23 de maio de 2014

Conselho de Psicologia decide cassar registro profissional de Marisa Lobo por sua fé cristã


Conselho de Psicologia decide cassar registro profissional de Marisa Lobo por sua fé cristã

Dan Martins
Na última sexta feira (16), a psicóloga Marisa Lobo foi julgada pelo Conselho de Ética do Conselho Regional de Psicologia (CRP) do Paraná devido a um processo iniciado há dois anos que teve como motivação sua expressão pública de fé nas redes sociais.
Marisa Lobo
A decisão do conselho na audiência foi pela cassação do registro profissional de Marisa Lobo. O relator do processo votou também pela censura pública, uma punição na qual é levada ao conhecimento geral, por meio de publicação na impressa oficial, que o profissional teria transgredido os princípios de sua profissão definidos pelo conselho regulamentador.
De acordo com a psicóloga, ainda cabe recurso à decisão, que pode ser levada ao Conselho Federal de Psicologia (CFP), e até mesmo à justiça comum, caso seja necessário. Marisa Lobo informou também que seu advogado já está trabalhando no recurso e ressalta que durante o processo houve erros jurídicos, falta de respeito e humilhação.
Ao comentar sobre o caso, Marisa Lobo citou casos semelhantes, como o da também psicóloga Rozangela Justino, que sofreu censura pública acusada de oferecer tratamentos contra a homossexualidade, e luta desde 2007 na justiça contra a decisão. Ela comentou também sobre a recente tentativa de cassação do registro de psicólogo do pastor Silas Malafaia, que foi entendido pelo Ministério Público como um caso de perseguição religiosa.

Reações de apoio

A decisão do CRP motivou uma série de reações a favor da psicóloga. Foram diversas as manifestações ao seu favor, entre elas a da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que tipificou a decisão do CRP como arbitrária.
Em Curitiba, um grupo de cristãos saiu às ruas no último sábado em manifestação contra o CRM durante a Marcha para Jesus da cidade. Portando faixas com dizeres como #TodosContraPerseguiçãoReligiosa, os manifestantes protestavam contra a cassação do registro de Marisa Lobo.
As reações se espalharam também pelas redes sociais, onde seguidores da psicóloga no Twitter criticaram a decisão afirmando, entre outras coisas, se tratar de “um crime contra a Constituição Brasileira”. Foram levantados também questionamentos se profissionais de outras confissões religiosas também teriam seu registro cassado por manifestar sua fé publicamente.
Nessa quarta feira o senador evangélico Magno Malta (PR-ES) também saiu em defesa de Marisa Lobo, e se pronunciou no plenário do Senado em favor da psicóloga. Ele teceu uma série de críticas contra o Conselho Regional de Psicologia.
Em sua fala no plenário, o senador afirmou que é um erro jurídico a posição adotada pelo conselho, visto que a entidade se baseia na afirmação de que Marisa Lobo estaria “curando homossexuais”, fato do qual não apresentaram nenhuma prova a não ser a afirmação pública da psicóloga a respeito de sua fé cristã. Ele questionou também se outros conselhos profissionais iriam suspender os registros de qualquer profissional que manifeste publicamente a sua fé, seja ela qual for.
Malta disse ainda que iria conclamar os grupos de advogados cristãos que se reúnem para discutir seu papel na sociedade, para que eles se organizem em uma reação ao caso.
- Eu quero dizer que eu farei uma reação pessoal, eu vou reagir, já vi os meus advogados. Eu vou entrar no judiciário questionando a posição do Conselho Nacional de Psicologia – afirmou também Magno Malta, afirmando que a posição do conselho foi discriminatória.
- Aliás, eu quero orientar ela (Marisa Lobo) pra que oriente o seu advogado pra que entre também com uma ação contra o Conselho de Psicologia do Brasil – ressaltou o senador.
Fonte: GospelMais
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:
Homossexualidade: há esperança e libertação fora da psicologia?

13 comentários :

Eliel disse...

Se os psicólogos de outras religiões podem dizer o que quiserem, por que somente a irmã Marisa está sendo impedida de manifestar publicamente a sua fé (e a sua crença)? Só porque ela é cristã?

