30 de outubro de 2013

Cristãos revoltados após pedofilia ser oficialmente aceita como “opção sexual”


Cristãos revoltados após pedofilia ser oficialmente aceita como “opção sexual”

Associação Americana de Psiquiatria muda classificação e gera polêmica

Jarbas Aragão
Nota de Julio Severo: A APA classificou ou não a pedofilia como “orientação sexual”? Sim, classificou, conforme a organização jurídica Liberty Counsel em artigo neste link: http://bit.ly/HwEOwS  Mas depois da revolta do público, a APA voltou atrás. Embora as informações online da APA não mais mencionem a pedofilia como “orientação sexual,” seu manual impresso, chamado de MDED, tem esse “erro” registrado, que a APA promete corrigir na próxima edição. Se o público não tivesse se revoltado, o “erro” não precisaria ser removido?
Pedofilia passa a ser oficialmente aceita como "opção sexual"
Em 1990, a Organização Mundial de Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da lista internacional de doenças. Desde 1986 ela era tratada como um caso de saúde pública.
A Associação Americana de Psiquiatria publicou, em 1952, em seu primeiro Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtorno Mentais, que a homossexualidade era uma desordem ou transtorno. Após anos de debate entre psiquiatras, em 1973 a Associação Americana de Psiquiatria retirou a homossexualidade da lista de transtornos mentais. Pouco depois a Associação Americana de Psicologia adotou a mesma posição.
Esse foi o primeiro passo para que a Organização Mundial de Saúde acatasse essa decisão e mudasse sua situação na classificação internacional de doenças (CID). De lá para cá ativistas LGBT fizeram sucessivas investidas para que a questão gay fosse tratada apenas como “opção sexual”. No Brasil, o Conselho Federal de Psicologia deixou de considerar a homossexualidade como doença em 1985.
Na maioria dos países do mundo, grupos de cristãos tradicionais (evangélicos e católicos) sempre se opuseram a essa abordagem, classificando apenas como uma questão de “escolha” ou simplesmente “pecado”.
Em outubro de 2013, está começando uma nova guerra dos cristãos contra a questão do que é aceitável e inaceitável do ponto de vista médico. A Associação Americana de Psiquiatria acaba de mudar a classificação de pedofilia. De um transtorno, passou a ser uma orientação ou preferência sexual. A mais recente edição do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais 5ª edição (DSM-V). Trata-se de um manual para diagnóstico de doenças mentais. Ele é usado para definir como é feito o diagnóstico de transtornos mentais.
A pedofilia é definida na nova edição como “uma orientação sexual ou preferência sexual desprovido de consumação, enquanto o ‘distúrbio pedófilo’ é definido como uma compulsão e usado para caracterizar os indivíduos que usam assim a sua sexualidade”. O referencial são crianças com menos de 13 anos de idade.
Grupos cristãos estão se manifestando nos EUA, temendo que ocorra o mesmo processo que aconteceu com a homossexualidade, onde o primeiro passou foi justamente a mudança de classificação da Associação Americana de Psiquiatria.
Por outro lado, associações defensoras da pedofilia, como a B4U-ACT, aprovaram a medida. Paul Christiano, porta-voz do grupo afirma que ficará mais fácil distinguir quem sente atração sexual e quem comete a violência (configurando crime).  Christiano, que é formado em psiquiatria, defende a “autonomia sexual” das crianças, e acredita que “mais educação sexual nas escolas iria ajudá-los a compreender melhor seus limites”.
Sandy Rios, da ONG evangélica Associação da Família Americana, disse em comunicado oficial: “Assim como a Associação Americana de Psiquiatria declarou a homossexualidade uma ‘orientação’ após uma tremenda pressão de ativistas homossexuais em meados dos anos 1970, agora, sob pressão dos ativistas pedófilos, declararam o desejo de fazer sexo com crianças também uma ‘orientação’. Não é difícil ver onde isso vai levar. Mais crianças se tornarão presas sexuais se não agirmos”.
No Brasil, em meio ao debate do Projeto de lei PLC 122, proposto pelo PT, o senador Magno Malta, declarou: “Se aprovarmos um projeto desses, de você ser criminoso por não aceitar a opção sexual de alguém, é como se você estivesse legalizando a pedofilia, o sadomasoquismo, a bestialidade… O advogado do pedófilo vai dizer, senhor juiz a opção sexual do meu cliente é criança de nove anos de idade. O juiz vai decidir como, se está escrito que é crime?”
Esta semana, nos EUA, o Dr. Gregory Popcak , do Instituto de Soluções Pastorais, organização católica dedicada a tratar, do ponto de vista da fé, questões relacionadas ao casamento e a família, alerta: “se chamarmos de ‘orientação’ algo que pode ser utilizado por algum grupo de defesa, acabaremos ouvindo que a pedofilia é “apenas mais uma expressão normal do desejo sexual, o que seria extremamente problemático”.
No início deste ano, um Tribunal Federal da Holanda aprovou a existência da Associação Martijn, defensora do sexo consensual entre crianças e adultos. O veredito oficial reconhece que o trabalho da associação é “contrário à ordem pública, mas não há uma ameaça de desintegração da sociedade”. Com informações Charisma News e Women of Grace.
Fonte: GospelPrime
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:
Proeminente conferência pró-pedofilia provoca horror nos participantes

