18 de dezembro de 2013

PLC 122 sepultado: Maioria cristã do Brasil obtém vitória inesperada e surpreendente com sua persistência e mobilização


PLC 122 sepultado: Maioria cristã do Brasil obtém vitória inesperada e surpreendente com sua persistência e mobilização

Julio Severo
Hoje é um dia de muita alegria e, quem puder, celebre com festas e louvores a Deus! Ontem (17 de dezembro de 2013), foi aprovado o apensamento do PLC 122 à reforma do código penal, sepultando o PLC 122 e todos os sonhos e maluquices de Marta Suplicy e outros radicais esquerdistas sexuais.
E quanto à promessa do senador petista Paulo Paim de aprovar o PLC 122 neste ano? Foi para o espaço. Virou pó.
Por isso, comemore. Celebre! Pule de alegria! Cante cânticos de regozijo na presença de Deus!
A Capa, o maior site gay do Brasil, informou sobre a reação do PT e do ativismo gay: “O senador Paulo Paim, relator do projeto, lamentou a decisão… Muitos afirmam que o ‘enterro’ simbólico do projeto tenha sido uma orientação da presidente Dilma Rousseff, que pediu ao Senado para não votar a proposta até as eleições de 2014. O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) também comentou a decisão. ‘Lamento a aprovação do requerimento do senador Eduardo Lopes (PRB-RJ) que apensa o PLC 122 ao projeto de reforma do Código Penal. Na prática, isto significa o enterro definitivo de uma luta de 12 anos desde que o PLC 122 começou a tramitar no Congresso.’”
Durante anos, o PT usou todas as artimanhas para levar esse projeto à aprovação. Havia apoio em massa ao PLC 122, mas vindo exclusivamente das elites midiáticas e esquerdistas. O povo? Ele foi acusado pelo PT, através de um instituto de pesquisa esquerdista, de ser 99 por cento “homofóbico.”
Enquanto as manifestações da mídia comprada pediam insistentemente a aprovação do PLC 122, o povo telefonava para o Congresso pedindo sua rejeição. Assim, o povo venceu as vontades do governo, do PT, de outros partidos de esquerda, das elites midiáticas e do movimento homossexual.
O povo venceu também as forças religiosas hostis à luta em defesa da família. Um tabloide sensacionalista protestante argumentava que o PLC 122 não oferecia os perigos denunciados por alguns líderes evangélicos, inclusive Silas Malafaia, a quem o tabloide chamou maliciosamente de “servo de Belzebu.”
O tabloide, representando a mídia protestante esquerdista, afirmou que a ignorância “de alguns políticos evangélicos interessados no uso deste projeto para fins eleitoreiros e um ou outro comentário de um blogueiro sofrendo de esquizofrenia paranoide se transforma em pânico levando milhares de ovelhas idiotizadas à beira de um ataque de nervos.”
Mas a hostilidade aos defensores da família não veio apenas de tabloides de fofoca. Em 16 de dezembro, apenas um dia antes do sepultamento do PLC 122, o senador Paim publicou em seu site oficial um manifesto do CONIC pedindo, em nome de um alegado combate à violência contra a mulher, a aprovação do PLC 122.
O CONIC é o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs, que em março deste ano repudiou publicamente a nomeação de Marco Feliciano à Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. Fazem parte do CONIC a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e a Igreja Presbiteriana Unida — todas com alinhamento esquerdista.
O que o manifesto do CONIC a favor do PLC 122 no site do Paim significa?
Significa que, discordando da vontade da maioria cristã do Brasil e se alinhando com a maioria esquerdista do governo, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, a Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e a Igreja Presbiteriana Unida estavam de pleno acordo com a vontade do governo de impor o PLC 122 sobre a população brasileira.
Graças a Deus, a vontade de Paim e do PT não prevaleceu!
Graças a Deus, a vontade do CONIC não prevaleceu!
Graças a Deus, não prosperou a vontade da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e da Igreja Presbiteriana Unida.
GRAÇAS A DEUS, PREVALECEU A VONTADE DA MAIORIA CRISTÃ DO BRASIL!
Podemos dar louvores a Deus, fazer festas e comemorar a vitória desta batalha contra as forças seculares e religiosas, mas a guerra continua.

