29 de novembro de 2013

Urgente: PLC 122 pode ser aprovado nesta quarta-feira, dia 4 de dezembro


Urgente: PLC 122 pode ser aprovado nesta quarta-feira, dia 4 de dezembro

Modelo de mensagem de alerta a ser copiado, colado e distribuído por email, Facebook e outras redes sociais:

PLC 122: A AMEAÇA DO "GÊNERO"

Primeiramente, quero agradecer a todas as pessoas que antederam ao recente alerta de mobilização contra o PLC 122. Graças a cada telefonema e email enviado aos senadores, o senador petista Paulo Paim não teve saída, a não ser adiar. Eis que agora, ele tenta mais uma vez cumprir sua promessa de colocar o PLC 122 para votação nesta quarta-feira, 4 de dezembro.
A votação será às 8h30min, na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa.
Endereço completo em Brasília: Plenário 2, Ala Senador Nilo Coelho no Anexo 2 do Senado Federal.
Sou Julio Severo (www.juliosevero.com), autor do livro "O Movimento Homossexual", publicado pela Editora Betânia na década de 1990. Desde então, tenho dado vários alertas para o público, especialmente com relação às ameaças da agenda gay.
Hoje, trago um importante alerta sobre o PLC 122, um projeto do PT concebido para criminalizar a chamada "homofobia", conceito muitas vezes interpretado como qualquer opinião contrária às práticas homossexuais.
O senador Paulo Paim (PT-RS) está apresentando seu substitutivo, que pode ser lido em sua íntegra neste endereço:
Segundo Paim, sua versão do PLC 122 omitiu propositadamente agora o termo "HOMOFOBIA". Conforme a matéria acima, ele havia anunciado com antecedência:
O termo traiçoeiro, mas não seu espírito, foi removido. As ameaças explícitas foram removidas. Mas outras ameaças, não explicitas, estão presentes. Sob a roupagem de uma legislação punitiva, o projeto pretende ser o veículo para introduzir na legislação brasileira os conceitos de "ORIENTAÇÃO SEXUAL" e "IDENTIDADE DE GÊNERO", agora mais reforçados do que nas versões anteriores. O projeto cita doze vezes o conceito de gênero e identidade de gênero e seis vezes o conceito de orientação sexual.
MAIS IMPORTANTE: Apesar da tentativa do senador petista de tranquilizar o público com relação às pesadas consequências do PLC 122, a Agência Senado, em 28 de novembro, deixou claro que um cidadão brasileiro poderá ser punido com até cinco anos de prisão por preconceito de gênero ou de orientação sexual.
Há ainda penas para quem impedir ou restringir a manifestação de “afetividade” de qualquer pessoa em local público ou privado aberto ao público, “resguardado o respeito devido aos espaços religiosos”.
Qualquer que seja o entendimento que os cristãos tenham sobre o novo PLC 122 “protegendo” os espaços religiosos, é a interpretação do autor que vale. O site homossexual A Capa, com exclusividade, mostrou como o senador petista interpreta essa “proteção.” Segundo A Capa, Paim disse:
“Dentro dos cultos religiosos, temos que respeitar a livre opinião que tem cada um. Por exemplo, você não pode condenar alguém por, num templo religioso, ter dito que o casamento só deve ser entre homem e mulher. É uma opinião que tem que ser respeitada.”
É uma mudança não muito diferente da mudança proposta por Marta Suplicy dois anos atrás, conforme registrado neste vídeo: http://youtu.be/jIOOE0n2V5g
De acordo com Paim e Suplicy, os cristãos terão liberdade de opinar contra o homossexualismo e até de defender o casamento entre homem e mulher — mas só poderão dizer isso DENTRO das igrejas.
Enquanto os militantes gays terão liberdade de dizer e fazer o que quiserem em todo e qualquer lugar FORA das igrejas, os cristãos estarão totalmente impedidos FORA das igrejas e, se quiserem se expressar, deverão ir a um templo religioso para desabafar o que pensam.
A defesa do casamento entre homem e mulher será varrida dos lugares públicos, sendo confinada aos espaços estritamente religiosos.
Os templos religiosos, de acordo com Paim e Suplicy, funcionarão como guetos da liberdade de expressão dos cristãos. Fora dos guetos, o silêncio será obrigatório para os cristãos que são contra as práticas homossexuais e a favor do casamento conforme Deus criou. Fora dos guetos, só cristãos esquerdistas pró-sodomia é que terão liberdade de falar o que quiserem.
Ao site A Capa, Paim acabou mostrando que o PLC 122 continua um projeto de ditadura gay.
====================================================
O QUE VOCÊ PODE FAZER
====================================================
Converse com líderes de sua igreja e outros grupos focados no bem-estar social para agendar uma mobilização nesta quarta-feira, 4 de dezembro.
A votação será às 8h30min, na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa.
Endereço completo em Brasília: Plenário 2, Ala Senador Nilo Coelho no Anexo 2 do Senado Federal.
Se você é pastor ou padre, desafie os membros de sua igreja a fazerem presença neste endereço nesta data. Chegue bem antes do horário. Sua participação, exercida com ordem e decência, é fundamental.
Pede-se a todos que não revidem às provocações e grosserias dos ativistas petistas que estarão presentes. Pede-se também a todos que não usem palavras vulgares na liberdade de expressão contra os que defendem o PLC 122.
Leve bandeiras e faixas, com mensagens contrários ao PLC 122. Algumas sugestões de mensagens:
* Dilma, não apoie a destruição da família!
* Dilma, não à política de gênero
* PT contra a família
* A família é homem, mulher e filhos, NÃO gênero
* Gênero é suicido social
* Abaixo o PT e o gênero
Se o termo “gênero” ou “identidade de gênero” embutido no PLC 122 for aprovado, todos os cidadãos brasileiros perderão o direito e a liberdade de defender publicamente o casamento como entre somente homem e mulher.
Por que a “santificação” legal de “gênero” é uma ameaça à família brasileira?
====================================================
COMPREENDENDO O PLC 122 E OS TERMOS "ORIENTAÇÃO SEXUAL" E "IDENTIDADE DE GÊNERO"
====================================================
