16 de abril de 2013

Silas Malafaia organiza marcha contra o “casamento gay” em Brasília


Silas Malafaia organiza marcha contra o “casamento gay” em Brasília

Protesto em frente ao Congresso Nacional vai defender Marco Feliciano e atacar Projeto de Lei 122, que criminaliza a homofobia

Pâmela Oliveira, do Rio de Janeiro
O pastor Silas Malafaia organiza, com outros líderes evangélicos, uma grande manifestação em defesa “da família tradicional, da vida, da liberdade de expressão e religiosa”. O evento está programado para o dia 5 de junho, em Brasília, com parada estratégica em frente ao Congresso Nacional. Malafaia assegura que levará mais de 30.000 fieis ao protesto, para marcar posição contra o casamento gay, o aborto e o Projeto de Lei 122, que criminaliza a homofobia. Deputado pelo PSC e presidente da Comissão de Direitos Humanos, Marco Feliciano ocupará posição de destaque no evento. “Já que estão forçando a barra sobre o casamento gay, vamos a Brasília para dizer que estamos do outro lado. Não é um ato exclusivo para apoiar Marco Feliciano, mas para marcarmos nossa posição. Vamos dar a nossa resposta. Todas as lideranças evangélicas estarão presentes, assim como a bancada evangélica. Vai ter gente de todos os lados do Brasil”, avisa Malafaia, acrescentando que fiéis estão sendo convocados pelas redes sociais.
Antes da Jornada Mundial da Juventude, que levará o papa Francisco ao Rio de Janeiro, de 23 a 28 de julho, os evangélicos terão ainda outro grande evento público. Marcada para 25 de maio, a Marcha para Jesus espera reunir de 100.000 pessoas na Avenida Rio Branco, no centro do Rio. A caminhada, segundo Malafaia, também não tem o objetivo de ser um ato pró-Feliciano, mas as manifestações de apoio, incluindo cartazes e faixas, “estão liberadas”.
No ano passado, a Marcha para Jesus reuniu 300.000 pessoas na Avenida Rio Branco, no Centro do Rio. Com patrocínio de 2,5 milhões de reais da prefeitura – segundo Malafaia 500 milhões de reais foram devolvidos – o ato teve como tema o “direito à liberdade de expressão” – uma referência ao Projeto de Lei 122. Ao longo da manifestação, evangélicos seguraram faixas contrárias ao projeto e ao aborto. Para os evangélicos, o PL 122 é uma ameaça ao direito de “liberdade de expressão”. Os pastores temem que, com a aprovação do texto, possam ser presos caso preguem contra a homossexualidade.
Apesar de Feliciano não ser o objetivo central dos dois eventos, é certo que o apoio ao pastor dará o tom das reuniões. Líderes evangélicos e partidários, no entanto, começaram a estabelecer o que é a posição pessoal do deputado e o que pensam as igrejas. Em vídeos divulgados recentemente, Feliciano afirma, durante uma pregação, que a morte de John Lennon e dos integrantes do grupo Mamonas Assassinas foram castigos de Deus. “Ninguém afronta Deus e sobrevive para debochar”, disse Feliciano, sobre o ex-Beatle assassinado em 1980. Para Malafaia, os episódios recentes envolvendo Feliciano, deputado federal eleito com 211.000 votos, têm efeito positivo e terão efeito certo: aumentarão a bancada evangélica.
“Na próxima eleição, Marco Feliciano terá mais de 500.000 votos. Pode escrever. Ele vai arrebentar. Tudo isso foi bom para ele, foi bom para as eleições dos evangélicos em 2014. A comunidade evangélica é fracionada por várias opiniões, mas existem assuntos que nos unem. Essa questão do Marco Feliciano nos uniu. Nós, os evangélicos, não “habemus Papam”. Nós “habemus” líderes. E o Feliciano dá a possibilidade de nós, líderes, dizermos para os evangélicos: Vocês estão vendo aí? Vejam o que dá votar em gente contrária aos nossos princípios”, disse.
Fonte: Revista Veja
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:
John Lennon fez pacto com Satanás, diz livro recente

10 comentários :

Claudio Vaz disse...


25 de maio e 05 de junho.
Preparem-se para novos factóides gayzistas contra Marcos Feliciano próximo a essas datas.

Trindade disse...

Olá Júlio;
O Pr Silas em nome de Jesus colocara em Brasilia 500 mil servos e servas de Deus; Mas chamo a atenção para o assunto abaixo:
IMPORTANTÍSSIMO:
Você publicou um post em 11/04/2013 com título:
"Ativista contra Marco Feliciano é homossexual que se orgulha publicamente de dar o traseiro e de ser professor de crianças.
Pois bem o vídeo foi “sequestrado” do youtube, mas no seu maravilhoso blog os interessados podem acessar:
http://juliosevero.blogspot.com.br/2013/04/ativista-contra-marco-feliciano-e.html
Mais uma vez parabéns para você Júlio pela manutenção desse verdadeiro Atalaia que é o BLOG JÚLIO SEVERO.

Anônimo disse...

Organizar passeata contra os direitos LGBTTs é exatamente o que queremos que vocês façam. Basta olhar o resultado das ações conservadoras na França. Os evangélicos posam de extremistas e o restante da sociedade apoia em peso a causa gay. Simples assim!

