10 de setembro de 2013

“Sou a favor do aborto”: Ariovaldo Ramos, IPB de Fortaleza e o “bebê” da apostasia


“Sou a favor do aborto”: Ariovaldo Ramos, IPB de Fortaleza e o “bebê” da apostasia

Confissões “pró-aborto” do ativista pró-vida Julio Severo diante do avanço da Teologia da Missão Integral

Julio Severo
Olhar para um bebê inocente é a coisa mais prazerosa do mundo. Você o pega, com todo o cuidado e carinho, para não deixá-lo cair. Jogar essa preciosidade no lixo? Nem pensar! Não vamos fazer como o bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), que apaixonadamente apoia o aborto de bebês pobres, que não poderão se tornar gordos dizimistas na igreja dele.
Abortar bebês é assassinato
Aborto propositado de bebês humanos é assassinato de inocentes, aos olhos de Deus. Esse tipo de aborto não apoio, jamais.
Mas o que dizer, alegoricamente, do bebê da apostasia? Ele é trazido dentro da igreja, com roupinhas lindas e muitos se apaixonam. Logo, está engatinhando no meio da congregação e no púlpito, se aconchegando no colo do pastor. Quando cresce, é tarde demais para acordar e reagir.
Esse “bebê” chegou tempos atrás à Igreja Presbiteriana de Fortaleza, pertencente à Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB). Se tivesse chegado com roupinhas descaradas da IURD, a liderança presbiteriana prontamente enxotaria o “bebê” herético. Mas ele veio embrulhado no pacote certo: o apresentador é líder da Comunidade Cristã Reformada e seu foco na Igreja Presbiteriana de Fortaleza foi falar das necessidades das crianças pobres.

