24 de fevereiro de 2014

Maconha sim, Julio Severo não!


Maconha sim, Julio Severo não!

Colunista do GospelMais defende a legalização da maconha, as revoluções comunistas e ataca Julio Severo

Julio Severo
Dois dos meus artigos recentes incomodaram tanto um autodenominado “defensor do evangelho” que ele resolveu se manifestar — defendendo a legalização da maconha e a revolução comunista em Cuba.
Os artigos que causaram mal-estar no “apologeta” são estes:
Defender a legalização da maconha é muito mais importante do que defender um cristão que sofre ameaças? Sim, especialmente se o cristão sob ameaças for Julio Severo. Pelo menos, essa é a opinião de Johnny Torralbo Bernardo, colunista no GospelMais.
Charge: Che Guevara e maconha
Johnny é “apologeta,” uma classe de evangélicos no Brasil que acha elegante atacar, por todo e qualquer motivo, neopentecostais como “heréticos” e defender todo tipo de absurdo. Defender a maconha? Isso não é heresia, para ele. Isso é ser cristão e “defensor do evangelho.”
Em seu recente artigo no GospelMais, intitulado “Júlio Severo e temas relacionados,” Johnny diz com todas as letras:
“Se quiser saber, meu jovem, sou a favor de uma série de pontos, como a legalização da maconha.”
“Grandes sociólogos como Fernando Henrique Cardoso não defende, por exemplo, a legalização da maconha? E outros cientistas sociais também assim não pensam? É necessário enumerar?”
“Mas por que legalizar a maconha? A questão é econômica, mas também estratégica… com a legalização da maconha – países como Brasil, Colômbia, Bolívia, Venezuela e outros mais — teriam redução nos gastos com a construção de presídios, diminuiriam a presença de adolescentes em centros de recuperação, teriam os índices de assassinato reduzidos a índices baixíssimos, e o principal: atingiria em cheio o poder de fogo do narcotráfico e, por extensão, à corrupção. FHC e outros sociólogos dão importantes contribuições ao trazer está discussão.”
Os maconheiros do Brasil devem estar dando pulos de alegria! Mais um defensor da erva! Aliás, todos os lugares onde predominam maconheiros devem estar eufóricos. O que dirão os sites protestantes “apologéticos,” inclusive Púlpito Cristão e Genizah, onde Johnny tem artigos publicados? O próximo passo é distorcer alguns versículos da Bíblia para fazer uma defesa “apologética” da maconha.
O discurso de legalizar o mal para reduzir o mal nunca funcionou. Nos EUA, antes da legalização do aborto, eram menos de 100 mil por ano. Desde a legalização, são 1 milhão e meio de abortos por ano.
Não é de hoje que Johnny segue esse estranho caminho pró-maconha. Mais estranho ainda porque ele é pastor evangélico. Em 2010, ele ensaiou, num passo tímido, uma defesa da maconha para “fins terapêuticos.” A defesa foi publicada no site Púlpito Cristão, cujo dono se considera igualmente um “defensor do evangelho,” porém nada viu de “mente enferma” na defesa de uma droga.
Mas no mesmo artigo no GospelMais, Johnny vai mais longe, dizendo: “A Revolução Cubana foi necessária.”
Não se surpreenda: Johnny Torralbo Bernardo tem um histórico de anos no Partido Comunista do Brasil. É natural pois que ele defenda tais revoluções. Faz parte do sangue comunista.
Presumivelmente, com a cabeça cheia de maconha deve ser muito mais fácil fazer esse tipo de defesa!
Se a maconha e o comunismo de Cuba não merecem ser condenados, então quem merece? Segundo Johnny, Julio Severo. Ele diz:
“Suas críticas baseadas em um extremismo religioso semelhante ao islâmico, fundamentalista… Os ataques do Júlio não se restringem à prática homossexual — até então correta do ponto de vista doutrinário, cristão —, mas, nos últimos anos, têm atingido pessoas de respeito, de reconhecida contribuição com o Evangelho e à justiça social. Destaco três figuras brasileiras: Augustus Nicodemos, Ariovaldo Ramos e Antonio Carlos Costa. Ao mesmo tempo, dá apoio a figuras polêmicas, como lideres neopentecostais, à jornalista do SBT Rachel Sheherazade e o militar defensor da tortura, Bolsonaro. Também faz duras críticas à Universidade Presbiteriana Mackenzie.”
Meu problema, de acordo com Johnny, é apoiar “figuras polêmicas” como “lideres neopentecostais, a jornalista do SBT Rachel Sheherazade e o militar Bolsonaro.”
Outro grande problema, de acordo com ele, é que meus textos estão “atingindo pessoas de respeito, de reconhecida contribuição com o Evangelho e à justiça social. Destaco três figuras brasileiras: Augustus Nicodemos, Ariovaldo Ramos e Antonio Carlos Costa.” O antigo membro do Partido Comunista também se sente incomodado com minhas “duras críticas à Universidade Presbiteriana Mackenzie.”

