5 de agosto de 2013

Lei da Palmada: Maria do Rosário X povo brasileiro


Lei da Palmada: Maria do Rosário X povo brasileiro

Mobilização urgente: Ligue agora mesmo, gratuitamente, para o telefone do Congresso: 0800-619619 para pedir a rejeição da Lei da Palmada

Julio Severo
O PL 7672/2010, projeto que confisca dos pais o direito de disciplinar os filhos, tem sido agendado várias vezes para votação, muitas vezes nos momentos em que o Congresso e o povo estão mais distraídos, mas a manobra é frustrada pelos esforços de uma minoria atenta da Frente Parlamentar Evangélica.
O projeto, do Poder Executivo (MSC 409/2010), visa transformar legalmente castigos físicos aplicados pelos pais em “agressão” e “violência”. Antes, era apenas um projeto de lei na Câmara dos Deputados. A autoria era da militante abortista e homossexualista Maria do Rosário.
Ela defende que o governo tem o direito de estuprar psicologicamente as crianças por meio de doutrinações homossexuais nas escolas. Ela defende também leis de aborto, numa ética totalmente bizarra de uma militante socialista que defende a proibição da palmada sob a alegação de defender as crianças contra violência, mas no mesmo ardor defende a maior violência contra as crianças mais inocentes: o assassinato de bebês no útero materno.
Maria do Rosário
Confesso que não entendo a esquizofrenia de Maria do Rosário. Talvez ela tenha criado a infame Lei da Palmada para levar os pais a pensar: “Se não tenho o direito de disciplinar fisicamente meus filhos dentro de minha própria casa, então prefiro nem ter filhos. Só me resta apoiar o aborto para o governo mais tarde não me surrar por eu der umas palmadas num menino birrento!”
Pelo fato de que Rosário se tornou ministra de governo, o projeto pessoal dela de castigar os pais do Brasil virou projeto do próprio governo do PT. A bandeira dela contra os pais virou bandeira do governo de Dilma Rousseff.
É uma bandeira que vai contra a vontade da vasta maioria do povo brasileiro.
Pesquisas de opinião pública apontam que mais de 80 por cento dos brasileiros rejeitam o projeto de Rosário.
E um relatório do Disque Câmara (0800 619619), de janeiro a junho de 2012, revela um resultado surpreendente: 94,6% dos brasileiros que telefonaram para a Câmara dos Deputados disseram que são contra a Lei da Palmada.
É, literalmente, Maria do Rosário contra o povo brasileiro. É a vontade de uma militante desenfreada e fora de si contra milhões de pais e mães do Brasil que poderão, da noite para o dia, ser transformados em criminosos por usarem a disciplina física na criação de seus filhos.
Xuxa: a rainha da erotização infantil
Rosário não está sozinha. Xuxa, o símbolo máximo da erotização infantil no Brasil, está com ela, numa campanha sem limites para tirar os limites necessários que as famílias decidem contra as birras e desobediências de seus filhos. Xuxa recentemente enviou uma carta a cada um dos deputados pedindo urgentemente a aprovação do projeto de Rosário.
As duas poderiam se unir numa campanha contra a violência pornográfica que a Globo e outras grandes redes de televisão impõem por meio das telas para milhões de crianças e adolescentes, ou poderiam se unir numa campanha contra a violência física que assassina crianças em gestação por meio do aborto, mas preferem deixar o real bem-estar das crianças de lado para atacar os pais e mães que se preocupam com seus filhos.
As duas querem impor sobre o Brasil suas bandeiras socialistas pessoais, que nada têm a ver com proteger as crianças da violência pornográfica da TV ou da violência do aborto.
As duas estão dispostas, com a ajuda do governo do PT, a usar qualquer artifício e manobra para avançar suas bandeiras contra o povo brasileiro.
A bancada evangélica está dividida na questão (por abrigar igualmente um grande número de parlamentares infectados com o vírus socialista), e até chegou, através de um de seus deputados, a louvar publicamente Rosário, conforme este link: http://bit.ly/Zi9SFQ
Apenas uma minoria da bancada evangélica está se opondo à truculência estatal de Rosário, inclusive o Senador Magno Malta, que declarou que “a Lei da Palmada é uma agressão à família.” Tal postura de uma minoria de parlamentares evangélicos opostos à tirania de Rosário está ajudando as famílias do Brasil, impedindo as votações da infame lei da militante socialista. Mas Rosário e Xuxa não vão desistir, até imporem, goela abaixo de suas vítimas, suas vontades pessoais contra milhões de famílias no Brasil.
Como nunca antes, você precisa agir. Você precisa mobilizar seus parentes, igrejas, líderes, pastores, padres, etc. Ligue 0800 619619 para a Câmara dos Deputados para dizer que você não concorda com a imposição desse projeto sobre as famílias do Brasil.
Sem mobilização, você será obrigado a viver, dentro de sua própria casa, conforme a suprema vontade socialista birrenta de Maria do Rosário e Xuxa.
Você estará proibido de seguir estas orientações bíblicas:
“Aquele que poupa sua vara [de disciplina] odeia seu filho, mas aquele que o ama o disciplina com diligência e o castiga desde cedo”. (Provérbios 13:24 Bíblia Ampliada)
“Os castigos curam a maldade da gente e melhoram o nosso caráter.” (Provérbios 20:30 NTLH)
“Não evite disciplinar a criança; se você bater nela e castigá-la com a vara [fina], ela não morrerá. Você a surrará com a vara e livrará a alma dela do Sheol (Hades, o lugar dos mortos)”. (Provérbios 23:13-14 Bíblia Ampliada)
“A vara e a disciplina dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma vem a envergonhar a sua mãe”. (Provérbios 29:15 RA)
Para um estudo maior da Bíblia sobre o uso da vara da disciplina, clique aqui.
Se há alguém que merece prisão não são os pais e mães do Brasil, mas Rosário, que defende o aborto, e Xuxa, que, entre outras perversões, já fez propaganda explícita da pedofilia ao encenar sexo com um menino nas telas do cinema com o infame filme Amor Estranho Amor.

