9 de janeiro de 2014

Mundo gossip: A proliferação de calúnias virtuais de evangélicos sobre evangélicos


Mundo gossip: A proliferação de calúnias virtuais de evangélicos sobre evangélicos

Comentário de Julio Severo: O artigo de hoje, muito oportuno, vem do Gospel Prime. É sobre estórias inventadas acerca da vida dos outros. No passado, os fofoqueiros de igrejas eram limitados em sua sede e fome de difamação, pois não havia meios de comunicação para lhes dar espaço. Mas com a internet, alguns dessa espécie começaram a proliferar em blogs e sites para fazer em grande escala o que um mexeriqueiro do passado fazia em pequena medida. Talvez alguns deles até tenham algumas informações certas, mas seu propósito é cumprir a missão do “diabo” — palavra que no original grego da Bíblia significa “difamador.”
O universo online evangélico, especialmente sua blogosfera, está infestado de difamações e difamadores. Uma boa explicação sobre a missão do difamador encontra-se no subtítulo “Apologetas do mundo gossip” do artigo “O herético neo-panteísta e seus fãs apologéticos.” Gossip (para diferenciar de gospel) é uma palavra em inglês que significa “fofoca” e “mexerico” e, em sentido jornalístico, significa “informação de caráter pessoal e privado sobre nomes conhecidos do público, veiculada, principalmente”, em tabloides. O adepto do gossip é, de acordo com os dicionários, “uma pessoa que tem o hábito de transmitir informações escandalosas, sensacionalistas e muitas vezes inexatas da vida privada dos outros”.
Se a palavra “diabo” de fato significa “difamador” ou “caluniador,” então tragicamente o universo virtual evangélicos está cheio de “diabos.”
Qual é a intenção deles? Num dos casos, um famoso pastor do Brasil precisou pagar uma elevada grana para que um desses sites evangélicos de fofoca não revelasse ao público as informações pessoais dele. Funcionou! Embora esse site que se diz evangélico faça mexericos de muitos pastores, o pastor que pagou está hoje isento de ataques.
Alguns deles podem ter optado por esse caminho como meio de ganhar a vida. Falar mal de pastores pode, se o escândalo for verdadeiro em algum ponto, render uma boa grana para o difamador. Mas esse não é o caminho nem o espírito do Evangelho. Uma propina pode livrar momentaneamente a vítima da língua do difamador, mas ambos um dia terão de prestar contas diante de Deus, que não aceita subornos de ninguém. E a Palavra de Deus tem orientações específicas sobre os difamadores, inclusive os que vivem de subornos:
“Não sabeis que os injustos não herdarão o Reino de Deus? Não vos deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem os que se entregam a práticas homossexuais de qualquer espécie, nem ladrões, nem avarentos, nem viciados em álcool ou outras drogas, nem CALUNIADORES, nem ESTELIONATÁRIOS herdarão o Reino de Deus.” (1 Coríntios 6:9-10 KJA)
Parabéns ao Gospel Prime por essa oportuna matéria, que reproduzo na íntegra abaixo:

Notícias inventadas sobre evangélicos se multiplicam na internet

Notícias de sites de humor sobre pastores e evangélicos são encaradas como verdades.

