17 de dezembro de 2013

Marisa Lobo e o autodenominado “jornalismo” da Folha de S. Paulo


Marisa Lobo e o autodenominado “jornalismo” da Folha de S. Paulo

Em matéria exclusiva no Blog Julio Severo, psicóloga cristã fala sobre tendenciosidade da Folha contra ela:

Não entendi como a Folha de São Paulo, um jornal que se diz de grande expressão, perde tempo com uma psicóloga que, segundo a própria Folha, se diz “cristã.” Falta de assunto? Ou tentativa de uma repórter ativista ateísta de difamar, desconstruir, humilhar uma mulher (heterossexual) apenas por ter opinião contrária  e por representar um entrave para suas causas — conquistar privilégios e não direitos.
Marisa Lobo
Para quê publicar três versões na internet? Fiquei lisonjeada com tanto IBOPE.” Apesar da tentativa de ridicularização, penso que foi propaganda de graça. Gosto de marcar posições. Não sou mulher de ficar em cima do muro e tão pouco agradar a ninguém para ficar bem na fita.
Claro que a tentativa é sempre de nos desconstruir e ridicularizar. Quero dizer aos irmãos, colegas e pastores que não disse nem metade do que essa “pseudo jornalista” publicou. Todas as tentativas de me ridicularizar foram palavras dela, interpretação dela. Achei desnecessário ela falar da camisa do meu marido, do salgadinho que ele estava comendo. Além disso, ela o chama de “baixinho” e por aí vai.
Jamais falei em tom de deboche de ninguém, ou da religião de alguém. Cadê a imprensa séria e imparcial? Agiu como o pior dos piores folhetins de quinta.
Falou da minha roupa e do meu sapato, porque não tinha o que falar de mim. Então, inventou algo que os militantes radicais gostam de falar: roupas, sapatos, joias, bizarrices idiotices, ou seja, coisa de gente vazia, gente que não acredita em Deus e por isso, tentativa de destruir todos os que acreditam em suas teoria inventadas e em seu “poder “ de mídia.
Eu sabia que ia ser uma tentativa de desconstrução, claro. Não fui dar uma entrevista na ingenuidade. Mas a maldade e a mesquinhez de uma pseudo-profissional me causou  indignação. Mas depois, muitos risos, porque foi realmente uma propaganda de graça que atingiu todo Brasil.
Eu não disse que vou lutar para inibir a homossexualidade. Isso é mentira. Eu disse que vou lutar pelos direitos reais do ser humano. Se ele desejar ou não pessoas do mesmo, isso é um direito dele.
Eu vou lutar contra a sexualização precoce das crianças nas escola. Mas isso, claro, ela não falou. Apenas fez o que são ótimos em fazer: manipular a escrita. É tão surda que ouve o que já está programada para ouvir. Depois, nós é que somos alienados.
Eu não disse que pedia para meu amigo gay, com AIDS, para parar de fazer “macumba” simplesmente. É que ele explorava as pessoas, e eu temia que um dia alguém o prendesse ou denunciasse. Então, eu dava-lhe bons conselhos, mesmo porque nesta época eu nem era evangélica. Eu era eclética, ou seja, curtia toda e qualquer religião. Apenas não gostava de vê-lo tirando dinheiro das pessoas. Acho que a repórter não entendeu ou estava tão ansiosa para me pegar que nem se tocou que falava de uma época que detestava crente.
Logo eu não poderia ter dito para meu amigo gay, com AIDS, que ele ia para o inferno. Eu nem acreditava nisso. Ele que me pediu para ler a Bíblia e eu li e fiz orações. Ele que dizia que não queria ir para o inferno. Nos seus delírios de febre, ele dizia que queria ver Deus, e eu fui usada mesmo sem saber para proporcionar essa alegria. Detalhe: eu  ainda era estudante .
Mas creio que o pior foi ter falado com deboche do meu pai, um homem com uma história de luta e tristeza. Por aí podem perceber como destilam ódio e veneno sem nem se preocupar com a dor que podem causar. A consideração é pelos seus umbigos, privilégios e alienações.
Perdem-se em suas tentativas de desconstruir os cristãos. A “jornalista” tentou me humilhar porque confidenciei que minha mãe  foi prostituta, e que  fui abandonada pela mãe aos seis anos, e que sou fruto de um aborto que não deu certo. Sofri preconceito e muito, mas, como sou evangélica, ter tido uma mãe prostituta, ter sido abandonada pela mãe, ter quase sido abortada é uma vergonha. Preconceito por crianças abandonadas? Preconceito por alguém que teve uma mãe na prostituição? Preconceito por alguém que quase foi abortado?
Não falei que sou a “coach” do Feliciano. Eu disse que fui uma espécie de coach, uma amiga que é psicóloga e que deu orientação — nesse caso, informal — para um amigo que estava vivendo um momento muito difícil por causa da Comissão de Direitos Humanos. Como ele mesmo confirmou, Marco Feliciano nunca deitou no meu divã. Eu não sou analista ou psicanalista nem uso divã. Aliás, uso o face a face. Sigo a linha cognitiva comportamental e não psicanalista ou psicoanalista.
Não posso ser “guru” dele ou de ninguém. Erro grave cometido por uma jornalista que se diz estudada, conhecedora de religião, mas não sabe que guru nada tem a ver com evangélicos. Jamais iria expor um amigo  ou uma pessoa a quem tenho aconselhado. Apenas citei que dei alguns conselhos, para o Feliciano  saber como lidar com os traumas de suas filhas causados por pessoas como essa jornalista, com militância gay desonesta.
Enfim foi tanta tentativa de me tachar de “homofóbica” por tabela que ficou claro, mais uma vez, qie a Folha é cristofóbica e intelectualmente desonesta.
Para ver as “pérolas” anticristã da Folha contra Marisa, clique aqui e também aqui.
Leitura recomendada:

12 comentários :

Everaldo disse...

Como se já não bastasse o ataque dessa imprensa podre, suja, e imoral contra o irmão Júlio Severo e os demais cristãos, agora o alvo da fúria do "politicamente correto" deste governo corrupto de Dilma e dos homossexuais é a nossa amada irmã em Cristo (irmã Marisa).

Essa "jornalista" que insultou a irmã Marisa pensa que pode blasfemar dos servos de Deus e ficar impune? SE ESSA "JORNALISTA" NÃO SE ARREPENDER DO QUE DISSE, A IRA DE DEUS VIRÁ SOBRE ELA! O próprio Deus garante:

"Não toqueis nos Meus ungidos, e nem façais mal aos Meus profetas" (1 Crônicas 16:22)

Para a irmã Marisa, eu digo o seguinte: amada irmã, o Senhor Jesus está contigo. E nós, cristãos, estamos com você. Ainda que o inferno inteiro se levante, o Senhor te livrará de todo mal. É como disse o salmista:

"Os que confiam no Senhor serão como o monte de Sião, que não se abala, mas permanece para sempre" (Salmo 125:1)

E o Senhor Jesus também garante:

"Bem–aventurados sois vós quando vos injuriarem e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por Minha causa. Alegrai-vos e rejubilai, grande será o vosso galardão nos Céus; pois assim fizeram aos profetas que vieram antes de vós" (Mateus 5:11–12)

Oremos pela irmã Marisa, porque ela, neste exato momento, precisa de todo o melhor apoio que pudermos dar.

ÉLQUISSON disse...

Vendo a situação que a irmã Marisa está passando, me lembrei da carta que Jesus mandou o apóstolo João escrever para a igreja de Esmirna:

Apocalipse 2:8–11

2:8 E ao anjo da igreja em Esmirna, escreve: isto diz o Primeiro e o Último, Aquele que foi morto e reviveu:
2:9 Eu conheço a tua tribulação, a tua pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia daqueles que se dizem judeus e não o são, mas são a sinagoga de Satanás.
2:10 Não temas as coisas que haverás de sofrer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida.
2:11 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: o vencedor não sofrerá o dano da segunda morte.

Naquela época, os fiéis da igreja de Esmirna estavam sendo impiedosamente perseguidos e mortos, mas Jesus os encorajava a permanecerem firmes a Ele até o fim. Muitos amavam mais a Jesus e à Sua Palavra do que as próprias vidas (uma lição importantíssima para os cristãos dos dias de hoje)!