Fico sempre passado com a burrice e a miopia estratégica dos nossos opositores.

`.´

Anônimo disse...

Rá! os ativistas vêm postar aqui, afirmando que fazemos o jogo deles, mas quando o desespero bate, ficam angustiados e ficam falando mentiras na tentativa de intimidar ou confundir ( jogo do diabo e seus filhos ).

Save por quê estão desesperados? porque as marchas e demais manifestações públicas e pelas redes sociais vêm mostrado a real face do ativismo homossexual; xingamentos, histórias inventadas, agressões físicas, desrespeito ao local de culto, intimidações por meio de ameaças de morte e através de processos, mídia mostrando famosos apoiando causa gay só mostra o total desespero dos grupos lgbt.

Os ativistas gays e simpatizantes estão angustiados, porque conhecem o poder dos cristãos e demais conservadores, e os mesmos estão se organizando; até a voz dos "evangélicos" progressistas não conseguiu abafar a maioria fiel. A Rede Globo não consegue enganar mais, e o povo, por meio da internet, está sendo ferramenta dos conservadores, e eles mostram os podres dos partidos socialistas brasileiros e dos grupos de minorias. Por quê acham que alguns deputados e ministros estão criando leis que visam censurar a internet e a mídia em geral?


Anônimo gay, quer mesmo que continuemos nossa caminhada marchando e denunciado vocês? já está sendo feito! nossas atitudes falam por nós, e a sociedade está vendo que não existe homofobia entre cristão e na população em geral, mas infelizmente para vocês, o povo brasileiro está vendo os podres que saem dos seus grupos, pois o que a mídia esquerdista não mostra, a internet mostra.

# FORA DITADURA HOMOSSEXUAL!

Renato

PS.: posto anônimo sempre porque vocês pregam tolerância, mas com uma bandeira manchada de violência.

Anônimo disse...

Silas, em vista de seu apoio ao PT no nível federal, tu vai ter que se esforçar muito mais pra aplacar o ódio da gaystapo. Mas pode esperar que o PT vai suavizar pro seu lado de olho nas eleições de 2014. Depois (como você mesmo diz) o "pau vai comer" no seu lombo e tbm em nós, pobres cristãos mortais.

Vânia disse...

Muito bom, é uma pena eu não poder fazer parte desse movimento.

Claudio Vaz disse...


Repararam nos três pontinhos no fim da mensagem do Anônimo Gay?

Colocou até a "base do triângulo" com traços simulando chifres.

É a assinatura do deus do movimento gayzista.

Anônimo disse...

Estamos muito focado no PLC 122. Há dezenas de projetos de lei em andamento. Ontem mesmo foi aprovado o Estatuto da Juventude no Senado.

Plínio disse...

A verdade é a seguinte: os homossexuais não querem (e também não admitem) que ninguém diga ou faça alguma coisa contra eles. Para eles, nós (cristãos) somos obrigados a aceitar as nojeiras que eles dizem ou fazem em público (e temos que ficar de boca fechada para não sermos acusados de fundamentalistas, homofóbicos, intolerantes e preconceituosos).

Quando os homossexuais e seus cúmplices promovem a nojenta, indecente e imoral "Parada Gay" em qualquer lugar do Brasil, ninguém diz nem faz nada contra. Nessas horas, não aparece nenhuma autoridade com moral o suficiente para protestar contra essa bandalheira.

Mas quando alguém fala qualquer coisa contra os homossexuais, aí eles se sentem incomodados: "Homofobia!". E eles querem usar a lei contra os cristãos e contra os que defendem a família, a moral e os bons princípios. Realmente, não há nenhuma tolerância deles com os cristãos.

Sei que o que eu vou dizer aqui pode parecer exagerado (ou talvez até seja ofensivo), mas eu já ouvi dizer que alguns homossexuais, se pudessem, matariam os cristãos. Eu mesmo já recebi, por telefone, várias ameaças de morte de alguns ativistas homossexuais.

Por que eu passei a ser ameaçado? Simplesmente porque eu disse, numa pregação na igreja onde eu congrego, que o homossexualismo é um pecado grave, uma abominação diante de Deus. Para que todos daqui tenham uma idéia da intolerância dos homossexuais, um dos que me ameaçou me disse com todas as letras: "Se você não calar a sua boca, quem vai lhe calar somos nós!"

Diante desta ameaça, não hesitei: tratei logo de me mudar da cidade onde eu morava, temendo pela minha própria segurança (e também da minha família)! Estou vivendo uma situação igual ao do irmão Júlio Severo: fui "exilado" da minha própria cidade onde eu nasci e me criei!

Agora eu pergunto: quem está sendo intolerante neste caso?

Ana Maria R. Silva disse...

ESTATUTO DA JUVENTUDE??

Lá vem alguém querendo me enfiar de novo numa escola, me dizendo que é um direito meu, mas na verdade vai ser uma obrigação -- Já que o estado é quem está "investindo" nisso!

Que Deus esteja com Malafaia e os demais irmãos. Quanto aos ativistas homossexuais, não pensem que vocês ganharam a guerra. Só pq mentem pra vocês, dizendo que são saudáveis e naturais, vocês pensam que está tudo vencido e encerrado!