16 de março de 2014

Por que os EUA odeiam mais Putin do que os terroristas islâmicos?


Por que os EUA odeiam mais Putin do que os terroristas islâmicos?

William Murray
O senador John McCain fez uma viagem inacreditável a Kiev no começo deste ano, e diante de uma turba que incluía neonazistas, ele pediu a derrubada do governo democraticamente eleito da Ucrânia. Ele não estava só, pois membros do governo de Obama também agiram para substituir o governo eleito daquela nação. Com a ajuda e incentivo das potências ocidentais, o governo eleito da Ucrânia acabou sendo substituído por representantes das turbas.
John McCain com neonazista ucraniano Oleh Tiahnybok
Quem são os ucranianos que derrubaram seu governo democraticamente eleito? Talvez os conservadores americanos devessem dar uma olhada mais de perto nesses novos líderes antes de darem um tapinha de felicitação nas costas do presidente Obama por “derrotar” Putin e “ganhar” a Ucrânia para os EUA.
A CNN nos EUA ficou totalmente em silêncio, mas uma reportagem da CNN fora dos EUA declarou:
“O líder do partido Svoboda (ou ‘Liberdade’), Oleh Tyahnybok, tem declaração gravada em que ele disse que Kiev é governada por ‘uma máfia de judeus russos’ e que os ucranianos corajosamente lutaram contra russos, alemães, judeus ‘e outras escórias’ na 2ª Guerra Mundial.
“Esse eleitorado desagradável, inclusive o movimento Setor Direita (que é ultradireita), ergueu as barricadas nos tumultos de Kiev, fornecendo ‘segurança’ para os principais líderes da oposição política e rivalizando com as forças pró-governo em táticas violentas que levaram a dezenas de mortos em Maidan.
“Essas forças nacionalistas direitistas foram em grande parte responsáveis pelo colapso do acordo assinado em fevereiro que pedia eleições parlamentares e presidenciais bem antes do tempo e uma volta à constituição ucraniana de 2004, a qual lembra a ‘Revolução Laranja’ que levou ao poder na Ucrânia um governo pró-Ocidente.”
Neonazista ucraniano Oleh Tiahnybok
O rabino ucraniano Moshe Reuven Azman orientou os judeus de Kiev a partirem. “Orientei minha congregação a deixar o centro da cidade ou a cidade toda e se possível o país também,” o rabino Azman disse ao jornal Maariv. “Não quero tentar a sorte,” acrescentou ele, “mas há avisos constantes com relação às intenções de atacar as instituições judaicas.”
Uma nação democrática livre como os Estados Unidos não deveria se meter a apoiar turbas que querem derrubar líderes eleitos de uma nação, independente se esse governo é desagradável para os americanos. Neste momento, NÃO há nenhuma autoridade eleita em cargos de responsabilidade em nenhum nível na Ucrânia, e tanto os esquerdistas quanto os conservadores dos EUA estão louvando esse fato! O secretário de Estado John Kerry chegou ao ponto de ir a Kiev depositar flores num memorial às turbas que derrubaram o governo. O autodeclarado primeiro-ministro da Ucrânia, o qual foi declarado por Obama como o “legítimo” governante da nação, visitou a Casa Branca nesta semana.
Enquanto isso, Vladimir Putin, o presidente da Rússia, é retratado como um homem maligno, um vilão, um louco sanguinário pela mídia, pelos políticos e pelos conservadores e esquerdistas dos EUA. Muitas vezes, para demonizá-lo eles apontam que no passado ele foi o diretor da KGB (observe que George H.W. Bush, que foi presidente dos EUA, já foi diretor da CIA). Na verdade, Putin realmente presidiu durante o desmantelamento e reforma da velha KGB.
Putin pode não ser o coelhinho da Páscoa, mas ele é um homem muito melhor e é um ser humano muito melhor do que os monarcas fascistas que os Estados Unidos estão apoiando em países islâmicos como Qatar e Saudi Arábia. Recordemos que os EUA estão armando e apoiando nações islâmicas que matam pessoas por apedrejamento, não respeitam os direitos humanos de ninguém e nunca realizam eleições, como a Arábia Saudita.