A diferença entre liberdade de expressão e ameaças

Ora, num país em que há liberdade de expressão, as pessoas são livres para criticar ideias. Mas ameaçar a vida pessoal é crime. Se meus textos tivessem ameaças e fofocas das três figuras citadas por Johnny, cada uma delas poderia livremente me processar.
Quem está recebendo ameaças sou eu. Uma das ameaças chegou no dia 20 de fevereiro de 2014. A ameaça diz:
O senhor tem duas opções:
Ver os seus dados pessoais, e o nome de toda a sua família com os números de seus documentos difundidos e, claro, e seu endereço...
Ou,
Apagar esta matéria (http://bit.ly/1ha94tg) e nunca mais escrever o nome de Ariovaldo Ramos no seu blog.
O que vai ser?
Pode seguir a sua luta como quiser. Mas este nome está proibido.
O que vai ser?
Você tem 24 horas para decidir se segue a sua luta, sem prejudicar o Ariovaldo Ramos ou perde tudo.
A escolha é sua. A sua casa caiu. Seus antigos amigos e aliados te entregaram.
É o fim.
Continue como pedido e tudo ficará oculto. Siga atormentando o Ariowaldo Ramos e será o seu fim.
Boa noite
Johnny leu essa ameaça no meu blog: http://bit.ly/MhtAhr E qual foi sua reação? Denunciar a chantagem, crime e ameaça? Não. Sua reação, típica dos acobertadores dos companheiros, se limitou a chamar a vítima de extremista fundamentalista e a defender a legalização da maconha e das revoluções comunistas.
Para o comunista de carteirinha, que se disfarça de “defensor do evangelho,” minhas denúncias contra o socialismo evangélico aparentemente são mais graves do que as ameaças que recebo. A filosofia dele só pode ser: “Liberdade total para os cristãos socialistas, inclusive para ameaçar. Censura ou prisão para os cristãos que denunciam a idolatria socialista entre evangélicos.” Mais comunista que isso, impossível.
Mas se denuncio, com base em seus próprios textos, que Ariovaldo Ramos promove a Teologia da Missão Integral (que é a versão protestante da Teologia da Libertação), qual é o meu “crime”?
Se denuncio, com base em seus próprios textos, que Ariovaldo Ramos lamentou a morte do ditador Hugo Chavez, qual é o meu “crime”?
Se denuncio, com base em seus próprios textos, que a Universidade Mackenzie não tolera os dons sobrenaturais do Espírito Santo, mas tolera o esquerdismo, qual é o meu “crime”?
Se denuncio, com base em seus próprios textos, que Augustus Nicodemus não tolera os dons sobrenaturais do Espírito Santo, mas acoberta famosos promotores da Teologia da Missão Integral, qual é o meu “crime”?
Meu crime é exercer a liberdade de expressão, que, ao clássico estilo comunista, deveria ser exterminada. Enquanto isso não acontece, o antigo membro do Partido Comunista do Brasil vai se queixando sem parar.
Quer Johnny goste ou não, tenho todo direito de defender Rachel Sheherazade, Marco Feliciano, Silas Malafaia e outros quando defendem valores pró-família. E tenho igual direito de denunciar a esquerda apologética e seus acobertadores.
Não dando a mínima importância à liberdade de expressão, o artigo de Johnny no GospelMais tem o objetivo de demonstrar que minhas “acusações são gratuitas e paranoicas.” Indo mais longe, ele diz: “Como disse um amigo em atividade no Peru: o Júlio Severo é uma mente enferma, com sérios problemas de sociabilidade, que agride gratuitamente líderes comprometidos com o bem-estar da sociedade, que querem o melhor para o nosso povo.”