Dra. Damares Alves fala

Para compreendermos a vitória que obtivemos ontem, a Dra. Damares Alves, em texto exclusivo para o Blog Julio Severo, explica a importância da conquista que a maioria cristã brasileira alcançou pressionando incessantemente o Congresso Nacional.
A Dra. Damares, que neste ano de 2013 andou por todo o Brasil mobilizando a Igreja contra o PLC 122 e contra outros projetos absurdos, inclusive o projeto original da Reforma do Código Penal, desabafou emocionada: “Estou rouca, estou cansada. Só neste final de semana, foram cinco eventos em três estados diferentes, mas valeu a pena. Eu sei que a transformação e redenção do meu país passa pela Igreja Evangélica.” Ela disse ainda: “Esta vitória só foi possível também graças a todos os internautas e blogueiros cristãos e graças as redes sociais.”
A Dra. Damares explica como foi a grande vitória contra o PLC 122 e outros projetos:
Pela manha na Comissão Especial instituída para discutir o PLS 236/2012 que visa à Reforma do Código Penal, foi votado o parecer do relator que de maneira já esperada pronunciou um voto a favor da vida e da família.
Entenda: o relator, Senador Pedro Taques, na semana passada havia apresentado o voto final ao PLS 236/2012 e, após uma serie de reuniões e discussões nos últimos dias, foi votado e aprovado hoje o parecer final na Comissão Especial.
No voto, o senador afastou a possibilidade da descriminalização do aborto no Brasil. Ele manteve o texto do atual Código Penal, ou seja, o aborto provocado só não será punido em caso de estupro ou risco de vida para a gestante.
Essa foi uma vitória para todos os que lutam em defesa da vida.
O relator também não aceitou a diminuição da idade de 14 para 12 anos de idade para tipificar o estupro de vulneráveis, nem a descriminalização das drogas, nem a legalização das casas de prostituição e outros temas que tanto preocupavam os movimentos em defesa da família e a Igreja.
Contudo, a maior surpresa veio com a retirada, em todo o texto do PLS 236, dos termos “orientação sexual,” “gênero” e “identidade de gênero.”
Pedro Taques, um jurista de renome, argumentou que essas expressões são ambíguas e ainda não estão assimiladas na língua portuguesa e não são compreendidas pela população, o que dificultaria aplicação e fixação de penas pelos juízes ou até mesmo o indiciamento dos possíveis réus.
O movimento homossexual não esperava isso, pois no texto apresentado pelos juristas a discriminação por “orientação sexual,” “gênero” e “identidade de gênero” seria agravante para todos os crimes, inclusive para crimes de terrorismo, racismo, genocídio, tortura e crimes contra a humanidade.
Mas a vitória da família neste dia (17 de dezembro) no Senado não se limitou apenas ao projeto da reforma do código penal.
Estava na pauta para as 8h30min da manhã desta quarta feira na Comissão de Direitos Humanos e Participação Legislativa o voto do senador Paulo Paim ao PLC 122/2006.
Ao contabilizar os votos, os líderes pró-família já sabiam que naquela comissão o PLC 122 seria aprovado.
Entretanto, o inesperado aconteceu no início da noite.
Foi votado e aprovado no Plenário Geral do Senado o Requerimento de autoria do senador evangélico Eduardo Lopes (PRB/RJ — suplente do senador Crivella) que pedia o apensamento do PLC 122/2006 ao Projeto de Reforma do Código Penal.
Há três semanas que se aguardava a votação desse requerimento, mas havia uma pressão para que a votação não acontecesse e se fosse colocado em pauta, a pressão para ser rejeitado era maior ainda.
Na quarta-feira da semana passada até altas horas da noite o embate nos bastidores do Plenário do Senado era visível. De um lado, senadores conversando com pastores, padres e líderes de movimentos em defesa da família que faziam lobby para que o requerimento fosse aprovado. Do outro lado, estavam os militantes do movimento homossexual abordando os senadores, chegando a dizer aos parlamentares que votar o PLC 122/2206 era para eles uma questão de honra, pois a sigla PLC 122 era mais que um projeto legislativo; era o símbolo de luta.
Mas para surpresa de todos, o requerimento foi colocado na pauta e aprovado na noite, ou seja, poucas horas antes da votação do PLC 122 na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa.
Mas é bom lembrar que os senadores não fizeram nenhum favor às famílias. Eles apenas acertaram desta vez. O inciso II do artigo 374 do Regimento Interno do Senado Federal é claro em afirmar que se existe um projeto que visa reformar qualquer código, todos os demais projetos que se referem à matéria do código que esta sendo reformado devem ser apensadas no PL da reforma. (Leiam o que diz este inciso.)
Assim, desde a chegada da Reforma do Código Penal no Senado, o PLC 122/2006 já deveria ter sido apensado. Houve neste tempo todo uma briga desnecessária.
Depois da aprovação hoje do requerimento, os senadores a favor do ativismo gay ficaram insatisfeitos e pediram até mesmo verificação de quórum, mas não conseguiram derrubar a sessão nem a votação do requerimento.
Agora o PLC 122/2006 passa a ser mais um projeto de lei, entre os inúmeros, apensado ao PLS 236/2012. Ou seja, o PLC 122 praticamente não existe mais.
Mas cabe aqui outra explicação: O PLC 122/2006 tinha como objetivo a alteração da Lei de Racismo, acrescentando os termos “orientação sexual,” “gênero” e “identidade de gênero.” E o PLC 236/2012, da Reforma do Código Penal, tem como objetivo em seu artigo 530 a revogação da lei de racismo.
Vejam a incoerência: na mesma Casa Legislativa um projeto de lei tem como objetivo revogar uma lei e outro alterar uma lei que será revogada.
Então o PLC 122/2006 era de fato inócuo no sentido de que ele ia reformar algo que estaria revogado.
É claro que a luta não acabou. O PLC 122/2006 foi apensado e agora o tema pode ser trazido para dentro da Reforma do Código Penal em outras comissões.
Mas esta vitória de hoje mostra que as mobilizações deram certo e a união dos movimentos pró-família foi decisiva para isso.
Todos são unanimes em reconhecer o esforço do Senador Magno Malta, que, atento há anos, não deixou o PLC 122 ser aprovado. Por anos a Igreja só pôde contar com ele. Um único senador contra todos.
Parecia uma guerra perdida. Era Golias o gigante e um único Davi pequenino.
Nos últimos meses, o senador acabou contando também com a atuação brilhante do Senador Eduardo Lopes e os dois juntos chegaram hoje a esta importante vitória.
Não se pode ainda deixar de citar a contribuição dos senadores Gim Argello, do Distrito Federal, e do Senador Sergio Petecão, do Acre.
A mobilização não pode parar.
Já no inicio do ano que vem a Reforma do Código Penal volta a ser discutida e toda atenção será necessária. O povo que venceu hoje continuará vencendo se demonstrar mais persistência.
Leitura recomendada:

32 comentários :

Cristao Peregrino disse...

Fica de olho no Paim, ele vai apresentar esse texto em outra proposta, ou embutido em algo nada a ver.

Costa Lopes disse...

Não houve "sepultamento" algum. O que houve foi adiamento para que a terrorista que está ocupando a cadeira da presidência possa se reaproximar dos cristãos incautos vez que estamos às vésperas das eleições presidenciais - aliás, foi dela a orientação para o Senado não votar a proposta até as eleições do ano que vem. Portanto, a luta continua e só fica mais acirrada. Att.

Adalberto disse...

Pelo que deu para entender, o que foi sepultado, foi somente o nome "PLC 122", a diferença foi que o projeto foi para dentro do projeto da reforma do codigo penal.
Só que o projeto da reforma do codigo penal tem mais apoio da população, mesmo não sabendo o que contem direito nesse projeto.
Por causa da violencia no Brasil, muitas pessoas pedem uma reforma no codigo penal, e poderá ser até mais facil ser aprovado do que o antigo "plc 122".
Então é questao de tempo para aprovar esse lixo.

Anônimo disse...

Olá Julio. Fiquei muito feliz com essa notícia, porém fiquei tbm meio confuso, porque, segundo o site da Globo, parece que parte da lei de criminalização às questões de orientação sexual e gênero foram aceitas. Veja o que diz no site: "Homofobia
A proposta criminaliza a homofobia ao incluir um artigo que determina prisão de um a cinco anos para quem praticar discriminação ou preconceito de “identidade ou orientação sexual”. O texto assegura, por outro lado, a livre manifestação do pensamento “de natureza crítica”, especialmente em casos de “liberdade de consciência e de crenças religiosas”.
http://g1.globo.com/politica/noticia/2013/12/comissao-do-senado-aprova-reforma-do-codigo-penal.html
Gostaria de saber até que ponto a criminalização à homofobia foi recusada.
Um abraço.
Julio Cesar

Leony disse...

Deus é justo.

Anônimo disse...

Prezado Júlio,
Que a Paz de Cristo esteja contigo!
Aleluia!!!
Nos livramos do suplício que vinha nos torturando.
Graças e louvores ao Senhor!
O mal jamais vencerá o bem! Jamais!
Salve Nosso Senhor Jesus Cristo! Nosso Rei e Salvador!
Glória à Deus!
Te amo Jesus!
Esse assunto estava tirando meu sono.
Desejo um Feliz Natal à todos! E um 2014 cada vez perto da vitória sem o PT.
Agradeço à todos que lutaram e nos ajudaram a nos livrar-mos desse mal!
Que Deus nos abençoe!
Que Deus te abençoe Julio e à toda a sua família!
abraços
Valéria

Enoque Nunes - Manaus disse...

