10 de maio de 2013

Chuva de dinheiro para os ativistas gays de São Paulo


Chuva de dinheiro para os ativistas gays de São Paulo

Julio Severo
A Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, a ser realizada em 2 de junho na Av. Paulista, está com sua sorte garantida: A prefeitura petista sob Fernando Haddad vai dar R$ 1,6 milhão para o evento, o dobro do que o PSDB deu no ano passado.
A prefeitura petista também prometeu patrocínio financeiro para a Feira Cultural LGBT no Vale do Anhangabaú, a Caminhada Lésbica na Avenida Paulista e show de encerramento.
A Caixa Econômica Federal, a Petrobras e o Sindicato dos Comerciários de São Paulo também patrocinam o evento, garantindo um apoio de R$ 280 mil.
Os ativistas gays de São Paulo não poderiam estar mais felizes. Se o PSDB na prefeitura lhes dava um monte de dinheiro, o PT lhes dá dois montes!
O sucesso financeiro deles está garantido, graças ao PT e a custa dos cidadãos que pagam impostos.
São Paulo sofre com enchentes e outros problemas que exigem investimentos, mas o PT envergonha a cidade e seus cidadãos investindo pesadamente nas inúteis e anti-higiênicas farras anais de uma minoria anarquista e sem moral.
E se o cidadão que paga a conta disso abre a boca para se queixar da imoralidade de tantos gastos e dos eventos, a lei de São Paulo, feita pelo PSDB para punir a chamada “homofobia,” cai em cima dos inocentes.
Meu blog é exemplo disso.
Em 2006, se sentindo ofendida, a Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo recorreu ao Ministério Público Federal contra meu blog, porque meus textos sobre homossexualismo deixam claro que a prática homossexual — seja por base bíblica ou médica — não é normal. O principal motivo de acusação foi este artigo “Marcha para Jesus ou Parada Gay: Quem é realmente vítima de preconceito?”.
Com informações do site homossexual A Capa.
Leitura recomendada:

5 comentários :

Anônimo disse...

O que me deixa desanimado é que muitos inocentes uteis (ou inúteis?) pensam e discursam afirmando que o psdb é "de direita". Não sabem que já estão prisioneiros das táticas de antonio gramnsci, eskerdista/socialista/komunista/marxista/satanista italiano da primeira metade do século passado, o qual replicou, entre incontáveis planos do inimigo de nossas almas, de que dever-se-ia fechar todos os espaços. Assim, toda a agenda do partido do pentagrama, ora empenhadíssimo em destruir nossa herança crista, é a mesma. Como já comentei aqui, cuidado com o simpático rapaz chamado reinaldo azevedo; ele faz parte do psdb, via o famigerado efeagahce. Há oito eleições que não voto em inútil algum. O único que, talvez, valha meio voto neste Brasil é o deputado Jair Bolsonaro. Eu disse "TALVEZ".

Antonio.

Lino disse...

Já me disseram que o melhor momento do Brasil foi durante o governo militar (1964–1985).

Meu pai conta que, naquela época, bandido se borrava de medo da polícia. Tinha toque de recolher (ninguém podia ficar de noite nas ruas após um certo horário), as pessoas eram revistadas antes de entrar e sair de certos locais, as ruas eram mais seguras, as pessoas eram mais tementes a Deus, havia mais diálogo entre as pessoas (nem todo mundo tinha televisão em casa), não havia essa imoralidade escancarada como hoje (nunca se tinha ouvido falar em "parada gay", ou qualquer outro evento semelhante), havia uma certa ordem, um certo respeito entre as pessoas, enfim, era uma época em que os princípios morais eram valorizados. E muitos até dizem (não sei se seria exagero) que "a gente era feliz e não sabia".

Mas diante do que está acontecendo hoje, tem horas que eu gostaria que os militares assumissem novamente o poder para dar um basta em toda essa imoralidade, bem como em todos os desmandos deste governo corrupto do PT e de seus comparsas!

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Respondendo ao Antônio,

Amigo Antônio,

Que ninguém se engane a respeito do PSDB. É um partido que se diz oposição ao PT, mas, quando está no poder, age igual ao PT (ou pior)!

Talvez as possíveis diferenças entre PT e PSDB sejam somente no campo econômico; mas em termos de agenda partidária (políticas pró–aborto, pró–homossexualismo, anti–família e anti–cristãs), ambos são rigorosamente iguais.

É claro que o PSDB, em termos de imoralidade, é "menos explícito" do que o PT. Mas isso não torna o PSDB melhor que o PT. Pelo contrário: a agenda política de ambos é rigorosamente a mesma. Na verdade, é a mesmíssima guerra diabólica de Satanás contra Belzebu (mudam somente os atores, mas o script é rigorosamente o mesmo)!

E mais: a cartilha homossexual do PSDB, embora não seja tão "direta" como a do PT, não deixa de ser perigosa. O PSDB usa um jogo de palavras tão sutil (e alguns termos como "orientação sexual", "desigualdades de gênero", "diversidade sexual", etc), que muitos não estão conseguindo ver a armadilha em que estão caindo! Em outras palavras: o PSDB é tão (ou mais) sujo quanto o PT! Mas parece que muitos, infelizmente, ainda não perceberam isso!

Aí muitos poderiam dizer: "É melhor votar no PSDB do que no PT! Pelo menos, é um mal menor!" (no caso, o PSDB é o "mal menor" diante do "mal maior" que é o PT).

Só que tem um detalhe crucial que muitos parecem não ver (ou não querem admitir): combater o mal maior com um mal menor (ou "menos pior") é o mesmo que querer corrigir um erro com outro erro. O mal, independente de ser maior ou menor (ou de qualquer outra designação que inventem), é mal sempre (e precisa ser firmemente combatido). Quem tolera o mal tem parte com o diabo.

E digo mais: um verdadeiro cristão JAMAIS vai apoiar qualquer tipo de mal (seja maior ou menor). O compromisso do cristão é única e exclusivamente com a obediência à Palavra de Deus, que combate o mal de todas as formas. Ainda que um mal menor se apresente de forma aparentemente inocente ou "inofensiva", não poderá jamais ser tolerado com a desculpa de se evitar um mal maior. Em outras palavras: mesmo que um mal menor seja, momentaneamente, a única opção válida (ou disponível) para se evitar um mal maior, ainda assim é um mal. Como se diz no popular, é como "trocar seis por meia dúzia" (não vai fazer nenhuma diferença ao final).

Portanto, cabe aos cristãos se mobilizarem pela defesa da família, da moral, dos bons princípios e da obediência à Palavra de Deus.

Valmir Barbosa de Souza disse...

PT E PSDB FAZEM PARTE DO REINO DO CAPETA. O REINO DIVIDIDO DE SATANÁS QUE LUTAM PELO MESMO OBJETIVO: ROUBAR, MATAR E DESTRUIR

Alfredo S disse...

Bom, agora os paulista estão contente em contribuir com o dobro do valor doado aos gays.
Sabendo-se que PSDB é igual ao PT em suas diretrizes Gays, na questão da doação quem esta mais contribuindo com os gays???
Mais isto é só o começo, preparem que vem mais por ai. Deixa só chegar na passeata das Drogas, das Vadias e o próximo Carnaval.
Aguardem pela distribuição do material escolha infantil do próximo ano.
Concordo com o anonimo o melhorzinho e o Jair Bolsonaro.