Envie seu protesto ao Congresso Nacional

O projeto de criminalização dos pais que disciplinam os filhos pode ser votado e aprovado a qualquer momento.
Por isso, faça pressão sobre os deputados.
Todo cidadão pode protestar contra essa investida do totalitarismo estatal telefonando gratuitamente para o Disque Câmara (0800-619619) e dizendo: “Quero enviar uma mensagem a todos os membros da CCJ”.
Interrogado sobre o conteúdo da mensagem, pode-se dizer: “Solicito a Vossa Excelência que respeite o sagrado direito de os pais disciplinarem seus filhos, votando contra o PL 7672/2010”.
Além de gratuito, o Disque Câmara é mais eficiente que as mensagens enviadas por correio eletrônico. Rapidamente se percebe a repercussão da manifestação popular.
Sejamos rápidos. O projeto está para ser votado.
Telefone ou escreva agora mesmo ao deputado federal do seu estado. Consulte este link para ter o email e telefone dos membros da Comissão de Constituição e Justiça: http://www2.camara.gov.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-permanentes/ccjc/membros
Telefone imediatamente para a Frente Parlamentar Evangélica: (61) 3215-9885
Faça contato com todos os membros da Comissão de Constituição e Justiça que quer aprovar o projeto do governo clicando aqui.
Leitura recomendada:
Artigos sobre Xuxa:
Artigos sobre Maria do Rosário:

9 comentários :

Anônimo disse...

Julio,
Que Deus me perdoe do que vou dizer, mas se a mãe dessas duas vacas tivessem sentido uma gravidez indesejada e pensassem como elas e a turma delas pensa, e elas não tivessem nascido ,nós teríamos sido poupados de tanta desgraça imoral, que essa tal de “xupa” introduziu na sociedade nos anos 80, e essa tal de eleonora hoje em dia.
Olha os trajes de quenga que essa sujeita obscena usava na época, uma vadia.
Mais uma alma deformada, duas.
Pena que as mães delas tb não souberam educá-las, e o pior, hoje usufruem do dinheiro sujo que essas vagabas ganham, ganharam e “roubaram” dos necessitados contando mentiras,vendendo ilusões e ganhando ibope.
Já a filha da xupa deve ter até vergonha da mãe, pois quase nem dá as caras por aí.
Quanta sujeira!
Valéria

Anônimo disse...

Julio, escrevi à pouco um comentário e percebí que errei o nome da vampira, essa é a Maria do Rosário(que ironia)...
obrigada por NÃO publicar,
Grata, Abraço,
Valéria

Anônimo disse...

Corrigindo:
Me enganei,
quis dizer Maria do Rosário, e não Eleonora(apesar de ser a mesma coisa),
mas que ironia não, o nome dessa mulher...
Ironia do capeta, até disso o coisa ruim se aproveita.
Valéria

Silvio Ricardo disse...

É tremendamente patético ver a Xuxa na Rede Globo querendo dar lição de moral nos casais brasileiros sobre como se deve ou não criar nossos filhos, logo ela que já fez filme erótico com um menino, "Amor, estranho amor".

Estranho mesmo.

Giancarlo Barbieri Paim disse...

É...
Realmente é "bastante coerente" uma abortista querer emplacar a tal "Lei da Palmada".

Isso realmente é uma piada de muito mau gosto!!!

Ênia disse...

Eu liguei para o 0800. É simples, você fala para a atendente que é contra a lei, ela registra sua opinião. Parece ser um trabalho sério. Liguem, pessoal.

claudir disse...

Liguei e deixei minha opinião contra esse projeto de lei satãnico.
Tomem cuidado com os atendentes, você pode se confundir ao ouvir deles que a "lei da "palmada" é para protejer as crianças de castigos fisicos e cruéis.

Anônimo disse...

EU VI SEMANA PASSADA UMA LÉSBICA QUE TEM UM FILHO DE SEU CASAMENTO ANTES DE OPTAR POR SER LÉSBICA (A MÃE DELA É LÉSBICA TAMBÉM), COMO EU DIZIA EU A VI DANDO GOLPES DE CABO DE VASSOURA NA CABEÇA DO FILHO DE 2 ANOS PORQUE ELE ESTAVA NA CALÇADA E NÃO QUERIA ENTRAR. OS GOLPES ERAM FORTES. EU PEDI PARA ELA PARAR E ELA MANDOU EU FAZER UMA COISA QUE SÓ GAY FAZ. ENTÃO DEIXEI PRA LÁ E ME MANDEI

Pr. Elias Belizário disse...

"Com ardor Maria do Rosário defende a maior violência contra as crianças mais inocentes: o assassinato de bebês no útero materno." Essa mulher não tem moral nem dignidade nenhuma para falar contra um pai ou contra a mãe que dá uma palmada num filho para livrá-lo de algo muito pior. Como aconteceu comigo. O Brasil, em sua imensa maioria é contra a "lei da Palmada" que quer prender o paie mãe que aplicar uma palmada de correção no filho. Não é a Maria do rosário que depois irá resolver quando a criança estiver impossível.