Jarbas Aragão
Os evangélicos em muitos lugares do Brasil são chamados de crentes, mas isso não significa que creem em tudo que leem. Infelizmente, devido ao grande número de notícias bizarras e vergonhosas envolvendo pastores e igrejas, as pessoas já se acostumaram a ver esse tipo de coisa.
De tempos em tempos surgem matérias falsas, que são reproduzidas em sites e blogs, alguns deles até de conteúdo evangélico. Infelizmente, a maioria dos donos dessas páginas não se dá ao trabalho de investigar se a notícia procede, qual a fonte, etc.
Em tempos como os nossos, onde as redes sociais e o e-mail acabam divulgando ideias a uma velocidade impressionante, não é difícil verificar o grande número de bobagens que são repassadas toso os dias como se fossem autênticas. Sejam textos e frases atribuídos a autores que não os escreveram, sejam imagens tão bem manipuladas que parecem verdadeiras, sejam vídeos com os mais variados devaneios, tudo é “consumido e digerido” pela sociedade.
Mas quando essas falsas notícias usam o nome de pastores e/ou igrejas, podem causar muito constrangimento. Pior ainda quando são repassadas pelos próprios evangélicos.
Nesta semana, assessoria do pastor e deputado Marco Feliciano iniciou uma campanha para denunciar e tirar do ar postagens feitas no Facebook com textos falsos.  São acusações sobre ele que não procedem e ainda causam constrangimento.
A principal talvez seja uma mensagem que tem como título “Pastora Suzane Richthofen Nomeada presidente da Comissão de Seguridade Social e Família”.  Há alguns meses atrás, o Fantástico noticiou a conversão de Suzane e a chamou de pastora.
Porém, em momento algum ela foi solta da cadeia onde cumpre pena, não é filiada ao PSC, partido de Feliciano, tampouco foi nomeada para um cargo que só poderia ser ocupado por um político eleito. Ou seja, sem qualquer comprovação, a “notícia” circulou por e-mail e foi postada por milhares de pessoas no Facebook. A postagem original tem cerca de 40 mil compartilhamentos.
Trata-se, obviamente do que na internet se chama de hoax, uma informação falsa, que geralmente é considerada “piada”.
Outro exemplo disso é a matéria “Pastor que dizia ter “membro abençoado” é preso no interior de Goiás”. Trata-se de uma invenção do site de humor “Jesus Manero”, especializado em macular a imagem de Jesus. Ao citar um suposto pastor chamado Valdecir Picanto Sobrinho, relatava que ele foi preso no interior de Aporé, interior de Goiás, sob a acusação de que abuso sexual de mulheres da cidade.
A repercussão foi tão grande que a Prefeitura de Aporé, decidiu fazer uma nota oficial de esclarecimento, alertando que a notícia era mentira. “É tudo falso, fantasioso e originário de mente desocupada”, afirma em seu site.
Esta semana, surgiu outra notícia do gênero. O site de humor Bobagento (o nome é uma dica do conteúdo) publicou uma reportagem falsa com o título “Pastor aconselha jovens a fazerem sexo oral para preservar a castidade”.
Novamente os fatos e os nomes das pessoas são inventados. Mesmo assim, uma busca no Google indica que foi reproduzida por mais de 20 sites, incluindo o de uma rádio FM, o que pode indicar que foi lido no ar como notícia verídica.
Algumas vezes, esse tipo de postagem tem uma conotação até inocente, como o caso da notícia sobre o pastor Jeremiah Steepek que pregou vestido de mendigo em uma igreja. Contudo, era novamente uma história falsa. Mesmo sendo uma bela ilustração, não procedia, mas foi compartilhada milhares de vezes e aplaudida.
Levando tudo isso em conta, a questão que se apresenta é simples. Podemos acreditar (e compartilhar) tudo que lemos hoje em dia? Claro que não. Ao se deparar com esse tipo de situação restam dois caminhos:
Uma rápida observação se há indícios da fonte original. Se não houver, desconfie. Depois, uma breve pesquisa numa ferramenta de busca deve ajudar a esclarecer os fatos.
A segunda opção, e que parece ser mais comum, é simplesmente ajudar a espalhar, sem se preocupar se é ou não verdade e se está (ou não) ferindo a imagem de alguém, seja de uma pessoa ou dos evangélicos em geral.
O portal Gospel Prime tem um compromisso com a verdade, por isso não publicamos nenhuma matéria sem nos certificarmos antes. Mesmo assim, muitas vezes recebemos “dicas” de leitores para esse tipo de hoax.
Não estamos isentos de falharmos, mas como cristãos acreditamos que não devemos perpetuar uma mentira. Não importa o quão “engraçada” ou “insignificante” ela possa parecer. Afinal de contas “dar falso testemunho”, além de estar previsto no artigo 342 do Código Penal também é proibido por um dos 10 mandamentos.
Fonte: Gospel Prime
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:

27 comentários:

Anônimo disse...

Eu mesma cheguei a enviar uma mensagem para o autor da mensagem sobre a Suzane Richthofen pedindo para que ele a excluísse, visto que se tratava de uma mentira, enviei também o link onde havia uma notícia onde o STJ negava o pedido para regime semi aberto de Suzane e o link da página do deputado dr. Rosinha (PT) que é o presidente da comissão citada. No entanto, essa pessoa nunca respondeu à minha mensagem e a postagem continua lá, ou seja, trata-se de pessoas más prestando serviço ao diabo e que são amantes da mentira agindo na internet para difamar aqueles que são os verdadeiros adoradores de cristo.

Leony disse...

