29 de junho de 2013

Magali ataca de novo: a esquerda evangélica e as manifestações


Magali ataca de novo: a esquerda evangélica e as manifestações

Julio Severo
O que a esquerda evangélica pensa das manifestações que estão ocorrendo no Brasil? Magali do Nascimento Cunha, professora na Universidade Metodista de São Paulo, dá a resposta.
Se for coisa ruim, podem me chamar que apoio!
Ela defende as manifestações usando os posicionamentos de três lideranças cristãs: Aliança de Batistas do Brasil, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e Bispo Robson Rodovalho.
Aliança de Batistas do Brasil: O destaque dela vai para a Aliança de Batistas do Brasil (ABB), que ela faz questão de colocar em primeiro lugar. A ABB apoia de coração as manifestações. Mas não é só isso que essa entidade, que não tem vínculo nenhum com as grandes convenções batistas do Brasil, defende.
Quando na eleição presidencial de 2010 um líder da Convenção Batista Brasileira denunciou o PT e sua promoção da iniquidade, a ABB prontamente denunciou o líder, expressando “repulsa a toda estratégia político-religiosa de ‘demonização do Partido dos Trabalhadores do Brasil’”. A nota pública também dizia: “A Aliança de Batistas do Brasil sente-se na obrigação de contradizer o discurso que atribui ao PT a emergente ‘legalização da iniquidade’… Enfim, a Aliança de Batistas do Brasil vem a público levantar o seu protesto contra o processo apelatório e discriminador que nos últimos dias tem associado o Partido dos Trabalhadores às forças da iniquidade”.
Neste ano, com o patrocínio da revista Ultimato, a ABB assinou, juntamente com Ariovaldo Ramos e muitos pastores protestantes tradicionais, uma manifesto esquerdista exigindo a remoção do Pr. Marco Feliciano da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados.
Com esse currículo fartamente esquerdista, a ABB só podia apoiar as manifestações.
Com seu currículo esquerdista pessoal, Magali só podia gostar do que a ABB faz.
Conferência Nacional dos Bispos do Brasil: Em segundo lugar, na opinião de Magali, fica a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a organização cristã mais esquerdista do Brasil. Sem a CNBB, o Brasil jamais teria Frei Betto, Leonardo Boff e o próprio PT.
Com esse currículo fartamente esquerdista, a CNBB só podia apoiar as manifestações.
Com seu currículo esquerdista pessoal, Magali só podia gostar do que a CNBB faz.
Bispo Robson Rodovalho: Não há nele o radicalismo esquerdista da ABB e da CNBB. Mas suas posturas “mornas” muito contribuem para o aproveitamento dos extremistas. Pelo menos, é o que fica evidente não só pelo apoio dele a Lula em duas eleições e a Dilma Rousseff na eleição passada, mas também pelo seu posicionamento “morno” diante do caso Marco Feliciano.
O apoio de Rodovalho, mesmo que “moderado” e “morno,” para as manifestações, foi visto por Magali como digno de estar em destaque com a ABB e CNBB.
Com seu currículo esquerdista pessoal, Magali deve saber o que faz na sua escolha dos evangélicos estratégicos na sustentação das manifestações.
Em seu textinho, Magali também cutuca a Marcha para Jesus, esperando que o evento não se torne político, isto é, não faça como fez em outras ocasiões, denunciando o PLC 122 e o chamado “casamento” gay. Mas Magali nunca foi vista criticando uma famosa marcha evangélica do Rio de Janeiro que tem o propósito de se alinhar às metas esquerdistas globalistas da ONU.

Quem é Magali?

Interessante, não é? Magali e outros evangélicos esquerdistas defendem seu envolvimento esquerdista na politica, mas expressam mal-estar se um evangélico coloca o posicionamento moral conservador acima do oportunismo assistencialista da esquerda.
O currículo de Magali é carregado de marxismo. Magali do Nascimento Cunha é professora da Faculdade de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo, um dos maiores redutos esquerdistas do protestantismo brasileiro.
Ela é também membro do Comitê Central do Conselho Mundial de Igrejas, o maior reduto de protestantes esquerdistas do mundo.
O site do Conselho Mundial de Igrejas destaca, com louvores, que Magali faz parte da infame Comissão Nacional da Verdade, um grupo criado pelo governo de Dilma Rousseff (que tem passado terrorista comunista) para investigar supostas violações de direitos humanos por parte dos militares contra terroristas comunistas armados que matavam, assaltavam bancos, faziam atentados a bomba, sequestravam, etc.
A Comissão Nacional da Verdade, que julgará apenas os militares e não os terroristas comunistas, tem tido amplo apoio do tabloide sensacionalista Genizah, que tem destacado o papel de protestantes na luta comunista contra o governo militar.
Magali também colocou de fora suas vermelhas unhas comunistas no caso Marco Feliciano, que atraiu a fúria de toda a esquerda secular e evangélica.
Naturalmente, Magali não podia ficar de fora da campanha de ódio perpetrada por seus camaradas contra Feliciano.
Ao reclamar de Feliciano, ela o enquadra como “cristão predominantemente conservador teologicamente, marcado por um fundamentalismo bíblico” — uma acusação rotineira da esquerda protestante contra todo evangélico que não segue a cartilha de Karl Marx ou não compartilha da agenda gayzista e abortista.
O que não é surpresa é que a reclamação dela foi postada, em seu blog pessoal, por Leonardo Boff, um ex-católico que é o maior promotor da Teologia da Libertação no Brasil.