Um ano atrás, depois que desmascarei o site Púlpito Cristão no meu artigo “A esquerda apologética e o neopentecostalismo,” Johnny teve a reação histérica de um típico comunista, dizendo:
“Usar da liberdade garantida pelo estado democrático para caluniar pessoas sérias merece uma resposta legal”
“Não tolerei esse tipo de comentário contra nós, uma vez que temos desenvolvido um trabalho sério na defesa do Evangelho.”
Isto é, em nome da liberdade de expressão, ele quer sufocar minha liberdade de expressão! O que seria então calúnia? Dizer, por exemplo, que a família de Augustus Nicodemus ou a família de Johnny está em crise? Se eu tivesse tido isso, eu entenderia a revolta dele.
Não convivo com a família deles e, mesmo que tivesse convivido, não seria uma atitude cristã sair por aí publicando o que vi na família deles. Seria fofoca.
Mas o senhor Johnny, com a arrogância de quem aparenta conviver com minha família e me conhecer intimamente, diz no seu texto pró-maconha do GospelMais: “A família do Júlio está em crise, obviamente.”
Trabalho “sério” na defesa do Evangelho: defender a legalização da maconha e as revoluções comunistas e dizer que Julio Severo é um extremista tipo islâmico e que sua família está em “crise.” Some a isso que não estou autorizado, por outros “sérios” defensores do evangelho, a dizer que um antigo membro do Partido Comunista que defende a maconha e fofoca do caráter e vida familiar de um cristão é pervertido e caluniador.
“Calúnia” é, na visão deles, o que faço: Dizer que a promoção da Teologia da Missão Integral ou da Teologia da Libertação não é Evangelho.
Se o antigo amigo de Johnny, Leonardo Gonçalves — que é dono do Púlpito Cristão e residente no Peru — acha que cometo “calúnia” ao dizer que seu site defende o esquerdismo, ele que me processe.
Se as três figuras citadas por Johnny — Augustus Nicodemus, Ariovaldo Ramos e Antonio Carlos Costa — acham que cometi igual calúnia, que façam como ele mesmo quer fazer: me processem.
Agora, vou dizer o que é calúnia: É fazer exatamente o que ele e outros da esquerda apologética fazem, xingando os opositores de “mentes enfermas” enquanto eles, que têm “mente saudável,” defendem a legalização da maconha, revoluções comunistas e outros males, fofocando da vida familiar dos opositores, e ainda posando de “defensores do Evangelho.”
Nunca dirigi xingamentos ou ameaças à esquerda evangélica, mas pergunte-me agora quantos xingamentos e ameaças tenho recebido dessa esquerda. E quem tem de ser calado sou eu?
“Apologetas” da classe de Johnny acusam os neopentecostais de “heréticos” por terem visões, sonhos e outras experiências sobrenaturais do Espírito Santo, mas defendem a legalização da maconha, que dá visões, sonhos e outras experiências antinaturais. Quem é que tem mente enferma?
Minha reação à heresia socialista e cessacionista no meio evangélico é denúncias e refutações. A reação da esquerda evangélica às minhas refutações é fofocas, ameaças e defesa das drogas!
Os cessacionistas, que não perdoam “heresias” nos neopentecostais, fazem vista grossa às reais heresias dos camaradas “apologetas” e outros amantes da Teologia da Missão Integral. Basta ver o patrocínio que o Genizah deu a um grande evento esquerdista na Universidade Mackenzie.
Espero que algum dia os cessacionistas dirijam seu radicalismo cessacionista contra a “defesa do evangelho” de seus camaradas apologetas. Essa defesa nada mais é do que fachada para fazer fofocas e defender a legalização da maconha e revoluções comunistas.
Leitura recomendada:

39 comentários :

Anônimo disse...

"A legalização não acabaria com o narcotráfico", diz Alexandre Zakir
Em entrevista exclusiva ao Guiame, o delegado cristão e apresentador do programa "Operação de Risco" na "Rede TV!", Alexandre Zakir falou sobre o seu posicionamento em relação à legalização da maconha. http://www.guiame.com.br/noticias/gospel/mundo-cristao/legalizacao-nao-acabaria-com-o-narcotrafico-diz-alexandre-zakir.html

Anônimo disse...

http://ohomossexualismo.blogspot.com.br/2014/02/homossexual-walter-lee-hampton-avisa.html

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

O que o irmão Júlio Severo faz (que é o que incomoda muita gente, como esse tal de Johnny Torralbo Bernardo) é pregar contra o homossexualismo (e também contra o aborto, a agenda gayzista, as idéias comunistas, marxistas, esquerdistas e socialistas), manter uma postura firme na obediência às verdades da Palavra de Deus (e também na defesa da moral, da família, dos bons princípios), enfim, o Júlio tem sido um autêntico cristão (no verdadeiro sentido da palavra). E ele, sozinho, tem feito muito mais do que a nossa bancada evangélica (que tem sido omissa no combate ao pecado)!

Se falar a verdade (ou denunciar o pecado) significa ofender, então eu sou um ofensor incorrigível (porque eu jamais vou ser cúmplice do erro de quem quer que seja). É como disse o apóstolo Paulo:

"Tornei-me, por acaso, vosso inimigo, por vos dizer a verdade?" (Gálatas 4:16)

Eu digo mais: eu nem me importo em ser preso, processado (ou morto) por ser contra o pecado, porque MEU COMPROMISSO É COM DEUS E COM A OBEDIÊNCIA À SUA PALAVRA (E NÃO COM HOMENS)! Faço como disse o apóstolo Pedro:

"Importa antes obedecer a Deus do que aos homens" (Atos 5:29)

E o Johnny está tão cego pelas mentiras do diabo, que não vê (ou finge que não vê) que A VERDADEIRA FÉ CRISTÃ JAMAIS VAI CONVIVER HARMONIOSAMENTE COM IDEOLOGIAS ESQUERDISTAS, MARXISTAS, COMUNISTAS E SOCIALISTAS (TODAS CRIADAS PELO DIABO)! A luz nunca vai se misturar com as trevas. É como bem disse o apóstolo Paulo:

"Não podeis beber do cálice do Senhor e do cálice dos demônios; não podeis participar da mesa do Senhor e da mesa dos demônios" (1 Coríntios 10:21)

"Não vos coloqueis num jugo desigual com os incrédulos. Pois, que sociedade a justiça tem com a injustiça? E que união pode haver da luz com as trevas? E que aliança há entre Cristo e o maligno? E que parte tem o fiel com o infiel? E que concordância existe do templo de Deus com os ídolos? Pois vós sois o templo do Deus vivente; como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e Eu serei o seu Deus, e eles serão o Meu povo. Pelo que saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; E não toqueis em nada imundo, e Eu vos receberei; E Eu serei para vós Pai, e vós sereis para Mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo–Poderoso" (2 Coríntios 6:14–18)

Eu perguntaria ao Johnny: será que ele (que se diz cristão) já viu, em alguma página da Bíblia, Jesus e Satanás sendo amigos (ou Jesus fazendo acordo com Satanás)?

Parece que o Johnny está esquecido do que a Bíblia ensina sobre a postura de um verdadeiro cristão:

"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou amará a um e odiará o outro, ou há de se dedicar a um e desprezar o outro" (Mateus 6:24)

"Quem não é por Mim, é contra Mim; e quem Comigo não ajunta, espalha" (Mateus 12:30)

Diante do que a Palavra de Deus ensina, não há o que discutir: ou você serve a Deus, ou você serve ao diabo (não existe meio–termo)!

Para esses que se dizem cristãos (como o Johnny), mas que têm dado ouvido a idéias diabólicas, Jesus dá uma advertência muito séria (gostaria que todos prestassem muita atenção a estas palavras de Jesus):

"Nem todo aquele que diz: Senhor! Senhor! entrará no Reino dos Céus, mas somente aquele que faz a vontade do Meu Pai que está nos Céus. Muitos, naquele dia, hão de Me dizer: Senhor, não profetizamos em Teu nome? E não expulsamos demônios em Teu nome? E não fizemos obras grandiosas em Teu nome? Porém, Eu lhes confessarei: Nunca vos conheci. Apartai-vos de Mim, vós que praticais a iniqüidade" (Mateus 7:21–23)

Só sei de uma coisa: quando Jesus voltar, toda essa sujeira vai ter fim! E muitos que se dizem cristãos (como o Johnny), mas que fazem jogo duplo (querendo agradar a Deus e ao diabo), vão ter que prestar conta a Jesus! Eu não quero estar na pele deles neste mesmo dia!

Para finalizar minha mensagem, deixo este versículo para a reflexão de todos:

"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)

Gospel+ disse...

O Gospel+ JAMAIS irá apoiar a legalização da maconha.

Reforçamos o que está escrito no fim do texto: "As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."

Johnny Bernardo tem grandes textos, mas fomos surpreendidos com o conteúdo deste publicado por ele. Nós temos diversos textos contra a legalização publicados no portal e a líder da campanha Maconha Não, Marisa Lobo, é colunista do portal. Seria um pouco de incoerência ser a favor e pregar contra como neste textos abaixo:

http://colunas.gospelmais.com.br/maconhanao-sou-contra-apologia-maconha-rede-fale_5513.html

http://colunas.gospelmais.com.br/alem-de-privilegios-gays-agora-jean-wyllys-quer-legalizar-maconha-pais_8433.html

http://noticias.gospelmais.com.br/politicos-evangelicos-condenam-possivel-liberacao-maconha-brasil-29600.html

http://noticias.gospelmais.com.br/politicos-evangelicos-organizam-campanha-contra-a-marcha-da-maconha-em-recife.html

Que fique bem claro que não compactuamos com isso.

