23 de janeiro de 2014

Silas Malafaia diz: Maria do Rosário, ministra dos Direitos Humanos, é uma ‘piada’


Silas Malafaia diz: Maria do Rosário, ministra dos Direitos Humanos, é uma ‘piada’

A morte de Kaique Augusto dos Santos, de 17 anos, um rapaz homossexual, mobilizou muita notícia na imprensa nesta terça-feira (21). Logo após, a ministra Maria do Rosário divulgou uma nota ridícula, que reproduziremos abaixo para que você leia com atenção e, em seguida, veja o comentário do Pr. Silas Malafaia.
Maria do Rosário

Nota da ministra Maria do Rosário na íntegra:

A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) vem a público manifestar solidariedade à família de Kaique Augusto Batista dos Santos, assassinado brutalmente no último sábado (11/01). Seu corpo foi encontrado pela Polícia Militar de São Paulo próximo a um viaduto na região da Bela Vista, na Avenida 9 de Julho.
As circunstâncias do episódio e as condições do corpo da vítima, segundo relatos dos familiares, indicam que se trata de mais um crime de ódio e intolerância motivado por homofobia.
De acordo com dados do Relatório de Violência Homofóbica, produzido pela Secretaria de Direitos Humanos, em 2012, houve um aumento de 11% dos assassinatos motivados por homofobia no Brasil em comparação a 2011. Diante desse grave cenário, assim como faz em outros casos que nos são denunciados, a SDH/PR está acompanhando o caso junto às autoridades estaduais, no intuito de garantir a apuração rigorosa do caso e evitar a impunidade.
A ministra da SDH/PR, Maria do Rosário, designou o coordenador-geral de Promoção dos Direitos deLGBT e presidente do Conselho Nacional de Combate a Discriminação LGBT, Gustavo Bernardes, para acompanhar o caso pessoalmente. O servidor da SDH/PR desembarcou no início na tarde desta sexta-feira (17) na capital paulista, onde deverá conversar com a família e acompanhar o processo investigativo em curso.
Informamos ainda que a Secretaria de Direitos Humanos está investindo recursos para a ampliação dos serviços do Centro de Combate à Homofobia da Prefeitura Municipal de São Paulo, fortalecendo a rede de enfrentamento à homofobia.
Diante desse quadro, reiteramos a necessidade de que o Congresso Nacional aprove legislação que explicitamente puna os crimes de ódio e intolerância motivados por homofobia no Brasil, para um efetivo enfrentamento dessas violações de Direitos Humanos.
O Governo Federal reitera seu compromisso com o enfrentamento aos crimes de ódio e com a promoção dos direitos das minorias, em especial, com a população LGBT.

Silas Malafaia comenta:

Não é de hoje que essa ministra fala bobagem na defesa ridícula do ativismo gay. É a mesma que quando deputada foi defensora de outra estupidez, a lei da palmada.
Silas Malafaia
Antes que a polícia desse qualquer relatório sobre a morte do rapaz, ela emite a nota que você acabou de ler, típica de uma pessoa precipitada, sectarista, querendo fazer média com o ativismo gay, que juntamente com ela falaram asneira sobre a questão. E isto sem falar em outro campeão da asneira que é o deputado Jean Wyllys, que para ridículo não lhe falta nada, com as acusações mais levianas que já vimos até hoje sobre os evangélicos. Merecia ser cassado por ofensa a um dos maiores segmentos sociais do país, que são os evangélicos.
A verdade é que não somos a favor da morte de ninguém, seja por suicídio, assassinato, ou qualquer outro tipo de evento que possa tirar a vida de um semelhante. A polícia descobriu que depois que o rapaz saiu de uma boate gay, ele se jogou de cima de um viaduto em São Paulo, e descobriu também que ele deixou escritos se despedindo da família. Isto é mais uma prova da manipulação de dados em relação a homofobia.
Já tenho dito varias vezes que pelo menos 50% dos assassinatos de gays é briga de amor entre eles. O ativismo gay tenta tirar partido da desgraça dos outros afim de obter concessões e privilégios em detrimento dos outros segmentos sociais. A ministra também não perde tempo porque defender o ativismo gay é questão ideológica do PT, e para ser honesto, com raríssimas exceções, membros do PT não compactuam com isto.
Interessante que há poucos dias uma menina de 6 anos morreu queimada em uma barbárie dos bandidos no Maranhão, e ainda tem membros de sua família em estado grave internada no hospital, e esta ministra ridícula não emitiu uma nota sequer. Quer dizer que direitos humanos é só quando envolve gays? E a questão dos presídios, no Maranhão? Não vai falar nada ministra?
Se esse governo fosse um governo sério, ela já teria sido demitida, e fica uma pergunta: Por que grande parte da imprensa que deu destaque a questão do rapaz homossexual que morreu, inclusive dando holofote para essa ministra, não cobra uma posição contra ela? Lamento dizer que grande parte da imprensa é sectarista e possui uma predisposição para dar holofote às causas que envolvem a ideologia de esquerda. Por fim, essa ministra perdeu uma oportunidade de ficar CALADA!
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:
Silas Malafaia: Politicagem com os evangélicos do Rio

