9 de junho de 2014

Lei da Palmada é fascista, diz filósofo Luiz Felipe Pondé


Lei da Palmada é fascista, diz filósofo Luiz Felipe Pondé

Fascismo pró-aborto e pró-pedofilia mira pais e mães que disciplinam os filhos

Julio Severo
Luiz Felipe Pondé, filósofo brasileiro de origem judaica, declarou que a Lei da Palmada é fascista, isto é, ditatorial. Com a Lei da Palmada, a ditadura socialista entra diretamente nos lares. A entrevista de Pondé está neste link: http://youtu.be/q9eiEDEfrdg

Enquanto o Brasil está distraído com a Copa do Mundo, o governo do PT deu um presente de grego. No exterior, ninguém está falando da aprovação dessa lei, pois uma questão grave ocupa as manchetes internacionais sobre o Brasil. Muitos noticiários dos EUA e outros países ocidentais tratam da pedofilia, mostrando como meninas brasileiras de 8, 9, 10 e 11 anos estão sendo vendidas para sexo com turistas e com brasileiros.
O Brasil vive uma cultura epidêmica de pedofilia. Não é de estranhar, pois, que uma atriz envolvida em filmagem pedofílica tenha sido escolhida para ser a madrinha da Lei da Palmada.
Não é de estranhar também que a Lei da Palmada e a rainha da erotização infantil tenham recebido aplausos de políticos corruptos que não teriam escrúpulo nenhum de aprovar leis para assassinar crianças por meio do aborto.
Se o Brasil fosse sério sobre proteção às crianças, Xuxa estaria na cadeia por incitação à pedofilia e Dilma e muitos de seus ministros estariam presos por incitação à violência e assassinato de crianças, pois o aborto nada mais é do que torturar uma criança até a morte.
Pondé acertou. O Brasil vive o fascismo e, no que depender dos fascistas, eles e seus camaradas pró-aborto e pró-pedofilia são “inocentes.” Para eles, os “culpados” são os pais que disciplinam os filhos para que não se transformem em fascistas pró-aborto e pró-pedofilia.
Leitura recomendada:

4 comentários :

Leony disse...

Se fosse um pastor falando contra, seria tachado de fanático. As colocações dele são boas, mas perde por não abordar a verdadeira origem do problema: a espitirual, um mundo condicionado a emanar ódio por todos os lados, sendo preparado para a vinda do antimessias que se levantará contra tudo o que se chama deus.

Não é preciso de muito para perceber que essa lei, assim como outras coisas veiculadas ultimamente ( legalização de droga, prostituição, redução da maioridade sexual) são a coisa mais sem sentido do mundo. Gente, me entristesse e me impressiona (mas não me surpreende, pelo fato das pessoas não conhecerem a verdade) como tem pessoas que não percebem esta realidade: o buraco mais sem fundo do mundo que o nosso país está adentrando, a exemplo de outras nacionalidades.

Tenho apenas um desejo e a muito tempo o venho sentindo: que antes da volta de Jesus, Deus derramasse um avivamento. Teria um prazer enorme em ter um regozijo que viesse da glória de Deus através de conversões de pessoas, demostrações de poder vindos do alto, curas e libertações como no dia de pentecostes, pois, atualmente, para onde você olha, só se vê desgraça e as forças das trevas avançando: quem é mal ficando mais mal ainda e os que são santos são poucos que estão se tornando mais santos ainda.

Nem a natureza (apesar de estar nas dores de parto) que é algo que existe e que ainda é possível olhar e sentir algo bom é tão bela quanto ver a glória de Deus através de uma vida transformada por Ele.

Que Deus ponha no nosso coração um amor por Ele e pelas almas, começando pela nossa família.

Euclides disse...

Leony, não sei sua idade mas é bem provável que você veja o último avivamento, que virá depois da disciplina. O que vemos é o resultado da semeadura de décadas. O Senhor teve paciência, avisou seu povo através dos seus profetas, mas quem ouviu a nossa pregação?

Primeiro virá a dor da vara da disciplina; depois, o resultado será agradável e cheio do Espírito. Isso também já é falado pelos profetas do Senhor. Não tema e alegre-se, pois o Senhor está agindo para limpar a eira. O terreno endureceu e é necessário usar ferramenta pesada para quebrá-lo. Em seguida à próxima semeadura virá a chuva, e a colheita será abundante.

Duílio disse...

O Leony disse textualmente isto:

"... que antes da volta de Jesus, Deus derramasse um avivamento..."