Enquanto houver 10 justos se colocando na brecha e intercedendo à Deus em favor da nossa nação, o Senhor não permitirá que seu povo seja perseguido em nosso país.

Gênesis 18:23-32
Abraão aproximou-se dele e disse: "Exterminarás o justo com o ímpio?

Então Abraão disse ainda: "Não te ires, Senhor, mas permite-me falar só mais uma vez. E se apenas dez forem encontrados? " Ele respondeu: "Por amor aos dez não a destruirei".

Glória seja dado ao Senhor dos Exércitos.

Anônimo disse...

Calma com essa euforia. Ontem mesmo a merdia vermelha jah informou que estah jah em adiantado estado de decomposicao da sociedade brasileira outro projeto na comissao de constituicao e justica (sic) um substitutivo para amenizar o satanismo. Inclusive o eskerdista, duble de evangelico, magno da malta saudou o progresso explicito na semantica tortuosa da lingua de pau presente na nova arapuca.

Antonio.

Anônimo disse...

Durante anos, o pt usou as artimanhas para levar esse projeto a aprovacao. E verdade o que vc diz irmao julio, mas o incrivel e lastimavel dessa historia toda , e saber que ha pastores e lideres wue votam, apoiam e estao. Do lado desses corruptos do pt.parabens a toda sociedade civil brasileira.

Herberti disse...

Assisti ontem, no fim da tarde, pela TVSenado, a transmissão ao vivo da votação do requerimento do senador Eduardo Lopes, que propunha incluir o PLC-122 no projeto do Novo Código Penal. Renan Calheiros, em um primeiro momento, pediu aos líderes apenas confirmar a aprovação para então passar a outro tema. Foi quando apareceu o "ilustre" senador Eduardo Suplicy, que em um escandaloso ato de socorro ao colega Paulo Paim, que ficou totalmente sem ação diante da iniciativa do presidente do Senado, pediu contagem de votos. O semblante de Renan foi de enorme enfado ante mais uma chicana petista. A enrolação durou uns 20 minutos, até que se confirmou a aprovação do requerimento. Impressionante como um momento tão crítico para a vida civil da nação foi decidida em um reles jogo regimental. Realmente, Deus trabalha nos bastidores.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Pessoal, prestem muita atenção ao que eu vou dizer agora (isto é de grande importância para todos daqui):

NÃO PODEMOS NOS DESCUIDAR! NÃO PODEMOS ACHAR QUE O GOVERNO E OS HOMOSSEXUAIS VÃO ENGOLIR CALADOS ESSA DERROTA MOMENTÂNEA QUE TIVERAM. COM CERTEZA, ELES TENTARÃO VOLTAR COM FORÇA MÁXIMA! PORTANTO, TEMOS QUE CONTINUAR AINDA MAIS ATENTOS! SE MESMO ANTES DISSO JÁ ERA PRECISO VIGIAR, AGORA É QUE A VIGILÂNCIA PRECISA SER REDOBRADA!

EM SUMA: GANHAMOS SOMENTE UMA BATALHA, MAS AINDA NÃO GANHAMOS A GUERRA! PORTANTO, NADA DE OBA–OBA ANTES DA HORA! NINGUÉM SE ILUDA PENSANDO QUE O GOVERNO E OS HOMOSSEXUAIS VÃO DEIXAR ISSO BARATO: COM CERTEZA ELES ESTÃO DESEJOSOS POR UMA DESFORRA!

TENHO PLENA E ABSOLUTA CERTEZA DE QUE O GOVERNO E OS HOMOSSEXUAIS ESTÃO TRAMANDO ALGO POR TRÁS DOS BASTIDORES (É BOM ESTARMOS DE OLHOS BEM ABERTOS)! A NOSSA MOBILIZAÇÃO NÃO PODE (E NEM DEVE) PARAR!

Fiquemos alertas (para não sermos pegos de surpresa)! Contra este governo e os homossexuais, a nossa vigilância tem que ser permanente (24 horas por dia)!

Elaine Aparecida disse...

Prezados amigos - em especial para os católicos e membros das igrejas integrantes do CONIC, sugiro que além de mandarmos e-mails para os Senadores que enviemos e-mails para a CNBB questionando quais foram suas ações para combater a aprovação do PL 122. Digitei no Google as expressões "PL 122" e "CNBB" e só apareceu uma nota de esclarecimento de 2011 . Ou seja, no meu entender, há uma omissão patente desta conferência em relação ao projeto.
Para agravar a situação, e o mais triste, é que a CNBB, integrante do CONIC, se manifestou a favor do PL122. . Ou seja, nós católicos, além de estarmos lutando contra forças fora da Igreja, também temos que enfrentar inimigos que se instalaram dentro dela.
Enviei um e-mail para a CNBB, mais especificamente para a Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família, nos e-mails disponibilizados no site , questionando a omissão da Conferência.
Segue cópia do e-mail enviado, só como sugestão:
Para: familia@cnbb.org.br; vidafamilia@cnbb.org.br

Prezados Pe. Rafael Fonasier e Pe. Wladimir Porreca,

Manifesto-me aqui como uma fiel Católica Apostólica Romana. Os escrevo por serem os responsáveis pela Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família.