Muito boa a matéria. Me senti um pouco culpado com relação a algumas coisas que tenho conversado com algumas peossas sobre alguns pastores da atualidade. Eu inclusive tenho pensado muito a respeito de muita coisa que eu tenho visto e reproduzido sobre alguns homens (valdemiro, R.R soares, bispo macedo, silas malafaia, marco feliciano, dentre outros).

Com relação a notícias é realmente preciso ficar alerta, mas com relação a conduta e a doutrina que estão expressas de forma clara de alguns ''homens de Deus'' temos a palavra como parâmetro que nos permita saber se o profeta é de Deus ou não. Não há problema nenhum em pegar a palavra e comparar com a atitude e com o que é dito por muitos como sendo algo de Deus. Os crentes de bereia fizeram isso com Paulo, pra saber se ele estava correto no que dizia.

Tão errado quanto reproduzir uma notícia duvidosa é não passar o que é visto e ouvido pela ''peneira'' da Palavra, em termos de conduta e doutrina.

Por exemplo, a alguns meses atrás acessava assiduamente um site chamado Genizah (inclusive até mencionado aqui várias vezes) que é um divulgador de notícias de apostasia. Não tinha como eu saber a intenção do coração do cara que é dono do site: não dava pra saber se a divulgação destas noticias de apostasia era com o intuito de edificar o povo de Deus, tornando-nos cientes de heresias que estão acontecendo ou se tinha algum outro intuito.

Com o tempo, passei a prestar atenção no teor das palavras usadas pelo autor nas postagens e nas repostas dos usuários (palavras até pesadas, de baixo calão) que para mim, não refletem uma pessoa quem tem os frutos do espírito. Também prestei atenção no conteúdo de algumas postagens que deixavam claro a visão bíblica que eles tem sobre muitos assuntos. A minha orelha começou a ficar em pé quando percebi umas postagens relacionadas ao papa francisco, falando bem dele. Pra mim, isso tem cara de sincretismo religioso. A partir daí pude duvidar da intenção em estar divulgando tanta coisa contra o mundo evangélico, sem falar de outras postagens que falam bem de coisas ditas pelo Caio Fábio.

De qualquer forma, cada um vai dar conta de sí no dia do juízo. Tenho tentado me acustumar a fazer uma coisa que talvez seja melhor e que possa realmente resolver o problema de muitos apóstatas da atualidade: orar por eles.

ÉLQUISSON disse...

Se muitas pessoas vivessem dentro da obediência à Palavra de Deus, jamais aceitariam como verdade as inúmeras mentiras inventadas pelo diabo (e pelos seus escravos). A respeito do diabo, Jesus afirmou com autoridade:

"Quando ele (o diabo) mente, fala só do que lhe é próprio; pois é um mentiroso e o pai da mentira" (João 8:44, o parêntese é meu)

O apóstolo Paulo também disse algo pertinente em relação a isso:

"Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade" (2 Coríntios 13:8)

Infelizmente, há muitos que se dizem cristãos que adoram escarnecer dos servos de Deus. Na verdade, esses escarnecedores são escravos do diabo. Dizem ser cristãos, mas estão a serviço do diabo.

Muitos desses escarnecedores que se dizem cristãos deveriam se lembrar das palavras do salmista:

"Bem–aventurado é o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, e não se assenta na roda dos escarnecedores. Antes o seu prazer está na lei do Senhor; e nela medita dia e noite" (Salmo 1:1–2)

Vejamos como este texto retrata fielmente a postura de certos elementos fofoqueiros que se dizem cristãos:

– Quem dá ouvidos aos que gostam de falar mal do irmão Júlio Severo (e de outros cristãos) está andando segundo o conselho dos ímpios;

– Quem se omite da sua obrigação de defender os cristãos de toda e qualquer afronta do diabo e de seus escravos está se detendo no caminho dos pecadores;

– Quem é cúmplice de inúmeros ataques aos cristãos (e dá apoio aos que promovem tais ataques) está se assentando na roda dos escarnecedores.

Será que esta minha análise está certa?