Leony, este seria o desejo de todo e qualquer verdadeiro cristão: que houvesse esse avivamento, que muitas pessoas se convertessem. A maior alegria no Céu é quando um pecador se converte. O próprio Jesus confirma isso:

"Digo a vós que assim haverá maior júbilo no Céu por um único pecador que se arrepende, mais do que por noventa e nove justos que não sentem necessidade de arrependimento" (Lucas 15:7)

O problema é que o pecado já dominou completamente certas pessoas, que elas já não sentem mais nenhuma vontade de abandonar esse estilo de vida. Por que isso? Porque o diabo os cegou a ponto deles não verem o grande amor que Jesus tem por todos eles. É como bem disse o apóstolo Paulo:

"Nos quais o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que não lhes resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus" (2 Coríntios 4:4)

Você acha que muitos não já pregaram o evangelho para determinados políticos? Você acha que Dilma e os ministros não conhecem a Palavra de Deus? Eles conhecem, sim. Eles têm plena consciência do que estão fazendo de errado. Eles sabem que estão desobedecendo propositalmente a Deus.

A gente prega a Palavra de Deus, suplica para que as pessoas se arrependam, enfim, fazemos a nossa parte como cristãos, mas muitas pessoas não querem se converter. Fazer o quê? Simplesmente lavar as mãos (e deixar cada um se entender com Deus no dia do juízo final)!

Não quero ser pessimista, mas, sinceramente, eu não acredito que haja esse avivamento aqui no Brasil. Como se diz no popular, é "dar murro em ponta de faca" (é perda de tempo). Deste mundo (e dos homens daqui da Terra), eu não espero mais nada. Espero estar muito errado (e que Deus me perdoe), mas, até prova em contrário (e diante das atuais circunstâncias), eu não consigo ver nenhuma luz no final deste túnel.

A Bíblia diz que "um abismo chama outro abismo" (Salmo 42:7). Tal é a situação espiritual e mental dos políticos deste governo de ímpios. Estão aprisionados pelos poderes das trevas (e também pela sua própria cobiça, ganância, e perversidade). Deste inferno aonde estão momentaneamente condenados, só poderão sair com a ajuda de Deus. Entretanto, eles teriam que ter humildade o suficiente para fazer algo muito difícil (e muito humilhante) que um orgulhoso amante de si mesmo jamais teria coragem de fazer por vontade própria: negar a si mesmo e suplicar por misericórdia da parte de Deus!

Qual pecador perdido teria coragem para agir assim?

Wilton disse...

Respondendo ao Leony e ao Euclides,

Não são poucas as vozes que já há um bom tempo estão advertindo a todos sobre os juízos que virão sobre o povo devido à desobediência à Palavra de Deus. Mas o problema é que muitos, infelizmente, sofrem da "síndrome de Tomé": precisam ver para crer. Enquanto não acontecer nada, nunca vão tomar nenhuma atitude. Aliás, não é sem razão que dizem que o brasileiro só fecha a porta da casa depois que o ladrão já entrou e já roubou tudo...

Talvez isso aconteça porque Deus não pune logo o pecador. É como diz o livro de Eclesiastes:

"Porquanto não se executa logo o juízo sobre a obra má, assim o coração dos filhos dos homens está inteiramente disposto a fazer o mal" (Eclesiastes 8:11)

Quando Noé avisava a todos que Deus iria mandar o dilúvio, muitos diziam que Noé era louco, gagá, lunático, enfim, debocharam de Noé de todas as formas (principalmente quando Noé estava construindo a arca). Só foram se dar conta de que Noé tinha falado a verdade quando veio o dilúvio! Mas aí já foi tarde demais! E muitos dos que zombaram de Noé morreram (e inevitavelmente irão enfrentar o julgamento de Deus no dia do juízo final)!

A mesma coisa acontece hoje: por mais que sejam dados inúmeros e incansáveis alertas sobre o perigo de se colocar a esquerda novamente no poder, muitos (inclusive alguns dos políticos da bancada evangélica), infelizmente, ainda estão se deixando levar pelo canto da sereia do PT (e de outros partidos esquerdistas). Parece que muitos querem pagar pra ver, ou melhor, só vão crer quando sofrerem alguma retaliação por parte dos mesmos elementos que ajudaram a eleger!

Sinceramente, diante dessa "síndrome de Tomé" do povo, tem horas que dá vontade de agir igual a Pilatos: lavar as mãos, e deixar todos se ferrarem por causa da sua própria teimosia!