15 comentários :

Trindade disse...

Olá Júlio;
Nós devemos orar para que Deus esclareça o Pr Silas para ele entender política ideológica e parar de apoiar pessoas e passar a condenar tudo e todos da esquerda, mas que ele tem coragem isso é fato, veio a público e colocou a nossa posição.
Repito, pena a cegueira em política ideológica do Pastor, pois o que fez Maria do Rosário nada mais é do que cumprir as Resoluções do PT, Resoluções essa que o Lindberg Farias que o Pr Silas apóia terá que cumprir se eleito governador do Rio com o apoio de Silas Malafaia, o Pastor pergunta porque a ministra não foi demitida? Não foi porque ela cumpriu ordens do partido e a presidente Dilma mesmo que quisesse não poderia demiti-la.

Duílio disse...

Amigo Trindade,

Não só eu assino embaixo de tudo o que você disse, como eu ainda acrescentaria o seguinte: é lamentável que um homem que se diz cristão (como Silas Malafaia) esteja agindo dessa forma (dando apoio a ímpios a serviço do diabo). É uma atitude que só faz manchar a credibilidade dele perante a opinião pública.

O que o pastor Silas Malafaia precisa entender de uma vez por todas é que as alianças que ele faz com determinados políticos (ou o apoio que ele dá a esses mesmos políticos) são prejudiciais não só para ele mesmo, como também para os demais cristãos. Não sei se seria exagero da minha parte dizer isso, mas acho que ele só vai realmente despertar quando ele sofrer uma retaliação da parte de alguns dos políticos a quem ele dá apoio (ou quando ele descobrir que foi usado somente como massa de manobra para ajudar a eleger esses mesmos políticos). Enquanto isso não acontecer, Silas Malafaia vai continuar "dormindo" (disso eu tenho plena e absoluta certeza).

E mais: se Dilma for reeleita (como já se cogita que será), ou se Lula se recandidatar para disputar a presidência em 2014, não duvido nada que Silas Malafaia vai apoiar um deles (ou ambos).

E este mesmo apoio virá não somente de Silas Malafaia, como também de parte da bancada evangélica. Aliás, se depender dessa mesma bancada, o PT e os demais partidos esquerdistas sempre estarão no poder.

Alguém daqui ainda tem alguma dúvida quanto a isso?

Anti–PT disse...

"... Se esse governo fosse um governo sério, ela já teria sido demitida..."

Se liga, pastor! Deixa de ser bobo! Acorda pra vida! Tá pensando o quê? Tá achando que Dilma vai mesmo demitir essa ministra?

Querer que uma esquerdista demita outra esquerdista é o mesmo que querer que o diabo se converta a Jesus (ou querer que um traficante seja o juiz pra julgar outro traficante)! Será que isso é tão difícil de perceber?

Acorda, pastor Silas!

Anônimo disse...