Usando um tom carregado, eu diria o seguinte: pior do que se ajuntar a um ímpio é estar com aqueles que se dizem cristãos (mas que agem pior até do que os piores ímpios). O apóstolo Paulo escreveu algo muito apropriado neste sentido:

"Já vos adverti por carta para que não vos associeis com aqueles que se prostituem; isso não dizer absolutamente com os devassos, nem com os avarentos, os roubadores, ou os idólatras; pois assim seria necessário para vós sair do mundo. Mas agora eu vos escrevo para que não vos associeis com aquele que, se dizendo irmão, for devasso, avarento, idólatra, maldizente, beberrão, ou roubador; com o tal, nem comais. Pois que tenho eu em julgar aqueles que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro? Mas Deus julga os de fora. Tirai, portanto, de dentro de vós esse iníquo" (1 Coríntios 5:9–13)

Outra advertência séria neste sentido é a do apóstolo João:

"Todo aquele que prevarica e não persevera na doutrina de Cristo não tem a Deus; quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto o Pai quanto o Filho. Se alguém vem ter convosco e não traz esta doutrina, não o recebais em casa e nem tampouco o saudeis. Porque aquele que o saúda tem parte nas suas obras más" (2 João 1:9–11)

Alguém concorda comigo?

Leony disse...

Bem verdade mesmo o que foi dito aqui. Eu realmente tenho que melhhorar no criterio de seleção e divulgação de algumas informações. Vlw pelo artigo, Júlio^^

Anônimo disse...

Irmao Julio Severo, envia esse artigo pra lixeira gosspi do Genizah e sua turma de comunistas.

Leony disse...

Se der, deem uma olhada neste testemunho (http://www.youtube.com/watch?v=wnjblgcFVjg), que aos 40min e pouco ele fala justamente sobre isto.

(Júlio, gostaria de saber se vc tem a tradução completa daquela cartilha do governo alemão que instrui aos pais como educar sexualmente os filhos).

Verdureiro Eliel disse...

O pior não são as fofocas, mas os xingamentos. Eu fico abismado como uma pessoa que se diz evangélica pode se entregar a este comportamento desonroso. Em um fórum do FB tive o desprazer de ouvir uma pessoa que se diz evangélica me xingar como se eu fosse o sujeito mais mau carater da terra.

E pra mim Não tem nada mais desonroso que esta atitude.

Eliel disse...

Ao meu xará (o Verdureiro Eliel),

Amado irmão,

Naquele grande dia (da volta de Jesus), Ele dirá estas palavras a muitos que se dizem cristãos (mas que agem pior do muitos ímpios. Faço questão de transcrever em caixa alta as palavras de Jesus (para chamar a atenção de todos):

"NEM TODO AQUELE QUE DIZ: SENHOR! SENHOR! ENTRARÁ NO REINO DOS CÉUS, MAS SOMENTE O QUE FAZ A VONTADE DE MEU PAI QUE ESTÁ NOS CÉUS. MUITOS, NAQUELE DIA, HÃO DE ME DIZER: SENHOR, NÃO PROFETIZAMOS EM TEU NOME? E NÃO EXPULSAMOS DEMÔNIOS EM TEU NOME? E NÃO FIZEMOS OBRAS GRANDIOSAS EM TEU NOME? PORÉM, EU LHES CONFESSAREI: NUNCA VOS CONHECI. APARTAI-VOS DE MIM, VÓS QUE PRATICAIS A INIQÜIDADE" (MATEUS 7:21–23)

Finalizo minha mensagem com estes alertas do apóstolo Paulo:

"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)

"Não erreis: Deus não Se deixa escarnecer; porque tudo que o homem semear, isso ele também ceifará" (Gálatas 6:7)

Verdureiro Eliel disse...

Nada a crescentar, caro irmâo Eliel (Xará). O versiculo que postastes já é o suficiente. Abraços

Téo disse...

O comentário do Élquisson foi o que mais me chamou a atenção. E ele disse uma coisa que eu faço questão de destacar:

"...pior do que se ajuntar a um ímpio é estar com aqueles que se dizem cristãos (mas que agem pior até do que os piores ímpios)..."

Élquisson, você disse tudo. O verdadeiro cristão jamais vai se unir a ímpios (e nem tampouco a falsos cristãos). O verdadeiro cristão tem que estar sempre ao lado da verdade da Palavra de Deus. É como disse o apóstolo Paulo:

"Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade" (2 Coríntios 13:8)

Da mesma forma que Jesus nunca teve nenhuma aproximação (ou amizade) com o diabo (e também nunca fez nenhum acordo com o diabo), o verdadeiro cristão não se une a ímpios (e nem tampouco a falsos cristãos). O verdadeiro cristão segue somente uma única direção, e é firme em suas convicções. É como disse Jesus:

"Seja, porém, a vossa palavra: Sim, sim; Não, não; porque o que passar disto é de procedência maligna" (Mateus 5:37)