Será que não está mais do que evidente a parcialidade desse Conselho Regional de Psicologia neste caso? Só não vê quem não quer!

Para a irmã Marisa, eu digo o seguinte: amada irmã, você tem todo o nosso apoio. Desde já, pode contar com as nossas orações. Não temas, pois o Senhor Jesus está contigo (e Ele te livrará de todo mal). Ele próprio garantiu:

"Bem–aventurados os que forem perseguidos por causa da justiça, porque é deles o Reino dos Céus; Bem–aventurados sois vós quando vos injuriarem e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por Minha causa. Alegrai-vos e rejubilai, grande será o vosso galardão nos Céus; pois assim fizeram aos profetas que vieram antes de vós" (Mateus 5:10–12)

Oremos pela irmã Marisa, porque ela, neste exato momento, precisa de todo o melhor apoio que pudermos dar.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Não sei se muitos vão concordar com o meu ponto de vista, mas eu vou dizer exatamente o que eu penso (me corrijam se eu estiver errado).

Este Conselho Regional de Psicologia é um verdadeiro representante do inferno (esta é que é a verdade). Seus membros nada mais são do que pessoas comprometidas com a agenda "politicamente correta" do governo corrupto de Dilma (e também dos homossexuais).

Para o mesmo Conselho, é proibido:

– Falar da fé cristã;

– Falar que Jesus liberta a pessoa do homossexualismo;

– Dizer que homossexualismo é pecado;

– Dizer que Jesus ama o homossexual, mas condena o homossexualismo.

Por outro lado, é permitido que se pregue:

– O "respeito à diversidade" (que é uma forma sutil de impor a tolerância ao homossexualismo);

– A "não discriminação" (ou seja, não se pode dizer que homossexualismo é pecado);

– A "aceitação da cultura" (que é a aceitação das religiões demoníacas disfarçadas de afro–brasileiras);

– O "livre desenvolvimento da personalidade" (que é, na verdade, uma forma disfarçada de impor o homossexualismo para crianças e adolescentes).

Daqui a pouco, só falta este mesmo Conselho impor: "Obrigue todos a dizer que Satanás é que é o benfeitor, e Jesus é o enganador! Ou melhor, obedeça ao diabo e esqueça que Jesus existe!"

Parece exagero se isso vier a acontecer? O que se pode esperar de bom de um Conselho Regional de Psicologia totalmente a serviço de um governo corrupto, pró–homossexualismo, pró–aborto, anti–família e anti–cristão?

Anônimo disse...

Concordo com o Presbitero Valdomiro, pois a maligna ditadura GAY esta em acao e nao esta de brincadeira.

Ambrosio Eduardo disse...

Abençoado eu oro por você e sua obra! Deus te abençoe!!!

Jamil Nascimento disse...