O PLC 122 introduz na legislação brasileira o conceito de "GÊNERO". A única lei que até hoje contém o termo "GÊNERO" é a Lei Maria da Penha, porém com o sentido unicamente de sexo (masculino e feminino). A Lei Maria da Penha refere-se à violência doméstica contra a mulher, conforme declarado em seu primeiro artigo:
"ESTA LEI CRIA MECANISMOS PARA COIBIR E PREVENIR A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER, E ESTABELECE MEDIDAS DE ASSISTÊNCIA E PROTEÇÃO ÀS MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR".
O problema no caso do PLC 122 é que o conceito de "GÊNERO" em seu texto não é mais sinônimo de sexo masculino e feminino. "GÊNERO" no PLC 122 é uma construção ideológica para sustentar uma variedade flexível de SEXUALIDADES" inventadas.
O PLC 122 introduz também o conceito de "ORIENTAÇÃO SEXUAL". Esse conceito é, do ponto de vista lógico, anterior ao conceito de gênero. Para alcançar o conceito de "GÊNERO" como algo totalmente diferente da definição tradicional de sexo biológico masculino e feminino é necessário passar pelo conceito de "ORIENTAÇÃO SEXUAL". Uma vez consolidada a idéia de que existem várias "ORIENTAÇÕES SEXUAIS", a Esquerda sexual apresenta sua explicação de que não existem sexos, mas existem gêneros, que são "CONSTRUÇÕES SOCIAIS", não biológicas. Ora, se o que existe não são mais os "SEXOS", mas sim os "GÊNEROS", e se os "GÊNEROS" não são mais biológicos, mas simples "CONSTRUÇÕES SOCIAIS", neste caso a família tradicionalmente entendida, como originária da união entre um homem e uma mulher, deixa de fazer qualquer sentido.
BAIXE AQUI GRATUITAMENTE EM PDF O LIVRO “AGENDA DE GÊNERO”:
Deste modo, a ideologia de gênero está sendo introduzida na legislação como uma bomba relógio com o objetivo de destruir o conceito tradicional da família como a união de um homem e uma mulher vivendo com compromisso de criar e educar filhos.
A bomba relógio trazida pelo PLC 122 está armada para ser detonada o mais rapidamente possível. Já está tramitando na Câmara dos Deputados um projeto de lei, produzido pela Comissão Parlamentar Mista de Inquérito sobre a Violência contra a Mulher no Brasil, que introduz a "IGUALDADE DE GÊNERO" nas metas da Lei de Diretrizes e Bases da Educação nacional. Esse projeto, o PL 6010/2013, está avançando em regime de urgência, para ser aprovado diretamente no plenário do Congresso Nacional. Sua tramitação e conteúdo podem ser examinados neste
endereço:
Ora, bastará que o conceito de "GÊNERO" seja oficialmente reconhecido e imposto na legislação pelo PLC 122, para que não exista mais nenhum motivo que possa ser apresentado pelos legisladores como fundamento para que se recusem a aprovar o PL 6010/2013, que introduzirá e imporá a "IGUALDADE DE GÊNERO" nas metas da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Com isso, todos os alunos serão obrigados a aprender nas escolas a ideologia de gênero, que apresenta como sexualidade toda a abundância de opções fora dos padrões relacionados com a construção de uma família tradicional, uma instituição que não têm qualquer sentido dentro da ideologia de gênero. Com a ideologia de gênero imposta pela lei na educação, os kits gays, bissexuais, transexuais, lésbicos, etc., serão obrigatórios para as crianças em idade escolar.
Esta tendência já está sendo imposta a nível internacional. O escritório regional para a Europa da Organização Mundial da Saúde, em conjunto com o Centro Federal Europeu para a Educação em Saúde, com sede em Colônia, acabam de publicar o documento "PADRÕES PARA A EDUCAÇÃO SEXUAL NA EUROPA". O texto pode ser lido neste endereço:
O documento afirma que a educação sexual obrigatória na Europa em todas as escolas começou em 1955, estendendo-se em seguida para os outros países escandinavos, a Alemanha, a Áustria, a Holanda e a Suíça, embora não tenha se tornada obrigatória nesses países. O texto afirma que lamentavelmente a educação sexual dada nas escolas da Europa concentra-se "APENAS NA COMUNICAÇÃO DOS FATOS BIOLÓGICOS, NEGLIGENCIANDO TODO O DESENVOLVIMENTO DE HABILIDADES".
O documento recomenda ainda que a educação sexual se torne obrigatória para as crianças de todos os países da Comunidade Europeia, sem nenhuma cláusula de opções que permitam aos pais retirar suas crianças das aulas,
"MESMO QUE ELES TENHAM SÉRIAS OBJEÇÕES AOS CONTEÚDOS DO CURRÍCULO".
Este é um padrão que está sendo intencionalmente imposto no mundo inteiro e que chegará ao Brasil.
O que acontecerá então? Se o PLC 122 for aprovado e se tornar lei, o conceito de "GÊNERO" estará legalmente sacralizado. Em seguida, o PL 6010/2013, que supostamente é apresentado como tendo sido idealizado apenas para "COMBATER À VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER", introduzirá a "IGUALDADE DE GÊNERO", e toda a ideologia envolvida neste conceito, nas metas da Lei de Diretrizes e Bases da Educação, forçando todas as escolas nessa direção. Bastará então que qualquer projeto de lei venha a tornar a educação sexual obrigatória nas escolas, e a Esquerda sexual acabará transformando o sistema educacional numa máquina armada para a demolição e destruição do conceito da família natural.
A malícia contida na estratégia de "MUDANÇA" apresentada pelo senador petista Paulo Paim o PLC 122 consiste no fato de que o publico, tão acostumado e cansado em focar a atenção apenas no caráter punitivo do PLC 122, não conseguirá perceber a bomba-relógio da sacralização legal dos conceitos agora reforçados de "ORIENTAÇÃO SEXUAL" e "GÊNERO". Em vez de perceberem esta ameaça, as pessoas se distrairão na discussão sobre se as punições que o PLC 122 impõe são justas ou injustas, se são abusivas ou equilibradas. E vamos nos perder nestas discussões sem ter percebido que o principal perigo do projeto é justamente a introdução legal do conceito de "GÊNERO", que está na própria essência do documento. Assim que este projeto vier a tornar-se lei, o conceito de gênero já estará fora de discussão, e a própria concepção do que seja a sexualidade humana terá sido totalmente reinventada na legislação, sem que ter sido discutida uma única vez.