Providências estão sendo tomadas.

Edivaldo Júnior disse...

"Johnny Bernardo é pesquisador, jornalista, colaborador de diversos meios de comunicação e licenciando em Ciências Sociais pela Universidade Metodista de São Paulo. Há mais de dez anos dedica-se ao estudo de religiões e crenças, sendo um dos campos de atuação a religiosidade brasileira e movimentos destrutivos."
Pelo jeito, esqueceu de dizer que é "servo de Deus" ou "cristão". Mas, talvez, essas expressões não coubessem nessa lista de qualificações de Johnny. Até porque, em seu artigo, em meio a tantos nomes citados e suas "contribuições para o humanidade", não caberia o nome de Jesus Cristo de Nazaré... Também, o que é ele fez de relevante ao mundo mesmo?

Adriana Monteiro disse...

Eh, Gospel +, se é que é voces mesmo. Seu colunista não cometeu só um erro. E as calúnias contra Severo? Que providências seu site tomará contra isso?

Anônimo disse...

Esse colunistazinho é mais um filho do diabo que se diz protestante. Miserável, pobre, cego e nú. Ele está podre por dentro, cheio de iniqüidade e ainda quer que a tradição dos homens substitua a Palavra de Deus.

Anônimo disse...

Estou contigo Julio Severo . Por falar em liberação de maconha hoje tem MARISA LOBO no SUPERPOP. DEFENDENDO A NÃO LIBERAÇÃO DA MACONHA NO BRASIL. ASSISTAM.

Mariana

Vini Silva disse...

VAI VER ELE FUMA MACONHA TAMBÉM

Anônimo disse...

Cá entre nós, "esquerda evangélica" é ficção. O que existe é o Evangélho e os Evangélicos - aqueles que creem no Evangelho - o resto é lorota para adormecer bovinos.

Intercessora disse...

meu irmao esta cumprindo o que o senhor jesus falou. por aumentou a corrupcao a fe de muitos esfriaria.
se possivel o inimigo de nossas almas faria cair ate fogo do ceu
que se possivel enganaria ate os eleitos...
Deus esta em movimento.
a terra esta passando pelas contracoes....
e o apocalipse se cumprindo...
nao turbe o vosso coracao.
Deus esta no comando e nao nos desampara nem por um segundo.
ora e jejua irmao e dobra os joelhos e chora. clama. louva ao senhor e confia. Ele fara algo tremendo.
isso e vitoria grande. ore por eles
o Espirito Santo chora por uma alma.
essa e a forma de gerar filho pra Deus.
a verdade doi. mais e a verdade que liberta
e nao temas diante de situacoes pois nao lutamos contra carne e sangue..
e na fornalha ardente. no deserto. e na cova dos leoes
no campo de batalha... nao importa as circunstancia Deus nos toma pela mao e nos faz mais que vencedor...a palavrs Dele e o nosso alicerce... pede: senhor dai me da tua paz pois todas as suas obras o senhor as fazes por mim

Anônimo disse...

Parabens irmao Julio por essa luta titanica que vc esta enfrentando contra esses comunistas , como ari, genizah e outros que se dizem cristaos, mas a bem da verdade e dos fatos sao comunistas disfarcados de cristaos.

Continue a denunciar mesmo essa raca de comunistas , esses cristaos de esquerda ( como se possivel fosse ser comunista e cristao ao mesmo tempo ), pois desta forma, nao somente a igreja ( pentecostal e tradicional ) sabera quem sao essa gente maluca que se dizem cristaos mas defendem a legalizacao das drogas mas tambem toda a sociedade civil sabera discernir esses falsos cristaos. Parabens.

Pastor Caleb.

Erivaldo disse...

Irmão Severo, vc nem precisava contestar nada. A apologoia do senhor Johnny Bernardo, que me recuso a chamar de ministro do Evangelho, às drogas já o estigmatiza. Comprova cabalmente que ele está com problemas. Até seu site, Gospel +, está se distanciando do colunista polêmico. Ninguém preicsa atacar este homem. Ele já se atacou e se envergonhou.

Trindade disse...