"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou amará a um e odiará o outro, ou há de se dedicar a um e desprezar o outro" (Mateus 6:24)

"Quem não por Mim, é contra Mim; e quem Comigo não ajunta, espalha" (Mateus 12:30)

A mesma coisa é dita pelo apóstolo Paulo:

"Não podeis beber do cálice do Senhor e do cálice dos demônios; não podeis participar da mesa do Senhor e da mesa dos demônios" (1 Coríntios 10:21)

"Não vos coloqueis num jugo desigual com os incrédulos. Pois, que sociedade a justiça tem com a injustiça? E que união pode haver da luz com as trevas? E que aliança há entre Cristo e o maligno? E que parte tem o fiel com o infiel? E que concordância existe do templo de Deus com os ídolos?" (2 Coríntios 6:14–16)

O livro de Provérbios ainda diz:

"O que justifica o ímpio, e o que condena o justo, tanto um quanto o outro são abomináveis ao Senhor" (Provérbios 17:15)

Precisa dizer mais alguma coisa?

Pastor Raimundo (Igreja do Evangelho Quadrangular) disse...

Respondendo ao Leony,

O Leony disse textualmente isto,

"...temos a palavra como parâmetro que nos permita saber se o profeta é de Deus ou não. Não há problema nenhum em pegar a palavra e comparar com a atitude e com o que é dito por muitos como sendo algo de Deus..."

Amigo Leony, quando a pessoa não vive dentro da obediência total e irrestrita à Palavra de Deus, ela se deixa influenciar por qualquer seita, heresia, falsa profecia, ou falso profeta. E aí ela se torna uma presa fácil para os enganos do diabo e dos demônios (e também de seus escravos).

Não foi sem razão que, em virtude disso, o Senhor Jesus, na Sua Palavra, alertou a todos:

"Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós disfarçados de ovelhas, mas que são, por dentro, lobos devoradores. Pelos seus frutos os conhecereis. Porventura, colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? Assim, toda árvore boa produz bons frutos; e toda árvore má produz maus frutos. Não pode a árvore boa dar maus frutos, e nem a árvore má dar frutos bons. Toda árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis" (Mateus 7:15–20)

"Porque muitos virão em Meu nome, e dirão: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos" (Mateus 24:5)

"Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas; e farão tão grandes sinais e prodígios que, se lhes fosse possível, enganariam até mesmo os escolhidos" (Mateus 24:24)

Também não podemos nos esquecer do que disse o apóstolo Paulo:

"E não vos admireis disto, já que o próprio Satanás insiste em se transformar em anjo de luz. Não é muito, portanto, que os seus ministros apareçam como ministros da justiça; e o fim deles será segundo as suas obras" (2 Coríntios 11:14–15)

"Mas o Espírito expressamente adverte que em tempos posteriores muitos apostatarão da fé, e darão ouvidos aos espíritos enganadores e às doutrinas de demônios" (1 Timóteo 4:1)

Somente a Palavra de Deus é a verdadeira e única segurança de que dispomos para combatermos todas as mentiras do diabo. E ela diz como devemos proceder para não sermos enganados:

"E vereis a diferença entre o justo e o ímpio, entre aquele que serve a Deus e aquele que não O serve" (Malaquias 3:8)

"Porém o profeta que entender de falar alguma coisa em Meu nome, que Eu não tenha mandado falar, ou falar em nome de outros deuses, esse profeta morrerá. E se disseres no teu coração: como conheceremos a palavra que o Senhor não falou? Quando o profeta falar em nome do Senhor e a mesma palavra não se cumprir, e nem assim se suceder, esta é a palavra que o Senhor não falou; com soberba a falou o tal profeta, e não tenhas temor dele" (Deuteronômio 18:20–22)

"Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade" (2 Coríntios 13:8)

"Amados, não acrediteis em todo espírito; mas antes provai se tais espíritos são de Deus, porque muitos falsos profetas têm surgido em todo o mundo" (1 João 4:1)

"Mas ainda que nós mesmos ou até um anjo do Céu vos apresente um outro evangelho diferente daquele que eu vos tenho pregado, seja anátema. Assim como já vos disse antes, agora novamente vos digo: se alguém vos anunciar um outro evangelho diferente do que já recebestes, seja anátema. Porque procuro eu o favor dos homens, ou o favor de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se ainda estivesse agradando aos homens, não seria servo de Cristo" (Gálatas 1:8–10)

"Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para vos manterdes firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque temos uma luta que não é contra a carne e o sangue, mas contra os principados, as potestades, os príncipes das trevas deste século, e as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais" (Efésios 6:11–12)

Eu pergunto: quantas pessoas e igrejas, nos dias de hoje, têm agido assim (para distinguir a mentira da verdade)?