Ontem, 17/12/2013, nós cidadãos brasileiros cristãos conseguimos vencer uma batalha contra o ataque à família brasileira, a liberdade religiosa e aos valores cristãos. Afinal, os senadores aprovaram o apensamento do PL 122 ao Projeto de Reforma do Código Penal.

Entretanto, esta vitória vem com uma constatação triste: a passividade da CNBB. Pesquisei no Google as expressões “CNBB” e “ PL 122” e encontrei, de relevante, apenas uma nota de esclarecimento de 2011 . Ou seja, no meu entender, há uma omissão patente desta conferência em relação ao projeto.

Enquanto vários pastores, blogueiros cristãos, padres e leigo-cristãos procuravam mobilizar a sociedade para pressionar os senadores a votarem contra a PL 122, a CNBB não promoveu nenhuma ação contundente para apoiar tais atos.
Digo isso, pois entrei no site da CNBB e não vi nenhuma manifestação. Pelo contrário, posicionou-se a favor de tal projeto, por meio do CONIC .

Pelo acima exposto, apresento meus questionamentos aos senhores:
A) Efetivamente a CNBB posiciona-se a favor ou contra a PL 122?
B) Houve erro no meu entendimento sobre o posicionamento da CNBB em relação ao PL 122?
Se sim, quais foram as ações efetivas que foram promovidas? E como posso ter acesso a elas?

Aguardo retorno dos senhores.

Atenciosamente,

Anônimo disse...

Julio,

quero agradecer a você por todo o teu trabalho e esforço de anos contra o PL 122. Acompanho teu blog a anos e gosto muito dele. Muito obrigado por tudo que vens fazendo. Deus te abençõe e a tua família também.

Silvio

Paulo Lara disse...

Jesus Cristo abençoe ricamente o Senador Magno Malta e o blogueiro Julio Severo, que lutaram por anos a fio, praticamente sozinhos contra esta infâmia.
Agradeço a Deus pela mobilização do Pastor Silas Malafaia e pela força que Ele deu ao Deputado Pastor Marcos Feliciano, que foi o símbolo da perseverança cristã no Brasil.
Aos demais Deputados e Senadores, como Jair Bolsonaro, Marcelo Crivella, Pastor Eurico, Pedro Taques e tantos outros, que lutaram pela família brasileira, deixo minhas honras.
A luta continua, pais, mães, irmãos e filhos do Brasil. Deus nos abençoe.

neia disse...

VENCEMOS MAIS UMA BATALHA MAS NÃO PODEMOS NOS DESCUIDAR POIS OS CONTRÁRIOS A FAMÍLIA TRADICIONAL NÃO VÃO SE DAR POR VENCIDOS E VÃO CONTINUAR A BUSCA PELOS PRIVILÉGIOS E PELA CRIMINALIZAÇÃO DOS QUE NÃO CONCORDAM COM ELES. PRECISAMOS FICAR ATENTOS.

Antônio Acácio disse...

Júlio, senador Magno Malta, Pr. Marcos Feliciano, Pr Silas Malafaia e demais autoridades cristãs que tem se colocado na brecha em benefício das famílias brasileiras, quero juntamente com minha esposa e meus filhos lhes agradecer pelo excelente trabalho prestado ao reino Deus.
Deus vos encha com seu espírito de poder, sabedoria e graça para cumprirem fielmente a OBRA DO SENHOR! A VITÓRIA É NOSSA PELO SANGUE DE JESUS.

ALELUIAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!

GLÓRIA A DEUSSSSSSSSSSS!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

isso é um engordo do governo pra conseguir voto dos crentes ignorantes que ouve pastores que se envolve com politica! povo de Deus a palavra do Senhor Jesus Cristo tem que se cumprir, eles vão de qualquer jeito aprovar essas leis infernais. quem está sujo se suje mais quem está limpo se limpe mais; a minha esperança é a glória eterna e não esta terra maldita, eu tenho este pensamento, agora não sei se os crentes tem o pensamento de viver na glória, pois vejo tantos cristãos lutar por leis terrenas. os comunistas querem esta bagunça que está ocorrendo entre ativistas e evangélicos. es os crentes fica dando ouvido a falso profeta e cai na asneira de ficar trocando ofensas com bicha, povo de Deus acorda este mundo está perdido, só se preocupe em viver o evangelho, O Senhor Jesus Cristo não se envolvia em politicagem, até quando vocês precisará apanhar pra aprender!