Ariovaldo Ramos: o “reformado” esquerdista

Muitos presbiterianos, que se classificam como calvinistas ou reformados, são muito exclusivistas. Apresentar-se como neopentecostal é, na maioria das vezes, um jeito garantido de ter portas fechadas. Mas apresentar-se como “reformado” é a chave de ouro que abre muitas portas entre eles. O apresentador “reformado” foi Ariovaldo Ramos, que tem conhecido histórico esquerdista, inclusive com ligação com o Movimento Evangélico Progressista, denunciado recentemente pela ex-integrante Maya Felix como o “braço evangélico do PT.”
O discurso açucarado de defesa de crianças pobres é suficiente para que Ari, como ele é chamado, tenha acesso ao púlpito e ovelhas das igrejas reformadas, calvinistas e presbiterianas.
Usar crianças necessitadas como plataforma da ideologia socialista é meramente um golpe — não muito diferente da enganação que os pedófilos usam para alcançar seus objetivos. O estuprador não chega até as crianças dizendo que vai violentá-las. Ele lhes oferece doces para enganar. Os estupros vêm depois. De forma semelhante, o evangélico esquerdista não prega que está vindo com heresia. Ele apresenta uma plataforma de caridade, especialmente de ajuda às crianças pobres, para enganar. Os estupros espirituais, psicológicos e ideológicos vêm depois.
A presença de Ari na IPB de Fortaleza foi denunciada a mim pelos membros, que ficaram chocados que um dos maiores líderes da Teologia da Missão Integral tivesse conquistado espaço para falar com autoridade na igreja deles. Eles me informaram que, graças ao meu livro “Teologia da Libertação X Teologia da Prosperidade” (disponível neste link: http://bit.ly/11zFSqq), eles puderam estar de sobreaviso sobre Ari e seu ensino.
Por baixo do discurso pró-criança de Ari há a ideologia marxista. Ari se diz contra a violência — mas louvou Hugo Chávez, promotor da ideologia comunista, que assassinou mais de 100 milhões de pessoas no mundo inteiro.
Ari diz que defende as crianças — mas sempre apoiou o PT, cuja plataforma política adota oficialmente a legalização do aborto, a maior violência contra as crianças. Aliás, de acordo com o jornalista Edson Camargo, Ari também favorece o aborto.
Quando toda a mídia esquerdista atacou o Pr. Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, Ari ajudou a liderar um movimento evangélico esquerdista que fez coro com os esquerdistas seculares que queriam a cabeça de Feliciano.
Como Ari, Feliciano também apoiou o PT na eleição presidencial, mais por oportunismo e ignorância do que por ideologia. Mas quando o PT começou a exigir aborto e homossexualismo, Feliciano mostrou sua forte postura cristã contrária. Ele pôs o oportunismo de lado e permaneceu fiel às convicções cristãs contra o aborto e o homossexualismo. Em contraste, Ari nunca pôs de lado sua fidelidade ideológica quando o PT fazia tais exigências. Ele nem mesmo bocejava. Mas prontamente exigiu a renúncia de Feliciano. Para Ari & Cia, a oposição de Feliciano ao aborto e ao homossexualismo é mais ameaçadora do que as exigências pró-aborto e pró-homossexualismo do PT?
Se até os televangelistas pentecostais e neopentecostais sacrificam seu oportunismo quando o monstro socialista exige o sangue das crianças em gestação, por que protestantes reformados como Ari não conseguem sacrificar sua Teologia da Missão Integral que é amante da ideologia marxista?
A denúncia que me chegou foi que o evento de Ari na IPB de Fortaleza focou muito, em nome da Visão Mundial, na doação de dinheiro “para ajudar as crianças necessitadas.” Foi um ato quase que não muito diferente do que a IURD faz, pressionando os membros para dar para Deus, quando na verdade o dinheiro engorda a fortuna do bispo pró-aborto.
Na IPB de Fortaleza, o desafio foi “dar para as crianças,” mas em nome da Visão Mundial. E para onde vai de fato tal fortuna? Anos atrás, a Visão Mundial, conforme denuncia meu livro, financiou um importante congresso de líderes da Teologia da Missão Integral no Brasil.
De acordo com minha fonte presbiteriana, no evento na IPB de Fortaleza foi louvada a atuação política de Ferrúcio Feitosa, um presbiteriano que é um político influente do Partido Socialista Brasileiro no Ceará.
Este artigo só foi possível porque um membro da IPB de Fortaleza procurou meu endereço eletrônico para pedir ajuda. Ele disse: “Escrevi essa mensagem para que você use, se quiser, qualquer informação que for útil no seu blogue para desmascarar essa gente que usa o Evangelho com fins políticos. Eles usam argumentos justos como a caridade com os necessitados, para conseguir apoio e se tornarem conhecidos nacionalmente para defender as ideias que nós já conhecemos. A caridade é uma obrigação do cristão para com os desfavorecidos, mas não aceito fazer caridade através de organizações esquerdistas.”
Sinto-me constrangido que os membros da IPB tenham de recorrer a mim, e não a um de seus líderes, sobre a infiltração em suas congregações de marxistas mascarados de protestantes “reformados.” Seus pastores, se estivessem com o juízo no lugar, saberiam que sua obrigação é enxotar de seus púlpitos o “bebê” da Teologia da Missão Integral. Eu recomendaria abortar esse “bebê,” que ainda nem cresceu, mas já mostra seus frutos podres.

