22 de janeiro de 2014

C-FAM Lança Mostra Mundial de Apoio à Santa Sé na ONU


C-FAM Lança Mostra Mundial de Apoio à Santa Sé na ONU

Declaração de Austin Ruse
Comentário de Julio Severo: O propósito deste artigo no Blog Julio Severo não é dar apoio ao Vaticano nas questões das doutrinas católicas. Tenho várias discordâncias com essas doutrinas, e também com as posturas do Vaticano sobre Israel. Mas a questão aqui é outra. A entidade esquerdista “Católicas” pela Escolha, que defende o aborto e a homossexualidade, quer o Vaticano fora da ONU para que a agenda de aborto e homossexualidade avance mais tranquilamente na ONU. Preciso nesse aspecto dar todo o apoio ao Vaticano. Para vergonha dos evangélicos, não há nenhum grande entidade evangélica na ONU defendendo a família. Pelo contrário, as grandes entidades evangélicas, como o Conselho Mundial de Igrejas, estão em apostasia. Portanto, todos precisamos dar apoio ao Vaticano. O que estamos fazendo pelo Vaticano neste momento é a mesma coisa que faríamos pela Rússia, que pode ter muitos problemas, mas na questão específica do aborto e homossexualidade, está avançando numa direção pró-família. Nessa importante direção, tanto o Vaticano quanto a Rússia merecem todo o nosso apoio. Por isso, assine agora mesmo seu apoio à Santa Sè na ONU aqui: www.defendtheholysee.org
WASHINGTON DC, EUA, 17 de janeiro (C-FAM) Hoje o C-FAM anuncia uma campanha renovada para mostrar apoio à Santa Sé na ONU.
Por que isso é necessário?
Nesta semana passada, o comitê de direitos humanos da ONU em Genebra interrogou severamente os representantes da Santa Sé sobre como o Vaticano deve responder ao abuso sexual no mundo inteiro. Os inimigos da Igreja Católica instigaram o comitê.
Meses atrás o grupo que se chama “Católicas” pela Escolha lançou uma campanha mundial para expulsar a Santa Sé da Assembleia Geral.
Pelo menos um delegado da ONU é muitas vezes ouvido depreciando a Santa Sé e perguntando como é que a Santa Sé está realmente em negociações governamentais.
De tempos em tempos se torna necessário que pessoas comuns mostrem seu apoio à Santa Sé na ONU. Esse momento chegou de novo.
O que acontecerá se a Santa Sé for expulsa da Assembleia Geral, algo que nossos inimigos não têm chance de fazer?
A Santa Sé é a consciência da ONU. É a única delegação que não tem considerações políticas no modo como negociam. Negociam puramente a partir de princípios prioritários.
A Santa Sé não pode ser pressionada por agências como o Fundo de População da ONU (FNUAP) que regularmente ameaça delegados com demissões por não serem suficientemente pró-aborto e que também ameaça países com a perda de financiamentos.
A Santa Sé não pode ser pressionada por países europeus que fazem contribuições e que ameaçam os países pobres com a perda de financiamentos por não serem pró-aborto, ou pró-gênero, ou pró-gay.
O que isso significa é que a Santa Sé é uma constante defensora da vida, fé e família na ONU. Os governos olham para a Santa Sé em busca de liderança nessas questões. Aliás, se por algum motivo a Santa Sé silenciar numa questão, os outros governos não podem falar.
É por isso que “Católicas” pela Escolha e outros grupos malignos querem ou expulsar a Santa Sé da Assembleia Geral ou silenciá-la por meio de intimidações. O silêncio equivale à própria morte.
É por isso que estamos pedindo que todas as pessoas e organizações de boa vontade assinem a Declaração de Apoio à Santa Sé.
Preparada pelo Prof. Robert George da Universidade de Princeton e William Saunders de Americanos Unidos pela Vida, a Declaração primeiramente ajuntou mais de 4.000 assinaturas de grupos mais de uma década atrás quando essas campanhas começaram.
Os assinantes da Declaração incluíam os maiores grupos protestantes e até os maiores grupos muçulmanos do mundo. O documento é para todos os homens e mulheres de boa vontade que compreendem o papel vital que a Santa Sé desempenha na ONU.
Reabrimos a Declaração para que grupos assinem e pela primeira vez, a abrimos para que pessoas assinem.
Incentivo você nos termos mais fortes possíveis a ler a Declaração de Apoio à Santa Sé em www.defendtheholysee.org e a assine.
Além disso, incentivo você também a começar sua própria campanha para ajudar pessoas e grupos a assinarem. Realize campanhas em sua cidade e em seu país. Precisamos inundar nossos oponentes com apoio à Santa Sé, o único constante defensor da vida na ONU.
Apresentaremos os signatários à Santa Sé em Nova Iorque, Genebra e Roma em algum tempo no final deste ano.
Apresentaremos também os signatários à ONU. Faremos com que “Católicas” pela Escolha saibam que somos mais fortes, bem mais fortes do que elas e todos os que querem impor matança de crianças no mundo.
Tradução: Julio Severo
Fonte: Friday Fax
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:
Estados Unidos planejam entregar lugares santos de Jerusalém ao Vaticano

