2 de julho de 2013

Boca de Abobrinha: Grupo esquerdista representou evangélicos em reunião com Dilma


Boca de Abobrinha: Grupo esquerdista representou evangélicos em reunião com Dilma

Julio Severo
Cristão não deveria falar abobrinhas. Mas não diga isso à Rede Fale, que não faz outra coisa a não ser plantar e “profetizar” abobrinhas.
A organização, que é defensora da Teologia da Missão Integral, era completamente desconhecida no cenário nacional — até ser convidada oficialmente para estar em reunião com a prezidenta Dilma Rousseff para representar os evangélicos.
Jamais Dilma se atreveria a trazer Silas Malafaia ou Marco Feliciano, que abrem mesmo a boca contra a agenda abortista e homossexualista do governo. Em contraste, bem ao gosto de Dilma, a Rede Fale não incomoda o PT nessas questões. Manifestação contra o PT por causa do aborto e homossexualismo? A boca de abobrinhas da Rede Fale está aberta para questões mais chegadas ao coração ideológico da prezidenta.
As credenciais da Boca de Abobrinha são “ótimas.” A reunião com Dilma foi destacada e elogiada pelo tabloide sensacionalista Genizah, cujo dono tem hoje importante influência nos meios calvinistas e presbiterianos.
A Boca de Abobrinha garante que não tem afinidade com o governo de Dilma Rousseff, mesmo defendendo quase tudo o que o PT faz. O Genizah garante que não tem afinidade com a esquerda, mesmo defendendo tudo o que a esquerda evangélica faz. E se você perguntar se os dois conhecem o pai da mentira, ambos prontamente dirão que nunca ouviram falar nesse nome!
Dilma com vários grupos esquerdistas, inclusive a Rede Fale
A reunião com Dilma não foi somente com a Boca de Abobrinha. Outros grupos estiveram juntos, cada um representando supostamente um grupo social, inclusive a Marcha das Vadias, que queria aborto, aborto e aborto. E lá estava também Gilberto Carvalho, o ministro de Dilma que foi vaiado na Marcha para Jesus. A Boca de Abobrinha, como já era de esperar, tomou todo o cuidado para falar somente o que o ministro e a prezidenta gostam de ouvir: abobrinhas marxistas.
O jornalista Reinaldo Azevedo revelou que os “movimentos da juventude” que estavam com a Rede Fale na reunião com a prezidenta eram na maioria “chapa-branca mesmo, ligada ao PT, ao PCdoB ou ao MST,” recebendo financiamento de impostos, com a cortesia do bolso de milhões de brasileiros que trabalham e suam para bancar bocas de abobrinhas pelo Brasil.
Entre outras reivindicações para Dilma estavam a descriminalização do aborto e a aprovação do PLC 122. A Boca de Abobrinha se esforçou para não atrapalhar em nada. Entenderam por que, em vez de Malafaia ou Feliciano, Dilma preferiu uma Boca de Abobrinha ali?
Feliciano e Malafaia jamais teriam ficado calados diante de reivindicações de aborto e ditadura gay feitas por grupos financiados pelo governo do PT. A verdadeira Rede Fale no Brasil é de Feliciano e Malafaia, que não ficam calados nessas questões e quando falam, não dizem abobrinhas. Eles falam mesmo!
Se a Boca de Abobrinha fica calada quando deveria falar, quando é que ela fala?
A Rede Fale começou a sair da sua obscuridade em março deste ano, quando se juntou às esquerdas do Brasil para exigir a renúncia de Marco Feliciano, que fala o que a Boca de Abobrinha não ousa falar nem diante de Dilma, nem diante do Brasil e nem mesmo diante dos evangélicos:
* Aborto é assassinato. Por lutar pelo assassinato de bebês em gestação, o PT e outras esquerdas merecem repúdios e manifestações.
* Homossexualismo é perversão, não um super-direito a ser imposto no Brasil. Qualquer partido que defenda uma ditadura gay merece repúdios e manifestações.
Esse é o entendimento que Malafaia e Feliciano têm.
Essa não é, porém, a postura da Boca de Abobrinha, que em nada ajuda o testemunho cristão.
Dilma também havia tido, conforme informação de uma professora marxista, reunião com o chavista Ariovaldo Ramos, que representa muito bem a Rede Fale e o Genizah, a perfeita mistura do abobreiro com o fofoqueiro — qualidades desqualificadoras para bocas proféticas que denunciam o pecado sem medo de pagar o preço.
Se quiser alguém para falar conforme a Palavra de Deus sobre aborto e ditadura gay, chame Feliciano ou Mafalaia.
Se quiser alguém para representar os evangélicos nessas questões, chame Feliciano ou Malafaia.
Mas se quiser alguém para falar abobrinhas ou representar os evangélicos que só falam abobrinhas, chame a Rede Fale ou o Genizah.
Abobrinhas e abobrões — a linguagem da prezidenta e das esquerdas — são com eles mesmos.
Para entender os perigos da esquerda evangélica, adquira meu livro gratuito “Teologia da Libertação X Teologia da Prosperidade”: http://bit.ly/141G7JH
Leitura recomendada:

10 comentários :

Eduardo Werley disse...

Caro Júlio, a parte mais interessante do seu texto foi a figura inicial. :)
Se possível, veja uma mensagem que deixei no seu facebook. Abraços, fique com Deus.

Projeto 1 Milhão de Intercessores disse...

Que pena! São ditos cristãos que "defendem" o evangelho, mas militam contra os princípios da Palavra! é uma esquerda doida e réu de juízo tb!

Rev. Ageu Magalhães disse...

Júlio,

Uma pequena correção: o dono do Genizah não tem "importante influência nos meios calvinistas e presbiterianos". Não conheço este senhor, não sei nem se é da IPB. Ele não tem participação alguma nos concílios e comissões nacionais da IPB e seu blog é tremendamente mal visto pelos presbiterianos. Creio que a audiência do blog seja de crentes marxistas e liberais mesmo. Um abraço.

Leandro Matias Deon disse...

É verdade.
Os genizeiros costumam afirmar uma influência que não tem.
Eles tem, sim, fama. Principalmente má fama.

Anônimo disse...

Meses atrás, chegou na minha igreja vários formulários para os membros preencherem seus dados visando um suposto apoio a abertura dessa rede fale, usando o nome da Marina Silva. Circulou por vários dias na igreja, então, alertado pelas postagens desse blog, avisei ao pastor presidente sobre o posicionamento(ou a falta dele) da Marina. Ele disse que não ia mandar os formularios para a rede fale, cancelando o envio.
Achei de uma astúcia sem tamanho passar esse tipo de papel pelas igrejas evangélicas sem esclarecer o povo sobre as reais intenções e posicionamentos dos seus pretensos líderes.

Julio Severo disse...

Caro Rev. Ageu

Não sei se a informação de que o Genizah "é tremendamente mal visto pelos presbiterianos" procede.

Uma página presbiteriana de Facebook (http://archive.is/vC7sn ), chamada de União da Mocidade Presbiteriana, traz um grave ataque difamatório contra mim, e a fonte é o “Observador Cristão,” que supostamente é de um pastor reformado conservador, mas foi descoberto como sendo o próprio Genizah. Clique neste artigo: “Julio Severo denuncia malandragem de Danilo Fernandes, dono do Genizah.”

Aparentemente, a tal União da Mocidade Presbiteriana é uma entidade presbiteriana, participando ativamente de um ataque difamatório contra mim.

Portanto, mesmo depois que denunciei publicamente o que o Genizah fez, os presbiterianos continuam divulgando as difamações de Danilo, não levando em conta o caráter dele nem as claras recomendações bíblicas de que o cristão não pode se envolver em difamações.

Isso sem dúvida merece denúncia por parte dos presbiterianos. Mas o que vemos, há anos, é silêncio dos presbiterianos diante de um homem que proclama publicamente que é calvinista, e faz todas as suas malandragens usando o calvinismo como base.