Apostasia de grandes igrejas “reformadas” no Primeiro Mundo

Não é preciso ser profeta para ver longe onde isso vai dar. As grandes denominações protestantes do mundo estão embarcando na apostasia homossexual. Denunciei que o arcebispo anglicano Desmond Tutu ameaçou ir para o inferno se Deus não parar de condenar o homossexualismo. Mas a Igreja Anglicana, que já tem há anos um bispo homossexual que é conselheiro oficial do presidente Barack Obama, não é a única grande denominação protestante a abraçar a apostasia homossexual. A PCUSA, que é a maior denominação presbiteriana dos EUA, já ordena pastores gays.
A maior denominação presbiteriana da Escócia, que sempre foi referência e modelo internacional entre os presbiterianos, foi apoiada pelo apóstata Desmond Tutu em sua decisão de ordenar homossexuais praticantes como pastores.
Em inédita maturidade herética, os líderes denominacionais da Igreja Presbiteriana da Escócia lançaram documento oficial que diz que os judeus não têm nenhum direito à Terra Prometida. Daqui a pouco, vão dizer que Deus e seus anjos também não têm nenhum direito de habitar o Céu!
Entre eles, o “bebê” cresceu e já não pode ser mais abortado.
Mas dá para abortar esse “bebê” em muitas igrejas no Brasil. Estou fazendo a minha parte, defendendo com todas as minhas forças esse tipo de aborto. No que se refere ao “bebê” da Teologia da Missão Integral, sou “pró-aborto.”
Se não abortarmos hoje a apostasia esquerdista e homossexualista do nosso meio, essa apostasia vai abortar casamentos, a sã doutrina e as crianças.
Precisamos reagir sem demora. A Igreja Anglicana, que foi uma das primeiras denominações protestantes a ordenar pastores e bispos gays, foi também, quase um século atrás, a primeira denominação protestante a legalizar o uso da contracepção, que essencialmente representa a rejeição de crianças, que são bênçãos de Deus. Hoje, quase todas as igrejas evangélicas seguem a apostasia anglicana da contracepção (http://bit.ly/13NJgOA). Por quanto tempo então essas igrejas conseguirão evitar embarcar na apostasia homossexual dos anglicanos?
A IPB tem um imenso reservatório teológico. Mas se não conseguir colocá-lo em prática nas questões essenciais que estão afetando diretamente a sociedade, a igreja e seus membros — do jeito que Silas Malafaia e Marco Feliciano fazem —, acabarão embalando um “bebê” que Malafaia, Feliciano e eu não teríamos dificuldade de abortar.

Niterói: grande reduto “reformado” esquerdista

A IPB de Fortaleza precisa ganhar a conscientização que alguns de seus membros já têm. E Niterói, que é um importante centro de influência reformada e calvinista, precisa de igual conscientização, para que Ariovaldo Ramos não consiga transitar, com seu infame “bebê,” tão livremente ali. Nas igrejas reformadas de Niterói, criticar a Teologia da Missão Integral ou Ari é “pecado” quase tão grave quanto blasfemar contra o Espírito Santo!
Outro grande incriticável é Robinson Cavalcanti, fundador do Movimento Evangélico Progressista, considerado por Ari como um “profeta,” que passou toda a sua vida ministerial semeando o marxismo nas igrejas e, no final da vida, foi assassinado pelo próprio filho. Criticar Cavalcanti ou Ari em Niterói é “pecado” tão grave quanto atacar um dos santos profetas do passado. (Um dos recomendadores calvinistas de Ari em Niterói é registradamente o Pr. Renato Vargens.)
Niterói já foi sede das atividades de Caio Fábio, nos tempos em que ele era o mais importante reverendo da IPB e o mais importante calvinista do Brasil. Mas ele nunca foi repreendido, nem em Niterói nem pela IPB, por criar em seu meio o “bebê” da Teologia da Missão Integral. Antes de sua queda por escândalos sexuais e financeiros, Deus já estava enviando “profetas” para alertá-lo de sua queda espiritual, mas ele mantinha fechadas as portas de seu ministério e de sua vida para alertas proféticos.
As igrejas reformadas de Niterói que estavam abertas para o Caio Fábio da Teologia da Missão Integral estão hoje abertas para o Ari dessa mesma teologia.
Essas mesmas igrejas não teriam dificuldade de fechar suas portas e púlpitos para Macedo e seu baalismo pró-aborto. Mas por que com Ari é diferente? Apoiar Hugo Chávez como ele fez não é gravíssimo? O que conta na balança é ele ser líder da Comunidade Cristã Reformada? E se Macedo fosse fundador de uma Igreja Reformada Universal do Reino de Deus? Aí a história mudaria e as portas e púlpitos se abririam?

