29 de janeiro de 2014

Ator do famoso cowboy do cigarro Marlboro morre de enfermidade pulmonar


Ator do famoso cowboy do cigarro Marlboro morre de enfermidade pulmonar

Ele é o quinto ator da Marlboro a morrer de problema pulmonar

Sophie Jane Evans e Helen Pow
Outro ator que fazia o papel de cowboy nos anúncios comerciais do cigarro Marlboro morreu de uma enfermidade ligada ao fumo.
Eric Lawson, que fazia o papel do famoso cowboy fumante durante o final da década de 1970, morreu com 72 anos de insuficiência respiratória no começo deste mês.
Lawson parece ser o quinto ator ou modelo que promovia os cigarros da marca Marlboro a morrer de algum tipo de enfermidade pulmonar.
Outros incluem David Millar, o Marlboro Man da década de 1950, que morreu de enfisema pulmonar em 1987, e David McLean, que morreu de câncer pulmonar em 1995.
Outro que promovia a marca, Wayne McLaren, morreu antes de completar 52 anos em 1992 e Dick Hammer morreu de câncer do pulmão em 1999, aos 69 anos.
Lawson sucumbiu à doença em casa na cidade de San Luis Obispo, na Califórnia, em 10 de janeiro, de acordo com sua esposa, Susan Lawson.
Lawson, que fumava desde a idade de 14, fez o papel do cowboy fumante nos comerciais da Marlboro de 1978 a 1981.
A famosa figura do cowboy, usada de 1954 a 1999, era mostrada num ambiente da natureza com apenas um cigarro.
Durante sua carreira, Lawson também apareceu em seriados de sucesso na TV dos EUA, tais como Baretta e The Streets of San Francisco. Ele atuou também em As Panteras, Dinastia e SOS Malibu.
Mais tarde, ele apareceu num comercial contra o cigarro que parodiava o cowboy fumante da Marlboro, e num seguimento de Entertainment Tonight que debateu os efeitos negativos de fumar.
A sra. Lawson disse que seu marido sentia orgulho da entrevista, muito embora fumasse na época e continuasse com seu vício até ser diagnosticado com a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), que causou a insuficiência respiratória fatal.
A DPOC é o nome de um conjunto de doenças pulmonares, inclusive bronquite crônica, enfisema e enfermidade pulmonar obstrutiva crônica.
As pessoas que fumam muito, ou fumaram por muito tempo, têm mais probabilidade de desenvolver essa doença.
“Ele sabia que ele estava dominado pelo cigarro,” disse a sra. Lawson. “Ele sabia, mas assim mesmo não conseguia parar.”
Além de sua esposa, Lawson deixou seis filhos, 18 netos e 11 bisnetos.
Leitura recomendada:

6 comentários :

Anônimo disse...

O mundo e seu engano e suas ilusoes.

Anônimo disse...

Na epoca ele era "o homem de marlboro". Hj eh o cadaver do marlboro.

Antonio.

Anônimo disse...

Sim, mas não dá para dizer que ele morreu de fumar os cigarros da Malboro, vai saber as marcas que ele fumou antes de ir para a Malboro. Han...han...

benjamin disse...

Um dos motivos que me levaram a adquirir esse maldito vício, na minha juventude foi essa propaganda da marlboro. Mas, glórias a Deus o Senhor me libertou!

Anônimo disse...

Pior que fumar cigarro (que nem acho tão ruim, apesar de não fumar) é o vício do homossexualismo, sob o qual ainda padeço, mas venho libertando-me gradativamente.

Ewerton Emmanuel disse...

Mande este link para o Olavo e Carvalho.