O rei Abdullah da Arábia Saudita é um insulto a toda a humanidade, mas Barack Obama se prostrou diante dele numa visita a essa nação. Contudo, no caso da Ucrânia, o esquerdista Obama, com o apoio dos políticos conservadores, enviou aviões e navios de guerra, equipados com mísseis, para os países báltico a fim de ameaçar a Rússia cristã. O aviso do esquerdista Obama para Putin basicamente é: “Não ouse interferir nas turbas que derrubaram o governo eleito da Ucrânia.” Já vi muita coisa no governo americano, mas isso é realmente coisa de louco.
Os ataques à Rússia e a Putin começaram antes dos Jogos Olímpicos em Sochi e se agravaram com a questão da Ucrânia. Fiquei realmente com vergonha de mídias conservadoras como a Fox News que babaram de alegria com um problema de vaso sanitário entupido numa foto fornecida por um fotógrafo da Associated Press nos jogos de Sochi. (Ao que parece, nenhum vaso sanitário na Europa Ocidental e nos Estados Unidos nunca ficou entupido.)
Por que o presidente Obama e a mídia ocidental [que é majoritariamente esquerdista] têm tanto ódio da Rússia? O que está por trás de todos esses ataques à Rússia?
Esquerdistas americanos criticam presidente russo
Na Rússia, o clero tem permissão de entrar nas escolas para dar instrução sobre a Bíblia. Além disso, crianças e professores têm permissão de orar nas escolas públicas da Rússia. É contra a lei vender ou dar literatura pornográfica a qualquer pessoa com menos de 18 anos. O casamento na Rússia só é permitido entre um homem e uma mulher.
No ano passado, o presidente Putin assinou uma lei proibindo propaganda de aborto. Em 2011 a Rússia aprovou uma lei que exige avisos de saúde para mulheres antes da realização de um aborto, e agora o Congresso da Rússia está considerando proibir o aborto completamente, a menos que a vida da mãe esteja em perigo iminente. (Na antiga União Soviética, o aborto era o principal meio de controle da natalidade).
A Rússia não tem complicadas leis de impostos. Os russos têm hoje o tipo de imposto único pelo qual os conservadores americanos estão lutando há anos para ter nos EUA. Na Rússia, todo mundo paga 13 por cento de imposto de renda, independente de quanto ganhe. Depois que esse imposto único foi instituído em 2001, a economia da Rússia decolou como um foguete e a arrecadação fiscal também aumentou. A Rússia não mais é um país comunista. A Rússia tem tantos ou talvez até mais milionários do que os Estados Unidos. Há livre empresa; qualquer um pode iniciar um negócio, e muitas pessoas estão fazendo isso.
Nas forças armadas russas os capelães são livres para pregar o Evangelho e orar no nome de Jesus Cristo. A conduta homossexual não é permitida entre os militares russos e é punível com corte marcial. (As forças armadas dos EUA acabaram de realizar seu primeiro concurso de drag queen, oficialmente aprovado, na Base Aérea de Kadena.)
Por que Barack Obama e os meios de comunicação esquerdistas dos EUA odeiam tanto a Rússia, mas amam nações que são anticristãs e reprimem os cristãos, tais como o Qatar e a Arábia Saudita? Moral e espiritualmente, a Rússia de hoje é a nação que os EUA eram na década de 1950.
William J. Murray é presidente da Coalizão de Liberdade Religiosa, com sede em Washington, DC. Ele é autor de sete livros, inclusive “My Life Without God” (Minha Vida Sem Deus), que narra sua vida como filho da líder marxista Madalyn Murray O’Hair, que foi fundadora da organização Ateus Americanos. Madalyn ficou famosa por ter sido responsável pela histórica decisão do Supremo Tribunal dos EUA em 1963 que proibiu a leitura da Bíblia nas escolas americanas. Como filho dela, William conta como é viver num lar onde reina o ateísmo destrutivo e oferece uma perspectiva singular sobre Cristianismo e política.
Traduzido por Julio Severo do artigo do WND: Why do we hate Putin more than Islamic terrorists?
Leitura recomendada:

9 comentários :

Anônimo disse...

Júlio bom dia! Leio seu blog diariamente Deus o abençoe por trazer tantas informações a nós cristãos. Recomendo seu blog e encaminho suas matérias aos pastores que conheço. Deus o mantenha firme: nunca desanime. ELE está no controle e não o desamparará.

Anônimo disse...

Total inversao de valores.

Pastor Caleb.

Joana disse...

Meu Deus!! Que mundo doido!! Conservadores e esquerdistas americanos unidos em ódio contra a Rússia!! Percebo agora que é possível uma aliança entre esquerdistas e conservadores americanos, tudo na base do ódio anti-russo.

Anônimo disse...

Júlio,

Eu, realmente, estou preocupado com essa situação envolvendo a Rússia, Ucrânia, Crimeia e os países ocidentais.

O golpe que derrubou o presidente eleito democraticamente na Ucrânia começou antes das grandes manifestações.

Um vídeo no youtube mostra a secretária-adjunta americana Victoria Nuland afirmando que o governo americano investiu 5 bilhões de dólares na Ucrânia para "coloca-la no futuro que merece".

Recentemente, assisti a entrevista de um economista americano muito respeitado, onde afirma que toda grande crise econômica mundial é seguida de uma igualmente grande guerra.

Sei não, mas a volta do Senhor Jesus está mais próxima do que pensamos.

Abraço.

Marlos.

Anônimo disse...

Eu acredito que não haja mocinhos nem bandidos. Profeticamente a Rússia fica situada na região de Gogue e Magogue, e ela é aliada da Síria, por exemplo; e é uma inimiga histórica de Israel. A situação está uma confusão, não dá para saber o que está acontecendo. Os Estados Unidos (Besta da terra) e a União Européia (Besta das Águas) também não são "flor que se cheire". Estou realmente perdido sobre essa questão.
Mas, profeticamente, Isaías profetizou a destruição de Damasco (capital da Síria, aliada dos russos) que depois de 3000 anos ainda não aconteceu, mas parece que está próximo a acontecer.
De tudo o que está acontecendo, concluo que a volta do Senhor está muito próxima. Depois de 1500 a Europa se unificou em União Européia (Besta Ferida de Morte), mesmo depois de 1800 de guerras ininterruptas. Surgiu uma grande Super Potência, os EUA, com "dois chifres", Washington e a ONU. A tecnologia avançou e estamos rodeados de toda parafernália eletrônica, inclusive existe projetos sendo implementados sobre um dinheiro eletrônico implementado através de tatuagem ou chip na "mão direita". Temos também o oitavo Papa após o Tratado de Latrão, que deu novamente poderes de Estado ao Papado, peça chave das profecias do Apocalipse e Daniel. A iniquidade e a apostasia estão em um nível jamais imaginado. Durante o século XIX e XX vimos o nascimento de religiões como o Espiritismo e a Nova Era, que trouxeram "sinais" duvidosos do ponto de vista bíblico. Vemos a propagação do Satanismo e do ocultismo no Cinema(imagem da besta), Tv (imagem da besta), e na Música.
Não seria difícil se esse conflito EUA + UE X Rússia + China descambasse em uma Terceira Guerra Mundial. Por que a bíblia nos diz que os reis da terra se congregariam em um lugar chamado Armagedom para lutar contra o Cordeiro; e um conflito dessas proporções poderia gerar um quadro como esse.

Anônimo disse...

já ia me esquecendo... o principal sinal do fim dos tempos é ISRAEL voltar a ser uma nação soberana depois de quase 2000 anos. Também é importante a parábola da figueira - Israel é simbolizado em passagens bíblicas como figueira em determinadas passagens como no Capítulo 21 de Lucas.

Aprendiz disse...

Júlio

Não vejo mocinhos nessa história. Obama é o cão, mas isso não quer dizer que Putin seja "do bem". Se ele faz algumas coisas boas (se opor ao abuso das crianças por parte de pederastas) tanto melhor, sejam lá quais forem os seus motivos. Mas bonzinho ele não é não. Veja a perseguição dos duguinistas contra o Olavo de Carvalho que tanto te ajudou.

Por falar nisso, valeria a pena você publicar algum artigo sobre a ideologia de Dugin.

Os cristão dos quarto século pensaram que Constantino era bom, porque ele apoiava a igreja ao invés de persegui-la. Veja só no que deu...

Bom é Deus, maldito o homem que confia no homem.

RODRIGO disse...

É preocupante saber que uma naçao, antes exemplo de luta pelo que é certo e divino, agora está em maos erradas.lincoln teria vergonha dos eua de hoje.

Igmex159 disse...

Pq vc acham que a Russia e terra de gogue e magogue nao sou estudioso biblico mas pelo que sei do assunto essa terra que tanto falam fica ao norte de Israel e se vc pega google earth e traçar uma linha reta ela pega um pedaço da russia mas não moscou antes de chegar a Russia ela passa na Turkia capital ANKRA,todo humano tem seus defeitos nao digo que Putin seja perfeito mas devemos lembrar que ele foi o unico Presidente de um pais a desmascarar EUA com seus planos da NOVA ORDEM mundial ele deve ganha uma ponto nao so comigo mais com todos ate pq quem e inimigo do meu inimigo devemos ser amigos pelos menos entre aspas,A russia sempre foi falada ate hoje como inimigo do mundo mas vejamos nesse seculo 21 quem provocou mais guerras no mundo usando a ideologia da PAZ (democracia) o POVO em Geral ve a democracia como perfeita onde nao tem erros e comunismo e ruim como ditadura todos esse conceitos de politica tem falhas ou seja tanto nos EUA como RUSSIA em paises que a midia dis que sao ditadores a fome a pobreza ou seja todas essa ideias politica estao erradas ninguem deve jugar outro pais veja a SIRIA era um PAIS LAICO como BRASIL onde cristao e outras religioes viviam em paz veja que se tornou hoje e todos sabemos EUA e o grande culpado.