7 de outubro de 2013

“Casamento” homossexual e os últimos dias


“Casamento” homossexual e os últimos dias

Antiga tradição rabínica sustenta que a homossexualidade, mais especificamente o “casamento” homossexual, foi o “insulto final” a Deus que fez com que Ele trouxesse o Grande Dilúvio

Dr. Scott Lively e Kevin Abrams
De uma perspectiva bíblica a perversão sexual ritualizada e principalmente a homossexualidade ritualizada marcam a rebelião mais extrema contra Deus. A antiga tradição rabínica sustenta que a homossexualidade, mais especificamente o casamento homossexual, foi o “insulto final” a Deus que fez com que Ele trouxesse aquele Grande Dilúvio do qual só Noé e sua família sobreviveram. Em seu livro “Ancient Post-Flood History” (História Antiga da Época depois do Dilúvio), o teólogo Ken Johnson cita três proeminentes fontes rabínicas nessa questão:
O rabino Huna disse no nome do rabino Joseph: “A geração do Dilúvio só foi exterminada depois de escreverem documentos de casamento para a união de um homem com outro homem ou com um animal.” Gênesis Rabbah 26:4-5; Levítico Rabbah 23.9.
O rabino Hiyyah ensinou: “A passagem diz ‘Sou o Senhor, seu Deus’ duas vezes — Sou Aquele que castigou a geração do Dilúvio, e o povo de Sodoma e Gomorra, e o Egito; e no futuro castigarei aqueles que agirem como eles agiram. As gerações do Dilúvio eram reis, e foram eliminados da terra quando se encharcaram de pecado sexual.” Levítico Rabbah 23:9 (comentário sobre Levítico 18:3.)
E o que eles fizeram? Um homem se casou com outro homem, e uma mulher com outra mulher, e um homem se casou com uma mulher e sua filha, e uma mulher se casou com dois (homens). Portanto, se diz: “E vocês não andarão nos estatutos deles.” Sifra Acharei Mot, Parashaw 9:8 (comentário sobre Levítico 18:3.19)
Imediatamente depois do Dilúvio vemos que a semente da perversão homossexual sobreviveu na família humana por meio da linhagem de Cam. Em Gênesis 9, Noé caiu inconsciente depois beber vinho demais e enquanto ele estava assim sem condições de se mover Cam [ou melhor, Canaã, o filho de Cam] “viu [ou descobriu] sua nudez.” Esse termo “descobrir a nudez,” usado principalmente no livro de Levítico, é um eufemismo hebraico para relações sexuais.
Na Bíblia Novo Padrão Americano (New American Standard), a passagem diz:
Cam, o pai de Canaã, viu a nudez de seu pai… Quando Noé despertou de seu vinho, ele soube o que seu filho (neto) mais novo lhe havia feito. Então ele disse: ‘Maldito seja Canaã’ (Gênesis 9:22-25).
No livro “Call of the Torah” (Chamada da Torá), o rabino Elie Munk cita estudiosos de hebraico que também interpretam o estupro cometido por Canaã como “um ato de homossexualidade” — (Munk:220).
Portanto, como resultado de seu ataque sexual a seu avô, Canaã foi amaldiçoado por Noé e banido de sua presença. Canaã então toma posse do próprio território que mais tarde seria prometido aos descendentes de Abraão: a “Terra Prometida de Israel.”
O que é muito importante é que poucas gerações depois que Canaã foi banido, quatro cidades que seus descendentes haviam fundado, inclusive Sodoma e Gomorra, foram destruídas por Deus por causa da homossexualidade. A perversão sexual havia corrompido de forma tão profunda a sociedade que rivalizava com a apostasia que havia provocado o Grande Dilúvio. Todos os homens de Sodoma, tanto jovens quanto idosos, foram à casa de Ló, sobrinho de Abraão, com a intenção de estuprar os dois anjos enviados por Deus para julgar a cidade. A lascívia deles era tão insaciável que eles continuaram a alcançar sua meta vil mesmo depois de serem cegados pelos anjos. A destruição deles veio rapidamente em seguida (Gênesis 19:1-11).
Traduzido, com permissão, por Julio Severo do Capítulo Dois: “Homo-Occultism” (Homo-Ocultismo) do livro “The Pink Swastika,” do Dr. Scott Lively e Kevin Abrams.
Versão em inglês deste artigo: Homosexual “Marriage” and the Last Days
Versão em espanhol deste artigo: “Matrimonio” Homosexual y los Últimos Días
Leitura recomendada:

8 comentários :

Everaldo disse...

Em relação ao casamento, não há o que discutir: o verdadeiro e único casamento válido diante de Deus é somente entre um homem e uma mulher. Deus criou assim, e assim será até o fim (e ponto final).