Com esta reviravolta legal solidificada, as portas estarão abertas para outras leis sacralizando a nova e inventada multiforme sexualidade, atingindo a educação e as escolas, e pavimentando o caminho para leis punitivas na imagem e semelhança do PLC 122 original em suas pretensões draconianas para com os milhões de cidadãos brasileiros que discordam das práticas homossexuais. Os que ousarem propor a família tradicional como tema central na educação da juventude, mesmo que sejam escolas religiosas, serão perseguidos por "DISCRIMINAÇÃO DE GÊNERO", um conceito cujos contornos são claros mas ao mesmo tempo ainda suficientemente maleáveis para serem ainda mais ampliados pela legislação ou pela jurisprudência posterior.
Foi na década de 60 que o conceito de "GÊNERO" começou a ser desenvolvido, nos Estados Unidos, pelo Dr. John Money da Universidade John Hopkins. A partir da década de 1980, a teoria de "GÊNERO" passou a ser adotada por feministas e socialistas, que viam nessa teoria uma justificação científica para as ideias desenvolvidas por Karl Marx e Friedrich Engels, contidas no livro "A ORIGEM DA FAMÍLIA, DA PROPRIEDADE PRIVADA E DO ESTADO", que prevê a demolição da família tradicional, defendendo, em seu lugar, o sexo livre. Deste modo a palavra "GÊNERO", antes usada apenas em gramática com a finalidade de classificar substantivos e adjetivos como masculinos, femininos ou neutros, passou a ser utilizada para promover a revolução cultural feminista e marxista.
Inicialmente passou-se a utilizar a palavra "GÊNERO" como se fosse um sinônimo moderno e elegante para sexo. Mas quando o público se acostumou com a inovação, os socialistas passaram a defendem que "GÊNERO" não significaria somente o sexo masculino e feminino, mas muito mais. Com a teoria aceita e universalizada, os adeptos de Marx começaram a atiçar as multidões contra a "OPRESSÃO DE GÊNERO", apresentando as pessoas que optaram por comportamentos sexuais desviados, e até mesmo as mulheres que aceitavam um papel diferenciado dos homens dentro da família, como vítimas de uma "OPRESSÃO" que teria base não em diferenças biológicas, mas em categorias socialmente construídas, e que estaria na própria raiz de todas as demais opressões, inclusive a do proletariado.
Essa marcha revolucionária para defender o "GÊNERO OPRIMIDO" contra a sexualidade tradicional teve seu início do direito internacional através da Conferência da ONU sobre a Discriminação contra as Mulheres, realizada em Pequim, em 1995. Essa conferência da ONU, que tratou da "CONVENÇÃO SOBRE A ELIMINAÇÃO DE TODAS AS FORMAS DE DISCRIMINAÇÃO CONTRA A MULHER", em vez de focar-se apenas na questão da discriminação contra as mulheres, que era o objetivo anunciado da Conferência, gastou a maior parte de seu tempo tentando introduzir, mais de duzentas vezes, o termo "GÊNERO" em seus longos documentos.
A teoria de "GÊNERO" está sendo utilizada agora para promover uma revolução cultural sexual marxista, principalmente entre as crianças em idade escolar. Na submissão da mulher ao homem através da família, e na própria instituição familiar, Marx e Engels entenderam estar a origem de todos os sistemas de opressão que se desenvolveriam em seguida. Se essa submissão fosse consequência da biologia humana, não haveria nada que fosse possível fazer. Mas no livro "A ORIGEM DA FAMÍLIA, DA PROPRIEDADE PRIVADA E DO ESTADO", o último livro escrito por Marx e terminado por Engels, estes autores afirmam que a família não é conseqüência da biologia humana, mas de uma opressão social produzida pelo acumulação da riqueza entre os primeiros povos agricultores. Eles não utilizaram o termo gênero, que ainda não havia sido inventado, mas chegaram bastante perto.
A ideologia de gênero, afirmando que a diferença entre o homem e a mulher não é biológica, mas conseqüência de papéis socialmente construídos, somou-se à obra de Marx através da conclusão que, se esta é a base de toda opressão e tudo não passa de uma construção social, então será possível modificar, justamente através da ideologia de gênero, os papéis de homens e mulheres até chegarmos a uma igualdade tão completa que não haveria mais espaço para os papéis de marido e esposa e mesmo da instituição que hoje conhecemos como família. Com a família totalmente extinta, todos estaremos livres para fazermos sexo do modo que quisermos, inclusive com as crianças e nossos próprios filhos, e as crianças, sem família e pais para as educarem, teriam o Estado como única instituição para educá-las. Nesta sociedade socialista ideal, sem a "OPRESSÃO" do sexo masculino e feminino, as crianças serão educadas para serem bissexuais, a masculinidade e a feminilidade não serão mais naturais, e os próprios conceitos de heterossexualidade e homossexualidade deixarão de fazer sentido. A longo ou curto prazo, agora esta é a meta do novo PLC 122.
De fato, o novo substitutivo do PLC 122 remove as antigas e assustadoras punições que havia nas versões anteriores. Mas com o reforço da teoria da "ORIENTAÇÃO SEXUAL" e "GÊNERO", enquanto o publico festeja a remoção das suas punições draconianas, tanto o senador Paulo Paim quanto seu partido, o PT, podem também celebrar e dizer: "QUEM RI POR ÚLTIMO RI MELHOR".
O senador petista espera desta vez fazer o que nem Fátima Cleide nem marta Suplicy conseguiram: levar o público opositor a apoiar o projeto petista que tem amplo apoio da ABGLT, Luiz Mott e poderosos grupos homossexuais.
Para aprovar o novo PLC 122, Paim segue uma estratégia aparentemente mais maliciosa do que Marta Suplicy, que tentou enganar o público cristão, conforme pode ser visto neste vídeo:
Em janeiro deste ano, Paim havia prometido aprovar o PLC 122 em 2013. Ele disse: "2013 VAI SER O ANO DA APROVAÇÃO DO PLC 122".
Conforme o site homossexual A Capa, a empolgação de Paim foi estimulada pelo exemplo do presidente americano Barack Obama. Na época, o militante do PT havia louvado Obama por se declarar a favor da agenda gay em seu discurso de posse presidencial. Disse Paim:
"PRESIDENTE DE NENHUM PAÍS DO MUNDO JAMAIS ASSUMIU UMA POSTURA TÃO OUSADA, DE ENFRENTAMENTO AOS CONSERVADORES, EM SEU DISCURSO DE POSSE".