AMbos, o deputado federal GAY e a ministra do PT ( partido dos trabalhadores ), devem ser processados e julgados no judiciario por suas mentiras, calunias e difamacoes contra os cristaos evangelicos.

Irmao Julio, e uma lastima e lamentavel que lideres e pastores , tanto de igrejas tradicionais e pentecostais ainda dao apoio e voto pra esse partido criado no inferno.

Pastor Caleb.

ÉLQUISSON disse...

Respondendo ao Trindade, ao Duílio, e ao pastor Caleb,

O Senhor Jesus, na Sua Palavra, disse com todas as letras:

"É impossível o escândalo não vir ao homem, mas ai do homem por quem o escândalo vem" (Lucas 17:1)

Quando o pastor Silas Malafaia dá apoio a políticos comprovadamente envolvidos com essa sujeira do governo, será que ele não está causando escândalo à igreja do Senhor ao proceder desta forma?

Eu diria que Malafaia está agindo tal e qual Balaão. A Bíblia diz que Balaão desejava ser um profeta, mas também adorava receber uma "ajuda" com seu suposto "ministério". Quando deram dinheiro a Balaão para ficar contra o povo de Deus, ele não hesitou e influenciou Balaque de forma negativa. Foi exatamente como Jesus disse na carta para a igreja de Pérgamo:

"Mas algumas coisas tenho contra ti: tens aí os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, para que comessem dos sacrifícios da idolatria e se prostituíssem" (Apocalipse 2:14)

Quando Malafaia usa sua posição para influenciar o povo a votar em candidatos errados (tanto do PT como também de outros partidos com a mesma agenda do PT), por acaso não está lançando tropeços contra o próprio povo de Deus?

O apóstolo Pedro também disse algo pertinente em relação a isso:

"Os quais, deixando o caminho direito, erraram seguindo o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça" (2 Pedro 2:15)

E o que dizer de Judas, que, por míseras 30 moedas de prata, traiu o Senhor Jesus? Será que Malafaia não está agindo da mesma forma ao apoiar políticos corruptos em troca de ajuda para o seu programa (ou qualquer outro tipo de favorecimento)?

Eu ainda perguntaria ao nobre pastor: será que ele já viu, em alguma página da Bíblia, Jesus e Satanás sendo amigos (ou Jesus fazendo acordo com Satanás)?

Talvez ele esteja esquecido do que a Bíblia ensina sobre a postura de um verdadeiro cristão:

"Seja, porém, a vossa palavra: Sim, sim; Não, não; porque o que passar disto é de procedência maligna" (Mateus 5:37)

"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou amará a um e odiará o outro, ou há de se dedicar a um e desprezar o outro" (Mateus 6:24)

"Nem todo aquele que diz: Senhor! Senhor! entrará no Reino dos Céus, mas somente aquele que faz a vontade do Meu Pai que está nos Céus. Muitos, naquele dia, hão de Me dizer: Senhor, não profetizamos em Teu nome? E não expulsamos demônios em Teu nome? E não fizemos obras grandiosas em Teu nome? Porém, Eu lhes confessarei: Nunca vos conheci. Apartai-vos de Mim, vós que praticais a iniqüidade" (Mateus 7:21–23)

"Quem não é por Mim, é contra Mim; e quem Comigo não ajunta, espalha" (Mateus 12:30)

"Não podeis beber do cálice do Senhor e do cálice dos demônios; não podeis participar da mesa do Senhor e da mesa dos demônios" (1 Coríntios 10:21)

"Não vos coloqueis num jugo desigual com os incrédulos. Pois, que sociedade a justiça tem com a injustiça? E que união pode haver da luz com as trevas? E que aliança há entre Cristo e o maligno? E que parte tem o fiel com o infiel? E que concordância existe do templo de Deus com os ídolos? Pois vós sois o templo do Deus vivente; como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e Eu serei o seu Deus, e eles serão o Meu povo. Pelo que saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; E não toqueis em nada imundo, e Eu vos receberei; E Eu serei para vós Pai, e vós sereis para Mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo–Poderoso" (2 Coríntios 6:14–18)

"Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado" (Tiago 4:17)

Diante do que a Palavra de Deus ensina, não há o que discutir: ou você serve a Deus, ou você serve ao diabo (não existe meio–termo)!