Rander Kerr (Jornal Familia Crista) disse...

Prezado Júlio,

Parabéns pelo trabalho desenvolvimento através deste importante meio de comunicação, que vem agregando valores de suma importância para nós, que estamos lutando em prol dos valores cristãos tão esquecidos nos dias de hoje. Devemos nos lembrar que, esta articulação feita no Senado Federal para impedir a aprovação da PLC 122, não pode parar. Vamos ficar atentos a novas investidas que tentarão impôr o "esquerdismo abortista e homossexual" das elites políticas já que, como 2014 é ano eleitoral, e o partido que está no poder não quer perder o domínio sobre a sociedade brasileira, talvez estejam só protelando, futuramente, uma investida mais acirrada contra a igreja e os valores éticos, morais e cristãos que defendemos. Não vamos esmorecer. Deus está no controle, e feliz é a nação cujo Deus é o Senhor.

livrexpress disse...

Por enquanto, boa notícia. Ótimo saber que a mobilização de cristãos e demais cidadãos atentos tem surtido efeito.

Seria muito bom se a sociedade brasileira pudesse realmente respirar aliviada, definitivamente livre da ameaça autoritária gayzista.

Mas, infelizmente, o "sepultamento" do PLC 122 representa apenas algum alívio parcial e temporário. AS MANOBRAS GAYZISTAS CONTINUARÃO, inclusive utilizando-se da reforma do Código Penal para aumentar seus mecanismos de perseguição e de imposição de suas vontades, contra a vontade do povo brasileiro.

ATENÇÃO REDOBRADA!

Alejandro De Fez disse...

SE HUNDE LA LEY GAY-GENERISTA POR SU PROPIO PESO, PERO LA SODOMA GLOBAL DEL n.o.m. SEGUIRÁ AVANZANDO IRREMISIBLE, con las traiciones de pseudo-cristianos mundi. PACO1 demonii Roma.

Pastor Lucas disse...

Vou rebater algumas colocações do anônimo do dia 18. Primeiro, ele disse precisamente isto:

"... povo de Deus a palavra do Senhor Jesus Cristo tem que se cumprir, eles vão de qualquer jeito aprovar essas leis infernais..."

Anônimo, concordo com você em parte: a palavra do Senhor tem que se cumprir (nisso você está certíssimo). O próprio Deus disse que Ele não é homem para mentir (Números 23:19).

Só que tem um detalhe que muitos (inclusive você) fingem não perceber (ou não entender): porque a Palavra de Deus vai se cumprir, eu devo ficar de braços cruzados vendo o mal se propagar e não reagir (ou seja, me omitir no combate ao pecado)? De forma nenhuma! Eu tenho que resistir ao mal e continuar a combater o pecado (ainda que isso me custe a prisão ou a morte)! Só devo parar quando eu não puder resistir mais! Enquanto eu puder fazer a minha parte na luta contra o mal, eu farei. Só quando se esgotarem todos os meus recursos (ou quando eu não tiver mais condições de reagir), aí sim, só neste caso é que eu tenho que orar a Deus pedindo que Ele entre com providências!

"... a minha esperança é a glória eterna e não esta terra maldita..."

Esta esperança não é só sua: é também de todos os cristãos que obedecem à Palavra do Senhor Jesus. Mas enquanto ainda estamos aqui na Terra (e enquanto Jesus não volta), temos que continuar fazendo a nossa parte até que Jesus volte e leve a Sua igreja para a glória. O que não podemos fazer é ficar de braços cruzados vendo o mal se alastrar em nosso meio sem fazer nada! Não podemos pedir a Deus que faça algo que está ao nosso alcance (e que é obrigação nossa fazer)!

"... pois vejo tantos cristãos lutar por leis terrenas..."

Não é que estejamos lutando por leis terrenas. O que estamos fazendo é lutar pela preservação da moral, dos bons costumes, da família, e da obediência à Palavra de Deus enquanto Jesus não volta. Se você visse um homossexual (ou pedófilo) querendo molestar um filho seu, você iria apenas orar a Deus (e ficar sem fazer nada)? Ou você não iria reagir de algum modo?

"... povo de Deus acorda este mundo está perdido, só se preocupe em viver o evangelho..."