Em 2012, Obama já vinha sendo aplaudido pela esquerda mundial por seu apoio ao "CASAMENTO" gay.
"ISSO É INCRIVELMENTE IMPORTANTE, É EXCELENTE NOTÍCIA. OS ESTADOS UNIDOS LIDERAM GLOBALMENTE EM TUDO, E ISSO INCLUI DIREITOS GAYS", disse Julio Moreira, presidente do grupo supremacista gay Arco Íris, com sede no Rio de Janeiro, conforme a Associated Press. "ISSO FORÇARÁ OUTRAS NAÇÕES COMO O BRASIL A AVANÇAREM COM POLÍTICAS MAIS PROGRESSISTAS".
Durante anos de tramitação, o PLC 122 passou por várias mudanças que tentavam lhe dar uma aparência favorável à
aprovação. A letra mudava, mas o espírito não. O momento decisivo para o despertamento da população cristã com relação às ameaças do PLC 122 ocorreu no começo de 2007. Depois de sua aprovação praticamente tranquila na Câmara dos Deputados no final de 2006, parecia que sua tramitação e aprovação no Senado seguiriam tranquilas também. Mas então um grupo de católicos, movidos pela defesa da família, fez contato comigo pedindo permissão para espalhar para todo o Brasil uma mensagem de alerta escrita por mim contra o PLC 122. Depois que a mensagem foi enviada aos brasileiros, o projeto do PT para criminalizar opiniões contrárias às práticas homossexuais nunca mais teve sossego. A mensagem moveu milhares de brasileiros a se manifestarem. As manifestações tiveram resultado além do esperado. Em 2011, a revista Veja disse:
"O SENADO FEDERAL RECEBEU MAIS DE 245.000 MENSAGENS POR TELEFONE OU INTERNET EM MAIO DESTE ANO SOBRE O PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR 122, QUE CRIMINALIZA A HOMOFOBIA. O TEMA REPRESENTA 90% DAS MANIFESTAÇÕES DA POPULAÇÃO SOBRE DIVERSOS ASSUNTOS ENCAMINHADOS À [CÂMARA DOS DEPUTADOS]."
Na mesma notícia, Veja deixou claro: "QUASE TODAS AS MENSAGENS SÃO CONTRA O PLC 122."
A mobilização de 2007 foi o gatilho para a grande resistência católica e evangélica hoje contra o PLC 122. Por isso, não podemos desanimar. Um pequeno esforço hoje pode provocar grandes mudanças no futuro. Esse esforço pode ser um telefonema ou envio de e-mail ao senador, e outros senadores. A grande resistência que começou em 2007 precisa de seus pequenos esforços para continuar detendo o avanço do PLC 122.
====================================================
ARQUIVAMENTO DO PLC 122
====================================================
Há ainda um outro problema gravíssimo na tramitação do PLC 122, conforme explicação do Dr. Zenóbio Fonseca:
Este projeto originou-se na Câmara, e agora está sendo votado no Senado, supostamente "SUAVIZADO" pelo Senador Paulo Paim, para poder ser aprovado diante de toda a oposição que se originou. Se o projeto for aprovado nesta versão supostamente mais suave, ele deverá voltar para a Câmara, onde poderão ser vetadas todas as mudanças feitas pelo Senado. Pelos regimentos internos do Congresso, a Câmara não poderá mais modificar o projeto, mas poderá vetar todas as modificações introduzidas pelo Senado.
Ou seja: a suposta "SUAVIDADE" do substitutivo poderia não passar de um simples engodo para ser aprovado no Senado e, assim, voltar para a Câmara. Na Câmara o atual substitutivo seria derrubado, sendo aprovado o "PROJETO ORIGINÁRIO", muito pior, que seria remetido diretamente para a sanção presidencial.
Por este motivo, a única alternativa aceitável para o PLC 122, ruim desde o seu nascedouro, é a sua TOTAL REJEIÇÃO PELAS COMISSÕES PERMANENTES DO SENADO, o que causaria O ARQUIVAMENTO DO PROJETO.
====================================================
O QUE FAZER? PEDIR O ARQUIVAMENTO DO PLC 122.
====================================================
MANDE HOJE MESMO UM EMAIL AO SEU SENADOR.
TELEFONE PARA ELE.
PEÇA O ARQUIVAMENTO DEFINITIVO DO PLC 122.
DIVULGUE ESTA MENSAGEM ENQUANTO HÁ TEMPO.
Ore a Deus para que livre o Brasil de leis que são gayzistas na letra ou no espírito.
Julio Severo
www.juliosevero.com
=====================================================
MAILS E TELEFONES DOS SENADORES DA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS E LEGISLAÇÃO PARTICIPATIVA
=====================================================
=====================================================
EDUARDO LOPES (PRB-RJ)
TELEFONE: (61) 3303-5730
(61) 3303-2211
=====================================================
GIM ARGELO (PTB-DF)
TELEFONE: (61) 3303-1161/3303-1547
(61) 3303-1650
=====================================================
JOÃO CAPIBERIBE (PSB-AP)
TELEFONE: (61) 3303-9011/3303-9014
(61) 3303-9019
=====================================================
JOÃO DURVAL (PDT-BA)
TELEFONE: (61) 3303-3173
(61) 3303-2862
=====================================================
JOÃO VICENTE CLAUDINO (PTB-PI)
TELEFONE: (61) 3303-2415/4847/3055
(61) 3303-2967
=====================================================
LÍDICE DA MATA (PSB-BA)
TELEFONE: (61) 3303-6408/ 3303-6417
(61) 3303-6414
=====================================================
MAGNO MALTA (PR-ES)
TELEFONE: (61) 3303-4161/5867
(61) 3303-1656
=====================================================
OSVALDO SOBRINHO (PTB-MT)
TELEFONE: (61) 3303-1146/3303-1148/3303-4061
(61) 3303-2973
=====================================================
PAULO DAVIM (PV-RN)
TELEFONE: (61) 3303-2371 / 2372 / 2377
(61) 3303-1813
=====================================================
PAULO PAIM (PT-RS)
TELEFONE: (61) 3303-5227/5232
(61) 3303-5235
=====================================================
RICARDO FERRAÇO (PMDB-ES)
TELEFONE: (61) 3303-6590
(61) 3303-6592
=====================================================
ROBERTO REQUIÃO (PMDB-PR)
TELEFONE: (61) 3303-6623/6624
(61) 3303-6628
=====================================================
SÉRGIO PETECÃO (PSD-AC)
TELEFONE: (61) 3303-6706 a 6713
(61) 3303.6714
=====================================================
SÉRGIO SOUZA (PMDB-PR)
TELEFONE: (61) 3303-6271/ 6261
(61) 3303-6273
=====================================================
WILDER MORAIS (DEM-GO)
TELEFONE: (61)3303 2092 a (61)3303 2099
(61) 3303 2964
Leitura recomendada:

14 comentários :

Everaldo disse...

Torno a repetir, mais uma vez, o mesmo alerta que foi dado num artigo anterior semelhante a este: enquanto brincando de ser cristãos, o diabo, os demônios e seus escravos não dormem! Eles não estão brincando! Eles estão nos atacando diariamente sem a mínima piedade!

Muitos poderiam argumentar: "O mal vai se propagar porque é o cumprimento das profecias bíblicas! Não podemos impedir que isso aconteça!" Sim, é verdade que as profecias da Palavra de Deus têm que se cumprir. O próprio Deus disse que Ele não é homem para mentir (Números 23:19).

Só que tem um detalhe que muitos fingem não perceber (ou não entender): porque o mal vai se propagar, eu devo ficar de braços cruzados e não reagir, ou seja, me omitir no combate ao pecado? De forma nenhuma! Eu tenho que resistir ao mal e continuar a combater o pecado (ainda que isso me custe a prisão ou a morte)! Só devo parar quando eu não puder resistir mais! Enquanto eu puder fazer a minha parte, eu farei. Só quando se esgotarem todos os meus recursos, aí sim, só neste caso é que eu tenho que orar a Deus pedindo que Ele entre com providências!

Ser cristão de boca ou enquanto não há nenhuma dificuldade a ser enfrentada (ou nenhum desafio a ser encarado) é muito fácil. Mas o difícil é ser cristão ao ser posto à prova! Em outras palavras: difícil é ser cristão ao estar sob uma séria ameaça de morte, na hora da provação (ou da perseguição), ou ao estar passando por alguma necessidade!

Até quando seremos omissos diante do pecado? Até quando ficaremos indiferentes assistindo ao domínio do mal sem reagir? Muitos que se dizem cristãos estão sendo omissos no combate ao pecado! No dia da prestação de contas a Deus, esta mesma omissão vai ser seriamente cobrada! É como Jesus diz na Sua Palavra:

"Por que vós Me chamais de Senhor, e não fazeis o que Eu vos digo? (Lucas 6:46)"

"E aquele a quem muito foi dado, muito mais lhe será exigido" (Lucas 12:48)

Muito está sendo dado aos cristãos (no caso, a obrigação de combater o pecado). Só que muito mais vai ser exigido (o cumprimento desta mesma obrigação). Logo, os que têm a obrigação de combater o pecado irão prestar contas da sua negligência na obediência à Palavra de Deus!

Quem vê o pecado e fica omisso ou indiferente (isto é, não diz nem faz nada contra o pecado) é tão ou mais culpado quanto o próprio pecador. É como diz a Bíblia:

"Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado" (Tiago 4:17)

Em outras palavras: aquele que sabe que deve combater com firmeza o pecado e não age de forma decidida (e não diz nem faz nada contra o pecado, com medo de ser perseguido, preso, morto, ou de perder seus privilégios) é cúmplice do pecado (e é culpado diante de Deus)!

E tem mais um detalhe: O JULGAMENTO DE DEUS VAI COMEÇAR DENTRO DA IGREJA. OS QUE SE DIZEM CRISTÃOS (E QUE TÊM A OBRIGAÇÃO DE COMBATER O PECADO) SERÃO OS PRIMEIROS A PRESTAR CONTAS! A respeito disso, a Bíblia diz com todas as letras:

"Pois já é tempo de se começar o julgamento pela casa de Deus; e se começa primeiro por nós, qual será o fim daqueles que desobedecem ao evangelho de Deus? E se somente o justo se salva, onde aparecerá o ímpio e o pecador?" (1 Pedro 4:17–18).

Já passou da hora de sermos cristãos só de boca! Temos que partir para a ação! Temos que reagir contra as investidas do diabo contra a família, contra os bons princípios e contra tudo o que for contra a Palavra de Deus! Não podemos mais ficar de braços cruzados vendo o mal se alastrar em nosso meio sem fazer nada!

Finalizo minha mensagem com um versículo para a reflexão de todos:

"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)

Plínio disse...

Pessoal, o alerta que o irmão Júlio Severo está dando aqui é muito sério! O diabo não brinca em serviço!

Não podemos ficar indiferentes aos ataques dos homossexuais e de seus comparsas! Não podemos (e nem devemos) nos descuidar! Temos que reagir de alguma forma!