Será que o pastor Silas Malafaia ainda está lembrado disso?

Anônimo disse...

O pior é que a imprensa falou a semana inteira em horário nobre anunciando como mais um caso de homofobia. Agora que se descobriu a carta de despedida e as mensagens no diário do jovem, que anunciava para esse dia seu suicídio, só vi uma noticiazinha bem discreta no site da Globo. Fantástico, Jornal Nacional e outros, nada.
Mas ainda assim, o pouco que se divulga a gente vê como o povo tem cada vez sentido mais nojo desse ativismo gay. Se olhar os comentários no site da Globo, 99% dos comentários são de revolta contra o movimento gay, Globo, Maria do Rosário, Jean Willis, etc; É só conferir:
http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2014/01/familia-de-jovem-gay-diz-que-esta-convencida-sobre-suicidio.html

reisnews disse...

QUANDO SE FALAR EM MARIA DO ROSÁRIO, CHAMA O DEP. JAIR BOLSSONARO, FOI O ÚNICO ATÉ AGORA QUE POIS ESSA IRRESPONSÁVEL NO LUGAR QUE ELA MERECE....CHAME JAIR BOLSSONARO....

Jarbas disse...

Reisnews,

Tem um vídeo no Youtube onde o deputado Jair Bolsonaro chama essa ministra de vagabunda. Confira aqui:

http://www.youtube.com/watch?v=orYBroDG7Mo

Vagabunda ainda é pouco pra o que essa mulher realmente é!

Alexandre Gonçalves disse...

PARA MIM O PASTOR SILAS PERDEU O CRÉDITO. ELE APOIOU O PREFEITO EDUARDO PAES E AGORA APOIA LINDBERG FARIAS. TODOS NO RIO SABEM QUE EDUARDO PAES É GAYZISTA SENDO RESPONSAVEL POR FAZER UM FILME DE APOLOGIA AO HOMOSEXUALISMO COMO PROPAGANDA INTERNACIONAL DE TURISMO GAY. E O LINDBERG É DO PT, PRECISO DIZER MAIS ALGUMA COISA?

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Respondendo ao Alexandre Gonçalves,

Torno a repetir, mais uma vez, o comentário que eu já fiz num artigo semelhante a este: lembro que o pastor Silas Malafaia disse, uma certa vez, que vota em pessoas (e não em partidos). Quem me garante que a pessoa pertencente a um determinado partido vai pensar (ou agir) diferente do que esse mesmo partido estabelece em suas diretrizes, estatutos, ou resoluções? Só aí já vemos a primeira incoerência.

Silas Malafaia pode até ser um excelente defensor dos valores da família; mas, politicamente falando, só age por conveniência, ou melhor, só apóia quem lhe favorece de algum modo. O que podemos esperar de bom de quem age assim (somente visando os seus próprios interesses, ou os interesses de certos grupos)? E onde fica o compromisso com a obediência à Palavra de Deus (e com o Reino de Deus) ao final das contas?

Eu diria mais: o que realmente está faltando no meio do povo evangélico (inclusive certos líderes, como Silas Malafaia) é um verdadeiro compromisso com obediência total e irrestrita à Palavra de Deus, e a mesma coragem de um Elias ou um João Batista para falar, em alto e bom som (e de forma bem direta), certas verdades que muitos estão precisando ouvir!

Se Silas Malafaia seguisse à risca o que ele mesmo diz (que vota em pessoas e não em partidos), ele teria que ter uma postura bem firme para dizer com todas as letras: "Não vou apoiar pessoas que defendem o aborto. Não vou fazer campanha para pessoas que agem contra a Palavra de Deus. Não vou votar em pessoas que são a favor do homossexualismo. Não vou ser cúmplice do pecado. Não me importo em perder o meu programa de televisão. É melhor eu ficar em paz com a minha consciência do que pecar contra Deus". Eu pergunto: quantos, que se dizem servos de Deus, teriam coragem para agir assim?