Rev. Marcos Amaral: mau exemplo “reformado” no Rio de Janeiro

Eu gostaria muito, então, que o Rev. Marcos Amaral, que também é fã de Hugo Chávez, se apresentasse como líder da IURD. Só assim sua punição e exclusão seriam sumárias e irrevogáveis. Por enquanto, como líder da IPB, ele tem, como Ari, levado seu “bebê” nas congregações da IPB do Rio sem enfrentar portas e púlpitos fechados.
No meio pentecostal e neopentecostal, Macedo e sua apostasia abortista estão isolados. A ideia pró-aborto dele é abortada logo que tenta entrar em outras igrejas. Que esse exemplo inspire os protestantes reformados a isolarem Ari e outros promotores reformados da Teologia da Missão Integral.
Quer entre igrejas pentecostais, neopentecostais ou reformadas, o “bebê” da apostasia esquerdista precisa ser isolado e abortado. Precisamos urgentemente assumir uma postura radicalmente “pró-aborto” diante do avanço da Teologia da Missão Integral, não só na IPB, mas também em todas as igrejas do Brasil.
Leitura recomendada:
Para conhecer a Teologia da Libertação no Brasil, baixe meu livro aqui: http://bit.ly/11zFSqq

19 comentários :

Maely disse...

Em contrapartida conheço um presbiteriano, reformado que tem uma visão completamente diferente do Ariovaldo Ramos.
Pastor Augustus Nicodemus
http://www.hermeneuticaparticular.com/2013/06/aborto-os-dois-pontos-cruciais-pr.html

Muela disse...

Maely, Augustus Nicodemus, na questão do aborto, é diferente, graças a Deus. Mas e nas outras coisas? Estando consciente da imbatível fama de Ari em muitas igrejas presbiterianas, por que ele nunca o denunciou? O reverendo presbiteriano sabe denunciar pentecostais e a Marcha para Jesus. Por que ele nunca fez isso com o Ari? Por que ele nunca denunciou que, quando ele era chanceler do Mackenzie, um dos professores desta universidade é co-autor de um livro junto com Ari sobre Teologia da Missão Integral? Não custava abrir a boca?

Anônimo disse...

Ha pouco tempos atras, o "Ari" esteve divulgando seu livro em uma igreja Neo-Pentecostal(projeto vida, de Volta Redonda).
Estranho, pois se ele combate tanto os "neos" porque estaria ele no meio deles, com seus "apóstolos" e "apóstolas", "pastoras", "atos proféticos" "unções" e "determinações"?
Não seria isso um contrasenso?
Como estender?
O folder do evento acha-se facilmente no Google e os vídeos também.


Anônimo disse...

Num panfleto da época da Guerra Civil Espanhola, há tempos reproduzido num jornal de Belo Horizonte,chamado Inconfidência, mostra o satânico "paizinho dos povos", o celerado Stalin exortando aos comunistas do mundo inteiro a apoiar os comunistas espanhóis. Instigante é que ele se refere a esses simpatizantes como "progressistas". Coincidência que o asno Robinson Caval-gadura-canti criou um movimento com esse nome, para apoiar a eleição do sumo-sacerdote do capeta, nas eleições presidenciais de 2002?

Antônio.

Muela disse...

Esse é o engano mortal dos pentecostais de hoje, querendo suprir sua lacuna teológica namorando o calvinismo. Acham que tudo o que é bom para os calvinistas pode ser bom para eles. Daí, engolem Ari e sua ideologia sem nem mesmo entenderem o que é...

Anônimo disse...

Ate admirava este FALSO PROFETA do Ariovaldo, depois q vi ele defendendo MARGINAL, caiu a venda, alias esperar o q de Caio fabio, Genizah e Ari? só esta faltando ele se assumir com o ABORTEIRO Edir Macedo são farinhas do mesmo saco, ou seja LIXOOOOOS q usam a biblia pra semear a morte...

jacir disse...