Ninguém pense que a situação hoje é diferente. Quem desejar ser um verdadeiro cristão tem que estar preparado para enfrentar o pior a qualquer momento. A vida cristã é uma vida de lutas, de provações, de dificuldades, de problemas a resolver. Assim como o ouro precisa ser provado no fogo para remover as impurezas, assim também o cristão precisa ser provado para enfrentar a maldade do mundo (Tiago 1:12). O verdadeiro servo de Jesus tem que estar sempre pronto para dar a vida por amor a Ele e à verdade de Sua Palavra. Quantos, hoje, fariam como os fiéis de Esmirna (que aceitaram a morte sem nenhum medo)?

Da mesma forma que o Everaldo, eu também digo para a irmã Marisa: amada irmã, você não está sozinha esta luta. O Senhor Jesus está contigo. E nós, cristãos, estamos com você. Desde já, pode contar conosco (e também com as nossas orações).

Aproveito para deixar, para a irmã Marisa, alguns versículos para reflexão:

"Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, a angústia, a perseguição, a fome, a nudez, o perigo, ou a espada? Como está escrito: Por amor a Ti, somos entregues à morte todos os dias; fomos considerados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores por Aquele que nos amou" (Romanos 8:35–37).

"Os que confiam no Senhor serão como o monte de Sião, que não se abala, mas permanece para sempre" (Salmos 125:1)

"Em verdade Eu vos digo que se alguém guardar a Minha Palavra, nunca verá a morte" (João 8:51)

"No mundo tereis aflições; mas tende bom ânimo, porque Eu venci o mundo" (João 16:33)

"Bem–aventurado é o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, e não se assenta na roda dos escarnecedores. Antes o seu prazer está na lei do Senhor; e nela medita dia e noite" (Salmo 1:1–2)

"Entrega o teu caminho ao Senhor; confia Nele, e Ele tudo fará" (Salmo 37:5)

ELISEU disse...

O apóstolo Paulo disse que todos aqueles que quiserem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos (2 Timóteo 3:12). Nas épocas do Império Romano e da Inquisição, ser cristão era assinar a própria sentença de morte. Milhões de cristãos foram perseguidos, presos, queimados vivos nas fogueiras, atirados às feras na arena do Coliseu, decapitados, e mortos de muitas outras formas.

Muita gente talvez ainda não tenha percebido, mas estamos, a cada dia que passa, voltando novamente a esses mesmos tempos. Se isto que estão fazendo com a irmã Marisa não é perseguição, então eu já não sei mais o que é.

Estou pronto para pagar o preço que for necessário em favor do evangelho, e, neste exato momento, dou todo meio apoio à irmã Marisa. Ao mesmo tempo, manifesto meu total repúdio à atitude desta "pseudo–jornalista" da Folha de São Paulo (a tal Anna Virginia Balloussier) e também de todos os que são comprometidos com o "politicamente correto" do governo e dos homossexuais.

Se mesmo com a lei ainda permitindo (por enquanto) a nossa liberdade de expressão já estamos sendo perseguidos, agora imaginem quando nos tirarem esse direito!

Tudo isto que está acontecendo só faz confirmar uma coisa: Jesus está voltando!

Da mesma forma que o Élquisson perguntou no comentário dele, eu também pergunto: quantos, hoje, fariam como os fiéis de Esmirna (que aceitaram a morte sem nenhum medo)? Quem, nos dias de hoje, morreria por amor a Jesus e à Sua Palavra? Quem teria a coragem de um Elias ou um João Batista para denunciar as coisas erradas dos poderosos (e também dizer certas verdades que muitos estão precisando ouvir)? Quem?

Fica a pergunta no ar para alguém daqui responder na primeira oportunidade!

Wilton disse...

O comentário do Eliseu foi direto ao ponto. Realmente, estamos voltando ao tempo das perseguições aos cristãos. E o pior é que tem gente que não quer admitir nem aceitar isso, mas isso, infelizmente, já é uma realidade evidente diante dos nossos olhos. Para que maior prova disso do que a injustiça que estão fazendo com a irmã Marisa (que se recusou a obedecer ao "politicamente correto" do governo e dos homossexuais)? Isso sem contar as perseguições e mortes de muitos cristãos em países islâmicos (e em outros onde a Bíblia é proibida)!