Se Elias e João Batista estivessem vivos, com certeza eles estariam muito decepcionados com a atuação dos servos de Deus nos dias de hoje! E eu não quero nem imaginar o que o apóstolo Paulo (e, principalmente, Jesus) estão sentindo diante disso tudo!

Muitos que se dizem cristãos (mas que estão sendo cúmplices do pecado, ao dar apoio a certos políticos corruptos) precisam se lembrar deste aviso:

"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)

Será que muitos que se dizem servos de Deus (como Silas Malafaia, e outros que pensam e agem igual) ainda estão cientes disso?

Deixo esta pergunta no ar para alguém daqui responder na primeira oportunidade!

Anônimo disse...

Cuidado com as ciladas do pr. Silas. O sujeito deve estar possuido, pois, com uma mao aponta para os que trabalham para satanas, e, com a outra, abraca os filhos dele, via candidatos do Partidao das Trevas.

Antonio.

Everaldo disse...

Respondendo ao Antônio,

Amigo Antônio,

Não sei se você vai concordar comigo, mas eu vejo assim: o político evangélico perfeito, na concepção do "politicamente correto" do nosso governo e dos homossexuais, é aquele que tem (exteriormente) o rótulo de cristão, mas que aceita a agenda política do governo (leia-se tolerância à imoralidade promovida pelo mesmo governo).

Eu diria que boa parte da nossa atual bancada evangélica também se enquadra na "politica cristã perfeita". Explicando: não estou dizendo que alguns dos políticos dessa mesma bancada são a favor de toda essa podridão do governo, mas só o fato de terem ajudado a colocar este mesmo governo no poder já faz com que se tornem iguais aos "políticos cristãos perfeitos" de quem o governo quer ter o apoio. Em outras palavras: são cúmplices (ainda que indiretamente).

Silas Malafaia, apesar de defender a família e os bons princípios, ajudou a eleger este governo corrupto do PT (fazendo campanha para Lula, e também apoiando Dilma e outros políticos esquerdistas). Como alguém pode ser contra o mal, e, ao mesmo tempo, colaborar com o mesmo mal? Não é uma incoerência?

Talvez o pastor Silas Malafaia esteja esquecido do que disse o apóstolo Paulo:

"Porque se torno a edificar aquilo que destruí, constituo a mim mesmo transgressor" (Gálatas 2:18)

Traduzindo este texto do apóstolo Paulo para a linguagem atual, seria mais ou menos assim: se eu (político evangélico) colaboro para colocar novamente no poder um governo demoníaco (o qual eu tenho obrigação de combater), eu estou agindo contra os princípios cristãos que eu defendo.

Será que muitos dos políticos da bancada evangélica (e alguns líderes evangélicos, como Silas Malafaia), alguma vez, já pararam para pensar nisso antes de colocar um governo esquerdista no poder (tanto do PT como de outros partidos com a mesma agenda política)?

Anônimo disse...

Everaldo, a coisa tah feia. Num dos artigos do J.Severo, em foto tirada por ocasiao das eleicoes presidenciais, aparece o Senador Magno junto aa malta eskerdista, , dando salto de alegria pela eleicao da impia, ora "presidenta". E, ele tem a maior satisfacao em fazer parte da "base aliada". Noutras palavras, trabalha para satanas .
Outro, o incrivel Senador Marcelo, ha pouco tempo pronunciou discurso no Congresso louvando a existencia do... K O M U N I S M O.

Antonio.

José Silva disse...

Jarbas,

Eu vi o vídeo em que o deputado Jair Bolsonaro chama a Maria do Rosário de vagabunda.
Sinceramente eu achei que o deputado Bolsonaro ao comparar as vagabundas a Maria do Rosário pegou pesado. Se eu fosse do sindicato das vagabundas meteria um processo nas costas do deputado por uma ofensa tão grave assim.

Anônimo disse...

José Silva, acho que as vagabundas têm mais dignidade do que a Maria do Rosário... rsrsrsrs