31 de dezembro de 2013

Rússia vai se endurecer contra religião islâmica


Rússia vai se endurecer contra religião islâmica

Theodore Shoebat
Comentário de Julio Severo: O artigo a seguir foi publicado no site Shoebat, cujos textos são publicados também no WND, que é de longe meu site favorito em inglês.
A recente série de ataques terroristas que ocorreram na Rússia, em que dezenas de pessoas foram mortas, são acontecimentos que só estão aumentando a já crescente tensão da Rússia contra o islamismo, e também representa que uma inquisição religiosa [da Igreja Ortodoxa] será imposta na heresia de Maomé.
Ônibus destruído por ataque terrorista islâmico na Rússia
De acordo com o jornal Izvestiya, que é a favor do governo russo, autoridades de segurança da Rússia ambicionam impor certas medidas para controlar a imigração descontrolada, e também impor monitoração nas mulheres que se converteram ao islamismo.
Kirill Benediktov, analista de política russa, atribuiu o ataque terrorista ao apoio da Arábia Saudita ao wahabismo na Rússia:
“Não há dúvida de que os governos salafistas do Golfo Pérsico, principalmente a Arábia Saudita, têm apoiado o terrorismo islâmico na Rússia… A Rússia é agora forte o suficiente para retribuir as medidas hostis para os governos que vêm utilizando a quinta coluna Wahhabi, a fim de desestabilizar a situação no nosso país.”
Galina Khizreyeva, especialista em guerra santa islâmica no Instituto de Estudos Estratégicos da Rússia, foi mencionada pelo popular jornal Moskovskiy Komsomolets, como afirmando que deve-se aprovar leis contra o wahabismo:
“Os terroristas têm uma nova estratégia de envolver os russos na realização de ataques terroristas para mostrar que os russos estão descontentes com as autoridades. Esse problema deve ser resolvido em nível federal. É necessário aprovar leis o mais rápido possível para ajudar a deter o extremismo e o wahabismo, que resultam em terrorismo.”
Nunca nos esqueçamos de que os ataques na Rússia têm a intenção de matar os cristãos.
Aleksandr Grishin, escritor e patriota russo, defendeu a medida governamental de prender, não apenas os terroristas, mas todos os seus familiares também:
“Estamos ficando sem escolha, além de declarar tolerância zero em relação aos terroristas e membros das suas famílias… Não deve haver concessões do Estado aos familiares dos bandidos. Quem estava ciente dos preparativos para um ataque terrorista, mas não informou os órgãos de segurança, deve ser preso… Deve haver uma sentença de prisão perpétua para o terrorismo, a pena de morte para os organizadores.”
Todos estes sentimentos, e os relatos de planos de medidas governamentais focados em certos muçulmanos (especialmente mulheres convertidas), são prenúncios de uma futura imposição significativa de penalidades na religião islâmica. Agora, para deixar ainda mais claros os sinais que mostram uma futura supressão do islamismo, há vários eventos que ocorreram pouco antes dos recentes ataques terroristas.
No início deste mês, escrevi sobre como a cidade de Moscou decretou que os muçulmanos não podiam mais construir mesquitas. O prefeito de Moscou, Sergei Sobyanin, declarou enfaticamente:
“Nenhuma nova licença de construção será dada. Eu acho que Moscou tem mesquitas suficientes.”
O mesmo prefeito disse em um programa de rádio:
“Os moscovitas estão ficando irritados com pessoas que falam uma língua diferente, têm costumes diferentes, e mostram um comportamento agressivo. Essa não é uma questão puramente étnica, mas está ligada a algumas características étnicas.”
Além disso, adicione a isso o fato de que apenas alguns dias antes desses ataques terroristas ocorrerem, o Patriarca Kirill, que preside a Igreja Ortodoxa da Rússia, expressou sua preocupação e ilustrou sua visão sobre o Islamismo na Rússia:
“O aumento do número de migrantes, principalmente da Ásia Central e do Cáucaso, em Moscou aumentou o risco de conflitos étnicos.”
Ele também disse que muitos muçulmanos com mentalidade de guerra santa “são recrutados por organizações extremistas e terroristas, às vezes mesmo em Moscou,” e ele também acrescentou sua preocupação sobre a construção de mesquitas e os sentimentos anticristãos entre os muçulmanos:
“Os radicais são extremamente negativos para com a fé ortodoxa: eles mataram seis sacerdotes ortodoxos, inclusive o padre de Moscou Daniil Sysoyev, nos últimos 15 anos… A criação de um ambiente favorável sobre a questão da construção de mesquitas no território onde predomina uma população ortodoxa depende diretamente das relações étnicas em cada lugar específico, o nível de criminalidade étnica e terrorismo.”
O Patriarca, que é muito influente, disse que esperava que Moscou se expurgasse dos “enclaves de ilegalidade, que os problemas da imigração ilegal e do comportamento imprudente de alguns migrantes sejam resolvidos, que as atividades de alguns sabotadores e extremistas sejam controladas.”
Todos estes sinais são indícios de que a supressão do islamismo sob as mãos do Estado irá acontecer.
Traduzido por Alfa Luís (com revisão de Julio Severo) do artigo do site Shoebat: Russia Will Get Tougher On Islamic Religion
Leitura recomendada:

9 comentários :

Anônimo disse...

Se especulacao eh valida, essa "serie de atentados recentes" coincide com o endurecimento por parte da Russia em se recusar abrigar as manias de satanas, tipo, dar destaque ao sexo fecal. Entao, sendo que tal agenda tem um baluarte no desgoverno do osama, digo obama, nao eh nada dificil que ele mande o cachorro louco saudita morder, aainda que pareca desprosito tal questao, mas, o mundo jaz no maligno.

Antonio.

Willians disse...

"Todos estes sinais são indícios de que a supressão do islamismo sob as mãos do Estado irá acontecer."
Será mesmo? O islamismo, esta ferramenta diabólica fenomenal de massacre de cristãos mundo afora, jamais será deixada de lado pelas hostes de Satanás. Não enquanto o inimigo reinar na maioria dos corações das pessoas desta terra, principalmente de seus governantes. O que ocorre atualmente em Magogue (Rússia) é apenas um realinhamento de forças e nova definição ideológica com vistas à manutenção de poder dos atuais mafiosos russos, originários da extinta KGB. Gogue (líder Russo) e Magogue (território Russo) sempre contou com a amizade de países periférios à Israel, como a Líbia (Pute) e o Irã (Persia), e precisará de outros países ditos islâmicos para a consecução de seus objetivos. Parece-me que "supressão do islamismo" não é exatamente aquilo que Satanás tem em mente e duvido que algum de seus servos ouse eliminar uma das principais religiões criadas pelo anjo caído. Basta uma simples leitura do livro profético de Ezequiel, capítulos 38 e 39, para saber disso.

Anônimo disse...

Ninguém sabe o que está por trás dessas medidas do governo Russo, mas é um a medida que acredito deveria ser tomada por todos os países não-islâmicos, pois seria uma reciprocidade, tendo em vista que nos países de cultura islâmica nenhuma outra religião é aceita e tampouco tolerada, em especial o cristianismo que é perseguido e masscrado de forma impíedosa e cruel.

Julio Severo disse...

Willians, sua interpretação da Rússia como Gogue e Magogue não tem nenhum apoio no melhor da tradição cristã, inclusive Lutero. Quem tinha essa interpretação era Scofield. Veja informações mais atuais e precisas, que são muito melhores do que as de Scofield, clicando aqui:

Turquia: “Entrada do Inferno” descoberta na vizinhança do Anticristo

Segundo a tradição cristã, a Túrquia preenche os requisitos de Gogue e Magogue.

Anônimo disse...