Um comentário :

Apologista disse...

Vejo como fortalecimento para hegemonia da Nova Ordem Mundial que tem objetivo a uma religião pluralista, e o vaticano se aliando na mesma ideologia da ONU, a nova ordem mundial se completa.
ROMA, 28 ABR (ANSA) - Os Estados Unidos têm interesse em ser um aliado do Vaticano, segundo documentos revelados pelo site WikiLeaks e antecipados hoje pela revista italiana L'Espresso.
http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/ansa/2011/04/28/eua-tem-interesse-em-manter-relacoes-com-vaticano-diz-wikileaks.jhtm
O Papa como jesuíta já esta rodeado de teólogos da libertação com a teologia da libertação
ROMA, 26 Set. 13 / 10:32 am (ACI/EWTN Noticias).- O Cardeal Oscar Rodríguez Maradiaga, coordenador do grupo de oito cardeais conselheiros do Papa Francisco, prepara junto com os seus companheiros um documento com centenas de páginas que conduzirão a Cúria Romana para “algo muito interessante”.

Em uma entrevista concedida ao Grupo ACI em 20 de setembro na Sala Pio X do Vaticano, o Cardeal Rodríguez Maradiaga assegurou que “há bastante convergência nas linhas e acredito que vão conduzir para algo muito interessante”.
O Cardeal hondurenho assinalou que ainda não pode precisar estas mudanças, e que se definirão a partir da primeira reunião que o grupo mantenha com o Papa Francisco no Vaticano no próximo dia 1º de outubro.
No dia 13 de abril deste ano, um mês depois do início do seu pontificado e de acordo com a sua intervenção nas Congregações Gerais prévias ao Conclave, o Papa Francisco nomeou o Cardeal Rodríguez Maradiaga como coordenador da comissão de Cardeais para aconselhá-lo no governo da Igreja e estudar um projeto que revise a Constituição Apostólica Pastor Bonus, referida à Cúria Vaticana.
Fontes http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,AA1541638-5598,00-CARDEAL+ACEITA+CONTRIBUICAO+DE+TEOLOGIA+DA+LIBERTACAO.html
http://www.acidigital.com/noticia.php?id=25792
http://fratresinunum.com/2013/09/26/o-fator-maradiaga/
A hegemonia de esquerda esta tão forte no mundo e com aproximação com o vaticano. É sinal de que o Senhor Jesus está voltando.
O joio e o trigo cresceram e estão muito perto um de outro, que só quem tem poder de resolver é o próprio Senhor Jesus em vinda. Anelemos e permanecemos firmes. porque o mundo esta embriagado pela libertinagem promovida pela maçonaria illuminatis, Bildeberg etc. O Rei Jesus esta voltando, perseveremos até o fim. A embriaguez e a prostituição diante da Palavra de Deus esta muito grande.