Danilo Fernandes, o dono do Genizah, tem toda uma rede de blogs e páginas 'false-flag' criadas para confundir os prebiterianos. Note que, ao mesmo tempo em que me ataca, ele sempre posta algum texto de Augustus Nicodemus, exatamente como fez a página da tal União da Mocidade Presbiteriana, que perto do texto de ataque a mim também fez questão de fazer a mesma coisa.

De acordo com o jornalista Edson Camargo, com essa rede de páginas falsas, dentre as quais o blog “Observador Cristão,” o que Danilo Fernandes quer, contando com vários apoiadores e com a complacência torpe de lideranças eclesiásticas, é falsear a percepção do que é a opinião da maioria dos evangélicos, criando pseudo-consensos na web. Danilo, admitindo ou não, obtém, com uma rede como a dele, exatamente isso: a disseminação automática, em larga escala, de qualquer baboseira que ele resolver divulgar. Vários sites “false-flag” dando sua legitimidade burlesca a esses conteúdos enrolam facilmente o leitor que sequer cogita a hipótese da existência de picaretas como Danilo Fernandes, que também podem obter dinheiro com isso: vendendo anúncios, espaço para artigos e matérias pagas e informes publicitários, que serão divulgados simultaneamente em vários sites. A visibilidade é garantida e rápida para o anunciante. O chefão de uma rede como essas pode cobrar muito por tais serviços.

Camargo também disse: “uma rede dessas, que acaba divulgando artigos de Augustus Nicodemus Lopes e de outros presbiterianos conhecidos acaba sendo útil para a IPB, uma denominação que não se enquadra muito no perfil majoritário dos evangélicos brasileiros. A notória complacência com o razoável montante de material esquerdista e até liberal que os blogs do Danilo jogam na web, por parte de figuras da IPB, pouco tem de inocente. Pelo contrário: é uma diabólica inversão do que é a apologética prática, assim como a ‘apologética’ do Genizah só é apologia do que não presta, acrescida de uma coisinha boa ou outra, que só é usada para ajudar o cristão incauto a engolir todo o lixo divulgadoo.”

Rev. Ageu Magalhães disse...

Caro Júlio, eu não conhecia esta comunidade de "jovens presbiterianos". É lamentável que eles estejam abrindo conteúdo altamente questionável do Genizah. Este é o problema da internet. Qualquer um pode abrir uma comunidade de nome "presbiteriana" sem ser algo oficial da igreja. No passado, no Orkut, a maior comunidade "presbiteriana" que havia era assumidamente liberal. A doutrina presbiteriana era enxovalhada ali, e quem discordava também. Lamento que isso ocorra, todavia asseguro: a maior parte da membresia da IPB é conservadora e tem compromisso com a Bíblia. Meus colegas pastores não aprovam qualquer tipo de marxismo, liberalismo ou licenciosidade propagada por este ou outros blogs. Um abraço.

Anônimo disse...

Júlio e Pr. Ageu: tendo conhecimento de que o senhor Danilo Fernandes tem o hábito de se esconder atrás de sites de outros nomes, seria interessante investigar a União da Mocidade Presbiteriana. O resultado final poderia mostrar se ela é de fato presbiteriana ou geniziana.

Jabesmar A. Guimarães disse...

Quando a Rede Fale apareceu protestando contra o Feliciano. Na ocasião em perguntei a eles quando haviam protestado contra o aborto e até ontem não me responderam.

Creio que é mais fácil apoiarem leis como a que penaliza os pais por corrigirem os filhos do que protestar contra leis que permitam que as mães assassinem os filhos no ventre.

Trindade disse...

O que me deixa feliz é que enquanto o Silas Malafaia, que é anti abortista/homossexualista coloca 70 mil pessoas na praça, esses cristãos socialistas não conseguem colocar nem 70 dos seu fanáticos e analfabetos na fé.
Estou ansioso mesmo é pelas eleições de 2014 para ver se os verdadeiros cristãos acordaram.