Viver o evangelho também significa combater o pecado! Deus é amor, mas Deus também é justiça. Se eu deixo de combater o pecado, eu estou sendo omisso! Muitos que se dizem cristãos estão sendo omissos no combate ao pecado! No dia da prestação de contas a Deus, esta mesma omissão vai ser seriamente cobrada! É como Jesus diz na Sua Palavra:

"E aquele a quem muito foi dado, muito mais lhe será exigido" (Lucas 12:48)

Muito está sendo dado aos cristãos (no caso, a obrigação de combater o pecado). Só que muito mais vai ser exigido (o cumprimento desta mesma obrigação). Logo, os que têm a obrigação de combater o pecado irão prestar contas da sua negligência na obediência à Palavra de Deus!

Quem vê o pecado e fica omisso ou indiferente (isto é, não diz nem faz nada contra o pecado) é tão ou mais culpado quanto o próprio pecador. É como diz a Bíblia:

"Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado" (Tiago 4:17)

Em outras palavras: aquele que sabe que deve combater com firmeza o pecado e não age de forma decidida (e não diz nem faz nada contra o pecado, com medo de ser perseguido, preso, morto, ou de perder seus privilégios) é cúmplice do pecado (e é culpado diante de Deus)!

Será que agora deu pra você entender por que nós (servos de Deus) temos a obrigação de combater o pecado até a volta de Jesus?

Para que você reflita sobre tudo que foi dito aqui, deixo este versículo:

"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)

Wellington disse...

PESSOAL, O ALERTA QUE O PRESBÍTERO VALDOMIRO COLOCOU AQUI É IMPORTANTÍSSIMO (PRESTEM BASTANTE ATENÇÃO): NÃO É HORA DE OBA–OBA! GANHAMOS SOMENTE UMA BATALHA, MAS AINDA NÃO GANHAMOS A GUERRA! AGORA É QUE A NOSSA VIGILÂNCIA PRECISA SER REDOBRADA!

Sim, é verdade que tivemos uma vitória parcial. Mas nem por isso devemos, como se diz no popular, "baixar a guarda", ou melhor, não podemos (e nem devemos) nos descuidar, porque eu tenho plena e absoluta certeza de que o governo e militância gayzista não se darão por vencidos assim tão facilmente. Eles não costumam entregar os pontos quando não realizam seus desejos!

Portanto, não sejamos ingênuos: eles (governo e homossexuais) não desistirão dos seus objetivos, e usarão de todos os meios (e também de todo o seu poder econômico e da sua influência) para varrer da face da Terra tudo que for a favor da família, da moral, dos bons princípios, e da obediência à Palavra de Deus! Precisamos estar atentos!

Da mesma forma que o presbítero Valdomiro disse, eu também digo: contra este governo e os homossexuais, a nossa vigilância tem que ser permanente (24 horas por dia)!

Gilson disse...

Prestem bem atenção!!!!!!

O governo APARENTEMENTE "sepultou" o PLC 122...

Mas...

A verdade é esta: O GOVERNO RECUOU (TRATA-SE DE UM RECUO ESTRATÉGICO)!

Tenho plena e absoluta certeza de que vão querer apresentar outra lei equivalente ao PLC 122, ou vão querer inserir ele dentro de outra lei! Já se cogita em fazer uma reforma do Código Penal! Será que o PLC 122 (ou parte dele) não vai estar dentro deste mesmo código? É bom ficarmos atentos!

Esse recuo estratégico do governo e dos homossexuais é apenas para ganhar tempo, ou melhor, é uma tentativa de "amaciar" os evangélicos, católicos e demais brasileiros que se opõem ao PLC 122. Quando todos já estiverem totalmente "dominados", aí eles virão com tudo para nos atacar!

Só mesmo quem for muito ingênuo (ou muito idiota) para não ver o conchavo entre a militância gay e o governo do PT!

Se vacilarmos, essa víbora nos desferirá o seu golpe mortal!

Portanto, todo cuidado é pouco! Temos que ter atenção redobrada a partir de agora! Estejamos atentos!

Vítor disse...

Concordo em gênero, número e grau com o que disse o pastor Lucas. Não se pode cair num conformismo de acreditar que essas leis vão ser inevitavelmente aprovadas. A aprovação ou não delas depende única e exclusivamente da reação do público diante do avanço do mal.

No caso dos cristãos, o combate ao pecado é mais do que obrigação. Assistir passivamente ao domínio do mal sem reagir significa ser cúmplice do pecado! E muitos que se dizem cristãos estão esquecidos disto!

Desperta, povo do Deus! Temos que partir para a ação! Façamos a nossa parte enquanto podemos! É como diz a Palavra de Deus:

"Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andes" (Josué 1:9)

Diego500 disse...

