10 de dezembro de 2013

Nelson Mandela: Israel é terrorista e árabes islâmicos são inocentes


Nelson Mandela: Israel é terrorista e árabes islâmicos são inocentes

Julio Severo
Se você acreditar na imprensa cristã esquerdista, Nelson Mandela era… cristão! Pura doutrinação da grande mídia secular? Sem dúvida. A imprensa secular tem representado Mandela como um herói.
Um grande site protestante de notícias no Brasil publicou uma lista de citações bacanas de Mandela. Ao ler exclusivamente essas citações bacanas, daria para dizer que ele foi um herói e até mesmo cristão.
Nelson Mandela e Yasser Arafat
Contudo, e quanto às outras citações?
Já que os grandes meios de comunicação e até a imprensa cristã não lhe mostrarão as citações dele que não são bacanas, eu farei isso. Eis uma lista de algumas dessas citações de Mandela:
1) “Mas sabemos muito bem que nossa liberdade é incompleta sem a liberdade dos palestinos.” (Discurso do presidente Nelson Mandela no Dia Internacional de Solidariedade ao Povo Palestino, 4 de dezembro de 1997, Pretória.)
Comentário de Julio Severo: A Conferência Mundial contra o Racismo realizada pela ONU na África do Sul em 2009 foi usada como uma plataforma para condenar Israel, cujo governo a boicotou.
2) “Creio que há muitas semelhanças entre nossa luta e a da OLP.” (1990)
Comentário de Julio Severo: A OLP, ou Organização para a Libertação da Palestina, era uma organização terrorista responsável por muitos ataques contra cidadãos israelenses, inclusive crianças.
3) “Nós nos identificamos com a OLP porque, exatamente como nós, eles estão lutando pelo direito de autodeterminação.” … “Arafat é nosso companheiro de batalha.”
4) “Se tivermos de nos referir a algum dos lados como Estado terrorista, podemos nos referir assim ao governo israelense porque são eles que estão massacrando árabes inocentes e indefesos nos territórios ocupados.” (1990)
5) “Se há um país que tem cometido atrocidades indescritíveis no mundo, são os Estados Unidos da América. Eles não se importam com os seres humanos.”
Comentário de Julio Severo: Mandela tinha maus sentimentos sobre os EUA na era do governo de Ronald Reagan. Sob o governo de Obama, os louvores eram mútuos. Mandela louvava Obama, e Obama o louvava também.
Fidel Castro e Nelson Mandela
6) “Longa vida à revolução cubana. Longa vida ao camarada Fidel Castro… Os internacionalistas cubanos têm feito muito pela independência, liberdade e justiça africana. Admiramos os sacrifícios do povo cubano para manter sua independência e soberania em face de uma maldosa campanha imperialista designada para destruir os avanços da revolução cubana. Nós também queremos controlar nosso destino… Não pode haver entrega. É um caso de liberdade ou morte. A revolução cubana tem sido uma fonte de inspiração para todas as pessoas que amam a liberdade.”
7) “O povo da Ásia e África não se deixou iludir pela campanha difamadora conduzida pelos EUA contra os países socialistas. Eles sabem que sua independência está sob a ameaça não de algum país socialista, mas pelos EUA, que cercaram seu continente de bases militares. O espectro comunista é um golpe de propaganda dos EUA para distrair a atenção do povo da África da real questão que os confronta, isto é, o imperialismo americano.”
Comentário de Julio Severo: Compreenda que as queixas de Mandela são aplicáveis apenas aos EUA sob Reagan. O governo dos EUA sem Reagan veem Mandela como um herói e adotam sua agenda socialista.
8) “Sob um governo do Partido Comunista, a África do Sul se tornará uma terra que mana leite e mel.”