9 comentários :

Anônimo disse...

Thiago disse:

Este é o fruto do relativismo moral, quando as pessoas perdem a fé, tambem perdem seu referencial moral.

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Sem comentários...

falar o que?

Só a volta de Jesus.

Anônimo disse...

Definitivamente a Bíblia é que deve ser a nossa referência moral... Que grande lamaçal a sociedade de hoje está vivendo!!! E ainda tem gente que duvida da segunda vinda do Salvador Jesus. Ai daqueles que não creem e não mortificar seus próprios desejos, sua própria vontade por amor a Cristo. Onde já se viu sentir desejos por crianças ser normal?? Elas não possuem condições de discernir o que é bom ou ruim. Cadê a fase da inocência que toda criança tem o direito de viver?? Só Jesus mesmo para voltar e exterminar com tudo isso.

Obrigada por nos alertar sempre Julio.
Flávia Oliveira

Fiszpan Porcel disse...

Falta só o Anticristo aparecer. Que pena.... Logo se vê que essa terra vai servir de pasto pro fogo da Ira divina - e nada mais.

Anônimo disse...

Nao é de se assustar,pois Jesus disse aos seus dicipulos:-acautelai-vos que ninguem vos engane,porque muitos virao em meu nome,dizendo:_eu sou o cristo,e enganarao a muitos.
E ouvireis de guerra e de rumores de guerra,olhai nao vos assusteis,porque é mister que isso tudo aconteça,mas ainda nao é o fim(mt 24:4-7)E por se multiplicar a iniquidade,o,amor de muitos se esfriara.mas aquele que percevera ate o fim sera salvo.mt24:12,13.A palavra relata mais de 300vezes em toda a Biblia sobre a 1° vinda de Jesus,e 8x mais sobre a 2° vinda,ou seja,mais de 2400x,é bom que vigiemos e oremos,porque todas essas coisas sao o principio das dores,é bom que vivamos cada dia como se Jesus fosse voltar amanha em santidade e regozijando no Senhor deleitando no Senhor,deleitar significa experimentar grande prazer e alegria em sua presença.Isso acontece quando conhecemos bem essa pessoa,deste modo para deleitarmos no Senhor,devemos conhece-lo melhor,deleitar no Senhor significa submeter tudo nossa vida,nossa familia,nosso trabalho,nossos bens e talentos ao seu controle e sua direcao,é acreditar que o Senhor pode cuidar de nos melhor do que nós mesmo

Anônimo disse...