A cada dia que passa, a volta de Jesus está mais próxima. O cerco está se fechando, e fatalmente vai chegar o dia em que muitos que se dizem cristãos serão postos à prova para saber quem é cristão de verdade (e não só de boca)! Quem estará pronto neste mesmo dia? O próprio Jesus pergunta isso:

"Quando, porém, vier o Filho do homem, por acaso achará fé na Terra?" (Lucas 18:8)

Quantos estão prontos para enfrentar as adversidades que inevitavelmente virão antes da volta de Jesus?

Roberto Aleixo disse...

A Dra. Marisa deveria processar por calúnia esse folhetim de boteco e também essa militante gayzista travestida de "jornalista".

Anônimo disse...

Ja na decada de noventa a imprensa comecou a pegar pesado contra o cristianismo. Durante algum tempo fui assinante dessa Falha de Sao Paulo, bem como da Veja. Apos enviar correspondencia aa editoria de ambos sobre ataques a minha fe, alertandos-os de que nao me agradava a linha editorial deles, sendo que se dignaram a responder que "nao tinha nada a ver", continuaram com o satanismo. Cancelei as assinaturas. Fico perplexo de que os evangelicos deem ibope para a rede esgoto de tv e outras. Sinal de que falta alguma vergonha biblica no segmento.

Antonio.

Roberto Aleixo disse...

Concordo com o Antônio.

Não entendo porque um evangélico ou um católico ligam suas TVs e assistem essa programação imbecil e alienante da Globo, que não se cansa de ridicularizar e difamar o Cristianismo. Cristãos de araque, é isso que são!

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Respondendo ao Roberto Aleixo,

Amigo Roberto,

Em relação à Globo, nem precisa dizer muita coisa. Todos nós sabemos que ela é uma emissora de televisão totalmente a serviço do diabo e de seus escravos. A programação dela, vinda diretamente do inferno, só tem destruído os lares de quem assiste à podridão moral que ela transmite. Só não entende, não aceita, e não enxerga isso quem não quer!

Apesar da Globo ser a emissora "oficial" deste governo corrupto do PT e também dos homossexuais (e seus cúmplices), ninguém pense que as demais (Record, SBT, Band, e outras) são algum modelo de santidade. Quer ver um exemplo? A Record. E quem é o homem forte da Record? Ninguém mais ninguém menos do que Edir Macedo, o poderoso chefão pró–aborto da Igreja Universal (aqui pra nós: até hoje, a compra da Record pela Universal é uma história que, a meu ver, ainda está muito mal contada). A programação da Record é a mesmíssima da Globo (não muda rigorosamente nada)!

Graças a Deus que este blog do nosso amado irmão Júlio Severo tem sido um canal abençoado para informar a todos os cristãos (e para mostrar tudo o que a mídia corrupta nunca mostra)!

Roberto Aleixo disse...

Amigo Valdomiro, você está certo no que diz. As demais emissoras não são melhores que a pior delas, a Globo. Por isso, há anos fiz a opção de desligar meu aparelho de TV para essa programação idiota.

Jarbas disse...

O presbítero Valdomiro está certíssimo. Não só a Globo é um lixo, mas as outras emissoras também. Do jeito que a mídia em geral é toda podre (ainda mais sendo a favor de um governo corrupto), não dá pra confiar em nenhum canal de TV.

É por isso que, há pouco mais de 3 anos, eu não sei o que é assistir televisão. Faço como disse o salmista:

"Não porei coisa má perante os meus olhos" (Salmo 101:3)

O meu canal diário de informação é este blog do irmão Júlio Severo, que sempre nos deixa atualizados a respeito de tudo o que acontece não só aqui no Brasil como também em todo o mundo. Não passo um dia sem ver o que tem publicado aqui.

Desde já, desejo que o Júlio continue sendo este destemido profeta do Senhor Jesus.

Guto Kowalski disse...

Desde a última eleição, no ano passado, que essa Folha de São Paulo foi desmascarada publicamente como apoiadora do PT e da esquerda.

Portanto, boicotem esse "jornal", cancelando assinaturas e avisando a todos de que lado está essa Folha.

Guto Kowalski disse...

No ano passado, antes da eleição, essa tal Folha de São Paulo foi desmascarada por apoiar descaradamente a presidente Dilma e a esquerda.

Portanto, façamos nossa parte contra esse pseudojornal: cancelem assinaturas, boicotem e avisem a todos seus amigos de que lado está esse grupo de mídia.