Dizem que as instituições governam um país, uma nação! É! Será?
Dizem que o Legislativo, o Judiciário e o Executivo governam o Brasil. É! Será?
Mas, quando descobrimos, descortinamos as instituições e as esferas de poder à procura da fonte de poder, encontramos homens e mulheres, comedores de feijão, como outro qualquer, que se escondem atrás das instituições, na sua maioria, para tramarem o mal. Como disse o nobre irmão e cantor evangélico: Lázaro - “Mentes brilhantes planejando o mal..!”.
Há décadas as supremacias gay, feminista e outras minorias do mal descobriram que só poderiam emancipar-se, se somente se, desconstruíssem o conjunto de “estado de coisas” atual, como: a família, a heterossexualidade e a proteção do bebê em gestação. Este “estado de coisas” são completamente afetos à família tradicional, sendo o berço sadio para gerar e sustentar a vida, a pessoa e a sociedade. Sendo assim, o fim da família e todos os seus mantenedores tornou-se imperativo para a agenda gay, feminismo e para os pro abortos.
Neste ponto, entra o tendão de Aquiles: Só tendo o poder das instituições nas mãos, em grande proporção e profusão, poder-se-ia propor e implementar a desconstrução das instituições associadas à família tradicional: judaico-cristã; mesmo contra a opinião da maioria da população brasileira.
Foi exatamente este exercício de paciência e persistência que os movimentos de supremacia esquerdista implementaram nos últimos 50 anos. Temos duas a três gerações envolvidas neste processo de neo-arquitetura social, ou reengenharia social.
Para efetuar mudanças que a sociedade associa e respeita, haveria de se conquistar as “cadeiras de poder”, em todas as instâncias, em larga profusão – ter-se-ia de colocar “um articulador lá”. Entenderam que um analfabeto funcional ou alfabetizado médio-alto não possuía o perfil para a missão. Eles foram aos estudos! Faculdades, mestrados, doutorados, concursos públicos para cargos de poder, decisão, geradores de opinião. Há décadas estão tomando o poder da nação na nossa frente. Assistimos tudo inertes. Alguns evangélicos desinformados até diziam: coitados! Eles precisam de direitos! Dá-lhes direitos! Mas eles não queriam direitos: desde o princípio eles queriam poder! Eles estão no CRP, no Estado, na Prefeitura, na Presidência, na Judiciária e no Legislativo, nas grandes empresas que financiam políticos corruptos de toda parte.
Agora assustamos com a demonstração de força que os esquerdistas estão exercendo! Ah! É mister que seja assim! Afinal, nos calamos enquanto o mal fermentava. Como Igreja de Jesus Cristo nos calamos e em todos os sentidos, principalmente em orações. Agora atônitos dizemos: Como pode isto? Pode sim! O diabo não está brincando de ser diabo! Mas muitos de nós estão brincando de ser crentes!
E agora? Só há um jeito: batalha espiritual! Oração em nome de Jesus Cristo, conversão dentro da Igreja, retorno à pureza bíblica e busca de santidade. Voltando à letra da música do irmão músico:
“os mentirosos reinam sem pudor mentes brilhantes planejando o mal. Restaura tua casa oh senhor! Acaba o show! Restaura o louvor! Riqueza e fama agora é a pregação. Já não se fala mais em salvação. O mundo está tentando enganar aqueles que o bom Deus virá buscar. Mas permaneço firme e forte. Eu levo a minha cruz, pois eu sou luz... AINDA BEM QUE EU VOU MORAR...”

Jamil S. Nascimento

O Sousa da Ponte disse...

Há por vezes uma confusão entre ciências da saúde e convicções pessoais.

Do ponto de vista de ciência médica, e é a esta ciência que um psicólogo usa, o que se sabe sobre homossexualidade é:

Não é uma doença mental.

A orientação por vezes muda com o tempo mas não se sabe o que a provoca.

Não é conhecida qualquer técnica terapeutica que altere a orientação e a aplicação das técnicas conhecidas é prejudicial ao sujeito.

O profissional de saúde pode por causa de convicções filosóficas ou religiosas discordar destas ou doutras quaisquer práticas.

Se lhe repugnam muito deverá optar por outra profissão.

Um médico não pode deixar de ministrar uma transfusão por convicções pessoais ou não vacinar crianças porque tem uma grande convicção contrária.

O profissional de saúde tem a obrigação de informar o cliente com verdade e disponibilizar-lhe informação clara e verdadeira sobre o que a ciência pode e não pode fazer.

É muito errado um profissional de saúde afirmar ou mesmo sugerir que pode mudar a orientação sexual, fazer crescer membros amputados ou qualquer coisa que claramente não pode fazer.

Eu até tenho um grau na área. Se conseguisse descobrir uma técnica capaz de alterar a orientação sexual ou fazer crescer cabelos nos carecas estava rico....

Para já não há.

Agora qualquer pessoa pode "curar" por meios não científicos.

Abre consultório de bruxo, feiticiceiro ou similar e "cura" quem quiser lá ir.

Não como psicólogo ou profissional de saúde.

São coisas diferentes e o cliente tem o direito de escolher entre profissionais de saúde que utilizam a ciência e bruxos, feiticeiros, pais e mães de santo e similares.

E vamos lá ver. Se um homossexual que não o quer ser se sente bem e feliz com uma macumba , a acção dum pastor ou duma senhora que lança búzios deve ter o direito de recorrer a estes meios.

Para muita gente pode parecer bizarro. Eu custa-me muito a crer que um feitiço , milagre ou despacho lhe vá mudar a orientação sexual.