Pba danusa disse...

Acredito que quando Jesus disse que irmão entregaria a outro irmão é o que está acontecendo em nosso meio, sei que apesar de sermos cristãos somos falhos,mas nem por isso devemos atirar pedras nas pessoas e ainda mais porque não conhecemos o coração de ninguém somente Deus. Tenho orando para que haja unidade entre nós apesar das diferenças e que apesar dos defeitos somos todos irmãos e quem julgará é somente Deus pois só Ele é juiz.

Thiago disse...

Difamação? Quem foi que durante anos disse que a PLC 122 era plano de ditadura, senhor Severo? O projeto era para SALVAR VIDAS! Pelo visto, vc endossa agressões e asssassinatos de homoafetivos. Jesus nunca ensinou ódio. Porisso o que vc tem feito só tem uma classificação: DIFAMAÇÃO.

Anônimo disse...

Hipócrita! Desde muito tempo o querido Reverendo Walter Altmann tem sido caluniado, desrespeitado e vilipendiado por este Blog infame e o proprietário agora se faz de inimigo de mexericos? Arranque de seu Blog seus agressões ao nosso reverendo, peça perdão em público e somente então saberemos que há recuparação para sua alma.

O Rev. Walter, como discípulo de Cristo, não revida mal por mal. Se o fizesse, o senhor já teria sido intimado por calúnia anos atrás.

Pastor luterano revoltado.

Guilherme disse...

TAMBEM TENHO QUEIXA CONTRA JULIO SEVERO. ACUSAR ALGUÉM DE PEDOFILIA É A PIOR DAS DIFAMAÇÕES. É CRIME. ELE FEZ ISTO COM LUIZ MOTT, NOSSO HEROI. SEU LUGAR É NA CADEIA, SEVERO. SÓ NÃO ENTENDO PORQUE LUIZ AINDA NÃO PROCESSOU VC POR CALÚNIA.

Wilton disse...

Respondendo à Pba Danusa,

Amiga Danusa,

Se dependesse somente de Deus, toda a humanidade seria salva. O problema é que o homem não quer ser salvo por Deus. Falando num tom bem direto: o homem não quer obedecer a Deus (ou melhor, não quer deixar de pecar).

Por que eu digo isso? Pelo seguinte motivo: obedecer a Deus significa renunciar ao pecado. Obedecer a Deus significa ter uma vida de sacrifícios, de obrigações a cumprir, de ser luz num mundo de trevas. Quem, hoje, aceitaria deixar de viver uma vida de pecado para viver uma vida de santidade? Eu, particularmente, não conheço nenhum pecador contumaz que deseje fazer isso.

É verdade que para Deus nada é impossível. Tanto que Ele pode transformar o mais vil pecador (até mesmo o pior blasfemador ou o ímpio mais pervertido) num grande servo Dele. A própria Bíblia diz que "a oração de um justo pode muito em seus efeitos" (Tiago 5:16). O próprio Jesus disse que "para Deus tudo é possível" (Mateus 19:26).

Só que tem um detalhe: não adianta eu orar por uma determinada pessoa se ela mesma não quiser mudar (ela própria tem que tomar a iniciativa de agir nesse sentido). Se ela não quiser mudar, isso é um direito que ela tem (até porque todos são dotados de livre arbítrio). Mas uma coisa é certa: um dia, ela estará diante de Deus para ser julgada. É como bem disse o apóstolo Paulo:

"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)

Se eu já preguei a Palavra de Deus para um pecador e, mesmo assim, ele não quis se converter, eu não posso ser culpado se ele for condenado ao inferno após a morte! A minha parte como cristão (que é alertar contra o pecado) eu já fiz. A própria Bíblia é bem clara ao dizer que Deus não tem o culpado por inocente (Êxodo 34:7). Portanto, quando esse mesmo pecador que ouviu a minha pregação e não quis se converter estiver diante de Deus para ser julgado, ele não vai poder dizer que não foi avisado!