É somente através deste mesmo casamento (de um homem com uma mulher) que é possível a formação de uma família. Vejamos o que o próprio Senhor Jesus nos ensinou a respeito disso:

"Não lestes que Aquele que os criou no princípio macho e fêmea os fez, e disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe, e se unirá à sua mulher, e ambos serão uma só carne? Assim não são mais dois, mas somente uma carne. Portanto, o que Deus ajuntou não separe o homem" (Mateus 19:4–6)

Querer mudar esta lei significa estar em rebelião contra o Criador. E quem se rebelar contra o que Deus determinou certamente pagará muito caro: ou ainda nesta vida, ou, o que é pior, após a morte! Em virtude disso, não foi sem razão que o apóstolo Paulo alertou:

"Não erreis: Deus não Se deixa escarnecer; porque tudo que o homem semear, isso ele também ceifará" (Gálatas 6:7)

O ser humano possui uma determinada liberdade para agir como quiser. Porém, esta mesma liberdade é estabelecida dentro de alguns limites impostos por Deus. Não foi sem razão que alguém disse: "O excesso de liberdade é uma porta aberta para o mal". Liberdade não pode (e nem deve) ser confundida com libertinagem. Temos que ter plena consciência de que responderemos pelo mau uso que fizermos da liberdade que nos foi dada por Deus. É como disse o apóstolo Paulo:

"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)

E digo mais: casamento entre duas pessoas do mesmo sexo (de um homem com outro homem, ou de uma mulher com outra mulher) é anti–natural, é uma verdadeira aberração, uma imoralidade, e, principalmente, é algo demoníaco. O diabo só quer corromper e destruir as coisas boas que Deus criou. Quem despreza a obediência à Palavra de Deus está escolhendo ser escravo do diabo!

Precisa dizer mais alguma coisa?

Ulisses disse...

Não só eu assino embaixo de tudo o que o Everaldo colocou, como eu ainda diria o seguinte: só mesmo quem dá ouvidos às mentiras do diabo é que vai aprovar uma imoralidade como o casamento gay!

Eu digo com todas as letras para quem quiser ouvir: O CASAMENTO NATURAL CRIADO POR DEUS É SOMENTE DE UM HOMEM COM UMA MULHER! CASAMENTO DE HOMEM COM HOMEM OU MULHER COM MULHER SÃO ABERRAÇÕES INVENTADAS PELO DIABO!

Parabéns ao Everaldo pela opinião sensata (que foi dada com base nos ensinamentos bíblicos)!

Nobre Junior disse...

só lembrando que o nosso corpo é o templo do espírito do eterno, tais ações afastam totalmente o agir do eterno na vida daquela pessoa.

Anônimo disse...

Existem considerações sobre um dos motivos do Dilúvio, que é a geração de nefilins, devido ao acasalamento dos anjos caídos com as mulheres. E, considerando-se que esses anjos caídos são demônios, ao fim e ao cabo, eles seriam “salvos” pelo sacrifico de Jesus na cruz. Seja como for, satanás acabou se “salvando” naquela arca, na figura de Cã, ou Cão, inclusive, Ninrode, o rebelde chefe era neto de Cã, ou, do cão mesmo. O resultado sobre os camitas, além do pecado original, foi receber na cabeça a maldição de Noé, de que se lascariam eternamente. A identificação desses camitas diz respeito aos africanos. E, antes que algum inútil “politicamente correto” comece a rosnar, em Rm. 8:1, Deus levanta qualquer maldição sobre todo aquele que se render a Ele: “Agora, pois, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus; que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito.”. Acrescento que, dentro do simbolismo bíblico numérico, o número OITO, do capítulo citado significa recomeço. Deus, pela Sua misericórdia pode fazer novas todas as coisas.
Qdo do episódio bíblico de desentendimento entre Abraão e Ló, aquele propôs a Ló que se separassem. Abraão disse a Ló que ele poderia escolher a direção que quisesse. Ló, alongando a vista para a campina do Jordão, que “era como o Jardim do Senhor “(era como o próprio Paraíso), com água abundante e pastagens, constituindo tudo que um criador de gado deseja, falou a Abraão: “Ta valendo?” “Sim”, foi a resposta a ele. “Então eu escolho a campina (com as cinco cidades nela – Sodoma, Gomorra, Admá, Zeboim e Zoar). Abraão foi então para a região montanhosa e íngreme, sendo o pior local para um rebanho. Então, aquilo que era como “o Jardim do Senhor”, devido ao homossexualismo, foi ripado do mapa, existindo no local o ... Mar MORTO. Nem peixe nasce ali. Tal é a aversão do Senhor pela pratica homossexual. Sendo que o Altíssimo definiu a condição do homem/macho e da mulher/fêmea, o homossexualismo é a afronta final a Deus, querendo dizer que o homem, feito assim por Deus, pode ser mulher e, a mulher, pode ser homem, sendo “tudo igual”. Para ver o satanismo nessa situação, lembrem-se da entidade-guia da maçonaria, o bode andrógino - baphomet -, em que existem as condições masculinas e femininas nele. E, coisa estranha, é comum ver nas presumíveis representações iconográficas da figura de Jesus e de Maria, o mesmo rosto ovalado e cabelos compridos, sendo que no V.T. era recomendado aos homens não ter cabelo comprido, para não parecer mulher. Dificilmente o Senhor Jesus teria o cabelo comprido. Isso é mais uma das “artes” do inimigo, mesmo porque o Senhor PROIBIU tentar representar/”fotografar” o Divino.