Se a pessoa é feliz com isso faz parte da liberdade individual.

Agora se sabem de psicólogos que na prática clínica usem benzeduras, forças do além, almas penadas ou qualquer prática sobre-natural devem denunciar à ordem.

Não são práticas clínicas reconhecidas e portanto a sua aplicação é contrária ao mais elementar dever de honestidade com o cliente.

Julio Severo disse...

Sousa, a psicologia NUNCA foi ciência, muito menos medicina. Leve uma pessoa com perna quebrada para dez diferentes médicos, e todos dirão que o paciente está com a perna quebrada. Leve uma pessoa com determinada aflição mental para dez psicólogos, e os dez darão diagnósticos diferentes. A medicina é objetiva. A psicologia é totalmente subjetiva. A União Soviética tinha seus psicólogos para dizer que os opositores tinham problemas. O mesmo fazia a Alemanha nazista. Você pode ter psicólogos contra ou a favor de algo, dependendo do sistema, mas você nunca vai ouvir, mesmo em ditaduras, que um médico disse que um homem com perna quebrada não tem perna quebrada, pois a medicina é objetiva. Se você acha que a psicologia é objetiva, você está preparado para entrar no mundo das artes...

khispano atlántico disse...

demencias satanoides del FIN CIVILIZATIO. Os posesos sociales y culturales querem acallar o nome de Jesus , y SU JUICIO CERCANO.

Duílio disse...

Respondendo ao Jamil Nascimento,

Amigo Jamil,

O que o ativismo gay e os esquerdistas estão fazendo nada mais é do que pondo em prática o método gramsciano de ataque: se infiltrando nas instituições para corrompê-las por dentro (a fim de que elas possam ser enfraquecidas e/ou destruídas). Em outras palavras: é a tática do marxismo cultural. Mesmo que isso leve anos para se tornar realidade, esse pessoal não vai desistir enquanto seu plano não for concretizado.

A esquerda (por enquanto) ainda não conseguiu ter o poder total nas mãos, porque ainda há alguns "obstáculos" que precisam ser eliminados. Esses mesmos "obstáculos" são os cristãos conservadores (os verdadeiros cristãos) e algumas poucas pessoas ou instituições sérias que lutam pela defesa da família, dos bons princípios, e da obediência à Palavra de Deus. Enfim, a força de todos estes elementos é que está sendo a resistência ferrenha contra os planos da esquerda e dos homossexuais.

Quando forem eliminadas todas as oposições, aí sim, o domínio esquerdista já estará totalmente consolidado (e não haverá mais jeito de se combater). E a perseguição aos cristãos (e às demais pessoas que se opõem aos planos da esquerda e do ativismo gay) será implacável. E não será nenhum exagero se muitos cristãos forem mortos!

Se não nos empenharmos agora para combatermos com firmeza estes planos diabólicos da esquerda e do ativismo gay, amanhã poderá ser tarde demais! Assistir indiferentemente ao domínio do mal e não reagir equivale a ser cúmplice do mesmo mal! É como disse o apóstolo Tiago:

"Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado" (Tiago 4:17)

Que este alerta desperte muitos que ainda estão "dormindo" diante do ataque silencioso do inimigo!

"PARA QUE O MAL TRIUNFE, BASTA QUE OS HOMENS DE BEM NÃO FAÇAM NADA"

Politica sem Medo disse...

Era so o que faltava mesmo para completar as desgracas desse pais de bananas, um conselho que deveria primar para que os seus assOciados facam um bom trabalho com os seus pacientes e ao inves disso cassam o direito desse profissional. E o primeiro caso de ataque aos cristaos de uma serie que provavelmente virao. O que eles queriam? Que Marisa Lobo participasse da MARCHA PARA LIBERACAO DA MACONHA, MARCHA DOS GAYS OU MARCHA DAS VADIAS que ocorrera daqui alguns dias? So porque ela e crista cassam a sua licenca? O que e esse CRP que esta negando a um profissional de sua area de exercer sua profissao por sua fe crista? Se ela fosse uma defensora do homossexualismo ai poderia tranquilamente? Esta na hora do Ministerio Publico, a OAB ou quem de direito tomarem providencias e investigar direito isso. Eles poderiam ser denunciados por invasao de privacidade e por cerceamento do direito da LIBERDADE DE EXPRESSAO.