A Bíblia diz que "um abismo chama outro abismo" (Salmo 42:7). Tal é a situação espiritual e mental de certos pecadores. Estão aprisionados pelos poderes das trevas (e também pela seu próprio egoísmo). Deste inferno aonde estão momentaneamente condenados, só poderão sair com a ajuda de Deus. Entretanto, eles teriam que ter humildade o suficiente para fazer algo muito difícil (e muito humilhante) que um orgulhoso amante de si mesmo nunca teria coragem de fazer por vontade própria: negar a si mesmo e suplicar por misericórdia da parte de Deus!

Eu pergunto: qual pecador teria coragem de tomar uma atitude dessas nos dias de hoje?

Anônimo disse...

tem uma tal de raquel elana no gospelmais que só quer saber de fazer fofocas dos pentecostais

pr Gui artista disse...

E haverá homens ,mentirosos ,caluniadores,blasfemos,mas amantes de si mesmos de que de Deus(2Tm 3,1-9)

Servo de Jesus disse...

Morrer sem salvação é a pior coisa que pode acontecer ao homem. No caso do homossexual que morre assim, é o resultado de uma escolha deliberada (ou seja, é uma escolha que foi feita por vontade própria)! Quando isso acontece, simplesmente é a confirmação de que o homem preferiu ser ímpio durante toda a sua vida aqui na Terra. O que significa ser ímpio? Ímpio é aquele que vive somente na prática do pecado e não quer se arrepender.

Não quero ser grosseiro, mas eu diria que muitos homossexuais (90% deles) são (ou querem ser) ímpios. Muitos não se importam em morrer de AIDS, contanto que façam o que querem enquanto ainda estão vivos (ou seja, querem viver eternamente na prática do pecado)! Infelizmente, eles não têm a mínima idéia do que os espera após a morte se não se arrependerem enquanto ainda há tempo! Eles ignoram esta seríssima advertência da Bíblia:

"Coisa horrível é cair nas mãos do Deus vivo" (Hebreus 10:31).

E o livro dos Salmos ainda diz:

"Os ímpios serão lançados no inferno, e todas as pessoas que se esquecem de Deus" (Salmo 9:17).

Não sei se seria exagero da minha parte eu dizer isso, mas eu acho que muitos homossexuais só se converteriam se tivessem uma visão espiritual. Explicando: se eles pudessem ver agora o mundo espiritual com os olhos carnais, talvez eles ficassem horrorizados quando vissem, neste exato momento, milhões de homossexuais ímpios queimando no inferno, chorando e suplicando por misericórdia da parte de Deus! Só talvez assim eles se convertessem!

Só que muitos deles são como Tomé: precisam ver para crer, ou melhor, só acreditam se verem com os próprios olhos. Enquanto isso não acontecer, ou melhor, enquanto eles não tiverem essa visão que eu citei anteriormente, eles nunca se converterão (esta é que é verdade)!

O que me corta o coração é pensar que, no juízo final, muitos homossexuais que morreram sem se arrepender irão ouvir Jesus dizer a todos eles:

"Apartai-vos de Mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos" (Mateus 25:41).

Se os homossexuais quiserem pagar pra ver, depois eles não vão poder dizer que não foram avisados!

Anônimo disse...

Concordo em gênero, número e grau com o que o Servo de Jesus disse!

Bill disse...

Aos defensores de pedófilos e homossexuais,

Mahmoud Ahmadinejad (o presidente do Irã) é amigo pessoal do ex–presidente Lula. Lá no Irã, os homossexuais são condenados à morte na forca! Por que os homossexuais não fizeram nenhum protesto quando Ahmadinejad esteve aqui no Brasil? Por que não o chamaram de homofóbico, fundamentalista e preconceituoso? Ficaram com medinho dele por quê?

Gostaria que algum homossexual fosse corajoso o suficiente para responder a esta pergunta!

Tião disse...

Bill,

A resposta para esta pergunta é muito simples: os homossexuais sabem que os islâmicos e muçulmanos matam os homossexuais sem misericórdia (até porque a política desses países é de tolerância zero ao homossexualismo). Em outras palavras: eles não seriam ingênuos a ponto de ofender estas pessoas!

Como, aqui no Brasil, os cristãos não agem da mesma forma violenta que os muçulmanos ou islâmicos, então os homossexuais se aproveitam da aparente "bondade" dos cristãos para ofender, ameaçar, e intimidar a todos.

Os homossexuais são assim: rugem como leões ferozes contra os que são pacíficos (no caso, os cristãos), mas se comportam como mansos cachorrinhos de madame quando sabem que não podem enfrentar alguém mais poderoso que eles (os muçulmanos e islâmicos)!

Verdureiro Eliel disse...