Quando se tem uma experiencia de salvação em Jesus Cristo, o Espiritual passa a governar o material em nossas vidas. Ser servo é diferente de ser religioso,a Palavra de Deus torna-se regra de fé e pratica, não consigo entender como alguem pode se dizer cristão e se posicionar a favor de questões que ferem a Palavra de Deus. O Comunismo exclui Deus,'Que comunhão a da luz com as trevas?' Apoiar comunistas e seus projetos anti-cristãos é cumplicidade, ou é ignorante ou mal intencionado.

Anônimo disse...

Lastimável e lamentável, um absurdo e vergonha que comunistas disfarçados de cristãos tenham tanto acesso as Igrejas evangélicas. A alguns anos vari os reverendos e pastores das Igrejas Batistas, presbiterianas e calvinistas já frequentam a maçonaria, e agora, se um tempo para cá, estão ordenando gays e lésbicas para pastores e agora apoiam o aborto. São satanistas disfarçados de cristãos. Muito triste o avanço dos designos e mistérios de satanás para a Igreja, os irmãos e irmas , pastores e lideres precisam repudiar em Nome do Senhor Jesus Cristo esses comunistas do seio da Igreja , antes que seja tarde demais.

Pastor Caleb.

Silvano Jr disse...

A paz Julio, tudo bem?
Peguei essa matéria em uma postagem feita
pelo Olavo de Carvalho no Facebook.
É possível fazer a tradução?

http://www.wnd.com/2013/09/d-c-throws-up-roadblock-for-patriotic-bikers/

Grato.
Silvano Jr

Willians disse...

Muitos "cristãos" abortistas terão uma ingrata surpresa, quando estiverem diante do trono do justo Juiz (Jesus Cristo).

David F. Cesar. disse...

Valeu Julio! Ainda bem que existem blogueiros como você para publicar e defender os princípios cristãos. Que Deus continue a te abençoar!

ALEXANDRE PASSOS disse...

Show Julio, continue Assim, Deus o Abençoe!

Anônimo disse...

Ha algum tempo, ao procurar o livro "E disse Deus", numa livraria biblica ligada aas Assembleias de Deus nao o encontrei. Em ontra (e bota contra nisso) partida, havia cds em profusao, dentre eles um "Funk Gospel". Ao questionar a vendedra el, irritada me disse que "Ha gente ue gosta'. Certamente, respondi, mas, serah que o Senoor gosta?
E, o que ainda poderia ser contestado, passou a contar com a protecao do Estado para quue nao se questione esse ritimo imundo. Vejam essa materia: soh um trecho: "Art. 4º (…) Parágrafo único – Qualquer tipo de discriminação,preconceito ou desrespeito, seja de natureza social , racial, cultural ou administrativo, contra o movimento funk ou seus integrantes, submeter-se-á às penas da Lei." http://apocalipsetotal.wordpress.com/2013/09/10/pancadao-agora-e-patrimonio-cultural-do-brasil/ ( Pancadão agora é patrimônio cultural do Brasil).

Antonio.

Marcílio Alves Pinheiro disse...



Prezado Senhor,

Com relação às suas posições em relação a outras pessoas, não vou me pronunciar.
Minha pergunta é de outra natureza: O senhor tem provas para sustentar a desconfiança que levantou em relação à aplicação dos recursos da Visão Mundial? Sim, porque a mesma já foi auditada pela Grand Thornton, pela KPMG e fiscalizada pelo governo. Todos estes escrutínios mostram lisura, transparência e os balanços e contas são publicados todos os anos.
Caso o senhor tenha estas evidências, melhor apresentá-las às autoridades. Caso não as tenha, seria o caso de retratar-se e retificar seu texto para não ter que fazê-lo judicialmente e ainda ser forçado a compensar danos.
Todos podemos cometer erros, no calor de uma argumentação. Melhor reconhecê-los espontaneamente, antes que seja instado pela lei a fazê-lo.
Atenciosamente

Marcílio Alves Pinheiro

Anônimo disse...