Magali e a liberdade dos psicólogos ajudarem pessoas a se livrar da opressão homossexual

Em seu textinho, Magali procura também expressar seu mal-estar com o projeto de lei do Dep. João Campos que foi aprovado na Comissão de Direitos Humanos (CDH). A esquerda secular inteira está contra Feliciano pelo fato de que a CDH o aprovou e Magali aponta uma declaração de Feliciano que disse: “Psicologia está ideologizado pelos ‘esquerdopatas’ e pelo movimento gay.”
O projeto de lei restaura aos psicólogos a liberdade e o direito deles atenderem pacientes que querem se livrar de seus problemas homossexuais.
Magali, que se mostra do lado dos opositores do projeto, não parece ver com bons olhos que Silas Malafaia esteja apoiando o projeto.
No entanto, o apoio maior de Magali é às manifestações.

Magali e as manifestações

Se a esquerda (secular e cristã) está vendo as manifestações com bons olhos, é porque ou estão sob controle de movimentos esquerdistas ou então podem ser facilmente manipuladas para objetivos esquerdistas.
Exemplo de pura manipulação é o primeiro discurso de Dilma sobre as manifestações. Alegando atender aos “anseios” dos manifestantes, Dilma prometeu apressar a vinda, sob pretexto de fornecer mais médicos ao SUS, de milhares de agentes cubanos ao Brasil. Fica claro então que mesmo que os protestos tivessem boas intenções, Dilma não tem, e usará sua más intenções para levar o Titanic da nação brasileira às gélidas águas do naufrágio marxista.
Magali, ABB e CNBB estão prontas para levar o Brasil nessa viagem. Evangélicos mornos são os inocentes ou idiotas úteis que ajudam nessas manobras.
Magali faz questão de negativamente mencionar a opinião de Marco Feliciano sobre as manifestações, o qual acertadamente disse: “O País está à sombra da Anarquia.”
Ela também destacou de modo negativo Silas Malafaia, que disse: “No Brasil o perigo são os esquerdopatas ultrarradicais que pregam baderna, vandalismo, derramamento de sangue, para que possa haver uma verdadeira revolução.”

Ariovaldo Ramos

Em contraste, Magali mencionou de forma positiva que numa reunião de Dilma com os supostos líderes das manifestações estava um “representante” evangélico: Ariovaldo Ramos.
O fato é que as manifestações impulsionaram Dilma no seu desejo de trazer milhares de agentes cubanos disfarçados de médicos — a mesma novela que viveu a Venezuela. O Brasil só teria uma reprise venezuelana.
Hugo Chavez
Com o avanço das manifestações, Dilma falou em nova Constituição — exatamente como fez a Venezuela de Hugo Chavez.
E para completar o quadro, nada mais justo do que Dilma trazer um evangélico chavista para sua reunião especial com os “líderes” dos manifestos.
O fanatismo evangélico esquerdista a favor de Chavez é tão grande que um pastor presbiteriano declarou que se fosse Deus, daria vida longa a Hugo Chavez e um derrame para Feliciano.
Magali disse que está ansiosa para publicar a conversa de Ariovaldo com Dilma.
Esses encontros e apoios são justificados pela desculpa de que se o PT e outros marxistas ajudam os pobres, então devemos apoiá-los. Eles têm assim ampla defesa entre Magalis, ABB, CNBB e Rodovalhos.
Contudo, esse apoio ocorre à custa de valores morais e cristãos. O PT, que cobra impostos elevadíssimos para suspostamente ajudar os pobres, se autoajuda com o dinheiro do bolso do trabalhador brasileiro, investindo em necessidades “urgentes” da população, como a doutrinação homossexual das crianças nas escolas e financiamento pesado de grupos supremacistas gays que querem criminalizar a crítica às repulsivas práticas sexuais deles.