Eu acho, caro irmao Julio, que devemos mudar a estratégia de luta. Nós estamos lutando contra ativistas de diversas "causas", mas observando as redes sociais e como os nossos pretensos irmâos cristâos, seja católicos e evangélicos, atuam, fica dificil sustentar que o perigo é maior de fora de nossas fileiras.

Pra mim hoje o maior perigo que temos está dentro de nossas fileiras. Por qualquer divergencia e as pessoas te xingam da cabeça aos pés. Não respeitam, Não tem senso de honra. Quando eu vejo este tipo de atitude me lembro que quando os cruzados chegaram nas terras de Israel para reconquistá-las, os muculmanos não os temiam por causa do poderio bélico ou pelo número, mas porque estes guerreiros eram capazes de apertar as mãos dos inimigos, antes de sacarem a espada e lutarem. Eles eram temidos pela nobreza. Mas hoje os sujeitos xingam tua mâe de prostituta com a mesma facilidade com que rezam o terço ou oram com "unçâo" na igreja evangélica.

Eu já lutei demais e cheguei à conclusâo que a luta é inútil tal o desrespeito entre nós mesmos.

Fiszpan Porcel disse...

Não é à toa que Essa Terra vai pegar fogo! Aliás, já tá pegando! QUARENTA GRAUS NO RJ ! Ora Vem Senhor Jesus! Pra tirar a gente daqui e tacar uma SARAIVADA no Reino do Anticristo! So' assim...

Anônimo disse...

Agora mesmo mais uma noticia falsa partida do Noticias Gospel, se espalhou pela internet através do Yahoo:
http://br.noticias.yahoo.com/blogs/vi-na-internet/pastor-evang%C3%A9lico-tenta-imitar-jesus-e-andar-sobre-020016372.html
Mas a notícia é falsa:
http://boatos.org/religiao/mentira-pastor-morre-ao-tentar-andar-sobre-aguas-e-imitar-jesus.html
Triste é saber que foi um site evangélico que, de maneira imprudente, trouxe a tona a falsa noticia.
http://noticias.gospelmais.com.br/pastor-imitar-jesus-sobre-aguas-morre-afogado-praia-63929.html

ELISEU disse...

Respondendo ao Verdureiro Eliel,

Amado irmão,

O Senhor Jesus, na Sua Palavra, disse precisamente isto:

"Todo reino dividido contra si próprio é devastado; e toda casa ou cidade, dividida contra ela mesma, não subsistirá" (Mateus 12:25)

Se começa a haver discussões e divergências entre os cristãos, estes irão se dividir (e, conseqüentemente, enfraquecer). E este é exatamente o objetivo do diabo: dividir para enfraquecer (e, posteriormente, destruir).

O que é preciso saber é se muitos que se dizem cristãos são cristãos autênticos, ou se são falsos cristãos. Foi justamente para alertar contra os falsos cristãos (e os falsos profetas) que o apóstolo Paulo advertiu:

"E não vos admireis disto, já que o próprio Satanás insiste em se transformar em anjo de luz. Não é muito, portanto, que os seus ministros apareçam como ministros da justiça; e o fim deles será segundo as suas obras" (2 Coríntios 11:14–15)

E o apóstolo ainda alerta sobre os falsos cristãos que estão se infiltrando dentro das igrejas:

"Já vos adverti por carta para que não vos associeis com aqueles que se prostituem; isso não dizer absolutamente com os devassos, nem com os avarentos, os roubadores, ou os idólatras; pois assim seria necessário para vós sair do mundo. Mas agora eu vos escrevo para que não vos associeis com aquele que, se dizendo irmão, for devasso, avarento, idólatra, maldizente, beberrão, ou roubador; com o tal, nem comais. Pois que tenho eu em julgar aqueles que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro? Mas Deus julga os de fora. Tirai, portanto, de dentro de vós esse iníquo" (1 Coríntios 5:9–13)

Outra advertência séria neste sentido é a do apóstolo João:

"Todo aquele que prevarica e não persevera na doutrina de Cristo não tem a Deus; quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto o Pai quanto o Filho. Se alguém vem ter convosco e não traz esta doutrina, não o recebais em casa e nem tampouco o saudeis. Porque aquele que o saúda tem parte nas suas obras más" (2 João 1:9–11)

Creio que estas recomendações são mais do que úteis para mantermos a igreja pura (sem a contaminação por parte dos falsos cristãos).

Será que eu estou certo?

rondonerondon disse...

UM FATO