17 de março de 2014

Autoridade palestina: Alá está ajuntando os judeus em Israel


Autoridade palestina: Alá está ajuntando os judeus em Israel

Mas diz que o propósito é para que “os palestinos os matem”

Ryan Jones, de Israel Today
(Jerusalém) Abbas Zaki, um alto funcionário da Autoridade Palestina, concordou nesta semana com muitos cristãos e judeus de que é por intervenção divina que os judeus estão sendo ajuntados na terra de Israel.
Abbas Zaki
Mas, para Zaki, o objetivo final não é a restauração de Israel, mas em vez disso sua extinção.
“Creio que Alá ajuntará [os judeus], para que possamos matá-los,” Zaki disse em programa da TV da Autoridade Palestina.
Continuando, ele acusou os israelenses de não terem “nenhuma religião e princípios, de serem um instrumento avançado do mal.”
Em 2009, Zaki confessou num programa da TV Libanesa que o objetivo final da solução de dois estados é a queda de Israel.
Zaki é membro do Comitê Central da facção Fatá, que governa a Palestina, e atualmente atua, sob o líder palestino Mahmoud Abbas, como comissário de diálogo para o mundo árabe e China.
Traduzido por Julio Severo do artigo do WND: Palestinian official: Allah gathering Jews to Israel
Leitura recomendada:

5 comentários :

Anônimo disse...

Os judeus são o Povo de Deus. Estão ali como resposta a profecias antigas. É claro que o judaísmo hoje não é uma maravilha (pois não se baseia apenas na Torá, mas infelizmente tb se baseia no iníquo livro do Talmud, escrito nos últimos 1500 anos). Mas mesmo assim, continuam sendo o Povo da Promessa e eles vão chorar amargamente ao ver que o Grande Messias tão aguardado é o Senhor Jesus Cristo, aquele que foi crucificado.
E esse ódio aos judeus por parte dos palestinos só vem a confirmar que as nações do mundo se unirão contra Israel no fim dos tempos.
Deus não os juntou para matá-los, mas sim para restaurá-los, corrigi-los e para dar-lhes a vitória tão almejada com o Reino Milenar de Jesus Cristo.

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK......PALHACO........Israel, eterna e indivisivel.

Aprendiz disse...

Eles não destruirão o povo de Israel. Mas infelizmente, podem lhe causar grande dano.

Conforme vemos nas profecias, há diversas guerras diferentes profetizadas e ainda não cumpridas (e não apenas uma ou duas, como supõem muitos interpretes). Particularmente há uma profecia que fala de um terço dos judeus indo para o cativeiro, um terço morrendo, e outro terço sendo purificado pelo Eterno. Não conheço nenhum evento histórico que se encaixe nessa profecia, e por isso temo pelo que ainda há de acontecer. E coisas muito piores estão reservadas para nós, gentios. Que Deus tenha misericórdia e realmente abrevie muito aqueles tempos...

Anônimo disse...

Ao longo dos milênios, o povo judeu passou por muitas situações em que satanás quase conseguiu destruí-lo, em seu recorrente plano para frustrar a vontade do Altíssimo, em que, até o fim e, o fim, passa pelo povo judeu.
Relembrando: Ramsés, no Egito, tentou passar o sarrafo no Povo prometido do Senhor e, se lascou por completo. Assim foi com Senaqueribe, da Assíria. Tb, durante o desterro Babilônico. Mais, Raman, na Pérsia. Antioco Epifanio, herdeiro de um dos ramos do Império Macedônico pensava que iria concluir a "obra'". Com o Gen. Tito, que veio a ser imperador, no ano 70 d.C. após matar mais de hum milhão de judeus, desterrou a maior parte dos que restaram. Na dolorosa caminhada dos judeus, a Diáspora levou-os a braços espinhosos, sendo dois deles os mais ou menos pagãos Portugal e Espanha, que tentou converte-los aa forca ao cristianismo paganizado, praticado até os dias de hoje, sofrendo ainda a ação dos servos do cachorro louco maomeh, que tentaram tb, converte-los aa religião do mal. A Europa Oriental (leia-se Rússia e os demais povos eslavos) criou os "pogrões", em que era lícito e esportivamente permitido, por três dias ao ano, escalpelar qualquer infeliz filho de Abraão que fosse encontrado. Mais contemporâneos, os nazistas e seu chefe, Adolf H, apresentaram a "solução final". Dando sequencia aa incansável ação das trevas, o satã hussein, daquele pais de araque chegou a lançar sobre Israel trinta mísseis scud, de fabricação russa, os quais levam, no mínimo, 400 quilos de tnt, durante a Primeira Guerra do Golfo. Por ultimo, o cão sarnento armanidejah-nao-sei-das-quantas late noite e dia, junto com o resto da matilha, de que vai varrer Israel do mapa.
Sobre "deus" estar ajuntando os judeus na terra prometida para concluir a "tarefa", achei interessantíssimo o texto, pois "elles" estão "sertus', em parte. Embora e, principalmente, é o plano do Altíssimo retornar os judeus aa sua terra perpetua, Deus (com maiúscula) usou o "deus' dos muçulmanos para colocar três satanistas na obra de respaldar a recriação do Estado de Israel, em 1948 (stalin, churchill e roosevelt - macons) para garantir o retorno. É que, realmente, como ao longo dos milênios o "plano" falhou, e, principalmente o Adolf H, tendo caçado os judeus em toda a Europa, não havendo conseguido "erradica-los", pois estavam muito espalhados, sim, ao colocar todos eles num local só, de per si, em território minúsculo, qdo vier o momento, com uma só cajadada, 'the end". Mas, exatamente aí, qdo Israel estiver sozinho (os EUA, com o bobama, alegre muçulmano, maçom, komunista e, alienígena originário do meio tribal do kenia, sendo portanto, descendente de Cão, o filho infame de Noé, que está a virar as costas para o protegido de longa data da nação americana), sim, ao estar completamente sozinho, o próprio Senhor dos Exércitos vai livra-lo. Gloria a Deus.

Antonio.

Paulo Ricardo Costa (roquegambit) disse...

O maior problema aqui é que um idiota como esse fala assim para incendiar. Maluco fundamentalista é o que não falta no meio do povo palestino. Os danos humanos podem ser inclaculáveis,