Esta vitória do povo brasileiro foi importante, mas é bom ficarem atentos pois esta lei é uma pauta da ONU e demais organismos internacionais para o Brasil, e o PT/ PSOL e demais esquerdas ensandecidas, como todo bom escravinho dos grandes financistas internacionais que cumprem fielmente a agenda da nova ordem mundial, tentarão empurrar todo o texto dessa lei goela a baixo dos brasileiros, nem que seja por decreto ou de qualquer outra forma. Fiquem atentos.

Berto pernambuco disse...

Fiquei tao estressado com esse projeto nefasto que nem procurei saber se tinha sido aprovado, pois tinha certeza que seria. Depois de dias entro aqui no blog e vejo essa excelente noti'cia,,,uma vitoriazinha depois de tanta desgraca. Agradeco a todos que de uma forma ou de outra contribuiu pra isso. Obrigado Deus.

Verdureiro Eliel disse...

O senador Pedro Taques é um importante jurista de Mato Grosso. Não somente jurista, mas um guerreiro. Mesmo Não tendo filiação religiosa (até onde sei), foi coerente.

Só lembrando que ele também foi um ousado procurador de Mato Grosso, que enfrentou o maior mafioso do Brasil, o ex-policial Miguel Aracanjo, que comandava a máfia dos jogos no estado e foi responsavel por diversas mortes. Pedro Taques não se abalou diante deste mafioso, colcando-o na cadeia, junto a seus comparsas.

Parabéns a Pedro Taques e aos senadores Magno Malta e Eduardo Lopes, por ter derrotado Não somente ao ativismo tupiniquin gay, mas a ONU, a principal mestra apoiante deste tipo de ativismo.


Que Deus guarde nossa nação

Anônimo disse...

Tem mesmo que cremar, jogar as cinzas ao vento e garantir que não deixou filhotes por aí pois o ativismo pedófilo não descansa.
A APA mudou a classificação da pedofilia de "transtorno" para "orientação sexual".
"Assim como a APA declarou a homossexualidade uma'orientação' sob uma tremenda pressão de ativistas homossexuais em meados dos anos 70, agora, sob pressão dos ativistas pedófilos, eles declararam agora que o desejo sexual por crianças como uma" orientação".
Juntando com a PL122, a insistência do ativismo gay em levar projetos que falem de sexualidade infantil para as escolas e a dona Maria do Rosário querendo criminalizar pais não é difícil saber onde isto nos levar.
Se aceitarmos todas estas imposições, nossas crianças se transformarão em presas sexuais e não poderemos fazer absolutamente nada.

Cléber disse...

O anônimo do dia 25 está certíssimo: o ativismo pedófilo não descansa! Temos que ficar atentos!

Enquanto ainda estivermos aqui na Terra, nunca teremos nenhuma trégua diante dos ataques do mal. A nossa luta só terminará com a volta de Jesus. Mas enquanto Jesus não volta, temos que continuar a fazer a nossa parte (não podemos, de forma nenhuma, ser omissos).

E como o Gilson disse muito bem no comentário dele, o governo fez um recuo estratégico. Na verdade, é apenas uma forma de ganhar tempo para pegar todos de surpresa. Portanto, é preciso estarmos ainda mais atentos a partir de agora.

Para finalizar, faço das palavras do presbítero Valdomiro as minhas: ganhamos somente uma batalha, mas ainda não ganhamos a guerra! Portanto, nada de oba–oba antes da hora! Agora é que a nossa vigilância tem que ser redobrada!

Ganhamos somente um "round" desta luta, que ainda promete ter muitos outros "rounds" pela frente! Fiquemos atentos!

Anônimo disse...

Concordo com o que o Cléber disse! Temos que ter vigilância redobrada a partir de agora!

Anônimo disse...

JESUS DISSE: ANTES QUE O GALO CANTE TU (PEDRO) ME NEGARÁ TRÊS VEZES. OS HOMOSSEXUAIS QUEREM FAZER VIRAR LEI NOSSA NEGAÇÃO A JESUS. EU NÃO VOU NEGAR AO MEU SENHOR E SALVADOR. TENHO PENA DESSAS PESSOAS ENGANADAS PELO DEMÔNIO. TENHO PENA DOS MILHARES DE JOVENS "CASAIS" DESFILANDO PELAS RUAS DO NOSSO PAIS E DO MUNDO "FELIZES" AOS OLHOS DOS HOMENS...VAMOS BUSCAR A DEUS ENQUANTO É TEMPO...A BARCA ESTÁ AFUNDANDO, SÓ SERÃO SALVOS OS QUE ESTIVEREM A BORDO DA NAU DE CRISTO...

Anônimo disse...

Contra este governo, não se pode dar nem um único segundo de descuido!