Já estou indo para Brasília para fazer o meu protesto no Congresso Nacional juntamente com muitos dos meus irmãos em Cristo de várias denominações! Se eu não fizer a minha parte na luta contra o pecado, quem vai fazer por mim?

Está na hora de cada um, a partir de agora, cumprir com o seu dever de cristão de combater o pecado! Esta luta é de todos nós! Não podemos (e nem devemos) pedir que Deus faça algo que é obrigação nossa!

Portanto,

– Pela defesa das famílias;

– Pela obediência à Palavra de Deus;

– Pela preservação dos bons costumes;

– Pela esperança de um futuro melhor para as próximas gerações, e,

– Principalmente, pela possibilidade de uma reconstrução moral e espiritual da nossa nação,

Vamos todos dizer a uma só voz:

– SIM À PALAVRA DE DEUS!
– NÃO AO PL 122!

Edson disse...

Diz assim a Palavra de Deus:

Mateus 4:1–11

1 Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para que fosse tentado pelo diabo.
2 E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, sentiu fome;
3 E, aparecendo o tentador, disse-Lhe: Se Tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pão.
4 Disse-lhe Jesus: Está escrito: Não só de pão viverá o homem, mas também de toda palavra que vem da boca de Deus.
5 Então o diabo O transportou à Cidade Santa, e colocou-O sobre o pináculo do templo.
6 E disse-Lhe: Se Tu és o Filho de Deus, lança-Te daqui para baixo; porque está escrito: Aos Seus anjos dará ordens a Teu respeito; eles Te tomarão nas mãos, para que não tropeces com o Teu pé em nenhuma pedra.
7 Jesus, porém, respondeu dizendo: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus.
8 Novamente o diabo O levou a um monte muito alto; e mostrou-Lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles.
9 E disse-Lhe: Tudo isto eu Te darei se, prostrado, me adorares.
10 Então Jesus respondeu: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e somente a Ele servirás.
11 Então o diabo O deixou; e eis que chegaram os anjos, e O serviram.

Vamos agora "adaptar" esse texto bíblico para mostrar como um verdadeiro cristão deve agir (e reagir) diante de uma "proposta de negociações" vinda dos comparsas do diabo (e dos homossexuais):

1 E o cristão foi ao Congresso Nacional para enfrentar os políticos e ativistas homossexuais;
2 E viu que o PLC 122 (ou outra lei a favor dos homossexuais) iria ao plenário para votação;
3 E vindo um ativista homossexual, disse-lhe: Se você é realmente um cristão, manda que os cristãos não digam nem façam nada contra esta lei (o PLC 122 ou outra lei a favor do homossexualismo).
4 O cristão, porém, respondeu, disse: Está escrito: "Importa antes obedecer a Deus do que aos homens" (Atos 5:29).
5 Então o ativista homossexual levou o cristão para perto de um presídio de segurança máxima.
6 E disse: Se você é realmente um cristão, pare de se manifestar contra o homossexualismo para não ser preso (e nem morto), porque está escrito: "Não julgueis, para que não sejais julgados" (Mateus 7:1)
7 Mas o cristão respondeu dizendo: Também está escrito: "Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não faz, comete pecado" (Tiago 4:17)
8 Por fim, o ativista homossexual ofereceu ao cristão um cargo com um salário milionário, mil e uma mordomias, e incontáveis vantagens.
9 E disse: Tudo isto eu te darei se você ficar calado e deixar que nós (homossexuais e nossos simpatizantes) fiquemos à vontade para fazermos o que quisermos.
10 Então o cristão disse com firmeza: Vai-te, escravo do diabo, porque está escrito: "Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou amará a um e odiará o outro, ou há de se dedicar a um e desprezar o outro" (Mateus 6:24).
11 Então o ativista homossexual se retirou cheio de ódio do cristão; e eis que o cristão foi abençoado com as graças do Céu.

Diante desta "adaptação", eu pergunto: qual é político cristão do Congresso Nacional que, hoje, agiria assim (com firmeza) contra o homossexualismo?

Quem puder, responda de forma honesta a esta pergunta!

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

De uma coisa eu tenho plena e absoluta certeza: o PT, os demais partidos esquerdistas, e os homossexuais não vão sossegar enquanto o PLC 122 não for aprovado. E não seria nada de mais se eles recebessem uma "mãozinha" do STF nesse sentido!

FALANDO UM TOM BEM CLARO (E BEM DIRETO): SE O PLC 122 NÃO FOR APROVADO PELO SENADO, OS HOMOSSEXUAIS PODERÃO RECORRER AO STF! PRECISAMOS FICAR ATENTOS!

Se o STF aprovou o casamento homossexual (e o aborto anencefálico), o que custaria para o mesmo STF aprovar o PLC 122? Desse governo podre, corrupto, satânico e imoral, podemos esperar tudo (menos qualquer coisa que preste)!

Está na hora de todo o povo se mobilizar para impedir a aprovação desta aberração, que é um verdadeiro atentado contra a família e contra a moral (e todos os bons costumes)!

Vamos todos dizer juntos (em alto e bom som):

– NÃO AO PLC 122!
– SIM À PALAVRA DE DEUS!

O BRASIL É DO SENHOR JESUS!

ana maria freire disse...

é preciso coragem para viver, pois viver para nós os humanos, não é simplesmente respirar, se alimentar, ter vida sexual, filhos e depois morrer. É muito mais que isso, porque depois disso, vem o que será eterno, ou com Deus, ou com o diabo e seus anjos, mas a escolha é de cada um, devido salvação ser individual. Quem quiser que seja gay, mas quem não quer tem que ser respeitado também, e os pais tem que ter o direito de ensinar seus filhos, segundo o que creem, o que diz a Biblia, ensina o teu filho o caminho que deve andar.
quem quiser ensinar pro filho que é uma boa ser gay ensine, se os pais acreditam que ser gay é pecado e quer ensinar isso pro seu filho, ensine, mas a Biblia diz que é pecado. Nós como cristãos, acreditamos no que diz a Biblia, para nós é pecado sim.

Wellington disse...