Samuel Rezende disse...

Caro O Sousa da Ponte, antes de falar tanta baboseira, leia o livro "Ex-Gays?" http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem=2244362

Plínio disse...

O Jamil Nascimento disse:

"...O diabo não está brincando de ser diabo! Mas muitos de nós estão brincando de ser crentes! ..."

Amigo Jamil, não são poucas as vozes que já há algum tempo estão advertindo sobre o perigo da implantação de um governo socialista no Brasil. Mas o problema é que muitos, infelizmente, sofrem da "síndrome de Tomé": precisam ver para crer. Enquanto não acontecer nada, nunca vão tomar nenhuma atitude. Aliás, não é sem razão que dizem que o brasileiro só fecha a porta da casa depois que o ladrão já roubou tudo...

O livro "O movimento homossexual" (escrito pelo irmão Júlio Severo) é um exemplo de um aviso que foi ignorado. Neste mesmo livro, o Júlio não cansava de alertar a todos sobre os perigos do avanço do ativismo gay no Brasil e no mundo. Só que muitos zombaram dele naquela época: tinha gente que dizia que eram exageradas as previsões que o Júlio fazia no seu livro (uma dessas previsões era a de que os homossexuais iriam se tornar uma séria ameaça). Ou seja, o Júlio já vinha sendo uma voz a clamar no deserto desde a época deste livro (se eu não estiver enganado, há mais de 15 anos). Em outras palavras: muitos não deram crédito ao que o Júlio dizia.

Hoje, esses mesmos que duvidaram das previsões do Júlio estão, como se diz no popular, "mordendo a boca" (ou seja, estão agora sentindo na própria pele as conseqüências de não terem se importado com os muitos avisos que foram dados). Agora que a situação se tornou crítica é que muitos estão chorando de arrependimento. Uma certeza eu tenho: falta de aviso não foi! Não acreditaram porque não quiseram! Agora vão ter que agüentar até o fim!

Assim também foi na época de Noé. Quando ele avisava a todos que Deus iria mandar o dilúvio, muitos diziam que Noé era louco, gagá, lunático, enfim, zombaram de Noé de todas as formas (principalmente quando Noé estava construindo a arca). Só foram se dar conta de que Noé tinha falado a verdade quando veio o dilúvio! Mas aí já foi tarde demais! E muitos dos que zombaram de Noé morreram (e irão enfrentar o julgamento de Deus no dia do juízo final)!

A mesma coisa acontece hoje: por mais que sejam dados inúmeros alertas sobre o perigo de se colocar a esquerda novamente no poder, muitos, infelizmente, ainda estão se deixando levar pelo canto da sereia do PT (e de outros partidos esquerdistas). Parece que muitos querem pagar pra ver, ou melhor, só vão crer quando sofrerem alguma retaliação por parte dos mesmos que ajudaram a eleger!

Sinceramente, diante dessa "síndrome de Tomé" do povo, tem horas que dá vontade de agir igual a Pilatos: lavar as mãos, e deixar todos se ferrarem por causa da sua própria teimosia!

Alma Fiel disse...

Quando criticam os cristãos de endemonizar tudo que é contra sua fé (vi em muitos comentarios), não estamos sendo bitolados, ja me adianto para aqueles que pensam que somos.
É simples, o fato de ver a ação do Demonio, Satanás em tudo significa visualizar que é uma ação que busca ofender a Deus usando o homem. O homen pode até concordar com Satanás, abrir as portas, mas reconhecemos pensamentos diabólicos por estas caracteristicas: atitude de rebeldia (não é um sentimento cristão), atitude de arrogancia (não é cristão), atitude de aversão ao sagrado (só o Diabo assim reage ou incita esta reação) e poderia citar outras. Estes principios diabólicos estão presentes no meio religioso porque assim permitimos em nossa pior faceta, mas há um fundamento. Não somos alienados, ignorantes. Os exorcismos mostram a verdadeira face do mal, como reagem, como agem.