14 de fevereiro de 2014

(Ainda!) Jean Wyllys no Mackenzie


(Ainda!) Jean Wyllys no Mackenzie

Edson Camargo
Comentário de Julio Severo: O presente artigo é uma refutação ao site Teologia Brasileira, que está defendendo a polêmica de Jean Wyllys na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Se fosse possível fazer tal defesa, seria igualmente possível deculpar a presença de Luiz Mott no maior centro teológico luterano da América Latina. Ficaria fácil também desculpar a realização de um grande evento evangélico esquerdista no Mackenzie recentemente. Há também um texto da Maya Felix sobre esse episódio do Teologia Brasileira e Mackenzie. O título é: “Censura: a ambição de certos grupos evangélicos.” Seja como for, o Teologia Brasileira, na sua forma estranha de cosmovisão cristã e combate cultural, acha mais “teologicamente correto” defender Jean Wyllys no Mackenzie e atacar Marco Feliciano, conforme a matéria “Quem salvará a vítima cristã sem especular sobre suas motivações? Teologia Brasileira afirma que Marco Feliciano ‘se diz perseguido,’ e Uziel Santana concorda.” Eis agora o texto do Edson:
Já que o trololó, onze meses depois, ainda rende, vou comentar: chega a ser cômico pensar que um evento na maior universidade evangélica do país, com o mais raivoso supremacista gay do país, foi abafado pela liderança desta universidade, e que esta liderança estava com a consciência limpíssima quanto à presença do anticristão lá dentro.
Para piorar, quem debateu com o supremacista gay era de uma organização (Anajure) da qual o então chanceler da universidade no episódio, Augustus Nicodemus Lopes, ainda faz parte, e que estava em plena fase de divulgação massiva de seus trabalhos.
Para piorar ainda mais o vexame todo, o Mackenzie até hoje não publicou uma nota a respeito. Na ocasião, o máximo que a grandeza moral dos envolvidos e de quem quis tomar parte no mico os permitiu foi caluniar Julio Severo e tentar desviar o foco da questão por meio de recadinhos e indiretas via Facebook e Twitter.
Bem, as tietes dos saltimbancos mackenzéticos podem acreditar no que quiserem. Até na cessacionística infalibilidade nicodêmica. Só não venham chamar quem vê o óbvio de imaturo. O curioso é que ainda hoje os mui maduros chiliques do apaixonado mackenzismo se voltam constantemente contra Julio Severo, atribuindo-lhe, de forma puramente subjetiva, posições teológicas e sentimentos que ele nunca defendeu ou expôs. Calúnia porca e descabida, tudo em nome da “compaixão” e da “cosmovisão bíblica”. Sei. Já na hora de peitar os gayzistas de forma honesta e cristã, essa turma amarela e grita: “ah, universidade não é igreja”. Alto lá! Mas esta universidade é de uma igreja. É da IPB. Que tem todo direito de saber quem anda por lá insultando, acusando e intimidando, com toda a fúria revolucionária, os... presbiterianos. O fato é que os membros da IPB só foram informados do episódio dias depois por um não-presbiteriano: Julio Severo, que, tanto na ocasião como agora, tem sido caluniado sistemática e covardemente pelo ressentido pelotão das tietes.
Ainda hoje não há prova alguma de que os evangélicos, e em especial, os membros da IPB, seriam informados da presença de Jean Wyllys no Mackenzie, se não fosse Julio Severo tocar na questão dias depois, mostrando documentos e com relatos de testemunhas.
E não me venham dizer que não tem caroço neste angu.
Edson Camargo é editor do blog Profeta Urbano e do Mídía Sem Máscara.
Leitura recomendada:
Jean Wyllys diz que calvinistas são aliados do movimento homossexual

11 comentários :

Nil disse...

Julio ! Você já deve saber de toda confusão acontecida no Brasil envolvendo os "Black Bloc". Agora descobriram quem anda financiando esse grupo anarquista. http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/sem-mascara-doacoes-expoem-conexoes-do-black-bloc

http://lucianoayan.com/2014/02/14/acharam-o-caroco-no-angu-provado-patrocinio-do-psol-aos-black-blocs/

Além dos "black Blocs" temos agora o agora chamados "red blocs" que é o nosso conhecidíssimo MST.
Mas ! Agora eu nomeio outro grupo malicioso os "PINK BLOCS" para que não é versado em inglês significa BLOCO ROSA. Este grupo engloba o movimento gay. O movimento gay age como um verdadeiro bloco não ficando devendo nada aos outros dois blocos.
Como aconteceu com os Black blocs precisamos saber quem financia,apoia e lucra com a atuação dos PINK BLOCS.

Vamos dar os nomes de toda essa gente,grupos,partidos e até do Governo e presidentes.

Conto com seu apoio Julio Severo e de todos demais. A Campanha está lançada.

ÉLQUISSON disse...

Pelo jeito, parece que a direção da Universidade Mackenzie desconhece as astúcias do diabo:

"E não vos admireis disto, já que o próprio Satanás insiste em se transformar em um anjo de luz. Não é muito, portanto, que os seus ministros (como o deputado homossexual Jean Wyllys) apareçam como ministros da justiça; e o fim deles será segundo as suas obras" (2 Coríntios 11:14–15, o parêntese é meu)

Uma instituição verdadeiramente cristã jamais deveria permitir um ímpio a serviço do diabo (como Jean Wyllys) fazer sua propaganda pró–homossexualismo dentro de um local sagrado. Em outras palavras: deixar que um ativista homossexual fique à vontade dentro de uma instituição que se intitula cristã (como a Universidade Mackenzie) é o mesmo que permitir que o diabo seja adorado dentro da igreja de Jesus!