Comentário de Julio Severo: Essa “terra que mana leite e mel” é uma inversão do simbolismo da Bíblia. Desde Mandela, o índice de violência sexual na África do Sul tem estado entre os mais elevados do mundo. Um número estimado de 500 mil casos de estupros ocorre no país anualmente e crianças, inclusive bebês, compõem 41 por cento de todas as vítimas de estupros. Acredita-se que a África do Sul tenha mais pessoas com HIV/AIDS do que qualquer outro país no mundo. Até mesmo um filho de Mandela morreu de AIDS. Um fator importante que contribui para o grande aumento na violência sexual contra crianças, até bebês, é o mito generalizado entre os negros sul-africanos de que ter sexo com uma virgem curará um homem da AIDS. A África do Sul é agora considerada capital mundial do estupro, tendo também um índice muito elevado de assassinatos e agressões. Em toda a sua história, a África do Sul nunca viu tal violência desenfreada. Isso é só um dos legados de Mandela. Outros legados são: sob o governo dele, a África do Sul legalizou o aborto e a homossexualidade.
9) “Yasser Arafat era um dos excelentes lutadores da liberdade desta geração, alguém que dedicou sua vida inteira à causa do povo palestino.”
10) “A causa do comunismo é a maior causa na história da humanidade!”
Nelson Mandela e Fidel Castro
11) “Há um ponto em que a Cuba (de Fidel Castro) se destaca acima do resto: em seu amor pelos direitos humanos e pela liberdade!”
12) “A vitória do socialismo na URSS, na República Popular da China, na Bulgária, Checoslováquia, Hungria, Polônia e Romênia, em que as condições de vida do povo eram em muitos aspectos semelhante ou até piores do que as nossas, prova que nós também podemos alcançar essa meta importante.”
13) “Os comunistas em todos os lugares lutam para destruir a sociedade capitalista e substitui-la pelo socialismo, onde as massas do povo comum, independente de raça ou cor, viverão em completa igualdade, liberdade e felicidade. Eles buscam revolucionar a sociedade e assim são chamados de revolucionários. Aqueles que apoiam o capitalismo com suas divisões de classes e outros males e que se opõem às nossas lutas justas para acabar com a opressão são chamados de contrarrevolucionários.”
14) “Em nosso país, as lutas dos oprimidos são guiadas pelo Partido Comunista da África do Sul e inspiradas por suas políticas.”
Essas políticas levaram a África do Sul diretamente nos braços da cultura da morte.
Em 1996, Mandela aprovou uma das leis mais liberais de aborto no mundo.
Naquele mesmo ano, a nova constituição de Mandela tornou, conforme LifeSiteNews, a África do Sul o primeiro país do mundo a colocar a “orientação sexual” junto com raça e religião como bases restritas de discriminação — algo que foi fundamental para a legalização do “casamento” homossexual uma década depois.
Essas políticas também levaram a África do Sul diretamente nos braços da cultura da violência.
Não havia uma epidemia estratosférica de estupros de brancos contra negros na África do Sul antes de Mandela. Mas é de admirar que desde Mandela, a África do Sul tenha uma epidemia estratosférica de violência, inclusive estupros, de negros contra brancos? Dave Jolly diz:
“Nas cidades, os brancos se tornaram os alvos preferidos de agressões, roubos e estupros. A filha adolescente de amigos meus temia por sua segurança e recato diariamente quando ia e vinha da escola. Ela tinha colegas que eram estupradas e roubadas por negros e a polícia, composta quase que somente de negros, nada fazia. Esses são apenas alguns dos muitos casos horrorosos que estão acontecendo com muitos brancos na África do Sul. As condições se tornaram tão perigosas que muitos brancos estão deixando o país.”
O marxismo torna qualquer nação violenta.
Sobre as citações “bacanas” de Mandela, preciso dizer algo mais? O homem disse tudo, e não é bacana nem cristão.
Com informações do WND e Al-Jazeerah.
Leitura recomendada:

3 comentários :

Cristao Peregrino disse...

O Olavo já havia desmascarado Mandela a um bom tempo.

Agora, Dilma, Obama e Raul Castro vão discursar no enterro do Mandela.

Nada de novo.

Anônimo disse...

Só não concordo com o uso que vc faz da palavra: "bacana" , (dá uma olhadinha no sign dessa palavra... o artigo é excelente.

Anônimo disse...

Uma pena que as organizacaoes globo nao traz essa informscao ao publico