Via facebook do Ariovaldo Ramos:

O Severo quer a minha morte?

Julio Severo disse que é a favor do aborto.

Nesse artigo ele diz que é a favor do aborto do bebê da apostasia.

Ele citou o meu nome várias vezes. Algumas pessoas me contataram, apavoradas!

O Julio Severo queria a minha morte. Ou que ficaria feliz se a minha mãe tivesse me abortado, entenderam algumas pessoas que, angustiadas, me procuraram.

De fato, o Severo quer que as minhas idéias sejam abortadas, isto é, o que ele parece entender serem elas. Portanto, nada de pânico!

Quero dizer, que, diferente Do Severo, sou contra qualquer tipo de aborto, portanto, também, sou contra o aborto de idéias, porque nada "Podemos contra a verdade, senão em favor da própria verdade." (2Co 13.

Ah! Nesse artigo, o Severo disse que a Visao Mundial pede dinheiro, como algumas denominações de práticas estranhas. Não é fato! Ele foi mal informado.

A Visão Mundial busca parceiros para salvar as crianças de todo o tipo de aborto, inclusive do aborto social.

Julio Severo disse...

Senhor Marcílio

Pelo seu nome no Google, vi que você é advogado. Você está se queixando do seguinte trecho:

“Na IPB de Fortaleza, o desafio foi “dar para as crianças,” mas em nome da Visão Mundial. E para onde vai de fato tal fortuna? Anos atrás, a Visão Mundial, conforme denuncia meu livro, financiou um importante congresso de líderes da Teologia da Missão Integral no Brasil.”

Você sabe ameaçar e intimidar, mas se tivesse pesquisado sobre o que eu disse do jeito que eu pesquisei sobre o seu nome, teria visto facilmente a verdade.

Sim, tenho como sustentar o que eu disse. Vá em frente com suas ameaças e processos.

Anônimo disse...

Frequentei a ABU - Aliança Bíblica Universitária, no tempo da faculdade. Lá, vi que o órgão sofria grande influência presbiteriana e influência socialista. Ao contrário do que pensei, os presbiterianos não eram bíblicos, fundamentalistas, mas liberais e, por conseguinte, ligados a ideias socialistas.

A gente não podia fazer proselitismo, é como se tivéssemos vergonha de ser evangélicos. Em contrapartida, os católicos que se reuniam, eram fieis à sua doutrina e não escondiam suas origens, andavam com camisas com símbolos católicos, cruzes, etc.

Nós tínhamos que falar de coisas gerais, amor, amizade... a palavra "social" era bastante usada. Isto foi nos anos 1990 - 2000.

Marcelo Henrique
João Pessoa-PB

Sill.San disse...

Mas o teor dos seus artigos aqui também é bastante político. Vejo aqui uma briga política, ao invés de evangelho.

Por que ser comunista (como deve ser, sem ninguém se aproveitando da situação) é tão ruim? Se lermos a mensagem de Jesus, não é um discurso onde todos somos iguais perante Deus? Isso é um discurso comunista? E se for, será que é tão ruim assim?

Não vi provas das acusações de nenhum das suas acusações em nenhum dos seus artigos. Acho que existe alguma mágoa e você criou este blog simplesmente para falar mal do Pr. Ari. Não que eu ache que ele seja inocente de nada, mas sinto aqui uma mágoa muito grande e uma vontade enorme de prejudicar alguém.

Por acaso você está julgando? Ou se vingando? Se for isso, me desculpe, mas você não lê muito a bíblia...

Mauricio disse...

só para deixar claro,
sou pastor presbiteriano e a IPB não apoia o liberalismo nem o marxismo.
mas infelizmente faz vista grossa para pastores como Marcos Amaral.
a IPB é uma denominação séria, mas há gente mal intencionada tentando levá-la por outros caminhos.