15 de abril de 2013

Site gay denuncia manifestação evangélica contra ditadura gay em Brasília


Site gay denuncia manifestação evangélica contra ditadura gay em Brasília

Julio Severo
Uma manifestação evangélica, a ser realizada em maio em Brasília contra o ativismo gay, está sendo denunciada pelo site homossexual A Capa. De acordo com o site, o bispo Roberto Torrecilhas, do movimento Grita Brasil, informou pelo seu Twitter que o protesto será para cobrar uma postura correta dos governantes diante da agenda gay que está ameaçando o Brasil inteiro.
“A igreja não pode ficar parada diante de tão grande perigo. A ONU tem colocado a agenda gay como uma das suas principais metas para todos os países”, disse o bispo.
Gayzismo ameaça algemar cristãos
“Vamos mostrar que os cristãos brasileiros não aceitam essa agenda gay, buscaremos segundo a constituição os nossos direitos”, disse Torrecilhas.
Torrecilhas afirmou que diversos cristãos têm recebido ameaças dos gayzistas. Em declarações anteriores ao Christian Post, ele disse que a fé cristã está sendo constantemente alvo de ataques.
“Esses ataques são orquestrados por pessoas que estão usando o movimento gay para nos atacar”, disse o bispo Roberto ao Christian Post, na época.
“A esquerda, sabedora que os cristãos evangélicos caminham para a maioridade, tenta trazer ao nosso meio essa desunião, impedindo nosso crescimento”, denunciou ele.
A manifestação de Torrecilhas ocorre num momento em que ativistas gays e evangélicos progressistas se unem para protestar contra a permanência do pastor Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara.
Com informações do site gay A Capa.
Leitura recomendada:

4 comentários :

Vane R disse...


Que tal começarmos uma campanha para a futura presidência do Brasil? Eles irão a loucuraaa...Mas claro não deixemos de pedir ao Pai que nos inspire em Seu Espírito e confiemos a Ele a nossa vitória.

José Edesio disse...

Já estava na hora de alguém ter esta iniciativa. Há alguns dias atras escrevi um artigo sobre isso. http://agrandepescaria.blogspot.com.br/2013/04/evangelicos-um-povo-omisso-covarde-e.html

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Concordo em gênero, número e grau com tudo o que a Vane R e o José Edésio disseram aqui. Já está mais do que na hora de alguém se prontificar a combater o ativismo gay.

Está na hora de nós (cristãos) sermos unidos contra o mal. Afinal, o nosso compromisso é com Deus e com a verdade da Sua Palavra (e não com homens). Falamos como o apóstolo Paulo:

"Porque procuro eu o favor dos homens, ou o favor de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo" (Gálatas 1:10)

Ainda que saibamos que o mal vai se propagar por tudo o mundo, temos que nos manter firmes aos nossos princípios. Temos que adotar conosco o mesmo lema dos antigos mártires da fé cristã: "Antes morrer do que pecar". Confiamos somente Naquele que deu a Sua própria vida na cruz para que fôssemos salvos! E por amor a Ele (e à verdade da Sua Palavra), estamos dispostos a lutar até à morte. É como está escrito:

"Sê fiel até à morte e dar-te-ei a coroa da vida" (Apocalipse 2:10)

Que esta mensagem sirva de incentivo aos demais cristãos na luta contra o pecado. Façamos como disse o salmista:

"Os que confiam no Senhor serão como o monte de Sião, que não se abala, mas permanece para sempre" (Salmo 125:1)

Henrique L. disse...

Precisamos nos unir. Não é possível que esse povinho gay e cafona queira impor as suas " manias" a quem não as aceita. Eles , se quiserem que a pratiquem ,são livres pra isso. Pois como diz a Palavra : Quem está limpo , limpe-se ainda. E quem está sujo, suje-se ainda.....