Antonio.

Lucas Santos disse...

Estudo mais plausível para questão de Cam e Noé:

http://www.cpadnews.com.br/blog/esdrasbentho/?POST_1_41_A+MALDI%E7%E3O+DE+NO%E9,+A+HOMOSS.html

Ele fala uma coisa interessante: Não houve um incesto e sim um violação à intimidade de Noé, à nudez mesmo, algo gravissimo na cultura da época, prova disso é que nem Sem nem Jefé tiveram coragem de fazer...

Leiam...

Robério disse...

Vejamos o que a Palavra de Deus diz sobre o homossexualismo:

Romanos 1:24–32

24 Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si;
25 Pois mudaram a verdade de Deus em mentira e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, o qual é bendito eternamente. Amém.
26 Pelo que Deus os entregou às suas paixões infames. Pois até as mulheres mudaram o seu uso natural, no contrário à natureza.
27 E, semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a punição que convém ao seu erro.
28 E como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convém;
29 Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;
30 Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes a pais e mães;
31 Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia;
32 Os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.

A "tradução" que eu faço dos versículos do texto acima é esta (me corrijam se eu estiver errado):

24 – Deus, através dos Seus servos, chama os homossexuais ao arrependimento. Como eles não querem se arrepender, então Deus os deixa entregues à própria sorte;

25 – Deixaram de crer na Bíblia (mudando-a em mentira), e passaram a ouvir homens corruptos (outros homossexuais e demais escravos do diabo);

26 – As mulheres, ao invés de terem relações naturais com os homens, preferem se relacionar entre si;

27 – Idem para os homens (preferem se relacionar com outros homens ao invés das mulheres). Será que a AIDS não seria uma das conseqüências disso?

28 – Como não se importaram em conhecer e temer a Deus, então Deus os deixou livres para fazerem o que quiserem;

29 – Cheios de todo pecado, sem nenhum sentimento de culpa;

30 – Se pudessem, viveriam num mundo totalmente sem Deus para pecarem à vontade (como em Sodoma e Gomorra);

31 – Querem sempre pecar e fazer de tudo (e usando de todos os meios) para viver eternamente no pecado, não se importando com o sofrimento alheio. Será que a pedofilia não estaria embutida aqui?

32 – Sabem que estão errados, mas, mesmo assim, não sentem nenhuma culpa ou remorso. E ainda são contra os que censuram o pecado (chamando-os de homofóbicos, fundamentalistas, e preconceituosos). Sem contar os que dão apoio às suas práticas (que o digam o STF, STJ, OAB, Marta Suplicy, Jean Wyllys, Toni Reis, Luiz Mott, Fátima Cleide, Iara Bernardi, Globo, Record, SBT, Band, partidos esquerdistas, pastores corruptos, evangélicos progressistas, marxistas, comunistas, esquerdistas, socialistas, demais ativistas e políticos pró–homossexualismo, além dos políticos da bancada evangélica que nada dizem ou fazem contra esta imoralidade)!

Será que a minha "tradução" está certa? Se alguém quiser dizer alguma coisa, o espaço está aberto para todos se manifestarem.

Anônimo disse...

Verdade cada dia mais vemos autenticidade da bíblia sagrada e volta do nosso SENHOR JESUS CRISTO está próxima.
Esses são os sinais visíveis dos nossos dias que a legalização do aborto e "casamento" gay isso tudo ANTIDEUS, ANTINATURAL, ANTICRISTIANISMO.

Ester!!!!!

Adriana Sol disse...

Interessante o comentário do anônimo.
Queria perguntar uma coisa para vocês. Como a maioria dos evangélicos vêem essa questão dos nefilins? É um tema que não se fala muito, em nenhuma igreja. Mas caso aceitem essa teoria, eles deixaram algum tipo de descendência nos nossos dias ou foram todos exterminados no dilúvio?