Olá Júlio;
O autor do texto o senhor Johnny Bernardo está completamente equivocado e com a cabeça cheia de ideologia de esquerda, pois fala como cristão e demonstra que acredita mais em ciências seculares (antropologia, sociologia) do que na Palavra de Deus; Sobre a legalização da maconha o autor pode ter a opinião que quiser, mas como cristão que diz ser deveria respeitar Cristo e não trazer a ciência para justificar vícios.
No texto o autor traz dados mentirosos sobre avanços do povo cubano e para contradizer as mentiras dos assassinos que governam Cuba a mais de 50 anos é fácil, basta usar a lógica, sim usar a lógica, pois eu usei para resgatar meu filho da doutrinação marxista que ele foi vítima aos 15 anos, sabe o grande argumento que usei Sr Johnny? Usei simplesmente a LÓGICA e perguntei a ele: Se Cuba é esse paraíso todo que o governo de lá diz ser, porque não abrem as fronteiras para os cubanos saírem à vontade? Ainda, se é verdade os avanços na ilha prisão, porque os cubanos de Miami não voltam? Ao não conseguir vencer essa simples lógica meu filho recuperou a dignidade e hoje é livre da seita do marxismo, ainda dá tempo senhor Johnny de se livrar do deus Marx e sua seita ceifadora de vidas e de liberdades individuais mundo afora e matou mais de 100 milhões de homens e mulheres, isso é fato e deveria envergonhar antropólogos, sociólogos e qualquer um que se levantasse para defender assassinos psicopatas que odeia a humanidade livre e principalmente os cristãos.

Julio Severo disse...

Muito bem. O G+ disse que não compactua com a defesa da legalização da maconha. Mas falta ainda muito mais. Falta dizer que o G+ não compactua com a revolução comunista cubana nem com fofocas.

David F. Cesar. disse...

Coisa mais estranha do que um socialista é um sedizemte crente socialista... Mais estranho que ornitorrinco albino

Anônimo disse...

Mantenha-se firme Julio.
Pois precisamos de pessoas como você que não tem medo de enfrentar esse lixo que se denomina cristão e está longe de ser.
É por causa desse lixo de gente que deixei de frequentar igrejas, pois meu estômago é fraco pra aguentar tanta hipocrisia e falsidade.
Prefiro manter minha comunhão com Deus daqui mesmo, do meu cantinho.
Mas você, que está em um nível além, não pode recuar.
Precisamos que os verdadeiros cristãos joguem no ventilador a sujeira que estes hipócritas tentar esconder.
Andreia

Anônimo disse...

Qualquer sujeito que defenda qualquer tipo de liberdade e ao mesmo tempo defenda o comunismo (que é a negação das liberdades) é um canalha, um sujeito de caráter totalmente destruído.

Ismael Júnior disse...

Júlio Severo, bom dia!


Admiro sua postura do contra o politicamente correto da "esquerda evangélica"!

Goespel+, Genzah,etc..., só desinformado cai na deles.
Formadores de idiotas úteis!

Abração!

Julio Severo disse...

Andreia, o Johnny não é lixo. Ninguém é lixo. Jesus ama a todos. O que é lixo é a ideologia dele. Lixo é o que ele anda fazendo, defendendo a legalização da maconha, as ditaduras comunistas e fazendo fofocas. Não podemos odiar pessoas. Mas podemos e devemos abominar suas más ações. E o que Johnny faz é má ação. Oremos por ele.

Roger disse...

POUCOS DESCONFIARAM
Os comunistas querem implantar as drogas para dentre mais, domesticarem a população para a ceitação do marxismo, eles controlarem o plantio, venda e acabarem com os traficantes particulares - burgueses - e ficarem apenas os burgueses de Estado - esses podem - os donos do governo comunista, assim controlarem a venda e, no inferno que são os países onde governam, aumentar mais ainda as querelas internas entre grupos e cidadãos. Aliás, disse Lênin: "A violência é o único meio de luta e o sangue é o combustível da historia.
O complemento vem de Beria, outro da equipe: "Sem drogas não há comunismo".
.

Anônimo disse...

Irmao Julio, aqui no Estado do Colorado, nos Estados Unidos, recentemente eles liberaram o uso da maconha, Julio, da do dos jovens, pra comeco de conversa houve um aumento significativo do numero de acidentes de carros com vitimas, algumas fatais, fim de semana passado estava em Denver, o cheiro da maconha na cidade esta em todo lugar, milhares de jovens fazem filas para adquirir essa droga, irmao Julio, uma geracao inteira esta se perdendo aqui no Colorado por causa da liberacao da maconha, somente o Poder de Deus para quebrar essa maldicao, pelo amor de Deus irmao Julio, nao pare de lutar, nao pare de clamar a todos a malignidade que essa droga, a maconha , representa, Deus te ilumine meu irmao.