Magali: a nova estrela da esquerda evangélica

Magali, que vivia basicamente nas sombras, virou destaque semanas atrás no tabloide calvinista sensacionalista Genizah, com um artigo que atacava um forte vídeo da Dra. Damares Alves denunciando o comprometimento do governo petista na doutrinação imoral das crianças das escolas.
Magali alegou que Damares “não tinha provas,” como se fosse impossível provar que o governo do PT está investindo milhões na doutrinação imoral das crianças. Magali foi incapaz de apresentar evidências de que o governo federal não está, por exemplo, homossexualizando os alunos das escolas públicas.
O que ficou óbvio é que Magali estava apenas tentando defender o governo do PT, que é um governo de esquerda. Na visão das Magalis, ABB, CNBB e evangélicos mornos, um governo esquerdista tem de ser apoiado, até mesmo quando quer impor aborto, homossexualidade e infanticídio indígena sobre o Brasil.

O jeito cristão de ajudar os pobres

A mensagem que tenho é que Magali, a ABB, a CNBB e Robson Rodovalho não precisam apoiar um governo esquerdista para ajudar os pobres. Magali tem um excelente emprego como professora universitária, e ocupa outros importantes cargos que trazem um excelente salário para ela. Por que ela não dá seus salários, carros e propriedades para os pobres? Não foi isso o que Jesus ensinou?
Eis que alguém chegou perto de Jesus e consultou-o: “Mestre, que poderei fazer de bom para ganhar a vida eterna?” Questionou-o Jesus: “Por que me perguntas a respeito do que é bom? Há somente um que é bom. Se queres entrar na vida eterna, obedeça aos mandamentos”. Ao que ele perguntou: “Quais?” E Jesus lhe respondeu: “Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não darás falso testemunho, honra a teu pai e a tua mãe, e amarás o teu próximo como a ti mesmo”. Replicou-lhe o jovem: “A tudo isso tenho obedecido. O que ainda me falta?” Jesus disse a ele: “Se queres ser perfeito, vai, vende os teus bens, dá o dinheiro aos pobres, e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me”. Ao ouvir essa palavra, o jovem afastou-se pesaroso, pois era dono de muitas riquezas. (Mateus 19:16-22 KJA)
Jesus não orientou o jovem a se envolver com política para introduzir uma lei para tirar o dinheiro dos outros para ajudar os pobres. Ele disse: “VOCÊ, venda tudo o que tem e dê aos pobres.”
Esse é o legítimo jeito cristão de fazer as coisas.
Magali quer ajudar os pobres? Jesus diz a ela: “Magali, venda seus carros e propriedades e dê, junto com seus salários, aos pobres.”
Perto de mim, Magali é muito rica. Não tenho casa, propriedades, carros e salários.
A CNBB quer ajudar os pobres? Jesus diz: “Vendam tudo o que têm e deem aos pobres.”
A ABB quer ajudar os pobres? Jesus diz: “Vendam tudo o que têm e deem aos pobres.”
Robson Rodovalho quer ajudar os pobres? Jesus diz a ele a mesma coisa que diria a Magali.
Entretanto, esse não é o jeito marxista de fazer as coisas.
Em vez de se sacrificarem e darem tudo o que têm, eles querem obrigar os outros a serem sacrificados para darem tudo o que têm.
Querendo ou não, as manifestações levarão exatamente a isso. Dilma e Magali jamais darão tudo o que têm. Digo isso porque conheço a doença mental chamada marxismo.
Mas elas lutarão para que você seja obrigado a dar tudo o que tem para os roubos estatais travestidos de impostos.

Manifestação segundo o coração de Deus

O salmista diz:
“Quem se levantará a meu favor contra os ímpios? Quem permanecerá ao meu lado combatendo os malfeitores?” (Salmo 94:16 KJA)
Tenho denunciado homens e mulheres que usam o nome de Jesus Cristo para promover a ideologia esquerdista, e agora me uno ao salmista:
Quem se levantará a meu favor contra o governo que promove o aborto, o homossexualismo e outras iniquidades? Quem permanecerá ao meu lado combatendo os promotores de iniquidades?
Quem se levantará a meu favor para protestar contra os evangélicos que apoiam o governo que promove iniquidades?
Leitura recomendada:

6 comentários :

Alessandro disse...

Esses cristãos progressistas estão vendo com bons olhos as manifestações (que reúnem no máximo, e estou sendo generoso, 30 mil pessoas ) ''pacíficas'' que estão explodindo em todas as capitais do país!!! Claro, claro, eles só não veem com bons olhos as manifestações agressivas e violentas com saldo de 0% de ocorrências policiais na marcha para Jesus que reúnem de 100 mil a um milhão de pessoas.
Hipócritas.