Prezado Julio,
Texto muito importante e pertinente em vista da barbárie que temos visto no mundo,
deflagrada por impiedosos terroristas islâmicos.
Infelizmente essa legião de Satanás na Terra veio de fato para representá-lo. Não restam dúvidas, um povo intolerante que se manifesta pela degola tem de ser varrido do planeta, pois se eles não tiverem quem os detenha eles dominarão o mundo e não restará um cristão.
As escrituras nos deixam claro e tudo indica que o fim está próximo.
Apocalipse 20:4
“ Então vi uns tronos; e aos que se assentaram sobre eles foi dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados por causa do testemunho de Jesus e da palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na fronte nem nas mãos; e reviveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.”
Alguém tem alguma dúvida, quem são os degoladores no mundo?
E tem gente que ainda diz que existe islamofobia...Quanta ignorância!
Deixo aqui esse link para que alerte as pessoas sobre esse mal que assola a humanidade. É estarrecedor! Todos precisam saber o que está acontecendo.
http://www.youtube.com/watch?v=YAOQCyq1h9k#t=15
Irmão Júlio, tenho certeza que sabes melhor do que eu sobre isso, acompanho seu trabalho
e sei o valor que tens. Parabéns.
E que Deus nos proteja, e nos abençoe para que sejamos cristãos cada vez mais fiéis
Àquele que entregou Sua Vida por nós,
Amado Mestre Jesus Cristo! O Nosso Salvador.
Desejo um 2014 repleto de saúde, e conversão.
Que Deus abençoe à todos!
Abraços
Valéria

Anônimo disse...

Parabens ao governo Russo. Pois va voce abrir uma igreja crista evangelica em paises Islamicos , va la, alem de destruir literalmente o Templo Cristao eles ainda assassinam a todos que professam a fe em Cristo. Agora, aqui no Ocidente, essa maligna religiao tem aberto mesquitas aos montes, e o mais incrivel, estao construindo uma super mesquita perto de onde eram as torres gemeas em Nova Iorque, tal a ousadia dessa religiao do odio.

Luciano Borges de Santana disse...

Prezado irmão Julio, que a paz de Cristo esteja com você neste novo ano que se inicia. Proponho que você elabore um artigo, fazendo um apanhado geral das grandes conquistas da igreja cristã ao longo de 2013, ano que foi coroado com a derrota do PLC 122, no Senado Federal.

Plínio disse...

Respondendo ao Luciano Borges de Santana,

Amigo Luciano,

Eu só faria uma pequena ressalva em relação ao seu comentário: é quando você cita a derrota do PLC 122 como um dos acontecimentos marcantes do ano de 2013.

Não se engane: o PLC 122 não foi derrotado! Na verdade, a votação dele foi apenas ADIADA!

Em outras palavras: o governo, aparentemente, "sepultou" o PLC 122!

Mas...

A verdade é esta: o governo recuou (trata-se de um recuo estratégico para pegar a todos de surpresa na primeira oportunidade)!

É verdade que tivemos uma vitória parcial neste sentido. Mas nem por isso devemos, como se diz no popular, "baixar a guarda", ou melhor, não podemos (e nem devemos) nos descuidar, porque eu tenho plena e absoluta certeza de que o governo e militância gayzista não se darão por vencidos assim tão facilmente. Eles não costumam entregar os pontos quando não realizam seus desejos!

Portanto, não sejamos ingênuos: eles (governo e homossexuais) não desistirão dos seus objetivos, e usarão de todos os meios (e também de todo o seu poder econômico e da sua influência) para varrer da face da Terra tudo que for a favor da família, da moral, dos bons princípios, e da obediência à Palavra de Deus! Precisamos estar atentos!

Contra este governo e os homossexuais, a nossa vigilância tem que ser permanente (24 horas por dia)!

Olavo de Souza disse...

De faro, a Ucrânia está sendo usada como massa de manobra pelos EUA e UE; O motivo é bem claro, a posição de Putin contra o comportamento homossexual. As potências do Ocidente estão se lixando para os ucranianos. E o anticristo terá como um dos grandes trunfos o apaziguamento do fundamentalismo islâmico imperialista.