Plínio disse...

Sou contra as drogas. Quem começa com a maconha fatalmente vai querer, com o passar do tempo, experimentar outras drogas mais pesadas.

Aliás, eu já vi escrito num cartaz estes dizeres:

QUEM USA DROGAS SÓ VAI TER UM FINAL DE VIDA COM 2 LETRAS "C":

CADEIA ou CAIXÃO

Alguém aqui ainda tem alguma dúvida quanto a isso?

Gilson/atlanta disse...

Gospel+ ou Gossip+ ?

Eis a questão, pois gospel quer dizer "evangelho" e Gossip significa "fofoca".
O site deve ser chamado de Gossip+ , pois só vejo Gossip+ falando mal de pentecostais e neo-pentecostais, e apesar das igrejas chamadas tradicionais cometerem tantas barbaries, como apoio a união civil gay, aborto, tem até pastor macumbeiro ( Marcos Amaral), porem nunca vi o Gossip+ escrevendo qualquer matéria contra essas igrejas e pessoas, mas para expor pentecostais e neo-pentecostais, nisso eles são profissionais. E essa é uma das razões pelas quais eu parei de comentar nesse site (gospel+).
Gospel+ no meu ponto de vista não passa de uma revista "tititi" evangelica, onde só se trata de fofocas do mundo gospel, mas de evangelho mesmo a nota é ZERO.

E quanto a Johnny a manifestação dele só mostrou quem ele realmente é, um apologista da maconha e apologista de revolucionários comunistas.

Irmão Julio, parabens por sua luta, e que DEUS continue te usando, te dando forças, pq bem sei que essa batalha é ferrenha.

Tadeu Montenegro disse...

No mínimo esse senhor Johnny estava com a mente cheia do efeito duma fumaça maldita para escrever tanta inconsistência.
Os que leem com a mente não esfumaçada, e sem as barreiras do preconceito interesseiro os textos produzidos/publicados por Julio Severo, reconhecem nele uma pessoa com uma visão cristã dos acontecimentos, uma pessoa sensata, e um arauto a abrir os olhos dos sinceros cristãos a fim de que não compactuem com erros e distorções, venham de quem vierem.

Augusto Paiva disse...

Olá, irmão Julio Severo. Estou contigo e não abro. Vi a ameaça sorrateira contra ti, pelo visto doeu muito a carapuça. Excelente artigo. Isto é bom sinal. O papel do justo é aborrecer o mal: "O justo aborrece a palavra de mentira, mas o perverso faz vergonha e se desonra." (Pv. 13:5). É impressionante como o movimento revolucionário invade e subverte os meios cristãos, como esse blogueiro do Gospel +, Johnny Torralbo. Que absurdo! E o site diz que "as opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores." Isso é um total relativismo e subversão. Imagine se fosse assim numa igreja? Eu costumava ler o Gospel ( ou Gossip ) + e pensei que fosse um meio conservador e principalmente cristão, mas nem em páginas amarelas com a Carta Capital ou em outros grandes jornais esquerdistas se aceita essa isenção do colunista para escrever o que bem entender, nunca verei um conservador ou um economista liberal nestes meios. Pensei que o Gospel + fosse sério, mas os ''progressistas'' tratam de avacalhar tudo, de um modo farisaico - verdadeiros lobos em pele de cordeiro. Engraçado que quando se escreve - gozando do direito de liberdade de expressão - sobre algo que irrite o movimento, faz-se uma organização fascista e uma campanha difamatória para boicotar os escritos de tal pessoa e quiçá exigir a cabeça desta numa bandeja. E o Sr. sabe como é e como são covardes. Mas lembrando um post recente de Maya Félix, sobre das ''15 razões para você fazer piada com os crentes'', cito a terceira: 3. Os crentes não vão fazer um protesto na porta da sua casa ou na portaria do seu prédio ( ao contrário dos fascistas da gaystapo e outros ). Deus te guarde.

Julio Severo disse...