Anônimo disse...

Para conhecimento dos leitores:

A Três Passos da Guerra Civil
(Cel. Gelio Fregapani)

http://conservadorismobrasil.blogspot.com.br/2013/06/a-tres-passos-da-guerra-civil.html

Eduardo Soares disse...

Julio, gosto muito dos teus textos. Peço a Deus que ele me dê 1/3 de tua habilidade contextual e analítica.

Deus te abençoe ricamente!

Anônimo disse...

A vigarice desse Ariovaldo ramos é espantosa. E tem muitos pastores e lideranças evengélicas pelo Brasil que ainda não conseguiram captar as vans sutilezas desse indivíduo.

Nil disse...

Julio ! Você falou muito certo quando disse essas palavras : """Em vez de se sacrificarem e darem tudo o que têm, eles querem obrigar os outros a serem sacrificados para darem tudo o que têm."""

Olha o que aconteceu. Como resultado das tais "manifestações" estão procurando novas formas de "tirar " dinheiro dos outros.
Vejam a noticia: PEC propõe cobrança de IPVA sobre jatinhos e iates. http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2013/06/29/internas_economia,414771/pec-propoe-cobranca-de-ipva-sobre-jatinhos-e-iates.shtml

Além de implantar o Imposto sobre Grandes Fortunas. http://www.redebrasilatual.com.br/economia/2013/06/taxacao-de-grandes-fortunas-renderia-r-10-bilhoes-diz-paulo-teixeira-8224.htm

Eu não sou rico e essas tributações nem de longe me ameaçam,mas sou radicalmente contra esses impostos. Pois aí o dinheiro só serviria ao Governo para fazer o mal,usar o dinheiro para dar aos grupos que o apoiam e financiar a sua permanência no poder.

O dinheiro gasto pelos ricos que antes geravam empregos e o consumo de muitos produtos,agora só serve para uso politico.

Não pense que isto vai ser bom para o pobre. Pois com esses impostos, os ricos tentarão esconder o máximo que são ricos como aconteceu na França.

Conheceu um balneário chamado Escarpas do Lago na represa de Furnas,MG. A construção de casas de luxo proporciona uma quantidade enorme de empregos na construção civil, além de jardineiros,empregadas domésticas,zeladores,outros.

Com essas tentativas de nosso governo tão "preocupado" com os pobres em agora taxar os ricos.

Posso ver aquele balneário as traças,pois quem vai querer posar de rico.

O certo que o propósito desta gente de obrigar os outros a darem tudo que tem para que eles possam ajudar os pobres tem consequências muito funestas.

Agora os que irão sofrer essas consequências funestas não serão só um grupo pequeno de ricos,mas uma quantidade enorme de pessoas.

Roger disse...

QUE SHOW DOS EVANGÉLICOS NA ESQUERDISTA CNBB, HEM?
Os evangélicos comportam-se muito melhor frente aos desafios comunistas que os católicos de modo geral, sem dúvida e, em seus cartazes, rejeitam o socialismo, ao invés de pleitearem apenas bens materiais, mais sensíveis e atuantes que a maioria do frouxos católicos; incluiria-se parte do clero apático, dorminhoco.
Vejam aonde chegou a CNBB: a integrante da Comissão(Omissão) da Verdade do PT" e membro da esquerdista CMI, a TL protestante, a prof.ª da Univ. Metodista-SP Magali do Nacimento Cunha citando os maiores promotores do comunismo no Brasil, classificou:
1º - A ABB - Aliança dos Batistas do Brasil que até expulsaria pastores discordantes.
2º - E a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a organização cristã mais esquerdista do Brasil e, sem a CNBB, o Brasil jamais teria Frei Betto, Leonardo Boff e o próprio PT; daí, com um currículo bem esquerdista, a CNBB só poderia é apoiar as manifestações; idem, a profª Magali a apoia e compartilha com todos os pró marxistas.
3º - Os pastores "mornos", apoiadores do PT e anti ideário protestante conservador.
Quanto à CNBB, sendo honesto, prefiro referir-me à sua impostora banda esquerdista, pois nem todos os bispos compartilham do socialismo, mas os vermelhos imperam.
O governo do PT por se associar e promover tudo de maléfico - são de origens satanistas - como proteger bandidos e se aliar às FARCS, além de extremamente corrupto ética-moralmente, mentiroso em seus comportamentos tem de ser plenamente rejeitável pelos evangélicos, pois quem não o reprova, e pior: ainda apoia ou vota compartilha de todas as suas perversidades e conspirações contra Jesus Cristo!