Os homossexuais NUNCA vão permitir que nenhuma pessoa discorde de suas idéias, e, principalmente, nunca vão deixar ninguém dizer que o homossexualismo é pecado! Por que o deputado Jean Wyllys (que é homossexual) iria agir diferente? Será que só a direção da Universidade Mackenzie não percebeu isso?

Podem me chamar do que quiser, mas eu digo sem medo: se eu fosse diretor de uma escola ou universidade cristã, eu NUNCA iria permitir a entrada de nenhum homossexual (e ainda expulsaria da instituição quem fosse cúmplice desse mesmo homossexual). Um verdadeiro cristão JAMAIS deve permitir que o pecado contamine a moral de um ambiente sagrado. Se dermos brecha a este pecado, outros fatalmente virão devido à nossa negligência! O verdadeiro cristão não pode tolerar nenhum pecado (e muito menos a presença de um ímpio dentro de um local que se intitula sagrado)!

Todo e qualquer pecado tem que ser energicamente combatido (ou seja, o mal tem que ser cortado pela raiz)! É como bem disse o apóstolo Paulo:

"Não deis lugar ao diabo" (Efésios 4:27)

Será que alguém já viu, em alguma página da Bíblia, Jesus e Satanás sendo amigos (ou Jesus fazendo acordo com Satanás)?

Gostaria que a direção da Universidade Mackenzie respondesse de forma sincera a esta pergunta!

Ricardo Silva disse...

É uma pena ver alguns evangélicos preconceituosos fundamentalista em pleno século XXI agindo dessa maneira, graças ao nosso bom e grandioso Deus a homossexualidade está sendo aceita aqui no Brasil e no mundo, hoje podemos ver famílias abraçando seus filhos homossexuais, tenho um filho assim demorei muito pra aceitar, hoje a besteira que estava fazendo, ia perder meu filho. Seus fundamentalistas não façam isso pq quem vai pro inferno são vcs.

Anônimo disse...

Ainda há esperança para o Brasil! Viva a Universidade Mackenzie. Abaixo Marco Feliciano, Edson Camargo e Júlio Severo!

Mário Silva disse...

Julio, parece que um black bloc do PT-PSOL veio fazer protesto anônimo aqui no seu blog. Esses cães raivosos mordem e fazem mal. Jaula neles!

Maya Felix disse...

Como disse o senador romano Cícero, ó tempora! ó mores! A que ponto chegamos! Daí por diante, e só ladeira abaixo!

Maya Felix

Anônimo disse...

Leiam a palavra de Deus, prestemos bem atencao no que ela tem a nos ensina, E parem de querer adaptar as escrituras sagradas ao modo errado e pecaminoso que escollheram pra viver; com desculpas de que (o Brasil assim como outros Países ja aceitaram tal aberraca ) o mundo jas do maligno.Esse tipo de adaptacao ja esta atingindo muitos cristao que outrora lía e compreedia o que as santas escrituras sagradas nos ensina..Meu Deus tem misericordia destes tipos, que sua verdade e Justica alcance todo esse povo incrédulos e cegos..Deus abencoe a todos.

Joseli S.Rocha disse...

E verdade estes tipos de inflamados e crentes que se diz cristaos, querem adaptar a palavra de Deus que e fiel e verdadeira, ao seu modo errado de ser.Que Deus tenha misericordia destavidas.

Anônimo disse...

Horrivel essa instituicao abrir espaco e oportunidade para que esse filho das organizacoes globo e filhote da maligna ditadura GAY ter acesso e palavra. Uma lastima e lamentavel que isso ocorra no meio que se diz cristao.

Nercinda Heiderich disse...

A IPB Não precisaria chegar a tanto. Não entendi o porquê do convite ao Deputado...........Sabendo que geraria este escândalo, pois quem ficou mal foi a instituição e ele esta se gloriando nisto. A palavra de Deus é clara. É preciso que venha o escândalo, mas ai daqueles por quem vem o mesmo....

ELISEU disse...

Amiga Nercinda Heiderich,

Quando você falou de escândalo, me lembrei das palavras de Jesus:

"É impossível o escândalo não vir ao homem, mas ai do homem por quem o escândalo vem" (Lucas 17:1)

Realmente, foi um verdadeiro escândalo a Universidade Mackenzie (que se diz cristã) ter permitido que o deputado Jean Wyllys fosse fazer sua propaganda homossexual dentro dela. Isso, decididamente, manchou o conceito da instituição perante o público.

E como o Élquisson disse muito bem no comentário dele, os homossexuais NUNCA vão permitir que nenhuma pessoa discorde de suas idéias, e, principalmente, nunca vão deixar ninguém dizer que o homossexualismo é pecado! Por que o deputado Jean Wyllys (que é homossexual) iria agir diferente? Será que só a direção da Universidade Mackenzie não percebeu isso?

Realmente, estamos vivendo tempos críticos. Daqui pra frente, tudo vai ser como o Senhor Jesus disse:

"Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, que se suje ainda mais; e quem for justo, procure se manter justo; e quem é santo, continue a se santificar" (Apocalipse 22:11)

Tomara que Jesus volte logo para acabar com toda a maldade deste mundo!