PESSOAL, O ALERTA QUE O PRESBÍTERO VALDOMIRO ESTÁ DANDO AQUI É MUITO SÉRIO (PRESTEM BASTANTE ATENÇÃO): SE O STF APROVOU O CASAMENTO HOMOSSEXUAL (E TAMBÉM O ABORTO ANENCEFÁLICO), NÃO CUSTARIA NADA DE MAIS PARA O MESMO STF APROVAR O PLC 122!

SE O PLC 122 NÃO FOR APROVADO PELO SENADO, NÃO SERÁ NENHUMA SURPRESA SE OS HOMOSSEXUAIS RECORREREM AO STF VISANDO ESSA APROVAÇÃO!

Desse pessoal, só se pode esperar tudo que não presta! Temos que ficar atentos ao que eles estão tramando nos bastidores!

Os homossexuais não estão brincando! Enquanto estamos sendo frouxos, eles estão nos atacando impiedosamente! É hora de reagirmos diante de tudo isso!

Vamos nos mobilizar para que esta pouca vergonha não seja aprovada! A hora da união é agora (antes que seja tarde demais)!

ÉLQUISSON disse...

Amiga Ana Maria Freire,

Não é de agora que o irmão Júlio Severo tem insistentemente alertado a todos sobre os perigos e as ameaças do movimento homossexual (se eu não estiver enganado, creio que este mesmo alerta já vem sendo dado há mais de 15 anos). Mas parece que ainda não caiu a ficha para alguns, ou melhor, parece que muitos ainda não têm a mínima idéia da real gravidade da situação!

Muitos parecem ainda não perceber que a igreja de Jesus está começando a ser novamente perseguida (como nos tempos do Império Romano e da Inquisição)! Esta mesma perseguição, por enquanto, ainda está na sua fase "light" (ainda não é pra valer). Mas, como se diz no popular, quando "a coisa estreitar", aí sim vamos ver quem é cristão de verdade! E quem vai estar pronto para este dia? Quem vai ter coragem de não negar a Jesus (mesmo debaixo das piores ameaças)?

Não sabemos o quanto temos que agradecer a Jesus pela relativa liberdade de que ainda dispomos. O poder de Jesus impede que a humanidade inteira passe para o governo total do diabo. Enquanto houver clamores e orações de verdadeiros cristãos comprometidos com a obediência à Palavra de Deus, Jesus sempre impedirá que Satanás domine o mundo.

Jesus, através dos Seus servos, tem dado vários alertas ao povo de Deus para que despertem da sua inércia e se incluam no número daqueles que não dormem diante da ameaças que virão (e certamente pegarão de surpresa muitos que estão desprevenidos)!

Quem for covarde, ou melhor, quem fugir da sua responsabilidade de combater com firmeza o pecado sofrerá na sua própria pele as conseqüências da sua omissão: vai enfrentar a perseguição dos homossexuais e de seus cúmplices! Alguém ainda tem alguma duvida disso?

Despertemos enquanto ainda há tempo!

"PARA QUE O MAL VENÇA, BASTA QUE OS HOMENS DE BEM NÃO FAÇAM NADA"

Eliel disse...

Respondendo à Ana Maria Freire,

Amiga Ana Maria Freire,

Não só eu assino embaixo de todo o seu comentário, como eu ainda acrescentaria o seguinte: as leis humanas podem mudar; os costumes, padrões de comportamento, e as regras morais de um determinado meio social podem mudar de tempos em tempos; enfim, tudo que é criado ou estabelecido pelo homem quase sempre muda de uma hora pra outra.

Mas uma certeza eu tenho: OS VALORES E OS PRINCÍPIOS QUE DEUS ESTABELECEU NA SUA LEI SÃO ETERNOS E IMUTÁVEIS (NUNCA PODERÃO SER MUDADOS POR NADA, E NEM POR NINGUÉM)!

A respeito da lei de Deus, Jesus foi taxativo (faço questão de transcrever em caixa alta as palavras que Jesus disse sobre isso):

"NÃO PENSEIS QUE VIM REVOGAR AS LEIS OU OS PROFETAS; NÃO VIM PARA REVOGAR, MAS PARA CUMPRIR. POIS EM VERDADE EU VOS DIGO QUE, ATÉ QUE PASSEM OS CÉUS E A TERRA, NENHUM I OU TIL JAMAIS PASSARÁ DA LEI, SEM QUE TUDO SE CUMPRA" (MATEUS 5:17–18)

O problema é que o ser humano quer que Deus adapte a Sua lei aos ditames do mundo. A verdade nua e crua é esta: DEUS NUNCA MUDARÁ A SUA LEI PARA AGRADAR A NINGUÉM (SEJA QUEM FOR)! QUEM QUISER SERVIR A DEUS, TEM QUE ACEITAR O QUE ELE ESTABELECE EM SUA LEI!

Se Deus, na Sua lei, disse que o homossexualismo é pecado, é pecado e ponto final (e não tem quem faça Deus mudar de idéia sobre isso). Se Deus disse que o adultério é errado, é errado (e não tem discussão). Enfim, se Deus estabeleceu determinados princípios em Sua lei, é porque Ele sabe o que é melhor para nós (que somos Suas criaturas). Afinal, que autoridade moral o homem pecador tem para questionar (ou modificar) a lei de um Deus santo?

Anônimo disse...

Ai daqueles ou daquelas que não poderão mais ouvir a voz de Deus condenando seus pecados para dar-lhes uma chance de salvação! Ai deles ou delas que pensam que estão saindo vitoriosos com esta PLC, sem perceberem que estão caindo no mais vil laço do diabo. Eles estão afastando de seus caminhos, os únicos que poderiam impedi-los de continuar caminhando para a condenação eterna. Ai dos autores desta PLC, que darão um enorme passo a favor do diabo, que levarão milhões ao inferno e não sabem o juízo que trarão para si. Adalberto Silva

Yan disse...

Mandei uma mensagem para Magno Malta e Para o senhor paim mandei outra mensagem com todo o meu carinho >:) Essa Lei não vai passar, Como da outra vez os Soldados de Deus estarão lá para lutar pelo que é certo, O Problema é só isso eles sempre vão tentar legalizar e nós sempre vamos estar lá lutando contra esse mal.

