19 de agosto de 2013

Contribuição: Como Ajudar Julio Severo e Sua Família em Suas Necessidades


Contribuição: Como Ajudar Julio Severo e Sua Família em Suas Necessidades

Se você pode colaborar através do Banco Itaú, clique aqui: http://bit.ly/1f2pRfn
Se você é um brasileiro ou estrangeiro no exterior, não disponho mais do PayPal para receber suas contribuições. Para compreender por que o PayPal não é uma opção, leia a mensagem a seguir:
Costumávamos receber contribuições de amigos por meio do PayPal, mas esse canal foi encerrado em dezembro de 2011, violando nossa livre escolha, depois de uma campanha de AllOut, uma organização homossexual dos EUA. Esse caso foi manchete no WND dos EUA: http://bit.ly/1f2px0b

Provavelmente, AllOut foi incitada por grupos gays brasileiros enfurecidos com meus esforços expondo a agenda radical deles no Brasil. Você pode encontrar mais informações sobre meu trabalho neste link: http://bit.ly/YAuXI5
A ABGLT, a principal organização homossexual no Brasil, vem há anos entrando com queixas legais contra mim. E graças à ex-secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, a ABGLT tem uma posição consultiva no sistema da ONU desde 2011. A assistência dos EUA a um grupo gay que se opõe à liberdade de expressão dos cristãos no Brasil não é surpresa, pois sob Obama e Clinton, o Departamento de Estado dos EUA começou a impor seu imperialismo homossexual no mundo em 2011.
A ABGLT não deveria se preocupar comigo. Não tenho nenhuma Clinton ou outra grande agência ou autoridade dos EUA, ONU ou outro organismo internacional me apoiando. Mas meus opositores têm esses aliados poderosos, e muito mais — principalmente muito dinheiro de impostos e “assistência” financeira de grupos dos EUA.
Quem sou eu para enfrentar a oposição enorme da ABGLT e AllOut? Quem sou eu para enfrentar grupos vastamente mais financiados do que meus recursos limitados? Quem sou eu para que minha conta PayPal fosse encerrada à força? (Você pode ler mais sobre o escândalo do PayPal aqui: http://bit.ly/19vvmTd)
Sou um cristão brasileiro casado, com cinco filhos pequenos. Por causa das sistemáticas ameaças e perseguição de grupos gays no Brasil, tive de deixar o Brasil. Como Davi, que viveu em cavernas e desertos quando estava fugindo do rei Saul, tenho vivido em “cavernas e desertos” internacionais. Minha família tem vivido em terras estrangeiras desde 2009. Mas mesmo isso não tem impedido nossos inimigos de manterem vigilância em nossos passos, tentando nos rastrear. Muitos deles pensam que permanecemos escondidos no Brasil.
Na semana passada, um grupo gay visitou um apartamento em São Paulo para expressar sua fúria num “Julio Severo” supostamente vivendo ali. Quando foram informados de que o Sr. Julio Severo que vivia nesse apartamento havia se mudado, relataram que precisam de meu endereço exato para entrar com processos (veja aqui: http://bit.ly/18xi2N9).
Outros grupos gays estão na mesma “missão.” E até grupos cristãos e seculares esquerdistas, similarmente enfurecidos com meus textos, têm prometido achar-me e publicamente expor minha localização. Certo grupo protestante esquerdista recentemente escreveu que um de seus aliados nos denunciou a autoridades consulares dos EUA anos atrás com a intenção de barrar a mim e minha família de tentarmos entrar nos EUA. Essa denúncia teve êxito? Não sei. Mas há o recente escândalo de monitoramento do governo dos EUA (http://bit.ly/14kHGlK), e existe a suspeita de que meu nome e blog estejam sob algum tipo de vigilância, especialmente do Ministério de Segurança Nacional dos EUA (http://bit.ly/13ALnVo).

Para conhecer a Esquerda protestante brasileira e seus ódios, leia meu recente e-book: http://bit.ly/11zFSqq
A oposição feroz dos supremacistas gays e da Esquerda protestante do Brasil aos meus textos não tem limite. Eles farão qualquer coisa para nos perturbar ou prejudicar a mim e minha família.
Quem nos ajudará?
Nossa ajuda vem do Senhor, que criou os céus e a terra. E vem também de pessoas tocadas e movidas por Deus para nos ajudar em nossas situações difíceis.
Se Deus tem tocado você nessa direção, você pode enviar um email para juliosevero@hotmail.com para saber como usar alternativas ao PayPal para contribuir para uma família cristã brasileira vivendo em “cavernas e desertos” internacionais. E a propósito, Davi não foi o único homem de Deus a ter tido tais experiências duras. O autor do Livro de Hebreus diz de outras pessoas de Deus que “caminharam como refugiados, vagando pelos desertos e montes, se escondendo em cavernas” (Hebreus 11:38).
Se você conhece um jeito de contribuir melhor, mais seguro, mais fácil e mais econômico do que o PayPal, por favor escreva-me e deixe-me saber suas sugestões: juliosevero@hotmail.com
Conforme a direção que o Senhor lhe der, agradecemos sua contribuição.

3 comentários :

Anônimo disse...

Olá Julio,

Eu não sou religioso (nem ateu), sou neutro nestes assuntos, mas visitei seu blog e gostei de sua visão objetiva sobre o mal que assola o mundo (homossexualismo), por isto gostaria de contribuir te sugerindo uma boa opção ao paypal:

www.contasuper.com.br

Eu tive alguns problemas com eles mas todos foram resolvidos

Pequisa depois também no site www.reclameaqui.com.br para ver as reclamações, lá tem uma reclamação minha também (mas que já foi respondida e dei como resolvida). Acho que compensa, pelo ao menos para mim que sou autônomo (programador de sistemas) está sendo muito bom poder receber de meus clientes através de boletos bancários emitidos e enviados pela internet de forma gratuita pela conta super! Só não sei te falar se teria como você receber doações internacionais... Mas de brasileiros com certeza teria por boleto, cartões de débito e transferências para vários bancos.

Detalhe importante: quando for abrir sua conta super, crie um email exclusivo para esta conta super, pois se usarmos um email público, os seus inimigos poderão tentar acessar o portal contasuper com seu email só para te "sacanear" e fazer com que sua conta seja bloqueada!! (após 3 tentativas de acesso usando senha inválida a conta é bloqueada e só desbloqueia após você ligar no 0800 deles)

Também se você não tiver algum comprovante de endereço do Brasil (energia, telefone, água) em seu nome ou de sua esposa (acho que em nome do filho ou do pai também serve), eles não aprovam a conta. Exige-se apenas cópia de identidade, cpf e comprovante de endereço (escaneado e anexo por email).

Resumindo: dá uma olhada lá, não custa nada! você terá um cartão de crédito internacional mastercard que aceita qualquer pessoa fazer depósitos através de boletos bancários, e este cartão poderá ser físico (de plástico entregua no seu endereço no Brasil) ou cartão virtual (gerado no site mas que vale normalmente no e-commerce).

Fica a dica!

Um abraço.

Sandro

Alessandra disse...

Júlio, vc e sua família precisam da cobertura de uma grande entidade cristã, que possa ajudá-los no exterior. Vc inegavelmente tem nos ajuda a entender muitas coisas sobre defender a família. É uma vergonha para o povo evangélico que vc e sua família, diante dos ataques dos grupos militantes gays, estejam desamparados.

Victor Marcus disse...

Já procurou o Portas Abertas?