facções beligerantes sob controle, e continha os islamistas radicais. Consertar tudo é obrigação agora, não é mesmo? Mas é tarde demais para consertar. É impossível consertar aquilo. Aqueles ódios, que estão sempre em ebulição, existem ali há séculos.”
Robertson disse que haveria guerras no Iraque até os tempos finais do Anticristo.
“Eles vão continuar até se cansarem, até os tempos em que o Senhor expor da Babilônia algum Anticristo maligno ou algo assim,” disse ele.
O pregador de televisão também comparou a atitude de Hussein de suprimir grupos terroristas islâmicos ao que o governo sírio do presidente Bashar al-Assad faz, suprimindo os mesmos grupos.
“A mesma coisa ocorre com aquele ditador mau lá na Síria. Saddam também era do partido Ba’ath no Iraque, e ele não deixava a Irmandade Muçulmana agir livremente,” ele acrescentou.
Traduzido por Julio Severo do artigo da revista Charisma: Pat Robertson Blames Bush’s Iraq War for Recent Violence
Leitura recomendada:

Um comentário:

Boroc disse...

Mas o que ele falou aí não é novidade pra ninguém. Todos sabem e sabiam disso. O Governo das sombras seguiu com sua agenda de subversão, invasão e espólio. Tudo faz parte do "plano" deles.