Anônimo disse...

Cara, acho que uma das formas de protesto contra esta lei é sonegação em massa de impostos, para abalar os poderes do Estado. Além de outras formas mais incisivas.

Roger disse...

COLOCARAM SATANÁS NAS REDEAS DO PODER E JÁ COLHEMOS SUAS “BOAS OBRAS”...
Um povo que não saiba bem escolher seus governantes, como no Brasil o PT, se vende, se troca por ninharias e outros sem levar em conta o prejuízo ético-moral que cause à nação; comporta-se como um animal que apenas cuida da auto sobrevivência e anexos, nada mais; seu deus é o ventre e tudo que se correlacione a ele.
E nesse sentido temos a sabedoria bíblica: “Quando os justos se engrandecem, o povo se alegra, mas quando o ímpio domina, o povo geme”. Pv 29:2.
Nesse sentido, nem imaginaria por onde vagam as mentes de supostos cristãos que ousam escolher como representantes justamente os seres humanos que se odeiam, idem dentro do partido, o próximo e um ódio particularizado a Deus, que são os comunistas e depois os oprime ao máximo, ainda direcionando a adorarem o dEUS-ESTADO.
Ou o PLC 122 é rejeitado ou já deixaram as brechas para o retificarem mais adiante e chegarem aonde querem: legalizarem o homossexualismo e criminalizarem quem o rejeite, inclusive dentro dos templos. Nosso combate é contra o diabo em pessoas!
USAREMOS OS DIOTAS-UTEIS NA LINHA DE FRENTE.
INSTITUIREMOS O ODIO ENTRE AS CLASSES.
DESTRUIREMOS SUA BASE MORAL: A FAMILIA E A ESPIRITUALIDADE.
COMERÃO AS MIGALHAS DE NOSSA MESA.
O ESTADO É O DEUS.
A MINORIA ORGANIZADA DERROTARÁ A MAIORIA DESORGANIZADA.
Lênin

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Respondendo ao Roger,

Amigo Roger, eu diria o seguinte (respondendo ao seu comentário): diz um ditado popular que "o povo tem o governo que merece". Nunca, aqui no Brasil, isso ficou tão evidente, ou melhor, nunca este mesmo ditado se confirmou de maneira tão clara como nestes últimos anos.

Basta fazermos uma análise dos governos de Lula (anterior) e de Dilma (atual). Mudam somente os "atores" (ou seja, os presidentes), mas o "script" (o programa de governo) é rigorosamente o mesmo. Para que não haja mais nenhuma dúvida quanto a isso (principalmente para aqueles que não acreditam que isso seja verdade), vejamos alguns dos pontos que eles têm em comum:

– Promoção de políticas de apoio aos "direitos humanos" (leia-se privilégio para os homossexuais e perseguição aos cristãos);

– Discriminalização do aborto, já que o aborto é somente um "caso de saúde pública" (ou seja, o aborto, para o governo, não é um crime contra uma vida inocente e indefesa);

– Censura à liberdade de expressão (e ainda dizem, com a maior cara–de–pau, que vivemos num país democrático!);

– Tolerância às religiões afro–descendentes, sob o argumento de que elas fazem parte da nossa cultura, e, como tal, não podem ser discriminadas (como o diabo dessas mesmas religiões se disfarça em anjo de luz, só falta dizer que todas elas são de Deus);

– Distribuição de "kits educativos" nas escolas, com a alegação de combater a homofobia (uma forma disfarçada de fazer com que as nossas crianças sejam sutilmente induzidas ao homossexualismo, promovido pelo ex–ministro Fernando Haddad e por toda a corja do governo e dos homossexuais);

– Homenagem às "vítimas" do regime militar (ninguém jamais procurou saber o verdadeiro passado de Dilma, Lula, e outros esquerdistas).

Enfim, estas são apenas algumas das muitas semelhanças entre os governos de Lula e o de Dilma (na verdade, o governo de Dilma nada mais é do que a continuação do governo de Lula).

E por que o povo, mesmo sabendo disso tudo, ainda assim vota neles? Por uma razão muito simples: recebendo a "ajuda" (Bolsa–Família) do governo, quem é que não quer ser sempre beneficiado pelo mesmo governo de alguma forma? Tem até gente que ainda tem a audácia de dizer: "Se o governo é bom (já que ajuda o povo com o Bolsa–Família e outros benefícios), por que votar contra o mesmo governo?" Isso lembra aquela máxima do antigo Império Romano: "Dai pão e circo ao povo, que o Império sobrevive".

Não tenho nenhum medo de dizer: a nossa política está tão podre e tão corrompida, que nem mesmo alguns dos políticos da bancada evangélica não são dignos da nossa confiança (e, muito menos, merecedores do nosso voto). Em suma: não dá pra confiar em nenhum político (seja de que partido for).

Se o povo tivesse vergonha na cara (e, principalmente, se este mesmo povo fosse politicamente conscientizado), não colocaria corruptos no poder em troca de qualquer tipo de ajuda ou assistencialismo. Só que o povo, durante as eleições, vota mais com a emoção do que com a razão (isto é, mais com a barriga do que com a cabeça). E isso, infelizmente, já criou um ciclo vicioso muito difícil de ser quebrado.

Portanto, diante de tudo que foi dito aqui, só dá pra chegar a uma única conclusão: enquanto prevalecer este quadro, ou melhor, enquanto o povo, em toda eleição, ainda continuar adotando esta "mentalidade clientelista" (isto é, de só votar em troca de algum tipo de ajuda ou assistencialismo), o nosso país vai estar sempre sendo governado por corruptos.

Que estas palavras sirvam de alerta para que todos, a partir de agora, sejam mais cuidadosos na hora de votar (e não se deixem enganar pelas promessas mentirosas dos muitos lobos em pele de cordeiro que sempre aparecem em todas as eleições)!

Solange disse...

EU JÁ FIZ MEU PROTESTO AOS SENADORES . SERÁ QUE EU PRECISO REPETIR DE NOVO/ ESTA É A MINHA DÚVIDA.