É de ficar revoltada!!!!!como diz a palavra de Deus o mundo jaz do maligno..Misericórdia..Jesus disse que os pequeninos é o reino do céu..que absurdo ;(

Horácio disse...

Já tinha postado este meu comentário em artigos anteriores, mas, devido ao teor deste artigo, sou obrigado a repetir novamente o mesmo comentário.

Se algum homossexual ou algum pedófilo tiver a ousadia de tentar se aproximar de meus filhos, eu vou defender meus filhos à força (nem que isso me custe a prisão ou a morte).

Como pai de família cristão (e também defensor da moral, dos bons costumes, e, principalmente, da obediência à Palavra de Deus), eu NUNCA vou permitir que meus filhos sejam cobaias desses monstros devassos, esses abutres insaciáveis de luxúria demoníaca. Se eu tiver que morrer para defender a honra de meus filhos (ou para impedir que eles sejam assediados, aliciados ou atacados pelos homossexuais ou pelos pedófilos), eu morro com a certeza de quem cumpriu o seu dever de cristão aqui na Terra (e de quem não pecou contra Deus).

Eu não gostaria de parecer grosseiro ou mal educado, mas, em virtude das circunstâncias (e considerando o teor deste artigo), eu vou aproveitar a oportunidade de que disponho neste espaço para dar um recado bem direto a todos os homossexuais e a todos os pedófilos (e gostaria que todos eles prestassem muita atenção às minhas palavras, porque o que eu vou dizer agora é muito sério):

HOMOSSEXUAIS E PEDÓFILOS, JESUS ESTÁ VOLTANDO! UM DIA, TODOS VOCÊS ESTARÃO DIANTE DELE PARA SEREM JULGADOS! SE VOCÊS NÃO SE ARREPENDEREM DESSA VIDA DEVASSA, PECAMINOSA E IMORAL QUE VOCÊS ESTÃO VIVENDO ENQUANTO AINDA HÁ TEMPO, O DESTINO FINAL DE TODOS VOCÊS APÓS A MORTE SERÁ O LAGO DE FOGO! LÁ SÓ VAI HAVER CHORO E RANGER DE DENTES! LÁ VOCÊS IRÃO CONHECER (E TAMBÉM SENTIR) TODO O PESO DA IRA DE DEUS CONTRA O PECADO DE VOCÊS! E DE LÁ VOCÊS NÃO VÃO SAIR NUNCA MAIS!

Será que esses homossexuais e pedófilos querem ver para crer? Ou eles acham que Deus mudou os Seus princípios?

Só sei de uma coisa: estou com a minha consciência tranqüila. Já fiz a minha parte (que é alertar contra o pecado). O recado já está dado. Se, mesmo assim, esses homossexuais e pedófilos não quiserem se converter, é problema única e exclusivamente deles. No dia do juízo final, eles não vão poder dizer que não foram avisados (até porque esta mensagem que eu estou deixando aqui vai servir de testemunha contra todos eles)!

Se eles quiserem continuar blasfemando de Deus, que eles estejam prontos para enfrentar a ira de Deus no dia do juízo!

"Não erreis: Deus não Se deixa escarnecer; porque tudo que o homem semear, isso ele também ceifará" (Gálatas 6:7)

P.S: Me desculpem se eu usei um tom carregado para dar a minha opinião, mas, com a revolta que eu estou sentindo diante do teor deste artigo, eu não consigo me manifestar de outra forma!

Gilmar patrocinio dos santos disse...

MAIS AINDA HA UMA ESPERANÇA SEU NOME É JESUS .. TODOS HA DE DAR CONTA AO SENHOR O SOL DA JUSTIÇA ESTA VINDO ....

Fabiano Santos disse...

Quem aprova uma lei infame dessas, no mínimo é um pervertido sexual, ou não tem filhos ou netos crianças.