Gente, eu bem que gostaria de ter uma casa no Catete, no Rio, um apartamento no Setor Sudoeste, em Brasília e uma casa em SP, exatamente do jeito que o amigo do Johnny tem. Talvez para não arriscar tudo o que tem, o amigo tem de postar ameaças e chantagens anonimamente e usar agora bodes-expiatórios para o cumprimento. E Johnny já mostrou que está disposto a ser um desses bodes, levando de bandeja, como um tonto, as ameaças do “amigo,” com suas declarações de domingo e ontem GospelMais:

“Vamos avançar mais nos próximos dias. Está na hora de a verdade sobre o nosso amigo vir à público. Precisamos livrar nosso povo de referências fundamentalistas.”

“A verdade logo virá à público.”

O “amigo” dele tem sorte de eu ser cristão. Do contrário, eu estaria, de revolta contra as chantagens e ameaças, fazendo neste momento exatamente o que os inimigos mundanos dele já estão querendo fazer com ele. As trevas não perdoam.

Anônimo disse...

Haja mesmo paciência, Júlio. Até mesmo cristãos encheriam de socos um sujeito vil que faz tais ameaças. O que dizer então de um homem das trevas, do mundão? Vai com certeza explodir em muito mais ira. O sujeito que está lhe mandando ameaças precisa de cadeia urgente.

MARIO

Ana Lúcia disse...

Fosse contra minha família todas estas ameaças o cretino ia no mínimo levar uma chuvarada de paus e vassouras.

Marcela Freitas disse...

O amigo de Johnny tem grana!! Chantagem enriquece.

Anônimo disse...

Assino embaixo, Mario. O desbocado das ameaças merece uma bela de uma sova
- Edmilson

Ana Lúcia disse...

Pode nos dar o nome do ameaçador, sr. Júlio?

Julio Severo disse...

Por enquanto, não posso revelar. É um cara que tem, por meio de seu comportamento encrenqueiro, angariado muito ódio de seus ex-amigos do mundo. Evidentemente, jamais podemos apelar para a violência gratuita, especialmente de quem é do mundo. Mas precisamos agir com firmeza diante de um “cristão” que faz ameaças e age como um ímpio.

ÉLQUISSON disse...

Júlio,

Não só eu assino embaixo deste seu último comentário, como eu ainda diria o seguinte: pior do que ser ímpio é se dizer cristão e agir pior do que os piores ímpios. A respeito disso, o apóstolo Paulo escreveu algo muito apropriado:

"Já vos adverti por carta para que não vos associeis com aqueles que se prostituem; isso não dizer absolutamente com os devassos, nem com os avarentos, os roubadores, ou os idólatras; pois assim seria necessário para vós sair do mundo. Mas agora eu vos escrevo para que não vos associeis com aquele que, se dizendo irmão, for devasso, avarento, idólatra, maldizente, beberrão, ou roubador; com o tal, nem comais. Pois que tenho eu em julgar aqueles que estão de fora? Não julgais vós os de dentro? Mas Deus julga os de fora. Tirai, portanto, do meio de vós esse iníquo" (1 Coríntios 5:9–13)

A mesma coisa é dita pelo apóstolo João:

"Todo aquele que prevarica e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus; quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto o Pai quanto o Filho. Se alguém vem ter convosco e não traz esta doutrina, não o recebais em casa e nem tampouco o saudeis. Porque aquele que o saúda tem parte nas suas obras más" (2 João 1:9–11)

Precisa dizer mais alguma coisa?

Anônimo disse...

Tempos difíceis esses. Os evangélicos expostos as "terias" humanistas tem se confundido e dado lugar ao diabo. Deixo esse hino para aquele de questiona a Bíblia e passa a "espancar" seus "companheiros de fé" cristã.
http://www.youtube.com/watch?v=xDfpeiaInmQ
Gostaria também de deixar um site muito bom para conseguirmos entender o fim dos tempos e a grande apostasia de hoje.
http://www.cuttingedge.org/
http://www.espada.eti.br/index.htm

thiago disse...

Julio,ainda bem que vc não se preocupa com o o que o mundo pensa mais com o que Deus pensa,vc não esta sozinho,quando as coisas ficarem feias,eles ficarão uns contras os outros,mais nois cristãos verdadeiros,temos uns aos outros.

lucy disse...

MUITO BOM O TEXTO! ESTOU COM O JULIO. A LUTA É GRANDE!

Marcelo Custodio disse...

Deus te dê graça, irmão, pra passar incólume por essa provação.

E que o Senhor mesmo proteja sua família!

Em nome de Jesus, amém.

Em Cristo, Marcelo Custódio.

Cristão Brasileiro disse...

“Mas por que legalizar a maconha?"

"diminuiriam a presença de adolescentes em centros de recuperação"^

Como se a legalização facilita o acesso?

Aumenta risco de esquizofrenia, por exemplo.